SlideShare uma empresa Scribd logo

2014 05-08 - 9 a - ci-cruz vermelha - andré jmendes jpina josé

O
O Ciclista
1 de 7
Baixar para ler offline
Escola Básica e Secundária de Anadia
Ano letivo de 2013/2014
Comité Internacional da Cruz Vermelha
Organização internacional, sem fins lucrativos, cujo objetivo principal é prestar
socorro e assistência às pessoas vítimas de guerras e catástrofes naturais
(terremotos, tornados, enchentes, etc.)
Fundada, em 1863, pelo suíço Jean Henri Dunant
A Cruz Vermelha conta muito com o trabalho de voluntários (médicos,
enfermeiros, dentistas, assistentes sociais, psicólogos e outros profissionais).
A sede da Cruz Vermelha fica na cidade de Genebra (Suíça)
Desta central parte toda organização e elaboração de planos, com a
colaboração de governos, para colocar em prática as metas assistenciais
Proteger e assistir vítimas dos conflitos armados e outras situações de
violência, sem importar quem elas sejam
Missão outorgada pela comunidade internacional e possui duas fontes:
 as Convenções de Genebra de 1949, que incumbem o Comité de visitar
prisioneiros, organizar operações de socorro, reunir familiares separados e
realizar atividades humanitárias semelhantes durante conflitos armados
 os Estatutos do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente
Vermelho, que encorajam a organização a empreender um trabalho
semelhante em países que não vivem uma guerra internacional, mas
possuem situações de violência interna, às quais portanto as Convenções de
Genebra não se aplicam
 procurar pessoas desaparecidas
 em caso de necessidade, fornecer alimentos, água e
assistência médica a civis
 difundir o Direito Internacional Humanitário (DIH)
 zelar pela aplicação do DIH
 chamar a atenção para violações do DIH e contribuir para a
evolução deste conjunto de normas
Além disso, o CICV procura agir de forma preventiva e atua em
parceria com as Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha e do
Crescente Vermelho em cada país
Em Portugal
Cruz Vermelha foi fundada por José António Marques
iniciou atividade a 11 de fevereiro de 1865 sob a
designação de “Comissão Provisória para Socorros e
Feridos e Doentes em Tempo de Guerra”
Dia Mundial da Cruz Vermelha –8 de maio
A escolha da data deve-se ao facto do dia 8 de maio ser
a data de nascimento de Henry Dunant
Anúncio

Recomendados

Cruz vermelha internacional
Cruz vermelha internacionalCruz vermelha internacional
Cruz vermelha internacionalLiliana Morais
 
cruz vermelha
cruz vermelhacruz vermelha
cruz vermelhamiguelpim
 
2014 05-08 - 9 e - c-vermelha - arita beatriz daniela lara tiago
2014 05-08 - 9 e - c-vermelha - arita beatriz daniela lara tiago2014 05-08 - 9 e - c-vermelha - arita beatriz daniela lara tiago
2014 05-08 - 9 e - c-vermelha - arita beatriz daniela lara tiagoO Ciclista
 
Apresentação geografia!!
Apresentação geografia!!Apresentação geografia!!
Apresentação geografia!!Joao Paulo
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Organizações que lutam contra a fome - cruz vermelha
Organizações que lutam contra a fome - cruz vermelhaOrganizações que lutam contra a fome - cruz vermelha
Organizações que lutam contra a fome - cruz vermelhaprofmoralebicc
 
Organizações não governamentaisCRUZVERMELHAPORTUGUESA
Organizações não governamentaisCRUZVERMELHAPORTUGUESAOrganizações não governamentaisCRUZVERMELHAPORTUGUESA
Organizações não governamentaisCRUZVERMELHAPORTUGUESAFrancisco Teixeira
 
Amnistia Internacional
Amnistia InternacionalAmnistia Internacional
Amnistia InternacionalEspaço Emrc
 
28º Vigília pelos mortos de Aids
28º Vigília pelos mortos de Aids 28º Vigília pelos mortos de Aids
28º Vigília pelos mortos de Aids Marcelo Monti Bica
 
Organizações que lutam contra a fome - cruz vermelha
Organizações que lutam contra a fome - cruz vermelhaOrganizações que lutam contra a fome - cruz vermelha
Organizações que lutam contra a fome - cruz vermelhaprofmoralebicc
 
