Formados Para a Família de Deus

1.794 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.794
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
46
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Formados Para a Família de Deus

  1. 1. COMUNHÃOVocê foi formado para fazer parte da família de Deus
  2. 2. Programa• Formado para fazer parte da família de Deus• O que realmente importa• Um lugar ao qual pertencer• Tendo uma vida em comum• Cultivando a comunidade• Restaurando a comunhão quebrada• Protegendo sua igreja• Conclusão
  3. 3. FORMADO PARA FAZER PARTE DAFAMÍLIA DE DEUS
  4. 4. Formado para fazer parte da família de Deus“Deus é aquele que fez todas as coisas, e todas as coisas são para a sua glória. Ele quis que muitos filhos partilhassem de sua glória” – Hebreus 2:10a “Vejam como é grande o amor que o Pai nos concedeu:sermos chamados filhos de Deus, o que de fato somos.” – 1 João 3:1
  5. 5. Formado para fazer parte da família de Deus• A Bíblia toda relata Deus formando uma família que irá amá-lo, honrá-lo e reinar com Ele para sempre;• Deus valoriza tanto os relacionamentos, que a Sua própria natureza é composta por eles: Pai, Filho e Espírito se relacionam em perfeita harmonia;• Nossos laços com a nossa família espiritual são ainda mais fortes do que os da nossa família carnal, pois são laços eternos, unidos pelo sangue de Cristo.
  6. 6. O QUE REALMENTE IMPORTA
  7. 7. O que realmente importa“Não importa o que eu diga, creia e faça; sem amor, estou arruinado” – 1 Coríntios 13:3b “Amor significa viver da maneira que Deus nos mandou viver. Como vocês ouviram desde o início, o seumandamento é este: viva uma vida de amor.” – 2 João 1:6
  8. 8. O que realmente importa• Viver a vida planejada por Deus consiste em amar;• Amar deve ser sua principal prioridade, seu objetivo primordial e sua maior ambição. Sem amor, nossa vida é inútil;• A melhor expressão do amor chama-se tempo;• O melhor momento para amar é agora.
  9. 9. UM LUGAR AO QUAL PERTENCER
  10. 10. Um lugar ao qual pertencer“Agora vocês são membros da própria família de Deus ecidadãos do país de Deus, e pertencem à casa de Deus como todos os outros cristãos.” – Efésios 2:19 “A família de Deus é a igreja do Deus vivo, coluna e fundamento da verdade.” – 1 Timóteo 3:15
  11. 11. Um lugar ao qual pertencer• Você é chamado para integrar, não apenas para crer;• Um membro do corpo só vive se está ligado ao corpo. Se você decepar um dedo, em poucos minutos ele morre, pois não pode viver por si mesmo;• “Ah, mas eu posso ficar no meu quarto sozinho e estar ligado ao Corpo de Cristo...” – Não, não pode;• É apenas no envolvimento com uma comunidade local que o seu relacionamento com a família de Cristo (sua família) se desenvolve.
  12. 12. TENDO UMA VIDA EM COMUM
  13. 13. Tendo uma vida em comum“Cada um de vocês é parte do Corpo de Cristo, e vocês foram escolhidos para viver juntos em paz.” – Colossenses 3:15“Como é bom e agradável que o povo de Deus viva unido como se todos fossem irmãos.” – Salmo 133:1
  14. 14. Tendo uma vida em comum• A vida foi feita para ser partilhada• Ter comunhão é ter uma vida em comum• Geralmente a comunhão é melhor à medida que o grupo é menor. Por isso existem os Pequenos Grupos (PG’s)• Na comunhão deve haver: autenticidade, reciprocidade, compaixão e misericórdia
  15. 15. CULTIVANDO A COMUNIDADE
  16. 16. Cultivando a comunidade “Vocês podem desenvolver uma comunidade saudável e robusta, que viva de acordo com Deus e desfrute osresultados, se tão somente derem conta da árdua tarefa dese relacionarem bem uns com os outros, tratando-se digna e honradamente.” – Tiago 3:18 “Eles se dedicavam ao ensino dos apóstolos, à vida emcomum, à refeição comunitária e às orações.” – Atos 2:42
  17. 17. Cultivando a comunidade• Viver em comunidade exige comprometimento;• A verdadeira comunhão/comunidade exige: sinceridade, humildade, cortesia, sigilo e constância;• Olhando essa lista, vê-se o motivo de uma comunhão plena ser tão rara: ela exige que desistamos do nosso individualismo e independência para nos tornar interdependentes.
  18. 18. RESTAURANDO A COMUNHÃOQUEBRADA
  19. 19. Restaurando ao comunhão quebrada“[Deus] restaurou o nosso relacionamento consigo pormeio de Cristo e nos deu o ministério da restauração de relacionamentos.” – 2 Coríntios 5:18
  20. 20. Restaurando ao comunhão quebrada• Sempre vale a pena restaurar relacionamentos;• Parte do processo de amar envolve aprender a manter relacionamentos saudáveis e não descartá-los no primeiro desacordo que houver;• Se a Igreja deveria ser reconhecida pelo amor, então suas dissenções são um péssimo testemunho;• Há um modelo bíblico para a restauração de relacionamentos.
  21. 21. PROTEGENDO SUA IGREJA
  22. 22. Protegendo sua Igreja“Vocês foram unidos na paz por meio do Espírito. Portanto, façam todo o esforço para continuar dessa maneira.” – Efésios 4:3“Acima de tudo, deixem que o amor dirija a vida de vocês,porque assim toda a igreja permanecerá unida em perfeita harmonia.” – Colossenses 3:14
  23. 23. Protegendo sua Igreja• É seu dever proteger a unidade da sua igreja;• A unidade do Corpo é tão importante que o Novo Testamento fala mais sobre ela do que sobre o céu ou o inferno;• A unidade é a alma da comunhão;• Jesus pagou um alto preço pela Igreja. Por isso Ele a quer protegida e livre de divisões e conflitos.
  24. 24. CONCLUSÃO
  25. 25. ConclusãoTer comunhão, ser parte integrante da família de Deus, é amaterialização do “amar ao próximo como a si mesmo”. É através dela que vivemos esse mandamento.
  26. 26. DÚVIDAS?
  27. 27. FIM

×