Boletim eletronico cultura brasileira

158 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
158
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Boletim eletronico cultura brasileira

  1. 1. Entende-se que CulturaBrasileira seria teatro, mú-sica, show etc’s, mais aover cultura brasileira auto-maticamente engloba vá-rios contextos que a popu-lação brasileira não conse-gue estar vendo com ospróprios olhos, como raça,nação, etnia. Em menteque deveríamos procurar anacionalizar mais a culturaapesar que as pessoaspensam que a cultura doBrasil se prende bastantecomo contexto do futebolaos domingos e samba aosfinais de semana , isso vemmudando ultimamente ,osjovens não estão dando ogrande valor a cultura queexiste dentro do seu paísalguns preferem ouvir mú-sicas internacionais , seguircultura de outro país.C U L T U R A B R A S I L E I R AR A Ç ARaça humana é nor-malmente uma classi-ficação de ordem so-cial, onde a cor dapele e origem socialganham sentidos,valores e significadosdistintos. As diferen-ças mais comuns re-ferem-se à cor de pe-le, tipo de cabelo,conformação facial ecranial, ancestralida-de e, em algumas culturas, genética.Algumas vezes utiliza-se otermo raça para identificarum grupo cultural ou étnico-linguístico, sem quaisquerrelações com um padrãobiológico, e nesses casospode-se utilizar termos comopopulação, etnia, ou mesmocultura.O termo "raça" ainda é acei-to normalmente para desig-nar as variedades de ani-mais domésticos e animais de criaçãocomo o gado.FACULDADEESTACIOFACULDADEESTACIOFACULDADEESTACIOFACULDADEESTACIO1 1 D E J U N H O 2 0 1 3V O L U M E 1 , E D I Ç Ã O 1C U L T U R A B R A S I L E I R AN E S T A E D I Ç Ã O :R A Ç A 2E T N I A 2M I S C I G E N A Ç Ã O ES I N C R E T I S M O2N A Ç Ã O 3D E M O C R A C I AR A C I A L4I D E N T I D A D EC U L T U R A L EN A C I O N A L6B E M V I N D O S !• Primeira Edição doBoletim Eletrônico daturma do Primeiroperíodo de Comunica-ção Social. Com infor-mações de todas asmatérias que foi apre-sentada na aula deCultura Brasileira,trazemos como umaforma dinâmica paravocê leitor um novomodo de enxergar acultura do nossopovo.O S I N T É R P R E T E SD O B R A S I L N OS É C . X X2O B R A S I L E I R OC O M O C I D A D Ã OG L O B A L E O SO U T R O S2C I D A D Ã O S D O -M U N D O2
  2. 2. Etnia é utilizada paradenominar um deter-minado grupo quepossui afinidades deidioma e cultura, in-dependente do paísem que elas este-jam. Existem diver-sos conflitos de etni-as, por exemplo, naÁfrica, onde as exis-tem várias etnias.Etnia é utilizada tam-bém de forma pejo-rativa, para significarpreconceito contraum determinado gru-po racial, ou paramostrar pessoas ex-cluídas, que são mi-noria. Etnia é exata-mente a sua tradu-ção, é um grupo deindivíduos que pos-suem fatores cultu-rais, como religião,língua, roupas,iguais, e não apenasacordapele,porexemplo.étnicas e se mantêmunidos pelos hábitos,tradições, religião,língua e consciêncianacional.É a reunião de pes-soas, geralmente domesmo grupo étnico,falando o mesmoidioma e tendo osmesmos costumes,formando assim, umpovo, cujos elemen-tos componentes tra-zem consigo as mes-mas característicasE T N I AN A Ç Ã OM I S C I G E N A Ç Ã O E S I N C R E T I S M Opode variar muito, princi-palmente quando se com-para irmãos e frutos de ummesmo casal multiétnico.Sincretismo é uma fusãode doutrinas de diversasorigens, seja na esfera dascrenças religiosas, sejanas filosóficas. A origemse deve provavelmente aolivro "Moralidades", dePlutarco no capítulo "amorfraternal", onde comentaque os cretenses esqueci-am as diferenças internasa fim de se unir à combaterum mal maior. Então, sin-cretismo é agir como oscretenses agiam, unir coi-sas dispares, apesar dasdiferenças, a favor do queé semelhante (cretenseseram, antes das diferen-ças, cretenses).A Miscigenação consistena mistura de raças, depovos de diferentes etnias,ou seja, cruzamento inter-racial. Os resultados maiscomuns no Brasil são: ca-boclo ou mameluco(branco + índio), mulato(branco + negro) e cafuzo(índio + negro), emboraisso seja uma simplificaçãobastante grosseira, pois aherança de fatores raciaisPágina 2C U L T U R A B R A S I L E I R A
