Plano de Trabalho EF 2013

2.029 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.029
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.527
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
15
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plano de Trabalho EF 2013

  1. 1. Previsão 1º trimestre Tema: Introdução à Sociologia Conceito Estruturante: Sociabilidade - O que é Sociologia - Formação da Sociedade - Relação indivíduo-sociedade - Natural e Social - Naturalização e Socialização - Convivência Social e Ação Social - Interação e sociabilidade (Solidariedade, Competição e Dominação) 1º trimestre de Conteúdos para o Ano Letivo 2013: 6º ano: Eixo - Meio Ambiente 2º trimestre Tema: Instituições Sociais Conceito Estruturante: Socialização - Relação indivíduo-espaço - Instituições Sociais - Família - Escola - Relação família e escola 3º trimestre Tema: Contextos Sociais Conceito Estruturante: Território - Espaço privado x espaço público - Arte Urbana - Território - Contexto Social - Cidade - Direito a cidade e meio ambiente - Espaço e Desigualdade - Meio Ambiente e Sustentabilidade 7º ano: Eixo - Cultura 2º trimestre 3º trimestre Tema: Juventude Conceito Estruturante: Identidade Tema: Globalização Conceito Estruturante: Consumo Tema: Brasilidades Conceito Estruturante: Culturas Brasileiras - Conceito de Cultura - Juventude e Adolescência - Identidade - Tribos Juvenis - Diversidade Cultural - Bullying e Intolerância - TICs - Aldeia Global - Conceito de Globalização - Relação Consumo-IdentidadeJuventude - Consequências da Globalização: consumismo, degradação ambiental e desigualdade - Ser jovem e brasileiro no mundo globalizado - Realidade brasileira - Formação do Brasil - Povo Brasileiro - Identidade regional e nacional - Jeitinho brasileiro - Cultura Popular - Patrimônio Cultural - Carnaval, samba e futebol 1º trimestre Tema: Corpo Conceito Estruturante: Saúde - Saúde e Direitos Humanos (ECA) - Corpo e Cultura (construção social do corpo, hábitos e higiene) - Padrões de Beleza - Alimentação - Indústria alimentar e transgênicos - Qualidade de Vida - Vulnerabilidade social do jovem - Meritocracia 1º trimestre Temas: Direitos Civis Conceito Estruturante: Igualdade - Direitos Humanos - Direitos Civis - Juventude e Direitos - Igualdade, diferença e desigualdade - Ações Afirmativas - Soropositividade - Liberdade de expressão - Drogas 8º ano: Eixo – Corpo e Saúde 2º trimestre Tema: Raça/Etnia Conceito Estruturante: Discriminação - Minorias e Estereótipos - Preconceito, Discriminação e Racismo - Raça e etnia - Negro no Brasil / Democracia Racial - Estética e etnia - Quilombos - Consciência Negra - Funk - Capoeira - Contribuições culturais do negro e do indígena - Situação do índio 3º trimestre Tema: Gênero Conceito Estruturante: Machismo - Relações e Desigualdade entre Gêneros - Divisão Sexual do Trabalho - Machismo e Feminismo - Mídia Machista - Violência de Gênero (contra mulheres e homossexuais) - Gravidez na Adolescência e Aborto - Sexualidade (mudanças no corpo, comportamento) - DSTs - Homofobia 8º série: Eixo - Direitos Humanos 2º trimestre Tema: Direitos Sociais Conceito Estruturante: Pobreza - Direitos Sociais - Desigualdade e Exclusão Social - Pobreza - Mercado de Trabalho - Cooperativismo e Solidariedade 3º trimestre Tema: Direitos Políticos Conceito Estruturante: Cidadania - Direitos Políticos - Organização Política - Participação - Cidadania - Meios de Comunicação e Ação Política - Sociedade Civil - Poder e empoderamento - Protagonismo Juvenil - Escola e Democracia - Democracia e Mudança
