Direito Fundamental à Educação e Sustentabilidade

616 visualizações

Publicada em

Apresentação de Ryon Braga sobre Case de Sustentabilidade da Natura durante o Congresso Brasileiro de Direito e Sustentabilidade, realizado entre os dias 9 e 11 de novembro de 2011, em Curitiba

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
616
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Direito Fundamental à Educação e Sustentabilidade

  1. 1. DIREITO FUNDAMENTAL À EDUCAÇÃO E SUSTENTABILIDADE RYON BRAGA WWW.EDITORAFORUM.COM.BR 1
  2. 2. DIREITO FUNDAMENTAL À EDUCAÇÃO E SUSTENTABILIDADE RYON BRAGA
  3. 3. DIREITO À EDUCAÇÃO• PROBLEMA DO ACESSO E DA PERMANÊNCIA• PROBLEMA DA QUALIDADE E DA RELEVÂNCIA
  4. 4. PROBLEMA DO ACESSO E PERMANÊNCIADe cada 100 estudantes que ingressam no Ensino Fundamentalsomente 10 concluem o curso superior.100 – Entram no Ensino Fundamental75 – Concluem o Ensino Fundamental54 – Entram no Ensino Médio39 – Concluem o Ensino Médio20 – Entram no Ensino Superior11 – Concluem o Ensino Superior
  5. 5. PROBLEMA DO ACESSO E PERMANÊNCIAA QUESTÃO DA EDUCAÇÃO INFANTIL (ACESSO, PERMANÊNCIA EQUALIDADE).CRECHEPRÉ-ESCOLAA Educação Infantil no Brasil é uma das mais atrasadas do mundotanto em aspectos quantitativos, quanto na qualidade domodelo educacional praticado.
  6. 6. NÚMEROS OFICIAIS DO ENSINO SUPERIOR BRASILEIRO – 2010 6.379.299 alunos matriculados na graduação. 4.736.001 no setor privado. 1.643.298 no setor público. 15% - Taxa de Escolaridade Líquida (taxa de cobertura líquida). 25% - Taxa de Escolaridade Bruta (taxa de cobertura).
  7. 7. QUAL O PROBLEMA DAS METAS DO PNE? Todos os países que têm Taxa de Escolaridade Bruta acima de 50%, financiam mais de 60% de seus estudantes.• 6 milhões de estudantes • 6 milhões de estudantes• 1.500.000 no setor público • 600.000 no setor público que não podem pagar• 400.000 no ProUni • 400.000 no ProUni• 200.000 no FIES • 200.000 no FIES• 200.000 financiamento privado ou próprio • 200.000 financiamento privado ou próprio• Total de 2.300.000 estudantes financiados • Total de 1.400.000 estudantes financiados 38% 23%
  8. 8. PROBLEMA DA QUALIDADE E DA RELEVÂNCIARESULTADO DA APRENDIZAGEM + CONTEÚDO E COMPETÊNCIASAprendeu ou não aprendeu? ① Aquisição de Informações ② Transformação de Informações emÉ uma questão de gestão Conhecimento• Objetivos• Metas ③ Transformação de Conhecimentos em• Estratégias e Ações Competências.• Acompanhamento do Desempenho +• Resultados Relevância e Pertinência do Conhecimento. A importância de incluir elementos sobre questões: ① Ambiental ② Tecnológica ③ Comportamental ④ Corporal/psicomotor ⑤ Existencial (valores)
  9. 9. PROBLEMA DA QUALIDADE E DA RELEVÂNCIARESULTADO DA APRENDIZAGEM + CONTEÚDO E COMPETÊNCIASAprendeu ou não aprendeu? Desenvolvimento de Processos Cognitivos e VolitivosÉ uma questão de gestão• Objetivos ① Cognitivos:• Metas atenção, concentração, memória, raciocínio, ju• Estratégias e Ações ízo crítico, imaginação, pensamento, etc.• Acompanhamento do Desempenho ② Volitivos (vontade):• Resultados motivação, afeto, consciência, ética, etc.
  10. 10. A QUESTÃO DA SUSTENTABILIDADE E OMODELO MENTAL PREDOMINANTE NA EDUCAÇÃO
  11. 11. A QUALIDADE MEDIDA PELO ENADE ENADE SCORE DE DESEMPENHO FATORES DETERMINANTES DA QUALIDADE DE UMA IES NA1 ATUALIDADE2  60% é determinada pelo Nível do aluno ingressante.  30% é determinada pelo projeto pedagógico, mais.3 acentuadamente pelo Nível de exigência sobre o aluno.4  10% é determinada pela Diferença do IQCD dos docentes da IES.56 FATORES DETERMINANTES DA QUALIDADE DE UMA IES EM FUTURO PRÓXIMO78  40% Nível do aluno ingressante.  30% Metodologia de Ensino/Aprendizagem.9  30% Mecanismos de controle do processo da aprendizagem.10
  12. 12. DIFERENÇAS DE GERAÇÕES OU DE PARADIGMAS?
