SlideShare uma empresa Scribd logo

Importancia do projeto politico pedagogico

1 de 6
Baixar para ler offline
A IMPORTÂNCIA DO PROJETO POLÍTICO
                               PEDAGÓGICO NA EDUCAÇÃO ESCOLAR

                                                                                      José Carlos Hahn1
                                                                               Evandro José Machado2

Resumo:
O presente trabalho augura tecer algumas considerações referentes ao Projeto Político
Pedagógico (P.P.P) da escola atual. E para a efetuação desse objetivo, tomaremos como
referencial teórico, textos de fundamental pertinência, pertencentes a Arnoldo Nogaro e Ilma
Passos. Veremos que ambos os autores vêem nos chamar a atenção no sentido de nos ajudar a
pensar de maneira mais reflexiva acerca do presente contexto educacional. Além disso,
veremos no decorrer do trabalho que eles defendem a autonomia da escola, no que concerne a
estruturação do P.P.P, ou seja, segundo eles é necessário que haja uma certa rejeição da
influência burguesa em relação aos direitos escolares e de acordo com os mesmos,
necessitamos mais do que nunca, lutarmos em prol de direitos iguais para todos os estudantes,
principalmente na maneira de ensinar.

Palavras-chave: Educação. Projeto Político Pedagógico. Currículo.

