Atps de analise_de_investimentos_modelo

3.950 visualizações

Publicada em

atps

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.950
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
360
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atps de analise_de_investimentos_modelo

  1. 1. UNIVERSIDADE ANHANGUERA-UNIDERP ACADÊMICOS: CURSO: ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA: ANÁLISE DE INVESTIMENTOS Palmas – TO 2014 PROF. ME. JEFFERSON DIAS 1
  2. 2. ACADÊMICOS: CURSO: ADMINISTRAÇÃO DISCIPLINA: ANÁLISE DE INVESTIMENTOS Trabalho de Atividades Práticas Supervisionadas apresentada à Faculdade Anhanguera, como requisito parcial à obtenção do grau de Bacharel em Administração sob a orientação do Professor EAD (a): Me. Jefferson Dias, sob orientação do tutor presencial: Alécio Daissé Bandeira de Almeida. Palmas – TO 2014 2
  3. 3. SUMÁRIO 1.Introdução...............................................................................................................................4 1.1 Investimento........................................................................................................................5 1.2 Identificação do Tipo de Negócio......................................................................................6 1.3 Produto para comercialização...........................................................................................6 2. Fluxo de Caixa Relevante.....................................................................................................7 2.1 Cálculos, Estimativas e Fluxo de Caixa Relevante ..........................................................7 3. Sistema de Liquidação e de Custódia-SELIC (taxa anualizada)......................................8 3.1 Técnicas de investimentos..................................................................................................9 4. O Efeito da Inflação na Análise de Investimentos...........................................................12 4.1 O Imposto de Renda e a Depreciação.............................................................................14 4.2 Avaliação dos Efeitos da Inflação, imposto de renda e depreciação sobre o projeto elaborado. ...............................................................................................................................15 5. Conclusão.............................................................................................................................16 6. Referências Bibliográficas..................................................................................................17 3
  4. 4. 1.INTRODUÇÃO Nessa Atividade Prática Supervisionada (ATPS), do 5º semestre de Administração, a nossa equipe elaborou um Projeto de Investimento em um negócio, no qual foi analisada a viabilidade econômica por meios dos critérios estudados na disciplina (TIR, VPL e Playback). O mercado oferece uma ampla variedade de investimentos possíveis, e cabe ao administrador analisar quais são os melhores investimentos para a organização. Para tanto, ele faz três considerações que influenciam a decisão: a econômica, a financeira e a de ambiente empresarial. Econômicas: Levam em conta a rentabilidade e o risco do investimento. Assim o administrador deve escolher os investimentos de maior retorno e de menor risco para a organização. Financeiras: Levam em conta a disponibilidade de recursos próprios ou financiamentos. Ambiente empresarial: São as considerações políticas, sociais, culturais e de meio ambiente que afetam o investimento e são as mais difíceis de analisar, pois, muitas vezes, não podem ser expressas em valores monetários. O objetivo do estudo é estimular o trabalho em grupo que envolve boa comunicação e capacidade de cooperação. Aplicar o procedimento que será utilizado na vida profissional dos estudantes. Por meio da elaboração, aplicação e análise os estudantes testarão os conhecimentos adquiridos nas aulas. 4