  3. 3. É um termo usado poralguns para descrever asrelações raciais no Brasil.O termo denota a crençade que o Brasil escapou doracismo e da discriminaçãoracial vista em outros paí-ses, mais especificamente,como nos Estados Unidos.Pesquisadores notam quea maioria dos brasileirosnão se veem pelas lentesda discriminação racial, enão prejudicam ou promo-vem pessoas baseadas naraça. Graças a isso, en-quanto a mobilidade socialdos brasileiros pode serreduzida por vários fatores,como sexo e classe social,a discriminação racial seriaconsiderada irrelevante. ADemocracia Racial, noentanto, é desmitificadapor sociólogos e antropólo-gos que estudam casos depreconceito racial e pordados de violência motiva-da por diferenças raciais.O preconceito está intrín-seco à sociedade e aindaque a maioria afirme nãoser preconceituoso, afirmaque conhece alguém que oé. Portanto a democraciaracial é uma meta queainda está longe de seratingida e um mito da soci-edade brasi-leira que ten-ta criar umaimagem posi-tiva que nãocoincide coma realidade.*No Romantismo, a inde-pendência política e a for-mação de uma imagempositiva do Brasil e do bra-sileiro (1822-1880)Neste momento, a figurado índio como ícone daidentidade nacional ganhadestaque.Foram várias tentativas noBrasil, de se pensar umaidentidade cultural para anação brasileira. Entreessas tentativas, destaca-mos alguns momentos:*Na fase colonial- a desco-berta da terra, e o movi-mento nativista (século XVIà Independência- 1º meta-de do século XIX)*As ciências sociais e aimagem pessimista dobrasileiro (virada do séculoXIX para XX)Neste momen-to, cabe desta-car os discur-sos de SilvioRomero e Eu-clides da Cu-D E M O C R A C I A R A C I A LD I S C U R S O S F U N D A D O R E SI D E N T I D A D E C U L T U R A L E N A C I O N A Lfazem um indivíduosentir-se parte inte-grante de uma socie-dade ou naçãoIdentidade cultural éo sentimento deidentidade de umgrupo ou cultura, oude um indivíduo, namedida em que ele éinfluenciado pela suapertença a um grupoou cultura e Identida-de nacional é o con-ceito que sintetizaum conjunto de sen-timentos, os quaisPágina 3V O L U M E 1 , E D I Ç Ã O 1
  4. 4. Diagramador :Diagramador :Diagramador :Diagramador :Caio Rodrigues 201301972789Colunistas :Colunistas :Colunistas :Colunistas :Paloma Silva 201301111163Mayara Teixeira 201301111708Gustavo Henrique 201301111813Comunicação Social—Publicidade ePropaganda 1° Período / NoiteF A C U L D A D E E S T A C I OHoje, o cidadão do mundo é o cidadãopúblico, num mundo que se transformouem GLOBAL, e que virtualmente, é umespaço pequeno e todos estão em qual-quer lugar.O cidadão que detém informação e conhe-cimento é visto como um sujeito capaz deinterferir no mundo, e participa diariamen-te desse mundo.Portanto, a necessidade de se incluiralgumas dimensões essenciais na constru-ção da nova cidadania contemporânea,qual seja:-Cidadania democrática-Cidadania social-Cidadania intercultural-Cidadania entre gêneros-Cidadania empresarial e ambiental.C I D A D Ã O S D O M U N D OBRASIL CULTBRASIL CULTBRASIL CULTBRASIL CULT Pense cultura, transforme ideias ! Estamos na web!http://bracult.blogspot.com.br/O B R A S I L E I R O C O M O C I D A D Ã OG L O B A L E O S O U T R O SA Origem da cidadania está ligada ao desen-volvimento das polis gregas, entre os sécu-los VIII E VII A.C.Desde então, se tornou referência paraestudos que abordam política e as condi-ções de seu exercício, sendo na sociedadeantiga ou moderna.Por outro lado, mudanças nas estruturassócias econômicas, incidiram igualmente naevolução do conceito e da prática da cidada-nia, moldando-os de acordo com asnecessidades de cada época.Nos dias de hoje, variedades deatitudes caracterizam a prática dacidadania.Entendemos que um cidadão deveatuar em prol da sua sociedade, poréma sociedade deverá garantir o direitobásico à vida, como moradia, alimenta-ção, educação, saúde, lazer, trabalho eetc.Assim, cidadania passa a ser umrelacionamento entre a sociedadepolítica e seus membros.Cidadania nada mais é que: “Direito deter direitos”.A cidadania como espaço público, e aluta pela participação e construção dopróprio espaço para que possamos reinvidi-car a efetivação dos direitos humanos.A cultura do povo brasileiro é uma culturacolonizada, que vem ano após ano, reflexoda exploração que se perpetua até hoje.O acesso ao espaço público se dá pelapolitização do sujeito, no sentido de mudaresse pensamento que está no costume dopovo brasileiro.“As pessoas Precisam aprender sempre“As pessoas Precisam aprender sempre“As pessoas Precisam aprender sempre“As pessoas Precisam aprender semprepara saber exigir e participar do meio empara saber exigir e participar do meio empara saber exigir e participar do meio empara saber exigir e participar do meio emque vivem”.que vivem”.que vivem”.que vivem”.Isso porque tanto as pessoas quanto osdireitos estão sempre em processo demudança.Cidadania significa pertencer a comunidade

×