Eder & Paula
 Nossa historia começou quando eramos crianças, eu
tinha de 4 a 5 anos, quando o prefeito da cidade
Buega resolveu me pre...
 Eu cuidava da ovelha como se fosse uma bonequinha,
a amava muito, meses depois ela ficou prenha para
minha alegria, mas ...
 foi trágico chorei durante uma semana e hoje aos
meus 27 anos nunca esqueci, fui crescendo, quando
tinha 11 anos resolvi...
 Conhecendo a cidade, quando voltava para casa de
Michel( esposo de tia Marinalva), uma pessoa que
estava sentada no ônib...
 Retornei em 29 de agosto de 2004, nesse dia havia
uma festa de formatura do 8º ano né (Duda), Jailma
ainda não tido o pr...
 ela me respondeu: é o filho de Buega, falei é não
conheço, a atrevida resolveu mim apresentar! Em
seguida me chamou para...
 começamos a namorar a partir desse dia, depois de 1
ano e 8 meses ficamos noivos, após 3 meses, descobri
que estava grav...
 Em 2010, tivemos mais um presente a nossa princesa
Sofia estava plantada dento do meu ventre, com todas
essas conquista ...
 Em 2011 viemos a João Pessoa uma cidade
maravilhosa que eu amo, onde continuamos nossa
luta, nossa vida, nossa conquista...
 Hoje 2014, estou muito feliz e quero agradecer a
DEUS Por dois filhos que amo sem explicação e você
Éder que tem sido me...
 realmente não foi fácil chegar aqui, e nossos sonhos
não acabou continue estudando passando em
vestibular e concursos, q...
 Obrigada Deus por agir em minha família, pela
minha vida, e querem saber qual o segredo é ajudar a
próximo, que deus sem...
 Bem, minha história é bem parecida com essa, com
algumas particularidades. Quando criança vivi
momentos difíceis, com re...
 Meu pai me levou aos melhores médicos do estado,
fiz vários exames, tomei vários medicamentos, mas
nunca achava a cura.
 Em casa sempre tive por perto minha mãe, que vivia
me incentivando a estudar, sempre dizia que minha
maior herança era a...
 O tempo passou, a mente mudou, o corpo se
modificou, quando jovem fiz varias amizades,
conheci muita gente, boa e ruim, ...
 cheguei até a pegar o carro do meu pai escondido, ele
quase enfartou, pois no mesmo dia morreu um grande
amigo nosso cha...
 Devido as precárias condições, em termo de
educação, da nossa cidade Juru, e por meus pais
verem que eu estava me distan...
 eles me perguntaram se gostaria de ir a cidade de
João Pessoa e morar com minha tia. Aceitei a
proposta, fui com medo do...
 No começo foi difícil enfrentei preconceito, pois era
um matuto na capital, mas com o jeitinho sertanejo de
ser conquist...
 Após um tempo na capital as coisas começaram a
ficar difíceis, pois meu pai, que era prefeito da
Cidade de Juru, deixou ...
 No começo fiquei abalado, mas superei, a doença que
tinha desde criança ainda me atormentava, daí tomei
uma decisão, fui...
 voltei para casa peguei o medicamento e joguei na
parede, decidi que a parti daquele dia não tomaria
mais e que estava c...
 Sai da casa da minha tia, comecei a me virar, fui
morar só em um apartamento que era do meu pai,
sem poder pagar as pres...
 fui morar de aluguel, depois compartilhei a moradia
com mais 2 amigos, fazia cursinho e trabalhava,
tempos difíceis, de ...
 Nas minhas idas e vindas a Juru, de longe vi uma
pessoa que me chamou a atenção, ela era diferente de
qualquer outra na ...
 Ela era meiga e delicada, chamei-a para dançar,
ficamos conversando e nos encontramos por varias
vezes, daí surgiu uma g...
 um sabia o que o outro pensava e queria, eu fica
contando as horas para voltar para o sertão para ver
seu sorriso estamp...
 Levei para minha casa, tivemos um filho, fomos
morar na casa emprestada de sua irmã, fui para o
quartel, passei 9 meses ...
 Quando conclui trabalhei em Juru, depois em Água
Branca, tivemos momentos de crise, mas superamos e
decidimos mudar de c...