  2. 2. SOCIOLOGIA NO ENSINO FUNDAMENTAL Situar os jovens nas diferentes esferas dinâmicas em que estão inseridos sejam elas culturais, sociais, políticas e econômicas. Desenvolver a percepção que os educandos são indivíduos (re) produtores da realidade social e de seus significados em um determinado contexto histórico. Compreender que são sujeitos que se inserem em determinadas estruturas/espaços/territórios, possuidores de uma bagagem cultural/identitária/étnico-racial/ etária/de gênero/de sexualidade, que carregam direitos e são protagonistas de sua história individual e coletiva. Possibilitar o entendimento dos estudantes sobre a posição que ocupam na sociedade (individual no coletivo), abrindo horizontes e perspectivas em trajetórias de vida. Plano de Trabalho 6º ano 6º ano – 1º trimestre A formação da sociedade e os processos desenvolvidos para a convivência em grupo. A diferença entre o que é da natureza e o que é da sociedade. Os indivíduos na sociedade e a sociedade nos indivíduos, inter-relações entre as esferas individuais e coletivas. Ações e comportamentos específicos a partir de determinados contextos de sociabilidade. A violência como fenômeno naturalizado que reflete problemas sociais também naturalizados. Objetivo Geral Objetivo Específico Conteúdos - Perceber as relações envolvidas entre indivíduo e seus grupos com a organização social; - Compreender a vida em sociedade como um processo de constantes inter-relações, conflitos e transformações; - Demonstrar a pluralidade de visões de mundo sobre os fenômenos sociais; - Reconhecer o outro em suas diferenças - Estimular a capacidade de leitura, escrita, formulação de opiniões e posicionamento sobre a realidade social; - Entender os processos de constituição da vida em grupo - Compreender a dinamicidade da vida social - Diferenciar as relações sociais em que se inserem - Refletir sobre a relação entre a esfera individual e coletiva do cotidiano - Problematizar a Violência enquanto algo “natural” e estímulo a resolução de problemas através do diálogo - O que é Sociologia - Formação da Sociedade - Relação IndivíduoSociedade - Natural e Social - Naturalização e Socialização - Convivência Social - Interação Social (Solidariedade, Competição e Dominação) - Violência Avaliação Participação; exercícios; trabalhos individuais e em grupo; produções escritas; desenhos; compreensão de filmes; teatro.
  3. 3. 6º ano – 2º trimestre O jovem como um ser social presente em um espaço natural. As relações existentes com o meio ambiente (natureza e espaço construído pelo homem) e o local de inserção desse jovem (em diferentes níveis: comunidade, bairro, cidade). As influências mútuas entre indivíduo e espaço. Interconexões entre histórias individuais e contexto social. O espaço como fator de diversidade e expressão. O papel construtivo/destrutivo da humanidade na natureza. O desenvolvimento de pensamentos e atitudes que coloque os seres humanos em harmonia com a natureza. Dinâmicas diferenciadas no espaço público e privado. Objetivo Geral Objetivo Específico - Perceber as relações envolvidas entre indivíduo e seus grupos com a organização social; - Compreender a vida em sociedade como um processo de constantes inter-relações, conflitos e transformações; - Demonstrar a pluralidade de visões de mundo sobre os fenômenos sociais; - Reconhecer o outro em suas diferenças - Estimular a capacidade de leitura, escrita, formulação de opiniões e posicionamento sobre a realidade social; - Perceber a diversidade dos contextos sociais - Compreender as relações dos indivíduos com o espaço (a influência social sobre o espaço natural e a ambiental no social) - Relacionar as esferas macro e micro espaciais - Entender as formas de apropriação do espaço pelos indivíduos - Refletir sobre a construção de relações harmônicas entre seres humanos e natureza - Diferenciar as relações desenvolvidas no espaço público e privado; Conteúdos - Relação Indivíduo e Espaço - Meio Ambiente - Contexto Social - Território - Cidade - Sustentabilidade - Problemas socio-urbanosambientais - Cidade sustentável - Marcas Juvenis/Arte Urbana - Espaço público x privado Avaliação Participação; exercícios; trabalhos individuais e em grupo; produções escritas; desenhos; análise de vídeos, imagens e reportagens; produção de painel; marquete. 