AGRADECIMENTOSQUEREMOS AGRADECER A TODOS OSPROFISSIONAIS QUE FAZEM PARTEDO PROGRAMA EDUCAÇÃO CIDADÃ.VOCÊS TORNAM A NOSSA V...
ALUNOS DA EDUCAÇÃO CIDADÃ  MARIA DE FÁTIMA              ALAN      MARLENE       CARLA          ANDRÉ               MIRELLA...
ALUNOS DA EDUCAÇÃO CIDADÃ              TURMA DA SABEDORIA     ANDREI          ANDERSON       DENISE    BRUNA           JEF...
ALUNOS DA EDUCAÇÃO CIDADÃ  RAQUEL                                CARLA  LUIS GUSTAVO              PATRICIA    GEAN    ARIA...
ALUNOS DA EDUCAÇÃO CIDADÃTURMA AMOR E PAIXÃO  DANIEL       MARIA ROSA       DEIVID     JÚLIO CESAR      ÉRICK             ...
ALUNOS DA EDUCAÇÃO CIDADÃ                         REBECA                JOHN    ANA LAYLA        ALEXSANDRA           VITÓ...
APRESENTAÇÃO DA REVISTA                  MINHA COMUNIDADE, MINHA VIDA.                                          VIVA A    ...
SEMANA DA PAZATIVIDADES DA SEMANA DA PAZ 2007                     Sensibilização da equipe de funcionários-               ...
SEMANA DA PAZ           Oficina Refletindo a Paz – Equipe de Jornal                  Teatro “A barra do Catimbó”
SEMANA DA PAZ                    ABRAÇOS GRÁTISComo tudo começou....Em uma das turmas do período da manhã, quando a educad...
SEMANA DA PAZ 21 DE SETEMBRO – DIA INTERNACIONAL DA PAZ
SEMANA DA PAZ           CAMINHADA DA PAZ         “Rejeitar a Violência é garantir a Paz”.
SEMANA DA PAZ         “Um abraço forte pode prolongar a vida”..
SEMANA DA PAZ                  CULTURA DE PAZ E NÃO-VIOLÊNCIANo dia 21 de Setembro comemora-se o dia INTERNACIONAL DA PAZ ...
1ª EDIÇÃO DEZEMBRO DE 2007 - PROGRAMA EINSTEIN NA COMUNIDADE DE PARAISÓPOLISEDUCAÇÃ     Fique por dentro do que aconteceu ...
CARTA AO LEITOR  O Programa Einstein na Comunidade de Paraisópolis (PECP) está comemorando neste ano10 anos de atividade n...
CARTA        PEDIDO ESPECIAL
CONVIDADOS                     COM JOGO TAMBÉM SE APRENDE!                           As sessenta crianças do Programa Educ...
CONVIDADOS                                 LIVRO DA VIDAO projeto “Identidade - Minha Origem” (turmas de 7 e 8 anos – perí...
CONVIDADOS
DEPOIMENTOS                     Para as educadoras do Programa Educação Cidadã o mais                     importante é que...
EDUCAÇÃO CIDADÃATIVIDADES DA EDUCAÇÃO CIDADÃ
EDUCAÇÃO CIDADÃ
EDUCAÇÃO CIDADÃ          OS ALUNOS COLOCARAM “A BOCA NO          TROMBONE” E VÃO CONTAR PARA VOCÊS O          QUE ELES ACH...
ALÉM DAS FRONTEIRAS      ENTREVISTA    REALIZADA EM MAIO COM O    MORADOR DA COMUNIDADE           DE PARAISÓPOLIS       WA...
ALÉM DAS FRONTEIRAS                                                              Desde quandoO que o Bush quis saber sobre...
