C7 v

250 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
250
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

C7 v

  1. 1. Ciências NaturaisÍndice:1 Sismos1.1 Isossistas1.2 Prevenção2 Estrutura Interna da Terra2.1 Métodos2.1.1 Métodos Directos2.1.2 Métodos Indirectos2.2 Modelos2.2.1 Modelo segundo a Composição dos Materiais2.2.2 Modelo segundo a Rigidez dos Materiais3 Rochas e Minerais3.1 Minerais3.2.1 Características3.2 Rochas3.3 Tipos de Rochas3.3.1 Rochas Magmáticas3.3.2 Rochas Sedimentares
  2. 2. Estudar pelo caderno, manual, … é fundamental. Isto é apenas um resumo21 SismosComo já foi estudado, sismos são abalos bruscos da crosta terrestre de curta duraçãoque libertam grandes quantidades de energia e, normalmente, com efeitos destrutivos.1.1 Isossistas: curvas fechadas que unem pontos de igual intensidade sísmica e que nãosão regulares devido à heterogeneidade do material rochoso e do tipo de construções.1.2 PrevençãoA prevenção sísmica é muito importante para diminuir as consequências de um sismo.Regras a CumprirAntes do Sismo Durante o Sismo Depois do SismoTer uma lanterna, rádio, pilhas,telemóvel, extintor e primeirossocorrosSE ESTÁ NUM EDIFÍCIO:Manter a calma, ligar o rádio ecumprir as recomendaçõesArmazenar água e alimentosenlatados dentro do prazo devalidadeNão se precipitar para assaídas, nem utilizar elevadoresAfastar-se das praias devido àpossível ocorrência de tsunamisPreparar a casa de modo afacilitar os movimentos e aimpedir a queda de móveisManter-se afastado de janelas,espelhos, candeeiros ou móveisContar com a ocorrência deréplicasEnsinar os familiares a desligar aelectricidade, gás e águaProteger-se no vão de uma portainterior, canto de uma divisão,debaixo de algum objectoCortar a água, gás eelectricidade---------------------------------------- SE ESTÁ NA RUA:Não fumar nem acenderisqueiro nem mesmo ligar osinterruptores----------------------------------------Dirigir-se para um local abretocalma e serenamenteCalçar sapatos, proteger acara e cabeça---------------------------------------- Não ir para casa durante o sismoTentar apagar os incêndios. Senão for possível, alertar osbombeiros----------------------------------------Manter-se afastado de edifícios,postes, muros, etc.Não remover os feridos amenos que corram perigo---------------------------------------- SE ESTÁ A CONDUZIR:Limpar produtos inflamáveisque se tenham derramado----------------------------------------Parar a viatura num local amploe permanecer láInformar equipas de salvamentoem relação a soterrados---------------------------------------- ----------------------------------------Evitar passar por fios eléctricosou em objectos metálicos emcontacto com os primeiros---------------------------------------- ----------------------------------------Não beber água de recipientesabertos---------------------------------------- ----------------------------------------Não circular pelas ruas,libertando-as para as viaturasde socorro
  3. 3. Estudar pelo caderno, manual, … é fundamental. Isto é apenas um resumo32 Estrutra Interna da Terra2.1 MétodosPara o estudo da estrutura interna da Terra existem dois métodos de investigação:métodos directos e métodos indirectos.2.1.1 Métodos Directos: todos os estudos realizados por métodos directos sãopouco conclusivos porque só nos permitem investigar uma pequena zona do globo.Estudo de minas/jazigos minerais: explorações efectuadas que permitem conhecer ointerior da crosta terrestreSondagens: perfurações realizadas em locais que chegam a atingir vários km deprofundidade e que permitem obter dados de zonas mais profundas da crosta.Estudo das rochas que aparecem à superfície – afloramentosEstudo de materiais vulcânicos: os materiais expelidos pelos vulcões são provenientes dointerior da Terra, embora o magma tenha sofrido alterações. Mesmo assim é possívelretirarem-se algumas conclusões sobre a sua composição2.1.2 Métodos Indirectos: as características estruturais do interior do planetaproveêm do estudo dos métodos indirectos.Estudo dos meteoritos: estudam-nos porque pensa-se que têm a mesma origem da Terrae que a sua estrutura possa ser idêntica.Estudo da propagação das ondas: permitem concluir uma grande heterogeneidade naconstituição da Terra devido, por exemplo, à rigidez dos materiais que atrevessam,pressão atmosférica, temperatura, …2.2 Modelos
  4. 4. Estudar pelo caderno, manual, … é fundamental. Isto é apenas um resumo42.2.1 Modelo segundo a Composição dos MateriaisCrosta terrestre:Crosta continental (35-70 km): essencialmente rochas graníticasCrosta oceânica (5-10 km): essencialmente rochas basálticasManto:Estende-se desde a crosta até aos 2900 km de profundidadeOcupa 80% do volume da TerraEssencialmente formado por peridotitoDivide-se em Manto Superior (desde a crosta até 700 km) e em Manto Inferior (700-2900 km)Núcleo:Estende-se desde os 2900-6370 kmÉ a zona central do globoEssencialmente constituído por ferro e níquelDivide-se em Núcleo Externo (2900-5140 km) e Núcleo Interno (5140-6370 km)2.2.2 Modelo segundo a Rigidez dos MateriaisLitosfera:É constituída pela crota terrestre e a parte superior do manto superiorÉ uma zona rígidaTem uma espessura média de 100 kmAstenosfera:É a zona do manto que se situa desde a base da litosfera até 350 kmÉ uma zona plástica (menos rígida) devido a alguns dos materiais se encontraremfundidosMesosfera:Estende-se desde a astenosfera até ao fim do manto – 350-2900 kmÉ uma zona rígidaEndosfera:A zona correspondente ao núcleo externo (2900-5140 km) é líquidaA zona correspondente ao núcleo interno (5140-6370 km) é sólida3 Rochas e Minerais3.1 Minerais: substância sólida, homogénea, de composição química definida, formadapor processos naturais (de origem inorgânica). Podem ser distinguidos pelas suas característicasfísicas e químicas
