SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 112
Baixar para ler offline
Eduardo Bregaida & Priscila Ruzza
eduardo.bregaida@sciensa.com
priscila.ruzza@sciensa.com
R. Augusta, 2840 Cerqueira César, São Paulo
www.sciensa.com.br
SCIENSA | Treinamentos
Treinamento Agile com Scrum
O que veremos?
● Conceitos
● BDD
● Qualidade
● TDD
● Base Ágil
● Scrum
● Problemas e Soluções
● Agile Umbrella
● Dúvidas
● Agradecimentos
Conceitos
Por onde começar?
Conceitos
DOMÍNIO
Negócio Complexo Pessoas
Linguagem de negócio
Problema Real
Conceitos
Conceitos
?
Conceitos
Ubiquitous Language
Conceitos
CONVERSA
Sobre o DOMÍNIO
Para criar um SISTEMA
E DEVEMOS FALAR A MESMA LÍNGUA
Conceitos
WHAT?
Conceitos
Conceitos
Como?
BDD
BDD - Behavior Driven Development
● Focado no comportamento do sistema
● Visa um desenvolvimento voltado a testes
● Usam uma linguagem comum
● Beneficia a todos: Desenvolvedores, QAs, POs e Clientes
● Comporta vários cenários e não apenas uma determinada função
● Possui um template padrão para as Histórias e Cenários
● Possui aspectos do DDD e conceitos fundamentais do TDD
BDD
BDD
Mas, o que?
Template de Histórias:
● Narrativa/Estória: (Nome)
○ Para (Valor do Negócio)
○ Eu, como (Cargo de quem executa)
○ Desejo poder realizar (Funcionalidade)
Story Templates:
● Story: (Name)
○ In order to (Business Value)
○ As a (Job Position)
○ I want to (Functionality)
BDD
Exemplo:
● Narrativa/História: Cadastro de Alunos
○ Para que meu sistema de gestão escolar
○ Eu, como um membro da secretaria
○ Desejo poder realizar o cadastro dos alunos da instituição
BDD
Template de Cenários:
● Cenários: (Nome)
○ Dado que (Estado inicial do sistema)
○ E (complemento/opcional)
○ Quando (Ação a ser realizada)
○ Então (O que deve fazer após a ação)
Scenarios Template:
● Scenario: (Name)
○ Given a (Initial state)
○ And (optional add-on)
○ When (Action to be taken)
○ Then (What should you do after the action)
BDD
Exemplo:
● Cenário I: Abrir tela de Cadastro de Aluno
○ Dado que a(o) secretária(o) selecione a opção Cadastrar Aluno
no menu
○ Quando clicar nesta opção
○ Então deverá ser aberta a tela contendo os dados para efetuar
o cadastro do aluno.
BDD
BDD
Qualidade
Qualidade
● Sistemas funcionando e com fácil manutenção
● Código Limpo
● Refatoração contínua
● Cobertura de Testes maior que 80%
● Utilizar TDD, Testes Unitários, Comportamentais (BDD), Integração e Performance
● Definir uma arquitetura que atenda ao cliente
Qualidade
Qualidade
Literatura obrigatória
E muito mais...
Qualidade
WOWWWW
WWWWWW
TDD
TDD- Test-driven development
● É uma técnica de desenvolvimento de software baseada em um ciclo curto de
repetições
● Escrever os testes antes de escrever o código de produção
● Ao escrever primeiro os testes temos:
○ Garantia de uma boa qualidade no código (mínimo de sujeira e códigos
esquecidos que nunca serão utilizados)
○ Garantia de funcionamento do que está sendo implementado
● Não estará estar tudo feito, conforme o desenvolvimento ocorre, cria-se o teste e o
código da solução
TDD
TDD
Como faço?
● Escreva um teste que falhe
● Faça-o passar da maneira mais simples possível
● Refatore o código
● É conhecido como Ciclo Vermelho-Verde-Refatora (Red-Green-Refactor)
TDD
TDD
TDD
Base Ágil
Base Ágil
Base Ágil
Base Ágil
O Manifesto
4 Valores
● Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas
● Software em funcionamento mais que documentação abrangente
● Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos
● Responder a mudanças mais que seguir um plano
Base Ágil
Base Ágil
12 Princípios ágeis
Base Ágil
Cool
Cool
Processos
Base Ágil
Processos
● Definidos
● Empíricos
Base Ágil
Base Ágil
Mais?
Processos Definidos
● São aqueles que determinam o que deve ser feito, quando e
como
● Quem já trabalhou com o “início e fim do projeto” sabe que a
utilização de um processo definido não garante o sucesso
Base Ágil
Processos Empíricos
● São aqueles que não se conhece todas as variáveis de
