Edgard GuerraKarla ItoVicente Silveira Jr
• Família é um sistema social onde se unem conhecimentos,valores, crenças e práticas, onde se desenvolve uma dinâmica defu...
•Ao longo de algumas décadaso “modelo” de família sofrefortes influências sociais,culturais,    políticas,      eeconômica...
• Novos   modelos de uniãomarital;• Homens     e mulheres,oriundos     de    variadosestados de vida (solteirosou separado...
• Embora a família esteja em plenoprocesso de mutação é ela osuporte para o desenvolvimentohumano sendo então a principalm...
•Singly (2000) discorrendo sobre a famíliacontemporânea diz que esta é paradoxalmente aomesmo tempo, racional e individual...
Composto:• Lealdades, a justiçafamilial, a parentificação, omito familial ou saga dafamília, os ritos familiares,os segred...
•Schützemberger    (1997) dizque “a Lealdade se compõe daunidade social que depende dalealdade dos membros dogrupo; o grup...
• Asações de cada membro de um grupo familiar eque tenham repercussão positiva ou negativa junto aum ou mais indivíduo da ...
• Schützemberger   (1997). Cita a autora, “a maisimportante dívida da lealdade familial é a de cada filhofrente a frente c...
• Para Bonzormenyi-Nagy, o indivíduo é uma entidadebiológica e psicológica. Schutzenberger (1997) acrescenta,“psicossocial...
• Os   “ritos” são umasérie de atos e decomportamentosestritamentecodificados na família,que se repetem notempo e dos quai...
• Segredos são ocorrências dopassado      familiar    cujadivulgação não acrescentavalores positivos, podendorepercutir ne...
• Os sintomas podem ser considerados a expressão física resultante doesforço empreendido pelo indivíduo na busca do reequi...
•Exige uma exaustiva coleta deinformações        detalhadasreferentes às ocorrênciaspassadas e aos eventos esistemas exist...
•Genetograma;•Ecomapa;•Átomo Social;•Locograma;•Ciclo Vital da Família
• Ciclo vital familiar envolve as várias etapasdefinidas sob alguns critérios pelas as quais asfamília passam, da sua cons...
•O  ciclo vital permite simultaneamenteuma visão panorâmica e focal, porquantonão é um conceito rígido; ao contrário,permi...
Relações Interpessoais
Genograma: Como registrar as pessoas e asocorrências
“Se profundamente em nossas mentesinconscientes tivermos nos tornadocapazes de, em certa medida, livrarnossos sentimentos ...
Avaliação inter e transgeracional da família
Avaliação inter e transgeracional da família
Avaliação inter e transgeracional da família
Avaliação inter e transgeracional da família
Avaliação inter e transgeracional da família
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Avaliação inter e transgeracional da família

1.426 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.426
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Avaliação inter e transgeracional da família

