Auditoria na gestão do conhecimento - slides palestra

665 visualizações

Publicada em

O termo Auditoria é usado atualmente nos mais diversos sentidos da palavra tendo como mais comum a idéia de fiscalização e/ou descoberta de regularidades e ilícitos. Mas, a “Auditoria” assume novas posições que não são apenas de fiscalização. Entao vejamos isto..
Palestra ministrada na Universidade Salgado de Oliveira.

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
665
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Auditoria na gestão do conhecimento - slides palestra

  1. 1. •Universo – Universidade Salgado de Oliveira – 26/05/2010
  2. 2. Edilson Aguiais é ... Atividades Profissionais Economista; Consultor de Empresas; Economista Projetista; Perito Judicial; Auditor Empresarial; Avaliador de Empresas; Aprendiz. Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Pós-Graduando em Gestão Financeira e Controladoria; Pres. Da Comissão de Perícia e Arbitragem do Conselho Regional de Economia – GO; Palestrante; Articulista do Jornal Diário da Manhã; Integrante da Comissão Mista de Definição da Atuação do Economista, Administrador e Contador (CORECON, CRA e CRC); Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D 2
  3. 3. Com esta palestra queremos.... Identificar; Entender; Conceituar; Verificar Aplicações; Tirar Conclusões. Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D 3
  4. 4. AUDITORIA GESTÃO DO CONHECIMENTO AUDITORIA E GESTÃO DO CONHECIMENTO Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D 4
  5. 5. Surgimento: URUKAGINE – SUMERIANO(4.500 a.C) Séc. XV ou XVI – Séc. XVIII - Evolução: Séc. XIX – II Revolução Industrial “Revolução do Chip” Evolução das Empresas Familiares Atual: Orientação, interpretação e previsão de fatos; Dinamismo; Tomada de decisões. Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D 5
  6. 6. Explosão da Auditoria final dos anos 70: a “auditoria” como “solução” ou “remédio” para os problemas - fraudes, ineficiência : Enron, Parmalat, Banco Nacional, etc. anos 80 e 90: controle de custos, descentralização, mecanismos de mercado e quasequase-mercado. Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D 6
  7. 7. Mas afinal, do quê estamos falando quando nos referimos a “auditoria” ? Algo comum? Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D 7
  8. 8. Definição de AUDITORIA Descrever a prática existente Prescrever a prática futura Definir os termos-chave e conceitos fundamentais As entidades de auditores contábeis percorreram um longo caminho para compilar as características comuns a todas as demandas formuladas à comunidade de auditoria (IFAC, AICPA, etc.) Assurance services Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D IDENTIFICAÇÃO DOS TRAÇOS COMUNS À MULTIPLICIDADE DE DEMANDAS E PRÁTICAS DE AUDITORIA 8
  9. 9. UM ASSUNTO DETERMINADO UMA REALIDADE (Atos de gestão, sistemas de controle, etc.) (OBJETO DA AUDITORIA) OU UMA AFIRMAÇÃO SOBRE A REALIDADE (Relatórios, Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D demonstrativos) 9
  10. 10. UM ASSUNTO DETERMINADO (OBJETO DA AUDITORIA) Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D UMA PARTE RESPONSÁVEL PELO ASSUNTO 10
  11. 11. PARTE RESPONSÁVEL PELO ASSUNTO UM ASSUNTO DETERMINADO (OBJETO DA AUDITORIA) Relação de prestação de contas Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D UM DESTINATÁRIO (COM DIREITOS A EXIGIR CONTAS) 11
  12. 12. UMA PARTE RESPONSÁVEL PELO ASSUNTO UM ASSUNTO DETERMINADO (OBJETO DA AUDITORIA) UM DESTINATÁRIO (COM DIREITOS A EXIGIR CONTAS) UM AGENTE INDEPENDENTE (AUDITOR) Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D 12
  13. 13. UMA PARTE RESPONSÁVEL PELO ASSUNTO UM ASSUNTO DETERMINADO (OBJETO DA AUDITORIA) CRITÉRIOS PREDEFINIDOS UM DESTINATÁRIO (COM DIREITOS A EXIGIR CONTAS) UM AGENTE INDEPENDENTE (AUDITOR) Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D 13
  14. 14. UMA PARTE RESPONSÁVEL PELO ASSUNTO UM ASSUNTO DETERMINADO (OBJETO DA AUDITORIA) EXAMES CRITÉRIOS PREDEFINIDOS UM DESTINATÁRIO (COM DIREITOS A EXIGIR CONTAS) Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D UM AGENTE INDEPENDENTE (AUDITOR) 14
  15. 15. UMA PARTE RESPONSÁVEL PELO ASSUNTO UM ASSUNTO DETERMINADO (OBJETO DA AUDITORIA) EXAMES CRITÉRIOS PREDEFINIDOS UM DESTINATÁRIO (COM DIREITOS A EXIGIR CONTAS) UM AGENTE INDEPENDENTE (AUDITOR) OPINIÃO Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D 15
  16. 16. Um serviço ou encargo de auditoria é a avaliação por um auditor profissional de um assunto determinado que é responsabilidade de outra pessoa, mediante a utilização de critérios adequados e identificáveis, com o fim de expressar uma conclusão que transmita a um destinatário predeterminado um certo nível de confiabilidade ou segurança acerca do assunto em questão. Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D 16
  17. 17. “Levantamento, estudo e avaliação sistemática de transações, procedimentos, rotinas e demonstrações financeiras de uma entidade com o objetivo de fornecer a seus usuários uma opinião imparcial e fundamentada em normas e princípios sobre a sua adequação” Manual de Auditoria Financeira e Patrimonial, Brasília 1996. Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D 17
  18. 18. “.... a auditoria é o exame de demonstrações e registros administrativos. O auditor observa a exatidão, integridade e autencidade de tais demonstrações, registros e documentos.” HOLMES, arthur W. Auditing, principles and procedura,Homewood, R.D. Irwin, Inc. 4ª ed., p.1, 1956) Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D 18
  19. 19. Conhecimento Platão, Aristóteles e outros pensadores. Globalização Conhecimento = Vantagem Competitiva Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D 19
  20. 20. “Exigem-se cada vez mais respostas rápidas das empresas, tendo em vista a complexidade e velocidade das demandas de mercado; Os produtos e serviços possuem no conhecimento seu componente de maior valor agregado, muito mais que a transformação de matéria-prima ou de informação; A integração mundial dos mercados (globalização), mesmo com certo desequilíbrio de forças, tem derrubado fronteiras e aumentado oportunidades de negócios.”(BOFF, L. H. Gestão do Conhecimento: O que é, pra quê serve e o que eu tenho a ver com isso? Revista FSG n.1 ) Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D 20
  21. 21. O que aprendemos... Surgimento e evolução ; Definição ; Aplicação; Possibilidades; Conclusões. Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D 21
  22. 22. Obrigado! Edilson Aguiais Pres. Da Comissão de Perícia e Arbitragem Conselho Regional de Economia 18º Região / GO (62) 3931 – 0186 (62) 9253 - 0386 (62) 8579 - 6572 edilsongyn@gmail.com Acesse: <www.corecon-go.org.br> Av. Goiás, 623 Ed. Magalhães Pinto – Centro (62) 3931 - 0186 Edilson Aguiais Economista – CRE 2.337/D 22

×