             Antes de qualquer coisa é importante nos dar por conta de que o projeto político-
pedagógico (P.P.P.) tem se apresentado como objeto de estudos tanto para professores quanto
para pesquisadores, perpassando instituições, num âmbito nacional, estadual e municipal. Na
busca de um avanço na qualidade de ensino.
             Esse estudo que Ilma nos apresenta busca repensar a construção do p.p.p, e
evidentemente que quem precisa fazer isso é a própria escola, levando sempre em conta os
seus alunos.
             Se formos fazer uma retrospecção do nosso passado, poderemos perfeitamente nos
dar por conta que os Gregos foram os que primeiro trataram e refletiram acerca do mecanismo
educacional, e há evidências de que eles tenham sido os primeiros a relacionarem o político
com o pedagógico. A política para eles é possuidora de uma conotação distinta da política
atual, pois ela visa a boa formação e a felicidade de todo e qualquer cidadão.
             Será que o P.P.P. apresenta alguma função favorável às instituições? Quanta a isso
não há dúvida, pois, o mesmo busca dar a ela uma direção e uma melhor organização interior.
1
    Acadêmico do curso de Filosofia pela Faculdade Palotina - FAPAS. E-mail: carllinhos120@yahoo.com.br
2
    Acadêmico do curso de Filosofia pela Faculdade Palotina - FAPAS. E-mail: machadinho27@yahoo.com.br
Em razão disso, todo o projeto pedagógico da escola de certa forma é também um projeto
político por estar inteiramente ligado ao compromisso sócio-político.
         No dizer de Nogaro, a ausência de um P.P.P. impossibilita o desenvolvimento
educacional de toda e qualquer escola. É claro que a escola sem ele caminha, mas para aonde?
         Na verdade, o político juntamente com o pedagógico é visto como um processo
contínuo de reflexão e discussão dos problemas da escola, tentando assim encontrar meios
favoráveis á efetivação de sua intencionalidade constitutiva, levando assim, todos os membros
da comunidade escolar o exercício da cidadania. Ora, uma das coisas que precisamos saber, é
que não se pode entender a questão política-pedagógica como mecanismos dissociados e/ou
avulsos, quando ambos andam juntos.
         O P.P.P. preocupa-se em propor uma forma de organizar o trabalho pedagógico
visando uma superação dos conflitos, buscando rechaçar as relações competitivas, corporativas
e autoritárias. Na tentativa, de acabar com a rotina do mundo interno da instituição.
         A maior obrigação da escola é educar e, por falar em educação, sabemos que ela é um
dos fatores responsáveis pela transformação e evolução da sociedade. Portanto, precisa dar a
sua contribuição. Ela ajuda os educandos à “abrir os olhos” no sentido de perceberem e
defenderem seus direitos perante a sociedade, proporcionando-lhes uma maior visão acerca do
que compete a eles desenvolver na sociedade em que estão inseridos. Mais ou menos nessa
linha Gadotti enfatiza o seguinte: “Todos não terão acesso à educação enquanto todos –
trabalhadores e não trabalhadores em educação, estado e sociedade civil – não se interessarem
por ela. A educação para todos supõe todos pela educação” (2001, p.40).
         É sabido que o P.P.P. está relacionado com a organização do trabalho pedagógico em
pelo menos dois momentos decisivos, os quais, com base em Ilma citaremos a seguir: “como
organização da escola como um todo e como organização da sala de aula, incluindo sua relação
com o contexto social imitado, procurando observar a visão da totalidade” (1995, p.14).
Entretanto, é necessário entender que o P.P.P. da escola, oferecerá caminhos indispensáveis à
montagem do trabalho pedagógico, que engloba o trabalho do docente na ação interna da sala
de aula já ressaltado acima. Para a organização desse projeto é de suma importância a ação de
todos os que fazem parte do funcionamento da escola, inclusive os pais dos alunos que
freqüentam a mesma. Com isso, fica claro que é preciso agir em conjunto, só assim, é possível
haver um bom funcionamento no dia-a-dia da vida escolar.
         Segundo Ilma, para que a construção do P.P.P. seja efetivada não necessariamente se
deve induzir os professores, a equipe escolar e os funcionários a trabalhar mais, mas oferecer
oportunidades que lhes possibilitem aprender a pensar e a moldar o projeto pedagógico da
melhor maneira possível (1995, p.15). Isso nos possibilita entender que a escola não deve
seguir normas impostas pelo poder centralizador, mas sim “caminhar com suas próprias
pernas”. Pois a escola dessa forma, ou seja, seguindo as ordens da elite, passa a ser vista como
inserida na sociedade capitalista, a qual, reflete no seu bojo as determinações e contradições da
sociedade menos favorecida. Sobre isso Gadotti diz: “Existem muitos caminhos, inclusive para
a aquisição do saber elaborado. E o caminho que pode ser válido numa determinada
conjuntura, num determinado local ou contexto, pode não ser em outra conjuntura ou
contexto” (2001, p.40). Em vista disso, podemos concluir que é extremamente necessário que
haja uma cisão entre a imposição da classe dominadora e a organização escolar, e essa ao
nosso ver é uma coisa que já deveria ter sucedido há muito tempo, a escola necessita acordar
para isso e lutar por sua própria autonomia. A esse respeito, Gadotti afirma o seguinte: “todo
projeto supõe rupturas com o presente e promessas para o futuro. Projetar significa tentar
quebrar um estado confortável para arriscar-se, atravessar um período de instabilidade e buscar
uma nova estabilidade em função da promessa que cada projeto contém de estado melhor do
que o presente” (2001, p. 37).
         De acordo com a autora deve haver uma digna igualdade entre as classes sociais no
âmbito de acesso e permanência na escola. Isso significa que não se podem favorecer alguns
como normalmente acontece e desmerecer os demais. No olhar de Saviani só será possível
considerar o processo educativo em seu conjunto sob a condição de se distinguir a democracia
como possibilidade no ponto de partida e democracia no ponto de chegada. Caso contrário cai-
se sempre no mesmo abismo. Nessa perspectiva, a construção do p.p.p torna-se um verdadeiro
instrumento de peleja, ou melhor, é um meio de se opor à fragmentação do trabalho
pedagógico e sua constante rotina, à dependência e aos efeitos negativos do poder autoritário e
centralizador dos órgãos da administração central.
         Não é difícil entender que a gestação democrática, no interior da escola, é um
princípio nada fácil de ser consolidado, devido tratar de uma participação relativamente crítica
na elaboração do P.P.P. e na sua gestão.
         É plausível termos bem claro que um dos pontos centrais do P.P.P. é sem dúvida a
preocupado com a forma que se processa o ensino na sala de aula, na intenção de formar
cidadãos capacitados e que possam sem maiores problemas interagir na vida socioeconômica,
política e cultural do país. Para que isso de fato ocorra, é necessário que os profissionais
ligados à educação estejam continuamente inovando seu modo de ensinar e continuem sempre
aprimorando seus conhecimentos.
Esperamos que os princípios analisados juntamente com a reflexão da
organização acerca do trabalho pedagógico, tragam algumas contribuições voltadas
principalmente às classes consideradas mais baixas de nossa sociedade.
           Na concepção de Ilma, a escola de forma global, dispõe de pelo menos dois tipos
básicos de estruturas: administrativas e pedagógicas. Sendo que, as primeiras garantem
praticamente, a locação e a gestão de recursos físicos e financeiros. Além disso, é preciso
levar-se em conta todos os elementos materiais como, a arquitetura do edifício escolar e a
maneira como ele se apresenta no ponto de vista de sua imagem, incluindo também
equipamentos e materiais didáticos, mobiliário, distribuição das dependências escolares e
espaços livres, levando-se em conta, limpeza, saneamento básico... Ao passo que, as
pedagógicas têm além de outras a funções a de teoricamente, organizar as funções educativas
para que a escola atinja de forma eficiente e eficaz as suas finalidades.
           Após estas considerações, passaremos a uma breve análise curricular. E a esse
respeito, veremos que na organização curricular se fazem indispensáveis alguns pontos
básicos. “O primeiro é de que o currículo não é um instrumento neutro” (Passos, 1995, p.27).
mas um mecanismo que implica uma análise e interpretação crítica, voltada tanto à cultura
dominante, quanto à cultura popular. Portanto, em última instância o currículo reflete uma
cultura.
           No segundo ponto vamos ver que o currículo jamais poderá deixar de lado o contexto
social, já que ele é historicamente situado e culturalmente determinado.
           O terceiro ponto, tem por objetivo um tipo de organização curricular que a escola
deveria adotar, e sobre isso Ilma diz: “a escola deve buscar novas formas de organização
curricular, em que o conhecimento escolar estabeleça uma relação aberta e inter-relacione-se
em torno de uma idéia integradora” (Bernstain apud Passos Veiga, 1995, p.27). Nomeado de
de currículo integração, o qual, procura minimizar o isolamento entre as distintas disciplinas
curriculares, buscando uni-las num todo mais amplo.
           Já, o quarto e último ponto está voltado à questão do controle social, onde o currículo
é tido como formal implicando assim, um certo controle, no sentido de, na medida do possível,
mantê-lo atualizado, buscando atender as exigências globais do que diz respeito aos alunos
oriundos das distintas classes sociais. É importante notar que o controle social, objetiva indicar
o chamado currículo oculto, entendido este como as “mensagens transmitidas pela sala de aula
e também pelo ambiente escolar” (Corbleth apud Passos Veiga, 1995, p.28) e segue o mesmo
conclamando que o resultado do currículo oculto “estimula a conformidade a ideais nacionais e
convenções sociais ao mesmo tempo em que mantêm desigualdades socioeconômicas e
culturais” (Veiga, 1995, p. 28).
         Necessitamos estar cientes de que a orientação e organização curricular voltada a fins
emancipatórios implicam, inicialmente desvelar as visões sucintas de sociedade, entendida
como um todo homogêneo, e de ser humano como, alguém que está sempre apto a aceitar
papéis voltados a sua adaptação ao contexto em que está inserido. No entanto, o controle social
numa visão crítica, é um apoio direcionado para a contestação e a resistência ideológica
incluída nos currículos escolares.
         Aqui, todos somos convidados a canalizar o olhar para a importância do tempo na
organização do trabalho pedagógico. E o que constitui esse tempo é o calendário escolar. É ele
que vai indicar o início e o fim do ano, indicando os dias letivos, as férias, os períodos
escolares em que o ano se divide, os feriados estabelecidos, as datas programadas à avaliação,
tempos reservados para reuniões técnicas, cursos...A fim de modificar a qualidade do trabalho
pedagógico, se faz necessário que a escola reformule seu tempo já estabelecido,
proporcionando momentos de estudo e reflexão envolvendo os educadores, na tentativa de
assegurar que a escola é possuidora de uma instância de educação continuada.
         No entanto, se faz necessário que os professores mergulharem com mais
profundidade no conhecimento a respeito dos alunos e do que eles estão estudando. Além do
mais, é preciso tempo para que os estudantes se programem e estabeleçam momentos de
estudo que vão além da sala de aula.


