SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
-53721068580<br />906145297815<br />22917154748530<br />Trabalho realizado por:<br />Raquel Gouveia, <br />Nº 24, 9ºA<br />Rita Perpétua, <br />Nº 25, 9ºA<br />Índice TOC  quot;
1-3quot;
    Introdução PAGEREF _Toc261431276  3Símbolos Nacionais PAGEREF _Toc261431277  4Bandeira Nacional PAGEREF _Toc261431278  5Dimensões da Bandeira Nacional (Républicana) PAGEREF _Toc261431279  6Hino Nacional PAGEREF _Toc261431280  8Conclusão PAGEREF _Toc261431281  10Bibliografia PAGEREF _Toc261431282  11<br />Introdução<br />A Implantação da Republica em Portugal aconteceu no dia 5 de Outubro de 1910.<br />Com este acontecimento Portugal deixou de ser governado por reis, ou seja, os portugueses derrubaram a monarquia.<br />Na monarquia a sucessão ao trono era feita de forma hereditária, ou seja, quando o rei morria, sucedia-lhe o seu filho mais velho.<br />Agora com a Republica é a população, maior de 18 anos, que escolhe os dirigentes do país, que são escolhidos através de eleições livres, e que governam durante períodos de tempo mais curtos.<br />Com a Republica modificaram-se dois dos principais símbolos nacionais:<br />A Bandeira<br />O Hino<br />20154905840095São estes dois símbolos que vamos estudar no nosso trabalho.<br />Imagem representatica da proclamção da Republica PortuguesaSímbolos Nacionais<br />Cada país tem os seus símbolos nacionais, que podem ser musicas, bandeiras ou estandartes, pessoas, instituições, objectos, monumentos, entre outros.<br />Em Portugal, os Símbolos Nacionais são: A Bandeira Nacional e o Hino Nacional.<br />Com a Implantação da República ocorreram modificações da Bandeira e do Hino Nacional.<br />15240546100 <br />Actual Bandeira Nacional.<br />Bandeira Nacional<br />Signa heráldica, que representa um estado. Primitivamente, a bandeira representava o soberano e só posteriormente passou a representar o território governado por esse soberano, sendo, por isso, hasteada nas fortalezas, navios, etc.<br /> Desde D.Afonso Henriques até ao presente sofreu diversas alterações. A sua forma actual data do dia 19 de Junho de 1911. Com a Proclamação da República, a bandeira passou a ter duas cores, o verde e o vermelho (cores estas adoptadas já na revolução republicana do dia 31 de Janeiro de 1891) e o escudo das quinas despromovido de timbre foi sobreposto à esfera armilar com dimensões excessivas relativamente a esta.<br />Na Bandeira Nacional: <br /> O verde, cor da natureza, representa a esperança em melhores dias, os campos verdejantes do país, e a liberdade.<br /> O Vermelho simboliza o valor e o sangue derrubado ao longo da história, e a vida.<br />A Esfera Armilar, amarela no centro, representa os Descobrimentos Portugueses.<br /> A Esfera Armilar, de ouro em fundo azul, como o Escudo de armas, simboliza o reino do Brasil e foi também o emblema pessoal de D.Manuel I.<br />O Escudo de Armas sobre a Esfera Armilar, consiste em dois outros escudos: <br />O primeiro vermelho e maior com sete castelos dourados no interior, que simbolizam as cidades fortificadas tomadas aos mouros por D.Afonso III<br />center3243580O segundo branco e mais pequeno com 5 quinas azuis, dispostas em forma de cruz, com 5 besantes cada, que simbolizam, lendariamente os 5 reis mouros que D.Afonso Henriques derrotou na batalha de Ourique; porem também existe outra lenda que diz que representam as 5 chagas de Jesus Cristo e também simbolizam o poder régio de cunhar moeda. Este escudo Representa o Nascimento da Nação.