entrada para que possa estabelecer um processo repetível.
● O Scrum, parte do princípio que nem todas as características
do produto são conhecidas na análise e que provavelmente
os requisitos mudam com o passar do tempo
Base Ágil
Exemplo
● É como dirigir um carro, nunca se traça um destino em que a
chegada é em linha reta, sempre há pequenas correções até
seu destino
Base Ágil
Conclusão
● Processos empíricos baseados em inspeção e adaptação
devem ser utilizados sempre que os processos definidos
não forem adequados devido a complexidade do projeto
Base Ágil
Base Ágil
O Porco e a Galinha
Scrum
Scrum
O que é isso?
● Processo de desenvolvimento iterativo e incremental que pode ser
aplicado a qualquer produto ou no gerenciamento de qualquer
atividade complexa
● Criado por Jeff Sutherland e Ken Schwaber na década de 90
Scrum
Scrum
Como funciona?
● É um framework que conta com
○ Papéis
○ Timebox
○ Cerimônias
○ Eventos
○ Artefatos
○ Regras
Scrum
Scrum
Hummmm
Scrum
SCRUM
Transparência
Inspeção
Adaptação
Pilares do
SCRUM
Transparência
● Todos os envolvidos devem ser transparentes, diretos e confiarem uns
com os outros
● Todos devem ter coragem para disseminar tanto as informações boas
quanto as más
● Todos devem conhecer os objetivos do projeto e colaborar para que seja
alcançado
Scrum
Inspeção
● Verificações em produto, processos, aspectos comportamentais das
pessoas e boas práticas
● Identificar necessidade de melhorias ou variações indesejadas
Scrum
Adaptação
● O projeto deve ser adaptado às mudanças que porventura possam
ocorrer proveniente de necessidade do negócio do cliente
Scrum
Os 5 valores do SCRUM
Scrum
Comprometimento Coragem Foco
Abertura Respeito
Os 5 valores do SCRUM
● O Comprometimento com o time, com a entrega e na qualidade do produto ou serviço
● A Coragem para fazer o que precisa ser feito e tomar decisões mesmo que difíceis
● Foco no cliente, resultado e objetivos do negócio
● Abertura para permitir que as pessoas sejam transparentes e tenhamos um ambiente seguro
para compartilhar o conhecimento
● E o respeito às pessoas e organizações
Scrum
Papéis
Scrum
Product Owner Scrum Master Time
PO - Product Owner
● Prioriza as atividades no Backlog
● Garante que a entrega está adequada com a expectativa do negócio
● Responsável por garantir o Retorno sobre o Investimento (ROI)
● Responsável pelo alinhamento do projeto e expectativas com Stakeholders (se houver)
● Gerência, negocia, prioriza e cria os itens do Product Backlog
● O PO ajuda o time a garantir que os itens do backlog estão “Ready” conforme a DOR e os itens
entregues estão “Done” conforme a DOD.
Scrum
SM - Scrum Master
● É um líder servidor
● Remove os impedimentos
● É autoridade no processo e um agente de mudanças
● Coach
● Escudo contra interferência
● Auxilia o Product Owner e o time
● Treina e garante que todos estão utilizando o processo
Scrum
Time
● Função do SCRUM Team é ser auto-organizado
● Define as metas dos Sprints e negocia com o PO
● Produz com qualidade e valor para o PO
● Focado nos objetivos estabelecidos com o PO
● Busca aprender e melhorar continuamente seu trabalho
● O time é responsável pelas estimativas
Scrum
Cerimônias e Artefatos
● Product Backlog (Artefato)
● Sprint Pre-Planning/Refinamento (Evento)
● Sprint Planning Meeting (Evento)
○ Planning Poker
● Sprint Backlog (Artefato)
● Daily Scrum (Evento)
● Sprint Review Meeting (Evento)
● Sprint Retrospective (Evento)
Scrum
Product Backlog
● Lista com as funcionalidades para o produto
● O conteúdo é definido e priorizado pelo PO
● Não necessita estar completo
● Com o tempo o Product Backlog cresce ou diminui dependendo do
que o PO necessita
Scrum
Sprint Pré-Planning/Refinamento
● Reunião com o PO, Scrum Master e Scrum Team
● PO descreve as funcionalidades
● A equipe questiona e tira dúvidas
● Se necessário haverá um refinamento da(s) história(s)
● Time pontua as histórias, quebra as tasks, estima as tasks que
estiverem entendidas
Scrum
Sprint Planning Meeting
