Processo de criação dos produtos da Globosat para as novas mídias

1.397 visualizações

Publicada em

Palestra realizada no 23º Fest`Up – Festival Universitário de Propaganda, no dia 17 de setembro de 2011. Mais informações em http://www.eduardobrandao.com/apresentacoes/processo-de-criacao-dos-produtos-da-globosat-para-as-novas-midias/

Publicada em: Design
  • Seja o primeiro a comentar

Processo de criação dos produtos da Globosat para as novas mídias

  1. 1. 23º Fest`Up Processo de criaçãodos produtos da Globosat para as novas mídias Eduardo Rangel Brandão, M.Sc. Globosat Novas Mídias ebrandao@globosat.com.br
  2. 2. Processo de criação dos produtos da Globosatpara as novas mídiasOlá, muito prazer :-)• Coordenador de UX (User eXperience) da equipe de novas mídias da Globosat.• Mestre em design, especialista em usabilidade e pesquisador da área de interação humano-computador.• Professor em cursos de pós-graduação da PUC-Rio e ESPM, em disciplinas correlatas a arquitetura de informação, design de interfaces e metodologia de pesquisa.• Mais de 16 anos de experiência na criação de produtos interativos.
  3. 3. AGENDA• Mercado de TV por assinatura no Brasil Processo de criação• Sobre a Globosat dos produtos da• Globosat novas mídias Globosat para as• Alguns exemplos dos produtos da Globosat para as novas mídias novas mídias• Conclusão
  4. 4. Mercado de TV porProcesso de criação dos produtos da Globosatpara as novas mídias assinatura no Brasil
  5. 5. Mercado de TV por assinatura no BrasilO mercado de TV paga tem papéis bemdefinidosProdutores Programadoras Operadoras Assinantesde conteúdo Produzem “Empacotam” Levam o sinal até a Telespectadores conteúdos conteúdos de casa do assinante pagam as audiovisuais diferentes fontes (através de pacotes operadoras para em canais/marcas de canais/marcas) ter os canaisFontes: ANATEL e *PTS
  6. 6. Mercado de TV por assinatura no BrasilDesde 2006 o mercado cresce a dois dígitospor ano, com recorde em 2010 9.8 MM 100 7.5 MM 75 6.3 MM 5.3 MM 3.4 MM 3.5 MM 3.5 MM 4.6 MM 3.8 MM 4 MM 3.5 MM 50 25 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 0 2007 2008Em número de domicílios assinantes 2009 2010Fontes: ANATEL e *PTS
  7. 7. Mercado de TV por assinatura no BrasilRecorde de 32 MM de brasileiros em 2010 40 32.2 MM 30 24.6 MM 20.8 MM 17.6 MM 13.8 MM 15.1 MM 20 10 2005 2006 2007 2008 0 2009Média de 3.3 pessoas por domicílio assinante (PNAD IBGE) 2010Fontes: ANATEL e *PTS
  8. 8. Mercado de TV por assinatura no BrasilFaturamento do mercado foi acimade 10 bilhões em 2010 R$ 2.90 R$ 2.39 R$ 2.55 R$ 2.66 3 R$ 2.45 R$ 2.46 R$ 2.51 2 2 1 1T/2009 1T/2010 2T/2009 2T/2010 + 7% 3T/2009 3T/2010 0 + 9%Faturamento em R$ Bilhões + 18% 4T/2009Fonte: Projeto Intermeios - ABTA / SETA - 3T/2010
  9. 9. Mercado de TV por assinatura no BrasilBrasil é líder em base de assinantes 0 3 5 8 10 BRASIL 9.8 MM CHILE 9.2 MMARGENTINA 6.7 MM COLÔMBIA 3.5 MM CHILE 1.7 MM PERU 1 MMBase de assinantes e penetração sobre domicílios com TV em Dez/2010Fonte: ANATEL - Dez/2010 e SNL Kagan - Jan/2011
  10. 10. Mercado de TV por assinatura no BrasilClasses B2 e C impulsionaram o crescimentode 70% da base de assinantes em 5 anos Assinantes % no 4% 6% adicionados período 21% A1 + A2 + 312 K 6% 39% B1 + 1,09 MM 21% B2 + 1,56 MM 30% C + 2,02 MM 39% 30% D/E + 208 k 4%2005 a 3T/2010 = + 5 MM assinantesFonte: Data Folha - Top of Mind 2010
