Administração japonesa

18.651 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
18.651
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
265
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Administração japonesa

  1. 1. A administração Japonesa nasceu no chão de fábrica, nos setores operacionais da manufatura, com a filosofia básica de evitar qualquer tipo de desperdício e de promover o melhoramento continuo. Após a Segunda Guerra Mundial o país sofreu uma defasagem na sua economia, criando um sistema que funcionasse de acordo com seus recursos para desenvolvimento do país. Assim, levando a busca de conhecimentos e tecnologias avançadas de produção e aliados ao favorecimento da política econômicagovernamental, os produtos japoneses alcançaram um diferencial competitivo no mercado internacional.
  2. 2.  Administração participativa Prevalência do planejamento estratégico Visão sistêmica Supremacia do coletivo Busca da qualidade total Produtividade Flexibilidade Recursos humanos Tecnologia e padronização Manutenção Limpeza e arrumação Relação com fornecedores e distribuidores Cultura organizacional
  3. 3.  Depende da cooperação irrestrita das pessoas sistema Praticamente sem folgas. Depende basicamente das pessoas, da sua competência Exige qualificação, treinamento e reciclagem constantes. A busca de consenso e o emprego vitalício podem favorecer a burocracia e a morosidade no processo decisório. A estabilidade no emprego implica no rigoroso planejamento das necessidades de pessoal, seu plano de carreira e critérios de avaliação. Depende principalmente da relativa estabilidade do faturamento da empresa, que é cada vez mais influenciado pelas tendências e preferências de um mercado globalizado.
  4. 4. Surgiu como um sistema de manufatura cujo objetivo era otimizar os processos e procedimentos através da redução contínua de desperdícios. Seus objetivos básicos são a qualidade e a flexibilidade do processo. Segundo Rosenfeld, o modo de produção enxuta apresenta as seguintes características gerais: Manufatura flexível com menor número de máquinas Manufatura flexível com menor número de máquinas especializadas, especializadas, Redução de estoques, Redução de estoques, Formação de empregados qualificados e preparados para Formação de empregados qualificados e preparados para trabalhar em equipes, trabalhar em equipes, Linha de montagem procurando prevenir falhas e evitar reparos Linha de montagem procurando prevenir falhas e evitar reparos finais finais Relacionamento de cooperação e de longo prazo com Relacionamento de cooperação e de longo prazo com fornecedores. fornecedores.
  5. 5. Fonte: A Máquina que Mudou o Mundo - Womack, James P., Jones, Daniel T,& Roos, Daniel – Ed. Campus, 1992.
  6. 6. O Toyotismo foi criado por Taiichi Ohno, que tinha como elemento principal, a flexibilização da produção. a sua produção era visada apenas no necessário, não havendo desperdícios e reduzindo os estoques.Na época da crise do petróleo, quem aderiu esse sistema teve vantagens significativas, por utilizar menos matéria- prima e energia. As empresas Toyotistas acabaram conquistando grandes espaços no cenário mundial.
  7. 7.  Just-in-time – sincronização do fluxo de produção, dos fornecedores aos clientes. KANBAN – sistema de informação visual, que aciona e controla a produção MUDA – busca da eliminação total de qualquer tipo de desperdício KAIZEN – busca do melhoramento continuo em todos os aspectos, portanto se refletindo na produtividade e na qualidade, sendo os círculos de controle da qualidade apenas um dos seus aspectos.
  8. 8.  http://mundoeducacao.uol.com.br/geografia/toyotismo. htm http://www.artigonal.com/administracao- artigos/administracao-japonesa-662771.html http://www.suapesquisa.com/economia/toyotismo.htm http://arquivos.unama.br/nead/gol/gol_adm_2mod/evol _pensamento_adm/pdf/epa_impresso_aula12.pdf

×