Fui estudante

104 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
104
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fui estudante

  1. 1. Fui estudante. Acabei o meu curso. O momento tão temido surgiu. Vou ter queenfrentar os meus alunos. Como reagir perante eles, no primeiro dia de aulas? A minhaansiedade e nervosismo necessitavam de ajuda. Existe é claro, a orientadora. Foi-mefornecido por esta uma fotocópia de um poema intitulado « Ser Professor », de autordesconhecido, , mas cujo conteúdo é suficientemente nítido para quem abraçou aprofissão de « Ser Professor ». Com base neste poema que encontrámos afixado na salado pessoal Docente da E. S. de Castro Martim, clarifiquei as ideias em diálogo abertocom os alunos. Foi-me mais fácil falar a partir de um suporte escrito e eis que,subitamente, me surge a ideia de fazer um desafio aos jovens com quem iniciei otrabalho que percorrerá todo um ano lectivo.SER PROFESSORSer professor é ser artista,malabarista,pintor, escultor, doutor,musicólogo, psicólogo...É ser mãe, pai, irmã e avó,é ser palhaço, estilhaço,É ser ciência, paciência...É ser informação,é ser acção.É ser bússola, é ser farol.É ser luz, é ser sol.Incompreendido?... Muito.Defendido? Nunca.O seu filho passou?...Claro, é um génio.Não passou?O professor não ensinou.Ser professor...É um vício ou vocação?É outra coisa...É ter nas mãos o mundo deAMANHÃAMANHÃos alunos vão-se...e ele, o mestre, de mãos vazias,fica com o coração partido.Recebe novas turmas,novos olhinhos ávidos de
  2. 2. Culturae ele, o professor,vai despejandocom toda a ternura,o saber, a Orientaçãonas cabecinhas novas queamanhãluzirão no firmamento daPátria.Fica a saudade...a Amizade.O pagamento real?Só na eternidade.Todos os alunos concordaram, após a leitura do poema que lhes apresentei, que «Ser Professor»não é tarefa fácil.Lancei-lhes então um desafio:- Todos vocês já têm a experiência de «Ser Aluno». Querem mostrar, tal como o autor destepoema, o que pensam da vossa missão? Aceitaram o desafio e eis que surge o poema transcrito,exemplo digno do que os alunos pensam de si próprios.SER ALUNOSer aluno é querer saber,É estar com os olhos abertos,bem despertos!É ter curiosidade,saber ocupar o tempocom o olhar fixo no momento.Ser aluno é não ter idade,é ser menino, homem, velho...Não interessa!O que importa, é estar despertoÉ querer saber maisÉ saber dispor as coisasSaber navegar pelo UniversoÉ saber ser marinheirosaber andar, em diferentes marésUm dia ... águas calmasmas depressa entra em mares revoltos.Surgem angústias, raivas
  3. 3. vozes engasgadasmedo de perder o leme.Não pode esquecer a bússolaa orientaçãoAquela que o vai pôr em acção.Ser aluno é saber jogarfintar na hora certaTer visão do jogoSaber fazer a jogada.Às vezes falha-se ...Falta de conhecimento?Jogada mal passada?Má orientação de jogo?Ser aluno é crescercomeçam de pequeninoDepois é a vontade que ficase for bem orientada.Pode até não dar logo certo.Mas um dia ...Um dia surge a saudadedaqueles bancos de escolaE até da sacola!...Dos berros dos professorese de todos os colegas ... que depoissão uns amores ...Mas há uma coisa que nunca vão esquecerÉ o olhar de ternuraDaquele que foi alunose tornou um doutore soube ser Professor!Poema de José Nuno Oliveira, da Turma 10 A1.3 da Escola Secundária Francisco de Holanda (1998/99)http://www.cf-francisco-holanda.rcts.pt/public/elo6/elo6_15.htm

×