Considerações finais

         Se fizermos uma vistoria relacionada ao que dissemos no linear do trabalho,
poderemos perceber que uma escola sem P.P.P. fica perdida, vai para todo lado, mas nem um
serve. E aí poderíamos nos perguntar; como fica a questão educacional? Eis aí a fundamental
importância da função desencadeada pelo P.P.P. Vimos que ele é tido como um guia e ou
indicador que dá firmeza e segurança a escola e ao mesmo tempo exerce o papel de canalizá-la
rumo a um verdadeiro e significativo progresso.
         A saber, uma escola que não dá importância ao P.P.P., indiretamente também não
valoriza o processo educativo. No entanto, se assim for, jamais poderá pensar numa evolução,
mas num destino cada vez mais regressivo, descambando a cada dia num fracasso continuado
pelo insucesso.
Para finalizar o nosso trabalho, nos resta dizer que a organização escolar terá que
acontecer do interior para o exterior e não de outra forma. E para a realização de tal tarefa é
preciso haver de modo geral, muito empenho coletivo no sentido de efetuar uma construção
centralizada do P.P.P. e isso implica estabelecer rupturas com o que já se tem e partir para uma
reconstrução do mesmo, só assim é possível haver um significativo avanço referente ao
processo educativo do contexto em que vivemos.


Referências bibliográficas


BERNSTAIN, Basil. Clases, códigos y control. Madri, Akal, 1989.
CORNBBLETH, Catherine. “Para além do currículo oculto?”. In: Teoria e Educação, nº 5.
Porto Alegre, Pannonica, 1991.
GADOTTI, Moacir; ROMÃO. E.José. Autonomia da Escola: Princípios e Propostas. 4 ed –
São Paulo: Cortez, 2001.
NOGARO, Arnaldo. Reflexão Sobre Pressupostos Que Norteiam o Projeto Político-
Pedagógico da Escola. Perspectiva. Erechim. V.19, nº 67 - 74, setembro 1995.
VEIGA, Ilma Passos A. (Org). Projeto Político Pedagógico da Escola: uma construção
possível. 3.ed. Campinas: Papirus Editora, 1995.

Recomendados

A importância do projeto político pedagógico no desenvolvimento das ações da ...
A importância do projeto político pedagógico no desenvolvimento das ações da ...A importância do projeto político pedagógico no desenvolvimento das ações da ...
A importância do projeto político pedagógico no desenvolvimento das ações da ...OZILDO1
 
A construcao-do-ppp-da-escola
A construcao-do-ppp-da-escolaA construcao-do-ppp-da-escola
A construcao-do-ppp-da-escolaLazinha Santos
 
Projeto Político Pedagógico - PPP
Projeto Político Pedagógico - PPPProjeto Político Pedagógico - PPP
Projeto Político Pedagógico - PPPHebert Arcanjo
 
A finalidade e a importancia do ppp
A finalidade e a importancia do pppA finalidade e a importancia do ppp
A finalidade e a importancia do pppEmmanuel Fraga
 
Processo de elaboração do Projeto Político Pedagógico de duas escolas no muni...
Processo de elaboração do Projeto Político Pedagógico de duas escolas no muni...Processo de elaboração do Projeto Político Pedagógico de duas escolas no muni...
Processo de elaboração do Projeto Político Pedagógico de duas escolas no muni...Paulinha2011
 
Projeto político pedagógico ppp
Projeto político pedagógico pppProjeto político pedagógico ppp
Projeto político pedagógico pppgisianevieiraanana
 
Projeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogicoProjeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogicoHeles Souza
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO
PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICOPROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO
PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICOTecnomil
 
Projeto Político Pedagógico
Projeto Político PedagógicoProjeto Político Pedagógico
Projeto Político Pedagógiconadjelena
 
A construção do projeto poltico pedagogico
A construção do projeto poltico  pedagogico A construção do projeto poltico  pedagogico
A construção do projeto poltico pedagogico Elena Zarate
 
Slides p.p.p. marília fonseca
Slides p.p.p. marília fonsecaSlides p.p.p. marília fonseca
Slides p.p.p. marília fonsecaMariclei2011
 
Projeto político pedagógico da escola slide 1
Projeto político pedagógico da escola slide 1Projeto político pedagógico da escola slide 1
Projeto político pedagógico da escola slide 1Kaio Maluf
 
9.A construção do projeto político pedagógico da escola como prática de gestã...
9.A construção do projeto político pedagógico da escola como prática de gestã...9.A construção do projeto político pedagógico da escola como prática de gestã...
9.A construção do projeto político pedagógico da escola como prática de gestã...Paulo Lima
 
Normatização do projeto político pedagógico
Normatização do projeto político pedagógicoNormatização do projeto político pedagógico
Normatização do projeto político pedagógicoPaulinha2011
 
Projeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogicoProjeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogicolabteotonio
 
A elaboração do projeto político pedagógico
A elaboração do projeto político pedagógicoA elaboração do projeto político pedagógico
A elaboração do projeto político pedagógicoluciany-nascimento
 
Trabalho de ppp para faculdade individual
Trabalho de ppp para faculdade individualTrabalho de ppp para faculdade individual
Trabalho de ppp para faculdade individualPamela Werneck
 
ConstruçãO Ppp[1]
ConstruçãO Ppp[1]ConstruçãO Ppp[1]
ConstruçãO Ppp[1]guestaa7fd
 

Mais procurados (20)

Orientacoes PPP
Orientacoes PPPOrientacoes PPP
Orientacoes PPP
 
PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO
PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICOPROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO
PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO
 
Projeto Político Pedagógico
Projeto Político PedagógicoProjeto Político Pedagógico
Projeto Político Pedagógico
 
A construção do projeto poltico pedagogico
A construção do projeto poltico  pedagogico A construção do projeto poltico  pedagogico
A construção do projeto poltico pedagogico
 
Slides p.p.p. marília fonseca
Slides p.p.p. marília fonsecaSlides p.p.p. marília fonseca
Slides p.p.p. marília fonseca
 
Projeto político pedagógico da escola slide 1
Projeto político pedagógico da escola slide 1Projeto político pedagógico da escola slide 1
Projeto político pedagógico da escola slide 1
 
Projeto pol pedag
Projeto pol pedagProjeto pol pedag
Projeto pol pedag
 
Ppp resumo
Ppp   resumoPpp   resumo
Ppp resumo
 
9.A construção do projeto político pedagógico da escola como prática de gestã...
9.A construção do projeto político pedagógico da escola como prática de gestã...9.A construção do projeto político pedagógico da escola como prática de gestã...
9.A construção do projeto político pedagógico da escola como prática de gestã...
 