  5. 5. 1.1 Investimento É comum o uso da palavra investimento no nosso dia-a-dia. Podemos nos deparar com ela em várias circunstâncias. O simples fato de se guardar dinheiro em uma caderneta de poupança, cursar uma faculdade, comprar uma casa, um carro entre outros são tratados como investimento. Existem vários tipos de investimentos, porém são somente três mais importantes, são eles: 1. Investimentos públicos: em geral, são aqueles onde o governo disponibiliza recursos para o bem da sociedade. Por exemplo: hospitais, escolas, saneamento básico, pavimentação de ruas, etc. estes não visam lucros, porém visam o retorno social, como: votos para o político ou governo que gerou estas melhorias para a população. 2. Investimentos privados: são aqueles que pessoas jurídicas ou físicas de direito privado proporcionam recursos com estimativa de lucro aos seus investidores. Por exemplo: fábricas particulares, empresas de prestação de serviço particulares, lojas de varejo, shopping centers, ou seja, qualquer estabelecimento particular. Este tipo de investimentos é o maior gerador de empregos e tributos de qualquer país capitalista. 3. Investimentos mistos: este investimento é mantido tanto pelo governo e entidades públicas como pessoas jurídicas e físicas de direito privado, portanto visando o bem estar da sociedade e o retorno monetário e estrutura-se na forma de capital misto. Por exemplo: Petrobrás, Banco do Brasil, Caixa Econômica, etc. Os investimentos tem uma importância fundamental tanto para a economia, quanto para as organizações. A economia de qualquer país só pode crescer com um fluxo contínuo de investimentos. A lógica dessa informação é que, para a economia crescer, faz-se aumentar a produção das fábricas, empresas, fazendas, das unidades produtivas, o que se mede mais tradicionalmente pelo PIB. Uma vez que as unidades produtivas tem capacidade de produção limitada, ou seja, não podem produzir mais do que a capacidade de suas máquinas e instalações, para aumentar o PIB a longo prazo, é fundamental criar novas unidades produtivas e aumentar a capacidade das já existentes, o que só é possível por via de investimentos. Os investimentos também são fundamentais para as organizações. Na verdade, a própria sobrevivência das organizações a longo prazo está condicionada ao volume de investimentos realizados por ela. 5
  6. 6. 1.2 Identificação do Tipo de Negócio Abrir um novo negócio é sempre um desafio. Nunca se sabe o que pode vir pela frente e se a decisão pela atividade na qual irá atuar será a certa. Vários fatores influenciam na economia e, consequentemente, no hábito de consumo da população. Antes de abrir a empresa dos sonhos, é preciso verificara se será possível mantê-la e se o setor caminha de forma positiva ou não. A nossa equipe definiu o Tipo de Negócio a ser elaborado no Projeto de Investimento do Ramo Alimentício. O Ramo de Alimentação tem se tornado um dos mais rentáveis do mercado. Com público alvo amplo e retorno garantido, é uma excelente forma de ganhar dinheiro e com a vantagem que você faz o seu horário. 1.3 Produto para comercialização A nossa equipe definiu a Pipoca como produto para comercialização no Ramo Alimentício. Popular entre os centros comerciais, os carrinhos de pipoca são uma excelente ideia de baixo custo para quem quer começar com um negócio próprio. E quem não gosta de uma boa pipoca? O produto agrada a crianças e adultos e em qualquer ponto irá vender bem e ter um retorno financeiro válido. O ramo de alimentação tem se tornado um dos mais rentáveis do mercado. No caso do carrinho de pipoca, a vantagem é que é possível ir onde está seu público como parques, em frente a cinemas e praças públicas, além de poder circular pelas ruas no fim de tarde, quando geralmente as crianças saem para brincar. Dados da Empresa: -Fabricação e Comercialização de Pipocas -Produto a ser comercializado: Pipoca salgada -Nome Fantasia: Pipocas Alegria -Razão Social: Pipocas Alegria Ltda. ME -Endereço da Empresa: Avenida Palmas Brasil, Palmas-TO 6
