HistóRia Do RáDio No Brasil

5.586 visualizações

Publicada em

Publicada em: Turismo, Negócios
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.586
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
33
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
150
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • 001
  • HistóRia Do RáDio No Brasil

    1. 1. TRABALHO DE INFORMÁTICA <ul><li>COMUNICAÇÃO SOCIAL </li></ul><ul><li>1º PERÍODO </li></ul><ul><li>EDSON WANDER </li></ul>
    2. 2. História do Rádio no Brasil <ul><li>Foi oficialmente inaugurado a 7 de Set. 1922. </li></ul><ul><li>Com um transmissor de 500 watts,da Westinghouse, no alto do Corcovado - RJ, para 80 recepts. </li></ul><ul><li>O primeiro programa foi o discurso do Presidente Epitácio Pessoa. </li></ul><ul><li>A Instalação de fato aconteceu aos 20 de Abril de 1923 com Roquete Pinto e Henry Morize com a &quot;Rádio Sociedade do Rio de Janeiro&quot;. </li></ul><ul><li>Sua programação era para a elite, não para a massa: com ópera, recitais de poesia, concertos, palestras culturais... </li></ul><ul><li>Receptores caros, importados. </li></ul><ul><li>Finalidade cultural, educativa e altruísta. </li></ul><ul><li>Mensalidades pagas para quem tinha os receptores, doações. </li></ul><ul><li>Anúncios pagos eram proibidos </li></ul>
    3. 3. Era comercial: <ul><li>Começa na década de 30 as transformações. </li></ul><ul><li>Decreto n. 21.111 de 01/03/32 autorizava a 10% de sua programação ter comerciais. </li></ul><ul><li>O erudito se torna popular. </li></ul><ul><li>Contrata-se artistas e produtores. </li></ul><ul><li>A competição trouxe: </li></ul><ul><li>desenv. Técnico, </li></ul><ul><li>status da emissora (ibope) e </li></ul><ul><li>popularidade do veículo </li></ul>
    4. 4. Época de &quot;Ouro do Rádio&quot; <ul><li>&quot;O impacto do rádio sobre a sociedade brasileira nesta época, foi muito mais profundo do que aquele que a televisão viria a produzir 30 anos depois.&quot; A era do Rádio,Orlando Miranda, p.72 </li></ul><ul><li>Nos anos 40 acontece a &quot;época de ouro do Rádio&quot; </li></ul><ul><li>Programação mais popular, mais audiência </li></ul><ul><li>Surge o Ibope, dia 13 de Maio 1942 </li></ul><ul><li>A primeira radionovela, 1942: &quot;Em busca da felicidade&quot; </li></ul><ul><li>Esportes, radiojornalismo -Repóter Esso... </li></ul><ul><li>O contexto da primeira guerra mundial e a copa do mundo marcaram esta época do Rádio. </li></ul>
    5. 5. Chega a TV e o rádio muda: <ul><li>Os artistas do Rádio vão para a TV </li></ul><ul><li>Troca-se os artistas e programas de humor por música </li></ul><ul><li>As novelas e programas de auditório por serviços de utilidade pública </li></ul><ul><li>Busca-se a segmentação </li></ul><ul><li>Chega um poderoso impulso: o Transistor, em 23/12/47. Comunicação mais ágil, ao vivo da rua, e receptores sem tomadas. </li></ul><ul><li>As FMs aparecem na década de 60, com muito mais músicas. </li></ul>
    6. 6. Emilinha Borba, Rainha do Rádio Brasileiro <ul><li>Ela ficou famosa nos anos 50, quando foi eleita a &quot;Rainha do Rádio&quot; em 1953 e participou de dezenas de filmes da Atlântida (estúdio carioca que produzia chanchadas entre 1941-1983). </li></ul>
    7. 7. fase de ouro” <ul><li>As revistas do rádio ajudavam a aumentar a popularidade dos ídolos criados por este veículo. </li></ul><ul><li>O início da “fase de ouro” do rádio brasileiro é marcado por outra ação governamental, a estatização, em 1940, da Rádio Nacional do Rio de Janeiro (que havia sido criada em 1936 por uma empresa). Graças ao apoio governamental ela se firma como a maior e mais importante emissora do país criando um padrão de estética radiofônica. Na estratégia de Vargas, a Rádio Nacional era vista como um instrumento capaz de integrar o país e serviu como um modelo de ação política de seu governo. </li></ul>
    8. 8. Biografia <ul><li>www.pacc.ufrj.br </li></ul><ul><li>www.webeduc.mec.gov.br </li></ul><ul><li>www.locutor.info </li></ul><ul><li>http://www.espirito.org.br/portal/artigos/ednilsom-comunicacao/radio-historia.html </li></ul>

    ×