Normatização do projeto político pedagógico
Normatização do projeto político pedagógicoNormatização do projeto político pedagógico
Normatização do projeto político pedagógico
 
Projeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogicoProjeto politico pedagogico
Projeto politico pedagogico
 
Conceitos sobre PPP
Conceitos sobre PPPConceitos sobre PPP
Conceitos sobre PPP
 
Projeto politico pedagogico PPP
Projeto politico pedagogico PPPProjeto politico pedagogico PPP
Projeto politico pedagogico PPP
 
Ppp quest
Ppp questPpp quest
Ppp quest
 
Apostila projeto político pedagógico fak
Apostila projeto político pedagógico   fakApostila projeto político pedagógico   fak
Apostila projeto político pedagógico fak
 
A elaboração do projeto político pedagógico
A elaboração do projeto político pedagógicoA elaboração do projeto político pedagógico
A elaboração do projeto político pedagógico
 
Trabalho de ppp para faculdade individual
Trabalho de ppp para faculdade individualTrabalho de ppp para faculdade individual
Trabalho de ppp para faculdade individual
 
ConstruçãO Ppp[1]
ConstruçãO Ppp[1]ConstruçãO Ppp[1]
ConstruçãO Ppp[1]
 
Slide pronto
Slide prontoSlide pronto
Slide pronto
 
Ppp slide
Ppp slidePpp slide
Ppp slide
 

Destaque

Projeto Político Pedagógico (PPP 2014)/EMEF Olavo Bilac
Projeto Político Pedagógico (PPP 2014)/EMEF Olavo BilacProjeto Político Pedagógico (PPP 2014)/EMEF Olavo Bilac
Projeto Político Pedagógico (PPP 2014)/EMEF Olavo Bilacbilac02
 
A importância do projeto político pedagógico no desenvolvimento das ações da ...
A importância do projeto político pedagógico no desenvolvimento das ações da ...A importância do projeto político pedagógico no desenvolvimento das ações da ...
A importância do projeto político pedagógico no desenvolvimento das ações da ...OZILDO1
 
Modelo de-projeto-politico-pedagogico
Modelo de-projeto-politico-pedagogicoModelo de-projeto-politico-pedagogico
Modelo de-projeto-politico-pedagogicogioguima
 
Projeto Político Pedagógico da EMEB Graciliano Ramos 2012
Projeto Político Pedagógico da EMEB Graciliano Ramos 2012Projeto Político Pedagógico da EMEB Graciliano Ramos 2012
Projeto Político Pedagógico da EMEB Graciliano Ramos 2012emebgr
 
Projeto Político Pedagógico da Escola Municipal Joaquim Teixeira Camargos
Projeto Político Pedagógico da Escola Municipal Joaquim Teixeira CamargosProjeto Político Pedagógico da Escola Municipal Joaquim Teixeira Camargos
Projeto Político Pedagógico da Escola Municipal Joaquim Teixeira CamargosPaula Tannus
 
Projeto politico pedagogico 2010
Projeto politico pedagogico 2010Projeto politico pedagogico 2010
Projeto politico pedagogico 2010Camila Clivati
 
Modelo cerimônia de posse
Modelo cerimônia de posseModelo cerimônia de posse
Modelo cerimônia de posseSilas Rocha
 
Projeto Político Pedagógico 2013
Projeto Político Pedagógico 2013Projeto Político Pedagógico 2013
Projeto Político Pedagógico 2013colegiocpf
 
Projeto Político Pedagógico da UEI Noeme Borges de Andrade
Projeto Político Pedagógico da UEI Noeme Borges de AndradeProjeto Político Pedagógico da UEI Noeme Borges de Andrade
Projeto Político Pedagógico da UEI Noeme Borges de Andradeueinoemeborgesdeandrade
 
Perfil de alfabetizadores
Perfil de alfabetizadoresPerfil de alfabetizadores
Perfil de alfabetizadoresgizaflexa
 
Material apoio professor fundamental
Material apoio professor fundamentalMaterial apoio professor fundamental
Material apoio professor fundamentalAlessandra Nascimento
 
O PAPEL DO ALFABETIZADOR
O PAPEL DO ALFABETIZADORO PAPEL DO ALFABETIZADOR
O PAPEL DO ALFABETIZADORMarisa Seara
 
Projeto Político Pedagógico 2014
Projeto Político Pedagógico 2014 Projeto Político Pedagógico 2014
Projeto Político Pedagógico 2014 Karen Dechering
 

Destaque (20)

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO
PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICOPROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO
PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO
 
Projeto Político Pedagógico (PPP 2014)/EMEF Olavo Bilac
Projeto Político Pedagógico (PPP 2014)/EMEF Olavo BilacProjeto Político Pedagógico (PPP 2014)/EMEF Olavo Bilac
Projeto Político Pedagógico (PPP 2014)/EMEF Olavo Bilac
 
modelo-de-projeto-politico-pedagogico
modelo-de-projeto-politico-pedagogicomodelo-de-projeto-politico-pedagogico
modelo-de-projeto-politico-pedagogico
 
A importância do projeto político pedagógico no desenvolvimento das ações da ...
A importância do projeto político pedagógico no desenvolvimento das ações da ...A importância do projeto político pedagógico no desenvolvimento das ações da ...
A importância do projeto político pedagógico no desenvolvimento das ações da ...
 
Modelo de-projeto-politico-pedagogico
Modelo de-projeto-politico-pedagogicoModelo de-projeto-politico-pedagogico
Modelo de-projeto-politico-pedagogico
 
Projeto Político Pedagógico da EMEB Graciliano Ramos 2012
Projeto Político Pedagógico da EMEB Graciliano Ramos 2012Projeto Político Pedagógico da EMEB Graciliano Ramos 2012
Projeto Político Pedagógico da EMEB Graciliano Ramos 2012
 
Projeto Político Pedagógico da Escola Municipal Joaquim Teixeira Camargos
Projeto Político Pedagógico da Escola Municipal Joaquim Teixeira CamargosProjeto Político Pedagógico da Escola Municipal Joaquim Teixeira Camargos
Projeto Político Pedagógico da Escola Municipal Joaquim Teixeira Camargos
 
Projeto politico pedagogico 2010
Projeto politico pedagogico 2010Projeto politico pedagogico 2010
Projeto politico pedagogico 2010
 
Competências e habilidades
Competências e habilidadesCompetências e habilidades
Competências e habilidades
 
Modelo cerimônia de posse
Modelo cerimônia de posseModelo cerimônia de posse
Modelo cerimônia de posse
 
Projeto Político Pedagógico 2013
Projeto Político Pedagógico 2013Projeto Político Pedagógico 2013
Projeto Político Pedagógico 2013
 
Modelo projeto pedagogico
Modelo projeto pedagogicoModelo projeto pedagogico
Modelo projeto pedagogico
 