  7. 7. 2. Fluxo de Caixa Relevante Os Principais Componentes do Fluxo de Caixa: O fluxo de caixa de qualquer projeto, que possua padrão convencional, pode incluir quatro componentes básicos: 1. Investimento inicial: É a saída de caixa relevante que ocorre devido à compra dos ativos no início do projeto. Os ativos podem ser tangíveis ou intangíveis e estes estão associados ao projeto proposto; 2. Entradas de caixa operacionais: As receitas operacionais incrementais, ou seja, àqueles que se esperam obter como resultado do investimento ao longo de sua vida útil. São decorrentes da venda do produto ou da prestação do serviço; 3. As despesas operacionais: São os custos necessários ao funcionamento normal do que esteja previsto no projeto em cada período; 4. Fluxo de caixa residual: É o fluxo de caixa não operacional, após o imposto de renda, que ocorre no final do projeto, em geral decorrente da liquidação do projeto. 2.1 Cálculos, Estimativas e Fluxo de Caixa Relevante Elaborar os cálculos e estimativas a seguir: a) Estimar o preço unitário de venda e a quantidade mensal a ser comercializada: -Estimamos o preço unitário de venda do saquinho de pipoca em R$ 2,00 com a venda de 50 saquinhos por dia. A quantidade mensal a ser comercializada será 1100 saquinhos de pipoca (50 x 22 = 1100). Sendo assim teremos uma renda de 2.200,00 por mês. b) Calcular o faturamento anual, multiplicando o valor mensal por 12: -O faturamento será de R$ 26.400,00/ano (2.200,00 x 12 = 26.400,00). c) Estimar o faturamento da empresa para os próximos 5 anos, repetindo os valores anuais obtidos no item anterior: -Estimamos o faturamento com aumento nas vendas em 15% ao ano, conforme a tabela abaixo: 1º ANO 15% 26.400,00 2º ANO 15% 30.360,00 3º ANO 15% 34.914,00 4º ANO 15% 40.151,10 5ºA ANO 15% 46.173,76 d) Estimar os custos e despesas mensais, com base na quantidade definida no item a): 7
  8. 8. PRODUTO QUANTIDADE VALOR UNITARIO VALOR TOTAL Saquinho de pipoca 1100 mensal 0,30 330,00 Milho de pipoca 25 pacotes mensais 2,00 50,00 Sal 5 pacotes mensais 0,70 3,50 Gás de cozinha 2 uni mensal 45,00 90,00 TOTAL DE DESPESAS MENSAIS 473,50 e) Estimar os custos e despesas anuais, multiplicando por 12 o valor obtido no item anterior: -Os custos e despesas para o primeiro ano será de R$ 5.682,00. f) Estimar os demais valores solicitados na planilha, como: lista de investimento inicial, insumos (se for o caso), valor e mão de obra com os respectivos encargos trabalhistas, tributos e contribuições, contas do Balanço Patrimonial etc. -Investimento R$ 3.000,00 -Lucro Liquido Anual R$ 21.798,00 3. Sistema de Liquidação e de Custódia-SELIC (taxa anualizada) Taxa Selic - Sistema Especial de Liquidação e de Custódia, é obtida mediante o cálculo da taxa média ponderada e ajustada das operações de financiamento por um dia, lastreadas em títulos públicos federais e cursadas no referido sistema ou em câmaras de compensação e liquidação de ativos, na forma de operações compromissadas. A Taxa Selic tem impacto direto nos brasileiros, pois é com ela que os bancos, comércios etc., tomam como base para financiar/parcelar compras ou negociações em atraso, como o cheque especial. Em pesquisa ao site http://www.bcb.gov.br/?COPOMJUROS com acesso em 07/03/2014 a Taxa SELIC está atualmente fixada em 10,75%. 3.1 Técnicas de investimentos Existem diversas técnicas de análise de investimentos, das mais simples às mais sofisticadas, 8
  9. 9. porém, destacam-se três principais, as quais são as mais utilizadas e disseminadas: 1-PAYBACK (período de retorno); 2 - VPL – Valor Presente Líquido; 3 - TIR – Taxa interna de Retorno. Quando se pensa em fazer um investimento, desejamos compará-lo com outras alternativas para se ter certeza da melhor opção. Pode-se saber, por exemplo, quem traz mais retorno: se uma padaria, um restaurante ou um posto de gasolina. Quando decidimos fazer um investimento, na maior parte das vezes desejamos compará-lo com outras alternativas para se ter certeza de escolher a melhor opção. Pequenas empresas, por exemplo, poderão decidir entre abrir uma franquia ou manter o dinheiro aplicado em um fundo de investimento ou, ainda, entre comprar um balcão refrigerado de uma marca mais cara ou de outra mais barata. Na comparação entre alternativas de investimento, existem alguns métodos que podem ser utilizados. Analisaremos os três principais neste artigo: TIR (Taxa Interna de Retorno), playback (tempo de retorno) e VPL (Valor Presente Líquido). Antes de analisarmos os métodos de avaliação de investimentos, é importante