6º ano – 3º trimestre As instituições sociais como fontes de socialização em determinada sociedade. As transformações sociais alterando a organização e padrões das instituições como Família e Escola. Compreensão dos diferentes objetivos e papeis de ambas instituições. Desenvolvimento do jovem nos espaços familiares e escolares. Objetivo Geral - Perceber as relações envolvidas entre indivíduo e seus grupos com a organização social; - Compreender a vida em sociedade como um processo de constantes inter-relações, conflitos e transformações; - Demonstrar a pluralidade de visões de mundo sobre os fenômenos sociais; - Reconhecer o outro em suas diferenças - Estimular a capacidade de leitura, escrita, formulação de opiniões e posicionamento sobre a realidade social; Objetivo Específico Conteúdos - Compreender a esfera - Instituições Sociais familiar como pertencente ao (Família e Escola) espaço privado e a escolar como do espaço público - Perceber os modelos ideias de família e escola - Analisar mudanças sociais que modificam tais instituições - Entender o papel de socialização que as instituições exercem no desenvolvimento dos jovens - Comparar os tipos de relações desenvolvidas na família e na escola Avaliação Participação; exercícios; trabalhos individuais e em grupo; produções escritas; desenhos; análise de vídeos, histórias e imagens;
  4. 4. 7º ano 7º ano – 1º trimestre O Jovem inserido em uma diversidade cultural. A produção cultural dos grupos juvenis. O processo de constituição identitária. As relações existentes entre diferentes grupos a partir de suas diferentes características. Formação do preconceito e da discriminação, o Bullying como expressão escolar desses processos; As Tecnologias de Informação e Comunicação como ferramentas de constituição e expressão dessas identidades, bem como espaço de Cyberbullying .Entendimento e convívio pacífico entre as diferenças. Objetivo Geral Objetivo Específico - Perceber as relações envolvidas entre indivíduo e seus grupos com a organização social; - Compreender a vida em sociedade como um processo de constantes inter-relações, conflitos e transformações; - Demonstrar a pluralidade de visões de mundo sobre os fenômenos sociais; - Reconhecer o outro em suas diferenças - Estimular a capacidade de leitura, escrita, formulação de opiniões e posicionamento sobre a realidade social; - Refletir sobre a as mudanças envolvidas na adolescência - Compreender o processo de formação de identidade - Entender a relação entre diferentes grupos de jovens - Refletir as relações de preconceito e discriminação motivados pela identidade - Entender os conflitos identitários a partir da desigualdade de relações de poder - Perceber no espaço virtual a afirmação e conflitos identitários - Estimular o diálogo e a compreensão nas relações sociais em contexto de diversidade na juventude Conteúdos - Conceito de Cultura - Juventude e Adolescência - Identidade - Tribos Juvenis - Bullying - Intolerância - Juventude Tecnologia Avaliação Participação; exercícios; trabalhos individuais e em grupo; produções escritas; desenhos; análise de vídeos, imagens, histórias, músicas; dança; 7º ano – 2º trimestre A diversidade no Brasil – na formação, na identidade, na cultura e em seus contextos sociais; A desconstrução de uma imagem única do brasileiro e do país; A valorização das origens e potencialidades do país; Os extremos, problemas e desafios que o país enfrenta. Compreender as identidades juvenis também como expressão das culturas nacionais e regionais. Objetivo Geral Objetivo Específico - Perceber as relações envolvidas entre indivíduo e seus grupos com a organização social; - Compreender a vida em sociedade como um processo de constantes inter-relações, conflitos e transformações; - Demonstrar a pluralidade de visões de mundo sobre os fenômenos sociais; - Reconhecer o outro em suas diferenças - Estimular a capacidade de leitura, escrita, formulação de opiniões e - Reconhecer o contexto social brasileiro - Compreender o processo de formação do país - Refletir sobre as características que formariam um “ser brasileiro” - Perceber a Diversidade Cultural como constituinte do povo e das práticas culturais do país - Valorizar os saberes populares e tradicionais - Relacionar o nacional/regional nas identidades juvenis Conteúdos - Realidade Brasileira - Formação do Brasil - Povo Brasileiro - Identidade Brasileira - Jeitinho Brasileiro - Folclore nacional - Cultura Popular - Patrimônio Cultural - Carnaval, samba e futebol Avaliação Participação; exercícios; trabalhos individuais e em grupo; produções escritas; desenhos; jogos; análise de charges, reportagens, vídeos, música, filme; pesquisa.
