Hydesville

1.601 visualizações

Publicada em

Estudo sobre os fenômenos de Hydesville e as mesas girantes

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.601
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
81
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • O termo doutrina pode ser definido como o conjunto de princípios que servem de base a um sistema religioso, político, filosófico, científico, entre outros.
  • O termo doutrina pode ser definido como o conjunto de princípios que servem de base a um sistema religioso, político, filosófico, científico, entre outros.
  • O termo doutrina pode ser definido como o conjunto de princípios que servem de base a um sistema religioso, político, filosófico, científico, entre outros.
  • O termo doutrina pode ser definido como o conjunto de princípios que servem de base a um sistema religioso, político, filosófico, científico, entre outros.
  • O termo doutrina pode ser definido como o conjunto de princípios que servem de base a um sistema religioso, político, filosófico, científico, entre outros.
  • O termo doutrina pode ser definido como o conjunto de princípios que servem de base a um sistema religioso, político, filosófico, científico, entre outros.
  • O termo doutrina pode ser definido como o conjunto de princípios que servem de base a um sistema religioso, político, filosófico, científico, entre outros.
  • O termo doutrina pode ser definido como o conjunto de princípios que servem de base a um sistema religioso, político, filosófico, científico, entre outros.
  • O termo doutrina pode ser definido como o conjunto de princípios que servem de base a um sistema religioso, político, filosófico, científico, entre outros.
  • O termo doutrina pode ser definido como o conjunto de princípios que servem de base a um sistema religioso, político, filosófico, científico, entre outros.
  • O termo doutrina pode ser definido como o conjunto de princípios que servem de base a um sistema religioso, político, filosófico, científico, entre outros.
  • O termo doutrina pode ser definido como o conjunto de princípios que servem de base a um sistema religioso, político, filosófico, científico, entre outros.
  • O termo doutrina pode ser definido como o conjunto de princípios que servem de base a um sistema religioso, político, filosófico, científico, entre outros.
  • O termo doutrina pode ser definido como o conjunto de princípios que servem de base a um sistema religioso, político, filosófico, científico, entre outros. A doutrina espírita, de modo geral, fundamenta-se nos seguintes pontos: a) na existência e unicidade de Deus, desconstruindo o dogma da Santíssima Trindade; b) na existência e imortalidade do Espírito, compreendido como individualidade inteligente da Criação Divina; c) na defesa da Reencarnação, como o mecanismo natural de aperfeiçoamento dos Espíritos; d) no conceito de criação igualitária para de todos os Espíritos, "simples e ignorantes" em sua origem, e destinados invariavelmente à perfeição ; e) na possibilidade de comunicação entre os espíritos encarnados ("vivos") e os espíritos desencarnados ("mortos"), através da mediunidade; f) na lei de causa e efeito, compreendida como mecanismo de retribuição ética universal a todos os espíritos.
  • O termo doutrina pode ser definido como o conjunto de princípios que servem de base a um sistema religioso, político, filosófico, científico, entre outros. A doutrina espírita, de modo geral, fundamenta-se nos seguintes pontos: a) na existência e unicidade de Deus, desconstruindo o dogma da Santíssima Trindade; b) na existência e imortalidade do Espírito, compreendido como individualidade inteligente da Criação Divina; c) na defesa da Reencarnação, como o mecanismo natural de aperfeiçoamento dos Espíritos; d) no conceito de criação igualitária para de todos os Espíritos, "simples e ignorantes" em sua origem, e destinados invariavelmente à perfeição ; e) na possibilidade de comunicação entre os espíritos encarnados ("vivos") e os espíritos desencarnados ("mortos"), através da mediunidade; f) na lei de causa e efeito, compreendida como mecanismo de retribuição ética universal a todos os espíritos.
