Duratex - Resultados do 1º Semestre de 2008

560 visualizações

Publicada em

Apresentação dos Resultados do 1º Semestre de 2008

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
560
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Duratex - Resultados do 1º Semestre de 2008

  1. 1. Divulgação de Resultados 1º Semestre 2008 www.duratex.com.br agosto / 2008 1
  2. 2. Áreas de atuação DIVISÃO DECA Metais Sanitários Louças Sanitárias Acessórios Liderança no segmento de Metais e posição destacada no segmento de louças. Possui a mais ampla linha de produtos para os diferentes segmentos de mercado. 2
  3. 3. Áreas de atuação Ambiente concorrencial da Deca Deca é a única fabricante que atua nas principais regiões; Capacidades: Metais: atual: 15,6 M peças / ano, nova: 18,0 M peças / ano: NORDESTE Sta. Aliança = + 15% Louças: atual: 4,0 M peças / ano, SUDESTE nova: 7,2 M peças / ano: = + 80% Vantagens Competitivas: SUL Escala, Logística, Produtos para os diversos 3 segmentos de consumo.
  4. 4. Áreas de atuação DIVISÃO MADEIRA Chapa de Fibra MDP 0 MDF/HDF/SDF Piso Laminado Liderança no mercado brasileiro, com a maior variedade de produtos ofertados. 4
  5. 5. Áreas de atuação Ambiente concorrencial em painéis de madeira 8 concorrentes; Localização predominante nas regiões sul e sudeste; Próximo aos principais pólos moveleiros: mais de 14 mil empresas; principais localidades: Bento Gonçalves (RS), São Bento do Sul (SC), MG Arapongas (PR), ES Grande São Paulo (SP), SP Votuporanga (SP) Mirassol (SP) PR Ubá (MG) Linhares (ES) SC RS 5
  6. 6. Áreas de atuação VERTICALIZAÇÃO FLORESTAL 100% das terras pertencem a Duratex S.A; Área total: 120 mil ha de terras; valor de mercado: R$ 1.320 milhões (US$ 825 milhões); valor patrimonial (jun/08): R$ 491 milhões (US$ 307 milhões). Auto-suficiência em madeira: economias de escala; acesso estratégico a matéria-prima; menor riscos de processo. Certificações ISO14.001 e FSC; Membro da CCX (Chicago Climate Exchange). 6
  7. 7. Área de atuação Mercados atendidos Construção Civil Déficit Habitacional: 7,9 milhões unidades; % da Receita Consolidada Disponibilidade de crédito de longo-prazo; Construção Extensão dos prazos de financiamento; Civil (direto) Melhora da renda; 46% Empresa do setor capitalizadas. Outros Construção 22% Civil (indireto) Indústria de Móveis 32% Boas perspectivas com o bom momento do setor de construção; Disponibilidade de crédito de curto-prazo; 7 Melhora da renda.
  8. 8. Área de atuação Financiamento Imobiliário via Poupança (em R$ Milhões) 25,0 Fontes: BACEN e ABECIP Unidades R$ Bilhões 18,3 220.000 195.900 9,3 4,9 2008 Previsão 1,9 1,9 1,8 2,2 3,0 113.873 Siduscon - SP feita em jun/08 53.827 61.121 36.355 35.768 28.905 36.480 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008* Ciclo médio de uma obra: s es L aje étric a o ss o o is ) h av ão as e E l Gr Fin eta sC s, e aç d ão c a en to o M nt s d a rio ário a or as m e uça ga só li m j to orp e c d t ruç áuli b am a o re es obi efor n ns idr a ab t Ac M R Pro In Ve Co H Ac Ac ( L En 8 6 meses 12 meses 6 meses
  9. 9. Área de atuação Disponibilidade de produtos para os mais diversos segmentos Apartamento tipo: C (econômico) B A AA (premium) Decritivo: •Construtor: MRV •Área: 42 m2 Descritivo: Descritivo: •Valor: R$ 1.584 / m2 •Construtor: Ecolife •Construtor: Tecnisa •Total de unidades: 296 •Área: 78 m2 •Área: 130 m2 • Produtos •Valor: R$ 2.540 / m2 •Valor: R$ 3.450 / m2 Deca: R$171.384 •Total de unidades: 198 •Total de unidades: 52 • Produtos Deca: R$327.690 •Produtos Deca: R$412.672 Descritivo: • Construtor: Cyrela • Área: 607 m2 • Valor: R$ 5.340 / m2 • Total de unidades: 48 • Produtos Deca: R$2.007.456 9
  10. 10. PAR – Plano de Aplicação de Recursos Expansão Agudos / SP Site de Agudos / SP Projeto MDF; Prensa de Revestimento BP (Baixa-pressão) e Fábrica de Resina: verticalização do processo em resina. 10
  11. 11. PAR – Plano de Aplicação de Recursos Projeto MDF Partida estimada da linha : abril/2009; Prensa: 77 metros com capacidade de 800.000 m3/ano; (será a maior linha de MDF do Brasil e uma das maiores do mundo) Início da chegada dos equipamentos: 01 / Ago / 2008. 11
  12. 12. PAR – Plano de Aplicação de Recursos Prensa para Revestimento BP (Baixa-pressão) Linha já operando; Projeto dentro do cronograma; Enriquecimento do mix de venda melhor receita líquida unitária. 12
  13. 13. PAR – Plano de Aplicação de Recursos Expansão de MDP em Itapetininga / SP Capacidade: 1.000.000 m3/ano Investimentos totais estimados em R$ 1,0 bilhão; 1ª chapa prevista para set/2010 ; 13 Fábrica de Resina: verticalização do processo para MDP.
