Ata Assembleia Geral do 1º Congresso da ABECS

1.015 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.015
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
363
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ata Assembleia Geral do 1º Congresso da ABECS

  1. 1. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENSINO DE CIÊNCIAS SOCIAIS -ABECSATA DA ASSEMBLEIA GERAL – 1º CONGRESSO DA ABECSAta da reunião ordinária da Assembleia Geral da Associação Brasileira deEnsino de Ciências Sociais (ABECS) – 1º Congresso da ABECS, 28/04/2013.Página 1 de 9Aos vinte e oito dias do mês de abril de dois mil e treze, às oito horas e trinta1minutos, na sala de convenções do Sandrin Praia Hotel, Av. Rotary, 249, Bairro2Atalaia, na cidade de Aracaju, estado de Sergipe, durante a programação do31º Congresso da ABECS, reuniram-se os congressistas e sócios da entidade4para a Assembleia Geral (AG) da entidade, convocada conforme o Estatuto5Social da ABECS. Fizeram-se presentes à AG as seguintes pessoas (por ordem6de assinatura da lista de presenças): Flávio Sarandy, Nise Jinkings, Amaury7Cesar Moraes, Nelson D. Tomazi, Adelia Miglievich Ribeiro, Fernando R. G.8Brame, Fabson Calixto, Luiz Fernandes, Eleanor Palhano, Eduarda B. Kern,9Celia Regina Neves da Silva, Valena R. G. Ramos, Josemi Medeiros da Cunha,10Eril Gustavo Cardin, Cassiana Tiemi Tedesco Takagi, Josefa Silva, Cristiane11Montalvão Guedes, Rúbia Machado de Oliveira, Dardo Lorenzo Bornia Júnior,12Marcelo da Silva, Ioná Suzan Maia, Cristiano Raykil, Fátima Ivone de Oliveira13Ferreira, Maria Tereza Siqueira da Rocha, Liliam Camilo Sousa Holanda, Tânia14Elias Magno da Silva, Antonio Paulino de Sousa, Juarez Lopes de Carvalho15Filho, Severino José de Lima, Geovana Tabachi Silva, Andréa Lúcia da Silva de16Paiva, Josevânia Nunes Rabelo, Maria Luisa Scardini, Amurabi Pereira de17Oliveira e Thiago Ingrassia Pereira. Esta assembleia ainda contou com a18participação de representantes da Articulação Nacional das/dos Estudantes19de Ciências Sociais (ANECS). A mesa que presidiu a AG foi composta pelos20professores Amurabi Pereira de Oliveira (presidente) e Thiago Ingrassia21Pereira (secretário). A AG teve início com a aprovação da pauta constante no22Edital de convocação desta assembleia, publicado em vinte e dois de março23de dois mil e treze. A pauta apresentada para aprovação foi a seguinte: a)24Composição da Mesa Diretora dos trabalhos; b) Informes; c) Parecer do25Conselho Fiscal; d) Organização Regional; e) Processo Eleitoral para a26Diretoria; f) Posse da nova diretoria da ABECS; g) Outros assuntos pertinentes.27Por deliberação do pleno da AG, foram incluídos os seguintes pontos de28pauta: a) Balanço do 1º Congresso da ABECS; b) Moção de reconhecimento ao29trabalho desenvolvido pela equipe liderada pela professora Tânia Elias Magno30da Silva na organização do 1º Congresso da ABECS; c) Informes especiais sobre31o andamento do trabalho de construção da Revista da ABECS e do site da32entidade. Após a provação da pauta, com destaque no item “outros assuntos”33com a questão do local e data do próximo Congresso da ABECS, a professora34Tânia Elias Magno da Silva passou a fazer o balanço do evento que estava se35encerrando. A oradora agradeceu novamente aos congressistas, destacando a36organização coletiva do evento, via discussão em correio eletrônico. O 1º37Congresso foi uma construção nacional com organização da comissão local. A38profa Tânia destacou alguns problemas quanto ao transporte, em especial,39acerca de um dos ônibus planejados para transportar os congressistas do40hotel à Universidade. Sobre a questão das atividades do Congresso, a profa41Tânia destacou que a ABECS tem o compromisso de criar uma “outra42logística” em eventos científicos, “se desculpando” pelo controle “ríspido” dos43tempos das atividades. A oradora destacou a questão de alguns certificados,44procedendo a entrega aos presentes e encaminhando a entrega para os que45