  • O termo doutrina pode ser definido como o conjunto de princípios que servem de base a um sistema religioso, político, filosófico, científico, entre outros. A doutrina espírita, de modo geral, fundamenta-se nos seguintes pontos: a) na existência e unicidade de Deus, desconstruindo o dogma da Santíssima Trindade; b) na existência e imortalidade do Espírito, compreendido como individualidade inteligente da Criação Divina; c) na defesa da Reencarnação, como o mecanismo natural de aperfeiçoamento dos Espíritos; d) no conceito de criação igualitária para de todos os Espíritos, "simples e ignorantes" em sua origem, e destinados invariavelmente à perfeição ; e) na possibilidade de comunicação entre os espíritos encarnados ("vivos") e os espíritos desencarnados ("mortos"), através da mediunidade; f) na lei de causa e efeito, compreendida como mecanismo de retribuição ética universal a todos os espíritos.
  • Hydesville

    1. 1. Federação Espírita BrasileiraFederação Espírita Brasileira Estudo Sistematizado da Doutrina EspíritaEstudo Sistematizado da Doutrina Espírita Programa Fundamental – Tomo IPrograma Fundamental – Tomo I MóduloMódulo IIII A Codificação Espírita.A Codificação Espírita. Favorecer a compreensão doFavorecer a compreensão do surgimento da Doutrina Espíritasurgimento da Doutrina Espírita e da missão de Allan Kardec.e da missão de Allan Kardec. Objetivo GeralObjetivo Geral
    2. 2. RoteiroRoteiro 1 – Fenômenos mediúnicos que1 – Fenômenos mediúnicos que antecederam a Codificação: Hydesville eantecederam a Codificação: Hydesville e mesas girantes.mesas girantes. Programa Fundamental – Tomo IPrograma Fundamental – Tomo I Módulo II – Quatro RoteirosMódulo II – Quatro Roteiros RoteiroRoteiro 2 – Allan Kardec: o professor e o2 – Allan Kardec: o professor e o codificador.codificador. RoteiroRoteiro 3 – Metodologia e critérios3 – Metodologia e critérios utilizados na Codificação Espírita.utilizados na Codificação Espírita. RoteiroRoteiro 4 – Obras básicas.4 – Obras básicas.
    3. 3. Justificar aJustificar a importânciaimportância dos fenômenosdos fenômenos de Hydesville e das mesas girantesde Hydesville e das mesas girantes para o surgimento do Espiritismo.para o surgimento do Espiritismo. Programa Fundamental – Tomo IPrograma Fundamental – Tomo I Módulo II -Módulo II - Roteiro 1Roteiro 1 Objetivo EspecíficoObjetivo Específico Fenômenos mediúnicos que antecederam aFenômenos mediúnicos que antecederam a Codificação: Hydesville e mesas girantes.Codificação: Hydesville e mesas girantes.
    4. 4. Em 1848, a aldeia de Hydesville, localizada noEm 1848, a aldeia de Hydesville, localizada no condado de Wayne, Estado de New York,condado de Wayne, Estado de New York, distante 30 km da cidade de Rochester, era umdistante 30 km da cidade de Rochester, era um pequeno aglomerado de casas de madeiraspequeno aglomerado de casas de madeiras com uma típica população de agricultores.com uma típica população de agricultores. O EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs FoxO EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs Fox
    5. 5. Nesta aldeia, morava a famíliaNesta aldeia, morava a família Fox, uma família de fazendeirosFox, uma família de fazendeiros composta pelo Pai (John Fox), acomposta pelo Pai (John Fox), a Mãe (Magaret Fox), e de suasMãe (Magaret Fox), e de suas filhas: Margareth Fox, de 14 anosfilhas: Margareth Fox, de 14 anos e Kate Fox, de 11 anos. Elese Kate Fox, de 11 anos. Eles tinham outros filhos que nãotinham outros filhos que não moravam com eles e eram damoravam com eles e eram da religião metodista.religião metodista. O EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs FoxO EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs Fox Kate Margaret John Margaret História do Espiritismo. Arthur Conan Doyle
    6. 6. AS IRMÃS FOXAS IRMÃS FOX RESIDÊNCIA DA FAMÍLIA FOXRESIDÊNCIA DA FAMÍLIA FOX
    7. 7. RESIDÊNCIA DA FAMÍLIA FOXRESIDÊNCIA DA FAMÍLIA FOX