PARA BRINCAR!                O QUE É O QUE É?                    PINTE O DESENHO
PARA BRINCAR!                JOGO DA VELHA
PENSE NISSO!1                  23                  4
PENSE NISSO!5              67              8
PARAISÓPOLIS ESTA É A MINHA COMUNIDADE!     COMUNIDADE DE PARAISÓPOLIS
PARAISÓPOLIS ESTA É A MINHA COMUNIDADE!A NOSSA COMUNIDADE SERIA MELHOR SE...AS PESSOAS QUE VIVEM AQUI PODERIAM...POSSO AJU...
PARAISÓPOLIS ESTA É A MINHA COMUNIDADE!
VISITAS
VISITAS             Centro histórico de São Paulo                   (visita agendada para 11 e 13/12) Vamos conhecer o Cen...
FAZENDO A DIFERENÇA04 APRESENTAÇÃO DA REVISTA Minha comunidade, minha vida. Viva a   diverssidade!06 CARTA AO LEITOR Conhe...
CONVIDADOS                          Minha Vida: Meu Maior Tesouro          O projeto desenvolvido com as crianças neste an...
SEMANA DA PAZNo dia 21 de Setembro comemora-se o dia INTERNACIONAL DA PAZ e o CPASaderiu a esse importante movimento em pr...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Revista Educação Cidadã - 1ª Edição

604 visualizações

Publicada em

Revista Educação Cidadã - 1ª Edição

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
604
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revista Educação Cidadã - 1ª Edição

  1. 1. AGRADECIMENTOSQUEREMOS AGRADECER A TODOS OSPROFISSIONAIS QUE FAZEM PARTEDO PROGRAMA EDUCAÇÃO CIDADÃ.VOCÊS TORNAM A NOSSA VIDA MAISALEGRE E FELIZ E É POR ISSO QUEGOSTAMOS TANTO DAQUI. Solange Priscila Roberta Veridiana CristianaPedagoga Téc.Apoio Monitora de Monitora de Brinquedoteca Educacional Leitura Leitura EDUCADORAS DA EDUCAÇÃO CIDADÃ Noemia Cristiane Mônica SharellaPeríodo da tarde Período da tarde Período da manhã Período da manhã
  2. 2. ALUNOS DA EDUCAÇÃO CIDADÃ MARIA DE FÁTIMA ALAN MARLENE CARLA ANDRÉ MIRELLA RENATO TAIANA WELLINGTON THYAGO JONATHAN CARLOS HENRIQUE
  3. 3. ALUNOS DA EDUCAÇÃO CIDADÃ TURMA DA SABEDORIA ANDREI ANDERSON DENISE BRUNA JEFERSON VITÓRIA RENATO ALANES DOUGLAS VALTER SARA
  4. 4. ALUNOS DA EDUCAÇÃO CIDADÃ RAQUEL CARLA LUIS GUSTAVO PATRICIA GEAN ARIANE DIEGO DÊNNIS MARIA EDUARDA LUCAS
  5. 5. ALUNOS DA EDUCAÇÃO CIDADÃTURMA AMOR E PAIXÃO DANIEL MARIA ROSA DEIVID JÚLIO CESAR ÉRICK FELIPE KALLITA BRENO TAMIRES KEYLA IGOR JOÃO VITOR
  6. 6. ALUNOS DA EDUCAÇÃO CIDADÃ REBECA JOHN ANA LAYLA ALEXSANDRA VITÓRIA BEATRIZ ROSEANE THAYNÁ SILVA MAURÍCIO THAINA TOCCHIO GEORGE
  7. 7. APRESENTAÇÃO DA REVISTA MINHA COMUNIDADE, MINHA VIDA. VIVA A !Viver em sociedade é poder compartilhar e aprender com o outro, respeitando o jeito especial quecada pessoa encontra para viver. Foi pensando nisso, que surgiu o desejo de desenvolver um projetocom os alunos da Educação Cidadã período da manhã de 9 e 10 anos, com o tema “Minhacomunidade, minha vida. Viva a diversidade!O nosso objetivo é que os alunos se reconheçam como sujeitos singulares, importantes e atuantesna sociedade, capazes de transformar a comunidade em que vivem, quando se identificam com osvalores, com a história e com a garra de seu povo. O essencial é despertar neles uma atitudereflexiva e ativa para que sejam agentes transformadores e multiplicadores de