SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
... O caráter distintivo do comunismo não
é a abolição da propriedade em
geral, mas a abolição da propriedade
burguesa. O comunismo não retira a
ninguém o poder de se apropriar dos
produtos sociais; apenas elimina o poder
de     sujeitar,    com      ajuda  dessa
apropriação, o trabalho de outrem...
                                 Karl Marx
Revolução Russa
          Prof. Eduardo Miranda
O Pensamento Revolucionário do Século XIX.

• Marx e Engels foram os
  principais teóricos de
  uma sociedade sem
  classes;

• Diziam     que     uma
  revolução era o caminho
  para se acabar com a
  propriedade privada dos
  meios de produção.
Meios de produção

Segundo a teoria marxista, meios de produção são
o     conjunto   formado      por    meios    de
trabalho e objetos de trabalho - ou tudo aquilo
que está no meio da relação entre o
trabalho humano e a natureza, no processo de
transformação da própria natureza.
Iluminismo (século XVIII)
 Trouxe ao mundo a noção de igualdade



        Socialismo (século XIX)
Propunha uma revolução para se chegar a
      uma sociedade igualitária.



Capitalismo/Liberalismo (séculos XVIII-XIX)
A propriedade privada marcava a desigualdade
Características de uma sociedade socialista.
• As pessoas só podem ser
  iguais se todas tiverem
                                Fim da propriedade
  acesso aos meios de
                                     privada
  produção, ou seja, se os
  bens forem comuns a
  todas as pessoas;

• O bem comum deve ser
  colocado     acima      dos   Extinção das classes
  interesses individuais.             sociais
Crise do Império Russo
• A Rússia ainda vivia num regime de governo
  absolutista, onde o czar não aceitava nenhum
  tipo de reforma política, econômica ou social
  como estava ocorrendo no restante da
  Europa.

• Isso resultou num atraso econômico e na falta
  de modernização, o que gerava mais pobreza
  para uma população explorada pelos nobres e
  pela Igreja Ortodoxa.
Crise do Império Russo

• Mas com o avanço das potências imperialistas
  sobre a Ásia, o Império Russo sentiu-se
  ameaçado, o que fez o czar investir em
  indústria para atrair capital estrangeiro.

• Uma pequena burguesia e os operários
  passaram a ter contato com as ideias
  socialistas que entravam clandestinamente no
  país.
Crise do Império Russo

• Começaram a surgir na Rússia várias
  agremiações políticas, que forma reprimidas
  pelo governo.

• A insatisfação dos trabalhadores só
  aumentavam e, em 1898, foi fundado
  clandestinamente o Partido Social-Democrata.
Mencheviques                 Bolcheviques

Em      russo    significa   “Maioria”            em
“Minoria”. Acreditavam       russo, eram liderados
que a Rússia não estava      por Vladimir Lênin.
pronta para passar por       Diziam que somente
uma            revolução     uma revolução socialista
socialista,   por     isso   poderia acabar com a
defendiam a ideia de         crise do país através de
uma aliança com a            um partido forte para
burguesia            para    liderar a população.
modernizar o país.
O Domingo Sangrento - 1905
• A Rússia perde territórios para o Japão;
• A população se reúne em São Petersburgo, a
  capital do Império Russo, para pedir reformas
  sociais, religiosas, políticas, fiscais e
  trabalhistas;
• O czar recebeu essas pessoas com o Exército
  que metralhou centenas de pessoas. Foi o
  Domingo Sangrento;
O Domingo Sangrento - 1905

• Mas o povo se organizou e formou os
  sovietes, isto é, os conselhos onde
  operários, soldados e camponeses discutiam e
  lutavam por melhorias sociais;
• O czar Nicolau II conseguiu a paz fazendo
  reformas para que não fosse tirado do poder;
• Mas com o tempo ele resolveu acabar com os
  sovietes além de prender e fuzilar vários de
  seus líderes.