Projeto Político Pedagógico da UEI Noeme Borges de Andrade
Projeto Político Pedagógico da UEI Noeme Borges de AndradeProjeto Político Pedagógico da UEI Noeme Borges de Andrade
Projeto Político Pedagógico da UEI Noeme Borges de Andrade
 
Perfil de alfabetizadores
Perfil de alfabetizadoresPerfil de alfabetizadores
Perfil de alfabetizadores
 
PPP EC10 2014
PPP EC10 2014PPP EC10 2014
PPP EC10 2014
 
Material apoio professor fundamental
Material apoio professor fundamentalMaterial apoio professor fundamental
Material apoio professor fundamental
 
O PAPEL DO ALFABETIZADOR
O PAPEL DO ALFABETIZADORO PAPEL DO ALFABETIZADOR
O PAPEL DO ALFABETIZADOR
 
Projeto Político Pedagógico 2014
Projeto Político Pedagógico 2014 Projeto Político Pedagógico 2014
Projeto Político Pedagógico 2014
 
Vértice, Aresta e Faces dos Poliedros
Vértice, Aresta e Faces dos PoliedrosVértice, Aresta e Faces dos Poliedros
Vértice, Aresta e Faces dos Poliedros
 
Projeto interdisciplinar 01
Projeto interdisciplinar 01Projeto interdisciplinar 01
Projeto interdisciplinar 01
 

Semelhante a Importancia do projeto politico pedagogico

Texto 2 a-importancia_do_projeto_politico_pedag_na_educacao_escolar
Texto 2 a-importancia_do_projeto_politico_pedag_na_educacao_escolarTexto 2 a-importancia_do_projeto_politico_pedag_na_educacao_escolar
Texto 2 a-importancia_do_projeto_politico_pedag_na_educacao_escolarPibid Unileste Biologia
 
Educação integral otp
Educação integral   otpEducação integral   otp
Educação integral otpJorci Ponce
 
A organização escolar e a gestão democrática
A organização escolar e a gestão democráticaA organização escolar e a gestão democrática
A organização escolar e a gestão democráticakatiaaureliano
 
Coordenacao pedagogica 5
Coordenacao pedagogica 5Coordenacao pedagogica 5
Coordenacao pedagogica 5Liberty Ensino
 
5.projeto político pedagógico da escola
5.projeto político pedagógico da escola5.projeto político pedagógico da escola
5.projeto político pedagógico da escolaUlisses Vakirtzis
 
Ppp uma construção coletiva3019
Ppp uma construção coletiva3019Ppp uma construção coletiva3019
Ppp uma construção coletiva3019marlice
 
Atividade modulo ii respostas
Atividade modulo ii   respostasAtividade modulo ii   respostas
Atividade modulo ii respostasAndré Alencar
 
Atividade modulo ii respostas
Atividade modulo ii   respostasAtividade modulo ii   respostas
Atividade modulo ii respostasAndré Alencar
 
01 projeto a importância da musicalização para a formação continuada de
01   projeto a importância da musicalização para a formação continuada de01   projeto a importância da musicalização para a formação continuada de
01 projeto a importância da musicalização para a formação continuada deMateus Couto
 
QUESTÃO 2 O comportamento da instituição escolar influencia as relações ent...
QUESTÃO 2   O comportamento da instituição escolar influencia as relações ent...QUESTÃO 2   O comportamento da instituição escolar influencia as relações ent...
QUESTÃO 2 O comportamento da instituição escolar influencia as relações ent...Azul Assessoria Acadêmica
 
ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023
ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023
ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023Azul Assessoria Acadêmica
 
QUESTÃO 4 A elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) serve para cons...
QUESTÃO 4   A elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) serve para cons...QUESTÃO 4   A elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) serve para cons...
QUESTÃO 4 A elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) serve para cons...Azul Assessoria Acadêmica
 
QUESTÃO 1 Uma das atribuições do professor é a sensibilidade e participação...
QUESTÃO 1   Uma das atribuições do professor é a sensibilidade e participação...QUESTÃO 1   Uma das atribuições do professor é a sensibilidade e participação...
QUESTÃO 1 Uma das atribuições do professor é a sensibilidade e participação...Azul Assessoria Acadêmica
 
QUESTÃO 5 Muitos estereótipos, como os profissionais e os elaborados na esc...
QUESTÃO 5   Muitos estereótipos, como os profissionais e os elaborados na esc...QUESTÃO 5   Muitos estereótipos, como os profissionais e os elaborados na esc...
QUESTÃO 5 Muitos estereótipos, como os profissionais e os elaborados na esc...Azul Assessoria Acadêmica
 
ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023
ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023
ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023Azul Assessoria Acadêmica
 
QUESTÃO 4 A elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) serve para cons...
QUESTÃO 4   A elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) serve para cons...QUESTÃO 4   A elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) serve para cons...
QUESTÃO 4 A elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) serve para cons...Azul Assessoria Acadêmica
 
QUESTÃO 3 O Projeto Político Pedagógico-PPP é tanto político quanto pedagóg...
QUESTÃO 3   O Projeto Político Pedagógico-PPP é tanto político quanto pedagóg...QUESTÃO 3   O Projeto Político Pedagógico-PPP é tanto político quanto pedagóg...
QUESTÃO 3 O Projeto Político Pedagógico-PPP é tanto político quanto pedagóg...Azul Assessoria Acadêmica
 
ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023
ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023
ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023Azul Assessoria Acadêmica
 

Semelhante a Importancia do projeto politico pedagogico (20)

Texto 2 a-importancia_do_projeto_politico_pedag_na_educacao_escolar
Texto 2 a-importancia_do_projeto_politico_pedag_na_educacao_escolarTexto 2 a-importancia_do_projeto_politico_pedag_na_educacao_escolar
Texto 2 a-importancia_do_projeto_politico_pedag_na_educacao_escolar
 
Módulo x seção 2
Módulo x   seção 2Módulo x   seção 2
Módulo x seção 2
 
Educação integral otp
Educação integral   otpEducação integral   otp
Educação integral otp
 
A organização escolar e a gestão democrática
A organização escolar e a gestão democráticaA organização escolar e a gestão democrática
A organização escolar e a gestão democrática
 
Coordenacao pedagogica 5
Coordenacao pedagogica 5Coordenacao pedagogica 5
Coordenacao pedagogica 5
 
5.projeto político pedagógico da escola
5.projeto político pedagógico da escola5.projeto político pedagógico da escola
5.projeto político pedagógico da escola
 