● Reunião com o P.O., Scrum Master e Scrum Team
● P.O. descreve as funcionalidades refinadas
● A equipe questiona, pontua e quebra as tasks com estimativas
● Reavalia as estimativas realizadas na Pre-Planning
● No final é gerado o Sprint Backlog
● Scrum Team e o P.O. definirão o objetivo
Scrum
Planning Poker
● Estimar o esforço das funcionalidades
● Números menores mais simples
● Números maiores são mais complexos
● Coringas:
○ Café - 15 minutos para uma pausa
○ ? - Não foi entendido alguma funcionalidade falada
Scrum
Planning Poker - Exemplo (0, 1, 3, 5, 8 e 13)
Scrum
Planning Poker - Exemplo
Scrum
1 3 8 13
5
Sprint
● Funcionalidades escolhidas na Sprint Planning Meeting na Coluna À Fazer
● É definido um prazo para o Sprint (1, 2, 3 ou 4 semanas)
○ O prazo é mantido até o final do projeto
● Considera-se Sucesso:
○ Quando todas as tarefas estiverem na Coluna Finalizado
● Finalizado com Falha:
○ Quando o tempo estourar (2 semanas por exemplo) e/ou funcionalidades mal
implementadas e sem qualidade
Scrum
Quadro KANBAN
● No quadro é colocado as histórias da Sprint Backlog com suas tasks
● Os Post its são importantes
● Serve para avaliar o andamento e organizar a quantidade de itens restantes
● Pode utilizar as cores para definir o esforço facilitando a visualização dos
itens que devem ser atacados primeiro
Scrum
Daily Scrum
● Reunião em Pé com tempo MÁXIMO 15 minutos
● Deverá ser respondida apenas 3 perguntas:
○ O que você fez ontem?
○ O que você fará hoje?
○ Há algum impedimento no seu caminho?
● É uma reunião FOCADA
○ Não é para resolver problemas
○ Não é Status Report
Scrum
Burndown Chart
Scrum
Velocity Chart
Scrum
Cumulative Flow Diagram (CFD)
Scrum
Sprint Review Meeting
● No final de cada Sprint é feito um Sprint Review Meeting
● É mostrado o que foi alcançado no Sprint
● Nesta reunião estará o P.O., Scrum Team, Scrum Master, Stakeholders e convidados
podem dar feedbacks
● Atualizar o Backlog
● O mais importante é que o objetivo esteja realizado
Scrum
Sprint Retrospective
● Ocorre ao final do Sprint
● Utilizado para avaliar:
○ O que está indo bem
○ O que está indo mal
○ E quais ações serão tomadas para melhorar
Scrum
Scrum
E depois?
Scrum
Começa tudo outra vez até o término do projeto
Scrum
Parece perfeito...
Problemas e Soluções
Principais Problemas
Problemas e Soluções
Agilidade não significa velocidade
Problemas e Soluções
Developer Scrum Master
Problemas e Soluções
Skill de Scrum Master?
Problemas e Soluções
Multitarefa
Problemas e Soluções
Complexo da mulher grávida
Problemas e Soluções
Síndrome do Estudante
Problemas e Soluções
Pessimistas Imperadores Antissocial
Problemas comportamentais individuais
Problemas e Soluções
Falta de atenção nas cerimônias
Problemas e Soluções
Falta de estudo
Problemas e Soluções
Chefes com chapéu de Scrum Masters ou POs
Problemas e Soluções
Chickens no Projeto
Problemas e Soluções
Daily Scrum Fail
Problemas e Soluções
Problemas/Impedimentos
Problemas e Soluções
Scrwaterfall
Problemas e Soluções
Ciclo de Projetos de Software
Problemas e Soluções
São muitos problemas
Problemas e Soluções
Principais Soluções
Problemas e Soluções
União da equipe
Problemas e Soluções
Skill de Scrum Master
Problemas e Soluções
Garanta Pigs no seu time
Problemas e Soluções
Treinamento é tudo, INVISTA em você
Problemas e Soluções
Seja um líder não um chefe
Problemas e Soluções
Liberte-se das más influências
Problemas e Soluções
Evite o complexo de Pinky e Cérebro
Problemas e Soluções
O time deve se ajudar
Problemas e Soluções
Quebre as barreiras da comunicação
Problemas e Soluções
Scrum Master não é porta-voz
Problemas e Soluções
Scrum Master não é psicólogo
Problemas e Soluções
Celebre as Sprints com Sucesso
Problemas e Soluções
A vida começa a sorrir
novamente
Agile Umbrella
Dúvidas
Agradecimentos
Obrigado
#vamosjuntos
Agradecimentos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Scrum em 15 minutos
Scrum em 15 minutosScrum em 15 minutos
Scrum em 15 minutosSerge Rehem
 