  11. 11. Mercado de TV por assinatura no BrasilOperadoras adotam estratégias diferentes,conforme mudanças do mercado consumidor A Serviços adicionais: HD, DVR, VOD, 3D Pacotes para crescimento da B base: menor preço e menor quantidade de canais CFonte: Data Folha - Top of Mind 2010
  12. 12. Processo de criação dos produtos da Globosatpara as novas mídias Sobre a Globosat
  13. 13. Sobre a GlobosatA Globosat faz parte das Organizações Globo Globo Comunicação e Participações TV Globo Globo.com Som Livre Globo Filmes Sistema Globo Globosat Editora Globo de Rádio
  14. 14. Sobre a GlobosatProgramadora de TV por assinatura brasileira,líder no mercado• Surgiu em novembro de 1991, apresentando um novo conceito de entretenimento, informação e lazer.• No início, éramos 350 funcionários e 4 canais de TV por assinatura.
  15. 15. Sobre a GlobosatPossui 1.650 funcionários e 34 canais queoferecem conteúdo diversificado Canais SD (Standard Definition) Canais HD (High Definition)Cinema, jornalismo, shows, séries, documentários, cobertura de eventos esportivos eentretenimento variado.
  16. 16. Sobre a GlobosatHoje, é a maior programadora daAmérica Latina 8 milhões de domicílios 26.5 milhões de telespectadoresFonte: NET Brasil
  17. 17. A Globosat é uma fábrica de canaisCada canal é criado para atender às diversas áreas de interesse e aos diferentes perfis de assinantes
  18. 18. Sobre a GlobosatSão mais de 33 mil horas de programação100% nacional• 22 mil horas de produção própria.• 11.200 horas de 100 produtoras independentes.Fonte: Programação Canais Globosat
  19. 19. Sobre a GlobosatCanais Globosat concentram mais da metadedo tempo dedicado a TV por assinatura• As 100 exibições de maior audiência da TV por Assinatura, em 2010, foram da Globosat.• Cerca de 52% do tempo dedicado à TV por assinatura no horário nobre está distribuído entre os Canais Globosat.Fontes: IBOPE/MW - 8 mercados, tabela de programação - 19h-25h - Jan-Dez 2010 e IBOPE/MW - 8 mercados, indivíduos com TV por assinatura - 19h-01h - Jan-Mai 2011
  20. 20. Sobre a GlobosatCanais Globosat estão entre os top 20 Audiência horário nobre / média 2010 1 0.538 2 Canal A 0.383• Dos 5 canais citados como 3 4 Canal B Canal C 0.373 0.370 fundamentais para a manutenção 5 Canal D 0.298 da assinatura, 3 são Globosat. 6 Canal E 0.257 7 0.237 8 0.232• Dos 20 canais mais assistidos 9 0.231 pelos assinantes, 9 são da 10 11 Canal F Canal G 0.228 0.200 Globosat. 12 0.196 13 0.176 14 0.174 15 Canal H 0.159 16 Canal I 0.153 17 0.152 18 Canal J 0.147 19 0.140 20 Canal K 0.138Fontes: 18ª Pay TV POP IBOPE - 2011 e IBOPE/MW - 8 mercados - 2010
  21. 21. Sobre a GlobosatAs marcas da Globosat são reconhecidas pelopúblico brasileiro O canal de TV por assinatura em 1º lugar na cabeça dos brasileiros O canal de TV por assinatura quando se fala em notícias O canal de TV por assinatura quando se fala em filmes O canal de TV por assinatura quando se fala em entretenimento O canal de TV por assinatura quando se fala em conteúdo femininoFonte: Data Folha - Top of Mind 2010
  22. 22. Canal de variedades que apresenta entretenimento e informação de forma leve e surpreendente
  23. 23. A mais completa coberturados principais eventos esportivos do Brasil e do mundo
  24. 24. Entretenimento voltado para o jovem, de idade e espírito
  25. 25. Um jeito novo de ver programas, novelas e personagens que marcaram sua vida
  26. 26. Os filmes de maior sucesso e os mais recentes lançamentos
