PUC-Rio - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro   Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos contr...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de                 pe...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de         pequeno po...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de        pequeno por...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de          pequeno p...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de               pequ...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de         pequeno po...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de            pequeno...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de          pequeno p...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de         pequeno po...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de         pequeno po...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de            pequeno...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de             pequen...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de      pequeno porte...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de      pequeno porte...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de      pequeno porte...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Avaliação, validação e/ou testes ergonômicos nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de pequeno porte

2.120 visualizações

Publicada em

Apresentação final da 4ª e última etapa de curso de especialização, realizada no dia 14 de dezembro de 2004. Mais informações em http://www.eduardobrandao.com/apresentacoes/avaliacao-validacao-eou-testes-ergonomicos-nos-postos-de-trabalho-dos-controladores-de-trafego-aereo-de-um-aeroporto-de-pequeno-porte/

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.120
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
399
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Avaliação, validação e/ou testes ergonômicos nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de pequeno porte

  1. 1. PUC-Rio - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de pequeno porte CCE - Coordenação Central de Extensão & Departamento de Artes e Design FaseGraduação emvalidação e/ouUsabilidade: Qualidade de Vida no Trabalho, em Casa, na Cidade. Pós 4: Avaliação, Ergonomia e testes ergonômicos Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de pequeno porte Fase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosAndré Mattos, Desenhista industrial, Eduardo Rangel Brandão, Desenhista industrial 14 de dezembro de 2004
  2. 2. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosAVALIAÇÃO, VALIDAÇÃO E/OU TESTES ERGONÔMICOSDe acordo com MORAES e MONT`ALVÃO (2003), esta fase trata de retornar aosusuários/operadores os argumentos, propostas e alternativas projetuais. Compreendesimulações e avaliações através de modelos de testes, assim como a validação doprojeto pelos operadores.
  3. 3. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de pequeno porte Fase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicos AVALIAÇÃO, VALIDAÇÃO E/OU TESTES ERGONÔMICOS Durante esta última fase de intervenção ergonomizadora, pretendeu-se testar as soluções de melhoria dadas aos principais problemas encontrados.PROBLEMA GRAVIDADE URGÊNCIA TENDÊNCIA GxUxTPosturas prejudiciais devido à altura da bancada dos equipamentos de controle 5 4 4 80(Interfacial)Posturas prejudiciais para a visualização do espaço aéreo (Interfacial) 5 4 4 80Posturas prejudiciais para a visualização do pátio e da pista (Interfacial) 5 4 4 80Vários rádios e telefones funcionando ao mesmo tempo (Comunicacional) 5 5 3 75Acionamento repetitivo do botão do rádio (Acional) 4 4 4 64Posturas prejudiciais devido à inadequação das cadeiras dos controladores (Interfacial) 4 4 4 64 GUT 80 GUT 80 GUT 80 GUT 75 GUT 64 GUT 64 Posturas prejudiciais Posturas prejudiciais Posturas prejudiciais Vários rádios e Acionamento Posturas prejudiciais devido à altura da para a visualização para a visualização telefones repetitivo do botão devido à bancada dos do espaço aéreo do pátio e da pista funcionando ao do rádio inadequação das equipamentos de mesmo tempo cadeiras dos controle controladoresO projeto teve como foco os problemas mais graves, ou seja, posturas prejudiciais para a visualização das aeronaves.
  4. 4. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA REORGANIZAÇÃO DA CONFIGURAÇÃO DOS POSTOS DETRABALHOEm um primeiro momento, pensou-se na possibilidade de mudanças relacionadas àconfiguração organizacional dos postos de trabalho, como a alternância entre oposicionamento dos postos de aeronaves em terra e aeronaves em vôo, ou até umredesenho radical da bancada de controle, permitindo que os operadores ficassemperpendiculares à pista, ou de frente para a perna do vento (corredor aéreo localizadoatrás da torre de controle), etc.Com a ajuda de uma maquete da torre de controle, perguntou-se aos controladoressobre a possibilidade de mudanças na configuração da organização atual dos postosde trabalho.
