A ciência e sua estrutura

371 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
371
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A ciência e sua estrutura

  1. 1. A CIÊNCIA E SUA ESTRUTURA Unidade I, Cap. 1Professor: Eduardo Conde de Moura
  2. 2. Como se faz ciência?Qual a sua visão de cientista? O que é ciência?
  3. 3. As pessoas sempre desejaram entender o mundo. É dessa vontade que nasce a Ciência Podemos compreender a Ciência comouma busca do conhecimento organizado, seguindo métodos definidos e sistemáticos.
  4. 4. Observação e Curiosidade A partir da observação, o cientista procura pistas que permitam reconhecer asrelações entre fatos e suas causas
  5. 5. HIPÓTESE É uma idéia para solucionar umproblema e prever novos fatos. Deve ser testada por experiência. Seráconsiderada correta se os resultados conferirem as provisões.
  6. 6. TEORIAHipóteses testadas erelacionadas entre si.Podem ser reunidasem uma explicaçãomais abrangente – ateoria. Mas esta nãoconstitui a “verdadedefinitiva” sobre umfenômeno, é somentea melhor explicação,até agora.
  7. 7. ETAPAS DO MÉTODO CIENTÍCO• Observação de um fato (fenômeno);• Formulação de um problema;• Formulação de uma hipótese;• Realização de experiências;• Análise e discussão dos dados obtidos;• Conclusão.
  8. 8. Por que aciência não deve seraceita como verdade absoluta?
  9. 9. LEI CIENTÍFICA Quando as observações não dão margens a dúvidas e constatam um fenômeno, que sempre ocorre da mesma maneira e nas mesmas circunstâncias, fala-se que o trabalho do cientista culminou em uma lei científica.
  10. 10. BICHO DA GOIABA
  11. 11. THALES DE MILETO• Previu um eclipse solar;• Sabia medir a altura de uma pirâmide pelocomprimento da sombra e a altura do Sol no horizonte;• Primeiro a elaborar teoremas matemáticos.
  12. 12. O OBJETIVO DA CIÊNCIAHá cientistas que não concordam com os dados obtidos e começam a buscaroutras provas que apóiem sua maneira de pensar. Essa atitude é perigosa e por vezes desonesta, pois a preocupaçãomaior pode não ser encontrar a verdade, mas apoiar o seu modo de pensar.
  13. 13. CHARLES DARWIN & FRANCISPor que as plantasdentro de sua casa se inclinavam nadireção da janela?
  14. 14. ESPECULAÇÃO Fato é uma prova irrefutável, algo que pode ser mostrado, que pode ser testado e experimentado por outrocientistas; já uma especulação é uma idéia que o cientista tem, usando aspectos coerentes de pensamentos para explicar um fato, mas continua sendo “achismo”, uma idéia.

×