Dia Mundial dos Leprosos
Dia Mundial dos LeprososDia Mundial dos Leprosos
Dia Mundial dos LeprososEspaço Emrc
 

Mais procurados (11)

Organizações que lutam contra a fome - cruz vermelha
Organizações que lutam contra a fome - cruz vermelhaOrganizações que lutam contra a fome - cruz vermelha
Organizações que lutam contra a fome - cruz vermelha
 
Pedro sousa
Pedro sousaPedro sousa
Pedro sousa
 
Organizações não governamentaisCRUZVERMELHAPORTUGUESA
Organizações não governamentaisCRUZVERMELHAPORTUGUESAOrganizações não governamentaisCRUZVERMELHAPORTUGUESA
Organizações não governamentaisCRUZVERMELHAPORTUGUESA
 
Joao gomes
Joao gomesJoao gomes
Joao gomes
 
Amnistia Internacional
Amnistia InternacionalAmnistia Internacional
Amnistia Internacional
 
Ong - Cruz vermelha
Ong - Cruz vermelhaOng - Cruz vermelha
Ong - Cruz vermelha
 
28º Vigília pelos mortos de Aids
28º Vigília pelos mortos de Aids 28º Vigília pelos mortos de Aids
28º Vigília pelos mortos de Aids
 
"Os Sem Abrigo"
"Os Sem Abrigo""Os Sem Abrigo"
"Os Sem Abrigo"
 
Os Sem Abrigo
Os Sem AbrigoOs Sem Abrigo
Os Sem Abrigo
 
Organizações que lutam contra a fome - cruz vermelha
Organizações que lutam contra a fome - cruz vermelhaOrganizações que lutam contra a fome - cruz vermelha
Organizações que lutam contra a fome - cruz vermelha
 
Dia Mundial dos Leprosos
Dia Mundial dos LeprososDia Mundial dos Leprosos
Dia Mundial dos Leprosos
 

Semelhante a 2014 05-08 - 9 a - ci-cruz vermelha - andré jmendes jpina josé

Seminário de paz e prevenção/resolução de conflitos - Palestra de Bianca Cent...
Seminário de paz e prevenção/resolução de conflitos - Palestra de Bianca Cent...Seminário de paz e prevenção/resolução de conflitos - Palestra de Bianca Cent...
Seminário de paz e prevenção/resolução de conflitos - Palestra de Bianca Cent...Rotary Club de Americana
 
2014 05-08 - ci crus vermelha - david
2014 05-08 - ci crus vermelha - david2014 05-08 - ci crus vermelha - david
2014 05-08 - ci crus vermelha - davidO Ciclista
 
Soluções para o desenvolvimento
Soluções para o desenvolvimentoSoluções para o desenvolvimento
Soluções para o desenvolvimentoAdelaide Jesus
 
Organização das nações gui
Organização das nações guiOrganização das nações gui
Organização das nações guiAlexandra Leal
 
Tema violência doméstica palestrante prof m. p. cõrtes cvb ferj 2011 para...
Tema  violência  doméstica palestrante  prof  m. p. cõrtes cvb ferj 2011 para...Tema  violência  doméstica palestrante  prof  m. p. cõrtes cvb ferj 2011 para...
Tema violência doméstica palestrante prof m. p. cõrtes cvb ferj 2011 para...Manoel Pedro Côrtes
 
Folheto ivone cp
Folheto ivone cpFolheto ivone cp
Folheto ivone cpEFAG
 
Peace-Template (1).pptx
Peace-Template (1).pptxPeace-Template (1).pptx
Peace-Template (1).pptxPatrciaEscoval
 
2014 05-08 - 9 b - ci crus vermelha - aifn
2014 05-08 - 9 b - ci crus vermelha - aifn2014 05-08 - 9 b - ci crus vermelha - aifn
2014 05-08 - 9 b - ci crus vermelha - aifnO Ciclista
 
Amnistia Internacional
Amnistia InternacionalAmnistia Internacional
Amnistia InternacionalEspaço Emrc
 
Trabalho geo 2023.pptx
Trabalho geo 2023.pptxTrabalho geo 2023.pptx
Trabalho geo 2023.pptxIvoneDelca
 
