SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 12
"O medo derrota mais
pessoas que qualquer
outra coisa no mundo."
(Ralph Waldo Emerson)
“Porta tranca por
fora, medo tranca
por dentro”
(Edneuro)
Beatriz S. Pippa
Projeto Pessoal
Síndrome do Pânico
Justificativa
Ano passado comecei a me perguntar, o
que a moça que bateu o carro com um
senhor, tinha quando ela falou, “quando
tinha 7 anos meu pai bateu o carro e eu
estava junto, e agora tenho 33 anos e
comecei a dirigir a muito pouco tempo”.
Logo depois fui pesquisar o que ela tinha e
acabei descobrindo que era síndrome do
pânico . Isso me marcou muito, como nós
(humanos) temos medo, como que com
medo podemos ter uma síndrome do pânico.
Desde do ano passado não respondi minhas
perguntas centrais:
- Porque sentimos medo?
-O medo imaginário pode ser
real?
Esse ano quero ir mais adiante com elas
e tentar respondê-las.
OBJETIVO
Neste ano pretendo responder todas
minhas perguntas, inclusive minhas
perguntas centrais. Também quero
relacionar o medo com síndrome do pânico,
porque a maioria das minhas perguntas é
sobre o medo.
Como algumas pessoas sabem, que
quando uma pessoa com síndrome do pânico
ela se afasta das pessoas e como sempre
tem algumas pessoas que ficam
perguntando: você não gosta mais de mim?;
está com saudades da mamãe?. Meu objetivo
é mostrar para as pessoas que síndrome do
pânico não é saudades da mamãe, mas uma
doença muito séria.
O que é síndrome do
pânico?
 É um ataque repentino de pânico, ou
seja, de repente sente-se algumas
alterações no corpo, que causam
desconforto e medo de morrer de um
ataque cardíaco, derrame ou coisa
parecida. Neste momento, a pessoa se
desconecta do mundo e passa a
perceber somente as reações do seu
corpo. Uma vez em pânico ela vai sentir
sensações sufocantes como dor no
peito, falta de ar e formigamento nas
mãos, são sensações horríveis e reais. É
muito comum a pessoa sair
abruptamente do local e procurar ajuda
num pronto socorro.
 Abruptamente: de repente, de forma
inesperada.
PORQUE SENTIMOS
MEDO?
RESPOSTA:
 Medo é natural todos sentem.
 Medo é o sentimento de inquietação,
de apreensão em face de um perigo
real ou imaginário. A palavra medo
relaciona-se também com receio,
temor, horror, pavor, pânico.
 O medo é um sentimento que nos
inspira a possibilidade real de sermos
afetados por um mal real, por um mal
que conhecemos pela experiência”.
O MEDO
IMAGINÁRIO PODE
SER REAL?
RESPOSTA:
 Medos imaginários: Falsos
sentimentos, pois ainda não
aconteceram, mas já vivem na mente,
como se fossem reais. O medo
imaginário, é o, temor de algo que
ainda não aconteceu. Esse é o mais
prejudicial dos medos, pois o medo
real, muitas vezes tem raízes do
passado. Agora, como ter medo de
algo que ainda não aconteceu?
Exemplos:
 - um estudante - ou muito magro, ou
de pouca estatura, ou de óculos, ou
algo obeso- traz em estado latente o
receio de não ser aceito e com isso
evita se enturmar;
 - um jovem que sofre,
antecipadamente, a angústia de não
arranjar namorada…
 - um entregador que desde a infância
não tenha sido esclarecido que os
dentistas existem exatamente para
tirar a dor de dente e não para causar
dor; esse entregador terá receio até
de ir entregar uma pizza ao coitado do
profissional lá no seu consultório, que
quase não tem tempo para uma
alimentação calma, de tanto que
precisa trabalhar para sobreviver…
CONCLUSÃO
O medo imaginário pode ser real,
desde que a pessoa acredite
nele(quando ela tem fé nele).
FONTES
 http://duplavista.com.br/arquivo/entend
 http://pt.shvoong.com/medicine-and-he
 http://www.youtube.com/watch?
v=kOs0sXoUZbI&feature=PlayList&
p=E944E8D249E67274&playnext=1&
playnext_from=PL&index=39
 http://marceloaugusto.files.wordpre
ss.com/2009/03/medo2.jpg
 http://gestaodepessoasrh.files.word
press.com/2009/06/medo.jpg
 http://www.speculum.art.br/novo/w
p-content/uploads/2009/01/bed.gif