O que Evitar na Escrita de Criterios de Aceite
O que Evitar na Escrita de Criterios de AceiteO que Evitar na Escrita de Criterios de Aceite
O que Evitar na Escrita de Criterios de AceiteElias Nogueira
 
Scrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do Scrum
Scrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do ScrumScrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do Scrum
Scrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do ScrumAndré Borgonovo
 
Como deixar o planning, a daily, a review e a retrospectiva mais objetivas
Como deixar o planning, a daily, a review e a retrospectiva mais objetivasComo deixar o planning, a daily, a review e a retrospectiva mais objetivas
Como deixar o planning, a daily, a review e a retrospectiva mais objetivastdc-globalcode
 
Workshop Scrum - 8 horas
Workshop Scrum - 8 horasWorkshop Scrum - 8 horas
Workshop Scrum - 8 horasWise Systems
 
Técnicas de Priorização de Backlog
Técnicas de Priorização de BacklogTécnicas de Priorização de Backlog
Técnicas de Priorização de BacklogDionatan default
 
Metodologias ágeis de desenvolvimento de software por Givanaldo Rocha
Metodologias ágeis de desenvolvimento de software por Givanaldo RochaMetodologias ágeis de desenvolvimento de software por Givanaldo Rocha
Metodologias ágeis de desenvolvimento de software por Givanaldo RochaFernando Palma
 
Projeto e Desenvolvimento de Software
Projeto e Desenvolvimento de SoftwareProjeto e Desenvolvimento de Software
Projeto e Desenvolvimento de SoftwareAragon Vieira
 

Mais procurados (20)

Gestão de Projetos Ágeis
Gestão de Projetos ÁgeisGestão de Projetos Ágeis
Gestão de Projetos Ágeis
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Agile SCRUM
Agile SCRUMAgile SCRUM
Agile SCRUM
 
Scrum em 15 minutos
Scrum em 15 minutosScrum em 15 minutos
Scrum em 15 minutos
 
O que Evitar na Escrita de Criterios de Aceite
O que Evitar na Escrita de Criterios de AceiteO que Evitar na Escrita de Criterios de Aceite
O que Evitar na Escrita de Criterios de Aceite
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Treinamento Ágil / Scrum
Treinamento Ágil / ScrumTreinamento Ágil / Scrum
Treinamento Ágil / Scrum
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Aula - Metodologias Ágeis
Aula - Metodologias ÁgeisAula - Metodologias Ágeis
Aula - Metodologias Ágeis
 
Trabalho scrum
Trabalho scrumTrabalho scrum
Trabalho scrum
 
Scrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do Scrum
Scrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do ScrumScrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do Scrum
Scrum - As Regras do Jogo segundo o Guia do Scrum
 
Scrum Product Owner
Scrum Product OwnerScrum Product Owner
Scrum Product Owner
 
Como deixar o planning, a daily, a review e a retrospectiva mais objetivas
Como deixar o planning, a daily, a review e a retrospectiva mais objetivasComo deixar o planning, a daily, a review e a retrospectiva mais objetivas
Como deixar o planning, a daily, a review e a retrospectiva mais objetivas
 
Workshop Scrum - 8 horas
Workshop Scrum - 8 horasWorkshop Scrum - 8 horas
Workshop Scrum - 8 horas
 