definirmos o conceito de fluxo de caixa. Segundo Ângelo, Silveira e Fávero em seu livro “Finanças no Varejo – Gestão Operacional”, “o fluxo de caixa é um conjunto de entradas (+) e saídas (–) de dinheiro do caixa, ao longo do tempo”. A representação gráfica do fluxo de caixa é feita da seguinte forma: Tanto as receitas quanto as despesas serão chamadas de “PMT”, “n” será a quantidade de períodos de tempo (meses, anos, dias etc.) e “i” será a taxa de juros. É importante notar que o Valor Presente (VP) e o investimento inicial são negativos e o Valor Final (VF) é positivo. Esta convenção é fundamental para que os cálculos sejam feitos de forma correta em calculadoras e no Excel. VP (Valor Presente) e VPL (Valor Presente Líquido) O método do VP consiste em trazer a valor presente todos os valores do fluxo de caixa durante o período de tempo analisado e considerando-se uma determinada taxa de juros (i). Desta forma, é possível comparar diversas alternativas de investimento. -Cálculos da Playback, VPL e TIR do Projeto Pipocas Alegria LTDA ME 9
  10. 10. Playback: PIPOCAS ALEGRIA ME Acumulado Investimento Inicial 3.000,00 3.000,00 Ano Entradas de Caixa Acumulado 1 22.440,00 22.440,00 2 24.882,00 47.322,00 3 27.578,00 74.900,00 4 30.554,00 105.454,00 5 33.838,00 139.292,00 VPL: Ano Fluxo de Caixa 0 -3.000,00 1 22.440,00 2 24.882,00 3 27.578,00 4 30.554,00 5 33.838,00 FC data 0 -3.000,00 FC data 1 a 5 R$ 111.848,65 VPL R$ 108.848,65 TMA 7,25% Fórmula para o cálculo da VPL utilizando o Excel: =VPL(7,25%;F5:F9). TIR: Ano Fluxo de Caixa 0 -3.000,00 1 22.440,00 2 24.882,00 3 27.578,00 4 30.554,00 5 33.838,00 FC data 0 -3.000,00 FC data 1 a 5 R$ 111.848,65 VPL R$ 108.848,65 TMA 7,25% TIR 759% 10
  11. 11. Fórmula para cálculo da TIR utilizando Excel: =TIR(I4:I9) 4.3 Passo 3: Avaliação dos resultados obtidos PAYBACK O playback máximo aceitável para o projeto Pipocas ME é de um ano. O Playback apresentado pelo projeto foi inferior a um ano e portando o mesmo será aceito. VPL: O VPL do projeto Pipocas ME apresentou resultado positivo e foi capaz de recuperar o investimento inicial, além de pagar a TMA sobre este investimento e produzir um retorno de valor positivo em reais, adicional ao investimento inicial e pagamento da TMA. Dessa forma, deve-se aceitar o projeto, pois proporciona um retorno superior ao mínimo exigido (TMA); TIR A TIR do projeto Pipocas ME é de 759% ao ano, ou seja, seria equivalente a aplicar os R$ 3 mil em renda fixa a uma taxa de 759% ao ano por cinco anos. Assim, a TIR é o equivalente a fazer uma aplicação de renda fixa de R$ 3 mil e, no primeiro ano, sacar R$ 22.440, no segundo, sacar R$ 24.882, no terceiro, sacar R$ 27.578, no quarto, sacar R$ 30.554 e no quinto ano, sacar R$ 33.838. A TIR, por si só, não nos permite definir se um investimento deve ser realizado ou não, já que essa taxa pode ser alta ou baixa, dependendo do referencial adotado. Assim da mesma forma que o VPL, faz-se necessário utilizar a TMA, parâmetro de comparação para aceitar ou não um projeto de investimento. 4. O Efeito da Inflação na Análise de Investimentos Podemos definir a inflação como o aumento geral dos preços na economia, isso se da a um processo que chamamos de processo inflacionário, destinado a todos os bens econômicos. A inflação é medida como o aumento do índice de preços, que podemos citar vários tipos: * Índices Gerais de Preços (IGP): Busca medir a inflação como um conceito amplo na economia, envolvendo preços de atacado, varejo e de construção civil, os principais IGP são medidos pela Fundação Getúlio Vargas; * Índice de Preços ao Consumidor (IPC): Busca medir a inflação do varejo que atinge diretamente os consumidores. Destaca- se os índices; * Índice de Preços ao Consumidor Amplo, calculado pelo IBGE que é o índice oficial do Brasil; * Índices de Preços ao Consumidor, calculado pela FIPE na cidade de São Paulo; * Índice do Custo de Vida do Dieese, calculado pelo Dieese, ligado ao Sindicato. 11