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Sindrome2009

Emoções básicas
Emoções básicasEmoções básicas
Emoções básicasDalila Melo
 
PROJETO MEDO - FEVEREIRO 2022.docx
PROJETO MEDO - FEVEREIRO 2022.docxPROJETO MEDO - FEVEREIRO 2022.docx
PROJETO MEDO - FEVEREIRO 2022.docxMartaAbreu28
 
Transtorno de pânico ou fobias? Como lidar
Transtorno de pânico ou fobias? Como lidarTranstorno de pânico ou fobias? Como lidar
Transtorno de pânico ou fobias? Como lidarAnissis Ramos
 
Diferentes abordagens da psicologia
Diferentes abordagens da psicologiaDiferentes abordagens da psicologia
Diferentes abordagens da psicologiaRita Cristiane Pavan
 
Anatomia do medo_ bases fisiológicas e psicológicas
Anatomia do medo_ bases fisiológicas e psicológicasAnatomia do medo_ bases fisiológicas e psicológicas
Anatomia do medo_ bases fisiológicas e psicológicasadrianomesquita13
 
Terceira e-quarta-ferramentas-freemind
Terceira e-quarta-ferramentas-freemindTerceira e-quarta-ferramentas-freemind
Terceira e-quarta-ferramentas-freemindNucleo Nacional
 
Palestra cobem medo e agressividade - junho 211
Palestra cobem   medo e agressividade - junho 211Palestra cobem   medo e agressividade - junho 211
Palestra cobem medo e agressividade - junho 211robsonferrer
 
Meu caderno da preocupação - Marisa Oshiro.pdf
Meu caderno da preocupação - Marisa Oshiro.pdfMeu caderno da preocupação - Marisa Oshiro.pdf
Meu caderno da preocupação - Marisa Oshiro.pdfFlavioDuccini
 
Augusto Cury - O Mapa da mente
Augusto Cury - O Mapa da menteAugusto Cury - O Mapa da mente
Augusto Cury - O Mapa da menteTalita Volponi
 
Medo e Fobias
Medo e FobiasMedo e Fobias
Medo e Fobiasprimeiroa
 
Medo e Fobias
Medo e FobiasMedo e Fobias
Medo e Fobiasprimeiroa
 
mentes brilhantes mentes treinadas1.pptx
mentes brilhantes mentes treinadas1.pptxmentes brilhantes mentes treinadas1.pptx
mentes brilhantes mentes treinadas1.pptxssuser65936a1
 
A pandemia do Transtorno da incapacidade de pensamento próprio
A pandemia do Transtorno da incapacidade de pensamento próprioA pandemia do Transtorno da incapacidade de pensamento próprio
A pandemia do Transtorno da incapacidade de pensamento próprioCarlos Nepomuceno (Nepô)
 
Aula sobre Psicanalise/Freud - FPE
Aula sobre Psicanalise/Freud - FPEAula sobre Psicanalise/Freud - FPE
Aula sobre Psicanalise/Freud - FPERodrigo Castro
 
Entendendo a raiz do medo
Entendendo a raiz do medoEntendendo a raiz do medo
Entendendo a raiz do medoDaniel M Junior
 

Semelhante a Sindrome2009 (20)

Como Lidar com o Medo
Como Lidar com o MedoComo Lidar com o Medo
Como Lidar com o Medo
 
Emoções básicas
Emoções básicasEmoções básicas
Emoções básicas
 
PROJETO MEDO - FEVEREIRO 2022.docx
PROJETO MEDO - FEVEREIRO 2022.docxPROJETO MEDO - FEVEREIRO 2022.docx
PROJETO MEDO - FEVEREIRO 2022.docx
 
Transtorno de pânico ou fobias? Como lidar
Transtorno de pânico ou fobias? Como lidarTranstorno de pânico ou fobias? Como lidar
Transtorno de pânico ou fobias? Como lidar
 
A superação dos medos
A superação dos medosA superação dos medos
A superação dos medos
 