  5. 5. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de pequeno porte Fase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicos VALIDAÇÃO DA REORGANIZAÇÃO DA CONFIGURAÇÃO DOS POSTOS DE TRABALHO Configuração atual Alternativa 1 Alternativa 2Aeronaves em terra“Ponte” entre aeronaves em terra/vôoAeronaves em vôoBancada de controleTorre de controle Posto terra, posto De acordo com o vento, Posto terra inclinado a 45º em relação ao “ponte” e posto vôo. o posto terra poderia hangar e posto vôo inclinado a 45º em alternar-se com o posto relação a cabeceira 20. vôo. Alternativa 3 Alternativa 4 Alternativa 5 Alternativa 6 Posto terra e posto vôo Bancada em “V”, com posto terra e O posto aeronaves em De acordo com o vento, perpendiculares em “ponte” inclinados a 45º para o hangar e vôo permanece virado o posto aeronaves em relação a pista. posto vôo inclinado a 45º para a cabeceira para a perna do vento. vôo muda de posição. 20.
  6. 6. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA REORGANIZAÇÃO DA CONFIGURAÇÃO DOS POSTOS DETRABALHO As fotos mostram a vista em perspectiva, a vista frontal e a vista lateral da maquete utilizada para a proposta de reorganização da configuração dos postos de trabalho.
  7. 7. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de pequeno porte Fase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicos VALIDAÇÃO DA REORGANIZAÇÃO DA CONFIGURAÇÃO DOS POSTOS DE TRABALHO Através da maquete, o controlador pôde visualizar as alternativas propostas para a reorganização da configuração dos postos de trabalho. Cada sujeito expôs o seu ponto de vista em relação a nova estrutura para a realização das tarefas. Configuração atual Alternativa 1 Alternativa 2Posto terra, posto “ponte” e posto vôo. De acordo com o vento, o posto terra poderia Posto terra inclinado a 45º em relação ao alternar-se com o posto vôo. hangar e posto vôo inclinado a 45º em relação a cabeceira 20.
  8. 8. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de pequeno porte Fase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicos VALIDAÇÃO DA REORGANIZAÇÃO DA CONFIGURAÇÃO DOS POSTOS DE TRABALHO Alternativa 3 Alternativa 4 Alternativa 5Posto terra e posto vôo perpendiculares em Bancada em “V”, com posto terra e “ponte” O posto aeronaves em vôo permanece relação a pista. inclinados a 45º para o hangar e posto vôo virado para a perna do vento. inclinado a 45º para a cabeceira 20.
  9. 9. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA REORGANIZAÇÃO DA CONFIGURAÇÃO DOS POSTOS DETRABALHO A maquete foi utilizada para a avaliação das propostas relacionadas a reorganização da configuração dos postos de trabalho.
  10. 10. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA REORGANIZAÇÃO DA CONFIGURAÇÃO DOS POSTOS DETRABALHOAtravés de uma reunião com a coordenação de navegação aérea, verificou-se que nãoé permitida a mudança de posição entre os postos de trabalho, fazendo com que ofoco do projeto permanecesse apenas na altura da bancada de controle ereorganização dos equipamentos da mesma. Algumas das considerações emitidaspela administração do aeroporto, ou pelos próprios controladores, estão transcritas aseguir:•  “Com a mudança do vento (consequentemente a cabeceira da pista em uso também é mudada) não podemosalternar o posto de aeronaves em terra com o posto de aeronaves em vôo, senão o primeiro controlador não vaiconseguir enxergar os hangares, nem as aeronaves trafegando no pátio ou nos spots”;•  “Eu preciso ficar o tempo todo olhando pra pista, não daria pra ficar em outra posição senão virado de frente paralá. Além disso, se eu ficasse virado pra perna do vento, não dá tempo de eu trocar informações com outrocontrolador, por isso a gente precisa ficar um do lado do outro”;•  “Se você visitar qualquer torre de controle, vai constatar que todas trabalham com um controlador do lado dooutro, e todas seguindo a mesma ordem: aeronaves em vôo no lado esquerdo, controlador auxiliar (ponte) no meioe aeronaves em terra no lado direito. Aqui a gente tem a particularidade de inverter os postos de aeronaves em terra(lado esquerdo) com aeronaves em vôo (lado direto) por causa da posição dos hangares, mas isso só aconteceaqui. De qualquer maneira, não existe nenhuma chance de mudar a posição dos postos de trabalho ou reorganizara configuração/localização deles dentro da torre. A única possibilidade que eu vejo é trabalhar alguma coisarelacionada com a bancada de controle mesmo”.