<br />Bandeira Nacional Portuguesa, à esquerda. À direita, em mais detalhe, a Esfera Armilar, os Castelos, o Escudo com as Quinas e os Besantes.Nota: É impossível, a esta escala, representar com rigor o contorno dos vários elementos da bandeira como, por exemplo, os Besantes, as virolas da Esfera Armilar e os Castelos, em particular, os inclinados.<br />Dimensões da Bandeira Nacional (Républicana)<br />A parte verde, do lado da tralha (parte onde passam os cabos que hasteiam a bandeira), ocupa dois quintos da superfície e a parte vermelha ocupa três quintos.<br />A altura do pano é igual a dois traços da largura, ou seja o comprimento da bandeira é 1.5 vezes maior do que a altura da tralha. A Esfera Armilar tem um diâmetro igual a metade da altura da Bandeira, e fica equidistante das orlas superior e inferior.<br />8724902153920<br />Parte de foto de uma mega-bandeira (20m x 12m) hasteada a 35 metros de altura, no Alto do Parque Eduardo VII, Lisboa.<br />Hino Nacional<br />A marcha “A Portugal”, que agora é o Hino Nacional, surgiu no ano de 1890, como protesto contra a rendição política de D.Carlos I ao Ultimato Inglês, devido ao Mapa Cor de Rosa – desejo português de anexar os territórios africanos entre Angola e Moçambique.<br />A marcha “A Portuguesa” foi, por altura da falhada Revolução de 1891, adoptada como cântico revolucionário anti-monárquico, chegando mesmo esta marcha a ser proibida pelo Rei.<br />Ao longo do tempo também sofreu várias alterações, e até chegar à actual versão do Hino Nacional. Como por exemplo: «Contra os canhões …» era cantado «Contra os Bretões …», na qual os Bretões eram os ingleses.<br />A letra de a “Portuguesa” foi escrita por Henrique Lopes de Mendonça e a música foi composta por Alfredo Keil.<br />Foi apenas a partir do século XIX que as nações Europeias começaram a incluir um hino como um dos símbolos da Nação, ainda que desde sempre tenham existido gritos de guerra, marchas patrióticas e louvores musicais aos seus líderes.<br />Letra do actual Hino Nacional:<br />Heróis do mar, nobre povo,Nação valente, imortal,Levantai hoje de novoO esplendor de Portugal!Entre as brumas da memória,Ó Pátria sente-se a voz,Dos teus egrégios avósQue há-de guiar-te à vitória!<br />(Refrão)Ás armas, às armas!Sobre a terra, sobre o mar,Às armas, às armas!Pela Pátria lutarContra os canhões marchar, marchar!<br />centerbottom<br />Pauta da versão oficial de “A Portuguesa”<br />Conclusão<br />Durante os anos, o nosso país tem tido símbolos diferentes. Mesmo os símbolos actuais, até chegarem ao que nós agora conhecemos já foram por várias vezes modificados. Como a letra do hino e a própria bandeira.<br />As bandeiras modificavam-se por vezes de rei para rei, mas foi com a Implantação da República que esta sofreu maiores alterações. Contudo não foi apenas a bandeira que foi modificada, visto que a população ganhou muitos direitos, entre os quais o direito ao voto.<br />O dia da Instauração da República ainda hoje é celebrado com um feriado nacional.  <br />Bibliografia<br />Sites Consultados:<br />http://joaogil.planetadix.pt/h.htm<br />http://www.junior.te.pt/servlets/Rua?ID=132P=Portugal<br />Livros Consultados:<br />Moderna Enciclopédia Universal, vários autores, editora: Lexicoteca, Círculo de Leitores.<br />
Republica raquel e_rita
Republica raquel e_rita
Republica raquel e_rita
Republica raquel e_rita
Republica raquel e_rita
Republica raquel e_rita
Republica raquel e_rita
Republica raquel e_rita
Republica raquel e_rita
Republica raquel e_rita