  5. 5. posicionamento sobre a realidade social; 7º ano – 3º trimestre O jovem (brasileiro) na sociedade globalizada e de consumo. As influências do consumo na constituição da identidade e nas relações sociais. As transformações sociais da globalização. O consumismo, a degradação ambiental e o desigualdade como consequências da Globalização. Relações de proximidade-distância, nó-rede, diferença-igualdade. Objetivo Geral Objetivo Específico Conteúdos - Perceber as relações envolvidas entre indivíduo e seus grupos com a organização social; - Compreender a vida em sociedade como um processo de constantes inter-relações, conflitos e transformações; - Demonstrar a pluralidade de visões de mundo sobre os fenômenos sociais; - Reconhecer o outro em suas diferenças - Estimular a capacidade de leitura, escrita, formulação de opiniões e posicionamento sobre a realidade social; - Analisar o processo de globalização em suas esferas políticas, econômicas, sociais e culturais - Entender a posição do jovem em uma sociedade de consumo globalizada - Compreender a influência das relações de consumo na formação identitária - Perceber as mudanças nas relações sociais a partir do consumismo - Problematizar o Funk Ostentação como expressão da sociedade do consumo - Compreender o consumismo, a degradação ambiental e a desigualdade como consequências da Globalização - Aldeia Global - Globalização (e suas consequências: desigualdade, consumismo e degradação ambiental) - Consumo - Relação IdentidadeGlobalização-ConsumoJuventude - Sociedade de Consumo - Funk (Ostentação) Avaliação Participação; exercícios; trabalhos individuais e em grupo; produções escritas; análise de vídeos, imagens, propagandas, músicas; maquete. 8º ano 8º ano – 1º trimestre O corpo como veículo de cultura. As relações sociais que envolvem constituição das corporeidades. O que fazemos, o que fazem com nosso corpo. Discursos, representações e disputas em cima do corpo. Alimentação e Qualidade de Vida como fatores que influenciam a constituição dos corpos e as contradições envolvidas neles; A vulnerabilidade da juventude e as tensões para “conquista de uma vida melhor”. Objetivo Geral Objetivo Específico - Perceber as relações envolvidas entre indivíduo e seus grupos com a organização social; - Compreender a vida em sociedade como um processo de constantes inter-relações, conflitos e transformações; - Demonstrar a pluralidade de visões de mundo sobre os fenômenos sociais; - Reconhecer o outro em suas diferenças - Diferenciar o corpo biológico e o corpo social - Compreender os comportamentos e relações sócio-culturais desenvolvidas a partir do corpo - Entender o reconhecimento/afirmação de identidade a partir do corpo - Perceber a mídia como fonte de in(formação) sobre uma cultura corporal hegemônica - Reconhecer a dimensão sócio-cultural da alimentação e sua relação com o corpo Conteúdos - Saúde e ECA - Corpo e Cultura - Padrões de Beleza - Alimentação - Indústria Alimentar e Transgênicos - Qualidade de vida - Vulnerabilidade Social na Adolescência - Meritocracia Avaliação Participação; exercícios; trabalhos individuais e em grupo; produções escritas; análise de vídeos, imagens, propagandas; quadrinhos.
  6. 6. - Estimular a capacidade de leitura, escrita, formulação de opiniões e posicionamento sobre a realidade social; - Refletir sobre a contradição dos hábitos alimentares estimulado pela indústria e os padrões de beleza apresentados pela mídia - Analisar diferentes formas de entender a Qualidade de Vida - Perceber a juventude como uma grupo de vulnerabilidade na sociedade 8º ano – 2º trimestre Relação maioria-minoria. O negro e o índio na sociedade. Expressões culturais dos grupos étnicos-raciais que sofrem discriminação no Brasil. Afirmação da identidade negra. Visibilidade do indígena. Resgate da resistência (passadopresente) desses grupos e papel fundamental para a construção do país. Objetivo Geral Objetivo Específico - Compreender a vida em sociedade como uma construção social - Problematizar as relações envolvidas entre indivíduo e seus grupos com a organização social; - Refletir sobre os constantes processos de inter-relações, conflitos e transformações da sociedade. - Compreender a pluralidade de visões de mundo sobre os fenômenos sociais; - Entender o outro em suas diferenças; - Relacionar os conhecimentos sociológicos com situações da vida cotidiana; - Estimular a capacidade de leitura, escrita, formulação de opiniões e posicionamento sobre a realidade social; - Analisar a questão do preconceito a partir do critério raça/etnia - Refletir sobre a diversidade a partir das diferentes etnias - Reconhecer a situação social dos grupos étnicos