  1905 foi considerado o “ensaio geral” para as lutas de 1917
Revoluções de 1917
• Com a Primeira Guerra Mundial, os russos se
  uniram para lutar contra seus inimigos;
• Mas as várias derrotas fez com que a
  população se colocasse contra a guerra;
• O czar insisti, porém, em continuar no
  conflito;
• Os partidos de oposição começaram a se
  organizar contra o governo outra vez...
Outubro Vermelho
• Os       bolcheviques,      apoiados    pelo
  exército, ocuparam diversos espaços públicos
  e anunciaram a tomada do poder;
• Foi negociada a paz com a Alemanha e a
  Rússia saiu da Primeira Guerra Mundial;
• Reforma      agrária,    nacionalização  dos
  bancos, operários administrando as fábricas
  que trabalhavam... Foram medidas em prol de
  um novo modelo político.
Guerra Civil

     Exército Branco   X   Exército Vermelho
     (conservadores)        (revolucionários)

• Lênin e Trotsky foram os líderes da revolução
  neste período. Em 1921 vencem o Exército
  Branco e estimularam a economia de mercado
  para salvar o país da crise econômica, até
  poder instaurar-se o socialismo.
Nascem o Partido Comunista e a URSS
• O Partido Comunista, novo nome dos
  bolcheviques, vai lutar pelos interesses dos
  trabalhadores;
• Em       1923,     foi    instituída    nova
  Constituição, onde dava-se autonomia às
  antigas colônias,agora todas sob um mesmo
  governo. Essas antigas colônias mais a Rússia
  formaram a União das Repúblicas Socialistas
  Soviéticas.
Disputas pelo poder

       Trotsky                     Stalin
Defendia a ideia de que   X      Era a favor da
a revolução deveria ser         implantação do
     internacional            comunismo na URSS

• Em 1927, Stalin vence e assume o governo.
  Sua grande medida foi a adoção dos planos
  quinquenais, onde o governo decidia os
  rumos da economia e da produção do país na
  cidade e no campo
URSS, uma ameaça ao mundo capitalista
• Com o tempo a União Soviética se tornará
  uma grande potência bélica cujos ideais
  socialistas se tornarão uma ameaça ao mundo
  capitalista e liberal, sobretudo à nova potência
  mundial, os Estados Unidos.




     Lenin            Trotsky          Stalin
Fim

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (18)

Revolucao Russa
Revolucao RussaRevolucao Russa
Revolucao Russa
 
Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª IvanoskaRevolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
Revolução russa de 1917- 8ª série - Profª Ivanoska
 
07 revolucao russa
07   revolucao russa07   revolucao russa
07 revolucao russa
 
A Revolução Russa
A Revolução RussaA Revolução Russa
A Revolução Russa
 
A revolução russa
A revolução russaA revolução russa
A revolução russa
 
A RevoluçãO SoviéTica
A RevoluçãO SoviéTicaA RevoluçãO SoviéTica
A RevoluçãO SoviéTica
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
REVOLUÇÃO RUSSA
REVOLUÇÃO RUSSAREVOLUÇÃO RUSSA
REVOLUÇÃO RUSSA
 
A revolução russa de 1917.em
A revolução russa de 1917.emA revolução russa de 1917.em
A revolução russa de 1917.em
 
Revolucão Russa
Revolucão RussaRevolucão Russa
Revolucão Russa
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
A Revolução Russa
A Revolução RussaA Revolução Russa
A Revolução Russa
 
Roteiro de Aula - Revolução Russa de 1917
Roteiro de Aula - Revolução Russa de 1917Roteiro de Aula - Revolução Russa de 1917
Roteiro de Aula - Revolução Russa de 1917
 
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
REVOLUÇÃO RUSSA (1917)
 
Revolução russa de 1917
Revolução russa de 1917Revolução russa de 1917
Revolução russa de 1917
 