  13. 13. DIFERENÇAS DE GERAÇÕES OU DE PARADIGMAS?
  14. 14. EXEMPLO DE MUDANÇAS RADICAISDINAMARCA (fevereiro de 2011)① Todas as provas, em todos os níveis do sistema de ensino do país, podem ser feitas com consulta irrestrita à internet.② A quantidade de dias letivos no ano será reduzida em 10%.BRASIL (setembro de 2011)① Enquanto no Brasil se estuda criar uma Lei a punindo o uso da internet para copiar trabalhos escolares.② E propõe-se a ampliação do ano letivo para 220 dias.
  15. 15. SERÁ QUE AMUDANÇA PODESER GRADATIVA?
  16. 16. INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIORAUMENTO DA COMPETITIVIDADE Município de São Paulo Bairros 1 Anhanguera 53 Tatuapé 2 Perus 54 Belém 3 Brasilândia 55 Mooca 4 Jaraguá 56 Ipiranga 5 São Domingos 57 Cursino 6 Pirituba 58 Sacomã 7 Freguesia do Ô 59 Bom Retiro 8 Jaguara 60 Pari 9 Vila Leopoldina 61 Brás 10 Lapa 62 Sê 11 Limão 63 Sta Cecília 12 Barro Funda 64 Consolação 13 Perdizes 65 Bela Vista 14 Jaguaré 66 Libedade 15 Cachoeirinha 67 Cambucí 16 Mandaqui 68 Vila Mariana 17 Tremombé 69 Jd. Paulista 18 Jacanã 70 Pinheiros 19 Tucuruvi 20 Santana 71 Alto Pinheiros 21 Casa Verde 72 Butantã 22 Vila Medeiros 73 Rio Pequeno 23 Vila Maria 74 Roposo Tavares 24 Vila Guilherme 75 Vila Sônia 25 Cangalha 76 Morumbi 26 Ermelino Matarazo 77 Itaim Bibi 27 Vila Jacuí 78 Moema 28 São Miguel 79 Saúde 29 Jadim Helena 80 Campo Belo 30 Vila Curuçã 81 Jabaquara 31 Itaim Paulista 82 Campo Limpo 32 Lajeado 83 Vila Andrade 33 Guaianazes 84 Santo Amaro 34 Cidade Tiradentes 85 Campo Grande 35 José Bonifácio 86 Cidade Ademar 36 Itaquera 87 Pedreira 37 Artur Alvim 88 Cidade Dutra 38 Ponte Rasa 89 Socorro 39 Penha 90 Jd. São Luis 40 Vila Matilde 91 Capão Redondo 41 Cidade Líder 92 Jd. Angela 42 43 Parque do Carmo Iguatemi 93 Diadema Universidade 94 São Bernardo do Campo 44 45 São Rafael São Mateus 95 96 São Caetano do Sul Santo André Centro Universitário 46 47 Sapopemba Aricanduva 97 98 Mauá Taboão da Serra Fac uldade 48 Carrão 99 Embu 49 Formosa 100 Itapacerica da Serra 50 São Lucas 101 Cotia 51 Vila Prudente 102 Barueri 52 Água Rasa 103 Carapicuiba Fonte: Hoper Educational 104 Osasco
  17. 17. INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIORMunicípio de São Paulo – Região Central Universidade Centro Universitário Fac uldade Fonte: Hoper Educational
  18. 18. CONSOLIDADORES NA EDUCAÇÃO SUPERIOR Maiores Grupos Educacionais Privados Com Fins Lucrativos do Brasil Receita Líquida (Revenue) - Participação na Participação no MercadoRanking GRUPO EDUCACIONAL Número de Alunos 2011 2010 (em milhões de R$) Receita do Setor (Market Share) 1 ANHANGUERA R$ 1.306 4,7% 495.000 10,5% 2 UNIP + Holding Di Gênio* R$ 1.100 3,9% 219.875 4,6% 3 ESTÁCIO R$ 1.016 3,6% 210.000 4,4% 4 LAUREATE R$ 763 2,7% 108.921 2,3% 5 KROTON/IUNI R$ 642 2,3% 85.367 1,8% 6 UNINOVE R$ 487 1,7% 115.218 2,4% 7 ÂNIMA EDUCAÇÃO R$ 264 0,9% 34.382 0,7% 8 WHITNEY R$ 242 0,9% 31.237 0,7% 9 UNIVERSO R$ 235 0,8% 36.893 0,8% 10 UNICSUL R$ 229 0,8% 27.815 0,6% 11 IBMEC R$ 163 0,6% 11.972 0,3% 12 SER EDUCACIONAL (MAURÍCIO DE NASSAU) R$ 160 0,6% 32.398 0,7% 13 UNIASSELVI R$ 138 0,5% 61.304 1,3% 14 UNIT R$ 134 0,5% 28.934 0,6% 15 FANOR/DeVry R$ 114 0,4% 14.389 0,3% Subtotal R$6.993 25,0% 1.513.705 32,0% Total do Setor Privado em 2010 R$ 28.000 100,0% 4.736.000 Em 2010 começou também a consolidação na educação básica
  19. 19. PROPOSTA DE REFLEXÃO HÁ COMPATIBILIDADE ENTRE UMA EDUCAÇÃO VOLTADA PARA ASUSTENTABILIDADE OU PARA A CRIAÇÃO DE UM MODELO MENTAL QUE COMPREENDA A IMPORTÂNCIA DA SUSTENTABILIDADE EUMA EDUCAÇÃO ORIENTADA POR INTERESSES FINANCEIROS DE CURTOPRAZO E MANTENEDORA DE UM MODELO MENTAL CONSUMISTA COM BASE EM UMA ESTRUTURA COMPETITIVA INCOMPATÍVEL COM A SUSTENTABILIDADE?
  20. 20. Informações:+55 45 3029-1333ryon@hoper.com.brwww.hoper.com.br

×