  11. 11. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosDIMINUIÇÃO DA ALTURA DA BANCADA DE CONTROLEEm virtude da impossibilidade de reorganização da configuração dos postos detrabalho, além da pouca verba disponível para a implementação do projeto, procurou-se buscar uma outra solução capaz de reduzir os problemas de visualização do pátio,da pista e do espaço aéreo (segundo a GUT, estes são os problemas mais graves).Acredita-se que uma abordagem direta sobre o redimensionamento dos postos detrabalho promova melhorias significativas para a realização da tarefa. O projeto finallevou em conta as seguintes opções:•  Diminuição da altura da bancada de controle;•  Reorganização dos instrumentos ao longo da bancada de controle;•  Instalação de novos equipamentos, como o monitor LCD de 15 polegadas, reduzindoa profundidade da bancada de controle, além de possibilitar a regulagem para avisualização do monitor;•  Remoção das CPUs, localizadas em baixo da bancada de controle, possibilitando umganho maior de espaço interno da torre.
  12. 12. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de pequeno porte Fase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicos DIMINUIÇÃO DA ALTURA DA BANCADA DE CONTROLE De acordo com a priorização dos problemas, o ponto de partida para o projeto foi o desenvolvimento de uma nova bancada de controle, mais baixa, permitindo uma melhor visualização do pátio, da pista e do espaço aéreo ao redor do aeroporto.TAREFA PROBLEMA GUTVisualizar a pista Interfacial 80Visualizar o espaço aéreo Interfacial 80Visualizar o pátio Interfacial 80 Para o desenvolvimento da nova altura da bancada de controle, buscou-se utilizar as medidas da menor mulher, da maior mulher e do maior homem. O fato de considerar a maior mulher deve-se ao tamanho das suas coxas. Apesar da diferença em relação ao maior homem ser pequena, acredita- se que é significativa, podendo causar incômodo e desconforto caso não seja contemplada.
  13. 13. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosDIMINUIÇÃO DA ALTURA DA BANCADA DE CONTROLEDesenvolveu-se um mock-up para apenas um posto de trabalho. Apesar do aeroportofuncionar com três posições para os controladores (aeronaves em terra, “ponte” entreaeronaves em terra/vôo e aeronaves em vôo), a altura da bancada será a mesma paratodos os operadores do sistema. Por isso o mock-up foi desenvolvido tendo em menteas dimensões de apenas um posto de trabalho. Após as avaliações dos controladoresde tráfego aéreo, a bancada final será implementada tendo em vista as três posiçõesmencionadas anteriormente. Desenho técnico do mock-up utilizado para a validação do projeto. O modelo de testes foi construído com madeira, ferro, papelão (simulando os monitores, inclinações da bancada e altura da parede da torre de controle), além da utilização de teclados, telefones e mouses. Vista lateral Vista frontal
  14. 14. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de pequeno porte Fase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicos DIMINUIÇÃO DA ALTURA DA BANCADA DE CONTROLE Para eliminar a inclinação da bancada atual do aeroporto, que atrapalha a visualização do pátio, da pista e do espaço aéreo, decidiu-se que o novo posto de trabalho deveria ser completamente reto. É válido lembrar que a inclinação atual é provocada pela utilização de monitores de computador de 15 polegadas. A inclinação, provocada pela utilização deMenor mulher, sentada Maior homem, sentado monitores de computador será eliminada com o projeto da nova bancada de controle. Isto irá possibilitar uma melhor visualização do pátio, da pista e do espaço aéreo do aeroporto.Menor mulher, em pé Maior homem, em pé Bancada atual, vista lateral
  15. 15. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de pequeno porte Fase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicos DIMINUIÇÃO DA ALTURA DA BANCADA DE CONTROLE A seguir, algumas fotos do mock-up que foi desenvolvido para simular a altura da bancada de controle.Mock-up desenvolvido para a validação Alguns testes foram realizados utilizando-se um papelão para representar a área inclinada da bancada. Inicialmente pretendia-se desenvolver um posto totalmente reto, sem qualquer tipo de inclinação. Mais tarde verificou-se que os equipamentos analógicos não poderiam ser retirados, pois os mesmos servem como backup para os equipamentos digitais, em caso de queda de energia. No entanto, pensou-se em uma inclinação que não ultrapasse a altura do monitor LCD.