  2. 2. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENSINO DE CIÊNCIAS SOCIAIS -ABECSATA DA ASSEMBLEIA GERAL – 1º CONGRESSO DA ABECSAta da reunião ordinária da Assembleia Geral da Associação Brasileira deEnsino de Ciências Sociais (ABECS) – 1º Congresso da ABECS, 28/04/2013.Página 2 de 9não estavam na AG. Na oportunidade, durante o chamamento para46certificação da Comissão Organizadora ao prof. Fabson Calixto, os47congressistas o aplaudiram em reconhecimento ao trabalho realizado na48construção do 1º Congresso e no processo inicial de filiações da ABECS. A49profa Tânia ainda destacou que seria possível os congressistas levarem as50pastas do evento que estavam sobrando. Após a fala da profa Tânia, o51presidente a AG, em nome de toda a diretoria pro tempore, fez um52agradecimento especial a ela, destacando sua dedicação à organização do53evento. O prof. Nelson Tomazi propôs uma moção de reconhecimento54(louvor) ao trabalho de toda a Comissão Organizadora local do 1º Congresso,55em especial, ao trabalho da profa Tânia. A plenária, por aclamação, aprovou a56moção de reconhecimento e parabenizou, uma vez mais, a profa Tânia e sua57equipe. Passando ao segundo ponto de pauta, foi concedida a palavra a profa58Adelia Miglievich Ribeiro que falou sobre o trabalho de organização da revista59da ABECS. O nome da revista será “Cadernos de Ensino de Ciências Sociais:60revista da Associação Brasileira de Ensino de Ciências Sociais - ABECS”,61destacando que a ideia central da revista é pioneira no país, com uma linha62editorial clara sobre ensino de ciências sociais, ressaltando os seguintes63temas: história do ensino de ciências sociais e de seus cursos, a prática de64ensino de ciências sociais e a formação de professores, as ciências sociais no65ambiente escolar, legislação, conteúdos e currículos de ciências sociais,66recursos e materiais didáticos no ensino de ciências sociais (inovações67metodológicas) e estudos comparados em experiências internacionais. Além68disso, segundo a profa Adelia, há um conselho científico (nacional e69internacional) montado e uma comissão editorial, com a presença da profa70Lígia Eras, do prof. Amurabi Pereira de Oliveira e do prof. Fernando Brame,71estando a comissão editorial ainda em aberto. Ainda, houve o destaque da72dificuldade de encontrarmos um colega com perfil de revisor de português.73Sobre o volume um da revista, a profa Adelia ponderou sobre sua74organização. O primeiro volume terá dois números e, em encaminhamento da75direção pro tempore da ABECS, essa publicação será produzida a partir das76produções do 1º Congresso. A revista terá periodicidade semestral. A77estrutura da revista prevê uma sessão de artigos (cinco artigos), uma de78relatos de experiências, outra de resenhas e uma entrevista. Para o primeiro79volume – número um – teremos um artigo do prof. Amaury Moraes acerca de80sua exposição na abertura do 1º Congresso e mais um texto de cada Grupo de81Discussão (GD) do evento. Na parte sobre relatos de experiências, a ideia é82que os debatedores da Mesa 2 sobre “Experiências e desafios dos professores83do ensino médio: perspectivas regionais” possam produzir algo. A proposta de84resenhas dos livros do prof. Luiz Fernandes e do livro Pibid: memórias de85iniciação à docência, organizado por José Rodorval Ramalho e Rozenval de86Almeida e Sousa, Editora da UFCG, 2013, este lançado no 1º Congresso da87ABECS. Foram citados mais alguns livros e a definição sobre isso deverá88ocorrer juntamente com a divulgação das regras da publicação. Na sessão89sobre entrevistas, o prof. Nelson Tomazi será entrevistado no número um e o90
