Quem sou?
Eu sou eu...e nada mais do que isso !
E você, quem é ?

Por quê o ramo erótico?
Foram 20 anos dedicados ao varej...
O Tabu?
Eu adoro ! E temos que lhe dar com ele e com
o preconceito social ...

Preconceito (prefixo pré- e conceito) é um ...
Erótika Toys
• Em Junho de 2008 nasceu a empresa;
• Produtos eróticos X B2B web X venda direta, terrenos novos!!!
• Intern...
Potencial da Venda Direta
no ramo erótico:
A VENDA DIRETA:
• O Brasil, está em terceira posição mundial de movimento finan...
B2B

B2C

 Preços fechados ao público;

 Preços abertos;

 Os revendedores não gostariam que os
consumidores finais tiv...
B2B

B2C

 Material de apoio às vendas;

 Material divulgação do produto;

 Informativo do produto e como vender
esse p...
VENDER
Produtos
ou
Momentos?

X
Case Erotika Toys: Integração Online/B2B - Paulo Aredes
Case Erotika Toys: Integração Online/B2B - Paulo Aredes
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Case Erotika Toys: Integração Online/B2B - Paulo Aredes

1.066 visualizações

Publicada em

Paulo Aredes, CEO da Erotika Toys, fala sobre "Integração Online/B2B" durante o Congresso E-Commerce Brasil de Operações & Negócios 2013.

Veja o vídeo da palestra e outras informações em https://www.ecommercebrasil.com.br/eventos/congresso-e-commerce-brasil-operacoes-negocios-2013/.

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.066
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Case Erotika Toys: Integração Online/B2B - Paulo Aredes

  1. 1. Quem sou? Eu sou eu...e nada mais do que isso ! E você, quem é ? Por quê o ramo erótico? Foram 20 anos dedicados ao varejo de acessórios automotivos e depois de ver o setor se estreitando, senti a necessidade de buscar um novo segmento. Após vasta pesquisa e planos de negócios, foi em um programa de entrevista na TV, que de uma brincadeira surgiu a ideia de trabalhar com produtos eróticos.
  2. 2. O Tabu? Eu adoro ! E temos que lhe dar com ele e com o preconceito social ... Preconceito (prefixo pré- e conceito) é um "juízo" preconcebido, manifestado geralmente na forma de uma atitude "discriminatória" perante pessoas, lugares ou tradições considerados diferentes ou "estranhos". Costuma indicar desconhecimento pejorativo de alguém, ou de um grupo social, ao que lhe é diferente.
  3. 3. Erótika Toys • Em Junho de 2008 nasceu a empresa; • Produtos eróticos X B2B web X venda direta, terrenos novos!!! • Internet – Campo fértil, mesmo para quem não têm dinheiro para publicidade.. • Foco: mercado de cosméticos e artigos eróticos através do sistema de venda direta (porta-a-porta); • Hoje conta com mais de 30.000 Consultores em todo o Brasil; • Diferencial: Construção do ambiente de interação entre Empresa e Consultores, entendendo os anseios e necessidades que acompanham várias histórias de sucesso.
  4. 4. Potencial da Venda Direta no ramo erótico: A VENDA DIRETA: • O Brasil, está em terceira posição mundial de movimento financeiro em Venda Direta, atrás apenas de EUA e Japão; • Já são mais de um milhão de brasileiros nesta profissão; • Responsável por mais de 60% do total de faturamento de cosméticos no Brasil. E NO MERCADO ERÓTICO? • A venda direta representa 20% do faturamento do setor; • 70% dos consumidores são mulheres; • Faturamento do setor cresceu 80% nos últimos quatro anos. • 85 mil consultores vendem produtos sensuais no Brasil. Fonte: ABEVD - Associação Brasileira de Venda Direta ABEME – Associação Brasileira do Mercado Erótico
  5. 5. B2B B2C  Preços fechados ao público;  Preços abertos;  Os revendedores não gostariam que os consumidores finais tivessem acesso ao site. ( campanhas segmentadas );  A divulgação é de extrema importância e quanto maior o número de acessos maior será o faturamento ( mega campanhas );  O revendedor se preocupa com as suas margens de lucro;  O cliente está em busca constante pelo melhor preço.  Análise de cadastro para comercialização;  Análise de cadastro para envio;  Preço de distribuidor e sugestão de preço de venda para o consumidor final;  Preço final ao consumidor;
  6. 6. B2B B2C  Material de apoio às vendas;  Material divulgação do produto;  Informativo do produto e como vender esse produto;  Informativo e especificação somente do produto;  Processo de compra mais longo/racional;  Processo de compra imediato/emocional;  Baixo volume de clientes, porém seletos;  Alto volume de clientes e normalmente disperso;  O que importa é estar sintonia com o cliente;  O que importa é estar sintonia com o cliente;
  7. 7. VENDER Produtos ou Momentos? X

×