SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo
Poluição da água
Verifica-se quando as suas características são alteradas por
poluentes.
Poluentes Consequências
Agentes infecciosos
Excesso de nutrientes
Substâncias químicas(pesticidas,
petróleo)
Calor
Eutrofização
Marés Negras
Bioacumulação
Eutrofização
Aumento dos nutrientes num ecossistema aquático
Grande aumento do fitoplâncton
Alteração da água impedindo, a passagem de luz, o que
leva á morte dos seres das zonas mais profundas.
A decomposição destas algas por microrganismos vai
reduzir o oxigénio o que pode levar, em casos extremos, á
morte de todos seres vivos.
Marés Negras
Devem-se principalmente a acidentes com navios
petroleiros que derramam o seu combustível ou então as
lavagens de tanques em alto mar de forma ilegal.
Bioacumulação
Aumento da concentração de uma substancia química,
num organismo, ao longo do tempo.
Poluição dos solos
Alteração das suas características por ação de poluentes
Fontes de
poluição
Poluentes Consequências
Agricultura
intensiva
Industria
Postos de
combustíveis
Fertilizantes e
pesticidas
Produtos
tóxicos
Combustíveis
Desflorestação
Diminuição da
fertilidade
Perda de
biodiversidade
Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo
Exploração
mineira
Escombreiras
Desflorestação
A desflorestação consiste na destruição de grandes áreas
florestais.
A desflorestação pode levar á desertificação.
Causas Consequências
Poluição dos solos
Incêndios
Construção de fábricas, casas e
estradas
Utilização da madeira
Produção de papel
Criação de campos agrícolas e
de pasto
Chuvas ácidas
Destruição de habitats
Perda de
biodiversidade
Solos ficam sujeitos á
erosão
Aumento dos
desmoronamentos
Aumento do efeito de
estufa
Alteração dos cursos de
água
Gestão sustentável dos recursos
Desenvolvimento sustentável
Desenvolvimento que satisfaz as necessidades da
presente geração sem comprometer a capacidade das
gerações futuras satisfazerem as suas próprias
necessidades.
Gestão Sustentável
Recursos naturais renováveis-Assegurar que estes se
renovem.
Recursos naturais não renováveis-Impedir a sua extinção
Recursos
Naturais
Não
Renovaveis
Minerais
Energéticos
Renovaveis
Biologicos
Energéticas
Alternativas
Hidricos
Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo
Recursos não renováveis Recursos renováveis
São gerados a uma
velocidade inferior á de
consumo.
São gerados a uma
velocidade igual ou
superior á de consumo
Recursos Minerais
Substâncias (rochas e minerais) acumuladas na crusta
terrestre. Podem ser metálicos (pirite, siderite) ou não
metálicos (calcário, quartzo)
Recursos não renováveis
Rochas industriais (constituem matérias primas para
construção: argilas);rochas ornamentais (revestimento,
pavimentação e estatuaria) e minérios (todos os minerais
em que um mais elementos podem ser extraídos de
forma rentável)
Jazidas minerais: depósitos minerais com interesse
económico rentável.
Em Portugal: Ocorre principalmente explorações de
rochas industriais e minérios metálicos
Exploração
Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo
Podem ocorrer em profundidade – extraídos através de
grandes tuneis, as minas.
Podem,
Consequências
Poluição ambiental
Perturbação dos
ecossistemas
Destruição da paisagem
ocorrer a superfície-são exploradas em pedreiras.
Recursos biológicos
Relacionados com os seres vivos, a partir dos quais o
Homem obtém energia(alimento) e materiais(vestuário,
calçado…).
Agricultura, pecuária, caça, pesca, piscicultura e
exploração florestal.
Produtos obtidos: frutos, mobiliários, papel, resinas,
vestuário, gado…
Agricultura
Necessidade de
produzir mais
aliemntos
Agricultura Intensiva
Destruição dos
habitats
Poluição
Diminuição das
especies
Aumento da
população mundial
Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo
Agricultura Intensiva: uma única espécie em grandes
quantidades, mecanização e utilização excessiva d e
pesticidas
O que fazer?-Práticas agrícolas que levem a uma maior
preservação da saúde e do ambiente.
Práticas agrícolas alternativas á agricultura intensiva:
Rotação de Culturas
Produção integrada