  14. 14. PAR – Plano de Aplicação de Recursos Indústria se posicionando para capturar oportunidades de mercado Oferta 11.332 Demanda Projetada (CAGR 12% aa) 10.118 Demanda Real 9.985 9.470 9.170 8.745 8.110 9.034 7.310 8.066 6.450 7.202 5.495 6.092 CAGR= +12% 5.095 4.646 4.920 5.741 4.341 4.571 5.126 3.626 4.577 4.007 3.530 3.492 2.927 2.511 CAGR= +13% 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 > Expansões Consideradas - ramp-up em m3: . DURATEX 1.340.000 . Isdra 500.000 (100% dos concorrentes + 75% da Duratex) . Berneck 1.140.000 . Eucatex 330.000 . Satipel 850.000 . Sudati 90.000 . Masisa 550.000 . Guararapes 90.000 TOTAL GERAL: 4.890.000 > PIB médio entre 2002 e 2007: CAGR de 3,60%; > PIB médio 2008 em diante: CAGR 4%; 14 > Crescimento da demanda sobre o PIB: 3,61x; > Crescimento estimado da demanda: 3x PIB.
  15. 15. PAR – Plano de Aplicação de Recursos Expansão em Metais Sanitários: Jundiaí / SP Capacidade: aumento de 400.000 peças / mês: +33% Finalização das expansões: 2º semestre de 2009 1,5 1,4 1,3 Capacidades: JÁ (em milhões de peças / mês) DISPONÍVEL 2ºSEMESTRE 15 2008 2009 2010
  16. 16. PAR – Plano de Aplicação de Recursos Expansão em Louças Sanitárias: Aquisição da Ideal Standard QUEIMADOS (RJ) JUNDIAÍ (SP) Capacidade: 70 mil peças/mês Capacidade: 80 mil peças/mês Área Total: 60 mil m² Área Total: 137 mil m² Unidade de Jundiaí: já produz produtos DECA desde maio de 2008; Unidade de Queimados/RJ: previsão de retomada da produção em dez/08. 16
  17. 17. PAR – Plano de Aplicação de Recursos Expansão em Louças Sanitárias: Aquisição da Cerâmica Monte Carlo CABO DE SANTO AGOSTINO (RE) Capacidade: 120 mil peças / mês Área Total: 120 mil m² Incorporada a Deca em 1º de agosto de 2008. 17
  18. 18. PAR – Plano de Aplicação de Recursos Estrutura de capital adequada para o momento de investimento R$ M 1S08 Dívida Total 773,5 Disponibilidades / Caixa 654,9 Dívida Líquida 118,6 70% LP CP 30% Patrimônio Líquido 1.625,5 Dívida Líquida / PL 7,3% Dívida Líquida / EBITDA 0,20 Endividamento e Cronograma de amortização (MR$) 773,5 Moeda Estrangeira 134,2 229,6 120,6 Moeda Nacional 639,3 281,7 141,6 18 Dívida 1S08 2008 2009 2010 2011 e após
  19. 19. Desempenho Capacidade nominal instalada e grau de utilização no 1º Semestre: 360.000 360.000 Chapa de Fibra 98% m3/ano m3/ano 86% 500.000 500.000 MDP m3/ano m3/ano 640.000 640.000 MDF/HDF/SDF 93% m3/ano m3/ano 15.600 mil 15.600 mil Metais Sanitários 80% peças/ano peças/ano Louças Sanitárias 4.000 mil 4.000 mil 98% peças/ano* peças/ano* * 2º semestre de 2008, contemplará as seguintes adições de capacidade: 80 mil peças/mês da Ideal Jundiaí, 19 120 mil peças/mês da Cerâmica Monte Carlo.