  16. 16. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosDIMINUIÇÃO DA ALTURA DA BANCADA DE CONTROLEO primeiro teste com o mock-up foi realizado pelos próprios proponentes da pesquisa,que representaram o maior homem.
  17. 17. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosDIMINUIÇÃO DA ALTURA DA BANCADA DE CONTROLEAlém disso, utilizou-se um adolescente, com uma média de altura de 1,60m, pararepresentar a menor mulher.
  18. 18. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de pequeno porte Fase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicos DIMINUIÇÃO DA ALTURA DA BANCADA DE CONTROLE Sugere-se a troca dos monitores atuais por telas LCD, permitindo a diminuição da profundidade da bancada e a regulagem para a visualização das informações.O monitor LCD permitirá que o controlador regule a inclinação datela, proporcionando angulações diferentes tanto para a realização datarefa sentado quanto em pé. A utilização deste tipo de monitortambém tem vantagem em relação a diminuição da profundidade dabancada (a mesma poderá terminar na linha pontilhada),aproximando o controlador para perto da janela da torre.
  19. 19. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosDIMINUIÇÃO DA ALTURA DA BANCADA DE CONTROLEDiante da impossibilidade de montar o mock-up dentro da torre de controle, por causado espaço reduzido da mesma, além do fato de não contar com o mesmo tipo decadeira utilizada pelos controladores em outros locais do aeroporto (os testes foramrealizados em uma área aberta, diante do pátio para o estacionamento de aeronavesde asa fixa), decidiu-se utilizar um assento que:•  Pudesse ser transportado com facilidade para qualquer local;•  Fosse compatível com a altura do modelo de cadeira utilizada pelos controladores. O banco escolhido para os testes com o mock-up é compatível com a altura da cadeira utilizada pelos controladores de tráfego aéreo.
  20. 20. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de pequeno porte Fase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicos DIMINUIÇÃO DA ALTURA DA BANCADA DE CONTROLE O mock-up foi levado até o aeroporto durante duas visitas, uma na parte da tarde e outra de manhã. Os controladores que estavam na torre foram convidados, um de cada vez, para avaliar a nova altura da bancada e dar qualquer tipo de opinião sobre a mesma.O mock-up foi montado em uma área aberta do aeroporto, diante do pátio para o estacionamento das aeronaves de asa fixa.Este pátio é paralelo a pista de pouso e decolagem, portanto o controlador poderia visualizar as aeronaves deste local(apesar de estar no mesmo nível que o solo).
  21. 21. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosDIMINUIÇÃO DA ALTURA DA BANCADA DE CONTROLE Neste momento, o controlador explica que a bancada não poderá ficar sem os instrumentos analógicos, pois os mesmos servem como backup em caso de queda de energia. Até então, pensava-se em descartar todos os equipamentos analógicos, eliminando a necessidade de utilizar uma bancada inclinada. A versão final do projeto conta com uma parte inclinada, localizada no posto “ponte” entre aeronaves em terra/vôo, e permanece reta nos postos de aeronaves em terra e em vôo.