Proteção Integrada
Pecuária
Consiste na criação de animais em cativeiro
Estes constituem uma fonte de alimento e de recursos
utilizados na indústria do calçado, vestuário, farmacêutica
e outras.
Caça
Importância: Quando não existem predadores naturais, é
importante no equilíbrio dos ecossistemas.
Reservas de caça- Caça desportiva
Pesca
Poluição
Necessidade de
pescar em maior
quantidade
Pesca industrial(navios e
equipamento mais sofisticados)
Uso de malhas demasiado
apertadas
Captura de espécies
Destruição de habitats(pesca
á bomba e arrastos)
Aumento da
população mundial
Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo
Atividades humanas junto á costa
Atividades pesqueiras
Medidas para conservar os recursos aquáticos
Diminuição do nº de embarcações e espécies em risco de
extinção
Proibição de captura de espécies em risco
Tamanhos mínimos de captura
Épocas de defeso
Criação de quotas
Limitação de artes
Piscicultura
Criação de peixes em condições artificiais.
Desvantagens: os peixes podem contrair doenças que são
tratadas com químicos.
Exploração florestal
Importância das florestas:
Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo
Protegem o solo da erosão
Mantêm a qualidade do ar e da água
Habitat de muitos seres vivos
Constituem ecossistemas de grande biodiversidade
Fornecem diversos produtos: madeira, resina, frutos,
ervas.
Causas da desflorestação
Ocupação urbana (construções, agricultura e pastagens)
Incêndios (acidentais, negligentes e intencionais)
Como proteger e conservar as plantas?
Reduzir o papel utilizado
Reutilizar papel
Separar papel para reciclar
Utilizar papel reciclado
Reutilizar a madeira
Não adquirir produtos produzidos a partir de madeiras de
florestas exóticas.
Comprar produtos de madeira certificada
Usar produtos fabricados a partir de restos de madeira
Consequências da utilização
Perda de biodiversidade
Degradação dos solos
Desflorestação
Extinção provocada pela caça desenfreada/furtiva
(peles, marfim…)
Recursos hídricos
Água disponível para consumo humano doméstico,
industrial e agropecuário.
97,5%= oceanos e mares
2,5%= Água doce (lagos, rios, glaciares, solo, atmosfera e
lençóis de agua subterrânea)
Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo
A água usada para consumo encontra-se apenas nos
recursos de água doce superficiais (lagos, rios, ribeiros,
lençóis subterrâneos- aquíferos)
Disponibilidade de água doce
Na Terra, somente uma pequena percentagem da água é
doce (2,5%) e desta, só uma pequena parte está
disponível para consumo pois a grande parte esta
congelada.
Abundância de águas nos diferentes locais dos planetas
Depende:
Das diferenças climáticas (circulação atmosférica e
relevo)
Das atividades humanas (desflorestação, alterações
climáticas, poluição da água e desperdício)
Apesar de renovável a água é um recurso limitado pois a
sua disponibilidade para consumo e a sua qualidade estão
ameaçadas.
Consumo de água por sector
Agricultura 70%
Grande parte desta água é perdida, por evaporação ou
volta para os rios e aquíferos poluídos pelos pesticidas.
Maus exemplos: rega pro alagamento e aspersão
Bom exemplo: gotejamento
Industria 20%
A água é utilizada para: arrefecimento, produção de
energia e lavagem.
Consumo Doméstico 10%
Consumo Doméstico inclui:
Água consumida nas nossas casas
Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo
Desperdício na distribuição (ex.: fugas nas tubagens)
Água Potável
Água que não causa prejuízo a saúde humana, isto é, que
não contém microrganismos patogénicos nem
substâncias capazes de provocar doenças.
ETA assegura a qualidade de água que
bebemos
Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo
Desperdício na distribuição (ex.: fugas nas tubagens)
Água Potável
Água que não causa prejuízo a saúde humana, isto é, que
não contém microrganismos patogénicos nem
substâncias capazes de provocar doenças.
ETA assegura a qualidade de água que
bebemos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Recursos naturais introdução
Recursos naturais introduçãoRecursos naturais introdução
Recursos naturais introdução
adelinacgomes
 