  12. 12. As causas e consequências da inflação. As principais consequências da inflação são: * Impor custos a sociedade, de emissão e controle de moedas; * Aumento da concentração de renda; * Diminuição do crescimento econômico. Há três tipos principais pelas causas da inflação que são: * Inflação de demanda; * Inflação de custos e inflação crônica; A inflação da demanda; Índice que mede a utilização da capacidade produtiva de determinadas fábrica trabalhadores, máquinas, equipamentos etc. Se por alguma razão a demanda atingir valores próximos ou mesmo superiores ao índice de utilização da capacidade produtiva, não é possível bens suficientes para atender toda demanda. Existem duas possibilidades para combater a demanda: * Aumentar a taxa de Juros; * Aumentar os impostos ou cortar gastos e investimentos públicos. Inflação da oferta: A inflação da oferta, chamada também de inflação de custo, está relacionada a um forte aumento do preço de insumos importantes na economia, podemos chamar de choque de oferta. Esse processo é mais grave em mercados de oligopólio e monopólio, que tem aumento maior sobre os preços. Inflação Crônica O setor público é o causador da inflação crônica, o resultado financeiro do setor público pode ser definido de forma simplificada: Setor público, Receita de Impostos, Gastos, Investimentos, Juros pagos pela divida. Assim se o setor público tem recorrentes déficits fiscais, torna-se cada vez mais difícil aumentar impostos e cortar gastos. No Brasil, para se proteger da inflação crônica, os agentes econômicos desenvolveram a indexação de preços, reforçada pela correção monetária, é uma forma de manter sempre atualizados os preços, mediante a algum índice que acompanha a 12
  13. 13. inflação. A importância da inflação na analise de investimentos A Análise de investimentos utiliza em geral, um período de tempo de diversos anos, a inflação acumulada pode distorcer totalmente a análise se não for considerada corretamente. Portanto, desprezar o efeito da inflação em projetos de investimentos pode distorcer demais resultados obtidos, especialmente em investimentos por períodos mais longos. Inflação no Brasil: O Brasil já enfrentou grave e continuas crises financeiras, seguidas de inflação em níveis altíssimos. A fim de combater esse problema foram implementados planos econômicos na época do governo de Sarney e Collor, que acabou gerando desconfiança e instabilidade econômica, uma vez que tais planos conhecidos como heterodoxos utilizavam não somente instrumentos tradicionais de combate à inflação tais como elevar a taxa de juros e cortar gastos do Orçamento União, mais também usava instrumentos pouco usuais e muitas vezes arbitrários tais como congelamento de preços, fixação arbitraria de prestações de contratos, entre outras. A metodologia do IGP-M: O IGP-M tem por objetivo medir a inflação de uma forma mais transparente na economia, considera não apenas a variação dos preços finais ao consumidor, mais também os preços no atacado e os preços da construção civil. Seu objetivo é espelhar os preços da econômica em sentido amplo. Metodologia do IPCA. O IPCA tem por finalidade medir somente a variação de preços ao consumidor, ou seja, os preços dos bens diretamente consumidos, também conhecido como preços no varejo. Enquanto no IGP-M reflete apenas 30% de sua composição, no caso do IPCA a metodologia dos preços no varejo corresponde a 100% da composição do índice. 4.1 O Imposto de Renda e a Depreciação Um investidor precisa sempre levar em consideração que a depreciação e o imposto de renda podem exercer um efeito tanto positivo quanto negativo sobre um investimento. Depreciação: É uma Despesa Contábil que reconhece que um ativo perde o valor ao longo do tempo, isso gera uma despesa, que é abatida no lucro operacional, e, portanto diminui a base de calculo do Imposto de Renda. O calculo da depreciação normalmente adota uma taxa fixa de depreciação por ano em relação ao valor inicial do ativo. 13