  27. 27. Séries consagradas e grandes filmes de Hollywood
  28. 28. O primeiro e o mais assistido canal de notícias da TV brasileira
  29. 29. Rico painel da cultura brasileira,com atrações 100% nacionais e produção independente
  30. 30. Transmissão de todos os jogos do Campeonato Brasileiro e dos principais campeonatos regionais
  31. 31. Para quem gosta de dar uma espiadinha,cenas exclusivas no BBB 24 horas por dia
  32. 32. A maior cobertura dos grandes eventos de luta do Brasil e do exterior
  33. 33. Melhor da programação erótica nacional e internacional, com ampla e diversificada oferta de canais adultos
  34. 34. Processo de criação dos produtos da Globosatpara as novas mídias Globosat novas mídias
  35. 35. Globosat novas mídiasRetrospectiva: fatos marcantes ao longo dosúltimos 20 anos 1991 Criação da Globosat
  36. 36. Globosat novas mídiasRetrospectiva: fatos marcantes ao longo dosúltimos 20 anos 1991 1995 Criação Surgimento da Globosat da internet comercial: paradigma da revolução digital
  37. 37. “Cada vez mais as pessoas irãoutilizar os computadores como umaferramenta em suas vidas. O e-mailou os jornais e revistas via internetpoderão tornar obsoletos certosprodutos que fazem parte do nossocotidiano, como o fax, o telefone, asecretária eletrônica e a televisão”Fonte: livro "A vida digital", de Nicholas Negroponte
  38. 38. Globosat novas mídiasRetrospectiva: fatos marcantes ao longo dosúltimos 20 anos 1991 1995 Criação Surgimento da Globosat da internet comercial: paradigma da revolução digital
  39. 39. Globosat novas mídiasRetrospectiva: fatos marcantes ao longo dosúltimos 20 anos 1991 1995 2004 Criação Surgimento Surgimento da Globosat da internet da web 2.0 comercial: paradigma da revolução digital
  40. 40. Globosat novas mídiasDiferença entre web 1.0 e web 2.0 1995 até 2004 (web 1.0) 2004 até hoje (web 2.0) Webmaster Editor Usuários colaboradores RSS Widgets Apps Podcasts Mobile Usuários Rede social
  41. 41. Globosat novas mídiasRetrospectiva: fatos marcantes ao longo dosúltimos 20 anos 1991 1995 2004 Criação Surgimento Surgimento da Globosat da internet da web 2.0 comercial: paradigma da revolução digital
  42. 42. Globosat novas mídiasRetrospectiva: fatos marcantes ao longo dosúltimos 20 anos 1991 1995 2004 2008 Criação Surgimento Surgimento Criação da Globosat da internet da web 2.0 da Globsat comercial: novas mídias paradigma da revolução digital
  43. 43. Globosat novas mídiasRetrospectiva: fatos marcantes ao longo dosúltimos 20 anos 1991 1995 2004 2008 2011 Criação Surgimento Surgimento Criação Paradigma da Globosat da internet da web 2.0 da Globsat da convergência comercial: novas mídias de plataformas paradigma da revolução digital
  44. 44. “Se, nos anos 1990, o paradigma darevolução digital presumia que asnovas mídias substituiriam as antigas,o emergente paradigma daconvergência presume que as novas eantigas mídias irão interagir de formascada vez mais complexas”Fonte: livro “Cultura da Convergência”, de Henry Jenkins
  45. 45. Globosat novas mídiasEvolução tecnológica em curso Telas maiores Televisão HD Televisão 3D Experiência de assistir TV está cada vez mais rica Home Theatre DVR
  46. 46. Globosat novas mídiasO conteúdo é distribuído para todas asplataformasNovas plataformas e tecnologias são complementares e funcionam como novos pontos decontato para buscar novos assinantes.