2ºbim.6ºano.geografia. os recursos naturais
2ºbim.6ºano.geografia. os recursos naturais2ºbim.6ºano.geografia. os recursos naturais
2ºbim.6ºano.geografia. os recursos naturais
orim84
 
Recursos 10ºAno
Recursos  10ºAnoRecursos  10ºAno
Recursos 10ºAno
Tânia Reis
 
Recursos Naturais Utilização E Consequências
Recursos Naturais   Utilização E ConsequênciasRecursos Naturais   Utilização E Consequências
Recursos Naturais Utilização E Consequências
verasanches
 
Recursos naturais
Recursos naturaisRecursos naturais
Recursos naturais
s1lv1alouro
 
Recursos Naturais
Recursos NaturaisRecursos Naturais
Recursos Naturais
verasanches
 
Recursosnaturaisfinal 100504060932-phpapp02
Recursosnaturaisfinal 100504060932-phpapp02Recursosnaturaisfinal 100504060932-phpapp02
Recursosnaturaisfinal 100504060932-phpapp02
Deolinda Silva
 
Recursos Naturais UtilizaçAo E ConsequêNcias
Recursos  Naturais  UtilizaçAo  E  ConsequêNciasRecursos  Naturais  UtilizaçAo  E  ConsequêNcias
Recursos Naturais UtilizaçAo E ConsequêNcias
guest69ca1e7
 

Mais procurados (20)

Recursos naturais introdução
Recursos naturais introduçãoRecursos naturais introdução
Recursos naturais introdução
 
Recursos Naturais
Recursos NaturaisRecursos Naturais
Recursos Naturais
 
Recursos Minerais
Recursos MineraisRecursos Minerais
Recursos Minerais
 
2ºbim.6ºano.geografia. os recursos naturais
2ºbim.6ºano.geografia. os recursos naturais2ºbim.6ºano.geografia. os recursos naturais
2ºbim.6ºano.geografia. os recursos naturais
 
Escassez de Recursos: Produção e Organização do Espaço
Escassez  de Recursos: Produção e Organização do EspaçoEscassez  de Recursos: Produção e Organização do Espaço
Escassez de Recursos: Produção e Organização do Espaço
 
Recurso Natural
Recurso NaturalRecurso Natural
Recurso Natural
 
Trabalho final
Trabalho finalTrabalho final
Trabalho final
 
Recursos naturais
Recursos naturaisRecursos naturais
Recursos naturais
 
CN - GESTÃO SUSTENTÁVEL DOS RECURSOS
CN - GESTÃO SUSTENTÁVEL DOS RECURSOSCN - GESTÃO SUSTENTÁVEL DOS RECURSOS
CN - GESTÃO SUSTENTÁVEL DOS RECURSOS
 
Recursos 10ºAno
Recursos  10ºAnoRecursos  10ºAno
Recursos 10ºAno
 
Recursos Naturais Utilização E Consequências
Recursos Naturais   Utilização E ConsequênciasRecursos Naturais   Utilização E Consequências
Recursos Naturais Utilização E Consequências
 
Recursos naturais
Recursos naturaisRecursos naturais
Recursos naturais
 
Recursos Naturais
Recursos NaturaisRecursos Naturais
Recursos Naturais
 
Recursos Naturais
Recursos NaturaisRecursos Naturais
Recursos Naturais
 
Recursos Naturais
Recursos NaturaisRecursos Naturais
Recursos Naturais
 
Recursosnaturaisfinal 100504060932-phpapp02
Recursosnaturaisfinal 100504060932-phpapp02Recursosnaturaisfinal 100504060932-phpapp02
Recursosnaturaisfinal 100504060932-phpapp02
 