conhecimento.Os alunos vivenciaram várias atividades que auxiliaram a refletir sobre: Como viver junto? O que édiversidade? O que é preconceito? O que é respeito? Qual a história da minha comunidade e o quepodemos fazer para melhorá-la. Mais foi a música nossa principal companheira. Descobrimos novaspalavras, rimas, frases, brincamos, jogamos, nos divertimos e aprendemos a conviver em harmoniacom o outro.O resultado deste projeto é esta revista.O primeiro passo foi ter um olhar cuidadoso para todas as produções dos alunos realizadas aolongo do projeto e separar o que cada um havia feito de melhor. Com o material já selecionado,dividimos a parte que cada turma seria responsável; os alunos produziram textos coletivos eindividuais e depois fizeram a reescrita, discutiram sobre os temas que deveriam ser destacados,criaram histórias, decidiram sobre as ilustrações e as fotos, e são os principais apoiadores eautores deste exemplar.A maior parte dos alunos encerra sua permanência no programa por completar 10 anos e a revistafoi a maneira que encontramos de registrar e de guardar as boas lembranças.A revista está organizada por seções: A Turma da Paz (segunda-feira) contou sobre a história dacomunidade de Paraisópolis; Turma Exploradores do Conhecimento (terça-feira) faz um pedidoespecial; Turma da Sabedoria (quarta-feira) organizou a entrevista; Turma Sol de Verãoselecionou algumas atividades para divertir o leitor, e a Turma Amor e Paixão contou sobre aemoção de distribuir Abraços Grátis.Através da revista queremos que as pessoas também aprendam que é na diversidade e naconvivência que somos mais humanos e felizes. EDUCADORA SHARELLA
  8. 8. SEMANA DA PAZATIVIDADES DA SEMANA DA PAZ 2007 Sensibilização da equipe de funcionários- Documentário “Notícias de uma guerra particular” (João Moreira Sales) Confecção bolacha da Paz Receita INGREDIENTES 2 xícaras de farinha de trigo 1 xícara de açúcar Manteiga para dar o ponto Modo de PreparoMisture os ingredientes até a massa ficar homogênea. Molde a bolacha e leve ao forno por 10 minutos.
  9. 9. SEMANA DA PAZ Oficina Refletindo a Paz – Equipe de Jornal Teatro “A barra do Catimbó”
  10. 10. SEMANA DA PAZ ABRAÇOS GRÁTISComo tudo começou....Em uma das turmas do período da manhã, quando a educadora Sharella levoua idéia do trabalho com a semana da Paz, algumas crianças disseram que violênciaé: “roubar alguém”, bater em um amigo, ofender outra pessoa, fazer alguma coisa quedeixa o outro chateado, discussões em família, Mas foi o Erick que disse algo muitoimportante: “Quando a minha mãe briga com o meu pai, ele a abraça e ela pára debrigar”.Depois dessa fala, Breno completou “Vocês já assistiram ao clipe do Detonautas? Nóspoderíamos distribuir abraços, escrever cartazes “Não brigue, abrace e beije seu amigo”.Bom, depois dessas idéias todas, a educadora trouxe vários materiais para quedescobríssemos quem eram esses músicos e o que significava ABRAÇOS GRÁTIS.
  11. 11. SEMANA DA PAZ 21 DE SETEMBRO – DIA INTERNACIONAL DA PAZ
  12. 12. SEMANA DA PAZ CAMINHADA DA PAZ “Rejeitar a Violência é garantir a Paz”.
  13. 13. SEMANA DA PAZ “Um abraço forte pode prolongar a vida”..