Revolução russa 9 ano
Revolução russa 9 anoRevolução russa 9 ano
Revolução russa 9 ano
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
Socialismo e revolução russa 9 ano
Socialismo e revolução russa 9 anoSocialismo e revolução russa 9 ano
Socialismo e revolução russa 9 ano
 

Destaque

A RevoluçãO Russa Esquema
A RevoluçãO Russa EsquemaA RevoluçãO Russa Esquema
A RevoluçãO Russa Esquemaguest782599
 
Revolução russa slide
Revolução russa slideRevolução russa slide
Revolução russa slideIsabel Aguiar
 
Microsoft word exercicio matemática com gabarito equações do 2º grau
Microsoft word   exercicio matemática com  gabarito equações do 2º grauMicrosoft word   exercicio matemática com  gabarito equações do 2º grau
Microsoft word exercicio matemática com gabarito equações do 2º grauBetão Betão
 
Equação do primeiro e segundo grau1
Equação do primeiro e segundo grau1Equação do primeiro e segundo grau1
Equação do primeiro e segundo grau1Alexandre Bonifácio
 
História - Revolução Russa - www.CentroApoio.com
História - Revolução Russa - www.CentroApoio.comHistória - Revolução Russa - www.CentroApoio.com
História - Revolução Russa - www.CentroApoio.comVídeo Aulas Apoio
 
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA Isabel Aguiar
 
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASILABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASILIsabel Aguiar
 
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIALA SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIALIsabel Aguiar
 
O REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO IO REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO IIsabel Aguiar
 
Rebelioes regenciais blog
Rebelioes regenciais blogRebelioes regenciais blog
Rebelioes regenciais blogIsabel Aguiar
 
A EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIXA EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIXIsabel Aguiar
 
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIOQUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIOIsabel Aguiar
 
Slide imigração e fim trafico negreiro
Slide imigração e fim trafico negreiro Slide imigração e fim trafico negreiro
Slide imigração e fim trafico negreiro Isabel Aguiar
 
SEGUNDO REINADO 1840-1889
SEGUNDO REINADO 1840-1889SEGUNDO REINADO 1840-1889
SEGUNDO REINADO 1840-1889Isabel Aguiar
 
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870Isabel Aguiar
 

Destaque (18)

A RevoluçãO Russa Esquema
A RevoluçãO Russa EsquemaA RevoluçãO Russa Esquema
A RevoluçãO Russa Esquema
 
Revolução russa slide
Revolução russa slideRevolução russa slide
Revolução russa slide
 
Microsoft word exercicio matemática com gabarito equações do 2º grau
Microsoft word   exercicio matemática com  gabarito equações do 2º grauMicrosoft word   exercicio matemática com  gabarito equações do 2º grau
Microsoft word exercicio matemática com gabarito equações do 2º grau
 
Equação do primeiro e segundo grau1
Equação do primeiro e segundo grau1Equação do primeiro e segundo grau1
Equação do primeiro e segundo grau1
 
RevoluçãO Russa
RevoluçãO RussaRevoluçãO Russa
RevoluçãO Russa
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
História - Revolução Russa - www.CentroApoio.com
História - Revolução Russa - www.CentroApoio.comHistória - Revolução Russa - www.CentroApoio.com
História - Revolução Russa - www.CentroApoio.com
 
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
INDEPENDÊNCIAS NA AMÉRICA
 
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASILABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
 
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIALA SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
A SOCIEDADE MINERADORA NO BRASIL COLONIAL
 
O REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO IO REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO I
 
Rebelioes regenciais blog
Rebelioes regenciais blogRebelioes regenciais blog
Rebelioes regenciais blog
 
A EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIXA EUROPA NO SÉCULO XIX
A EUROPA NO SÉCULO XIX
 
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIOQUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
QUESTÕES DE HISTÓRIA - BRASIL IMPÉRIO
 