Recursos Naturais UtilizaçAo E ConsequêNcias
Recursos  Naturais  UtilizaçAo  E  ConsequêNciasRecursos  Naturais  UtilizaçAo  E  ConsequêNcias
Recursos Naturais UtilizaçAo E ConsequêNcias
 
CN - RECURSOS NATURAIS
CN - RECURSOS NATURAISCN - RECURSOS NATURAIS
CN - RECURSOS NATURAIS
 
Recursos nao renovaveis
Recursos nao renovaveisRecursos nao renovaveis
Recursos nao renovaveis
 
Trab. Geo2 (2)..
Trab. Geo2 (2)..Trab. Geo2 (2)..
Trab. Geo2 (2)..
 

Semelhante a Apoio ao Estudo Ciencias 8ºano(poluição e recusos renovaveis e não renovaveis)

Semelhante a Apoio ao Estudo Ciencias 8ºano(poluição e recusos renovaveis e não renovaveis) (20)

Intervenção do homem nos subsistemas terrestres
Intervenção do homem nos subsistemas terrestresIntervenção do homem nos subsistemas terrestres
Intervenção do homem nos subsistemas terrestres
 
Agua
AguaAgua
Agua
 
Intervenção do homem
Intervenção do homemIntervenção do homem
Intervenção do homem
 
Poluição dos ecossistemas aquáticos
Poluição dos ecossistemas aquáticosPoluição dos ecossistemas aquáticos
Poluição dos ecossistemas aquáticos
 
Poluição dos ecossistemas aquáticos 1ª série - biologia
Poluição dos ecossistemas aquáticos   1ª série - biologiaPoluição dos ecossistemas aquáticos   1ª série - biologia
Poluição dos ecossistemas aquáticos 1ª série - biologia
 
Agua
AguaAgua
Agua
 
Agua
AguaAgua
Agua
 
Impactes
 Impactes Impactes
Impactes
 
Grandes Problemas Ambientais
Grandes Problemas AmbientaisGrandes Problemas Ambientais
Grandes Problemas Ambientais
 
Poluição agua
Poluição aguaPoluição agua
Poluição agua
 
Geologia 3ºperíodo
Geologia 3ºperíodoGeologia 3ºperíodo
Geologia 3ºperíodo
 
Poluicao agua solo
Poluicao agua soloPoluicao agua solo
Poluicao agua solo
 
Alterações ambientais
Alterações ambientaisAlterações ambientais
Alterações ambientais
 
Alteracoesnahidrosfera
AlteracoesnahidrosferaAlteracoesnahidrosfera
Alteracoesnahidrosfera
 
Tipos de Poluição
Tipos de PoluiçãoTipos de Poluição
Tipos de Poluição
 
Tipos de Poluição
Tipos de PoluiçãoTipos de Poluição
Tipos de Poluição
 
Intervenção do homem
Intervenção do homemIntervenção do homem
Intervenção do homem
 
5 intervenção do homem nos subssistemas
5   intervenção do homem  nos subssistemas5   intervenção do homem  nos subssistemas
5 intervenção do homem nos subssistemas
 
Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas 8 ano
Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas 8 anoPerturbações no equilíbrio dos ecossistemas 8 ano
Perturbações no equilíbrio dos ecossistemas 8 ano
 
Alteraã‡ã•Es Do Ambiente Global[1]
Alteraã‡ã•Es Do Ambiente Global[1]Alteraã‡ã•Es Do Ambiente Global[1]
Alteraã‡ã•Es Do Ambiente Global[1]
 

Último

1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
profbrunogeo95
 

Último (20)

SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 1)
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São PauloCurrículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
Currículo Professor Pablo Ortellado - Universidade de São Paulo
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da CapivaraPré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
Pré-História do Brasil, Luzia e Serra da Capivara
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União EuropeiaApresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
Apresentação | Símbolos e Valores da União Europeia
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)Quiz | Dia da Europa 2024  (comemoração)
Quiz | Dia da Europa 2024 (comemoração)
 