Técnicas de Priorização de Backlog
Técnicas de Priorização de BacklogTécnicas de Priorização de Backlog
Técnicas de Priorização de Backlog
 
Exemplos de User Stories
Exemplos de User StoriesExemplos de User Stories
Exemplos de User Stories
 
Metodologias ágeis de desenvolvimento de software por Givanaldo Rocha
Metodologias ágeis de desenvolvimento de software por Givanaldo RochaMetodologias ágeis de desenvolvimento de software por Givanaldo Rocha
Metodologias ágeis de desenvolvimento de software por Givanaldo Rocha
 
Scrum - evolução contínua
Scrum - evolução contínuaScrum - evolução contínua
Scrum - evolução contínua
 
Projeto e Desenvolvimento de Software
Projeto e Desenvolvimento de SoftwareProjeto e Desenvolvimento de Software
Projeto e Desenvolvimento de Software
 
Prototipagem
PrototipagemPrototipagem
Prototipagem
 

Semelhante a Treinamento Agile Scrum em

Netshoes metodologia
Netshoes metodologiaNetshoes metodologia
Netshoes metodologiaAle Uehara
 
Scrum - Faça o dobro do trabalho na metade do tempo
Scrum - Faça o dobro do trabalho na metade do tempoScrum - Faça o dobro do trabalho na metade do tempo
Scrum - Faça o dobro do trabalho na metade do tempoFernando Fagonde
 
Aplicando métodos ágeis utilizando o Framework SCRUM
Aplicando métodos ágeis utilizando o Framework  SCRUMAplicando métodos ágeis utilizando o Framework  SCRUM
Aplicando métodos ágeis utilizando o Framework SCRUMSony Maia
 
Métodos Ágeis - Manifesto Ágil, Scrum e XP
Métodos Ágeis - Manifesto Ágil, Scrum e XPMétodos Ágeis - Manifesto Ágil, Scrum e XP
Métodos Ágeis - Manifesto Ágil, Scrum e XPJoaquim Lopes Júnior
 
Introdução a metodologias Ágeis e o Framework scrum
Introdução a metodologias Ágeis e o Framework scrumIntrodução a metodologias Ágeis e o Framework scrum
Introdução a metodologias Ágeis e o Framework scrumAdriano Negrão
 
Palestra : Scrum : A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo !
Palestra : Scrum : A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo !Palestra : Scrum : A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo !
Palestra : Scrum : A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo !Ari Amaral
 
Metodologias Ágeis para Gestão e Planejamento de Projetos Scrum - XP - Kanban
Metodologias Ágeis para Gestão e Planejamento de Projetos Scrum - XP - KanbanMetodologias Ágeis para Gestão e Planejamento de Projetos Scrum - XP - Kanban
Metodologias Ágeis para Gestão e Planejamento de Projetos Scrum - XP - KanbanMatheus Costa
 
Palestra de SCRUM em Juazeiro
Palestra de SCRUM em JuazeiroPalestra de SCRUM em Juazeiro
Palestra de SCRUM em JuazeiroPaulo Furtado
 
Introdução ao desenvolvimento ágil com Scrum
Introdução ao desenvolvimento ágil com ScrumIntrodução ao desenvolvimento ágil com Scrum
Introdução ao desenvolvimento ágil com ScrumInove
 
Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.
Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.
Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.Rafael de Oliveira
 
Scrum - Gestão Ágil de Projetos de Software
Scrum - Gestão Ágil de Projetos de SoftwareScrum - Gestão Ágil de Projetos de Software
Scrum - Gestão Ágil de Projetos de SoftwareLucas Gonçalves Nadalete
 

Semelhante a Treinamento Agile Scrum em (20)

Netshoes metodologia
Netshoes metodologiaNetshoes metodologia
Netshoes metodologia
 
Netshoes metodologia
Netshoes metodologiaNetshoes metodologia
Netshoes metodologia
 
Scrum workshop
Scrum   workshopScrum   workshop
Scrum workshop
 
Scrum - Faça o dobro do trabalho na metade do tempo
Scrum - Faça o dobro do trabalho na metade do tempoScrum - Faça o dobro do trabalho na metade do tempo
Scrum - Faça o dobro do trabalho na metade do tempo
 