Medo
MedoMedo
Medo
 
Psique46 p52 58
Psique46 p52 58Psique46 p52 58
Psique46 p52 58
 
Diferentes abordagens da psicologia
Diferentes abordagens da psicologiaDiferentes abordagens da psicologia
Diferentes abordagens da psicologia
 
Anatomia do medo_ bases fisiológicas e psicológicas
Anatomia do medo_ bases fisiológicas e psicológicasAnatomia do medo_ bases fisiológicas e psicológicas
Anatomia do medo_ bases fisiológicas e psicológicas
 
Terceira e-quarta-ferramentas-freemind
Terceira e-quarta-ferramentas-freemindTerceira e-quarta-ferramentas-freemind
Terceira e-quarta-ferramentas-freemind
 
Palestra cobem medo e agressividade - junho 211
Palestra cobem   medo e agressividade - junho 211Palestra cobem   medo e agressividade - junho 211
Palestra cobem medo e agressividade - junho 211
 
Meu caderno da preocupação - Marisa Oshiro.pdf
Meu caderno da preocupação - Marisa Oshiro.pdfMeu caderno da preocupação - Marisa Oshiro.pdf
Meu caderno da preocupação - Marisa Oshiro.pdf
 
Fobias
FobiasFobias
Fobias
 
Augusto Cury - O Mapa da mente
Augusto Cury - O Mapa da menteAugusto Cury - O Mapa da mente
Augusto Cury - O Mapa da mente
 
Medo e Fobias
Medo e FobiasMedo e Fobias
Medo e Fobias
 
Medo e Fobias
Medo e FobiasMedo e Fobias
Medo e Fobias
 
mentes brilhantes mentes treinadas1.pptx
mentes brilhantes mentes treinadas1.pptxmentes brilhantes mentes treinadas1.pptx
mentes brilhantes mentes treinadas1.pptx
 
A pandemia do Transtorno da incapacidade de pensamento próprio
A pandemia do Transtorno da incapacidade de pensamento próprioA pandemia do Transtorno da incapacidade de pensamento próprio
A pandemia do Transtorno da incapacidade de pensamento próprio
 
Aula sobre Psicanalise/Freud - FPE
Aula sobre Psicanalise/Freud - FPEAula sobre Psicanalise/Freud - FPE
Aula sobre Psicanalise/Freud - FPE
 
Entendendo a raiz do medo
Entendendo a raiz do medoEntendendo a raiz do medo
Entendendo a raiz do medo
 

Mais de dualschool

History of the english language
History of the english languageHistory of the english language
History of the english languagedualschool
 
Power Point - PP 2009 Ondas Eletromagnéticas
Power Point - PP 2009 Ondas EletromagnéticasPower Point - PP 2009 Ondas Eletromagnéticas
Power Point - PP 2009 Ondas Eletromagnéticasdualschool
 
Power Point - PP 2009 Ondas Eletromagnéticas
Power Point - PP 2009 Ondas EletromagnéticasPower Point - PP 2009 Ondas Eletromagnéticas
Power Point - PP 2009 Ondas Eletromagnéticasdualschool
 
Power Point - PP 2008 Ondas Eletromagnéticas
Power Point - PP 2008 Ondas EletromagnéticasPower Point - PP 2008 Ondas Eletromagnéticas
Power Point - PP 2008 Ondas Eletromagnéticasdualschool
 
Urso panda Projeto Pessoal
Urso panda Projeto PessoalUrso panda Projeto Pessoal
Urso panda Projeto Pessoaldualschool
 
Social studies pp 5
Social studies pp 5Social studies pp 5
Social studies pp 5dualschool
 
Síndrome do pânico 2008
Síndrome do pânico 2008Síndrome do pânico 2008
Síndrome do pânico 2008dualschool
 
Paulinha workaholic
Paulinha workaholicPaulinha workaholic
Paulinha workaholicdualschool
 
WILLIAM SHAKESPEARE
WILLIAM SHAKESPEAREWILLIAM SHAKESPEARE
WILLIAM SHAKESPEAREdualschool
 
Shakespeare mari and gustavo
Shakespeare mari and gustavoShakespeare mari and gustavo
Shakespeare mari and gustavodualschool
 
William shakespeare 2
William shakespeare 2William shakespeare 2
William shakespeare 2dualschool
 
william shakespeare
william shakespearewilliam shakespeare
william shakespearedualschool
 