Apoio ao Estudo Ciencias 8ºano(poluição e recusos renovaveis e não renovaveis)

  • 1. Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo Poluição da água Verifica-se quando as suas características são alteradas por poluentes. Poluentes Consequências Agentes infecciosos Excesso de nutrientes Substâncias químicas(pesticidas, petróleo) Calor Eutrofização Marés Negras Bioacumulação Eutrofização Aumento dos nutrientes num ecossistema aquático Grande aumento do fitoplâncton Alteração da água impedindo, a passagem de luz, o que leva á morte dos seres das zonas mais profundas. A decomposição destas algas por microrganismos vai reduzir o oxigénio o que pode levar, em casos extremos, á morte de todos seres vivos. Marés Negras Devem-se principalmente a acidentes com navios petroleiros que derramam o seu combustível ou então as lavagens de tanques em alto mar de forma ilegal. Bioacumulação Aumento da concentração de uma substancia química, num organismo, ao longo do tempo. Poluição dos solos Alteração das suas características por ação de poluentes Fontes de poluição Poluentes Consequências Agricultura intensiva Industria Postos de combustíveis Fertilizantes e pesticidas Produtos tóxicos Combustíveis Desflorestação Diminuição da fertilidade Perda de biodiversidade
  • 2. Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo Exploração mineira Escombreiras Desflorestação A desflorestação consiste na destruição de grandes áreas florestais. A desflorestação pode levar á desertificação. Causas Consequências Poluição dos solos Incêndios Construção de fábricas, casas e estradas Utilização da madeira Produção de papel Criação de campos agrícolas e de pasto Chuvas ácidas Destruição de habitats Perda de biodiversidade Solos ficam sujeitos á erosão Aumento dos desmoronamentos Aumento do efeito de estufa Alteração dos cursos de água Gestão sustentável dos recursos Desenvolvimento sustentável Desenvolvimento que satisfaz as necessidades da presente geração sem comprometer a capacidade das gerações futuras satisfazerem as suas próprias necessidades. Gestão Sustentável Recursos naturais renováveis-Assegurar que estes se renovem. Recursos naturais não renováveis-Impedir a sua extinção
  • 3. Recursos Naturais Não Renovaveis Minerais Energéticos Renovaveis Biologicos Energéticas Alternativas Hidricos Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo Recursos não renováveis Recursos renováveis São gerados a uma velocidade inferior á de consumo. São gerados a uma velocidade igual ou superior á de consumo Recursos Minerais Substâncias (rochas e minerais) acumuladas na crusta terrestre. Podem ser metálicos (pirite, siderite) ou não metálicos (calcário, quartzo) Recursos não renováveis Rochas industriais (constituem matérias primas para construção: argilas);rochas ornamentais (revestimento, pavimentação e estatuaria) e minérios (todos os minerais em que um mais elementos podem ser extraídos de forma rentável) Jazidas minerais: depósitos minerais com interesse económico rentável. Em Portugal: Ocorre principalmente explorações de rochas industriais e minérios metálicos Exploração
  • 4. Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo Podem ocorrer em profundidade – extraídos através de grandes tuneis, as minas. Podem, Consequências Poluição ambiental Perturbação dos ecossistemas Destruição da paisagem ocorrer a superfície-são exploradas em pedreiras. Recursos biológicos Relacionados com os seres vivos, a partir dos quais o Homem obtém energia(alimento) e materiais(vestuário, calçado…). Agricultura, pecuária, caça, pesca, piscicultura e exploração florestal. Produtos obtidos: frutos, mobiliários, papel, resinas, vestuário, gado… Agricultura
