Aplicação do Mecanismo da Função Produção ao
Planejamento do Produção Seriada na
Construção
Prof. Eduardo L. Isatto (NORIE...
Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 2
Introdução
● Dificuldades para transferir os conceitos lean para a construção reside...
Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 3
Objetivo do estudo
● Demonstrar o uso do Mecanismo da Função
Produção no planejament...
Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 4
Mecanismo da Função Produção
● A produção é uma rede de
processos e operações
– Proc...
Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 5
MFP e as ferramentas para análise
e melhoria da produção
● Processo:
– Diagrama de p...
Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 6
LOB e conceitos lean
Casa 1
Casa 2
Casa 3
Casa 4
Casa 5
Casa 6
A B1 C
A B2 C
A B1 C
...
Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 7
Método de pesquisa
● Processo seriado, envolvendo a produção de estrutura
de concret...
Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 8
Planejado:
Diagrama do processo
Locação do eixos dos pilares
Liberação do local
Colo...
Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 9
Planejado:
Sequência de execução
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 113 14 15 16 17
1˚ pav -...
Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 10
Análise da execução
● Tempo para execução de um único pavimento:
13 dias
● Tempo de...
Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 11
Planejamento do método
● Sequência de execução de pilares e lajes,
definindo lotes ...
Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 12
Carp 1 Carp 2ts
tac
15 15
Deslocar até
pilar
27 12
Pegar
grade
40 13
Posicionar
gra...
Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 13
Planejamento do método:
Operação dos membros da equipe
Intervalos de tempo (2h)
Ope...
Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 14
Resultado para a empresa
● Antes:
– Tempo de ciclo de 10 dias
● Depois:
– Tempo de ...
Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 15
Contribuições teóricas
● Dependências devido ao processo e dependências devido à
op...
Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 16
Obrigado!
Artigo disponível para download no INFOHAB
http://www.infohab.org.br/enta...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aplicação do Mecanismo da Função Produção ao Planejamento do Produção Seriada na Construção

507 visualizações

Publicada em

Eduardo L. Isatto e Marcelo Zuchetti

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
507
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aplicação do Mecanismo da Função Produção ao Planejamento do Produção Seriada na Construção