  47. 47. Globosat novas mídiasComo a Globosat evoluiu nesse cenário Produção de Sites de apoio Oferta de Produção de conteúdo diversificado aos canais de TV por assinatura novos pontos de contato conteúdo não-linear para a TV por assinatura e à grade de programação com o conteúdo para multi-plataformas 1991 1995 2008 2011 Sites verticais: • Esporte • Gastronomia • Música • Moda e beleza • Etc.
  48. 48. Globosat novas mídiasQuais os desafios da Globosat nesse cenário• Desenvolver novos modelos de negócio e de interação com os assinantes atuais e potenciais, em todas as plataformas disponíveis.• Incorporar as inovações, nas mídias atuais e futuras, ao dia a dia da empresa.• Maximizar o resultado de audiência, dar visibilidade às marcas e, consequentemente, incrementar a receita.• Atuar como incubadora de modelos não tradicionais das unidades de negócio da empresa.
  49. 49. Globosat novas mídiasComo a Globosat se estruturou para essecenário Fábrica de canais
  50. 50. Globosat novas mídiasComo a Globosat se estruturou para essecenário Fábrica de canais Canais Joint Pay-per-View Novas Mídias Globosat VenturesGNT Canal Brasil CombateMultishow Playboy TV Premiere FCSporTV TelecineViva Universal Channel
  51. 51. Globosat novas mídiasModelo de atuação da área de novas mídias Novas Mídias Conteúdo Inovação Inteligência UX Tecnologia de Mercado (User eXperience) Search Arquitetura Design Engine Métricas de de Interface Optmization Informação Infra- Análise estrutura de Sistema
  52. 52. Globosat novas mídiasA atuação da área de novas mídias nãoconsidera apenas o público da TV fechada TV fechada TV aberta
  53. 53. Globosat novas mídiasA atuação da área de novas mídias nãoconsidera apenas o público da TV fechada Produtos de TV fechada em outras plataformas TV fechada TV aberta
  54. 54. Globosat novas mídiasMissão da área de novas mídias• Maximizar a presença das marcas e conteúdos da Globosat nas novas mídias.• Promover inovações de valor à assinatura de TV paga.• Ajudar a criar “opções reais” para o futuro.• Entregar a melhor UX para os usuários dos produtos Globosat nas novas mídias.
  55. 55. Globosat novas mídiasO que é UX?• UX significa “User eXperience” (experiência do usuário).• Conjunto de experiências e satisfação que um usuário sente ao utilizar um produto. • Uma boa UX deixa as pessoas felizes e torna os negócios mais bem sucedidos. • Quando a UX é ignorada, os resultados podem ser catastróficos!
  56. 56. Um produto Apple Um produto Google O aplicativo da sua empresaPor quê as coisas não são mais simples?
  57. 57. Por quê as coisas não são mais simples?
  58. 58. Qual botão eu aperto para subir?
  59. 59. Qual deles é o banheiro masculino?
  60. 60. Essa novela passa em qual canal?
  61. 61. Já tem quanto tempo de jogo?
  62. 62. “Vá pela direita” ou “Não vá pela direita”?
  63. 63. “Vá pela direita” ou “Não vá pela direita”?
  64. 64. “As pessoas buscam experiênciasenriquecedoras...”