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 5de Outubro[1]
Aula 5de Outubro[1]Aula 5de Outubro[1]
Aula 5de Outubro[1]gigilu
 
Republica portuguesa
Republica portuguesaRepublica portuguesa
Republica portuguesadavidpacheco
 
Centenário da Républica Portuguesa
Centenário da Républica PortuguesaCentenário da Républica Portuguesa
Centenário da Républica Portuguesadavidpacheco
 
Implantação da republica
Implantação da republicaImplantação da republica
Implantação da republicaMaria Ferreira
 
Conhecendo os símbolos nacionais are,ivanilda e neila
Conhecendo os símbolos nacionais are,ivanilda e neilaConhecendo os símbolos nacionais are,ivanilda e neila
Conhecendo os símbolos nacionais are,ivanilda e neilaivanildadeoliveira
 
5 de outubro de 1919 implantação da república
5 de outubro de 1919   implantação da república5 de outubro de 1919   implantação da república
5 de outubro de 1919 implantação da repúblicaJorge Silva
 
Símbolos nacionais e das foraçs armadas
Símbolos nacionais e das foraçs armadasSímbolos nacionais e das foraçs armadas
Símbolos nacionais e das foraçs armadasElsa Fernandes
 
A bandeira do Brasil - significado das cores e bandeira antigas
A bandeira do Brasil - significado das cores e bandeira antigasA bandeira do Brasil - significado das cores e bandeira antigas
A bandeira do Brasil - significado das cores e bandeira antigasestadosecapitaisdobrasil
 

Mais procurados (14)

Aula 5de Outubro[1]
Aula 5de Outubro[1]Aula 5de Outubro[1]
Aula 5de Outubro[1]
 
Aula 5de outubro
Aula 5de outubroAula 5de outubro
Aula 5de outubro
 
Aula 5de outubro[1]
Aula 5de outubro[1]Aula 5de outubro[1]
Aula 5de outubro[1]
 
Republica portuguesa
Republica portuguesaRepublica portuguesa
Republica portuguesa
 
Centenário da Républica Portuguesa
Centenário da Républica PortuguesaCentenário da Républica Portuguesa
Centenário da Républica Portuguesa
 
Implantação da republica
Implantação da republicaImplantação da republica
Implantação da republica
 
Símbolos Nacionais
Símbolos NacionaisSímbolos Nacionais
Símbolos Nacionais
 
Conhecendo os símbolos nacionais are,ivanilda e neila
Conhecendo os símbolos nacionais are,ivanilda e neilaConhecendo os símbolos nacionais are,ivanilda e neila
Conhecendo os símbolos nacionais are,ivanilda e neila
 
5 de outubro de 1919 implantação da república
5 de outubro de 1919   implantação da república5 de outubro de 1919   implantação da república
5 de outubro de 1919 implantação da república
 
SÍMBOLOS NACIONAIS
SÍMBOLOS NACIONAISSÍMBOLOS NACIONAIS
SÍMBOLOS NACIONAIS
 
Símbolos nacionais e das foraçs armadas
Símbolos nacionais e das foraçs armadasSímbolos nacionais e das foraçs armadas
Símbolos nacionais e das foraçs armadas
 
Be republica
Be republicaBe republica
Be republica
 
Bandeira nacional
Bandeira nacionalBandeira nacional
Bandeira nacional
 
A bandeira do Brasil - significado das cores e bandeira antigas
A bandeira do Brasil - significado das cores e bandeira antigasA bandeira do Brasil - significado das cores e bandeira antigas
A bandeira do Brasil - significado das cores e bandeira antigas
 

Destaque

Republica no concelho da moita construir
Republica no concelho da moita construirRepublica no concelho da moita construir
Republica no concelho da moita construireb23ja
 
Republ ana sof
Republ ana sofRepubl ana sof
Republ ana sofeb23ja
 
Powerpoint joana 6º a escudo
Powerpoint joana 6º a   escudoPowerpoint joana 6º a   escudo
Powerpoint joana 6º a escudoeb23ja
 
Antigas profissões
Antigas profissõesAntigas profissões
Antigas profissõeseb23ja
 
Presidentes da república
Presidentes da repúblicaPresidentes da república
Presidentes da repúblicaeb23ja
 
5 de Outubro (André Godinho)
5 de Outubro (André Godinho)5 de Outubro (André Godinho)
5 de Outubro (André Godinho)André Godinho
 
Jr e jt 8º.a
Jr e jt 8º.aJr e jt 8º.a
Jr e jt 8º.aeb23ja
 

Destaque (9)

