E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS

EXPOSIÇÃO DE TRABALHOS
Nº   Data de exposição   Disciplina    Assunto       ...
E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS

Nº   Data de exposição   Disciplina    Assunto         Monitores?




      ...
E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS



Nº   Data de exposição   Disciplina    Assunto         Monitores?




    ...
E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS

APRESENTAÇÕES REALIZADAS




Nº   Data apresentação   Disciplina   Tipo    A...
E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS

Nº   Data apresentação   Disciplina           Assunto

                     ...
E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS

CRONOGRAMA ANUAL DE ATIVIDADES
AÇÃO:

OBJETIVO:



DATA           2010 FASE ...
E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS



AÇÃO:

OBJETIVO:



DATA           2010 FASE 1:

DATA           2010 FASE ...
E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS

AÇÃO:

OBJETIVO:



DATA           2010 FASE 1:

DATA           2010 FASE 2:...
E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS

AÇÃO:

OBJETIVO:



DATA           2010 FASE 1:

DATA           2010 FASE 2:...
E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS

AÇÃO:

OBJETIVO:



DATA           2010 FASE 1:

DATA           2010 FASE 2:...
E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS

AÇÃO:

OBJETIVO:



DATA           2010 FASE 1:

DATA           2010 FASE 2:...
E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS



         ASPECTOS PROCEDIMENTAIS DO CORPO DOCENTE




      A Direção da E...
E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS

           CIONÁRIO COM O SEU NÚMERO DA LISTA DE CHAMADA. No ato da devo-
  ...
E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS

                       No campo de observações; anotar entrada de alunos co...
E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS



   SOLICITAÇÕES DE TRABALHOS AOS ALUNOS:
      o Conhecer a biblioteca, s...
E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS

o Especial cuidado com a forma de tratar nossos alunos, palavras e gestos in...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

PPP UACURY - ANEXO_Fichas

851 visualizações

Publicada em

Fichas de acompanhamento e proposta de ação por parte da comuniadde escolar em busca de otimizar o trabalho pedagógico

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
851
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PPP UACURY - ANEXO_Fichas