que sofrem discriminação - Entender as relações de poder envolvidas na discriminação racial - Perceber a mídia como (re)produtora de preconceito étnico-raciais - Conhecer as manifestações e contribuições culturais dos grupos étnicos que sofrem discriminação Conteúdos - Minorias e esteriótipos Preconceito, Discriminação e Racismo - Raça e etnia - Negro no Brasil - Estética e etnia - Quilombo - Consciência Negra - Funk - Capoeira - Contribuições culturais do negro e do indígena - Situação do índio - Diversidade étnico-racial Avaliação Participação; exercícios; trabalhos individuais e em grupo; produções escritas; desenho; análise de vídeos, piadas, imagens, charges, filme, música, reportagens; calendário; 8º ano – 3º trimestre As relações de gênero em nossa sociedade. As desigualdades entre homens e mulheres. O machismo nas relações de gênero e seus reflexos na sociedade (Mídia, Violência e limitação de Direitos Reprodutivos) O surgimento do movimento feminista e suas demandas. A diferença entre Sexo e Sexualidade. As diferentes formas de expressar a sexualidade e a heteronormatividade. DSTs e prevenção. Objetivo Geral Objetivo Específico - Compreender a vida em sociedade como uma construção social - Problematizar as relações envolvidas entre - Compreender as relações de gênero como construções sociais - Perceber os diferentes papeis, exigências e Conteúdos - Relações e Desigualdade entre Gêneros - Machismo e Feminismo - Mídia Machista - Violência de Gênero Avaliação Participação; exercícios; trabalhos individuais e em grupo; produções escritas; análise de vídeos,filme, imagens, propagandas,
  7. 7. indivíduo e seus grupos com a organização social; - Refletir sobre os constantes processos de inter-relações, conflitos e transformações da sociedade. - Compreender a pluralidade de visões de mundo sobre os fenômenos sociais; - Entender o outro em suas diferenças; - Relacionar os conhecimentos sociológicos com situações da vida cotidiana; - Estimular a capacidade de leitura, escrita, formulação de opiniões e posicionamento sobre a realidade social; oportunidades entre homens e mulheres - Entender o pensamento machista como produtor de desigualdade de gênero para homens e mulheres (em suas diferentes identidades de gênero e orientação sexual) - Perceber o feminismo como movimento contrário ao machismo - Compreender a mídia como (re) produtora de preconceitos de gênero (e sua instersecção com o recorte étnico racial) - Relacionar o machismo com a produção de violência contra mulher e desrespeito aos direitos reprodutivos - Diferenciar sexo e sexualidade - Refletir sobre as expressões e vivência da sexualidade (contra mulheres e homossexuais) - Gravidez na Adolescência e Aborto - Sexualidade e DSTs - Homofobia dados; 9º ano 9º ano - 1º trimestre Entendimento e reconhecimento da existência de Direitos Humanos e Civis. O Direito Humano como conquista e garantia de todos os cidadãos. A Liberdade e a Igualdade como direitos civis básicos. As relações entre liberdade, igualdade, diferença e desigualdade. Juventude como grupo com direitos específicos. Direitos Civis e Soropositividade. Liberdade de Expressão e debate sobre drogas. Objetivo Geral Objetivo Específico Conteúdos Avaliação - Compreender a vida em sociedade como uma construção social - Problematizar as relações envolvidas entre indivíduo e seus grupos com a organização social; - Refletir sobre os constantes processos de inter-relações, conflitos e transformações da sociedade. - Compreender a pluralidade de visões de mundo sobre os fenômenos sociais; - Entender o outro em suas diferenças; - Relacionar os conhecimentos sociológicos com situações da vida cotidiana; - Estimular a capacidade de leitura, escrita, formulação de opiniões e - Compreender os indivíduos como portadores de Direitos Humanos - Conhecer as leis que garantem os Direitos Humanos (Declaração Universal, Constituição, ECA) - Entender a dimensão dos Direitos Civis - Refletir sobre as situações de injustiça e desigualdade vivenciadas a partir do conhecimento sobre Direitos Humanos/Civis - Compreender a necessidade do direito à diferença como essencial para a igualdade plena entre os indivíduos - Relacionar os Direitos Civis com a situação de Soropositividade - Relacionar a Liberdade de Expressão com a situação das drogas no país - Direitos Humanos - Direitos Civis - Juventude e Direitos - Igualdade, diferença e desigualdade - Ações Afirmativas - Soropositividade - Liberdade enquanto direito - Liberdade de expressão - Drogas Participação; debates; exercícios; trabalhos individuais e em grupo; produções escritas; análise de vídeos, cartilhas, filmes,gráficos, músicas; juri simulado.