Emrc_ Secundário _ Politica ética e ReligiãoContributo da ONU e Ong
Emrc_ Secundário _ Politica ética e ReligiãoContributo da ONU e OngEmrc_ Secundário _ Politica ética e ReligiãoContributo da ONU e Ong
Emrc_ Secundário _ Politica ética e ReligiãoContributo da ONU e OngSandra Figueiredo
 
Direitos e deveres
Direitos e deveresDireitos e deveres
Direitos e deveresmaayerenata
 
Unicef e paa
Unicef e paaUnicef e paa
Unicef e paaBloggin
 
Unicef ..
Unicef ..Unicef ..
Unicef ..Bloggin
 
Lucas trabalho religião onu
Lucas trabalho religião onuLucas trabalho religião onu
Lucas trabalho religião onu35335665
 
Lucas e felipe trabalho religião onu
Lucas e felipe trabalho religião onuLucas e felipe trabalho religião onu
Lucas e felipe trabalho religião onu35335665
 

Semelhante a 2014 05-08 - 9 a - ci-cruz vermelha - andré jmendes jpina josé (20)

Seminário de paz e prevenção/resolução de conflitos - Palestra de Bianca Cent...
Seminário de paz e prevenção/resolução de conflitos - Palestra de Bianca Cent...Seminário de paz e prevenção/resolução de conflitos - Palestra de Bianca Cent...
Seminário de paz e prevenção/resolução de conflitos - Palestra de Bianca Cent...
 
2014 05-08 - ci crus vermelha - david
2014 05-08 - ci crus vermelha - david2014 05-08 - ci crus vermelha - david
2014 05-08 - ci crus vermelha - david
 
Soluções para o desenvolvimento
Soluções para o desenvolvimentoSoluções para o desenvolvimento
Soluções para o desenvolvimento
 
Organização das nações gui
Organização das nações guiOrganização das nações gui
Organização das nações gui
 
soluçoes.
soluçoes.soluçoes.
soluçoes.
 
Tema violência doméstica palestrante prof m. p. cõrtes cvb ferj 2011 para...
Tema  violência  doméstica palestrante  prof  m. p. cõrtes cvb ferj 2011 para...Tema  violência  doméstica palestrante  prof  m. p. cõrtes cvb ferj 2011 para...
Tema violência doméstica palestrante prof m. p. cõrtes cvb ferj 2011 para...
 
Folheto ivone cp
Folheto ivone cpFolheto ivone cp
Folheto ivone cp
 
Peace-Template (1).pptx
Peace-Template (1).pptxPeace-Template (1).pptx
Peace-Template (1).pptx
 
2014 05-08 - 9 b - ci crus vermelha - aifn
2014 05-08 - 9 b - ci crus vermelha - aifn2014 05-08 - 9 b - ci crus vermelha - aifn
2014 05-08 - 9 b - ci crus vermelha - aifn
 
Amnistia Internacional
Amnistia InternacionalAmnistia Internacional
Amnistia Internacional
 
Trabalho geo 2023.pptx
Trabalho geo 2023.pptxTrabalho geo 2023.pptx
Trabalho geo 2023.pptx
 
Direitos e Deveres
Direitos e DeveresDireitos e Deveres
Direitos e Deveres
 
Emrc_ Secundário _ Politica ética e ReligiãoContributo da ONU e Ong
Emrc_ Secundário _ Politica ética e ReligiãoContributo da ONU e OngEmrc_ Secundário _ Politica ética e ReligiãoContributo da ONU e Ong
Emrc_ Secundário _ Politica ética e ReligiãoContributo da ONU e Ong
 
Direitos e deveres
Direitos e deveresDireitos e deveres
Direitos e deveres
 
Cruz Vermelha
Cruz VermelhaCruz Vermelha
Cruz Vermelha
 
Unicef e paa
Unicef e paaUnicef e paa
Unicef e paa
 
Unicef ..
Unicef ..Unicef ..
Unicef ..
 