  3. 3. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENSINO DE CIÊNCIAS SOCIAIS -ABECSATA DA ASSEMBLEIA GERAL – 1º CONGRESSO DA ABECSAta da reunião ordinária da Assembleia Geral da Associação Brasileira deEnsino de Ciências Sociais (ABECS) – 1º Congresso da ABECS, 28/04/2013.Página 3 de 9prof. Amaury Moraes no número dois. Estima-se a data de cinco de julho91deste ano para a entrega dos textos e o lançamento do número um para92setembro do corrente ano. Sobre o número dois, ainda ocorrerão definições93de prazos. A revista será publicada por meio eletrônico, com baixo custo e94contando com o apoio de pessoas voluntárias e, em breve, contará com o95ISSN. Após o lançamento dos dois primeiros números já é possível a busca de96editais de fomento. A plenária da AG aplaudiu a profa Adelia em97reconhecimento ao trabalho relevante prestado na organização da revista.98Seguindo a pauta, ainda na parte dos informes, o prof. Nelson Tomazi99apresentou o trabalho com a página eletrônica (site/portal) da ABECS. O100endereço atual (http://abecs.o6d.com.br/) deverá ser revisado após o101definitivo registro da entidade, passando a ter a extensão “edu”. Uma102alternativa seria a extensão “pro”, mas devemos optar pela primeira, tendo103em vista o seu alcance. O prof. Nelson apresentou todas as sessões do portal,104destacando sua estrutura atual e as suas possibilidades. Destacou a criação do105um livro didático virtual sobre sociologia no ensino médio, que está previsto106na sessão “manual de ciências sociais” no portal. Seguindo a pauta, o Prof.107Fabson Calixto passou a informar sobre o processo inicial de filiação da ABECS,108tendo em vista sua função de tesoureiro na direção pro tempore. Foram109retomados documentos que foram postados no blog110(http://1abecscongresso.blogspot.com.br/) do 1º Congresso. O prof. Fabson111destacou as diferentes categorias de sócios de acordo com o Estatuto da112ABECS e as faixas de valores para cada categoria. Foi lembrado que os113primeiros 200 sócios da entidade são considerados sócios fundadores da114ABECS (retificado adiante). A documentação deveria ser enviada para o115endereço do prof. Fabson, totalizando até o 1º Congresso quinze (15)116associados (dois aspirantes) e durante o evento, mais dezessete (17) filiações.117Ficaram algumas pendências em alguns processos de filiação. A partir da nova118gestão da entidade, o processo de filiação será pelo portal da ABECS. As119pessoas interessadas em se filiar podem mandar e-mail para120sociais.abecs@gmail.com e solicitar informações sobre os procedimentos,121bem como envio de documentação (ficha de filiação, comprovante de122pagamento, comprovante de exercício da docência na área de ciências sociais123ou diploma de graduação na área de abrangência da ABECS e cópia do RG,124CPF e comprovante de residência). A profa Adelia solicitou esclarecimento125sobre a filiação no encontro de fundação da ABECS em maio de 2012. O prof.126Flávio Sarandy explicou que a participação na assembleia de fundação não127garante filiação à ABECS, devendo cumprir os procedimentos de filiação.128Retificou-se que o Estatuto previa os sócios fundadores até 200 dias depois da129fundação. O prof. Flávio Sarandy realizou um informe sobre o registro130estatutário da ABECS. Informou que ainda não foi registrada a entidade e que131o assessor Lier Pires Ferreira, do Rio de Janeiro, está encaminhando a132questão. Quem quiser saber maiores informações, pode entrar em contato133com o assessor jurídico pelo e-mail (lier.rio@ig.com.br). A profa Adelia134solicitou informe sobre a lista de discussão virtual da ABECS. O prof. Nelson135