  14. 14. SEMANA DA PAZ CULTURA DE PAZ E NÃO-VIOLÊNCIANo dia 21 de Setembro comemora-se o dia INTERNACIONAL DA PAZ e o CPAS aderiu a esseimportante movimento em prol da PAZ no mundo.A SEMANA DA PAZ surgiu de uma iniciativa do Núcleo de Educação no ano de 2005 e teve comoprincipal objetivo desenvolver ações voltadas à conscientização da CULTURA DE PAZ E NÃO-VIOLÊNCIA, propondo reflexões sobre o contexto e o modo de vida dos cidadãos moradores daComunidade de Paraisópolis.A cada ano um tema é escolhido e discutido junto aos beneficiários dos diferentes Programas doCPAS. Muitos produtos puderam ser desenvolvidos ao longo desses anos. Vale citar a atividade em queos retalhos pintados pelas crianças e adultos do CPAS foram transformados em uma COLCHA DERETALHOS (2005) e que representou a diferença, a união e o respeito ao trabalho do outro. A mesmase encontra na Biblioteca Comunitária do PECP.As ações de PAZ já fazem parte das atividades educativas do CPAS e a cada ano mais pessoas estãose envolvendo na busca de um mundo mais solidário. Confiram nas próximas páginas, o que aconteceuno ano de 2007.
  15. 15. 1ª EDIÇÃO DEZEMBRO DE 2007 - PROGRAMA EINSTEIN NA COMUNIDADE DE PARAISÓPOLISEDUCAÇÃ Fique por dentro do que aconteceu no Programa Educação Cidadã em 2007Conheça o que é o Programa Paraisópolis: esta é Educação Cidadã a nossa Comunidade!8 Jeitos de Mudar o Mundo Semana da PazEntrevista Espaço Diversão
  16. 16. CARTA AO LEITOR O Programa Einstein na Comunidade de Paraisópolis (PECP) está comemorando neste ano10 anos de atividade na Comunidade de Paraisópolis. Foi em 1997 que o grupo de voluntáriosteve a idéia de oferecer atendimento médico dentro da Comunidade e não mais no HospitalIsraelita Albert Einstein. No entanto, esse serviço só foi possível porque houve o envolvimentodas lideranças locais e dos moradores. As primeiras atividades foram apenas ligadas à área da saúde junto com um trabalhodas Agentes Comunitárias de Saúde que visitavam as casas das famílias e faziam orientaçõessobre os cuidados com os filhos, higiene das casas, controle das vacinas e outros, contribuindoassim para prevenir muitas doenças da infância. Os outros serviços foram surgindo aos poucos e o espaço físico também foi sendoampliado... Casa 1, Ambulatório, Casa 2 e Casa da Criança e o PECP se dividiu em duas áreas detrabalho: Ambulatório de Pediatria e Centro de Promoção e Atenção à Saúde (CPAS). Um dos programas na área de Educação que também teve seu início em 1997 e quecontava apenas com o trabalho de voluntárias foi o Programa de Reforço Escolar e que hojetem o nome de EDUCAÇÃO CIDADÃ. O Programa Educação Cidadã nasceu em 2004 em substituição ao Reforço Escolar e paraatender as crianças entre 7 e 10 anos, matriculadas na escola pública e com desempenhoescolar e cultural insatisfatórios. Foram muitas as reflexões entre as equipes de Educadoras eVoluntárias do Programa, pois queríamos oferecer para as crianças outras oportunidades paraque pudessem aprender aquele conteúdo que só na escola não estava sendo possível. Hoje oferecemos 240 vagas distribuídas entre os períodos da manhã e tarde e qualquercriança pode participar. Muitos já são os resultados desse trabalho e a revista é um deles e tem por objetivoapresentar para a Comunidade de Paraisópolis parte do que é desenvolvido nesse programa. Ao longo dessas páginas vocês poderão conhecer as atividades desenvolvidas com ascrianças, com especial ênfase para as descobertas que são propiciadas nos grupos, osdepoimentos de algumas crianças e de alguns pais, as vivências e os passeios, e que traduzem arotina de aprendizado, conhecimento, prazer, lazer e acima de tudo inclusão social e cultural. Solange M. R. Alberto Pedagoga responsável pelo Núcleo de Educação