  • 5. Necessidade de produzir mais aliemntos Agricultura Intensiva Destruição dos habitats Poluição Diminuição das especies Aumento da população mundial Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo Agricultura Intensiva: uma única espécie em grandes quantidades, mecanização e utilização excessiva d e pesticidas O que fazer?-Práticas agrícolas que levem a uma maior preservação da saúde e do ambiente. Práticas agrícolas alternativas á agricultura intensiva: Rotação de Culturas Produção integrada Proteção Integrada Pecuária Consiste na criação de animais em cativeiro Estes constituem uma fonte de alimento e de recursos utilizados na indústria do calçado, vestuário, farmacêutica e outras. Caça Importância: Quando não existem predadores naturais, é importante no equilíbrio dos ecossistemas. Reservas de caça- Caça desportiva Pesca Poluição
  • 6. Necessidade de pescar em maior quantidade Pesca industrial(navios e equipamento mais sofisticados) Uso de malhas demasiado apertadas Captura de espécies Destruição de habitats(pesca á bomba e arrastos) Aumento da população mundial Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo Atividades humanas junto á costa Atividades pesqueiras Medidas para conservar os recursos aquáticos Diminuição do nº de embarcações e espécies em risco de extinção Proibição de captura de espécies em risco Tamanhos mínimos de captura Épocas de defeso Criação de quotas Limitação de artes Piscicultura Criação de peixes em condições artificiais. Desvantagens: os peixes podem contrair doenças que são tratadas com químicos. Exploração florestal Importância das florestas:
  • 7. Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo Protegem o solo da erosão Mantêm a qualidade do ar e da água Habitat de muitos seres vivos Constituem ecossistemas de grande biodiversidade Fornecem diversos produtos: madeira, resina, frutos, ervas. Causas da desflorestação Ocupação urbana (construções, agricultura e pastagens) Incêndios (acidentais, negligentes e intencionais) Como proteger e conservar as plantas? Reduzir o papel utilizado Reutilizar papel Separar papel para reciclar Utilizar papel reciclado Reutilizar a madeira Não adquirir produtos produzidos a partir de madeiras de florestas exóticas. Comprar produtos de madeira certificada Usar produtos fabricados a partir de restos de madeira Consequências da utilização Perda de biodiversidade Degradação dos solos Desflorestação Extinção provocada pela caça desenfreada/furtiva (peles, marfim…) Recursos hídricos Água disponível para consumo humano doméstico, industrial e agropecuário. 97,5%= oceanos e mares 2,5%= Água doce (lagos, rios, glaciares, solo, atmosfera e lençóis de agua subterrânea)
  • 8. Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo A água usada para consumo encontra-se apenas nos recursos de água doce superficiais (lagos, rios, ribeiros, lençóis subterrâneos- aquíferos) Disponibilidade de água doce Na Terra, somente uma pequena percentagem da água é doce (2,5%) e desta, só uma pequena parte está disponível para consumo pois a grande parte esta congelada. Abundância de águas nos diferentes locais dos planetas Depende: Das diferenças climáticas (circulação atmosférica e relevo) Das atividades humanas (desflorestação, alterações climáticas, poluição da água e desperdício) Apesar de renovável a água é um recurso limitado pois a sua disponibilidade para consumo e a sua qualidade estão ameaçadas. Consumo de água por sector Agricultura 70% Grande parte desta água é perdida, por evaporação ou volta para os rios e aquíferos poluídos pelos pesticidas. Maus exemplos: rega pro alagamento e aspersão Bom exemplo: gotejamento Industria 20% A água é utilizada para: arrefecimento, produção de energia e lavagem. Consumo Doméstico 10% Consumo Doméstico inclui: Água consumida nas nossas casas
  • 9. Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo Desperdício na distribuição (ex.: fugas nas tubagens) Água Potável Água que não causa prejuízo a saúde humana, isto é, que não contém microrganismos patogénicos nem substâncias capazes de provocar doenças. ETA assegura a qualidade de água que bebemos
  • 10. Ciências Naturais 8ºano 2ºPeríodo Desperdício na distribuição (ex.: fugas nas tubagens) Água Potável Água que não causa prejuízo a saúde humana, isto é, que não contém microrganismos patogénicos nem substâncias capazes de provocar doenças. ETA assegura a qualidade de água que bebemos