Ppp uma construção coletiva3019
Ppp uma construção coletiva3019Ppp uma construção coletiva3019
Ppp uma construção coletiva3019
 
Slide disciplina gestao (4)
Slide disciplina gestao (4)Slide disciplina gestao (4)
Slide disciplina gestao (4)
 
Atividade modulo ii respostas
Atividade modulo ii   respostasAtividade modulo ii   respostas
Atividade modulo ii respostas
 
Atividade modulo ii respostas
Atividade modulo ii   respostasAtividade modulo ii   respostas
Atividade modulo ii respostas
 
01 projeto a importância da musicalização para a formação continuada de
01   projeto a importância da musicalização para a formação continuada de01   projeto a importância da musicalização para a formação continuada de
01 projeto a importância da musicalização para a formação continuada de
 
QUESTÃO 2 O comportamento da instituição escolar influencia as relações ent...
QUESTÃO 2   O comportamento da instituição escolar influencia as relações ent...QUESTÃO 2   O comportamento da instituição escolar influencia as relações ent...
QUESTÃO 2 O comportamento da instituição escolar influencia as relações ent...
 
ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023
ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023
ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023
 
QUESTÃO 4 A elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) serve para cons...
QUESTÃO 4   A elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) serve para cons...QUESTÃO 4   A elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) serve para cons...
QUESTÃO 4 A elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) serve para cons...
 
QUESTÃO 1 Uma das atribuições do professor é a sensibilidade e participação...
QUESTÃO 1   Uma das atribuições do professor é a sensibilidade e participação...QUESTÃO 1   Uma das atribuições do professor é a sensibilidade e participação...
QUESTÃO 1 Uma das atribuições do professor é a sensibilidade e participação...
 
QUESTÃO 5 Muitos estereótipos, como os profissionais e os elaborados na esc...
QUESTÃO 5   Muitos estereótipos, como os profissionais e os elaborados na esc...QUESTÃO 5   Muitos estereótipos, como os profissionais e os elaborados na esc...
QUESTÃO 5 Muitos estereótipos, como os profissionais e os elaborados na esc...
 
ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023
ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023
ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023
 
QUESTÃO 4 A elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) serve para cons...
QUESTÃO 4   A elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) serve para cons...QUESTÃO 4   A elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) serve para cons...
QUESTÃO 4 A elaboração do Projeto Político Pedagógico (PPP) serve para cons...
 
QUESTÃO 3 O Projeto Político Pedagógico-PPP é tanto político quanto pedagóg...
QUESTÃO 3   O Projeto Político Pedagógico-PPP é tanto político quanto pedagóg...QUESTÃO 3   O Projeto Político Pedagógico-PPP é tanto político quanto pedagóg...
QUESTÃO 3 O Projeto Político Pedagógico-PPP é tanto político quanto pedagóg...
 
ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023
ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023
ATIVIDADE 2 - MAT - ESTÁGIO SUPERVISIONADO: CONCEPÇÃO E ORGANIZAÇÃO - 54/2023
 

Mais de Secretaria Municipal de Educação dew Gentio do Ouro

Mais de Secretaria Municipal de Educação dew Gentio do Ouro (20)

Projeto Didático
Projeto DidáticoProjeto Didático
Projeto Didático
 
2º ano física
2º ano   física2º ano   física
2º ano física
 
Avaliação de biologia 1° ano
Avaliação de biologia 1° anoAvaliação de biologia 1° ano
Avaliação de biologia 1° ano
 
Avaliação 1º ano biologia
Avaliação 1º ano   biologiaAvaliação 1º ano   biologia
Avaliação 1º ano biologia
 
1º ano avaliação de biologia
1º ano   avaliação de biologia1º ano   avaliação de biologia
1º ano avaliação de biologia
 
Tecidos
TecidosTecidos
Tecidos
 
Ossos
OssosOssos
Ossos
 
Células
CélulasCélulas
Células
 
Organelas
OrganelasOrganelas
Organelas
 
Organelas 3
Organelas 3Organelas 3
Organelas 3
 
Organelas 2
Organelas 2Organelas 2
Organelas 2
 
Membrana plasmatica
Membrana plasmaticaMembrana plasmatica
Membrana plasmatica
 
Taxionomia
TaxionomiaTaxionomia
Taxionomia
 
Prova portugues com gabarito 2
Prova portugues com gabarito 2Prova portugues com gabarito 2
Prova portugues com gabarito 2
 
Prova concurso professor de português
Prova concurso professor de portuguêsProva concurso professor de português
Prova concurso professor de português
 
Os ciclos da escola plural
Os ciclos da escola pluralOs ciclos da escola plural
Os ciclos da escola plural
 
Organização escolar
Organização escolarOrganização escolar
Organização escolar
 
Lei ensino fundamental
Lei ensino fundamentalLei ensino fundamental
Lei ensino fundamental
 
Gabarito de prova 2
Gabarito de prova 2Gabarito de prova 2
Gabarito de prova 2
 
Formação da escola plural
Formação da escola pluralFormação da escola plural
Formação da escola plural
 

Último

01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...excellenceeducaciona
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...azulassessoriaacadem3
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...excellenceeducaciona
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...apoioacademicoead
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...manoelaarmani
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 

Último (20)

Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
B) Discorra sobre o que contempla cada uma das cinco dimensões da sustentabil...
 
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
Discorra sobre a classificação da interpretação jurídica quanto à sua origem ...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
 
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaFicha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Ficha de trabalho | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 