  17. 17. CARTA PEDIDO ESPECIAL
  18. 18. CONVIDADOS COM JOGO TAMBÉM SE APRENDE! As sessenta crianças do Programa Educação Cidadã do período da tarde, com idade entre 9 e 10 anos, descobriram que com o jogo também se aprende. Na rotina do dia-a-dia o jogo é um momento bastante esperado. A maioria das vezes o momento do jogo é direcionado ao aprendizado que o grupo necessita desenvolver melhor como o conhecimento dos números, classificação, raciocínio lógico, contato com a escrita, conhecimentos gerais, entre outros.Também é oferecido o momento do jogo livre em que as crianças escolhem o que querem jogar.Dentre a criação de uma música, teatro, brincadeira, ou um jogo através de uma eleiçãorealizada na Semana da Paz, o grupo escolheu fazer um jogo como produção do conhecimentoadquirido. Foi nesse momento que percebeu-se o quanto o jogo era significante, dentre outrosinstrumentos pedagógicos, pois é uma forma agradável e atraente de promover aprendizagem.A partir dessa votação foi construído o “Jogo da Paz”, uma experiência nova que envolveualguns alunos na confecção e outros no desafio de jogá-lo, como forma de aprovação.A experiência foi tão significativa que se decidiu repetir a dose. Agora com mais ousadia: umjogo totalmente criado por eles: tabuleiro, regras, peões, dado, cartas, nome do jogo; todo oprocesso embasado na cooperação e democracia, representando o aprendizado de 2007. Essejogo ficará na brinquedoteca, disponível para as crianças que freqüentam o espaço e, cadacriança está também produzindo o seu para que possa tê-lo em casa.Aprender e ensinar brincando traz em si um processo de relacionamento, companheirismo,socialização, troca de experiências, conhecimento do outro, condições básicas para aaprendizagem das letras, dos números, dos sentimentos, dos valores... Esse caminho vai emdireção da não violência e do fortalecimento dos ideais de paz e cidadania para todos. EDUCADORA CRISTIANE O jogo assegura: - espaço de prazer e aprendizagem; - respeito às regras; - relação humana/ socialização; - aprendizagem coletiva.
  19. 19. CONVIDADOS LIVRO DA VIDAO projeto “Identidade - Minha Origem” (turmas de 7 e 8 anos – período da manhã) tevecomo objetivo: Propiciar aos alunos a valorização das suas origens e a si enquanto sujeitode uma comunidade, incentivando a pesquisa, a coleta, a organização e o registro dedados.Como produto final, cada criança confeccionou seu próprio livro, utilizando várias formasde registro como a escrita, o desenho e as colagens. Uma página foi construída a cadaencontro, ao qual demos o nome de “Livro da Vida”. As crianças fizeram pesquisas sobresuas origens, localizaram os estados no mapa do Brasil, usaram o computador paraprocurar as comidas típicas, festas e particularidades de cada lugar e desenharam seuauto-retrato. Nas rodas de conversas era possível identificar as diferenças e trabalharcom as diversidades.As crianças também conversaram com suas famílias em casa e trouxeram informaçõesque enriqueceram nossas atividades. Conversamos muito sobre o papel de cada um nasociedade, e o que seria possível fazer para melhorar nossas vidas e o mundo em quevivemos.Os pais também participaram respondendo um relatório a respeito dos primeiros anos devida das crianças. Este trabalho permitiu que cada criança construísse e conhecesse umpouco de sua história de vida. EDUCADORA MÔNICA Confira algumas das atividades feitas pelos alunos:
