Revolução Industrial

6.570 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.570
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
120
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
222
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revolução Industrial

  1. 1. PrimeiraRevolução Industrial História | Prof. Eduardo Miranda | 8º ano
  2. 2. As condições inglesasA Revolução Gloriosa (1688) derrubou oAbsolutismo na Inglaterra através da instalação damonarquia parlamentarista, o que facilitou oprocesso de industrialização no país. Poder da burguesia de influenciar nas decisões do governo; Disponibilidade de recursos financeiros; Mão de obra barata no país.
  3. 3. Do sistema doméstico ao fabril. Antes das indústrias, a maior parte dos artigos e produtos era feita de maneira artesanal; Não existindo fábricas, tais produtos eram feitos nos espaços domésticos; Todo o processo produtivo era controlado pelas pessoas que nele trabalhavam;
  4. 4. Tudo o que era produzido era vendido;O dinheiro da venda pagava-se o trabalhoe cobria-se os custos da produção;Com a expansão do comércioimpulsionada pelo aumento dapopulação, muitas pessoas decidiraminvestir seus lucros para aumentar aprodução e, assim, podiam ficar maisricas. Do sistema doméstico ao fabril.
  5. 5. Com o crescimento da produção nasciam as primeiras fábricas; Os artesãos passaram a trabalhar para os empresários no seguinte esquema: EMPRESÁRIOS ARTESÃOSForneciam a matéria-prima Forneciam a mão de obra Essa forma de trabalho fez aumentar as diferenças entre as pessoas no processo produtivo. Do sistema doméstico ao fabril.
  6. 6. As fábricas multiplicaram-se na Inglaterradurante o século XVIII;Nelas, cada trabalhador tinha uma funçãoespecífica no processo produtivo (divisãodo trabalho);Havia fábricas de cerveja, vidro ecurtumes, mas a maioria erammanufaturas têxteis. Do sistema doméstico ao fabril.
  7. 7. IMPORTANTEO sistema fabril cresceu muito naInglaterra ao pontode, rapidamente, os equipamentosmanuais serem substituídos pormáquinas, pois só assim aumentariaa agilidade da produçãoe, consequentemente, os lucros dosinvestidores.
  8. 8. Os avanços técnicos.Um dos fatores que facilitou odesenvolvimento têxtil inglês foi osurgimento da indústria do algodão;Os tecidos de algodão eram exportadosem grandes quantidades, inclusive usadocomo pagamento por escravos nascolônias Indústria do algodão
  9. 9. Outro setor que cresceu muito na épocafoi o da mineração e fundição de metais;A existência de muito carvão no subsoloinglês permitia a fabricação do ferrofundido;O ferro era empregado na fabricação deequipamentos e máquinas, mas tambémem pontes. Mineração
  10. 10. A máquina a vapor foi o mais importantede todos os inventos da época, tornando-se símbolo da Revolução Industrial;Ela (a máquina) produzia energia para asindústrias;Começa o processo de automação, istoé, a substituição do trabalho manual pormáquinas e equipamentos mecânicos. Máquina a vapor
  11. 11. BurguesesEstes se tornaram os donos dos meios deprodução(fábricas, indústrias, ferramentas, máquinas), pois somente eles tinham condições de manter aprodução e ainda pagar o salário dostrabalhadores. Proletariado (Classe operária)Era formado pelos trabalhadores assalariados dasfábricas, passando a depender do que lhe eraoferecido, pois não tinham condições de mantersuas fábricas domésticas concorrendo comgrandes indústrias. Burguesia x Proletariado
  12. 12. Nova organização do trabalho.Os operários possuíam uma rígida disciplina: Jornada de trabalho ente 12 e 16 horas; Meia hora para o almoço; Trabalho noturno (iluminação a gás); Não havia descanso semanal, férias ou aposentadoria; Inexistência de leis trabalhistas.
  13. 13. As tarefas vão se especializando:Para aumentar a produção, as tarefaseram divididas – cada grupo fazendoapenas uma parte do produto até amontagem final;Capatazes vigiavam os trabalhadores;Havia muitos acidentes de trabalho enenhuma assistência garantida aooperário. Nova organização do trabalho.
  14. 14. O uso de equipamentos e máquinase a divisão do trabalho (cada operáriocom uma tarefa) aumentava aprodução sem a necessidade degrande número de trabalhadores.Com isso, o desemprego subia e sóos industriais quem ganhavam.
  15. 15. Crianças e mulheres: exploração nas fábricas.Trabalhavam sob as mesmas condições doshomens;Recebiam menores salários;Crianças de 4 ou 5 anos ajudavam nosustento da família;Trabalhavam nas minas de ferro ecarvão, como vendedores dejornais, construções, etc.
  16. 16. REFERÊNCIAS:Sites:www.cafehistoria.ning.brwww.novahistorianet.blogspot.comwww.planetaeducacao.com.brObras:CAMPOS, Flávio; MIRANDA, Renan Garcia. A Escrita da História.São Paulo: Escala Educacional, 2005.SENISE, Elaine e Maria Helena. História Fundamental 8. São Paulo:Atual, 2011.
  17. 17. ANEXOS
  18. 18. Sistema de produção artesanal em espaço doméstico
  19. 19. Máquina a vapor.
  20. 20. Locomotiva a vapor.
  21. 21. Jornal de Campinas-SP, sobre a chegada iluminação à gás na cidade.
  22. 22. Iluminação à gás.
  23. 23. Crianças operárias.
  24. 24. FIM

×