  4. 4. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENSINO DE CIÊNCIAS SOCIAIS -ABECSATA DA ASSEMBLEIA GERAL – 1º CONGRESSO DA ABECSAta da reunião ordinária da Assembleia Geral da Associação Brasileira deEnsino de Ciências Sociais (ABECS) – 1º Congresso da ABECS, 28/04/2013.Página 4 de 9explicou a gênese de criação da lista da ABECS, sugerindo que seja criada nova136lista de discussão virtual que agregue seus associados. O prof. Flávio Sarandy137sugeriu que a antiga lista aberta original seja mantida. O prof. Nelson138sustentou que seja criada, via portal, uma lista de discussão restrita aos139associados. Quanto a esse ponto, a diretoria efetiva dará encaminhamento.140Em relação ao ponto de pauta sobre o parecer do Conselho Fiscal, o prof.141Flávio Sarandy trouxe exame do assessor jurídico Lier Pires Ferreira que142indicava um informe simples, devido à inexistência de movimentação143financeira. Ratificou as dificuldades de registro jurídico da ABECS e, por144consequência, não havendo pessoa jurídica e movimentação financeira, não145há necessidade de parecer por escrito do Conselho Fiscal, informando à AG146essa situação. Por aclamação este posicionamento do Conselho Fiscal foi147aprovado pela AG. Dando sequência à pauta, entramos na discussão sobre as148unidades regionais (URs). O prof. Thiago Ingrassia Pereira apresentou uma149síntese da mesa “Debatendo as unidades regionais da ABECS”, coordenada150pelo prof. Flávio Sarandy e pelo prof. Luiz Fernandes Oliveira, com a151participação do prof. Thiago Ingrassia Pereira, realizada no dia vinte e sete de152abril no Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Sergipe, dentro da153programação do 1º Congresso da ABECS. A ABECS é uma entidade nacional,154mas aposta na organização regional/local, tendo em vista as dimensões155continentais do Brasil. Os pontos arrolados foram: a) realizar campanha156permanente da ABECS, b) realizar reuniões mensais, encontros regionais e157eventos, c) que a diretoria acompanhe e empreenda esforços em apoio às158organizações regionais, d) visitar escolas, indo ao encontro dos professores de159sociologia que estão trabalhando na educação básica, e) utilizar ferramentas160de tecnologia da informação (TI) e participar de redes sociais, f) articular com161associações profissionais de cientistas sociais, coordenações de licenciaturas e162demais sociedades científicas, g) organizar as regionais em torno dos cursos163de ciências sociais e núcleos de pesquisa, h) organizar as regionais164interestaduais, se for mais adequado. A dimensão regional não significa,165necessariamente, estadual. Deve-se respeitar o acúmulo de discussão em166cada estado e região do país, bem como o diálogo com a esfera sindical e o167movimento estudantil que tem como suas principais bandeiras o ensino de168sociologia. A divisão de recursos entre as URs deverá ser repassada a partir de169uma conta única que será gerida pela diretoria, dentro da situação e das170necessidades de cada UR. Para debater esse tema, foram abertas inscrições.171Prof. Antônio Paulino de Sousa começou solicitando pedido de esclarecimento172sobre a construção da revista da ABECS. A mesa solicitou que o prof. Paulino173pudesse retomar esse ponto no item “outros assuntos”. Sobre as URs, o prof.174Nelson Tomazi argumentou que a UR deve estar mais próxima possível aos175professores. Portanto, é um caminho para se chegar mais perto dos176professores, se organizando a partir do atual contexto e, com o passar do177tempo, a dinâmica organizativa poderá ser revisada. Não há nada definitivo,178pois estamos tentando construir a melhor alternativa, estamos inventando. É179preciso alguém que coordene, que seja a referência. Não há uma estrutura180