Medicos Sem Fronteiras 2015
Medicos Sem Fronteiras 2015Medicos Sem Fronteiras 2015
Medicos Sem Fronteiras 2015
 
Lucas trabalho religião onu
Lucas trabalho religião onuLucas trabalho religião onu
Lucas trabalho religião onu
 
Lucas e felipe trabalho religião onu
Lucas e felipe trabalho religião onuLucas e felipe trabalho religião onu
Lucas e felipe trabalho religião onu
 

Mais de O Ciclista

1 trabalho projeto - turismo em anadia - 11 h
1   trabalho projeto - turismo em anadia - 11 h1   trabalho projeto - turismo em anadia - 11 h
1 trabalho projeto - turismo em anadia - 11 hO Ciclista
 
2018 07-15 - o pequeno floco de neve - adriana de matos pedrosa e gabriel pir...
2018 07-15 - o pequeno floco de neve - adriana de matos pedrosa e gabriel pir...2018 07-15 - o pequeno floco de neve - adriana de matos pedrosa e gabriel pir...
2018 07-15 - o pequeno floco de neve - adriana de matos pedrosa e gabriel pir...O Ciclista
 
Palestra de matemática alguns números pela vida fora incluindo um porco far...
Palestra de matemática   alguns números pela vida fora incluindo um porco far...Palestra de matemática   alguns números pela vida fora incluindo um porco far...
Palestra de matemática alguns números pela vida fora incluindo um porco far...O Ciclista
 
2016 01-31 - roteiro - moita maria dias, carolina e mariana
2016 01-31 - roteiro - moita maria dias, carolina e mariana2016 01-31 - roteiro - moita maria dias, carolina e mariana
2016 01-31 - roteiro - moita maria dias, carolina e marianaO Ciclista
 
2016 01-30 - roteiro - flávio simões 6ºf
2016 01-30 - roteiro - flávio simões 6ºf2016 01-30 - roteiro - flávio simões 6ºf
2016 01-30 - roteiro - flávio simões 6ºfO Ciclista
 
Piódão; beatriz pinho, beatriz pereira e gaby
Piódão; beatriz pinho, beatriz pereira e gabyPiódão; beatriz pinho, beatriz pereira e gaby
Piódão; beatriz pinho, beatriz pereira e gabyO Ciclista
 
Anadia miguel dias francisco
Anadia   miguel dias franciscoAnadia   miguel dias francisco
Anadia miguel dias franciscoO Ciclista
 
2016 01-20 - férias de sonho - buçaco - ana rita marques beatriz silva marian...
2016 01-20 - férias de sonho - buçaco - ana rita marques beatriz silva marian...2016 01-20 - férias de sonho - buçaco - ana rita marques beatriz silva marian...
2016 01-20 - férias de sonho - buçaco - ana rita marques beatriz silva marian...O Ciclista
 
2015 12-03 - dia pijama - ji ce avelãs
2015 12-03 - dia pijama - ji ce avelãs2015 12-03 - dia pijama - ji ce avelãs
2015 12-03 - dia pijama - ji ce avelãsO Ciclista
 
2015 12-02 - dia não fumador - ji ce avelãs
2015 12-02 - dia não fumador - ji ce avelãs2015 12-02 - dia não fumador - ji ce avelãs
2015 12-02 - dia não fumador - ji ce avelãsO Ciclista
 
2015 09-14 - receção alunos
2015 09-14 - receção alunos2015 09-14 - receção alunos
2015 09-14 - receção alunosO Ciclista
 
2015 09-28 - gn mens honrosa - amor separado e recuperado - raquel neves seiç...
2015 09-28 - gn mens honrosa - amor separado e recuperado - raquel neves seiç...2015 09-28 - gn mens honrosa - amor separado e recuperado - raquel neves seiç...
2015 09-28 - gn mens honrosa - amor separado e recuperado - raquel neves seiç...O Ciclista
 
2015 06-16 - sarau reportagem foto
2015 06-16 - sarau reportagem foto2015 06-16 - sarau reportagem foto
2015 06-16 - sarau reportagem fotoO Ciclista
 
2015 01-16 - tróia - catarina
2015 01-16 - tróia - catarina2015 01-16 - tróia - catarina
2015 01-16 - tróia - catarinaO Ciclista
 
2015 01-15 - guimarães - ana
2015 01-15 - guimarães - ana2015 01-15 - guimarães - ana
2015 01-15 - guimarães - anaO Ciclista
 
2015 01-14 - óbidos - guilherme
2015 01-14 - óbidos - guilherme2015 01-14 - óbidos - guilherme
2015 01-14 - óbidos - guilhermeO Ciclista
 