  1. 1. E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS EXPOSIÇÃO DE TRABALHOS Nº Data de exposição Disciplina Assunto Monitores? 277
  2. 2. E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS Nº Data de exposição Disciplina Assunto Monitores? 278
  3. 3. E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS Nº Data de exposição Disciplina Assunto Monitores? 279
  4. 4. E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS APRESENTAÇÕES REALIZADAS Nº Data apresentação Disciplina Tipo Assunto 280
  5. 5. E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS Nº Data apresentação Disciplina Assunto Tipo 281
  6. 6. E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS CRONOGRAMA ANUAL DE ATIVIDADES AÇÃO: OBJETIVO: DATA 2010 FASE 1: DATA 2010 FASE 2: DATA 2010 FASE 3: DATA 2010 FASE 4: DATA 2010 FASE 5: DATA 2010 FASE 6: AÇÃO: OBJETIVO: DATA 2010 FASE 1: DATA 2010 FASE 2: DATA 2010 FASE 3: DATA 2010 FASE 4: DATA 2010 FASE 5: DATA 2010 FASE 6: AÇÃO: OBJETIVO: DATA 2010 FASE 1: DATA 2010 FASE 2: DATA 2010 FASE 3: 282
  7. 7. E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS AÇÃO: OBJETIVO: DATA 2010 FASE 1: DATA 2010 FASE 2: DATA 2010 FASE 3: DATA 2010 FASE 4: DATA 2010 FASE 5: DATA 2010 FASE 6: AÇÃO: OBJETIVO: DATA 2010 FASE 1: DATA 2010 FASE 2: DATA 2010 FASE 3: DATA 2010 FASE 4: DATA 2010 FASE 5: DATA 2010 FASE 6: AÇÃO: OBJETIVO: DATA 2010 FASE 1: DATA 2010 FASE 2: DATA 2010 FASE 3: 283
  8. 8. E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS AÇÃO: OBJETIVO: DATA 2010 FASE 1: DATA 2010 FASE 2: DATA 2010 FASE 3: DATA 2010 FASE 4: DATA 2010 FASE 5: DATA 2010 FASE 6: AÇÃO: OBJETIVO: DATA 2010 FASE 1: DATA 2010 FASE 2: DATA 2010 FASE 3: DATA 2010 FASE 4: DATA 2010 FASE 5: DATA 2010 FASE 6: AÇÃO: OBJETIVO: DATA 2010 FASE 1: DATA 2010 FASE 2: DATA 2010 FASE 3: 284
  9. 9. E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS AÇÃO: OBJETIVO: DATA 2010 FASE 1: DATA 2010 FASE 2: DATA 2010 FASE 3: DATA 2010 FASE 4: DATA 2010 FASE 5: DATA 2010 FASE 6: AÇÃO: OBJETIVO: DATA 2010 FASE 1: DATA 2010 FASE 2: DATA 2010 FASE 3: DATA 2010 FASE 4: DATA 2010 FASE 5: DATA 2010 FASE 6: AÇÃO: OBJETIVO: DATA 2010 FASE 1: DATA 2010 FASE 2: DATA 2010 FASE 3: 285
  10. 10. E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS AÇÃO: OBJETIVO: DATA 2010 FASE 1: DATA 2010 FASE 2: DATA 2010 FASE 3: DATA 2010 FASE 4: DATA 2010 FASE 5: DATA 2010 FASE 6: AÇÃO: OBJETIVO: DATA 2010 FASE 1: DATA 2010 FASE 2: DATA 2010 FASE 3: DATA 2010 FASE 4: DATA 2010 FASE 5: DATA 2010 FASE 6: AÇÃO: OBJETIVO: DATA 2010 FASE 1: DATA 2010 FASE 2: DATA 2010 FASE 3: 286
  11. 11. E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS AÇÃO: OBJETIVO: DATA 2010 FASE 1: DATA 2010 FASE 2: DATA 2010 FASE 3: DATA 2010 FASE 4: DATA 2010 FASE 5: DATA 2010 FASE 6: AÇÃO: OBJETIVO: DATA 2010 FASE 1: DATA 2010 FASE 2: DATA 2010 FASE 3: DATA 2010 FASE 4: DATA 2010 FASE 5: DATA 2010 FASE 6: AÇÃO: OBJETIVO: DATA 2010 FASE 1: DATA 2010 FASE 2: DATA 2010 FASE 3: 287
  12. 12. E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS ASPECTOS PROCEDIMENTAIS DO CORPO DOCENTE A Direção da E.E. Prof. Uacury Ribeiro de Assis Bastos vem através deste, relatar, relembrar, conscientizar e informar sobre algumas normas e procedimentos necessários ao bom andamento administrativo, funcional e pedagógico da unidade escolar. Observe com atenção para não ter prejuízo em seus vencimentos; bem como comprometer a qualidade do processo de ensino e aprendizagem de nossos alunos.  FALTAS: Preencha o “Requerimento de justificativa de faltas”; especificando o caráter: Abono, justificação, médico, doação de sangue, etc. Entregar no dia letivo se- guinte à falta o atestado médico. o Atenção: Não é responsabilidade da unidade escolar, caracterizar falta como “abonada”, já que esta é uma deferência da direção, mediante o requerimento apresentado. o Avise com antecedência mínima de 02 dias úteis, as ausências previstas. o Atraso: Não é permitido ao professor entrar com atraso para ministrar suas au- las. Neste caso será consignada “falta-aula”. o Licenças: A “Guia de Perícia Médica” será fornecida mediante apresentação do respectivo atestado médico. o Boletim de Ocorrência - B.O – O professor que ministra aulas em mais de uma unidade escolar deve retirar/entregar o B.O no 1º dia útil do mês subse- qüente. o Registro da falta: Registrar com pontualidade a falta no “Diário de Classe”, mencionando se esta foi ministrada por professor eventual.  PLANEJAMENTO: É de responsabilidade do professor a entrega de forma pontual. Será instrumento (03 cópias) para a equipe gestora e equipe pedagógica da Diretoria de Ensino de Campinas Leste, e uma cópia para arquivo. As cópias serão providenci- adas pela unidade escolar. o Conforme explanação no Planejamento do início do ano, divulgaremos formas de ensino, dinâmicas e conteúdos para os pais, de forma que possam ajudar e compartilhar ações durante o processo.  