  22. 22. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosDIMINUIÇÃO DA ALTURA DA BANCADA DE CONTROLEA linha pontilhada representa a profundidade da bancada. Com a utilização do monitorLCD, não há necessidade que a bancada se estenda além deste ponto, aproximando ocontrolador para perto da janela da torre. O retângulo vermelho representa a parededa torre de controle. Neste caso, a linha pontilhada representa a altura da parede da torre de controle.
  23. 23. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosDIMINUIÇÃO DA ALTURA DA BANCADA DE CONTROLEPercebeu-se que o banco utilizado nos testes não oferecia um encosto para o troncodo controlador. Novas avaliações foram feitas com um outro tipo de cadeira, a qualpossuía uma mesma altura em relação ao assento anterior.
  24. 24. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de pequeno porte Fase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicos DIMINUIÇÃO DA ALTURA DA BANCADA DE CONTROLE Um último aspecto não pode ser esquecido. A bancada contará com uma parte rebaixada para a colocação do monitor LCD, fazendo com que a altura do suporte deste monitor seja desconsiderada. Este fato irá melhorar ainda mais a visualização do pátio, da pista e do espaço aéreo. 3 2 1 1- Rebaixamento da bancada.A área indicada pelo pontilhado corresponde à altura dosuporte do monitor. Com a área rebaixada da bancada, 2- Nova altura do monitor.o controlador terá uma melhor visualização. 3- Altura do monitor antes do rebaixamento.
  25. 25. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosDIMINUIÇÃO DA ALTURA DA BANCADA DE CONTROLEAtravés da maquete abaixo, é possível observar o rebaixamento da nova bancada decontrole que será utilizado para a colocação dos monitores LCD. Além disso, estamaquete também serviu para o estudo da distribuição dos equipamentos de controle einstrumentos meteorológicos ao longo dos postos de trabalho. Vale lembrar que tanto aposição de aeronaves em terra quanto a posição de aeronaves em vôo utilizam osmesmos equipamentos (instrumentos meteorológicos e programa de computador parao controle de tráfego aéreo), enquanto o controlador que faz o trabalho de “ponte”entre aeronaves em terra/vôo utiliza somente o telefone. Rebaixamento da bancada de controle para a colocação dos monitores LCD.
  26. 26. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosDIMINUIÇÃO DA ALTURA DA BANCADA DE CONTROLEAproveitou-se a maquete para o estudo dos campos acionais dos postos de trabalho,de acordo com a nova proposta para a bancada de controle.
  27. 27. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosDIMINUIÇÃO DA ALTURA DA BANCADA DE CONTROLETodos os controladores ficaram satisfeitos com o novo tamanho da bancada. Afirmaramque estavam conseguindo visualizar a pista sem nenhum tipo de dificuldade eaprovaram a idéia da utilização de monitores LCD, da regulagem da inclinação da tela,da retirada das CPUs da parte de baixo da bancada (as mesmas serão colocadas naparede atrás dos controladores, em um móvel reunindo todas elas) e da aproximaçãodo posto de trabalho para perto da janela.Alguns controladores também sugeriram a utilização de equipamentos de rádio semfio, permitindo uma circulação livre dentro do espaço da torre de controle, além dadiminuição do número de aparelhos telefônicos e reorganização dos botões(interruptores) para o acionamento de luzes, alarmes, etc.
  28. 28. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosRESULTADO FINAL: NOVA BANCADA DE CONTROLEAbaixo é possível observar o resultado final proposto para a nova bancada de controledo aeroporto.
  29. 29. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosRESULTADO FINAL: NOVA BANCADA DE CONTROLE
  30. 30. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosRESULTADO FINAL: NOVA BANCADA DE CONTROLE POSTO DO CONTROLADOR 1 AERONAVES EM TERRA
  31. 31. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosRESULTADO FINAL: NOVA BANCADA DE CONTROLE POSTO DO CONTROLADOR 2 AERONAVES EM TERRA/EM VÔO
  32. 32. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosRESULTADO FINAL: NOVA BANCADA DE CONTROLE POSTO DO CONTROLADOR 3 AERONAVES EM VÔO
  33. 33. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de pequeno porte Fase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicos RESULTADO FINAL: NOVA BANCADA DE CONTROLE1. Pressão (digital).2. Vento, temperatura e pressão.3. Programa de computador para controle do tráfego.4. Pressão (aparelho analógico).5. Rádio de comunicação com o pátio.6. Vento (medido através do ponto médio da pista). 9 13 8 12 6 11 4 10 20 7 3 2 5 19 18 17 1 16 14 15 7. Interruptores (botão de luz, alarme, etc). 8. Vento (aparelho analógico). 9. Vento (aparelho analógico). 10. Rádio auxiliar.
