UX Origens - #12 Industry Sessions by EDIT. | UX & Responsive Design

559 visualizações

Publicada em

User experience teve que começar em algum lado. Uma origem possível no âmbito do projeto de design.
E como começa em nós? Como nos tornamos User Experience “something” (designers, engineers, experts, specialists, consultants, etc.). Um percurso possível entre uma infinidade de possibilidades.

Publicada em: Design
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
559
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

UX Origens - #12 Industry Sessions by EDIT. | UX & Responsive Design

  1. 1. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 Pedro Cardoso UX Origens ou um percurso possível para UX design Industry Sessions by EDIT. | #12 User Experience | 24 de junho 2015
  2. 2. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 Pedro Cardoso 3 vectores 1. as minhas origens 2. o design gráfico e User Experience 3. história e convergência Industry Sessions by EDIT. | #12 User Experience | 24 de junho 2015
  3. 3. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  4. 4. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 Pedro Cardoso . Nós somos um conjunto de experiências que nos definem. . Gera em nós capacidade critica, visão global, observação, sentido de pertença. . Tornamo-nos fruidores e utilizadores...
  5. 5. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1973 Nasci em Lisboa
  6. 6. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1973 Rio Tejo
  7. 7. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1973 Almada
  8. 8. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1974 25 de Abril
  9. 9. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1975 Manifestações
  10. 10. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1976 Sérgio
  11. 11. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1979 Escola primária
  12. 12. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1979 Escola primária
  13. 13. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1982 Desenhos
  14. 14. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1983 Escola preparatória
  15. 15. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1984 Timex ZX Spectrum
  16. 16. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1984 Timex ZX Spectrum
  17. 17. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1984 Match Point
  18. 18. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1985 Escola secundária
  19. 19. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1986 Carl Sagan
  20. 20. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1987 Isaac Asimov
  21. 21. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1987 Philip K. Dick
  22. 22. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1987 Blade Runner
  23. 23. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1987 Close Encounters of the Third Kind
  24. 24. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1987 Star Wars
  25. 25. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1987 Galactica
  26. 26. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1987 Espaço 1999
  27. 27. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1989 Publicidade
  28. 28. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1989 Kraftwerk
  29. 29. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1989 Vangelis
  30. 30. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1989 Vídeo
  31. 31. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1989 VHS
  32. 32. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1989 Vídeo
  33. 33. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1990 Moebius
  34. 34. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1990 Enki Bilal
  35. 35. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1990 Juan Gimenez
  36. 36. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1990 Frank Miller
  37. 37. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1990 Asterix e Obélix
  38. 38. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1991 Caldas da Rainha
  39. 39. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1992 Fotografia
  40. 40. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1992 Faculdade de Belas Artes
  41. 41. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1993 Amigos
  42. 42. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1993 ARCO
  43. 43. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1994 Cygny
  44. 44. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1994 Neville Brody
  45. 45. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1994 Rick Poynor
  46. 46. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1994 Bruce Mau
  47. 47. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1995 1.º Computador
  48. 48. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1995 BTT
  49. 49. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1996 Inter Rail - Amesterdão
  50. 50. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1996 Inter Rail 1996 Inter Rail - Florença
  51. 51. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1997 Erasmus
  52. 52. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1997 Gent
  53. 53. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1997 Finalistas
  54. 54. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1997 Marrocos
  55. 55. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1997 Marrocos
  56. 56. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1998 Atelier Formas do Possível
  57. 57. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1998 1.º MAC
  58. 58. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1998 Aldeias Históricas de Portugal
  59. 59. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1998 Aldeias Históricas de Portugal
  60. 60. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1999 Casa em Lisboa
  61. 61. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 2000 ESTAL, Escola Superior de Tecnologias e Artes de Lisboa
  62. 62. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 2000 ESTAL, Escola Superior de Tecnologias e Artes de Lisboa
  63. 63. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 2000 ESTAL, Escola Superior de Tecnologias e Artes de Lisboa
  64. 64. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 2002 Sikkim
  65. 65. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 2002 Sikkim
  66. 66. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 2003 Lua
  67. 67. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 2003 Lua