 Não sabíamos o que nos esperava, mas como nunca
tive medo do desconhecido, enfrentei e consegui
transferência.
 Fomos morar em um quarto tão apertado que para
uma pessoa entrar outra tinha que sair, mudamos
varias vezes até consegui...
 Deus nos presenteou com um apartamento, e dois
lindos filhos, amigos e pais que nos amam, e esse é
um pequeno resumo de ...
Nossa história
Nossa história
Nossa história
Nossa história
Nossa história
Nossa história
Nossa história
Nossa história
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Nossa história

130 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
130
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Nossa história

  1. 1. Eder & Paula
  2. 2.  Nossa historia começou quando eramos crianças, eu tinha de 4 a 5 anos, quando o prefeito da cidade Buega resolveu me pressentia com uma ovelha, e dirigiu ao meu pai falando: em troca quero que uma das suas filha case com meu filho.
  3. 3.  Eu cuidava da ovelha como se fosse uma bonequinha, a amava muito, meses depois ela ficou prenha para minha alegria, mas essa alegria durou pouco, quando estava perto de ganhar uma cobra atacou, e ela veio a falecer,
  4. 4.  foi trágico chorei durante uma semana e hoje aos meus 27 anos nunca esqueci, fui crescendo, quando tinha 11 anos resolvi mudar de vida e fui morar em São Paulo com os meus tios. Em 2002 estava de férias, e fui para minha cidade de origem Juru, prolonguei passando minhas férias até João Pessoa.
  5. 5.  Conhecendo a cidade, quando voltava para casa de Michel( esposo de tia Marinalva), uma pessoa que estava sentada no ônibus me chamou atenção, e cometei com Michel, acho que conheço aquele menino, ele me respondeu: ele é filho de Buega, lembro como se fosse um filme, não falei com ele, pois não nos conhecíamos, acabou férias votei para São Paulo.
  6. 6.  Retornei em 29 de agosto de 2004, nesse dia havia uma festa de formatura do 8º ano né (Duda), Jailma ainda não tido o prazer de conhecer você! Pela 2º vez encontrei a pessoa que poderia mudar minha vida, cheguei em minha amiga (fofa) e falei quem é aquele gatinho:
  7. 7.  ela me respondeu: é o filho de Buega, falei é não conheço, a atrevida resolveu mim apresentar! Em seguida me chamou para dançar, fiquei muito envergonhada não sabia e nunca tinha dançado, eu estava tão encantada que resolvi tentar aprender, hoje falo ele não é bom professor pois até hoje eu não aprendi! Kkkk,
  8. 8.  começamos a namorar a partir desse dia, depois de 1 ano e 8 meses ficamos noivos, após 3 meses, descobri que estava gravida de Eduardo, nosso primeiro filho, fui morar com a sua família, mais sentia necessidade de ter o nosso lugar, a nossa particularidade, colocamos em pratica com muita dificuldade, e conseguimos, foi só um passo para muitas conquista como; passar nos concursos, vestibular.
  9. 9.  Em 2010, tivemos mais um presente a nossa princesa Sofia estava plantada dento do meu ventre, com todas essas conquista houve um momento que não tinha mais flores, onde cultivamos alguns espinhos e quase nos separamos, mais como Deus foi maior que tudo, não permitiu que isso acontecesse.
  10. 10.  Em 2011 viemos a João Pessoa uma cidade maravilhosa que eu amo, onde continuamos nossa luta, nossa vida, nossa conquista, nossos sonhos...
  11. 11.  Hoje 2014, estou muito feliz e quero agradecer a DEUS Por dois filhos que amo sem explicação e você Éder que tem sido meu companheiro, meu amigo, meu chatinho, meu fofinho, meu espozinho, minha historia,
  12. 12.  realmente não foi fácil chegar aqui, e nossos sonhos não acabou continue estudando passando em vestibular e concursos, que eu também estarei na luta vou terminar minha meu curso e depois quero mais um bebezinho...