Slide imigração e fim trafico negreiro
Slide imigração e fim trafico negreiro Slide imigração e fim trafico negreiro
Slide imigração e fim trafico negreiro
 
AFRICANOS NO BRASIL
AFRICANOS NO BRASILAFRICANOS NO BRASIL
AFRICANOS NO BRASIL
 
SEGUNDO REINADO 1840-1889
SEGUNDO REINADO 1840-1889SEGUNDO REINADO 1840-1889
SEGUNDO REINADO 1840-1889
 
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
GUERRA DO PARAGUAI 1864-1870
 

Semelhante a Marx e a abolição da propriedade burguesa

Semelhante a Marx e a abolição da propriedade burguesa (20)

Revolução Socialista Russa_Prof. Eduardo Miranda
Revolução Socialista Russa_Prof. Eduardo MirandaRevolução Socialista Russa_Prof. Eduardo Miranda
Revolução Socialista Russa_Prof. Eduardo Miranda
 
Russia
RussiaRussia
Russia
 
A Revolução Russa
A Revolução RussaA Revolução Russa
A Revolução Russa
 
Aimplantacaodomarxismoleninismo
AimplantacaodomarxismoleninismoAimplantacaodomarxismoleninismo
Aimplantacaodomarxismoleninismo
 
A Revolucao Russa
A Revolucao RussaA Revolucao Russa
A Revolucao Russa
 
A revolucao russa
A revolucao russaA revolucao russa
A revolucao russa
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
 
A revolucao russa-1
A revolucao russa-1A revolucao russa-1
A revolucao russa-1
 
A revolucao russa-1
A revolucao russa-1A revolucao russa-1
A revolucao russa-1
 
Historiando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olharesHistoriando sob diversos olhares
Historiando sob diversos olhares
 
Revolucao russa
Revolucao russaRevolucao russa
Revolucao russa
 
Revolução soviética
Revolução soviéticaRevolução soviética
Revolução soviética
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
Revolução Russa
Revolução RussaRevolução Russa
Revolução Russa
 
A Revolução Russa
A Revolução RussaA Revolução Russa
A Revolução Russa
 
Comu
ComuComu
Comu
 
A Era Estalinista
A Era EstalinistaA Era Estalinista
A Era Estalinista
 
a REVOLUÇÃO RUSSA e a formação da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas
a REVOLUÇÃO RUSSA e a formação da União das Repúblicas Socialistas Soviéticasa REVOLUÇÃO RUSSA e a formação da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas
a REVOLUÇÃO RUSSA e a formação da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas
 
URSS
URSSURSS
URSS
 

Mais de eduardodemiranda

Revolução Russa_Prof. Eduardo Miranda
Revolução Russa_Prof. Eduardo MirandaRevolução Russa_Prof. Eduardo Miranda
Revolução Russa_Prof. Eduardo Mirandaeduardodemiranda
 
Industrialização e Imperialismo
Industrialização e ImperialismoIndustrialização e Imperialismo
Industrialização e Imperialismoeduardodemiranda
 
Industrialização e Imperialismo
Industrialização e ImperialismoIndustrialização e Imperialismo
Industrialização e Imperialismoeduardodemiranda
 
Industrialização e Imperialismo
Industrialização e ImperialismoIndustrialização e Imperialismo
Industrialização e Imperialismoeduardodemiranda
 
O Brasil na Era do Capitalismo Industrial
O Brasil na Era do Capitalismo IndustrialO Brasil na Era do Capitalismo Industrial
O Brasil na Era do Capitalismo Industrialeduardodemiranda
 
O Brasil na Era do Capitalismo Industrial
O Brasil na Era do Capitalismo IndustrialO Brasil na Era do Capitalismo Industrial
O Brasil na Era do Capitalismo Industrialeduardodemiranda
 
Revolução Industrial Inglesa
Revolução Industrial InglesaRevolução Industrial Inglesa
Revolução Industrial Inglesaeduardodemiranda
 
