Marajó

1.285 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.285
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
17
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Marajó

  1. 1.
  2. 2. 27 de Agosto: dia da paz Marajoara<br />“porque os que consideram a felicidade desta empreza, não só com os olhos no céu, senão também na terra, tem por certo que neste dia se acabou de conquistar o Estado do Maranhão, porque com os nheengaibas por inimigos seria o Pará de qualquer nação estrangeira que se confederasse com elles; e com os nheengaibas por vassallos e por amigos, fica o Pará seguro, e impenetravel a todo o poder estranho.”<br />Antônio Vieira / Carta de 11/2/1660<br />
  3. 3. “Há ao menos três coisas na Ilha do Marajó cuja ignorância e desmazelo pátrio clamam aos céus”:<br /><ul><li> “A dívida histórica do Brasil à gente marajoara na esquecida Paz do rio Mapuá de 26 de agosto de 1659,negociada entre o padre Antônio Vieira e os sete caciques do Marajó.</li></li></ul><li><ul><li> “O segundo escândalo é a formidável dívida ao desconhecido bon sauvage da conquista do rio das amazonas. Cujos herdeiros vegetam agora, na pele dos caboclos seus descendentes, no marasmo social e na marginalidade econômica entregues ao deus dará. Fato histórico ignorado pelo Brasil moderno ingrato da sua enorme territorialidade possibilitada pelos arcos de guerra do povo Tupinambá. E que se refere à falta de tombamento do sítio Araquiçaua (literalmente, "o lugar onde o sol ata sua rede de dormir)”. </li></li></ul><li><ul><li> “Por fim, o mais triste escândalo e mágoa da gente marajoara é o assalto e ruína do nosso patrimônio arqueológico. Pretérita certidão de nascimento e de identidade da mais brilhante civilização neotropical em terras do Brasil”.</li></li></ul><li>Marajó<br />“Barreira do mar”<br />12 municípios<br /> 2.500 ilhas<br /> 50.000 km² <br /> 250.000 hb <br />
  4. 4. O arquipélago foi habitado por diversas tribos indígenas, dentre eles, os aruãs e os Caraíbas. <br />
  5. 5. Os marajoaras criaram uma tecnologia de elevação (tesos) que impedia que suas terras fossem invadidas pelas águas do oceano atlântico e pelas “pororocas”.<br />
  6. 6. A pororoca ( presença da senhora das águas).<br />
  7. 7. As tribos foram extintas,contudo,seu legado cultural é expressado em forma de costumes, crenças , rituais e pela influência feminina. <br />“Quem acha mato baixo faz casa”<br />
  8. 8. A população vive em harmonia com a natureza.<br />
  9. 9.
  10. 10.
  11. 11.
  12. 12.
  13. 13.
  14. 14.
  15. 15.
  16. 16.
  17. 17.
  18. 18. Principais meios de transporte<br />
  19. 19. Utensílios<br />
  20. 20.
  21. 21. O Marajó possui muitos sítios arqueológicos. É comum encontrar peças em fazendas e vilarejos.<br />
  22. 22.
  23. 23. Herança dos jesuítas que colonizaram a ilha de Marajó<br />
  24. 24.
  25. 25.
  26. 26.
  27. 27.
  28. 28.
  29. 29.
  30. 30.
  31. 31.
  32. 32. “Aos amigos de Santa Cruz do Ararí e Jenipapo que tanto me ajudaram na criação do museu do Marajó, condenados a perdê-lo mais tarde,vítimas como eu da insipiência humana”.<br />
  33. 33. “Logo na entrada do museu estão duas caixinhas com perguntas intrigantes: “Quantos anos tem a peça mais antiga do Museu?” Ao erguer a tampa de uma das caixas surge um fóssil de 190 milhões de anos. Na caixa ao lado, outra pergunta: “Qual é a peça mais nova? No seu interior está um espelho com a escrita: É você !”.<br />
  34. 34. “Os índios são gente,e não peça de museu”.<br />
  35. 35.
  36. 36. Um museu de “cacos”<br />
  37. 37.
  38. 38.
  39. 39. Muitas peças de cerâmica marajoara foram e ainda são, saqueados e vendidos à colecionadores do mundo inteiro (especialmente Europa e América do Norte). <br />Museu nacional, ufrj<br />
  40. 40. Emílio goeldi<br />
  41. 41.
  42. 42. A cerâmica hoje<br />
  43. 43. A cerâmica com motivos marajoaras é produzida também em Icoarací.<br />
  44. 44.
  45. 45.
  46. 46.
  47. 47.
  48. 48.
  49. 49.
  50. 50.
  51. 51. Tristeza<br /><ul><li> “Ça nést pas un musée, cést un grand voyage .</li></ul>Este não é um museu, é uma grande viagem.<br /><ul><li> “C'est la banque de données la plus mecanique e vaut tous les ordinateurs.” </li></ul> É a base de dados mecânica e é mais que todos os computadores. <br /><ul><li>“Todos los museus deberían ser tan fascinantes y divertidos como el Museo del Marajó. </li></ul>Me lleno de alegria. Es um lugar donde uno puede volver, volver y volver”.<br />
  52. 52. Mais tristeza<br /><ul><li> “Great Museum. Great Job! Thanks - I'll be back soon!”</li></ul> Ótimo museu ótimo trabalho.volto em breve.<br /><ul><li>“Un gruppo di italiani di Venezia e Modena ha visitato questo museo, ne siamo rimasti entusiasti.”</li></ul> Um grupo de italianos de Veneza e Modena visitou este museu ...ainda estou entusiasmado)<br /><ul><li>“Dieses Museum ist wirklich das originellste, das wir já gesehen haben”.</li></ul> Este museu é realmente o mais original que já vi.<br />
  53. 53. “A nossa exposição permanente certamente é pobre no sentido monetário: o prédio é periclitante, não há goteiras e sim cachoeiras...<br /> ...sobretudo,a sobrevivência é incerta”.<br />
  54. 54. Na hora de sair, o visitante encontra a sabatina final. Será que você aprendeu tudo? Vamos ver:<br /><ul><li> Tinga quer dizer pequeno ou grande?
  55. 55. O piracuí é um bicho?
  56. 56. Boiúna é cobra grande ou cobra preta?
  57. 57. É mais venenosa a sucuriju ou a jibóia?</li></ul>Boiúna mandioca pitiú carapanã matupirí açú<br /> tinga tamuatá açaí tucumã tacacá tucupí tapioca<br />
  58. 58. “Égua da cultura pai d’égua!”<br />Obrigada!<br />
  59. 59. <ul><li> http://www.pick-upau.org.br
  60. 60. http://www.omuseudomarajo.com.br
  61. 61. http://www.marajoara.com.br
  62. 62. http://www.caruanasdomarajo.com.br
  63. 63. http://www.webventure.com.br
  64. 64. httt//:www.cienciahoje.uol.com.br
  65. 65. http://www.cachoeiradoarari.pa.gov.br</li>

×