03 pbde - pluralidade das existências

382 visualizações

Publicada em

Série de slides das palestras sobre os princípios básicos da Doutrina Espírita

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
382
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

03 pbde - pluralidade das existências

  1. 1. PBDEPRINCÍPIOS BÁSICOS DA DOUTRINA ESPÍRITA OU ESPIRITISMO RESUMO DA INTRODUÇÃO, ITEM VI DE OLE(*) (*) - O LIVRO DOS ESPÍRITOS
  2. 2. • EXISTÊNCIA DE DEUS • EXISTÊNCIA, SOBREVIVÊNCIA E INDIVIDUALIDADE DA ALMA APÓS A MORTE • PLURALIDADE DAS EXISTÊNCIAS • PLURALIDADE DOS MUNDOS HABITADOS • COMUNICABILIDADE DOS ESPÍRITOS • JUSTIÇA DIVINA
  3. 3. PLURALIDADE DAS EXISTÊNCIAS REENCARNAÇÃO OU PALINGENESIA? ESQUECIMENTO DO PASSADO IDEIAS INATAS BÍBLIA E REENCARNAÇÃO
  4. 4. REENCARNAÇÃO OU PALINGENESIA? São sinônimos.  REENCARNAÇÃO NA CODIFICAÇÃO: OLE: caps. IV, V e VII ESE: cap. V OLM: cap. XXVII, item 301, nº 8 e 9 e cap. XXXI, item III G: cap I, item 14, 34,35, 36; cap XI; cap XVII, item 41, 46 CI: 1ª parte, cap III, item 11; cap VIII, item 5
  5. 5. 166. Como pode a alma, que não alcançou a perfeição durante a vida corpórea, acabar de depurar-se? “Sofrendo a prova de uma nova existência.” a) - Como realiza essa nova existência? Será pela sua transformação como Espírito? “Depurando-se, a alma indubitavelmente experimenta uma transformação, mas para isso necessária lhe é a prova da vida corporal.”
  6. 6. b) - A alma passa então por muitas existências corporais? “Sim, todos contamos muitas existências. Os que dizem o contrário pretendem manter-vos na ignorância em que eles próprios se encontram. Esse o desejo deles.” c) - Parece resultar desse princípio que a alma, depois de haver deixado um corpo, toma outro, ou, então, que reencarna em novo corpo. E assim que se deve entender? “Evidentemente.”
  7. 7. 167. Qual o fim objetivado com a reencarnação? “Expiação, melhoramento progressivo da Humanidade. Sem isto, onde a justiça?” 168. É limitado o número das existências corporais, ou o Espírito reencarna perpetuamente? “A cada nova existência, o Espírito dá um passo para diante na senda do progresso. Desde que se ache limpo de todas as impurezas, não tem mais necessidade das provas da vida corporal.”
  8. 8. 169. É invariável o número das encarnações para todos os Espíritos? “Não; aquele que caminha depressa, a muitas provas se forra. Todavia, as encarnações sucessivas são sempre muito numerosas, porquanto o progresso é quase infinito.” 170. O que fica sendo o Espírito depois da sua última encarnação? “Espírito bem-aventurado; puro Espírito.”
  9. 9. ESQUECIMENTO DO PASSADO 392. Por que perde o Espírito encarnado a lembrança do seu passado? “Não pode o homem, nem deve, saber tudo. Deus assim o quer em Sua sabedoria. Sem o véu que lhe oculta certas coisas, ficaria ofuscado, como quem, sem transição, saísse do escuro para o claro. Esquecido de seu passado ele é mais senhor de si. ”
  10. 10. IDEIAS INATAS 218. Encarnado, conserva o Espírito algum vestígio das percepções que teve e dos conhecimentos que adquiriu nas existências anteriores? “Guarda vaga lembrança, que lhe dá o que se chama ideias inatas.” a) - Não é, então, quimérica a teoria das ideias inatas? “Não; os conhecimentos adquiridos em cada existência não mais se perdem. Liberto da matéria, o Espírito sempre os tem presentes. Durante a encarnação, esquece-os em parte, momentaneamente; porém, a intuição que deles conserva lhe auxilia o progresso. Se não fosse assim, teria que recomeçar constantemente. Em cada nova existência, o ponto de partida, para o Espírito, é o em que, na existência precedente, ele ficou.”
  11. 11. BÍBLIA E REENCARNAÇÃO  ANTIGO TESTAMENTO: I SAMUEL, 11:6 O SENHOR é o que tira a vida e a dá; faz descer à sepultura e faz tornar a subir dela. JÓ, 8:9 Porque nós somos de ontem, e nada sabemos; porquanto nossos dias sobre a terra são como a sombra. JÓ, 38:21 De certo tu o sabes, porque já então eras nascido, e por ser grande o número dos teus dias! MALAQUIAS, 4:5 Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do SENHOR;
  12. 12. BÍBLIA E REENCARNAÇÃO NOVO TESTAMENTO: MARCOS, 9:11-13; MATEUS, 17: 9-12 E interrogaram-no, dizendo: Por que dizem os escribas que é necessário que Elias venha primeiro? E, respondendo ele, disse-lhes: Em verdade Elias virá primeiro, e todas as coisas restaurará; e, como está escrito do Filho do homem, que ele deva padecer muito e ser aviltado. Digo-vos, porém, que Elias já veio, e fizeram-lhe tudo o que quiseram, como dele está escrito. LUCAS, 1: 17 E irá adiante dele no espírito e virtude de Elias, para converter os corações dos pais aos filhos, e os rebeldes à prudência dos justos, com o fim de preparar ao Senhor um povo bem disposto.
  13. 13. BÍBLIA E REENCARNAÇÃO NOVO TESTAMENTO: JOÃO, 3:3-12 Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito. Não te maravilhes de te ter dito: Necessário vos é nascer de novo. Nicodemos respondeu, e disse-lhe: Como pode ser isso? Jesus respondeu, e disse-lhe: Tu és mestre de Israel, e não sabes isto? Na verdade, na verdade te digo que nós dizemos o que sabemos, e testificamos o que vimos; e não aceitais o nosso testemunho. Se vos falei de coisas terrestres, e não crestes, como crereis, se vos falar das celestiais?

×