Importancia do projeto politico pedagogico

  • 1. A IMPORTÂNCIA DO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO NA EDUCAÇÃO ESCOLAR José Carlos Hahn1 Evandro José Machado2 Resumo: O presente trabalho augura tecer algumas considerações referentes ao Projeto Político Pedagógico (P.P.P) da escola atual. E para a efetuação desse objetivo, tomaremos como referencial teórico, textos de fundamental pertinência, pertencentes a Arnoldo Nogaro e Ilma Passos. Veremos que ambos os autores vêem nos chamar a atenção no sentido de nos ajudar a pensar de maneira mais reflexiva acerca do presente contexto educacional. Além disso, veremos no decorrer do trabalho que eles defendem a autonomia da escola, no que concerne a estruturação do P.P.P, ou seja, segundo eles é necessário que haja uma certa rejeição da influência burguesa em relação aos direitos escolares e de acordo com os mesmos, necessitamos mais do que nunca, lutarmos em prol de direitos iguais para todos os estudantes, principalmente na maneira de ensinar. Palavras-chave: Educação. Projeto Político Pedagógico. Currículo. Antes de qualquer coisa é importante nos dar por conta de que o projeto político- pedagógico (P.P.P.) tem se apresentado como objeto de estudos tanto para professores quanto para pesquisadores, perpassando instituições, num âmbito nacional, estadual e municipal. Na busca de um avanço na qualidade de ensino. Esse estudo que Ilma nos apresenta busca repensar a construção do p.p.p, e evidentemente que quem precisa fazer isso é a própria escola, levando sempre em conta os seus alunos. Se formos fazer uma retrospecção do nosso passado, poderemos perfeitamente nos dar por conta que os Gregos foram os que primeiro trataram e refletiram acerca do mecanismo educacional, e há evidências de que eles tenham sido os primeiros a relacionarem o político com o pedagógico. A política para eles é possuidora de uma conotação distinta da política atual, pois ela visa a boa formação e a felicidade de todo e qualquer cidadão. Será que o P.P.P. apresenta alguma função favorável às instituições? Quanta a isso não há dúvida, pois, o mesmo busca dar a ela uma direção e uma melhor organização interior. 1 Acadêmico do curso de Filosofia pela Faculdade Palotina - FAPAS. E-mail: carllinhos120@yahoo.com.br 2 Acadêmico do curso de Filosofia pela Faculdade Palotina - FAPAS. E-mail: machadinho27@yahoo.com.br
  • 2. Em razão disso, todo o projeto pedagógico da escola de certa forma é também um projeto político por estar inteiramente ligado ao compromisso sócio-político. No dizer de Nogaro, a ausência de um P.P.P. impossibilita o desenvolvimento educacional de toda e qualquer escola. É claro que a escola sem ele caminha, mas para aonde? Na verdade, o político juntamente com o pedagógico é visto como um processo contínuo de reflexão e discussão dos problemas da escola, tentando assim encontrar meios favoráveis á efetivação de sua intencionalidade constitutiva, levando assim, todos os membros da comunidade escolar o exercício da cidadania. Ora, uma das coisas que precisamos saber, é que não se pode entender a questão política-pedagógica como mecanismos dissociados e/ou avulsos, quando ambos andam juntos. O P.P.P. preocupa-se em propor uma forma de organizar o trabalho pedagógico visando uma superação dos conflitos, buscando rechaçar as relações competitivas, corporativas e autoritárias. Na tentativa, de acabar com a rotina do mundo interno da instituição. A maior obrigação da escola é educar e, por falar em educação, sabemos que ela é um dos fatores responsáveis pela transformação e evolução da sociedade. Portanto, precisa dar a sua contribuição. Ela ajuda os educandos à “abrir os olhos” no sentido de perceberem e defenderem seus direitos perante a sociedade, proporcionando-lhes uma maior visão acerca do que compete a eles desenvolver na sociedade em que estão inseridos. Mais ou menos nessa linha Gadotti enfatiza o seguinte: “Todos não terão acesso à educação enquanto todos – trabalhadores e não trabalhadores em educação, estado e sociedade civil – não se interessarem por ela. A educação para todos supõe todos pela educação” (2001, p.40). É sabido que o P.P.P. está relacionado com a organização do trabalho pedagógico em pelo menos dois momentos decisivos, os quais, com base em Ilma citaremos a seguir: “como organização da escola como um todo e como organização da sala de aula, incluindo sua relação com o contexto social imitado, procurando observar a visão da totalidade” (1995, p.14). Entretanto, é necessário entender que o P.P.P. da escola, oferecerá caminhos indispensáveis à montagem do trabalho pedagógico, que engloba o trabalho do docente na ação interna da sala de aula já ressaltado acima. Para a organização desse projeto é de suma importância a ação de todos os que fazem parte do funcionamento da escola, inclusive os pais dos alunos que freqüentam a mesma. Com isso, fica claro que é preciso agir em conjunto, só assim, é possível haver um bom funcionamento no dia-a-dia da vida escolar. Segundo Ilma, para que a construção do P.P.P. seja efetivada não necessariamente se deve induzir os professores, a equipe escolar e os funcionários a trabalhar mais, mas oferecer oportunidades que lhes possibilitem aprender a pensar e a moldar o projeto pedagógico da
  • 3. melhor maneira possível (1995, p.15). Isso nos possibilita entender que a escola não deve seguir normas impostas pelo poder centralizador, mas sim “caminhar com suas próprias pernas”. Pois a escola dessa forma, ou seja, seguindo as ordens da elite, passa a ser vista como inserida na sociedade capitalista, a qual, reflete no seu bojo as determinações e contradições da sociedade menos favorecida. Sobre isso Gadotti diz: “Existem muitos caminhos, inclusive para a aquisição do saber elaborado. E o caminho que pode ser válido numa determinada conjuntura, num determinado local ou contexto, pode não ser em outra conjuntura ou contexto” (2001, p.40). Em vista disso, podemos concluir que é extremamente necessário que haja uma cisão entre a imposição da classe dominadora e a organização escolar, e essa ao nosso ver é uma coisa que já deveria ter sucedido há muito tempo, a escola necessita acordar para isso e lutar por sua própria autonomia. A esse respeito, Gadotti afirma o seguinte: “todo projeto supõe rupturas com o presente e promessas para o futuro. Projetar significa tentar quebrar um estado confortável para arriscar-se, atravessar um período de instabilidade e buscar uma nova estabilidade em função da promessa que cada projeto contém de estado melhor do que o presente” (2001, p. 37). De acordo com a autora deve haver uma digna igualdade entre as classes sociais no âmbito de acesso e permanência na escola. Isso significa que não se podem favorecer alguns como normalmente acontece e desmerecer os demais. No olhar de Saviani só será possível considerar o processo educativo em seu conjunto sob a condição de se distinguir a democracia como possibilidade no ponto de partida e democracia no ponto de chegada. Caso contrário cai- se sempre no mesmo abismo. Nessa perspectiva, a construção do p.p.p torna-se um verdadeiro instrumento de peleja, ou melhor, é um meio de se opor à fragmentação do trabalho pedagógico e sua constante rotina, à dependência e aos efeitos negativos do poder autoritário e centralizador dos órgãos da administração central. Não é difícil entender que a gestação democrática, no interior da escola, é um princípio nada fácil de ser consolidado, devido tratar de uma participação relativamente crítica na elaboração do P.P.P. e na sua gestão. É plausível termos bem claro que um dos pontos centrais do P.P.P. é sem dúvida a preocupado com a forma que se processa o ensino na sala de aula, na intenção de formar cidadãos capacitados e que possam sem maiores problemas interagir na vida socioeconômica, política e cultural do país. Para que isso de fato ocorra, é necessário que os profissionais ligados à educação estejam continuamente inovando seu modo de ensinar e continuem sempre aprimorando seus conhecimentos.