  34. 34. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de pequeno porte Fase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicos RESULTADO FINAL: NOVA BANCADA DE CONTROLE11. Programa de computador para controle do tráfego.12. Vento, temperatura e pressão.13. Pressão.14. Rádio de comunicação com as aeronaves no solo.15. Teclado e mouse.16. Telefone (central PABX 1). 9 13 8 1217. Rádio. 6 11 4 10 20 7 3 2 5 19 18 17 1 16 14 15 18. Telefone (central PABX 2). 19. Teclado e mouse. 20. Rádio de comunicação com as aeronaves em vôo.
  35. 35. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosRESULTADO FINAL: NOVA BANCADA DE CONTROLE Maior mulher sentada na bancada. Medidas em milímetros (vista lateral) Como já foi dito anteriormente, o fato de considerar a maior mulher deve-se ao tamanho das suas coxas. Apesar da diferença em relação ao maior homem ser pequena, acredita-se que é significativa, podendo causar incômodo e desconforto caso não seja contemplada.
  36. 36. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLEA seguir será possível observar a validação da nova bancada de controle. É importanteressaltar que a bancada antiga está representada na cor cinza, facilitando acomparação entre o resultado atual e a proposta para os novos postos de trabalho doscontroladores de tráfego aéreo.
  37. 37. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLE 1- Nova bancada. 2- Bancada antiga. 1 2 Comparação entre a profundidade da nova bancada e da antiga. Vista lateral da torre de controle.
  38. 38. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLE
  39. 39. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLE 1- Nova bancada. 2- Bancada antiga. 1 2 Comparação entre a profundidade da nova bancada e da antiga. Vista superior da torre de controle.
  40. 40. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLE
  41. 41. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLE Bancada antiga. Nova bancada.
  42. 42. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLE
  43. 43. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLECom a nova bancada, a vista lateral do campo visual em pé dos controladores detráfego aéreo pode ser representado da seguinte forma. Campo visual, menor mulher em pé Campo visual, maior homem em pé
  44. 44. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLE Campo visual, menor mulher em pé Campo visual, maior homem em pé
  45. 45. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLECom a nova bancada, a vista lateral do campo visual sentado dos controladores detráfego aéreo pode ser representado da seguinte forma. Campo visual, menor mulher sentada Campo visual, maior homem sentado
  46. 46. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLE Campo visual, menor mulher sentada Campo visual, maior homem sentado
  47. 47. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLECom a nova bancada, a vista superior do campo visual dos controladores de tráfegoaéreo pode ser representado da seguinte forma. Campo visual, menor mulher Campo visual, maior homem
  48. 48. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de pequeno porte Fase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicos VALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLE Com a nova bancada, a vista lateral do campo acional em pé dos controladores de tráfego aéreo pode ser representado da seguinte forma. Campo acional, menor mulher em pé Campo acional, maior homem em péObservação: o manequim de contorno cinza representa o campo acional do controlador em relação à bancada antiga.
  49. 49. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLE Campo acional, menor mulher em pé Campo acional, maior homem em pé
  50. 50. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de pequeno porte Fase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicos VALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLE Com a nova bancada, a vista lateral do campo acional sentado dos controladores de tráfego aéreo pode ser representado da seguinte forma. Campo acional, menor mulher sentada Campo acional, maior mulher sentadaObservação: o manequim de contorno cinza representa o campo acional do controlador em relação à bancada antiga.
