Analise textual 1 periodo-av1

2.018 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Analise textual 1 periodo-av1

  1. 1. Fechar Avaliação: CEL0465_AV1_201202450024 » ANÁLISE TEXTUAL Tipo de Avaliação: AV1 Aluno: Professor: ELISABETE LENCASTRE MENDES DOS REIS Nota da Prova: 8,0 de 8,0 Nota do Trabalho: Nota de Participação: 1 Turma: 9012/AL Data: 13/12/2012 10:31:45 Pontos: 0,5 / 0,5 Os estudos sobre TEXTO nos apresentam algumas possibilidades de comunicar as informações. Quando temos, por exemplo, uma ideia que é defendida pelo autor e pretende persuadir o leitor a pensar como ele, temos um texto predominantemente: 1a Questão (Cód.: 12436) Narrativo e descritivo Dissertativo/ argumentativo Narrativo Descritivo Texto de informação Pontos: 0,5 / 0,5 Para que a comunicação se efetive, é preciso saber adequar a linguagem ao contexto discursivo, além de conhecer o padrão formal da língua. A partir do texto acima, assinale a alternativa mais adequada, em relação ao uso da linguagem, na seguinte situação: a fala de um gerente de banco ao cliente. 2a Questão (Cód.: 13848) Há um meio de proteger a tua grana, bota na poupança. Investe a tua grana na poupança. É uma boa aplicação. Faça um investimento, aplique o seu capital na caderneta de poupança trimestral. Aplique suas economias na poupança trimestral. É uma boa. Tem uma aplicação que rende mais. Bota tuas economias numa poupança. 3a Questão (Cód.: 8861) Pontos: 0,5 / 0,5
  2. 2. Leia o texto a seguir. O emprego inadequado ou abusivo de clichês pode comprometer tanto a construção de sentido do texto quanto a imagem do autor, JÁ QUE revela a ausência de originalidade e de domínio do repertório linguístico próprio ao tratamento do tema, além de apontar limitação no que se refere ao conhecimento de mundo do escritor. (Adaptado de Enem: Clichês: Lugar-comum prejudica a redação. Disponível em http://www.excelenciaglobal.com.br/noticias/?nt=9516) Um dos mecanismos de coesão sequencial é o uso de operadores linguísticos que estabelecem relações sintático-semânticas em um texto. No parágrafo acima, o articulador JÁ QUE introduz uma relação sintático-semântica de: explicação. comparação. contradição. finalidade. adição. 4a Questão (Cód.: 23576) Pontos: 1,0 / 1,0 Leia o texto a seguir: Comunicar-se é muito difícil... Um jovem médico está agora trabalhando numa cidadezinha do sertão, dentro de um plano do governo para assistir as populações do interior. Seu divertimento é anotar as queixas mais estranhas que o povo lhe apresenta. Um homem quer remédio para dor nas cruzes (coluna). Um jovem diz que sofre de estalecida (sinusite). Um velho esclarece: Semana passada, doutor, me deu um andaço à noite toda. Outro reclama que, quando consegue dormir, o galo já está amiudando. Um moço vem e diz: meu intestino é ruim, doutor, porque troca o estômago. Um terceiro conta que sua mulher vertiginou. A comadre manda por escrito suas queixas: Sinto uma frieza no coração, sinto um cansaço, sinto um desânimo na vida. Sinto os nervos agitados e um modo do entalo que danou-se. O jovem médico diz que, apesar da dificuldade de comunicação, ele sempre acaba entendendo as queixas dos pacientes. Mas um dia perdeu-se completamente. O matuto chegou e lhe disse muito firme: - Doutor, quero que o senhor bote minha mulher no ginásio. Uma ajudante, moça da terra, veio em seu socorro: - É parto, doutor. A maternidade funciona no prédio do ginásio. De acordo com o texto, o médico tinha dificuldade para entender as queixas de seus pacientes, pois: ele não domina o repertório linguístico usado pelas pessoas do interior. ele aparentava não fazer muito esforço para compreender o que as pessoas diziam. ele dominava um vocabulário muito mais rebuscado que o das pessoas do sertão. ele não havia estudado o suficiente para compreender o que as pessoas diziam. seus pacientes usavam a língua de forma inadequada e incorreta.