  5. 5. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENSINO DE CIÊNCIAS SOCIAIS -ABECSATA DA ASSEMBLEIA GERAL – 1º CONGRESSO DA ABECSAta da reunião ordinária da Assembleia Geral da Associação Brasileira deEnsino de Ciências Sociais (ABECS) – 1º Congresso da ABECS, 28/04/2013.Página 5 de 9fixa. Em seguida a profa Nise Jinkings ponderou que as URs devem ser criadas181a partir da própria organização dos professores da educação básica. No182estado de Santa Catarina a ideia é aproveitar uma organização que já existe a183partir das regionais da Secretaria de Educação. O objetivo é criar várias URs184nas regiões onde há professores de sociologia efetivos na rede estadual,185realizando um trabalho articulado, uma espécie de colegiado, reunindo186representantes dessas diferentes regionais. Em termos de região sul, pensar187encontros das URs dos três estados (Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do188Sul). O próximo orador foi o prof. Flávio Sarandy, que retomou a discussão da189mesa sobre URs do 1º Congresso, ressaltando a necessidade de uma efetiva190comunicação entre as diversas experiências regionais em curso. Destacou a191importância de articularmos as diversas experiências regionais, tendo em vista192que a ABECS é uma só. As regionais devem existir para potencializar o espaço193profissional e produtor de conhecimentos do professor da educação básica,194mas que é possível, também, a articulação neste momento inicial a partir dos195cursos de ciências sociais das universidades. Nesse sentido, o prof. Flávio196destacou, brevemente, a experiência de Campos de Goytacazes/RJ. Ocorreu197aparte do prof. Nelson Tomazi que destacou a função da vice-presidência da198ABECS na articulação entre as URs. A preocupação com as questões199administrativas da ABECS foram destacadas pelo prof. Flávio no200encaminhamento de sua fala. O próximo orador inscrito foi o prof. Cristiano201Raykil. Ele observou que há conflito entre as ações da universidade e dos202professores da educação básica. A ABECS deverá não ser uma ação da203universidade, mas ir ao encontro das necessidades dos profissionais da204educação básica. Pensar em estrutura de articuladores regionais em205detrimento de uma criação inicial de URs, ou seja, configurar na prática uma206ação política da entidade. Em seguida, o prof. Severino de Lima (Xangai)207destacou sua experiência na Paraíba (UFPB e UFCG) com cursos da área de208ciências sociais e ações de extensão e do PIBID. Ressaltou ações no sentido de209inclusão dos professores da rede estadual, egressos da universidade, nos210debates. Falou da entidade profissional de cientistas sociais da Paraíba e da211luta pela não partidarização desta esfera. Segundo ele, não necessita mais212encontros da universidade em si, mas é necessário encontros com outros213sujeitos. Ocorreu aparte da profa Adelia que solicitou esclarecimento sobre as214bolsas ofertadas aos professores. Finalizando, o prof. Severino destacou que a215categoria que queremos integrar na ABECS é superexplorada e temos que216negociar com o governo e demais mantenedoras a liberação dos professores.217Será discutida a criação da UR da ABECS na Paraíba em evento com os218professores da rede estadual este ano. Em seguida, o prof. Josemi Medeiros219da Cunha, professor da rede estadual do Rio Grande do Norte, apresentou a220necessidade de estratégias de mobilização. Trouxe a experiência de um grupo221(via facebook) de professores de sociologia concursados no RN, no qual há222intensa troca de vivências acerca da problemática da formação, ponto223importante para a realização de encontros da ABECS. Segundo ele, a formação224é ponto-chave para a participação (interesse) do professor que está na225
  6. 6. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENSINO DE CIÊNCIAS SOCIAIS -ABECSATA DA ASSEMBLEIA GERAL – 1º CONGRESSO DA ABECSAta da reunião ordinária da Assembleia Geral da Associação Brasileira deEnsino de Ciências Sociais (ABECS) – 1º Congresso da ABECS, 28/04/2013.Página 6 de 9educação básica. Destacou a importância de trabalharmos por metas,226estabelecendo prazos. Tivemos apartes do prof. Flávio Sarandy, que destacou227que a estratégia de formação não mobiliza os professores no RJ e sim uma228agenda de questões. Outro aparte do prof. Amaury Moraes ratificou a229importância da formação como espaço de