Republica no concelho da moita construir
Republica no concelho da moita construirRepublica no concelho da moita construir
Republica no concelho da moita construir
 
Aula 5de outubro
Aula 5de outubroAula 5de outubro
Aula 5de outubro
 
Republ ana sof
Republ ana sofRepubl ana sof
Republ ana sof
 
Powerpoint joana 6º a escudo
Powerpoint joana 6º a   escudoPowerpoint joana 6º a   escudo
Powerpoint joana 6º a escudo
 
Antigas profissões
Antigas profissõesAntigas profissões
Antigas profissões
 
Presidentes da república
Presidentes da repúblicaPresidentes da república
Presidentes da república
 
5 de Outubro (André Godinho)
5 de Outubro (André Godinho)5 de Outubro (André Godinho)
5 de Outubro (André Godinho)
 
Jr e jt 8º.a
Jr e jt 8º.aJr e jt 8º.a
Jr e jt 8º.a
 
HistóRia Republica
HistóRia RepublicaHistóRia Republica
HistóRia Republica
 

Semelhante a Republica raquel e_rita (20)

++ Revoluçao republicana
++ Revoluçao republicana++ Revoluçao republicana
++ Revoluçao republicana
 
++ Revoluçao republicana
++ Revoluçao republicana++ Revoluçao republicana
++ Revoluçao republicana
 
++ Revoluçao republicana
++ Revoluçao republicana++ Revoluçao republicana
++ Revoluçao republicana
 
++ Revoluçao republicana
++ Revoluçao republicana++ Revoluçao republicana
++ Revoluçao republicana
 
Simbolos da Pátria Bandeira Hino Presidente-Marcelo.pptx
Simbolos da Pátria Bandeira  Hino Presidente-Marcelo.pptxSimbolos da Pátria Bandeira  Hino Presidente-Marcelo.pptx
Simbolos da Pátria Bandeira Hino Presidente-Marcelo.pptx
 
Símbolos da républica
Símbolos da républicaSímbolos da républica
Símbolos da républica
 
Símbolos da républica
Símbolos da républicaSímbolos da républica
Símbolos da républica
 
5 de outubro
 5 de outubro 5 de outubro
5 de outubro
 
5 de outubro
5 de outubro5 de outubro
5 de outubro
 
Aula 5de outubro
Aula 5de outubroAula 5de outubro
Aula 5de outubro
 
100ª República
100ª República100ª República
100ª República
 
Trab1 8a grp03
Trab1 8a grp03Trab1 8a grp03
Trab1 8a grp03
 
Centenário da república
Centenário da repúblicaCentenário da república
Centenário da república
 
5deoutubro.ppt
5deoutubro.ppt5deoutubro.ppt
5deoutubro.ppt
 
5deoutubro
5deoutubro5deoutubro
5deoutubro
 
A evolução da bandeira portuguesa
A evolução da bandeira portuguesaA evolução da bandeira portuguesa
A evolução da bandeira portuguesa
 
A implantação da república lénia ana rita_tatiana
A implantação da república lénia ana rita_tatianaA implantação da república lénia ana rita_tatiana
A implantação da república lénia ana rita_tatiana
 
Luis
LuisLuis
Luis
 
Luis
LuisLuis
Luis
 
Luis
LuisLuis
Luis
 

Mais de eb23ja

O Ensino na 1ª República
O Ensino na 1ª República O Ensino na 1ª República
O Ensino na 1ª República eb23ja
 
A Primeira República
A Primeira RepúblicaA Primeira República
A Primeira Repúblicaeb23ja
 
A laicização do Estado
A laicização do Estado  A laicização do Estado
A laicização do Estado eb23ja
 
O ensino durante a Primeira República
O ensino durante a Primeira RepúblicaO ensino durante a Primeira República
O ensino durante a Primeira Repúblicaeb23ja
 
Entre um regime monárquico e republicano
Entre um regime monárquico e republicanoEntre um regime monárquico e republicano
Entre um regime monárquico e republicanoeb23ja
 