  3. 3. Pontos: 1,0 / 1,0 5a Questão (Cód.: 13947) Leia o texto abaixo e responda à questão. Bentinho seria metido no seminário, para não mais se encontrar com Capitu Machado de Assis. Assinale a alternativa que substitui a frase 'para não mais se encontrar com Capitu', sem alterar o sentido do texto. se não se encontrasse mais com Capitu sem que se encontrasse mais com Capitu a fim de que não se encontrasse mais com Capitu quando não se encontrasse mais com Capitu uma vez que não se encontrasse mais com Capitu Pontos: 1,0 / 1,0 6a Questão (Cód.: 8380) Leia atentamente o texto abaixo: Carro-pipa Há uma hora naquela estrada de pó, rumo ao vilarejo mais pobre e distante, e alcançam o caminhão um motoqueiro e um recado: - "O patrão mandou não entregar a água porque o prefeito disse que tá sem grana pra pagar. " O caminhoneiro, por coincidência, nasceu e se criou no tal vilarejo, onde ainda vivem seus pais idosos e fracos. Ele olha para a estrada, olha para o retrovisor. Está na metade do caminho entre a cidade (e seu emprego) e a vila (sedenta). A exata metade do caminho para um homem não tem nada a ver com distâncias, mas é aquele ponto a partir do qual o esforço para seguir e para voltar são os mesmos. Leonardo
  4. 4. Disponível em: http://www.palavras.blog.br/2010/04 Embora seja curto, o texto acima pode ser considerado um conto porque: Defende um ponto de vista Apresenta a exposição de um conhecimento sobre um assunto Consiste em descrever uma paisagem Envolve personagens, tempo e ação Relaciona uma série de procedimentos a tomar. Pontos: 1,0 / 1,0 Leia o texto a seguir. (...) Mestre em linguística pela USP e coautor do material didático de português do sistema Anglo de ensino, Eduardo Antonio Lopes afirma que o uso mecânico de termos inadequados ou fora de contexto não é mazela exclusiva de quem não teve boa formação cultural e linguística. - Se um advogado bem formado usar a expressão "data vênia", em uma conversa fora dos tribunais, vai soar pedante e inadequado. A impressão do ouvinte é que ele não tem domínio sobre os recursos de linguagem, mesmo que banque o erudito. É uma falta de controle no uso da linguagem - exemplifica. (Extraído de O vício que dói no ouvido, Leonardo Fuhrmann. Disponível em http://revistalingua.uol.com.br/textos.asp?codigo=11749) 7a Questão (Cód.: 8851) Deve-se sempre adaptar a linguagem para os diferentes contextos comunicativos. A situação apresentada no texto ilustra um caso de: história da língua. pesquisa etimológica. desenvolvimento da língua. mudança linguística. inadequação linguística. Pontos: 0,5 / 0,5 Leia o fragmento de texto a seguir: "O que é uma situação difícil? Em geral é uma situação que se caracteriza pela violência indesejada que carrega. APESAR DE inúmeros progressos realizados com relação a essa questão, a violência continua enraizada no cerne de nossas vidas diárias." (BRETON, Philippe. Argumentação em situações difíceis. Editora Manole, 2004) A expressão destacada nos conduz a um sentido de: 8a Questão (Cód.: 12438) Condição Oposição
  5. 5. Concessão Finalidade Conclusão 9a Questão (Cód.: 23347) Pontos: 1,0 / 1,0 Leia os versos: A Bomba-Suja Introduzo na poesia/ a palavra diarreia. Não pela palavra fria/ mas pelo o que ela semeia. (Gullar, Ferreira. Toda Poesia (1950 - 1980) Nos dois primeiros versos, o sujeito do discurso afirma que: vai falar de um tema já conhecido e cotidiano. vai explorar um tema que não é belo vai abordar um problema nacional vai usar no poema uma palavra incomum nesse contexto. vai apresentar aos leitores a palavra diarreia. Pontos: 1,0 / 1,0 Para Bakhtin (1992) o gênero se define como "tipos relativamente estáveis de enunciados", cada gênero discursivo é configurado por três elementos fundamentais: conteúdo temático, estilo e forma composicional. De acordo com o mencionado acima, assinale a opção que NÃO apresenta exemplos de gêneros textuais: 10a Questão (Cód.: 25978) notícia, mensagens, crônica, e-mail, ensaios contratos, decretos, leis, letras de música, anúncio convites, avisos, programa de auditório, bulas, entrevista cartazes, cartas, comédias, contos, fábulas narração, dissertação, argumentação, descrição, injunção

×