mobilização da ABECS. Finalizando,230o prof. Josemi sustentou a carência de espaços formativos e que esse ponto231seria estratégico para a ação da ABECS, dentro de um plano de metas. Na232sequência, a profa Liliam Holanda destacou que é necessário conhecermos a233cidade na qual trabalhamos e que se coloca à disposição para discutir a234formação do professor de sociologia na sua cidade e esfera de atuação,235utilizando as tecnologias da informação. Encerrando o ponto das URs, o prof.236Thiago Ingrassia Pereira destacou as diversas manifestações e o caráter237inédito do espaço da ABECS na discussão das realidades locais na questão do238ensino de sociologia e formação de professores. O próximo ponto de pauta foi239sobre o processo eleitoral para a eleição da diretoria da ABECS. O prof. Fabson240Calixto, em nome da Comissão Eleitoral, retomou a construção de todo o241processo. Realizou a leitura do Ofício 001/2013 ABECS, de 26 de março de2422013, que designou os membros da Comissão Eleitoral. Também, proferiu a243leitura do edital de abertura do processo eleitoral. Justificou a ausência da244profa. Anamaria Modesto, em virtude de problemas de saúde, e do prof. Luís245Fernando Santos Corrêa da Silva, presidente da Comissão Eleitoral, em virtude246de compromissos profissionais. Ressaltou que ocorreu a inscrição, dentro dos247prazos regimentais, de apenas uma chapa (Chapa “construindo a ABECS”) e248que foi homologada pelos membros da Comissão Eleitoral. Proferiu-se a249leitura da nominata que foi inscrita. Retomando o Regimento do processo250eleitoral, art. 23, § único, que diz “em caso de uma única chapa estar251concorrendo à diretoria da ABECS, a Mesa Receptora consultará o plenário252sobre a pertinência da votação secreta, podendo ocorrer a eleição por253aclamação dos presentes”, o prof. Fabson submeteu a proposta ao plenário. O254presidente ratificou a proposta da Comissão Eleitoral e a mesa proferiu255esclarecimento sobre o procedimento de votação. Em regime de votação, o256plenário, por unanimidade, aprovou o procedimento de aprovação por257aclamação. Após isso, o presidente da AG encaminhou, em regime de258votação, o processo. Por aclamação, a única chapa inscrita foi homologada259pela AG. A nova diretoria da ABECS ficou assim composta: Presidente: Amaury260Cesar Moraes; 1ª vice-presidente: Tânia Elias Magno da Silva; 2º vice-261presidente: Thiago Ingrassia Pereira; Tesoureira: Cassiana Tiemi Tedesco262Takagi; Secretário Executivo: Flávio Marcos Silva Sarandy; Secretária Adjunta:263Fátima Ivone de Oliveira Ferreira; Secretária Adjunta: Adelia Miglievich-264Ribeiro; Comissão de legislação e recursos: Amurabi Pereira de Oliveira;265Comissão de formação docente: Luiz Fernandes de Oliveira; Comissão266responsável pelo site: Nelson Dácio Tomazi; Comissão de ética: Sônia Ferreira267Jobim de Carvalho; Comissão de ética: Josefa Alexandrina da Silva; Comissão268de ética: Neide Maria de Faria; Conselho Fiscal 1ª titular: Eleanor Gomes da269Silva Palhano; Conselho Fiscal 2ª titular: Carlos Eugênio Soares Lemos;270
  7. 7. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENSINO DE CIÊNCIAS SOCIAIS -ABECSATA DA ASSEMBLEIA GERAL – 1º CONGRESSO DA ABECSAta da reunião ordinária da Assembleia Geral da Associação Brasileira deEnsino de Ciências Sociais (ABECS) – 1º Congresso da ABECS, 28/04/2013.Página 7 de 9Conselho Fiscal 3ª titular: Eduarda Bonora Kern; Conselho Fiscal 1ª suplente:271Josevania Nunes Rabelo; Conselho Fiscal 2ª suplente: Ricardo Cesar Rocha da272Costa. Na sequência da pauta, ocorreu a posse da nova diretoria. O presidente273eleito, prof. Amaury Cesar Moraes foi chamado pela mesa para ser274empossado, representando os demais colegas da diretoria eleita. O275presidente eleito agradeceu sua eleição e a disponibilidade de todos os276colegas em construir a ABECS. O presidente eleito foi convidado