  51. 51. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLECampo acional, menor mulher sentada Campo acional, maior mulher sentada
  52. 52. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto de pequeno porte Fase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicos VALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLE Com a nova bancada, a vista lateral do campo acional sentado dos controladores de tráfego aéreo pode ser representado da seguinte forma. Campo acional, maior homem sentadoObservação: o manequim de contorno cinza representa o campo acional do controlador em relação à bancada antiga.
  53. 53. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLE Campo acional, maior homem sentado
  54. 54. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLECom a nova bancada, a vista superior do campo acional dos controladores de tráfegoaéreo pode ser representado da seguinte forma. Campo acional, menor mulher Campo acional, maior homem
  55. 55. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLEA maquete, utilizada anteriormente para a validação da reorganização da configuraçãodos postos de trabalho, foi mostrada novamente para os controladores, desta vez comos seguintes objetivos:•  Permitir a visualização do espaço ocupado pela bancada atual;•  Comparar os postos atuais com a solução proposta, mostrando o ganho de espaçointerno com a nova bancada.
  56. 56. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLEA vista em perspectiva das maquetes abaixo permite a visualização do espaço internoda torre de controle que é ocupado pela bancada atual.
  57. 57. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLEA vista frontal das duas maquetes abaixo permite a comparação entre a altura dabancada antiga e da nova proposta para os postos de trabalho.
  58. 58. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLEA vista lateral das duas maquetes abaixo permite a comparação entre a profundidadeda bancada antiga e da nova proposta para os postos de trabalho.
  59. 59. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosVALIDAÇÃO DA NOVA BANCADA DE CONTROLEA vista em perspectiva das duas maquetes abaixo permite a comparação entre abancada antiga e a nova proposta para os postos de trabalho.
  60. 60. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosSOLUÇÃO DE COMPROMISSOComo já foi dito anteriormente, este projeto de intervenção ergonomizadora teve comofoco os problemas mais graves, segundo a tabela GUT. Logo, procurou-se priorizar odesenvolvimento de uma solução capaz de eliminar as posturas prejudiciais para avisualização das aeronaves no pátio e na pista do aeroporto, assim como as quetrafegam no espaço aéreo ao redor.Uma nova bancada de controle, com altura e profundidade menores que as dabancada atual, foi proposta durante a fase de projetação ergonômica, sendo avaliadapelos controladores de tráfego aéreo e coordenadores do aeroporto nesta última etapado projeto, ou seja, a fase de avaliação, validação e/ou testes ergonômicos.No entanto, em virtude do tempo e verba disponíveis, alguns pontos ainda precisamser contemplados no projeto dos postos de trabalho da torre de controle do aeroportode pequeno porte, na tentativa de, futuramente, resolver outros problemas observados,como:
  61. 61. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosSOLUÇÃO DE COMPROMISSO•  Vários rádios e telefones funcionando ao mesmo tempo (GUT 75);•  Acionamento repetitivo do botão do rádio (GUT 64);•  Posturas prejudiciais devido à inadequação das cadeiras dos controladores (GUT 64).Vários rádios e telefones funcionando ao mesmo tempo:Este problema já foi resolvido Em parte. A nova bancada recomenda que os 4aparelhos de telefone atuais sejam substituídos por duas centrais PABX, que dáacesso respectivamente para os órgãos de controle de tráfego aéreo (prioridade),hotline com a sala S (controle dos planos de vôo), linha externa 1 e linha externa 2.Caso uma das centrais esteja sendo utilizada, a outra funcionaria como reserva. Aoinvés de um sinal sonoro, o telefone deverá indicar a chamada através de botõesluminosos, priorizando sempre as ligações de outros órgãos de controle de tráfegoaéreo. E para evitar que o excesso de ruídos entre os equipamentos de rádio etelefone atrapalhe a concentração do controlador de tráfego aéreo, o sujeito deverátrabalhar com equipamento de rádio auricular.