Projeto de ss 3
Projeto de ss 3Projeto de ss 3
Projeto de ss 3dualschool
 
Shakespeare blay and agnes
Shakespeare blay and agnesShakespeare blay and agnes
Shakespeare blay and agnesdualschool
 
Ale e bretinhas
Ale e bretinhasAle e bretinhas
Ale e bretinhasdualschool
 

Mais de dualschool (20)

History of the english language
History of the english languageHistory of the english language
History of the english language
 
Power Point - PP 2009 Ondas Eletromagnéticas
Power Point - PP 2009 Ondas EletromagnéticasPower Point - PP 2009 Ondas Eletromagnéticas
Power Point - PP 2009 Ondas Eletromagnéticas
 
Power Point - PP 2009 Ondas Eletromagnéticas
Power Point - PP 2009 Ondas EletromagnéticasPower Point - PP 2009 Ondas Eletromagnéticas
Power Point - PP 2009 Ondas Eletromagnéticas
 
Power Point - PP 2008 Ondas Eletromagnéticas
Power Point - PP 2008 Ondas EletromagnéticasPower Point - PP 2008 Ondas Eletromagnéticas
Power Point - PP 2008 Ondas Eletromagnéticas
 
Urso panda Projeto Pessoal
Urso panda Projeto PessoalUrso panda Projeto Pessoal
Urso panda Projeto Pessoal
 
Social studies pp 5
Social studies pp 5Social studies pp 5
Social studies pp 5
 
Síndrome do pânico 2008
Síndrome do pânico 2008Síndrome do pânico 2008
Síndrome do pânico 2008
 
Shakespeare
ShakespeareShakespeare
Shakespeare
 
Paulinha workaholic
Paulinha workaholicPaulinha workaholic
Paulinha workaholic
 
Futuro
FuturoFuturo
Futuro
 
Futuro lu pp
Futuro lu ppFuturo lu pp
Futuro lu pp
 
Futuro lu pp
Futuro lu ppFuturo lu pp
Futuro lu pp
 
WILLIAM SHAKESPEARE
WILLIAM SHAKESPEAREWILLIAM SHAKESPEARE
WILLIAM SHAKESPEARE
 
Shakespeare mari and gustavo
Shakespeare mari and gustavoShakespeare mari and gustavo
Shakespeare mari and gustavo
 
William shakespeare 2
William shakespeare 2William shakespeare 2
William shakespeare 2
 
Metabolismo
Metabolismo Metabolismo
Metabolismo
 
william shakespeare
william shakespearewilliam shakespeare
william shakespeare
 
Projeto de ss 3
Projeto de ss 3Projeto de ss 3
Projeto de ss 3
 
Shakespeare blay and agnes
Shakespeare blay and agnesShakespeare blay and agnes
Shakespeare blay and agnes
 
Ale e bretinhas
Ale e bretinhasAle e bretinhas
Ale e bretinhas
 

Último

Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Dirceu Resende
 
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdfApresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdfCarlos Gomes
 
Concurso Caixa TI - Imersão Final - Rogério Araújo.pdf
Concurso Caixa TI - Imersão Final - Rogério Araújo.pdfConcurso Caixa TI - Imersão Final - Rogério Araújo.pdf
Concurso Caixa TI - Imersão Final - Rogério Araújo.pdfGuilhermeRodrigues896381
 
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdfCertificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdfLarissa Souza
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)Alessandro Almeida
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfRodolpho Concurde
 

Último (6)

Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
Apresentação Power Embedded - Descubra uma nova forma de compartilhar relatór...
 
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdfApresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
Apresentação Comercial VITAL DATA 2024.pdf
 
Concurso Caixa TI - Imersão Final - Rogério Araújo.pdf
Concurso Caixa TI - Imersão Final - Rogério Araújo.pdfConcurso Caixa TI - Imersão Final - Rogério Araújo.pdf
Concurso Caixa TI - Imersão Final - Rogério Araújo.pdf
 
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdfCertificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
Certificado - Data Analytics - CoderHouse.pdf
 
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
[ServiceNow] Upgrade de versão - 2ª edição (Revisada, atualizada e ampliada)
 
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdfFrom_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
From_SEH_Overwrite_with_Egg_Hunter_to_Get_a_Shell_PT-BR.pdf
 