  20. 20. CONVIDADOS
  21. 21. DEPOIMENTOS Para as educadoras do Programa Educação Cidadã o mais importante é que a criança descubra o prazer em aprender. Estar bem e feliz é necessário para que acredite que é capaz e com isso, consiga vencer seus próprios medos. Por isso, a opinião dos pais também é muito importante. "Meu filho diz que gosta demais daqui.Que é melhor que na “Depois que o Guilherme entrou na Educaçãoescola. Fala que as pessoas aqui Cidadã, ele ficou menos agitado e se interessaconversam. Uma vez ele me disse: mais para ler. Ontem mo depois do jantar, ele Não precisa falar alto assim, ficou lendo o livro que levou daqui para mim. Seu não aprendeu a falar baixo. comportamento na escola melhorou.” Sonete Perguntei: Onde você aprendeu Oliveira isso?Na Educação Cidadã.” Maria Sebastiana “Eu acho bom o Programa Educação Cidadã porque aqui o que “A minha filha, agora está mais adiantada. acontece com as crianças vocêsEstá aprendendo: o nome que ela não sabia,as mandam chamar para conversar, e cores,a desenhar,pintar e contar as coisas as pessoas daqui são muitoporque ela não conhecia os números de 1 a 10. boas.” Rosenilda LimaEu nunca podia ajudar porque não sei ler. Elaestá falando mais explicado.” Dedice Almeida “Vir para a Educação Cidadã fez o meu filho mudar. Ele está no meio de pessoas “Meu filho era rebelde e respondão e educadas, se não estivesse aqui ficaria na não é mais. Não fazia atividade no rua aprendendo coisa errada.” Anagilda da colégio e hoje ele faz.Eu achava que Cruz meu filho seria sempre assim, foi “Quero parabenizar as pessoas daquiquando eu fiquei sabendo do Programa porque influenciam e melhoram a Educação Cidadã. Ele mudou muito e educação das crianças, ajudando no hoje é um rapaz. Eu tenho orgulho futuro delas.” Verônica da Silva dele.” Valdoriza da Silva “A Keila se interessa mais por estudo, muita coisa que ela aprende aqui não aprende na escola. Aqui é muito rico.” Monica Alexandre
  22. 22. EDUCAÇÃO CIDADÃATIVIDADES DA EDUCAÇÃO CIDADÃ
  23. 23. EDUCAÇÃO CIDADÃ
  24. 24. EDUCAÇÃO CIDADÃ OS ALUNOS COLOCARAM “A BOCA NO TROMBONE” E VÃO CONTAR PARA VOCÊS O QUE ELES ACHAM DO PROGRAMA EDUCAÇÃO CIDADÃ
  25. 25. ALÉM DAS FRONTEIRAS ENTREVISTA REALIZADA EM MAIO COM O MORADOR DA COMUNIDADE DE PARAISÓPOLIS WASHINGTON PEREIRA(EX-FUNCIONÁRIO DO PROGRAMA EINSTEIN NA COMUNIDADE DE PARAISÓPOLIS) W Washington, Primeira dama Laura Bush e Presidente George Bush na Ong Meninos do Morumbi. Foto retirada da Revista Einstein Nós, Ed.33Como você se sentiu quando soubeque ia conhecer o Bush? O que foi Qual foi a sua reação quando foimais importante neste dia? convidado para falar do bairro deEu me senti feliz. E tive a Paraisópolis para o Presidente Bush?oportunidade de conhecer várias Foi uma surpresa. Fiquei muito emocionado.pessoas. O que aconteceu no dia da visita na Ong Meninos do Morumbi?Quantos anos você tem e Você dançou?do que você trabalha? Fui para a Ong junto com o presidente doEu tenho 21 anos e trabalho no Einstein. Fiquei muito ansioso enquanto Programa Einstein com os esperava o Bush, porque ele atrasou mais ouadolescentes e na informática. menos uma hora e meia. Tiveram váriasComo você foi escolhido? apresentações de música, mas eu não dancei.Fui escolhido por causa da históriada minha vida.