  • 4. Esperamos que os princípios analisados juntamente com a reflexão da organização acerca do trabalho pedagógico, tragam algumas contribuições voltadas principalmente às classes consideradas mais baixas de nossa sociedade. Na concepção de Ilma, a escola de forma global, dispõe de pelo menos dois tipos básicos de estruturas: administrativas e pedagógicas. Sendo que, as primeiras garantem praticamente, a locação e a gestão de recursos físicos e financeiros. Além disso, é preciso levar-se em conta todos os elementos materiais como, a arquitetura do edifício escolar e a maneira como ele se apresenta no ponto de vista de sua imagem, incluindo também equipamentos e materiais didáticos, mobiliário, distribuição das dependências escolares e espaços livres, levando-se em conta, limpeza, saneamento básico... Ao passo que, as pedagógicas têm além de outras a funções a de teoricamente, organizar as funções educativas para que a escola atinja de forma eficiente e eficaz as suas finalidades. Após estas considerações, passaremos a uma breve análise curricular. E a esse respeito, veremos que na organização curricular se fazem indispensáveis alguns pontos básicos. “O primeiro é de que o currículo não é um instrumento neutro” (Passos, 1995, p.27). mas um mecanismo que implica uma análise e interpretação crítica, voltada tanto à cultura dominante, quanto à cultura popular. Portanto, em última instância o currículo reflete uma cultura. No segundo ponto vamos ver que o currículo jamais poderá deixar de lado o contexto social, já que ele é historicamente situado e culturalmente determinado. O terceiro ponto, tem por objetivo um tipo de organização curricular que a escola deveria adotar, e sobre isso Ilma diz: “a escola deve buscar novas formas de organização curricular, em que o conhecimento escolar estabeleça uma relação aberta e inter-relacione-se em torno de uma idéia integradora” (Bernstain apud Passos Veiga, 1995, p.27). Nomeado de de currículo integração, o qual, procura minimizar o isolamento entre as distintas disciplinas curriculares, buscando uni-las num todo mais amplo. Já, o quarto e último ponto está voltado à questão do controle social, onde o currículo é tido como formal implicando assim, um certo controle, no sentido de, na medida do possível, mantê-lo atualizado, buscando atender as exigências globais do que diz respeito aos alunos oriundos das distintas classes sociais. É importante notar que o controle social, objetiva indicar o chamado currículo oculto, entendido este como as “mensagens transmitidas pela sala de aula e também pelo ambiente escolar” (Corbleth apud Passos Veiga, 1995, p.28) e segue o mesmo conclamando que o resultado do currículo oculto “estimula a conformidade a ideais nacionais e
  • 5. convenções sociais ao mesmo tempo em que mantêm desigualdades socioeconômicas e culturais” (Veiga, 1995, p. 28). Necessitamos estar cientes de que a orientação e organização curricular voltada a fins emancipatórios implicam, inicialmente desvelar as visões sucintas de sociedade, entendida como um todo homogêneo, e de ser humano como, alguém que está sempre apto a aceitar papéis voltados a sua adaptação ao contexto em que está inserido. No entanto, o controle social numa visão crítica, é um apoio direcionado para a contestação e a resistência ideológica incluída nos currículos escolares. Aqui, todos somos convidados a canalizar o olhar para a importância do tempo na organização do trabalho pedagógico. E o que constitui esse tempo é o calendário escolar. É ele que vai indicar o início e o fim do ano, indicando os dias letivos, as férias, os períodos escolares em que o ano se divide, os feriados estabelecidos, as datas programadas à avaliação, tempos reservados para reuniões técnicas, cursos...A fim de modificar a qualidade do trabalho pedagógico, se faz necessário que a escola reformule seu tempo já estabelecido, proporcionando momentos de estudo e reflexão envolvendo os educadores, na tentativa de assegurar que a escola é possuidora de uma instância de educação continuada. No entanto, se faz necessário que os professores mergulharem com mais profundidade no conhecimento a respeito dos alunos e do que eles estão estudando. Além do mais, é preciso tempo para que os estudantes se programem e estabeleçam momentos de estudo que vão além da sala de aula. Considerações finais Se fizermos uma vistoria relacionada ao que dissemos no linear do trabalho, poderemos perceber que uma escola sem P.P.P. fica perdida, vai para todo lado, mas nem um serve. E aí poderíamos nos perguntar; como fica a questão educacional? Eis aí a fundamental importância da função desencadeada pelo P.P.P. Vimos que ele é tido como um guia e ou indicador que dá firmeza e segurança a escola e ao mesmo tempo exerce o papel de canalizá-la rumo a um verdadeiro e significativo progresso. A saber, uma escola que não dá importância ao P.P.P., indiretamente também não valoriza o processo educativo. No entanto, se assim for, jamais poderá pensar numa evolução, mas num destino cada vez mais regressivo, descambando a cada dia num fracasso continuado pelo insucesso.
  • 6. Para finalizar o nosso trabalho, nos resta dizer que a organização escolar terá que acontecer do interior para o exterior e não de outra forma. E para a realização de tal tarefa é preciso haver de modo geral, muito empenho coletivo no sentido de efetuar uma construção centralizada do P.P.P. e isso implica estabelecer rupturas com o que já se tem e partir para uma reconstrução do mesmo, só assim é possível haver um significativo avanço referente ao processo educativo do contexto em que vivemos. Referências bibliográficas BERNSTAIN, Basil. Clases, códigos y control. Madri, Akal, 1989. CORNBBLETH, Catherine. “Para além do currículo oculto?”. In: Teoria e Educação, nº 5. Porto Alegre, Pannonica, 1991. GADOTTI, Moacir; ROMÃO. E.José. Autonomia da Escola: Princípios e Propostas. 4 ed – São Paulo: Cortez, 2001. NOGARO, Arnaldo. Reflexão Sobre Pressupostos Que Norteiam o Projeto Político- Pedagógico da Escola. Perspectiva. Erechim. V.19, nº 67 - 74, setembro 1995. VEIGA, Ilma Passos A. (Org). Projeto Político Pedagógico da Escola: uma construção possível. 3.ed. Campinas: Papirus Editora, 1995.