  5. 5. Estudar pelo caderno, manual, … é fundamental. Isto é apenas um resumo5Características Físicas:Cor:deve ser observada à luz natural em superfícies de fractura recente.Traço/Risca: representa a cor do pó do mineral e observa-se riscando uma placa deporcelana não-polida.Brilho: é o modo como os minerais reflectem a luz natural e debe ser observado emsuperfícies de fractura recente. Caracterizam-se por brilhar de dois modos:Metálico (semelhante ao dos metais):ex.: piriteNão metálico (gorduroso/sedoso/adamantino/vítreo/nacarado)Dureza: é a resistência que um mineral apresenta ao ser riscado por outros. É medidapela Escala de Mohs.Clivagem: é a propriedade de alguns minerais que tendem a partir-se segundosuperfícies bem definidas (ex.: calcite, topázio, clorite,…). Se os minerais se partirem deforma irregular, a quebra designa-se de fractura.Características Químicas:Reacções Químicas: alguns minerais, devido à sua composição química, reagem com osácidos (ex.: calcite,…)3.2 Rochas: são constituídas por minerais e classificam-se em relação às suascaracterísticas e condições de formação podendo ser magmáticas, sedimentares oumetamórficas.3.3 Tipos de Rochas3.3.1 Rochas MagmáticasAsRochasMagmáticasformam-seporsolidificaçãodo magma àsuperfície ouno interior daTerra em quedurante oarrefecimentose vãoseparando osmineriais.Textura holocristalina: toda a matéria está cristalizadaTextura hemicristalina: só parte da matéria está cristalizadaTextura vítrea: não existe matéria cristalizada
  6. 6. Estudar pelo caderno, manual, … é fundamental. Isto é apenas um resumo63.3.2 Rochas SedimentaresAs Rochas Sedimentares forma-se à superfíce ou muito próximo dela, a partir desedimentos resultantes da alteração de outras rochas, esqueletos, conchas de animais ou restosde matéria orgânicas. Este tipo de rochas dispõem-se em estratos, onde se encontram fósseis.A formação das rochas sedimentares implicas as seguintes etapas:I Meteorização: alteração química e física das características originais das rochas. É feitapela água, vento, temperatura e seres vivos.II Erosão: remoção dos materiais (partículas) que resultam da meteorização. É feita pelaágua, vento e seres vivos.III Transporte: movimento dos materiais após a erosão. É feita principalmente pela água epelo vento.IV Sedimentação: deposição dos materiais (sedimentos). Geralmente depositam-se emcamadasformando estratos.V Diagénese: os sedimentos depositados sofrem alterações e por acção da pressão sãoligadas entre si por substâncias designadas por cimento natural. Divide-se emcompactação e cimentação.Há três tipos de rochas sedimentares:Detríticas: formam-se por acumulação de partículas de diferentes tamanhos resultantosda alteração e desagregação de outras rochas. Se as partículas se encontram soltas, asrochas designam-se de não coerentes (ex.: areia) mas se as partículas se encontraremconsolidadas, designam-se de coerentes (ex.: arenito, conglomerado).*A argila é uma rocha sedimentar detrítica não coerente que apresentavariadas cores (quando é branca denomina-se de caulino), por acção da águatransforma-se numa pasta moldável, cheira a barro quando é aquecida pelo bafo,adere à lingua e por acção do calor endurece.*A areia é uma rocha sedimentar detrítica não coerente cujas cores sãovariadas que dependem da sua composição.*O arenito é uma rocha sedimentar detrítica coerente constituída por grãos deareia aglutinados por cimento natural. A cor e propriedades destas rochas variam como tipo de areia e cimento que as constituem.*Os conglomerados são rochas sedimentares detríticas coerentes constituídas porgrão grossos ligados por cimento. Se os grãos forem angulosos, a rocha designa-sebrecha.De Origem Química:resultam de processos que causam a precipitação de substânciasdissolvidas na água (ex.: sal-gema, gesso e alguns calcários). O sal-gema e o gessodesignam-se de evaporitos porque se evaporam de águas salinas.*A halite/sal-gema é abundante em amostra maciça mas é rara a presença decristais.*Calcários são rochas sedimentares que apresentam variadas cores. O calcárioé constituído por um mineral denominado calcite. As estalagmites e estalactites sãoexemplos de rochas calcárias presentes em grutas que têm origem em substânciasdissolvidas na água.De Origem Biológica: resultam da acumulação de materiais provenientes de seres vivos,logo incluem os calcários coralígenos (provenientes dos corais) e conquíferos(provenientes das conchas de animais marinhos) e os carvões – rochas constituídas porrestos de vegetais.
  7. 7. Estudar pelo caderno, manual, … é fundamental. Isto é apenas um resumo73.3.3 Rochas MetamórficasAs Rochas Metamórficas formam-se no interior da crosta terrestre a pratir de outraspré-existentes.BOM ESTUDO!!!!

×