  26. 26. ALÉM DAS FRONTEIRAS Desde quandoO que o Bush quis saber sobre você mora aqui?Paraisópolis? Qual a sua Ele quis saber sobre as drogas. atuação em Paraisópolis?O que você falou Cheguei aqui emsobre Paraisópolis? 1998, com 12 anos. Participo do grupoQue é um lugar de pessoas Agenda 21, temos preocupação com o meioboas e não de bandidos ambiente.como a televisão mostra. Como as pessoas recebem asComo você conversou com o Bush? informações que você passa sobre aTinha tradução instantânea. Eu falava português comunidade? e um tradutor em inglês. Para saber o que acontece as pessoas precisam ir à Associação de Moradores. Você conversou com a Laura Bush? Sim. Ela queria saber mais sobre a minha vida. Você tem conhecimento em inglês? Sei o básico. O Bush contou Você andou de limusine? alguma coisa Não. Andei na BMW do presidente do Einstein sobre o país dele? Você deu ou recebeu alguma Ele contou o time que torce, mas não falou lembrança do Bush?nada sobre seu país ou sua vida pessoal. Recebi um atlas marromO Bush foi legal com você? e dourado.Sim. Ele foi educado mesmo sendo conhecidocomo o homem da guerra. “Eu fiquei feliz e foi o melhor dia da minha vida.” Washington Pereira Santos
  27. 27. PARA BRINCAR! O QUE É O QUE É? PINTE O DESENHO
  28. 28. PARA BRINCAR! JOGO DA VELHA
  29. 29. PENSE NISSO!1 23 4
  30. 30. PENSE NISSO!5 67 8
  31. 31. PARAISÓPOLIS ESTA É A MINHA COMUNIDADE! COMUNIDADE DE PARAISÓPOLIS
  32. 32. PARAISÓPOLIS ESTA É A MINHA COMUNIDADE!A NOSSA COMUNIDADE SERIA MELHOR SE...AS PESSOAS QUE VIVEM AQUI PODERIAM...POSSO AJUDAR MINHA COMUNIDADE...
  33. 33. PARAISÓPOLIS ESTA É A MINHA COMUNIDADE!
  34. 34. VISITAS
  35. 35. VISITAS Centro histórico de São Paulo (visita agendada para 11 e 13/12) Vamos conhecer o Centro velho de São Paulo, para reconhecer osespaços de cultura e lazer que a nossa cidade oferece. Aproveite parapassear nestes lugares com a sua família porque além de divertido não precisa pagar nada. Teatro Municipal Pátio do Colégio Banespa Catedral da Sé Vale do Mosteiro de Anhangabaú São Bento
  36. 36. FAZENDO A DIFERENÇA04 APRESENTAÇÃO DA REVISTA Minha comunidade, minha vida. Viva a diverssidade!06 CARTA AO LEITOR Conheça o Programa Einstein na Comunidade de Paraisópolis (PECP) e o que é o Programa Educação CidadãO7 EDUCAÇÃO CIDADÃ12 PARAISÓPOLIS: ESTA É AMINHA COMUNIDADE! Comunidade de Paraisópolis17 PENSE NISSO! Os 8 jeitos de mudar o mundo20 ALÉM DAS FRONTEIRAS Entrevista com o morador da comunidade Washington Pereira23 VISITAS Passeios25 PARA BRINCAR! Espaço Diversão28 SEMANA DA PAZ Atividades realizadas durante o mês de Setembro para “Rejeitar a violência é garantir a Paz”35 CONVIDADOS As outras turmas do Programa Educação Cidadã foram convidados para contar sobre seus projetos durante o ano de 200738 AGRADECIMENTOS Os alunos fazem um agradecimento especial para os profissionais do Programa