2015 01-13 - madeira - bruno
2015 01-13 - madeira - bruno2015 01-13 - madeira - bruno
2015 01-13 - madeira - brunoO Ciclista
 
2015 01-02 - exposição temporária
2015 01-02 - exposição temporária2015 01-02 - exposição temporária
2015 01-02 - exposição temporáriaO Ciclista
 
2014 12-11 - o relevo - ana bruno catarina - 10º h
2014 12-11 - o relevo - ana bruno catarina - 10º h2014 12-11 - o relevo - ana bruno catarina - 10º h
2014 12-11 - o relevo - ana bruno catarina - 10º hO Ciclista
 
2014 12-10 - buçaco caramulo cordilheira central - guilherme miguel - 10º h
2014 12-10 - buçaco caramulo cordilheira central - guilherme miguel - 10º h2014 12-10 - buçaco caramulo cordilheira central - guilherme miguel - 10º h
2014 12-10 - buçaco caramulo cordilheira central - guilherme miguel - 10º hO Ciclista
 

Mais de O Ciclista (20)

1 trabalho projeto - turismo em anadia - 11 h
1   trabalho projeto - turismo em anadia - 11 h1   trabalho projeto - turismo em anadia - 11 h
1 trabalho projeto - turismo em anadia - 11 h
 
2018 07-15 - o pequeno floco de neve - adriana de matos pedrosa e gabriel pir...
2018 07-15 - o pequeno floco de neve - adriana de matos pedrosa e gabriel pir...2018 07-15 - o pequeno floco de neve - adriana de matos pedrosa e gabriel pir...
2018 07-15 - o pequeno floco de neve - adriana de matos pedrosa e gabriel pir...
 
Palestra de matemática alguns números pela vida fora incluindo um porco far...
Palestra de matemática   alguns números pela vida fora incluindo um porco far...Palestra de matemática   alguns números pela vida fora incluindo um porco far...
Palestra de matemática alguns números pela vida fora incluindo um porco far...
 
2016 01-31 - roteiro - moita maria dias, carolina e mariana
2016 01-31 - roteiro - moita maria dias, carolina e mariana2016 01-31 - roteiro - moita maria dias, carolina e mariana
2016 01-31 - roteiro - moita maria dias, carolina e mariana
 
2016 01-30 - roteiro - flávio simões 6ºf
2016 01-30 - roteiro - flávio simões 6ºf2016 01-30 - roteiro - flávio simões 6ºf
2016 01-30 - roteiro - flávio simões 6ºf
 
Piódão; beatriz pinho, beatriz pereira e gaby
Piódão; beatriz pinho, beatriz pereira e gabyPiódão; beatriz pinho, beatriz pereira e gaby
Piódão; beatriz pinho, beatriz pereira e gaby
 
Anadia miguel dias francisco
Anadia   miguel dias franciscoAnadia   miguel dias francisco
Anadia miguel dias francisco
 
2016 01-20 - férias de sonho - buçaco - ana rita marques beatriz silva marian...
2016 01-20 - férias de sonho - buçaco - ana rita marques beatriz silva marian...2016 01-20 - férias de sonho - buçaco - ana rita marques beatriz silva marian...
2016 01-20 - férias de sonho - buçaco - ana rita marques beatriz silva marian...
 
2015 12-03 - dia pijama - ji ce avelãs
2015 12-03 - dia pijama - ji ce avelãs2015 12-03 - dia pijama - ji ce avelãs
2015 12-03 - dia pijama - ji ce avelãs
 
2015 12-02 - dia não fumador - ji ce avelãs
2015 12-02 - dia não fumador - ji ce avelãs2015 12-02 - dia não fumador - ji ce avelãs
2015 12-02 - dia não fumador - ji ce avelãs
 
2015 09-14 - receção alunos
2015 09-14 - receção alunos2015 09-14 - receção alunos
2015 09-14 - receção alunos
 
2015 09-28 - gn mens honrosa - amor separado e recuperado - raquel neves seiç...
2015 09-28 - gn mens honrosa - amor separado e recuperado - raquel neves seiç...2015 09-28 - gn mens honrosa - amor separado e recuperado - raquel neves seiç...
2015 09-28 - gn mens honrosa - amor separado e recuperado - raquel neves seiç...
 