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIIIIdeias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIIIeduardodemiranda
 

Mais de eduardodemiranda (16)

Revolução Russa_Prof. Eduardo Miranda
Revolução Russa_Prof. Eduardo MirandaRevolução Russa_Prof. Eduardo Miranda
Revolução Russa_Prof. Eduardo Miranda
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
Revolução russa
Revolução russaRevolução russa
Revolução russa
 
Disputas Absolutistas
Disputas AbsolutistasDisputas Absolutistas
Disputas Absolutistas
 
Disputas absolutistas
Disputas absolutistasDisputas absolutistas
Disputas absolutistas
 
Disputas absolutistas
Disputas absolutistasDisputas absolutistas
Disputas absolutistas
 
Industrialização e Imperialismo
Industrialização e ImperialismoIndustrialização e Imperialismo
Industrialização e Imperialismo
 
Industrialização e Imperialismo
Industrialização e ImperialismoIndustrialização e Imperialismo
Industrialização e Imperialismo
 
Industrialização e Imperialismo
Industrialização e ImperialismoIndustrialização e Imperialismo
Industrialização e Imperialismo
 
O Brasil na Era do Capitalismo Industrial
O Brasil na Era do Capitalismo IndustrialO Brasil na Era do Capitalismo Industrial
O Brasil na Era do Capitalismo Industrial
 
O Brasil na Era do Capitalismo Industrial
O Brasil na Era do Capitalismo IndustrialO Brasil na Era do Capitalismo Industrial
O Brasil na Era do Capitalismo Industrial
 
Brasil Regencial
Brasil RegencialBrasil Regencial
Brasil Regencial
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
Revolução Industrial
Revolução IndustrialRevolução Industrial
Revolução Industrial
 
Revolução Industrial Inglesa
Revolução Industrial InglesaRevolução Industrial Inglesa
Revolução Industrial Inglesa
 
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIIIIdeias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
Ideias revolucionárias dos séculos XVII e XVIII
 