O ensino na 1ª república
O ensino na 1ª república O ensino na 1ª república
O ensino na 1ª república eb23ja
 
Mulher República
Mulher RepúblicaMulher República
Mulher Repúblicaeb23ja
 
Manuel de Arriaga
Manuel de ArriagaManuel de Arriaga
Manuel de Arriagaeb23ja
 
Biografia de Teófilo Braga
Biografia de Teófilo BragaBiografia de Teófilo Braga
Biografia de Teófilo Bragaeb23ja
 
As mulheres na República
As mulheres na República As mulheres na República
As mulheres na República eb23ja
 
As mulheres na vida política portuguesa
As mulheres na vida política portuguesa As mulheres na vida política portuguesa
As mulheres na vida política portuguesa eb23ja
 
A Primeira República
A Primeira RepúblicaA Primeira República
A Primeira Repúblicaeb23ja
 
A 1ª república e o ensino
A 1ª república e o ensinoA 1ª república e o ensino
A 1ª república e o ensinoeb23ja
 
Roma Imperial
Roma ImperialRoma Imperial
Roma Imperialeb23ja
 
A civilização romana
A civilização romana  A civilização romana
A civilização romana eb23ja
 
1ª república
1ª república1ª república
1ª repúblicaeb23ja
 
Presidentes da republica portuguesa
Presidentes da republica portuguesaPresidentes da republica portuguesa
Presidentes da republica portuguesaeb23ja
 
Lusofonia
LusofoniaLusofonia
Lusofoniaeb23ja
 
Constituição da República Portuguesa
Constituição da República Portuguesa Constituição da República Portuguesa
Constituição da República Portuguesa eb23ja
 
Regicídio
RegicídioRegicídio
Regicídioeb23ja
 

Mais de eb23ja (20)

O Ensino na 1ª República
O Ensino na 1ª República O Ensino na 1ª República
O Ensino na 1ª República
 
A Primeira República
A Primeira RepúblicaA Primeira República
A Primeira República
 
A laicização do Estado
A laicização do Estado  A laicização do Estado
A laicização do Estado
 
O ensino durante a Primeira República
O ensino durante a Primeira RepúblicaO ensino durante a Primeira República
O ensino durante a Primeira República
 
Entre um regime monárquico e republicano
Entre um regime monárquico e republicanoEntre um regime monárquico e republicano
Entre um regime monárquico e republicano
 
O ensino na 1ª república
O ensino na 1ª república O ensino na 1ª república
O ensino na 1ª república
 
Mulher República
Mulher RepúblicaMulher República
Mulher República
 
Manuel de Arriaga
Manuel de ArriagaManuel de Arriaga
Manuel de Arriaga
 
Biografia de Teófilo Braga
Biografia de Teófilo BragaBiografia de Teófilo Braga
Biografia de Teófilo Braga
 
As mulheres na República
As mulheres na República As mulheres na República
As mulheres na República
 
As mulheres na vida política portuguesa
As mulheres na vida política portuguesa As mulheres na vida política portuguesa
As mulheres na vida política portuguesa
 
A Primeira República
A Primeira RepúblicaA Primeira República
A Primeira República
 
A 1ª república e o ensino
A 1ª república e o ensinoA 1ª república e o ensino
A 1ª república e o ensino
 
Roma Imperial
Roma ImperialRoma Imperial
Roma Imperial
 
A civilização romana
A civilização romana  A civilização romana
A civilização romana
 
1ª república
1ª república1ª república
1ª república
 
Presidentes da republica portuguesa
Presidentes da republica portuguesaPresidentes da republica portuguesa
Presidentes da republica portuguesa
 
Lusofonia
LusofoniaLusofonia
Lusofonia
 
Constituição da República Portuguesa
Constituição da República Portuguesa Constituição da República Portuguesa
Constituição da República Portuguesa
 
Regicídio
RegicídioRegicídio
Regicídio
 

Último

ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx2m Assessoria
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx2m Assessoria
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAMarcio Venturelli
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiPaulo Pagliusi, PhD, CISM
 
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASMarcio Venturelli
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx2m Assessoria
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)Alessandro Almeida
 

Último (8)

ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CUSTOS DE PRODUÇÃO - 52_2024.docx
 
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - GESTÃO DE PESSOAS E DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - 52_2024.docx
 
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo PagliusiPalestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
Palestras sobre Cibersegurança em Eventos - Paulo Pagliusi
 
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIAEAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
EAD Curso - CIÊNCIA DE DADOS NA INDÚSTTRIA
 
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo PagliusiEntrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
Entrevistas, artigos, livros & citações de Paulo Pagliusi
 
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINASCOI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
COI CENTRO DE OPERAÇÕES INDUSTRIAIS NAS USINAS
 
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docxATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
ATIVIDADE 1 - CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL II - 52_2024.docx
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
 

Republica raquel e_rita

  • 1. -53721068580<br />906145297815<br />22917154748530<br />Trabalho realizado por:<br />Raquel Gouveia, <br />Nº 24, 9ºA<br />Rita Perpétua, <br />Nº 25, 9ºA<br />Índice TOC quot; 1-3quot; Introdução PAGEREF _Toc261431276 3Símbolos Nacionais PAGEREF _Toc261431277 4Bandeira Nacional PAGEREF _Toc261431278 5Dimensões da Bandeira Nacional (Républicana) PAGEREF _Toc261431279 6Hino Nacional PAGEREF _Toc261431280 8Conclusão PAGEREF _Toc261431281 10Bibliografia PAGEREF _Toc261431282 11<br />Introdução<br />A Implantação da Republica em Portugal aconteceu no dia 5 de Outubro de 1910.<br />Com este acontecimento Portugal deixou de ser governado por reis, ou seja, os portugueses derrubaram a monarquia.<br />Na monarquia a sucessão ao trono era feita de forma hereditária, ou seja, quando o rei morria, sucedia-lhe o seu filho mais velho.<br />Agora com a Republica é a população, maior de 18 anos, que escolhe os dirigentes do país, que são escolhidos através de eleições livres, e que governam durante períodos de tempo mais curtos.<br />Com a Republica modificaram-se dois dos principais símbolos nacionais:<br />A Bandeira<br />O Hino<br />20154905840095São estes dois símbolos que vamos estudar no nosso trabalho.<br />Imagem representatica da proclamção da Republica PortuguesaSímbolos Nacionais<br />Cada país tem os seus símbolos nacionais, que podem ser musicas, bandeiras ou estandartes, pessoas, instituições, objectos, monumentos, entre outros.<br />Em Portugal, os Símbolos Nacionais são: A Bandeira Nacional e o Hino Nacional.<br />Com a Implantação da República ocorreram modificações da Bandeira e do Hino Nacional.<br />15240546100 <br />Actual Bandeira Nacional.<br />Bandeira Nacional<br />Signa heráldica, que representa um estado. Primitivamente, a bandeira representava o soberano e só posteriormente passou a representar o território governado por esse soberano, sendo, por isso, hasteada nas fortalezas, navios, etc.<br /> Desde D.Afonso Henriques até ao presente sofreu diversas alterações. A sua forma actual data do dia 19 de Junho de 1911. Com a Proclamação da República, a bandeira passou a ter duas cores, o verde e o vermelho (cores estas adoptadas já na revolução republicana do dia 31 de Janeiro de 1891) e o escudo das quinas despromovido de timbre foi sobreposto à esfera armilar com dimensões excessivas relativamente a esta.<br />Na Bandeira Nacional: <br /> O verde, cor da natureza, representa a esperança em melhores dias, os campos verdejantes do país, e a liberdade.<br /> O Vermelho simboliza o valor e o sangue derrubado ao longo da história, e a vida.<br />A Esfera Armilar, amarela no centro, representa os Descobrimentos Portugueses.<br /> A Esfera Armilar, de ouro em fundo azul, como o Escudo de armas, simboliza o reino do Brasil e foi também o emblema pessoal de D.Manuel I.