  20. 20. Desempenho Destaques 1º semestre eventos não recorrentes (em R$ milhões) Consolidado EBITDA 94,6 193,4 288,0 Recuperação da COFINS sobre receitas financeiras (8,7) (15,4) (24,0) Revisão das provisões cíveis e trabalhistas e reversão de provisão de PIS/COFINS sobre pagamento de 0,4 1,1 1,6 comissões Despesas com SAP e sistemas agregados 0,5 0,9 1,4 Despesas de adequações e início da operação da 3,5 - 3,5 Ideal Standard do Brasil EBITDA RECORRENTE 90,4 180,1 270,4 20
  21. 21. Desempenho Destaques 1º semestre (em R$ milhões, exceto expedição) Madeira 1º semestre 2007 2008 Var (%) 2007 2008 Var (%) Expedição (mpçs e m³) 6.820 7.893 15,7% 612.984 622.022 1,5% Receita Líquida 257,8 320,5 24,3% 523,9 577,9 10,3% Lucro Bruto 106,6 130,8 22,7% 251,4 230,7 -8,2% Margem Bruta 41,4% 40,8% 48,0% 39,9% EBITDA 68,6 94,6 37,9% 199,6 193,4 -3,1% Margem EBITDA 26,6% 29,5% 38,1% 33,5% Não recorrente - 4,2 - 13,3 EBITDA recorrente 68,6 90,4 31,7% 199,6 180,1 -9,8% Margem EBITDA recorrente 26,6% 28,7% * 38,1% 31,2% * Margem recorrente a partir de ajustes no EBITDA e Receita Líquida 21
  22. 22. Desempenho 1ossemestres recorrente Rec. Líq.(R$ M) & Margem bruta (%) EBITDA (R$ M) & Margem (%) 43% 42% 46% 892,6 31% 34% 36% 41% 30% 30% 26% 781,7 678,7 268,2 270,4 622,4 201,7 191,7 551,9 144,3 1S04 1S05 1S06 1S07 1S08 1S04 1S05 1S06 1S07 1S08 Lucro Líquido (R$ M) PL (R$ M) & ROE (%) 23% 19% 152,3 152,4 1.623,9 14% 15% 1.467,1 11% 1.294,5 90,6 72,7 49,1 952,5 1.012,9 1S04 1S05 1S06 1S07 1S08 22 1S04 1S05 1S06 1S07 1S08
  23. 23. Desempenho últimos trimestres recorrente Rec. Líq.(R$ M) & Margem bruta (%) EBITDA (R$ M) & Margem (%) 46% 45% 43% 41% 35% 34% 31% 31% 40% 30% 464,3 147,6 145,8 459,8 144,1 142,5 425,2 429,0 428,3 127,9 2T07 3T07 4T07 1T08 2T08 2T07 3T07 4T07 1T08 2T08 Lucro Líquido (R$ M) PL (R$ M) & ROE (%) 23% 21% 20% 20% 18% 1.623,9 89,2 1.545,2 1.535,8 1.578,7 78,8 1.467,2 77,6 77,4 73,7 23 2T07 3T07 4T07 1T08 2T08 2T07 3T07 4T07 1T08 2T08
  24. 24. Desempenho EBITDA recorrente (em R$ milhões) e Margem (em %) 1ossemestres trimestres 29% 29% 28% 26% 27% 26% 26% 25% 23% 90,4 47,3 68,6 43,1 43,1 51,5 50,5 41,6 36,3 1S05 1S06 1S07 1S08 2T07 3T07 4T07 1T08 2T08 24
  25. 25. Desempenho Madeira EBITDA recorrente (em R$ milhões) e Margem (em %) 1ossemestres trimestres 38% 38% 38% 33% 33% 34% 31% 32% 30% 109,5 199,6 106,0 180,1 101,0 95,3 140,2 151,2 84,8 1S05 1S06 1S07 1S08 2T07 3T07 4T07 1T08 2T08 25
  26. 26. Desempenho Fluxo de Caixa (em R$ milhões) 220,7 -65,6 662,9 654,9 112,3 -201,4 -74 ( * ) Lucro Ajustado = Lucro Líquido + Depreciação + Resultado Financeiro + Provisões e Baixas de Ativos 26
  27. 27. Criação de valor 7,0 Expansão MDF Fábrica de Resina 6,0 EPS (R$) Piso Laminado CAGR: +18% Aquisições de terras e plantio de florestas e Expansão Metais 5,0 Expansão Deca Expansão MDP 4,0 Fábrica de Resina Aquisições Deca 3,0 Expansão MDP 2,57 2,0 Piso Laminado Expansão MDF 1º MDF no Brasil 1,0 0,0 0,25 * 94 95 96 97 98 99 00 01 02 03 04 05 06 07 09 10 11 12 08 19 19 19 19 19 19 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 600 160 R$50 milhões de 560,4 EBITDA (R$milhões) extraordinário 450 Dividendos normais 120 104,0 300 CAGR: +18% 80 CAGR: +21% R$15,3 milhões de extraordinário 150 40 70,3 6,9 0 0 * 94 95 96 97 98 99 00 01 02 03 04 05 06 07 09 10 11 12 08 19 19 19 19 19 19 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 20 27 * EBITDA dos últimos 12 meses e dividendos anualizados
