Manejo e conservação do solo - Terraceamento

6.617 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.617
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
714
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Manejo e conservação do solo - Terraceamento

  1. 1. Terraceamento Ediney Afonso Ipameri - GO
  2. 2.  TERRACEAMENTO DE INFILTRAÇÃO (EM NÍVEL).  TERRAÇOS: BASE LARGA,BASE MÉDIA E BASE ESTREITA. www.agencia.cnptia.embrapa.br http://agrimanagers.wordpress.com
  3. 3.  Nem sempre as práticas edáficas e vegetativas são suficientes para o controle de erosão.  Principalmente em regiões em que ocorrem chuvas de grande intensidade.  Nesse caso, é necessária a adoção de procedimentos complementares para reduzir a velocidade do escoamento superficial.  Isso pode ser feito por meio de barreiras mecânicas, como os terraços.
  4. 4.  Umas da práticas de controle de erosão hídrica mais difundidas entre os agricultores.  Consiste na construção de terraços (estrutura compostas de um canal e um dique, ou camalhão).  Feito no sentido transversal à declividade do terreno, formando obstáculos físicos capazes de reduzir a velocidade de escoamento e disciplinar o movimento da água sobre a superfície do terreno. http://agrimanagers.wordpress.com/www.ebah.com.br/content/ABAAABTdUAJ/terraceamento
  5. 5.  Quanto á função Desempenham ( Destino Das Águas Interceptadas)  Terraço de retenção, absorção ou em nível.  Terraço de drenagem ou com gradiente.  Terraço misto. www.ebah.com.br/content/ABAAABTdUAJ/terraceamentohttp://bioinfo.cnpso.embrapa.br/seca/index.php/manejo-do-solo
  6. 6.  O tipo adequando de terraço a ser implantado em determinada área deve ser escolhido com base:  Analise das características da chuva (quantidade, intensidade, duração e frequência).  Analise do solo (textura, profundidade e permeabilidade). Fonte : Slides Aula 3 . Efeitos negativos da Erosão
  7. 7.  Terraço de retenção absorção ou em nível.  Construído com o canal em nível e as extremidades bloqueadas.  De modo que a água decorrente do escoamento superficial seja retirada e infiltrada no canal. www.ebah.com.br/content/ABAAABTdUAJ/terraceamento
  8. 8.  Os sistemas de conservação de solos com terraços de retenção (em Nível) são recomendados para solos com boa permeabilidade.  Possibilitando rápida infiltração da água.  Terraços de drenagem (Em Desnível) são indicados para solos com permeabilidade moderada ou lenta.
  9. 9.  Podem ser.  Tipo Nichols: É construído movimentando a terra sempre de cima para baixo, formando um canal triângulo.  Tipo Manghum: É constuído pela movimentação da terra tanto de cima para baixo como de baixo para cima. Apresenta canal mais largo e raso e maior capacidade de armazenamento de água. www.ebah.com.br/content/ABAAABTdUAJ/terraceamento-ufla Praticas mecânicas da conservação dos solos UFLV.
  10. 10.  Terraço de base Estreita.  Terraço de base Média.  Terraço de base Larga.
  11. 11.  Apresenta faixa de movimentação de terra de até 3 metros de largura.  Recomendado em locais que não sejam possível implantar terraços de base média ou larga.  Não deve ser construído em áreas de exploração extensiva e em terrenos com declives inferiores a 15 %.  Uso mais restrito a pequenas propriedades localizadas em áreas muito declivosas. http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/Repositorio/fig6_terraceamento
  12. 12.  Apresenta faixa de movimento de terra de 3 a 6 metros de largura.  Seu uso e recomendado para pequenas e médias propriedades, onde haja maquinaria de pequeno ou médio porte.  Pode ser cultivado no seu talude a jusante, o que faz com que a construção acarrete perda de apenas 2,5 a 3,5 % da área.TERRACEMENTO – PRATICAS DE CONSTRUÇÃO DE TERROS IFG – IPORA
  13. 13.  A movimentação de Terra ocorre ao longo de uma faixa de 6 a 12 metros de largura.  Seu uso é recomendável para controle mecânico de erosão em terrenos de relevo ondulado a ondulado, em declives não superiores a 12 %, preferencialmente de 6 a 8 %.  O alto custo de construção desse terraço é compensado por cultivar toda sua superfície.  Manutenção feita no próprio preparo normal do solo.TERRACEMENTO – PRATICAS DE CONSTRUÇÃO DE TERROS IFG – IPORA
  14. 14.  É feita de acordo com a topografia do terreno.  Da cultura a ser implantada.  Sistema de cultivo utilizado e disponibilidade de maquinas na propriedade.  A declividade do terreno.  Para o controle da erosão, o importante é que o terraço tenha capacidade e segurança para reter água proveniente do escoamento superficial.(para posterior infiltração ou condução para fora da área).
  15. 15.  A declividade do terreno é fator determinante na largura da faixa de movimentação de terra ( base estreita, base média ou base larga).  Na definição do tipo de terraço a ser construído, se comum ou patamar.(acima de 18 %).  O terraceamanto é uma prática recomendadas para terrenos de declividade de 4 % a 50 %.
  16. 16.  Em declividades inferiores a 4 %, quando o comprimento da rampa é curto pode ser substituído por outras práticas conservacionistas (edáficas ou vegetativas).  Em declives acima de 20 % são recomendada a ocupação e a exploração da área com pastagens e outras culturas perenes.
  17. 17. Práticas mecânicas de controle de erosão . 3 ª aula prática UFLV
  18. 18. Práticas mecânicas de controle de erosão . 3 ª aula prática UFLV
  19. 19.  A eficiência de uma sistema de terraceamento depende também da combinação de outras práticas complementares, como :  Plantio em nível.  Rotação de culturas  Controle de queimadas.  Manutenção de cobertura morta na superfície do solo.
  20. 20.  O custo de construção e manutenção de um sistema de terraceamento e relativamente alto.  Por essa razão, antes da adoção dessa tecnologia deve- se fazer um estudo criterioso das condições locais.  O rompimento de um terraço pode levar à destruição dos demais que estiverem a jusante, com grandes prejuízos à área cultivada.
  21. 21.  Embora o terraceamento seja uma prática de conservação do solo usada há mais de 100 anos, ainda apresenta dificuldades relativas ao planejamento, á construção e á manutenção.  Tendo em vista esses fatos do terraceamento constituir o principal tipo de prática mêcanica de conservação dos solos e os problemas ainda existes para o seu correto uso, especial atenção deve ser dedicada a esse tipo de prática.
  22. 22.  Livro – Conservação de solos e água – Práticas mecânicas para o controle da erosão hídrica. Fernando Falco Pruski. UFV. 2011.  Apostila de Terraceamento IFG- Ipora.  PDF. Práticas de manejo e conservação do solo e água no seminário do Ceará. Secretaria dos recursos hídricos.Governo do Estado.  PDF. Práticas mecânicas de controle da erosão . 3ª aula prática UFLV.

×