    8. 8. Na tosca cabana onde morava a famíliaNa tosca cabana onde morava a família Fox, havia ocorrido o assassinato de umFox, havia ocorrido o assassinato de um mascate e o espírito do vendedormascate e o espírito do vendedor produzia sons, barulhos, ruídos,produzia sons, barulhos, ruídos, tentando se comunicar com seustentando se comunicar com seus moradores.moradores. O VELHO BARRACÃO DA FAMÍLIA FOXO VELHO BARRACÃO DA FAMÍLIA FOX
    9. 9. No princípio, a família FoxNo princípio, a família Fox não se incomodava comnão se incomodava com os sons, pois pareciamos sons, pois pareciam naturais.naturais. O EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs FoxO EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs Fox Depois de certo tempo, os tais barulhos, ruídos,Depois de certo tempo, os tais barulhos, ruídos, batidas e até arrastamento de móveisbatidas e até arrastamento de móveis começaram a incomodar tanto que as meninascomeçaram a incomodar tanto que as meninas se negavam a dormir sozinhas.se negavam a dormir sozinhas.
    10. 10. Na data deNa data de 31 março de 184831 março de 1848, os, os fenômenos se mostraram maisfenômenos se mostraram mais intensos. A menina Kate desafiouintensos. A menina Kate desafiou a "força invisível" a repetir, coma "força invisível" a repetir, com os golpes, as palmas que ela batiaos golpes, as palmas que ela batia com as mãos.com as mãos. O EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs FoxO EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs Fox Foi o início da “telegrafia espiritual ”Foi o início da “telegrafia espiritual ” A resposta foi imediata, e a cada estalo, um golpeA resposta foi imediata, e a cada estalo, um golpe era ouvido logo a seguir!era ouvido logo a seguir!
    11. 11. O EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs FoxO EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs Fox DEPOIMENTO DA SENHORA FOX (retirado da obraDEPOIMENTO DA SENHORA FOX (retirado da obra História do Espiritismo, de Arthur Conan DoyleHistória do Espiritismo, de Arthur Conan Doyle):): ““Então pensei em fazer um teste de que ninguémEntão pensei em fazer um teste de que ninguém seria capaz de responder. Pedi que fossemseria capaz de responder. Pedi que fossem indicadas as idades de meus filhos,indicadas as idades de meus filhos, sucessivamente. Instantaneamente foi dada asucessivamente. Instantaneamente foi dada a exata idade de cada um, fazendo uma pausa de umexata idade de cada um, fazendo uma pausa de um para o outro, a fim de os separar até o sétimo,para o outro, a fim de os separar até o sétimo, depois do que se fez uma pausa maior e trêsdepois do que se fez uma pausa maior e três batidas mais fortes foram dadas, correspondendobatidas mais fortes foram dadas, correspondendo à idade do menor, que havia morrido.”à idade do menor, que havia morrido.”
    12. 12. O EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs FoxO EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs Fox ““Então perguntei: "É um ser humano que meEntão perguntei: "É um ser humano que me responde tão corretamente?" Não houve resposta.responde tão corretamente?" Não houve resposta. Perguntei: "É um Espírito? Se for dê duasPerguntei: "É um Espírito? Se for dê duas batidas." Duas batidas foram ouvidas assim quebatidas." Duas batidas foram ouvidas assim que fiz o pedido. Então eu disse: "Se foi um Espíritofiz o pedido. Então eu disse: "Se foi um Espírito assassinado dê duas batidas". Estas foram dadasassassinado dê duas batidas". Estas foram dadas instantaneamente, produzindo um tremor na casa.instantaneamente, produzindo um tremor na casa. Perguntei: "Foi assassinado nesta casa?" APerguntei: "Foi assassinado nesta casa?" A resposta foi como a precedente. "A pessoa que oresposta foi como a precedente. "A pessoa que o assassinou ainda vive?" Resposta idêntica, porassassinou ainda vive?" Resposta idêntica, por duas batidas.”duas batidas.”