MATERIAIS: A solicitação de materiais alternativos e/ou complementares deve ser fei- ta, ao PCP, com antecedência mínima de 01 semana. o No caso de materiais que a escola não possua, o professor fará a solicita- ção ao PCP. Sua aquisição dependerá do custo, verbas específicas disponí- veis, período e contextualização com o currículo. o Cartolina: Sua utilização deve ser definida pelo professor em conjunto com o PCP. Temos a possibilidade de utilização do papel Kraft/bobina, que conse- guimos junto a parceiros. o Giz: Recolher TODOS ao final de sua aula. o Dicionários: Ficam na sala do PCP e podem ser solicitados no dia da aula. Pedir ao inspetor para que providencie. Utilizá-los da forma sugerida em reuni- ão: CADA DICIONÁRIO TEM UM NÚMERO. O ALUNO DEVE PEGAR O DI- 288
  13. 13. E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS CIONÁRIO COM O SEU NÚMERO DA LISTA DE CHAMADA. No ato da devo- lução dos mesmos, o professor observa se houve “avarias”.  SALA DE ATIVIDADES (Sala 10): Sua utilização deve ser agendada com o PCP.  SALA MULTIUSO: Sua utilização deve ser agendada com o PCP, sendo necessário o preenchimento de pequeno relatório, que descreva objetivos, forma de trabalho e as- pectos contextuais. o ATENÇÃO: Dentro da sala não é permitido mascar chicletes, chupar balas, pi- rulitos ou qualquer outra guloseima, salgados, refrigerantes, etc. As cadeiras devem permanecer na “posição padrão”, salvo condições especiais. Atentar para que os alunos não coloquem os pés nas cadeiras e nem as reclinem ou qualquer outro comportamento que possa danificar este espaço.  BIBLIOTECA: Até conseguirmos funcionário específico para a biblioteca, os emprés- timos serão feitos exclusivamente pelos gestores – Direção, Vice-Direção e Coorde- nação Pedagógica. o O professor deve apresentar sua carteirinha no momento do empréstimo. o Para os professores de leitura, no caso de retirada dos livros para uso em sala com os alunos, os prazos serão distintos do especificado nas regras da biblioteca. o Projeto Leitura Viva: Segue procedimentos e cronograma pré-determinados. o DVDs, CDs, CDRoms e Fitas VHS: Estão na biblioteca. Sua retirada segue o critério usado para o acervo literário. o Biblioteca do professor:Todos os livros recebidos estão disponíveis para consulta ou empréstimo; com os mesmos critérios citados anteriormente. o Acervo de projetos específicos: Temas como Segurança no trânsito, Aids, Gravidez na adolescência, Meio Ambiente, Reciclagem, entre outros estão disponíveis. A retirada e aplicação deste material, deve ser discutida direta- mente com o PCP. o Mapas: Pode ser solicitado antes da aula. É possível deixar alguns mapas, de conteúdo específico de um período ou gerais (mapa mundi, por ex.) na sala dos professores; pendurados na “régua de exposição” ali existente.  SALA DOS PROFESSORES: Temos um corpo docente com aproximadamente 30 profissionais. A organização da sala depende da colaboração de cada um: o CAFÉ: Não temos funcionários destinados para fazer o café, nem tampouco lavar os copos, pratos e demais utensílios. Cada um lava e guarda o que u- sou. Aquisição do café e açúcar é por conta dos professores. o GELADEIRA: Não devemos mexer naquilo que não é nosso (!). Não deixar a- limentos por longos períodos. o PASTA DE FREQU ÊNCIA: Deve ser retirada e guardada no local específico.  Permite rápido acesso a informação, verificação precisa da pos- sível ausência entre uma aula e outra, entre outras formas de controle. Para isso é imprescindível que cada professor faça a chamada sem “copiar a linha de cima”.  Não deixá-la na sala de aula. Especialmente na aula anterior ao intervalo e na última do período levá-la para a Sala dos Profes- sores. 289
  14. 14. E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS  No campo de observações; anotar entrada de alunos com atraso ou saídas antecipadas (devidamente autorizadas).  A pasta não deve ser usada para anotações disciplinares.  CADERNO DE CLASSE: Registro das notas e freqüência dos alunos (usados em re- uniões de pais, consultas rápidas, etc); anotações comportamentais que sejam rele- vantes, e sirvam para que os professores de outras disciplinas tenham uma “visão ge- ral” da postura do aluno; elemento importante para que a Direção, em conversa com os pais e responsáveis, possa detalhar situações diversas.  