Sindrome2009

  • 1. "O medo derrota mais pessoas que qualquer outra coisa no mundo." (Ralph Waldo Emerson) “Porta tranca por fora, medo tranca por dentro” (Edneuro)
  • 2. Beatriz S. Pippa Projeto Pessoal Síndrome do Pânico
  • 3. Justificativa Ano passado comecei a me perguntar, o que a moça que bateu o carro com um senhor, tinha quando ela falou, “quando tinha 7 anos meu pai bateu o carro e eu estava junto, e agora tenho 33 anos e comecei a dirigir a muito pouco tempo”. Logo depois fui pesquisar o que ela tinha e acabei descobrindo que era síndrome do pânico . Isso me marcou muito, como nós (humanos) temos medo, como que com medo podemos ter uma síndrome do pânico. Desde do ano passado não respondi minhas perguntas centrais: - Porque sentimos medo? -O medo imaginário pode ser real? Esse ano quero ir mais adiante com elas e tentar respondê-las.
  • 4. OBJETIVO Neste ano pretendo responder todas minhas perguntas, inclusive minhas perguntas centrais. Também quero relacionar o medo com síndrome do pânico, porque a maioria das minhas perguntas é sobre o medo. Como algumas pessoas sabem, que quando uma pessoa com síndrome do pânico ela se afasta das pessoas e como sempre tem algumas pessoas que ficam perguntando: você não gosta mais de mim?; está com saudades da mamãe?. Meu objetivo é mostrar para as pessoas que síndrome do pânico não é saudades da mamãe, mas uma doença muito séria.
  • 5. O que é síndrome do pânico?  É um ataque repentino de pânico, ou seja, de repente sente-se algumas alterações no corpo, que causam desconforto e medo de morrer de um ataque cardíaco, derrame ou coisa parecida. Neste momento, a pessoa se desconecta do mundo e passa a perceber somente as reações do seu corpo. Uma vez em pânico ela vai sentir sensações sufocantes como dor no peito, falta de ar e formigamento nas mãos, são sensações horríveis e reais. É muito comum a pessoa sair abruptamente do local e procurar ajuda num pronto socorro.  Abruptamente: de repente, de forma inesperada.
  • 7. RESPOSTA:  Medo é natural todos sentem.  Medo é o sentimento de inquietação, de apreensão em face de um perigo real ou imaginário. A palavra medo relaciona-se também com receio, temor, horror, pavor, pânico.  O medo é um sentimento que nos inspira a possibilidade real de sermos afetados por um mal real, por um mal que conhecemos pela experiência”.
  • 9. RESPOSTA:  Medos imaginários: Falsos sentimentos, pois ainda não aconteceram, mas já vivem na mente, como se fossem reais. O medo imaginário, é o, temor de algo que ainda não aconteceu. Esse é o mais prejudicial dos medos, pois o medo real, muitas vezes tem raízes do passado. Agora, como ter medo de algo que ainda não aconteceu? Exemplos:
  • 10.  - um estudante - ou muito magro, ou de pouca estatura, ou de óculos, ou algo obeso- traz em estado latente o receio de não ser aceito e com isso evita se enturmar;  - um jovem que sofre, antecipadamente, a angústia de não arranjar namorada…  - um entregador que desde a infância não tenha sido esclarecido que os dentistas existem exatamente para tirar a dor de dente e não para causar dor; esse entregador terá receio até de ir entregar uma pizza ao coitado do profissional lá no seu consultório, que quase não tem tempo para uma alimentação calma, de tanto que precisa trabalhar para sobreviver…
  • 11. CONCLUSÃO O medo imaginário pode ser real, desde que a pessoa acredite nele(quando ela tem fé nele).
  • 12. FONTES  http://duplavista.com.br/arquivo/entend  http://pt.shvoong.com/medicine-and-he  http://www.youtube.com/watch? v=kOs0sXoUZbI&feature=PlayList& p=E944E8D249E67274&playnext=1& playnext_from=PL&index=39  http://marceloaugusto.files.wordpre ss.com/2009/03/medo2.jpg  http://gestaodepessoasrh.files.word press.com/2009/06/medo.jpg  http://www.speculum.art.br/novo/w p-content/uploads/2009/01/bed.gif