Marx e a abolição da propriedade burguesa

  • 1. ... O caráter distintivo do comunismo não é a abolição da propriedade em geral, mas a abolição da propriedade burguesa. O comunismo não retira a ninguém o poder de se apropriar dos produtos sociais; apenas elimina o poder de sujeitar, com ajuda dessa apropriação, o trabalho de outrem... Karl Marx
  • 2. Revolução Russa Prof. Eduardo Miranda
  • 3. O Pensamento Revolucionário do Século XIX. • Marx e Engels foram os principais teóricos de uma sociedade sem classes; • Diziam que uma revolução era o caminho para se acabar com a propriedade privada dos meios de produção.
  • 4. Meios de produção Segundo a teoria marxista, meios de produção são o conjunto formado por meios de trabalho e objetos de trabalho - ou tudo aquilo que está no meio da relação entre o trabalho humano e a natureza, no processo de transformação da própria natureza.
  • 5. Iluminismo (século XVIII) Trouxe ao mundo a noção de igualdade Socialismo (século XIX) Propunha uma revolução para se chegar a uma sociedade igualitária. Capitalismo/Liberalismo (séculos XVIII-XIX) A propriedade privada marcava a desigualdade
  • 6. Características de uma sociedade socialista. • As pessoas só podem ser iguais se todas tiverem Fim da propriedade acesso aos meios de privada produção, ou seja, se os bens forem comuns a todas as pessoas; • O bem comum deve ser colocado acima dos Extinção das classes interesses individuais. sociais
  • 7. Crise do Império Russo • A Rússia ainda vivia num regime de governo absolutista, onde o czar não aceitava nenhum tipo de reforma política, econômica ou social como estava ocorrendo no restante da Europa. • Isso resultou num atraso econômico e na falta de modernização, o que gerava mais pobreza para uma população explorada pelos nobres e pela Igreja Ortodoxa.
  • 8. Crise do Império Russo • Mas com o avanço das potências imperialistas sobre a Ásia, o Império Russo sentiu-se ameaçado, o que fez o czar investir em indústria para atrair capital estrangeiro. • Uma pequena burguesia e os operários passaram a ter contato com as ideias socialistas que entravam clandestinamente no país.
  • 9. Crise do Império Russo • Começaram a surgir na Rússia várias agremiações políticas, que forma reprimidas pelo governo. • A insatisfação dos trabalhadores só aumentavam e, em 1898, foi fundado clandestinamente o Partido Social-Democrata.
  • 10. Mencheviques Bolcheviques Em russo significa “Maioria” em “Minoria”. Acreditavam russo, eram liderados que a Rússia não estava por Vladimir Lênin. pronta para passar por Diziam que somente uma revolução uma revolução socialista socialista, por isso poderia acabar com a defendiam a ideia de crise do país através de uma aliança com a um partido forte para burguesia para liderar a população. modernizar o país.
  • 11. O Domingo Sangrento - 1905 • A Rússia perde territórios para o Japão; • A população se reúne em São Petersburgo, a capital do Império Russo, para pedir reformas sociais, religiosas, políticas, fiscais e trabalhistas; • O czar recebeu essas pessoas com o Exército que metralhou centenas de pessoas. Foi o Domingo Sangrento;
  • 12.
  • 13. O Domingo Sangrento - 1905 • Mas o povo se organizou e formou os sovietes, isto é, os conselhos onde operários, soldados e camponeses discutiam e lutavam por melhorias sociais; • O czar Nicolau II conseguiu a paz fazendo reformas para que não fosse tirado do poder; • Mas com o tempo ele resolveu acabar com os sovietes além de prender e fuzilar vários de seus líderes. 1905 foi considerado o “ensaio geral” para as lutas de 1917
  • 14. Revoluções de 1917 • Com a Primeira Guerra Mundial, os russos se uniram para lutar contra seus inimigos; • Mas as várias derrotas fez com que a população se colocasse contra a guerra; • O czar insisti, porém, em continuar no conflito; • Os partidos de oposição começaram a se organizar contra o governo outra vez...
  • 15. Outubro Vermelho • Os bolcheviques, apoiados pelo exército, ocuparam diversos espaços públicos e anunciaram a tomada do poder; • Foi negociada a paz com a Alemanha e a Rússia saiu da Primeira Guerra Mundial; • Reforma agrária, nacionalização dos bancos, operários administrando as fábricas que trabalhavam... Foram medidas em prol de um novo modelo político.
  • 16.
  • 17. Guerra Civil Exército Branco X Exército Vermelho (conservadores) (revolucionários) • Lênin e Trotsky foram os líderes da revolução neste período. Em 1921 vencem o Exército Branco e estimularam a economia de mercado para salvar o país da crise econômica, até poder instaurar-se o socialismo.
  • 18. Nascem o Partido Comunista e a URSS • O Partido Comunista, novo nome dos bolcheviques, vai lutar pelos interesses dos trabalhadores; • Em 1923, foi instituída nova Constituição, onde dava-se autonomia às antigas colônias,agora todas sob um mesmo governo. Essas antigas colônias mais a Rússia formaram a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.
  • 19. Disputas pelo poder Trotsky Stalin Defendia a ideia de que X Era a favor da a revolução deveria ser implantação do internacional comunismo na URSS • Em 1927, Stalin vence e assume o governo. Sua grande medida foi a adoção dos planos quinquenais, onde o governo decidia os rumos da economia e da produção do país na cidade e no campo
  • 20. URSS, uma ameaça ao mundo capitalista • Com o tempo a União Soviética se tornará uma grande potência bélica cujos ideais socialistas se tornarão uma ameaça ao mundo capitalista e liberal, sobretudo à nova potência mundial, os Estados Unidos. Lenin Trotsky Stalin
  • 21. Fim