  14. 14. Imposto de Renda: Tributo cobrado na maioria dos países do mundo, a base de calculo normalmente é lucro contábil, ou seja, diferença entre receita e custos e despesas. O imposto de renda pessoa jurídica no Brasil. O imposto de renda incide tanto para pessoas jurídicas quanto para pessoas físicas. O fato é a disponibilidade econômica ou jurídica de renda ou proventos de qualquer natureza. Existem duas formas tributação de IRPJ: * IRPJ e CSLL sobre o lucro real; * IRPJ e CSLL sobre lucro presumido. Obs. O Simples Nacional, que seria uma terceira forma de cobrança de imposto de renda, funciona na prática, para efeitos de análise de investimentos, de forma similar ao lucro presumido. Imposto de renda sobre lucro real: É a forma mais comum e mais utilizada pela maioria dos países. Consiste em tributar o lucro, e não a receita, permitindo que a empresa abata seus custos e despesas antes de pagar o IR e a CSSL. Imposto de renda sobre o lucro presumido: É uma forma simplificada de arrecadar IR e CSLL, deste modo tributa-se a receita bruta, da mesma forma que o PIS e COFINS. O nome “presumido” deriva do fato de que se presume determinada margem de lucro sobre a receita bruta. Para Fins de IR pelo lucro presumido ou pelo simples, a depreciação não tem efeito de diminuir a base de calculo do imposto, contudo, mesmo nesse caso, deve- se somá-la ao lucro liquido para transformar em fluxo de caixa. 4.2 Avaliação dos Efeitos da Inflação, imposto de renda e depreciação sobre o projeto elaborado. A inflação sempre deve ser considerada na análise de investimentos, por um motivo muito simples: como a análise de investimentos utiliza, em geral, um período de tempo de diversos anos, a inflação acumulada pode distorcer totalmente a análise se não for considerada corretamente. Uma vez que a inflação é cumulativa em progressão geométrica, ou seja, funciona como “juros sobre juros”, popularmente conhecidos como “ juros em cascata”, 14
  15. 15. mesmo uma taxa anual modesta de inflação, após certo período de tempo, pode gerar uma inflação significativa. A depreciação e o imposto de renda podem exercer um efeito positivo ou negativo sobre um investimento, dependendo das situações em análise. Esses efeitos devem ser levados sempre em consideração pelo investidor. 4.3 Análise de risco do projeto: “Análise de sensibilidade” Nossa equipe realizou a análise de risco do projeto, por meio da Análise de sensibilidade e o VPL ficou negativo quando a TMA atingiu 759%. A variação na TMA que mantem o projeto viável é de 300%. 5. Conclusão Nesta Atividade Prática Supervisionada (ATPS), realizamos um trabalho no qual todos os integrantes do grupo participaram da elaboração, do inicio ao fim, expondo seus pontos de vista e contribuindo para uma visão critica e analítica do grupo como um todo, sendo assim, todas as ideias presentes na elaboração e desenvolvimento do projeto apresentado em questão, é uma visão geral do grupo em relação ao mercado financeiro. Aprofundamos nossos conhecimentos de Análise de investimentos, colocando em prática a teoria apresentada em sala de aula, simulando atividades, pesquisas e discutindo assuntos que retratam e encaixam-se no conteúdo estudado diariamente. 15
  16. 16. 6. Referências Bibliográficas - SIMÕES, Katia; TAUHATA, Sérgio; GOTARDELLO FILHO, Wilson. 50 Ideias de Negócios. Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios. Disponível em:<http://revistapegn.globo.com/Revista/Common/0,,EMI149404-17192,00- IDEIAS+DE+NEGOCIOS.html>. Acesso em: 02 DE MARÇO DE. 2014. -Modelos de Negócios na Internet. Disponível em:<https://docs.google.com/leaf?id=0B9h_NveLKe7zYjJhMjI3YzgtZDcxMy00MDE1 LTllYTMtMmJiNjU3MzJmZjA4&hl=pt_BR&authkey=CMjG3uAO>. Acesso em: 05 DE MARÇO DE 2014 http://hcinvestimentos.com/2011/02/21/ipca-igpm-inflacao-historica/ http://www.bcb.gov.br/?INDECO http://www.receita.fazenda.gov.br/pagamentos/jrselic.htm http://www.uol.com.br/ http://www.bradescoprime.com.br/ http://globo.com/economia 16
  17. 17. (PLT 115) Olivio Rodolfo Leandro de Faria, Análise de Investimentos, Editora Alínea, 2011 Edição Especial. www.bcb.gov.br/site?copomjuros www.portalbrasil.net/indice_selic http://www.cnpgc.embrapa.br/publicacoes/doc <www.vendamuitomais.com.br/site/artigo.asp?Id=149&Categoria=Lucro>. Acesso em: 09 DE MARÇO DE 2014 - MARTINS, Carlos. Análise de Investimentos (Payback, VPL, TIR). Disponível em: <http://www.carlosmartins.com.br/_bizplan/bizplan24.htm>. Acesso em: 10 DE MARÇO DE 2014 . - RECEITA FEDERAL:<http://www.receita.fazenda.gov.br>. Acesso em: 10 DE MARÇO DE 2014 17

×