DIÁRIO DE CLASSE: Instrumento de registro do professor: o Anotação diária, da freqüência e ausência dos alunos, os conteúdos ministra- dos e notas dos alunos; o Registro das compensações de ausência, sendo que os trabalhos resultan- tes desta compensação devem ser entregues ao PCP para arquivo; o Anotar a falta do titular da classe, e anotar se esta aula foi ministrada por ou- tro professor; o Registrar de forma fidedigna o número de aulas previstas e dadas; o Não retirar os diários de classe da escola. Devem permanecer no local des- tinado, permitindo o acesso aos gestores, supervisor e PCOPs da Diretoria de Ensino. o Evitar rasuras, e quando ocorrerem, que as justifiquem e assinem; o Os diários serão recolhidos bimestralmente para visto da Direção da esco- la.  AGENDA DO ALUNO: Para o Ciclo I e para o Ciclo II (caderno reciclado) usaremos uma seção de um dos cadernos entregues (Kit escolar) para que seja mais um canal de comunicação com os pais: o Solicitações de trabalhos, provas, autorizações; o Comunicados sobre questões disciplinares, NÃO devem ser anotadas pelo professor nem pelo aluno o O envelope da APM será colado na contracapa final do caderno;  PROFESSOR REPRESENTANTE DE SALA: No Ciclo I será o Professor da Classe, Ciclo II e Ensino Médio serão definidos em reunião de HTPC. o Elo de comunicação entre os alunos e professores/gestores; o Mediador em diversas situações; o Coordenador de projetos; o Coordenador do recolhimento da contribuição da APM; o Demais assuntos.  HTPC: Em síntese: o Discussão, acompanhamento e avaliação do desenvolvimento da proposta cur- ricular da escola, do desempenho dos alunos e dos resultados da unidade di- ante das metas propostas; o Avaliação do trabalho realizado pelo professor e equipe gestora e necessida- des; o Socialização de experiências bem-sucedidas; o Socialização de orientações técnicas; o Proposição de estratégias de ensino que melhorem práticas docentes. o Os horários deverão ser cumpridos nos dias estipulados. 290
  15. 15. E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS  SOLICITAÇÕES DE TRABALHOS AOS ALUNOS: o Conhecer a biblioteca, saber o acervo existente. Não solicitar conteúdo de que não dispomos. o Internet: Cada professor tem autonomia para definir a forma com que deseja a pesquisa (por escrito, seminários...). O aluno deve agendar com o PCP horário na Sala de Informática. De 3ª a 6ª feira das 9:00 as 12:00.  PORTÕES: o Entrada principal: Pelo portão em frente ao pátio. o Estacionamento: Específico para os professores que desejarem, por conta própria, utilizar o local para guardar os carros.  Não é obrigação do inspetor de alunos, abrir/fechar o portão do estacionamento;  O professor que utilizar o estacionamento deve adquirir a chave;  O portão deve permanecer sempre fechado.  HORÁRIOS DAS AULAS o É de competência da direção da escola a definição da grade horária anual.  FORMATURA: A escola compromete-se a realizar a “Cerimônia de Formatura”, com sistema de som, mensagem e projetor. A cerimônia acontece dentro de um protocolo já estabelecido. Os formandos podem convidar professores para ajudarem na organi- zação de eventos complementares no dia da formatura. A comissão de formatura, bem como os preparativos, definição do evento, camisetas de formandos entre outros fatos relacionados devem ter a anuência da Direção da Escola.  DEMAIS OBSERVAÇÕES o Cumprir prazos e metas; o Eliminar dúvidas, de cunho funcional, administrativo e pedagógico; o Atenção aos comentários e manifestações de caráter pessoal junto aos alunos em temas polêmicos, como racismo, sexualidade, religiosidade, partidarismo, entre outros. Evidenciar sua historicidade, contexto, abrangência, entre outras formas que certamente o professor saberá conduzir. o Não saia da sala de aula. Os alunos não devem ficar sozinhos. o Não peça contribuições, materiais ou qualquer outra solicitação aos alunos. Qualquer necessidade, conversar com PCP. o Solicitamos a gentileza de desligar ventilador e fechar janelas ao final das au- las. o Não permita que alunos desenhem e escrevam nas carteiras. o A sala da coordenação pedagógica, secretaria e cozinha são dependências exclusivas; solicitamos que o professor não adentre sem ser convidado. o O uso de telefone é exclusivo da unidade escolar, mesmo assim, restrito a de- terminado valor mensal. 291
  16. 16. E E PROFESSOR UACURY RIBEIRO DE ASSIS BASTOS o Especial cuidado com a forma de tratar nossos alunos, palavras e gestos inti- midadores, gritos não podem fazer parte da rotina do professor. o Exija que os alunos tragam sempre os materiais necessários à sua aula, ca- derno do aluno, livros didáticos, etc. o O controle de freqüência é de responsabilidade da equipe escolar, no sentido de tomar todas as providências em relação aos pais. O primeiro diagnóstico de ausência deve ser feito elo professor e comunicado ao PCP que deve tomar as providências legais. 292

×