  37. 37. CONVIDADOS Minha Vida: Meu Maior Tesouro O projeto desenvolvido com as crianças neste ano teve como tema Minha Vida: Meu Maior Tesouro (turmas de 7 e 8 anos – período da tarde). Falar sobre a vida e sobre nossa própria identidade, talvez não seja tão fácil quanto parece. Afinal, é muito difícil reconhecermos que também erramos e temos dificuldades, Durante todo o ano, desenvolveu-se um trabalho com os educandos, que tratou da identidade de cada um, procurando fazer com que descobrissem e redescobrissem o valor de sua vida. E desta maneira, sentindo-se inseridos na sociedade e atuantes em busca de uma comunidade melhor. Para isso, foi necessário desprender-se de pré-conceitos e procurar aceitar as pessoas como elas realmente são, descobrindo que para ajudar alguém nem sempre é o financeiro que conta, mas também uma palavra amiga, um apoio na educação e muitas outras atitudes que podem mudar o mundo (como o trabalho voluntário). Para que as discussões ficassem mais enriquecedoras contamos com a presença ilustre da presidente do Departamento de Voluntários, a Senhora Telma Sobolh, que veio até o Programa Educação Cidadã em 5 de julho para falar para as crianças sobre o trabalho voluntário e como ele favorece a vida de muitas pessoas. Este sem dúvida foi um dos dias mais marcantes durante todo o primeiro semestre, deixando um gostinho de quero mais para o segundo. Já no início do segundo semestre, ainda com todo clima da entrevista, as crianças ao compreenderem o que é o trabalho voluntário foram convidadas pela Psicopedagoga Ivone Regina Serra para conhecerem um garotinho morador da comunidade que sofre de uma síndrome (Síndrome de Werneck Hoffman) e que é acompanhado pela equipe do Ambulatório de Pediatria do Programa Einstein na Comunidade de Paraisópolis. Desde então, as crianças numa atitude nobre, resolveram confeccionar brinquedos, cartões e até livros de história. Duas crianças foram sorteadas para representar o grupo numa visita que foi sem dúvida alguma, um momento de muita aprendizagem e emoção. Assim como descreveram os alunos Carlos (10 anos) e Nataly (8 anos): “Este foi o melhor passeio que fizemos este ano!” De forma simples, mas muito significativa, as crianças do Programa Educação Cidadã demonstraram que compreenderam que ser voluntário vai muito além do que apenas dedicar algumas horas de sua vida em prol de alguém, mas é além de tudo um ato de muita dedicação, carinho e amor ou como resumiu o aluno Erison (10 anos) ser voluntário é “dar um pedacinho de si”. Segue abaixo o relato que o aluno Carlos (10 anos) fez após a visita ao Railam. Educadora - Maria Noemia Ferreira Figueiredo Stazetto
  38. 38. SEMANA DA PAZNo dia 21 de Setembro comemora-se o dia INTERNACIONAL DA PAZ e o CPASaderiu a esse importante movimento em prol da PAZ no mundo.A SEMANA DA PAZ surgiu de uma iniciativa do Núcleo de Educação no ano de 2005e teve como principal objetivo desenvolver ações voltadas à conscientização daCULTURA DE PAZ E NÃO-VIOLÊNCIA, propondo reflexões sobre o contexto e omodo de vida dos cidadãos moradores da Comunidade de Paraisópolis.A cada ano um tema é escolhido e discutido junto aos beneficiários dos diferentesProgramas do CPAS. Muitos produtos puderam ser desenvolvidos ao longo dessesanos. Vale citar a atividade em que os retalhos pintados pelas crianças e adultos doCPAS foram transformados em uma COLCHA DE RETALHOS (2005) e querepresentou a diferença, a união e o respeito ao trabalho do outro. A mesma seencontra na Biblioteca Comunitária do PECP.As ações de PAZ já fazem parte das atividades educativas do CPAS e a cada anomais pessoas estão se envolvendo na busca de um mundo mais solidário. Confiramnas próximas páginas, o que aconteceu no ano de 2007.

×