a integrar a277mesa. Na sequência, em outros assuntos, retomamos a inscrição de dois278oradores anteriormente arrolados. O prof. Antônio Paulino de Sousa solicitou279maiores esclarecimentos em relação ao periódico da ABECS. A profa Adélia280Miglievich Ribeiro ratificou o nome “Cadernos”, informando sobre a presença281de várias revistas com essa designação. Retomou que o nome “Cadernos” tem282a ver com ensino e sala de aula. A profa Adelia convidou o prof. Paulino para283integrar a comissão editorial da revista da ABECS. Em seguida, a profa Maria284Tereza Siqueira da Rocha apresentou argumentos sobre a profissão de285sociólogo e seu registro no Ministério do Trabalho. Sugeriu que seja feita uma286pesquisa sobre a presença dessa mão de obra, ainda que não tenha clareza287sobre a importância desse aspecto. A profa Tânia realizou um aparte e fez288esclarecimentos sobre o processo de registro profissional do bacharel em289ciências sociais a partir de sua experiência na Federação Nacional dos290Sociólogos. Fora isso, destacou a legislação sobre a exigência de formação em291licenciatura para o exercício do magistério na área de ciências sociais. Na292sequência, o prof. Nelson Tomazi destacou três questões. A primeira sobre a293composição da diretoria da ABECS, na qual somente a direção e a secretaria294executiva integrariam a diretoria. O Conselho Fiscal, como espaço fiscalizador,295não deveria fazer parte da diretoria. A sugestão é que se repense a296composição da diretoria para a próxima eleição. Sugere a criação de uma297Comissão Permanente de Pesquisa. Por fim, destacou a proposição, para ser298apensada às disposições transitórias, que o tempo de mandado da diretoria299eleita nesta AG fosse até o ano que vem, para que os congressos da ABECS300sejam realizados em anos pares, evitando a concorrência com outros301congressos da área. Prof. Amurabi lembra da ata de fundação da ABECS que302há previsão de anos pares para ser realizado os congressos nacionais da303entidade. O prof. Gilmar Santana destacou que não apenas devemos304considerar os sociólogos como interlocutores na discussão sobre ensino, mas305os antropólogos e cientistas políticos também, destacando a experiência da306Associação Brasileira de Antropologia (ABA). Em seguida, prof. Flávio Sarandy307ratificou a proposta da criação da comissão permanente de pesquisa. Fez308esclarecimento sobre a construção da chapa, lembrando o Estatuto que prevê309a separação dos segmentos que integram a chapa. Sobre a realização do310Congresso, informou que as AGs da ABECS deverão ser anuais e os Congressos311bianuais, segundo o Estatuto da entidade. Lembrou novamente a assembleia312de fundação da ABECS e que o Estatuto, pelo contexto da assembleia, foi313aprovado para a construção da entidade, com o entendimento da314necessidade de criarmos uma Comissão de Reforma Estatutária (CRE). A315
  8. 8. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENSINO DE CIÊNCIAS SOCIAIS -ABECSATA DA ASSEMBLEIA GERAL – 1º CONGRESSO DA ABECSAta da reunião ordinária da Assembleia Geral da Associação Brasileira deEnsino de Ciências Sociais (ABECS) – 1º Congresso da ABECS, 28/04/2013.Página 8 de 9proposta foi a criação da CRE, com dois membros de cada segmento:316professores do ensino superior, professores da educação básica e estudantes317de graduação e pós-graduação (sócios aspirantes). A profa Eduarda Kern318retirou sua inscrição para uso da palavra. O prof. Paulino refletiu sobre a319proposta de duração do mandato da diretoria eleita e da realização dos320congressos. A profa Eleanor Palhano colocou para exame da plenária a321realização de um congresso extraordinário da ABECS em 2014 e, depois, a322cada dois anos, teríamos o congresso da entidade. Fez uma proposta para que323a diretoria eleita nesta AG tivesse o mandato ampliado até o congresso de3242016, indo de