Gestalt do objeto

8.603 visualizações

Publicada em

Fala um pouco sobre as leis da Gestalt. Tem como referência o Livro Gestalt do Objeto de João Gomes Filho. Slide feito por Driele Torres.

Publicada em: Design
0 comentários
10 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.603
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
268
Comentários
0
Gostaram
10
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gestalt do objeto

  1. 1. Sistema de Leitura Visual da Forma
  2. 2. A Teoria do Gestalt traz umaexplicação sobre porquê algumasformas nos agradam mais queoutras. Ela estuda o fenômeno dapercepção pela interpretação donosso cérebro.
  3. 3. Conceituação de Forma
  4. 4. • Sentido Filosófico: – Platônica e Aristotélica.• Sentido Lógico: – Matéria muda no juízo e forma permanece.• Sentido Epistemológico: – Espaço e tempo.• Sentido Estético: – “Conceitual”, o “estilo”.
  5. 5. • Dicionário Aurélio: FORMA (8). (Do lat. Forma.). S. f. 1.Os limites exteriores da matéria de queé constituído um corpo, e que conferema este um feitio, uma configuração, umaspecto particular.
  6. 6. • Conceito Base: “A forma pode ser definida comoa figura ou a imagem visível doconteúdo. De um modo mais prático, elanos informa sobre a natureza daaparência externa de alguma coisa.Tudo que se vê possui forma.”
  7. 7. • Forma – Figura ou imagem visível do conteúdo. – Percepção: Interação entre objeto físico e o meio d e luz. – Para perceber precisa-se de diferenças no campo visual.
  8. 8. Ponto
  9. 9. • Ponto – Conceito: Unidade simples irredutivelmente mínima de comunicação. – Na natureza, arredondamento corrente. – Geometricamente singular. – Atração.
  10. 10. Linha
  11. 11. • Linha – Sucessão de pontos ou ponto em movimento. – Direcionamento. – Conforma, contorna e delimita.
  12. 12. Plano
  13. 13. • Plano – Sucessão de várias linhas, podendo ser percebido em dimensões diferentes como largura, comprimento e espessura. – O plano também pode ser visto como superfície.
  14. 14. Volume
  15. 15. • Volume – Algo que se expressa nas 3 dimensões do espaço. – Podendo ser: • Físico • Criado por meio de artifícios
  16. 16. Configuração Real
  17. 17. • Configuração Real – Representação real de objetos e coisas utilizando os limites reais, a partir de pontos, linhas, planos e volumes, por meio de fotografias, ilustrações, gravuras e pinturas.
  18. 18. Configuração Esquemática
  19. 19. • Configuração Esquemática – Representação do objeto por meio de sombras, manchas, traços, linhas de contorno e silhueta.
  20. 20. • Afim de complementar e tornar mais eficaz o sistema de leitura visual, além das Leis da Gestalt, foram acrescidas 2 classes de categorias conceituais. – Fundamentais – Técnicas Visuais Aplicadas
  21. 21. • Harmonia – Onde predomina a organização formal dos elementos da composição. Apresentando fatores de equilíbrio, ordem e regularidade, permitindo assim uma leitura simples e clara ao observador.
  22. 22. • Tipos de Harmonia: – Harmonia Ordem – Harmonia Regularidade
  23. 23. Ordem
  24. 24. • A Harmonia por ordem é o efeito produzido através da ordem e uniformidade na imagem, que se consegue pela padronização do estilo e igualdade dos objetos dispostos para compô-la.
  25. 25. Regularidade
  26. 26. • Regularidade – Possui o mesmo efeito produzido pela harmonia por ordem, porém não se permite irregularidades na composição da forma, sendo que o padrão do estilo adotado deve permanecer dentro de um todo. Neste caso o objeto alcança um estado absoluto de nivelamento em termos de equilíbrio visual
  27. 27. • Desarmonia – Totalmente contrária à harmonia, apresenta desordem, desproporções e desnivelamentos entre os elementos de suas composições.
  28. 28. • Tipos de Desarmonia – Desarmonia Desordem – Desarmonia Irregularidade
  29. 29. Desordem
  30. 30. • Desordem – Caracterizada pela desordem de relações: incompatibilidade de linguagens formais ou desvio de padrões estéticos (visuais) do objeto.
  31. 31. Irregularidade
  32. 32. • Irregularidade – Caracterizada pela ausência de ordem e de nivelamento. Destaca- se a falta de organização visual dos elementos compositivos.
  33. 33. • Equilíbrio – As partes se compensam mutuamente.
  34. 34. Peso e Direção
  35. 35. • Peso e Direção – Direção da forma equilibrada pelo movimento em direção a um centro de atração.
  36. 36. Simetria
  37. 37. • Simetria – Equilíbrio axial com formulações visuais iguais.
  38. 38. Assimetria
  39. 39. • Assimetria – Lados opostos diferenciados.
  40. 40. • Desequilíbrio – As partes não compensam mutuamente.
  41. 41. Agradecemos pela Atenção!Equipe: Driele Fabiane Fernando Josilene Ivany

×