  68. 68. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 2004 Câmara Municipal de Oeiras
  69. 69. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 2004 Câmara Municipal de Oeiras
  70. 70. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 2004 Câmara Municipal de Lisboa, Videoteca
  71. 71. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 2004 Bar Fluid
  72. 72. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 2004 Bar Fluid
  73. 73. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 2005 Mudança do Atelier
  74. 74. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 2006 Simão
  75. 75. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 2006 Simão
  76. 76. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 2006 YDreams
  77. 77. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  78. 78. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  79. 79. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  80. 80. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  81. 81. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 EQUIPA GESTÃO DE PROJECTO João Marques GESTÃO COMERCIAL Sílvia Santos GESTÃO DE CONTEÚDOS André Nascimento DESIGN Luís Mestre Katja Haering António Gonçalves PROGRAMAÇÃO João Afonso Ivan Valadares Vitor Duarte QUALIDADE Ricardo Luiz HARDWARE Luís Pepe Rui Simões OUTSOURCE Ricochete, Vídeo IPM Nelson Morgado Rodrigo Lopes
  82. 82. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  83. 83. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  84. 84. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  85. 85. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  86. 86. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  87. 87. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  88. 88. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  89. 89. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  90. 90. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  91. 91. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  92. 92. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  93. 93. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  94. 94. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  95. 95. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  96. 96. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015
  97. 97. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 2013 Kwamecorp
  98. 98. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 2013 Fairphone
  99. 99. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 2013 Samsung
  100. 100. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 rewind
  101. 101. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 1992 Faculdade de Belas Artes
  102. 102. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 Formação base em Design de Comunicação Ensinam-me, grosso modo, que o projecto de design tem algumas fases fundamentais: (a ver se isto vos é familiar)
  103. 103. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 há um problema ou uma mensagem que necessita ser comunicada (problema) para quem (users) o que já existe e como foi feito (research)
  104. 104. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 qual o suporte e forma adequada (experiência de utilização/ contexto) maquetes (prototipagem) etc, etc. qual o conteúdo e como estruturar (arquitectura de informação)
  105. 105. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 Pedro Cardoso 42 anos de vida depois e 20 anos de trabalho
  106. 106. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 Pedro Cardoso Assim se tornaram intrínsecas para mim várias fases do processo de conceptualização, teste, validação e produção a que hoje se chama User Experience
  107. 107. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 João Monteiro “no final de contas é apenas aplicar um pouco de método científico ao design”
  108. 108. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 fascínio por UX
  109. 109. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 Henry Dreyfuss, Designer Industrial, “Designing for People.” “When the point of contact between the product and the people becomes a point of friction, then the industrial designer has failed. On the other hand, if people are made safer, more comfortable, more eager to purchase, more efficient—or just plain happier—by contact with the product, then the designer has succeeded.” 1955
  110. 110. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 Xerox, Apple, Microsoft, HP, ... 1970s
  111. 111. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 Xerox, Apple, Microsoft, HP, ... O desenvolvimento tecnológico explode em Silicon Valley e aparecem produtos complexos acessíveis (monetariamnente) a utilizadores. Foi necessário torna-los verdadeiramente acessíveis a todos os níveis. 1970s
  112. 112. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 “When the point of contact between the product and the people...” Os pontos de contacto entre produtos e utilizadores tornaram-se imensamente mais complexos. Esta complexidade implica um trabalho conjunto de várias disciplinas. Desde então...
  113. 113. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 www Convergência
  114. 114. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 Convergência Assim quando falamos de User Experience Design, não falamos de uma pessoa, falamos de um processo, falamos de um conjunto de pessoas que colaboram para o sucesso de um produto. ou por outra, Colaboram para nos possibilitarem uma vida feliz. ;-)
  115. 115. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 Conclusões . Este é um percurso possível. . Este é um percurso que bebe do projecto de Design. . Todas as áeas que convergem para a criação de produto podem gerar UX designers/consultants/ experts. . User Experience não se pratica sozinho.
  116. 116. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 Evolução Ao longo desta evolução o Design (em toda a sua glória) tornou-se um mindset e não uma profissão. Este mindset contamina tudo o que faço e irá continuar e força-me a evoluir na optimização das experiências que desenho com outros. Tenho como objectivo final (utopia) criarmos trabalho invisível. Que na fruição de qualquer produto não haja o mínimo de fricção.
  117. 117. + + + + + + + + PEDRO CARDOSO, 2015 Pedro Cardoso UX Origens ou um percurso possível para UX design Industry Sessions by EDIT. | #12 User Experience | 24 de junho 2015

×