  1. 1. Edgard GuerraKarla ItoVicente Silveira Jr
  2. 2. • Família é um sistema social onde se unem conhecimentos,valores, crenças e práticas, onde se desenvolve uma dinâmica defuncionamento, promovendo a saúde, prevenindo e tratando adoença de seus membros (ELSEN, 2002).
  3. 3. •Ao longo de algumas décadaso “modelo” de família sofrefortes influências sociais,culturais, políticas, eeconômicas, ocasionandomudanças nas relaçõesinternas e externas, naformulação dos papéis de cadamembro, alterando a estruturada configuração familiar.
  4. 4. • Novos modelos de uniãomarital;• Homens e mulheres,oriundos de variadosestados de vida (solteirosou separados) assumem osfilhos de seu novo parceiropara formarem uma novafamília;•O ajuntamento dehomoafetivos;
  5. 5. • Embora a família esteja em plenoprocesso de mutação é ela osuporte para o desenvolvimentohumano sendo então a principalmantenedora da saúde e geradoradas doenças de seus membros. Afamília é a matriz da identidade deseus membros, funcionando comoum sistema, um ambiente deformação.
  6. 6. •Singly (2000) discorrendo sobre a famíliacontemporânea diz que esta é paradoxalmente aomesmo tempo, racional e individualista•Genofre (1997) assim transcreve o conceito de Lévy-Brul, o traço dominante da evolução da família é suatendência a se tornar um grupo cada vez menosorganizado e hierarquizado e que cada vez mais sefunda na afeição mútua.
  7. 7. Composto:• Lealdades, a justiçafamilial, a parentificação, omito familial ou saga dafamília, os ritos familiares,os segredos e tabus dafamília, os sintomas;
  8. 8. •Schützemberger (1997) dizque “a Lealdade se compõe daunidade social que depende dalealdade dos membros dogrupo; o grupo conta com alealdade de seus membros,com os pensamentos e asmotivações de cada um dosmembros como indivíduo”.
  9. 9. • Asações de cada membro de um grupo familiar eque tenham repercussão positiva ou negativa junto aum ou mais indivíduo da família são objeto de“contabilizações”. (Boszormenyi-Nagy,Schützemberger , 1997)
  10. 10. • Schützemberger (1997). Cita a autora, “a maisimportante dívida da lealdade familial é a de cada filhofrente a frente com seus pais pelo amor, carinho,cuidados, fadigas e desvelos que recebeu desde onascimento”.
  11. 11. • Para Bonzormenyi-Nagy, o indivíduo é uma entidadebiológica e psicológica. Schutzenberger (1997) acrescenta,“psicossocial”.• O mito.• Assim, um mito se reproduz na geração sucessiva,mantendo sem qualquer mudança as estrutura e os papéisdesignados a cada membro. (Schutzenberger 1997).
  12. 12. • Os “ritos” são umasérie de atos e decomportamentosestritamentecodificados na família,que se repetem notempo e dos quaisparticipam todos ouuma parte dosfamiliares.
  13. 13. • Segredos são ocorrências dopassado familiar cujadivulgação não acrescentavalores positivos, podendorepercutir negativamente nosanais da família ao longo dotempo.
  14. 14. • Os sintomas podem ser considerados a expressão física resultante doesforço empreendido pelo indivíduo na busca do reequilíbrio, em meio àdinâmica de interação deste com o sistema e consigo mesmo.• A dinâmica do sintoma é mantida por mecanismos de retroalimentaçãonegativa, sendo uma forma de fuga, como uma tentativa de flexibilizar omito, ou a explicitação da pressão mítica ou ainda a punição por terquebrado o determinismo, buscando assim, a homeostase que éidentificada como estabilidade ou equilíbrio. O sintoma pode tambémfuncionar como uma metáfora para determinados segredos, sendo umaexpressão simbólica de emoções poderosas conectadas a ele.
  15. 15. •Exige uma exaustiva coleta deinformações detalhadasreferentes às ocorrênciaspassadas e aos eventos esistemas existentes na família.•O entendimento das forças econexões da família com seueco sistema (Carter,McGoldrick e Colaboradores,2001).
  16. 16. •Genetograma;•Ecomapa;•Átomo Social;•Locograma;•Ciclo Vital da Família
  17. 17. • Ciclo vital familiar envolve as várias etapasdefinidas sob alguns critérios pelas as quais asfamília passam, da sua constituição em umageração até a morte dos indivíduos que ainiciaram”
  18. 18. •O ciclo vital permite simultaneamenteuma visão panorâmica e focal, porquantonão é um conceito rígido; ao contrário,permite sobreposições e reconstituições.(Cerveny 1997 in Osório e Valle ecolaboradores, 2009).
  19. 19. Relações Interpessoais
  20. 20. Genograma: Como registrar as pessoas e asocorrências
  21. 21. “Se profundamente em nossas mentesinconscientes tivermos nos tornadocapazes de, em certa medida, livrarnossos sentimentos por nossos pais deressentimentos, e os perdoarmos pelasfrustrações que tivemos que suportar,então podemos estar em paz com nósmesmos e somos capazes de amar outraspessoas no verdadeiro sentido dapalavra”. (Klein, 1975, vol. I, p.343)

×