    13. 13. O EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs FoxO EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs Fox ““[...][...] Seu assassino pode ser levado ao tribunal?"Seu assassino pode ser levado ao tribunal?" Nenhuma resposta. "Pode ser punido pela lei?"Nenhuma resposta. "Pode ser punido pela lei?" Nenhuma resposta. A seguir, disse: "Se seuNenhuma resposta. A seguir, disse: "Se seu assassino não pode ser punido pela lei dê sinais."assassino não pode ser punido pela lei dê sinais." As batidas foram ouvidas claramente. Pelo mesmoAs batidas foram ouvidas claramente. Pelo mesmo processo Mr. Duesler verificou que ele tinha sidoprocesso Mr. Duesler verificou que ele tinha sido assassinado no quarto de leste, há cinco anosassassinado no quarto de leste, há cinco anos passados, e que o assassínio fora cometido àpassados, e que o assassínio fora cometido à meia-noite de uma terça-feira, [...] que fora mortomeia-noite de uma terça-feira, [...] que fora morto com um golpe de faca de açougueiro na garganta;com um golpe de faca de açougueiro na garganta; que o corpo tinha sido levado para a adega; queque o corpo tinha sido levado para a adega; que só na noite seguinte é que havia sido enterrado...”só na noite seguinte é que havia sido enterrado...”
    14. 14. O EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs FoxO EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs Fox ““ Também foi constatado que o motivo fora oTambém foi constatado que o motivo fora o dinheiro [..dinheiro [...].] Qual a quantia: cem dólares?"Qual a quantia: cem dólares?" Nenhuma resposta. "Duzentos? Trezentos?" etc.Nenhuma resposta. "Duzentos? Trezentos?" etc. Quando mencionou quinhentos dólares as batidasQuando mencionou quinhentos dólares as batidas confirmaram.confirmaram.””
    15. 15. O EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs FoxO EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs Fox Logo, perceberam que aquela força invisível podiaLogo, perceberam que aquela força invisível podia ver e ouvir, pois até quando se dobrava o dedo, aver e ouvir, pois até quando se dobrava o dedo, a força respondia.força respondia. Os vizinhos foram chamados eOs vizinhos foram chamados e logo apareceram outras pessoaslogo apareceram outras pessoas que também perguntavam e eramque também perguntavam e eram sempre respondidas de formasempre respondidas de forma inteligente. Cerca de 300 pessoasinteligente. Cerca de 300 pessoas estavam presentes.estavam presentes.
    16. 16. E, assim, estabeleceram umE, assim, estabeleceram um canal de comunicação com ocanal de comunicação com o espírito.espírito. O EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs FoxO EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs Fox Ficaram sabendo, dentre outras informações,Ficaram sabendo, dentre outras informações, que ele havia sido assassinado pelo antigoque ele havia sido assassinado pelo antigo inquilino e que fora enterrado na adega a 10 pésinquilino e que fora enterrado na adega a 10 pés de profundidade. Os espírito se identificou comode profundidade. Os espírito se identificou como Charles B. Rosma.Charles B. Rosma. Logo, criaram um código: uma batida seria a letraLogo, criaram um código: uma batida seria a letra A, duas batidas seria a letra B e assim por diante...A, duas batidas seria a letra B e assim por diante...
    17. 17. Inicialmente, encontraram apenas vestígios eInicialmente, encontraram apenas vestígios e somente após 50 anos foi descoberto a ossadasomente após 50 anos foi descoberto a ossada do homem assassinado.do homem assassinado. O EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs FoxO EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs Fox Resolveram escavar aResolveram escavar a adega para encontrar oadega para encontrar o esqueleto do supostoesqueleto do suposto assassinado.assassinado.