Aplicando métodos ágeis utilizando o Framework SCRUM
Aplicando métodos ágeis utilizando o Framework  SCRUMAplicando métodos ágeis utilizando o Framework  SCRUM
Aplicando métodos ágeis utilizando o Framework SCRUM
 
Métodos Ágeis - Manifesto Ágil, Scrum e XP
Métodos Ágeis - Manifesto Ágil, Scrum e XPMétodos Ágeis - Manifesto Ágil, Scrum e XP
Métodos Ágeis - Manifesto Ágil, Scrum e XP
 
DDD + BDD + TDD + Scrum
DDD + BDD + TDD + ScrumDDD + BDD + TDD + Scrum
DDD + BDD + TDD + Scrum
 
Workshop Hands-On de Scrum
Workshop Hands-On de ScrumWorkshop Hands-On de Scrum
Workshop Hands-On de Scrum
 
Introdução a metodologias Ágeis e o Framework scrum
Introdução a metodologias Ágeis e o Framework scrumIntrodução a metodologias Ágeis e o Framework scrum
Introdução a metodologias Ágeis e o Framework scrum
 
Palestra : Scrum : A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo !
Palestra : Scrum : A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo !Palestra : Scrum : A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo !
Palestra : Scrum : A arte de fazer o dobro do trabalho na metade do tempo !
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Metodologias Ágeis para Gestão e Planejamento de Projetos Scrum - XP - Kanban
Metodologias Ágeis para Gestão e Planejamento de Projetos Scrum - XP - KanbanMetodologias Ágeis para Gestão e Planejamento de Projetos Scrum - XP - Kanban
Metodologias Ágeis para Gestão e Planejamento de Projetos Scrum - XP - Kanban
 
Palestra de SCRUM em Juazeiro
Palestra de SCRUM em JuazeiroPalestra de SCRUM em Juazeiro
Palestra de SCRUM em Juazeiro
 
Palestra: Scrum e seus papéis
Palestra: Scrum e seus papéisPalestra: Scrum e seus papéis
Palestra: Scrum e seus papéis
 
Scrum trainning
Scrum trainningScrum trainning
Scrum trainning
 
Introdução ao desenvolvimento ágil com Scrum
Introdução ao desenvolvimento ágil com ScrumIntrodução ao desenvolvimento ágil com Scrum
Introdução ao desenvolvimento ágil com Scrum
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 
Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.
Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.
Palestra sobre Fundamentos do Scrum e Kanban.
 
Scrum - Gestão Ágil de Projetos de Software
Scrum - Gestão Ágil de Projetos de SoftwareScrum - Gestão Ágil de Projetos de Software
Scrum - Gestão Ágil de Projetos de Software
 
Scrum
ScrumScrum
Scrum
 

Mais de Eduardo Bregaida

Treinamento Agile com Scrum - V2
Treinamento Agile com Scrum - V2Treinamento Agile com Scrum - V2
Treinamento Agile com Scrum - V2Eduardo Bregaida
 
Aviação Civil LT sciensa
Aviação Civil  LT sciensaAviação Civil  LT sciensa
Aviação Civil LT sciensaEduardo Bregaida
 
Management 3.0 - V. Revisada
Management 3.0 - V. RevisadaManagement 3.0 - V. Revisada
Management 3.0 - V. RevisadaEduardo Bregaida
 
Java+DDD+BDD+TDD=Sucesso Total
Java+DDD+BDD+TDD=Sucesso TotalJava+DDD+BDD+TDD=Sucesso Total
Java+DDD+BDD+TDD=Sucesso TotalEduardo Bregaida
 
DDD + BDD + TDD - RF 2015
DDD + BDD + TDD - RF 2015 DDD + BDD + TDD - RF 2015
DDD + BDD + TDD - RF 2015 Eduardo Bregaida
 
Scrum - IMES 2013 (Remodelada)
Scrum - IMES 2013 (Remodelada)Scrum - IMES 2013 (Remodelada)
Scrum - IMES 2013 (Remodelada)Eduardo Bregaida
 
Cultura da Empresa - um problema na Adoção Ágil - Conexão Java
Cultura da Empresa - um problema na Adoção Ágil - Conexão JavaCultura da Empresa - um problema na Adoção Ágil - Conexão Java
Cultura da Empresa - um problema na Adoção Ágil - Conexão JavaEduardo Bregaida
 