  62. 62. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosSOLUÇÃO DE COMPROMISSOAcionamento repetitivo do botão do rádio:Há a necessidade da realização de uma pesquisa entre os diversos tipos de aparelhosde rádio disponíveis no mercado, com o objetivo de encontrar um equipamento quepermita a comunicação através de outro tipo de acionamento (atualmente o controladorprecisa apertar o botão do rádio com o dedo da mão), ou pelo menos um aparelho quenão necessite de tanta pressão dos dedos para o acionamento do botão. Uma outracaracterística importante seria a utilização de rádios sem fio, permitindo a livremovimentação do controlador pelo espaço interno da torre de controle.Posturas prejudiciais devido à inadequação das cadeiras dos controladores:Não adianta propor uma nova bancada se as cadeiras da torre de controle continuamantigas, desconfortáveis e sem um apoio adequado para o tronco e para os pés(dependendo da regulagem, os pés não tocam no chão). Seguindo o exemplo do rádio,também há a necessidade da realização de uma pesquisa entre os diversos tipos decadeiras disponíveis no mercado, recomendando uma que esteja de acordo com atarefa realizada.
  63. 63. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosSOLUÇÃO DE COMPROMISSOEliminação da parede de concreto na parte da frente da torre de controle:Também foi abordada uma questão interessante, muito bem recebida peloscontroladores de tráfego aéreo e pela administração do aeroporto. Na tentativa demelhorar ainda mais a visualização do pátio, da pista e do espaço aéreo, propôs-seque a parte da frente da torre de controle eliminasse a parede de concreto e fosseconstruída apenas com vidro.A solução é válida, no entanto necessita de verbas para a sua implementação. Com aconstrução de uma nova torre de controle para aeroporto, em virtude dos jogos Pan-Americanos de 2007, talvez seja possível incluir estas mudanças.Até o momento apresentou-se a sugestão, conforme é possível observar através dasfotos das maquetes a seguir:
  64. 64. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosSOLUÇÃO DE COMPROMISSO As maquetes ilustram a utilização de uma parede toda de vidro na parte da frente da torre de controle. É possível comparar o ganho de espaço interno com a nova bancada, além da melhoria da visualização do pátio, da pista e do espaço aéreo.
  65. 65. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosCONCLUSÃOIndependente das soluções de compromisso apresentarem alguns pontos pendentesno que refere-se a realização do projeto de intervenção ergonomizadora, acredita-seque o objetivo do trabalho foi completamente atingido.Isto porque a metodologia proposta por MORAES e MONT`ALVÃO (2003) foiaprendida e apreendida, capacitando os proponentes desta pesquisa para a aplicaçãodas etapas de apreciação ergonômica, diagnose ergonômica, projetação ergonômica evalidação ergonômica, durante a realização de futuros trabalhos na área de ergonomia.Além disso, tanto os controladores de tráfego aéreo quanto a administração doaeroporto mostraram-se bastante satisfeitos com o trabalho realizado, e esperamimplementar o projeto em breve. Atualmente os proponentes da pesquisa aguardamuma reunião com a coordenação de navegação aérea do estado do Rio de Janeiro,onde todas as etapas da intervenção ergonomizadora serão apresentadas, com oobjetivo de incentivar a liberação de verbas para o desenvolvimento do projeto, tantona torre de controle atual quanto na que será construída para os jogos Pan-Americanos de 2007. Isto permitirá que as soluções propostas sejam testadas naprática, promovendo uma maior veracidade para a validação ergonômica e além darealização de possíveis ajustes no projeto.
  66. 66. Intervenção ergonomizadora nos postos de trabalho dos controladores de tráfego aéreo de um aeroporto depequeno porteFase 4: Avaliação, validação e/ou testes ergonômicosCONCLUSÃOPara finalizar, gostaríamos de agradecer aos professores Anamaria de Moraes eGiuseppe Amado por toda atenção, paciência e suporte ao longo do curso deespecialização, estendendo também estes agradecimentos para todos os outrosprofessores que nos auxiliaram durante todo o ano.Aos colegas de classe (nossos mais novos amigos), queremos dizer que foi um prazerter conhecido todos vocês, e com certeza os laços de carinho e amizade que seformaram por aqui continuarão por muito e muito tempo.Muito obrigado à todos!André MattosEduardo Rangel Brandão

×