  13. 13.  Obrigada Deus por agir em minha família, pela minha vida, e querem saber qual o segredo é ajudar a próximo, que deus sempre dará em dobro...  Ass. Ana Paula
  14. 14.  Bem, minha história é bem parecida com essa, com algumas particularidades. Quando criança vivi momentos difíceis, com relação a minha saúde, tinha periódicas convulsões, ficava consciente mas perdia o controle das pernas.
  15. 15.  Meu pai me levou aos melhores médicos do estado, fiz vários exames, tomei vários medicamentos, mas nunca achava a cura.
  16. 16.  Em casa sempre tive por perto minha mãe, que vivia me incentivando a estudar, sempre dizia que minha maior herança era a educação, confesso que não gostava de estudar, como a maioria das crianças só queria brincar, andar de bicicleta, jogar bola.
  17. 17.  O tempo passou, a mente mudou, o corpo se modificou, quando jovem fiz varias amizades, conheci muita gente, boa e ruim, comecei a sair de casa escondido para ir as festas nas cidades vizinhas,
  18. 18.  cheguei até a pegar o carro do meu pai escondido, ele quase enfartou, pois no mesmo dia morreu um grande amigo nosso chamado Eder, e eu ainda estava longe de casa.
  19. 19.  Devido as precárias condições, em termo de educação, da nossa cidade Juru, e por meus pais verem que eu estava me distanciando dos estudos,
  20. 20.  eles me perguntaram se gostaria de ir a cidade de João Pessoa e morar com minha tia. Aceitei a proposta, fui com medo do desconhecido, mas tinha certeza que seria melhor.
  21. 21.  No começo foi difícil enfrentei preconceito, pois era um matuto na capital, mas com o jeitinho sertanejo de ser conquistei novos amigos, mas sempre com o pensamento na terra natal. Sempre que podia voltava a Juru para rever os amigos.
  22. 22.  Após um tempo na capital as coisas começaram a ficar difíceis, pois meu pai, que era prefeito da Cidade de Juru, deixou o cargo, e não tinha mais condições de me manter na escola particular.
  23. 23.  No começo fiquei abalado, mas superei, a doença que tinha desde criança ainda me atormentava, daí tomei uma decisão, fui a um medico ele me disse que não tinha cura, fui a uma igreja rezei,
  24. 24.  voltei para casa peguei o medicamento e joguei na parede, decidi que a parti daquele dia não tomaria mais e que estava curado e faria tudo diferente em minha vida.
  25. 25.  Sai da casa da minha tia, comecei a me virar, fui morar só em um apartamento que era do meu pai, sem poder pagar as prestações o apartamento foi a leilão,
  26. 26.  fui morar de aluguel, depois compartilhei a moradia com mais 2 amigos, fazia cursinho e trabalhava, tempos difíceis, de muita aventura, fizemos muitas loucuras.
  27. 27.  Nas minhas idas e vindas a Juru, de longe vi uma pessoa que me chamou a atenção, ela era diferente de qualquer outra na cidade, tinha um brilho especial, e foi na festa de formatura que conheci Ana Paula.
  28. 28.  Ela era meiga e delicada, chamei-a para dançar, ficamos conversando e nos encontramos por varias vezes, daí surgiu uma grande cumplicidade que deu certo,
  29. 29.  um sabia o que o outro pensava e queria, eu fica contando as horas para voltar para o sertão para ver seu sorriso estampado no rosto.
  30. 30.  Levei para minha casa, tivemos um filho, fomos morar na casa emprestada de sua irmã, fui para o quartel, passei 9 meses longe, só nos víamos nos fins de semana.
  31. 31.  Quando conclui trabalhei em Juru, depois em Água Branca, tivemos momentos de crise, mas superamos e decidimos mudar de cidade.
  32. 32.  Não sabíamos o que nos esperava, mas como nunca tive medo do desconhecido, enfrentei e consegui transferência.
  33. 33.  Fomos morar em um quarto tão apertado que para uma pessoa entrar outra tinha que sair, mudamos varias vezes até conseguimos nosso sonho que era uma casa própria,
  34. 34.  Deus nos presenteou com um apartamento, e dois lindos filhos, amigos e pais que nos amam, e esse é um pequeno resumo de nossa história, cheia de altos e baixos, mas construída sempre com amor e dedicação.  Amo vocês: Paula, Eduardo, Ellen  Ass: Éder Pires

×