Scrum - passos e desafios - agile tour
Scrum - passos e desafios - agile tourScrum - passos e desafios - agile tour
Scrum - passos e desafios - agile tourEduardo Bregaida
 
Cultura da empresa - um problema na adoção ágil
Cultura da empresa - um problema na adoção ágilCultura da empresa - um problema na adoção ágil
Cultura da empresa - um problema na adoção ágilEduardo Bregaida
 
Refatoração de código com Capitão Nascimento versão completa
Refatoração de código com Capitão Nascimento versão completaRefatoração de código com Capitão Nascimento versão completa
Refatoração de código com Capitão Nascimento versão completaEduardo Bregaida
 
Falhas nos projetos é culpa da Cultura da Empresa e não das metodologias ágeis
Falhas nos projetos é culpa da Cultura da Empresa e não das metodologias ágeisFalhas nos projetos é culpa da Cultura da Empresa e não das metodologias ágeis
Falhas nos projetos é culpa da Cultura da Empresa e não das metodologias ágeisEduardo Bregaida
 

Mais de Eduardo Bregaida (20)

War Room - Bregaida - V1
War Room - Bregaida - V1War Room - Bregaida - V1
War Room - Bregaida - V1
 
Feedbacks - V1
Feedbacks - V1Feedbacks - V1
Feedbacks - V1
 
Treinamento Agile com Scrum - V2
Treinamento Agile com Scrum - V2Treinamento Agile com Scrum - V2
Treinamento Agile com Scrum - V2
 
Aviação Civil LT sciensa
Aviação Civil  LT sciensaAviação Civil  LT sciensa
Aviação Civil LT sciensa
 
Management 3.0 - V. Revisada
Management 3.0 - V. RevisadaManagement 3.0 - V. Revisada
Management 3.0 - V. Revisada
 
Minha história
Minha históriaMinha história
Minha história
 
Java acsp
Java acspJava acsp
Java acsp
 
Aula 15 minutos
Aula 15 minutosAula 15 minutos
Aula 15 minutos
 
Java+DDD+BDD+TDD=Sucesso Total
Java+DDD+BDD+TDD=Sucesso TotalJava+DDD+BDD+TDD=Sucesso Total
Java+DDD+BDD+TDD=Sucesso Total
 
DDD + BDD + TDD - RF 2015
DDD + BDD + TDD - RF 2015 DDD + BDD + TDD - RF 2015
DDD + BDD + TDD - RF 2015
 
DDD - Linguagem Ubíqua
DDD - Linguagem UbíquaDDD - Linguagem Ubíqua
DDD - Linguagem Ubíqua
 
Scrum - IMES 2013 (Remodelada)
Scrum - IMES 2013 (Remodelada)Scrum - IMES 2013 (Remodelada)
Scrum - IMES 2013 (Remodelada)
 
Spring MVC - QConSP
Spring MVC - QConSPSpring MVC - QConSP
Spring MVC - QConSP
 
Cultura da Empresa - um problema na Adoção Ágil - Conexão Java
Cultura da Empresa - um problema na Adoção Ágil - Conexão JavaCultura da Empresa - um problema na Adoção Ágil - Conexão Java
Cultura da Empresa - um problema na Adoção Ágil - Conexão Java
 
Scrum - passos e desafios - agile tour
Scrum - passos e desafios - agile tourScrum - passos e desafios - agile tour
Scrum - passos e desafios - agile tour
 
Cultura da empresa - um problema na adoção ágil
Cultura da empresa - um problema na adoção ágilCultura da empresa - um problema na adoção ágil
Cultura da empresa - um problema na adoção ágil
 
Refatoração de código com Capitão Nascimento versão completa
Refatoração de código com Capitão Nascimento versão completaRefatoração de código com Capitão Nascimento versão completa
Refatoração de código com Capitão Nascimento versão completa
 
Falhas nos projetos é culpa da Cultura da Empresa e não das metodologias ágeis
Falhas nos projetos é culpa da Cultura da Empresa e não das metodologias ágeisFalhas nos projetos é culpa da Cultura da Empresa e não das metodologias ágeis
Falhas nos projetos é culpa da Cultura da Empresa e não das metodologias ágeis
 
Virus em Hw
Virus em HwVirus em Hw
Virus em Hw
 
JSF & REST
JSF & RESTJSF & REST
JSF & REST
 

Treinamento Agile Scrum em