encontro à proposta do prof. Nelson Tomazi sobre o mandato325da diretoria até o congresso de 2014. Também, colocou seu nome à326disposição para a Comissão Permanente de Pesquisa. Em seguida, a mesa fez327esclarecimentos sobre os processos em discussão. Em síntese, a mesa328abordou as propostas expressas na AG: 1) proposta de criação da Comissão329Permanente de Pesquisa. Em regime de votação, a referida comissão foi330aprovada por unanimidade. A profa Nise Jinkings será a coordenadora da331Comissão Permanente de Pesquisa; 2) Realização do próximo congresso da332ABECS e duração do mandato da diretoria eleita. Sobre o próximo congresso,333a mesa informa que o Secretário Executivo coordenará, segundo o Estatuto, o334evento. Por isso, o próximo congresso será na cidade do Rio de Janeiro, no335segundo semestre do ano de 2014. A partir do congresso de 2014 o congresso336da ABECS será bianual. A plenária da AG aprovou por unanimidade esse337encaminhamento. Sobre o mandato da diretoria eleita, as propostas foram: a)338o mandato da diretoria eleita nesta AG até o congresso de 2016 e b) o339mandato da diretoria eleita nesta AG até o Congresso extraordinário de 2014.340Alguns oradores se manifestaram de forma difusa neste momento. Tivemos341dificuldades de entendimento do Estatuto e algumas dúvidas sobre os342procedimentos de realização dos congressos da ABECS. Ocorreu, inclusive,343proposta de realização do congresso da ABECS no Pará. Foi destacado que a344AG é soberana para fazer os encaminhamentos. O prof. Amaury Moraes345ratificou a proposta do Prof. Nelson Tomazi (proposta b) e destacou que as346AGs nos congressos evitariam o esvaziamento desse espaço. As falas da profa347Tânia e do prof. Flávio foram no sentido de esclarecer a dinâmica das AGs,348com suas prestações de conta, e dos próprios congressos. O prof. Nelson,349revendo sua posição a partir do debate, retira sua proposta e se filia à350proposta “a” (prorrogação do mandato até 2016). A profa Eleanor Palhano351destacou que agora temos ou a continuidade da prerrogativa estatutária352(mandato até 2015) ou a sua prorrogação até a AG do congresso de 2016. O353estudante William Nunes questionou sobre o prazo para publicização da ata.354A mesa esclareceu que é até 60 dias após a AG. A mesa esclareceu sobre a355impossibilidade de realização do congresso no Pará, tendo em vista a previsão356estatutária. O prof. Amaury falou sobre o problema de estender o mandato357até 2016, porque seria, neste caso, novamente no Rio de Janeiro o Congresso.358Então, a mesa recolocou as duas propostas em questão: 1) mandato da359diretoria eleita nesta AG até o congresso de 2016; 2) mandato da diretoria360
  9. 9. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENSINO DE CIÊNCIAS SOCIAIS -ABECSATA DA ASSEMBLEIA GERAL – 1º CONGRESSO DA ABECSAta da reunião ordinária da Assembleia Geral da Associação Brasileira deEnsino de Ciências Sociais (ABECS) – 1º Congresso da ABECS, 28/04/2013.Página 9 de 9eleita nesta AG até o congresso extraordinário de 2014. Após a explicitação361das propostas, a mesa perguntou se a plenária sentia-se esclarecida. Em362regime de votação, o resultado foi o seguinte: proposta 1: 16 votos; proposta3632: 14 votos; 1 abstenção. Dessa forma, segundo decisão desta AG, o mandato364da diretoria eleita será prorrogado até a AG durante o Congresso Nacional da365ABECS de 2016. Ainda, ficou decidido que a nova diretoria deverá encaminhar366a constituição da Comissão de Reforma Estatutária e que na AG do congresso367extraordinário do Rio de Janeiro de 2014 será definido o local da realização do368congresso de 2016. Encaminhados esses pontos, sendo onze horas e369cinquenta e sete minutos, foi encerrada a AG, da qual eu, Thiago Ingrassia370Pereira, secretário, lavrei a presente ata que, aprovada, será devidamente371assinada por mim e pelo presidente.372

×