<br />O Escudo de Armas sobre a Esfera Armilar, consiste em dois outros escudos: <br />O primeiro vermelho e maior com sete castelos dourados no interior, que simbolizam as cidades fortificadas tomadas aos mouros por D.Afonso III<br />center3243580O segundo branco e mais pequeno com 5 quinas azuis, dispostas em forma de cruz, com 5 besantes cada, que simbolizam, lendariamente os 5 reis mouros que D.Afonso Henriques derrotou na batalha de Ourique; porem também existe outra lenda que diz que representam as 5 chagas de Jesus Cristo e também simbolizam o poder régio de cunhar moeda. Este escudo Representa o Nascimento da Nação.<br />Bandeira Nacional Portuguesa, à esquerda. À direita, em mais detalhe, a Esfera Armilar, os Castelos, o Escudo com as Quinas e os Besantes.Nota: É impossível, a esta escala, representar com rigor o contorno dos vários elementos da bandeira como, por exemplo, os Besantes, as virolas da Esfera Armilar e os Castelos, em particular, os inclinados.<br />Dimensões da Bandeira Nacional (Républicana)<br />A parte verde, do lado da tralha (parte onde passam os cabos que hasteiam a bandeira), ocupa dois quintos da superfície e a parte vermelha ocupa três quintos.<br />A altura do pano é igual a dois traços da largura, ou seja o comprimento da bandeira é 1.5 vezes maior do que a altura da tralha. A Esfera Armilar tem um diâmetro igual a metade da altura da Bandeira, e fica equidistante das orlas superior e inferior.<br />8724902153920<br />Parte de foto de uma mega-bandeira (20m x 12m) hasteada a 35 metros de altura, no Alto do Parque Eduardo VII, Lisboa.<br />Hino Nacional<br />A marcha “A Portugal”, que agora é o Hino Nacional, surgiu no ano de 1890, como protesto contra a rendição política de D.Carlos I ao Ultimato Inglês, devido ao Mapa Cor de Rosa – desejo português de anexar os territórios africanos entre Angola e Moçambique.<br />A marcha “A Portuguesa” foi, por altura da falhada Revolução de 1891, adoptada como cântico revolucionário anti-monárquico, chegando mesmo esta marcha a ser proibida pelo Rei.<br />Ao longo do tempo também sofreu várias alterações, e até chegar à actual versão do Hino Nacional. Como por exemplo: «Contra os canhões …» era cantado «Contra os Bretões …», na qual os Bretões eram os ingleses.<br />A letra de a “Portuguesa” foi escrita por Henrique Lopes de Mendonça e a música foi composta por Alfredo Keil.<br />Foi apenas a partir do século XIX que as nações Europeias começaram a incluir um hino como um dos símbolos da Nação, ainda que desde sempre tenham existido gritos de guerra, marchas patrióticas e louvores musicais aos seus líderes.<br />Letra do actual Hino Nacional:<br />Heróis do mar, nobre povo,Nação valente, imortal,Levantai hoje de novoO esplendor de Portugal!Entre as brumas da memória,Ó Pátria sente-se a voz,Dos teus egrégios avósQue há-de guiar-te à vitória!<br />(Refrão)Ás armas, às armas!Sobre a terra, sobre o mar,Às armas, às armas!Pela Pátria lutarContra os canhões marchar, marchar!<br />centerbottom<br />Pauta da versão oficial de “A Portuguesa”<br />Conclusão<br />Durante os anos, o nosso país tem tido símbolos diferentes. Mesmo os símbolos actuais, até chegarem ao que nós agora conhecemos já foram por várias vezes modificados. Como a letra do hino e a própria bandeira.<br />As bandeiras modificavam-se por vezes de rei para rei, mas foi com a Implantação da República que esta sofreu maiores alterações. Contudo não foi apenas a bandeira que foi modificada, visto que a população ganhou muitos direitos, entre os quais o direito ao voto.<br />O dia da Instauração da República ainda hoje é celebrado com um feriado nacional. <br />Bibliografia<br />Sites Consultados:<br />http://joaogil.planetadix.pt/h.htm<br />http://www.junior.te.pt/servlets/Rua?ID=132P=Portugal<br />Livros Consultados:<br />Moderna Enciclopédia Universal, vários autores, editora: Lexicoteca, Círculo de Leitores.<br />