  65. 65. Memorial da Guerra do Vietnã:listagem não-convencional dos nomes dos soldados
  66. 66. Restaurante Bubba Gump
  67. 67. Restaurante Johnny Rockets
  68. 68. Escultura de toalha na cabine do navio
  69. 69. “Projetar a experiência humana podeser praticado em qualquer meio e emtoda a mídia”
  70. 70. Globosat novas mídiasProjetar a UX não é apenas uma etapa, é todoo processo de criação do produto Planejar + Criar + Executar Arquitetura de Informação UX = Conteúdo + Tecnologia Design de Interface
  71. 71. Globosat novas mídiasO processo de criação de produtos necessitade algumas etapas bem definidasMonte uma Faça muitos Pense como se Trabalhe com Desenvolva Escolha as Compartilhe equipe brainstorms fosse o usuário sketches alternativas melhores idéias com a equipe
  72. 72. Globosat novas mídiasAs equipes são menores, com profissionaismais experientes e multi-disciplinares Coordenador de projeto Dupla de criação Programadores client-side e server-side
  73. 73. Globosat novas mídiasCanais Globosat contam com equipes exclusivas Equipe 1 Equipe 2 Equipe 3
  74. 74. Globosat novas mídiasA metodologia de projeto é mais ágilWaterfallWashing machine
  75. 75. Globosat novas mídiasA metodologia de projeto é mais ágil Waterfall Washing machine• Processo orientado à página/tela. • Processo orientado à funcionalidade.• Fases de projeto isoladas em equipes/times • O caso de uso é construído através da separados. colaboração de profissionais de diferentes áreas.• Documentação muito detalhada. • Documentação pouco detalhada.• Pouca flexibilidade. • Muita flexibilidade. • Muita comunicação/diálogo entre os membros da equipe/time.
  76. 76. Globosat novas mídiasÁgil: processo de desenvolvimento incrementale iterativo
  77. 77. Globosat novas mídiasÁgil: processo de desenvolvimento incrementale iterativo
  78. 78. 1 2 3 4 5 O projeto é construído de forma incremental: uma parte de cada vez
  79. 79. 1 2 3 4 5 O projeto é construído de forma iterativa:começa com uma versão rudimentar, aprimorada aos poucos
  80. 80. Algumas empresas que também trabalhamcom métodos ágeis de desenvolvimento de produtos
  81. 81. Sprint planning
  82. 82. Sprint backlog
  83. 83. Sprint backlog
  84. 84. Daily meeting
  85. 85. Globosat novas mídiasA dupla de criação tem papel fundamental noprojeto da UX Coordenador de projeto Dupla de criação Programadores client-side e server-side
  86. 86. Globosat novas mídiasA dupla de criação tem papel fundamental noprojeto da UX Coordenador de projeto Arquiteto de informação Designer de interface Programadores client-side e server-side
  87. 87. Globosat novas mídiasA dupla de criação tem papel fundamental noprojeto da UXArquiteto de informação Designer de interface• Define as estratégias do produto. • Definie a identidade visual do produto.• Projeta os sistemas de organização, • Define o grid da interface. navegação e rotulagem. • Diagrama as telas da interface.• Define as funcionalidades da interface. • Aplica técnicas para direcionar o olhar• Define as regras de otimização de dos usuários em direção aos elementos busca. mais importantes em cada tela.• Tem uma abordagem macro (visão • Tem uma abordagem micro (visão 360º do projeto). específica de cada tela).
  88. 88. Globosat novas mídiasA área de novas mídias possui uma equipe decriação com 9 pessoas 4 arquitetos de informação 5 designers de interface
  89. 89. Globosat novas mídiasCada pessoa atende um ou mais projetos
  90. 90. Globosat novas mídiasTradicionalmente, arquitetos e designerscuidam das fases de criação da interface
  91. 91. Globosat novas mídiasTradicionalmente, arquitetos e designerscuidam das fases de criação da interface A execução do projeto é realizada “de dentro para fora”...
  92. 92. Globosat novas mídiasTradicionalmente, arquitetos e designerscuidam das fases de criação da interface • Levantamento do tipo da informação que será incluída. • Levantamento das características do produto. • Detalhamento do conteúdo.
  93. 93. Globosat novas mídiasTradicionalmente, arquitetos e designerscuidam das fases de criação da interface • Organização do conteúdo. • Organização da estrutura da interface. • Categorização do conteúdo e suas características.