2015 06-16 - sarau reportagem foto
2015 06-16 - sarau reportagem foto2015 06-16 - sarau reportagem foto
2015 06-16 - sarau reportagem foto
 
2015 01-16 - tróia - catarina
2015 01-16 - tróia - catarina2015 01-16 - tróia - catarina
2015 01-16 - tróia - catarina
 
2015 01-15 - guimarães - ana
2015 01-15 - guimarães - ana2015 01-15 - guimarães - ana
2015 01-15 - guimarães - ana
 
2015 01-14 - óbidos - guilherme
2015 01-14 - óbidos - guilherme2015 01-14 - óbidos - guilherme
2015 01-14 - óbidos - guilherme
 
2015 01-13 - madeira - bruno
2015 01-13 - madeira - bruno2015 01-13 - madeira - bruno
2015 01-13 - madeira - bruno
 
2015 01-02 - exposição temporária
2015 01-02 - exposição temporária2015 01-02 - exposição temporária
2015 01-02 - exposição temporária
 
2014 12-11 - o relevo - ana bruno catarina - 10º h
2014 12-11 - o relevo - ana bruno catarina - 10º h2014 12-11 - o relevo - ana bruno catarina - 10º h
2014 12-11 - o relevo - ana bruno catarina - 10º h
 
2014 12-10 - buçaco caramulo cordilheira central - guilherme miguel - 10º h
2014 12-10 - buçaco caramulo cordilheira central - guilherme miguel - 10º h2014 12-10 - buçaco caramulo cordilheira central - guilherme miguel - 10º h
2014 12-10 - buçaco caramulo cordilheira central - guilherme miguel - 10º h
 

Último

Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfRuannSolza
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdfJanielleCristina1
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
1° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdfAtividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
Atividade O homem mais rico da Babilônia.pdf
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdfPlanejamento do 1º semestre  de Ciências 2024 9º ano.pdf
Planejamento do 1º semestre de Ciências 2024 9º ano.pdf
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 

2014 05-08 - 9 a - ci-cruz vermelha - andré jmendes jpina josé

  • 1. Escola Básica e Secundária de Anadia Ano letivo de 2013/2014
  • 2. Comité Internacional da Cruz Vermelha
  • 3. Organização internacional, sem fins lucrativos, cujo objetivo principal é prestar socorro e assistência às pessoas vítimas de guerras e catástrofes naturais (terremotos, tornados, enchentes, etc.) Fundada, em 1863, pelo suíço Jean Henri Dunant A Cruz Vermelha conta muito com o trabalho de voluntários (médicos, enfermeiros, dentistas, assistentes sociais, psicólogos e outros profissionais). A sede da Cruz Vermelha fica na cidade de Genebra (Suíça) Desta central parte toda organização e elaboração de planos, com a colaboração de governos, para colocar em prática as metas assistenciais
  • 4. Proteger e assistir vítimas dos conflitos armados e outras situações de violência, sem importar quem elas sejam Missão outorgada pela comunidade internacional e possui duas fontes:  as Convenções de Genebra de 1949, que incumbem o Comité de visitar prisioneiros, organizar operações de socorro, reunir familiares separados e realizar atividades humanitárias semelhantes durante conflitos armados  os Estatutos do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho, que encorajam a organização a empreender um trabalho semelhante em países que não vivem uma guerra internacional, mas possuem situações de violência interna, às quais portanto as Convenções de Genebra não se aplicam
  • 5.  procurar pessoas desaparecidas  em caso de necessidade, fornecer alimentos, água e assistência médica a civis  difundir o Direito Internacional Humanitário (DIH)  zelar pela aplicação do DIH  chamar a atenção para violações do DIH e contribuir para a evolução deste conjunto de normas Além disso, o CICV procura agir de forma preventiva e atua em parceria com as Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho em cada país
  • 6. Em Portugal Cruz Vermelha foi fundada por José António Marques iniciou atividade a 11 de fevereiro de 1865 sob a designação de “Comissão Provisória para Socorros e Feridos e Doentes em Tempo de Guerra” Dia Mundial da Cruz Vermelha –8 de maio A escolha da data deve-se ao facto do dia 8 de maio ser a data de nascimento de Henry Dunant
  • 7. André Correia João Mendes João Pina José Costa 9º Ano Turma A