  28. 28. Criação de valor Desempenho da ação (dez / 2005 e ago/ 2008) 70,00 45.000 Cotação Média (R$) 40.000 60,00 Volume Negociado 35.000 (média móvel 15 dias - R$ milhares) 50,00 30.000 40,00 25.000 30,00 20.000 15.000 20,00 Valorização no período em US$ : 10.000 10,00 . Duratex = + 183% . Ibovespa = + 151% 5.000 0,00 0 21-jun-06 12-set-06 24-out-06 12-jul-07 3-out-07 16-nov-07 24-jun-08 29-dez-05 10-fev-06 27-m ar-06 10-m ai-06 1-ago-06 7-dez-06 22-jan-07 7-m ar-07 18-abr-07 30-m ai-07 22-ago-07 3-jan-08 18-fev-08 31-m ar-08 13-m ai-08 5-ago-08 Membro dos índices e 28
  29. 29. Criação de valor Evolutivo do Valor de Mercado (em US$ milhões) . Inclusão da Duratex nos Índices Ibovespa e IBrX50 . Dividendo extraordinário (R$50M) . Emissões de ações R$ 609 M . Bonificação em ações 1x1 . Adesão ao Nível 1 . Grupamento de ações 200 / 1 3.172 . Extinção das PBs . Dividendo Extraordinário 2.770 . Dividendo mínimo de 30% 1.990 . Tag-Along de 80% para PN 748 550 339 173 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008* 29 +1.500% no período * Cotação 30 de junho.
  30. 30. Mercado de Capitais Estrutura Acionária: Total de ações emitidas: 129,7M • PN: 76,1M, Tag-along de 80% • ON: 53,6M. Participação acionária dos principais grupos de preferencialistas: 60% 55% 50% 45% 43% Inv. Estrangeiros 40% 35% 36% Outros Investidores 30% (locais) 25% 20% 15% 10% 11%Fundos de Pensão 5% 8% Itaúsa (Controlador) 0% nov jun jan jun out abr abr mai jul mar/07 ago mar/08 maio dez set fev . 1% de ações em tesouraria 30
  31. 31. Governança Corporativa Reunião do Conselho de Administração em 25/Jun/2008: Aprovação de um Regimento Interno de regulação das atividades do CA; Ratificação do Código de Ética e Conduta, que se encontra em processo de divulgação; Adoção de uma série de políticas internas voltadas a suportar procedimentos correntes: Política para Recepção e Tratamento de Denúncias; Política de Governança Corporativa; Política Corporativa de Punição e Combate a Atos Ilícitos; Política de Fornecimento de Bens ou Serviços. 31
  32. 32. Criação de valor Cobertura das Ações da Duratex: Instituição Analista E-mail Beatriz Battelli bbattelli@bancobrascan.com.br Luis Vallarino lvallarino@accival.com.mx Marcelo Telles marcelo.telles@credit-suisse.com Josh Milberg josh.milberg@db.com Jacqueline Lison jlison@fatorcorretora.com.br Renata Faber renata.faber@itau.com.br Leonardo Cavarges andres@linkcorretora.com.br Marcos Assumpção marcos_assumpcao@ml.com Marcello Milman mmilman@santanderbanespa.com.br Daniel Dol daniel@socopa.com.br Edmo Chagas edmo.chagas@ubs.com Andre Luiz Rocha andreluiz.rocha@unibanco.com.br 32
  33. 33. Disclaimer A informação aqui contida foi preparada pela Duratex SA (a "empresa") e não constitui material de oferta para a subscrição ou compra de valores mobiliários da empresa. Este material trás informações gerais sobre a empresa nesta data. Nenhuma representação ou garantia, de forma expressa ou inclusa, é feita acerca, e nenhuma confiança deve ser depositada, na exatidão, justificação ou totalidade das informações apresentadas. A empresa não pode dar qualquer certeza quanto a realização das expectativas apresentadas. 12 de agosto de 2008 33
  34. 34. Divulgação de Resultados 1º Semestre 2008 www.duratex.com.br agosto / 2008 34

×