  94. 94. Globosat novas mídiasTradicionalmente, arquitetos e designerscuidam das fases de criação da interface • Definição dos elementos de auxílio para a navegação e mecanismos de busca. • Definição das nomenclaturas e rótulos.
  95. 95. Globosat novas mídiasTradicionalmente, arquitetos e designerscuidam das fases de criação da interface • Padrões de desenho de páginas. • Resolução de monitor • Utilização de imagens • Aplicação de ícones, cores, tipografia e diagramação da tela.
  96. 96. Globosat novas mídiasMas a interface é apenas a “ponta do iceberg” Fase do projeto Interface onde percebemos a UX Site-maps Wireframes Meta-dados Esquemas de classificação Estratégia Plano de projeto Usuários Conteúdo Contexto Necessidades Estrutura Cultura Comportamentos Significado Tecnologia UXberg Etapas do projeto da UX
  97. 97. Diferença entre “Interface design” e “UX design”...
  98. 98. Se um homem vê a mosca (desenhada na porcelana), ele mira nela, reduzindo em 80% o derramamento de “líquido” ;-)
  99. 99. Globosat novas mídiasPor isso, o profissional da área de novas mídiasatua de um modo que vai além do tradicional + + = UX Designer Cada funcionário da equipe de novas mídias tem perfil para trabalhar de forma híbrida
  100. 100. Globosat novas mídiasEsse profissional faz a “ponte” entre produto,tecnologia e pessoas Resultado Pessoas Experiência do usuário Função Tecnologia Design de interface Arquitetura de Estratégia Produto informacão Projeto
  101. 101. Globosat novas mídiasPortanto, o UX designer é a interface entre asdiversas áreas da empresa e o usuário Marketing TI Usuário Progra- UX Cliente mador Designer Editor Comercial Gerente
  102. 102. “Sabe quando você usa uma interfacee fica confuso, perdido? O trabalho doUX designer é fazer com que isso nãoaconteça! Ele decide quais telasexistem e o que acontece quandovocê clica em alguma coisa”
  103. 103. A melhor ferramenta para o projeto da UX
  104. 104. Como o UX designer trabalha
  105. 105. Como o UX designer trabalha
  106. 106. Como o UX designer trabalha
  107. 107. Como o UX designer trabalha
  108. 108. Como o UX designer trabalha
  109. 109. Como o UX designer trabalha
  110. 110. Como o UX designer trabalha
  111. 111. Como o UX designer trabalha
  112. 112. Como o UX designer trabalha
  113. 113. Como o UX designer trabalha
  114. 114. Como o UX designer trabalha
  115. 115. Como o UX designer trabalha
  116. 116. Como o UX designer trabalha
  117. 117. Como o UX designer trabalha
  118. 118. Como o UX designer trabalha
  119. 119. Como o UX designer trabalha
  120. 120. Como o UX designer trabalha
  121. 121. Globosat novas mídiasVantagens desse processo de criaçãode produtos• É rápido.• É suficientemente superficial ou relativamente profundo (dependendo da necessidade do projeto).• Permite a exploração (testar facilmente diferentes idéias).• Permite a comunicação (apresenta as idéias de uma forma que podem ser facilmente entendidas).• Permite a colaboração (facilita que toda a equipe construa e avalie o produto).
  122. 122. Alguns exemplos dos produtos da GlobosatProcesso de criação dos produtos da Globosatpara as novas mídias para as novas mídias
  123. 123. Alguns exemplos dos produtos da Globosat para as novas mídiasEtapas do processo de criação de produtosDefinição Análise Definição Realização Reuniões Definição do briefing do público-alvo de benchmarks de brainstorm de conceitosProjeto Inventário Listagem e Sist. de organização, Wireframes Descrição funcional Layouts Implementação Validação de conteúdo priorização de navegação, e sketches de telas funcionalidades rotulagem e buscaProdução Monitoramento Novos releases
  124. 124. Alguns exemplos dos produtos da Globosat para as novasmídiasAlguns exemplos dos produtos da Globosatpara as novas mídias• Portal feminino do GNT• Plataforma de publicação de site de canal• SporTV +Futebol• Muu
  125. 125. Alguns exemplos dos produtos da Globosat para as novasmídiasPortal feminino do GNTO quê?• Guia de referência do universo feminino.Por quê?• Concretiza a vocação do GNT na internet.• Pesquisa sobre mulher brasileira indicou interesse em serviços e soluções práticas para as dúvidas do dia-a-dia.• Cria novas áreas e serviços geradores de tráfego e receita.