  8. 8. posicionamento sobre a realidade social; 9º ano – 2º trimestre Desigualdade Social pela perspectiva de violação de Direitos Sociais. Relação entre problemas sociais e Direitos Sociais; Pobreza como uma das consequências da Desigualdade Social; A organização da sociedade através da Desigualdade. Cooperativismo como uma alternativa de resistência às situações de Desigualdade. Objetivo Geral Objetivo Específico Conteúdos - Compreender a vida em sociedade como uma construção social - Problematizar as relações envolvidas entre indivíduo e seus grupos com a organização social; - Refletir sobre os constantes processos de inter-relações, conflitos e transformações da sociedade. - Compreender a pluralidade de visões de mundo sobre os fenômenos sociais; - Entender o outro em suas diferenças; - Relacionar os conhecimentos sociológicos com situações da vida cotidiana; - Estimular a capacidade de leitura, escrita, formulação de opiniões e posicionamento sobre a realidade social; - Analisar a Desigualdade Social a partir da violação de Direitos sociais - Compreender a Desigualdade como fator de produção de Pobreza - Refletir sobre a situação de Pobreza do país e do contexto dos educandos - Entender o Cooperativismo como alternativa de resistências as situações de Pobreza - Direitos Sociais - Desigualdade Social - Pobreza - Cooperativismo e Solidariedade - Exclusão Social - Estratificação e Mobilidade - Mercado de Trabalho Avaliação Participação; debates; exercícios; trabalhos individuais e em grupo; produções escritas; jogos; análise de vídeos, reportagens, filmes; teste vocacional; portifólio; 9º ano – 3º trimestre Reconhecimento e entendimento da existência dos Direitos Político. Organização/participação política como ferramenta para enfrentar problemas sociais. Cidadania como expressão da reivindicação dos Direitos Humanos por parte da Sociedade Civil. Processo de empoderamento e atuação dos jovens. A escola como espaço de participação, organização, empoderamento, cidadania e democracia. O papel das redes sociais para expressar a reivindicação de Direitos Humanos e sua capacidade mobilizatória. Objetivo Geral Objetivo Específico - Compreender a vida em sociedade como uma construção social - Problematizar as relações envolvidas entre indivíduo e seus grupos com a organização social; - Refletir sobre os constantes processos de inter-relações, conflitos e transformações da - Entender a existência e exercício dos Direitos Políticos - Reconhecer a organização/participação política como ferramenta para enfrentar problemas sociais - Compreender que a Cidadania não se restringe ao voto - Perceber as organizações Conteúdos - Direitos Políticos - Organização Política - Participação - Cidadania - Sociedade Civil - Poder e empoderamento - Escola e Democracia - Democracia e Mudança - Protagonismo Juvenil - Mobilização e Redes Sociais Avaliação Participação; debates; exercícios; trabalhos individuais e em grupo; produções escritas; análise de vídeos, filmes;
  9. 9. sociedade. - Compreender a pluralidade de visões de mundo sobre os fenômenos sociais; - Entender o outro em suas diferenças; - Relacionar os conhecimentos sociológicos com situações da vida cotidiana; - Estimular a capacidade de leitura, escrita, formulação de opiniões e posicionamento sobre a realidade social; de sociedade civis que existem - Estimular o empoderamento dos jovens nos contextos que se inserem - Refletir sobre processos de mudança no regime democrático
  10. 10. sociedade. - Compreender a pluralidade de visões de mundo sobre os fenômenos sociais; - Entender o outro em suas diferenças; - Relacionar os conhecimentos sociológicos com situações da vida cotidiana; - Estimular a capacidade de leitura, escrita, formulação de opiniões e posicionamento sobre a realidade social; de sociedade civis que existem - Estimular o empoderamento dos jovens nos contextos que se inserem - Refletir sobre processos de mudança no regime democrático

×