    18. 18. Renomadas pessoas, tanto naRenomadas pessoas, tanto na América como na Europa,América como na Europa, estudaram com rigor eestudaram com rigor e profundidade essesprofundidade esses fenômenos, sendo semprefenômenos, sendo sempre comprovada a veracidade doscomprovada a veracidade dos fatos.fatos. O EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs FoxO EPISÓDIO DE HYDESVILLE - As irmãs Fox Vários fenômenos deste tipo passaram a ocorrerVários fenômenos deste tipo passaram a ocorrer em outras cidades, em outros países, em outrasem outras cidades, em outros países, em outras famílias.famílias.
    19. 19. CORYNTHIAN-HALL :CORYNTHIAN-HALL : maior salão da cidademaior salão da cidade de Rochesterde Rochester
    20. 20. O local onde residia a família Fox foiO local onde residia a família Fox foi transformado num memorial, The Hydesvilletransformado num memorial, The Hydesville Memorial Park, inaugurado em 2004.Memorial Park, inaugurado em 2004.
    21. 21. As mesas girantes e o Espiritismo. Zéus Wantuil ““Sob a ação de experimentadores,Sob a ação de experimentadores, as mesas podia se elevar sobre umas mesas podia se elevar sobre um pé para responder às questões;pé para responder às questões; agitavam-se em todos os sentidosagitavam-se em todos os sentidos e algumas vezes se elevava no ar,e algumas vezes se elevava no ar, sem que se pudesse ver a forçasem que se pudesse ver a força que a mantinha assim suspensaque a mantinha assim suspensa.”.” Em 1853, a Europa inteira viu-se envolvida com osEm 1853, a Europa inteira viu-se envolvida com os fenômenos das mesas girantes.fenômenos das mesas girantes. AS MESAS GIRANTESAS MESAS GIRANTES
    22. 22. O fenômeno das chamadasO fenômeno das chamadas "mesas girantes", considerado"mesas girantes", considerado "o maior acontecimento do"o maior acontecimento do século", conforme o Padreséculo", conforme o Padre Ventura de Raulica, o maisVentura de Raulica, o mais ilustre representante da teologiailustre representante da teologia e da filosofia católica à época.e da filosofia católica à época. Tendo como ponto de partida osTendo como ponto de partida os EUA, os acontecimentosEUA, os acontecimentos espantosos expandiam-se agoraespantosos expandiam-se agora pelo mundo todo.pelo mundo todo. AS MESAS GIRANTESAS MESAS GIRANTES
    23. 23. Experiências com as “mesas girantes” na Alemanha, em 1853. Essa é uma gravura apresentada nos noticiários daEssa é uma gravura apresentada nos noticiários da época na Alemanha para mostrar como as pessoasépoca na Alemanha para mostrar como as pessoas se reuniam em torno de uma mesa para fazê-la sese reuniam em torno de uma mesa para fazê-la se mover.mover. AS MESAS GIRANTESAS MESAS GIRANTES
    24. 24. AS MESAS GIRANTESAS MESAS GIRANTES Wantuil, Zeus. As mesas girantes. 4. ed. – Rio de Janeiro: FEB, p.33 Anedotas e “charges” na imprensa da época.Anedotas e “charges” na imprensa da época. - Dissestes que a vossa cozinheira vos furtou; mas, e as provas? - Senhor comissário, eis a mesa da cozinha, que está pronta para depor por escrito.
    25. 25. AS MESAS GIRANTESAS MESAS GIRANTES Wantuil, Zeus. As mesas girantes e o Espiritismo. 4. ed. – Rio de Janeiro: FEB, p.33 Anúncio: ““Jovem mesa de exteriorJovem mesa de exterior simpática, que fala váriassimpática, que fala várias línguas e conhece um poucolínguas e conhece um pouco de aritmética e muitasde aritmética e muitas histórias, pede lugar dehistórias, pede lugar de intendente de finanças.”intendente de finanças.” Anedotas e “charges” na imprensa da época.Anedotas e “charges” na imprensa da época.