  126. 126. ?????
  127. 127. ?????
  128. 128. ?????
  129. 129. Alguns exemplos dos produtos da Globosat para as novasmídiasPlataforma de publicação de sites de canalO quê?• Novo sistema de publicação e gerenciamento de conteúdo.Por quê?• Cria padrões baseados em boas práticas de UX, melhorando a navegação entre sites e a experiência do usuário.• Torna rápida e eficiente a criação de novos sites de canais.• Serviços solicitados por um canal geram “biblioteca de serviços” utilizáveis por todos os outros canais.
  130. 130. ?????
  131. 131. ?????
  132. 132. ?????
  133. 133. ?????
  134. 134. ?????
  135. 135. ?????
  136. 136. Alguns exemplos dos produtos da Globosat para as novasmídiasSporTV +FutebolO quê?• Aplicativo de iPad para acompanhar os jogos de futebol.Por quê?• Melhora a experiência de assistir jogos de futebol, sem canibalizá-la.• Confere atributos positivos às marcas SporTV e PremiereFC.• Aumenta e moderniza a oferta da Globosat aos anunciantes nas novas mídias.
  137. 137. ?????
  138. 138. ?????
  139. 139. ?????
  140. 140. ?????
  141. 141. Alguns exemplos dos produtos da Globosat para as novasmídiasMuuO quê?• Serviço de TV Everywhere para assinantes de TV.Por quê?• Estende experiência de VoD para base SD da Net.• Cria produto “plugável” para operadoras com VoD sobre IP.• Cria “opção real” para desintermediação da cadeia de valor.• Cria nova fonte de receita e aprendizado para Globosat
  142. 142. ?????
  143. 143. ?????
  144. 144. Alguns exemplos dos produtos da Globosat para as novas mídiasIniciativas VoDO conteúdo Globosatonde e quando o assinante quiser assistir.
  145. 145. Alguns exemplos dos produtos da Globosat para as novas mídiasPesquisas com usuários durante as etapas doprocesso de criação de produtosDefinição Análise Definição Realização Reuniões Definição do briefing do público-alvo de benchmarks de brainstorm de conceitosProjeto Inventário Listagem e Sist. de organização, Wireframes Descrição funcional Layouts Implementação Validação de conteúdo priorização de navegação, e sketches de telas funcionalidades rotulagem e buscaProdução Monitoramento Novos releases
  146. 146. Alguns exemplos dos produtos da Globosat para as novasmídiasPesquisas com usuários durante as etapas doprocesso de criação de produtos• Entrevistas.• Questionários.• Grupos de foco.• Testes de usabilidade.• Softwares de registro de uso.
  147. 147. Processo de criação dos produtos da Globosatpara as novas mídias Conclusão
  148. 148. ConclusãoLições aprendidas com o processo de criaçãode produtos para as novas mídias• É preciso mudar o tempo gasto em execução para que a experiência do usuário seja projetada da melhor forma possível (menos documentação/entregáveis e mais conceituação/estratégia).• É preciso ter uma estratégia de conteúdo que seja pensada juntamente com arquitetura de informação, design de interface e programação client-side/server-side).• É preciso “reinventar” constantemente a área de novas mídias, para evitar produtos defasados e/ou sem inovação.
  149. 149. “Estamos nos divertindoimensamente com os novos desafios,mesmo quando eles nos colocampara fora da nossa zona de conforto”
  150. 150. Muito obrigado! :-) Eduardo Rangel Brandão, M.Sc. Globosat Novas Mídias ebrandao@globosat.com.br

×