Era uma vez um rapaz que vivia numa casa branca.  À volta da casa havia duas árvores, uma nogueira e um castanheiro.  O ra...
O menino gostava tanto de estar ao pé do rio que à noite  deitava-se na areia a ver as estrelas.
- Olá, tu vives aqui? - Vi-vi-vo. - respondeu o rapaz atrapalhado. Um dia o rapaz foi dar um passeio pelo rio, ouviu um ba...
O peixe respondeu: - Eu tive um dono que falava muitas vezes comigo, ele dava-me muita comida. Eu fui crescendo e já não c...
-  Sim, apetecia-me mesmo ir, sabes sempre tudo o que eu quero! E durante todo o Verão mergulharam e divertiram-se no rio....
Uma noite o menino saiu da cama para ir beber água e ouviu uma conversa dos pais. A mãe do menino dizia que tinha visto um...
-É melhor ires-te embora. -Até algum dia. - disseram um ao outro a chorar. O menino foi contar tudo à carpa e disse-lhe:
O menino abraçou a sua amiga e ficaram os dois muito felizes novamente. Finalmente, um dia, a carpa voltou com muitas lata...
- Não teria conseguido sem a ajuda de duas raposas, ajudaram-me a puxar a rede com todas as latas de um pequeno barco de m...
O menino colocou esta placa perto do rio.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O Segredo Do Rio

23.175 visualizações

Publicada em

Uma história...um segredo...um menino e um rio!

Publicada em: Educação, Esportes, Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

O Segredo Do Rio

  1. 2. Era uma vez um rapaz que vivia numa casa branca. À volta da casa havia duas árvores, uma nogueira e um castanheiro. O rapaz no Verão ia para o rio que ficava perto de casa.
  2. 3. O menino gostava tanto de estar ao pé do rio que à noite deitava-se na areia a ver as estrelas.
  3. 4. - Olá, tu vives aqui? - Vi-vi-vo. - respondeu o rapaz atrapalhado. Um dia o rapaz foi dar um passeio pelo rio, ouviu um barulho e ficou cheio de medo quando viu que era uma carpa. Ela falava e depois perguntou-lhe:
  4. 5. O peixe respondeu: - Eu tive um dono que falava muitas vezes comigo, ele dava-me muita comida. Eu fui crescendo e já não cabia no aquário onde ele me pôs por isso tive de me ir embora. Depois eles falaram um com o outro : - Como é que falas a língua das pessoas? perguntou o menino.
  5. 6. - Sim, apetecia-me mesmo ir, sabes sempre tudo o que eu quero! E durante todo o Verão mergulharam e divertiram-se no rio. No Verão o peixe perguntou-lhe: -Queres dar uns mergulhos no rio?
  6. 7. Uma noite o menino saiu da cama para ir beber água e ouviu uma conversa dos pais. A mãe do menino dizia que tinha visto um peixe grande no rio e mandou o pai do menino ir pescar aquele peixe. Chegou o Inverno e só havia sol, nem uma gota de chuva. As culturas precisavam de chuva para crescer e as árvores para darem frutos.
  7. 8. -É melhor ires-te embora. -Até algum dia. - disseram um ao outro a chorar. O menino foi contar tudo à carpa e disse-lhe:
  8. 9. O menino abraçou a sua amiga e ficaram os dois muito felizes novamente. Finalmente, um dia, a carpa voltou com muitas latas de comida para a família do menino.
  9. 10. - Não teria conseguido sem a ajuda de duas raposas, ajudaram-me a puxar a rede com todas as latas de um pequeno barco de marinheiros, eu fiz isto por ti. A carpa contou como conseguiu trazer a comida:
  10. 11. O menino colocou esta placa perto do rio.

×