  1. 1. Aplicação do Mecanismo da Função Produção ao Planejamento do Produção Seriada na Construção Prof. Eduardo L. Isatto (NORIE/UFRGS) Eng. Marcelo Zuchetti (DECIV/UFRGS)
  2. 2. Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 2 Introdução ● Dificuldades para transferir os conceitos lean para a construção residem no fato das particularidades deste contexto terem sido amplamente desconsideradas (Jørgensen; Emmit, 2008): – Necessidade de revisitar e discutir conceitos fundamentais ao STP e TQM ● Apesar de ser base fundamental para o STP, o Mecanismo da Função Produção raramente mencionado em aplicações práticas na construção ● Toma por base o método desenvolvido em Fazinga (2012), o qual visava investigar o emprego do trabalho padronizado (TP) na construção civil
  3. 3. Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 3 Objetivo do estudo ● Demonstrar o uso do Mecanismo da Função Produção no planejamento do método do produção de um processo de construção, e ● Identificar possíveis contribuições resultantes de sua aplicação na construção
  4. 4. Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 4 Mecanismo da Função Produção ● A produção é uma rede de processos e operações – Processo: fluxo dos objetos do trabalho – Operações: fluxo dos sujeitos do trabalho ● Ambos devem estar presentes para que ocorra o fenômeno da produção
  5. 5. Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 5 MFP e as ferramentas para análise e melhoria da produção ● Processo: – Diagrama de processo (atividades de conversão, estoque, inspeção e movimentação) ● Operações: – Diagrama de operação, com distintos graus de detalhamento: ● operações principais, auxiliares, preparação e folgas ● therbligs (estudos de tempo e movimento) – Operação conjunta (ou homem-máquina) ● Processo + operação: – Mapeamento do Fluxo de Valor (MFV) – Linha de balanço
  6. 6. Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 6 LOB e conceitos lean Casa 1 Casa 2 Casa 3 Casa 4 Casa 5 Casa 6 A B1 C A B2 C A B1 C A B2 C A B1 C A B2 C 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 Operações Processos Tempo de ciclo da operação B1 Tempo de ciclo do processo Semanas Casas Atividade X Atividade Y Atividade Z Legenda:
  7. 7. Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 7 Método de pesquisa ● Processo seriado, envolvendo a produção de estrutura de concreto armado com elementos prefabricados ● Trabalhos anteriores: Fazinga (2012) ● Estudo de caso em empreendimento com 4 torres: – Análise do processo e operação: 19 pavimentos de uma das torres – Propostas de alteração do método de produção – Implementação: 16 pavimentos de outra torre
  8. 8. Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 8 Planejado: Diagrama do processo Locação do eixos dos pilares Liberação do local Colocação gastalhos, grades e painéis primários dos pilares Colocação armadura dos pilares Colocação dos painéis secundários e travamento dos pilares Espera para concretagem Concretagem dos pilares Montagem das vigas e lajes pré-fabricadas Instalações elétricas e hidráulicas nas lajes Colocação das armaduras negativas de lajes e vigas Formas de bordas Espera para concretagem Concretagem final
  9. 9. Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 9 Planejado: Sequência de execução 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 113 14 15 16 17 1˚ pav - T1 1˚ pav - T2 2˚ pav - T1 2˚ pav - T2 Tempo de um pavimento = 10 d Tempo de ciclo = 7 d Equipe 1 – trechos 1 Equipe 2 – trechos 2 Legenda: ● De acordo com plano de longo prazo, o takt- time (tempo de ciclo máximo do processo) era de 7 dias
  10. 10. Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 10 Análise da execução ● Tempo para execução de um único pavimento: 13 dias ● Tempo de ciclo: Um pavimento a cada 10 dias, maior que o takt-time estabelecido (7 dias) ● Análise da operação: Formas pilares Equipe A 4,5 dias Armaduras pilares Equipe E 1 dia Concreto pilares Equipe A 1 dia Montagem pré-fabric. Equipe B 2 dias Inst. elétrica Equipe C 2 dias Inst. hidráulica Equipe D 2 dias Formas laje Equipe A 2 dias Armação laje Equipe E 1,75 dias Concreto laje Equipe A 0,5 dia Pilares (6,5 dias) Laje (6,5 dias)
  11. 11. Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 11 Planejamento do método ● Sequência de execução de pilares e lajes, definindo lotes de transferência entre equipes ● Premissa do trabalho semi-autônomo (baseado em Kondo, 1991): – Estudo detalhado da operação dentro das equipes → orientação aos operários sobre como fazer (opcional) – Diagramas de operação conjunta → meios de controle pelas equipes (compulsório)
  12. 12. Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 12 Carp 1 Carp 2ts tac 15 15 Deslocar até pilar 27 12 Pegar grade 40 13 Posicionar grade 74 34 Pregar grade no gastalho (6 pregos) Deslocar até pilar Pegar grade Posicionar grade Segurar grade para que seja pregada Carp 1 Carp 2ts tac 255 22 Ligar furadeira 291 36 Furar furo 1 327 36 Furar furo 2 Marcar furo 1 no piso Marcar furo 2 no piso Marcar furo 3 no piso Planejamento do método: duplas e entre equipes
  13. 13. Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 13 Planejamento do método: Operação dos membros da equipe Intervalos de tempo (2h) Operários
  14. 14. Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 14 Resultado para a empresa ● Antes: – Tempo de ciclo de 10 dias ● Depois: – Tempo de ciclo médio: um pavimento a cada 7 dias – Tempo de ciclo mínimo: um pavimento a cada 5 dias (no 8˚ e no 13˚ pavimentos) ● Redução do tempo de ciclo na ordem de 30% ● Aumento da produtividade na ordem de 42%
  15. 15. Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 15 Contribuições teóricas ● Dependências devido ao processo e dependências devido à operação: – Análise simultânea de ambos os fluxos – Dependências devido à operação podem ser mudadas mais facilmente que aquelas devido ao processo ● Ciclos de operação aninhados, envolvendo múltiplos níveis de análise e síntese (p.ex. pavimentos, trechos e elementos) ● Planejamento detalhado da operação como subsídio à organização das equipes, tempos de conclusão obrigatórios (confirmando Fazinga, 2012)
  16. 16. Isatto e Zuchetti, 2014 - ENTAC2014 16 Obrigado! Artigo disponível para download no INFOHAB http://www.infohab.org.br/entac2014/artigos/paper_519.pdf

×