    26. 26. Apesar de, inicialmente, os fenômenos causaremApesar de, inicialmente, os fenômenos causarem divertimento e passatempo nos salões festivos, comdivertimento e passatempo nos salões festivos, com a resolução de questões fúteis, com o tempo algumasa resolução de questões fúteis, com o tempo algumas pessoas passaram a se interessar por questões depessoas passaram a se interessar por questões de ordem mais elevada, até que o próprio Kardec viesseordem mais elevada, até que o próprio Kardec viesse analisar os referidos fenômenos e daí em dianteanalisar os referidos fenômenos e daí em diante estudar e codificar a Doutrina Espírita.estudar e codificar a Doutrina Espírita.
    27. 27. Imagem publicada no jornal francês L'Illustration (1853).Imagem publicada no jornal francês L'Illustration (1853). CuriosidadeCuriosidade: Em 1891 o L’lllustration se tornou o primeiro jornal francês a publicar uma fotografia e, em 1907, o primeiro a publicar uma fotografia a cores.
    28. 28.  Constatou-se que as mesas eram movidas porConstatou-se que as mesas eram movidas por uma força inteligente.uma força inteligente.  A moda das « Mesas Girantes ou Dançantes »A moda das « Mesas Girantes ou Dançantes » teve por efeito fazer numerosas pessoasteve por efeito fazer numerosas pessoas refletirem e desenvolver consideravelmente arefletirem e desenvolver consideravelmente a nova idéia: “NÃO HÁ MORTE, NÃO EXISTEMnova idéia: “NÃO HÁ MORTE, NÃO EXISTEM MORTOS.”MORTOS.” As Mesas GirantesAs Mesas Girantes
    29. 29. ConclusãoConclusão Como planejaramComo planejaram os Espíritos, sob a ordem deos Espíritos, sob a ordem de Deus e a direção de Jesus, os fenômenos deDeus e a direção de Jesus, os fenômenos de HYDESVILLEHYDESVILLE repercutiriam na Europa,repercutiriam na Europa, despertando as consciências e, ao lado dosdespertando as consciências e, ao lado dos fenômenos das “fenômenos das “MESAS GIRANTESMESAS GIRANTES”,”, preparariam o advento dapreparariam o advento da DOUTRINA ESPÍRITADOUTRINA ESPÍRITA,, estudada e codificada porestudada e codificada por ALLAN KARDECALLAN KARDEC..
    30. 30. ““Se vós me amais, guardai meus mandamentos; e euSe vós me amais, guardai meus mandamentos; e eu pedirei a meu Pai, e ele vos enviará um outropedirei a meu Pai, e ele vos enviará um outro Consolador, afim de que permaneça eternamenteConsolador, afim de que permaneça eternamente convosco: o Espírito de Verdade que o mundo não podeconvosco: o Espírito de Verdade que o mundo não pode receber, porque não o vê e não o reconhece. Mas,receber, porque não o vê e não o reconhece. Mas, quanto a vós, vós o conhecereis porque permaneceráquanto a vós, vós o conhecereis porque permanecerá convosco e estará em vós. Mas o Consolador, que é oconvosco e estará em vós. Mas o Consolador, que é o Santo-Espírito, que meu Pai enviará em meu nome, vosSanto-Espírito, que meu Pai enviará em meu nome, vos ensinará todas essas coisas e vos fará relembrar de tudoensinará todas essas coisas e vos fará relembrar de tudo aquilo que eu vos tenho dito”. – JESUSaquilo que eu vos tenho dito”. – JESUS (João, cap. XIV, V.(João, cap. XIV, V. 15 a 17 e 26).15 a 17 e 26).

    ×