I unidade prova de português - 8º ano

810 visualizações

Publicada em

sujeito
predicado
pronomes oblíquos como objeto
predicação
transitividade verbal
complementos verbais
predicativo do sujeito
predicativo do objeto

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
810
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

I unidade prova de português - 8º ano

  1. 1. 1 Texto para responder às questões de 01 a 03. 35 ANOS PARA SER FELIZ [...] Foi realizado em Madri o Primeiro Congresso Internacional da Felicidade, e a conclusão dos congressistas foi que a felicidade só é alcançada depois dos 35 anos. Quem participou desse encontro? Psicólogos, sociólogos, artistas de circo? Não sei. Mas gostei do resultado. A maioria das pessoas, quando são questionadas sobre o assunto, dizem: "Não existe felicidade, existem apenas momentos felizes". É o que eu pensava quando habitava a caverna dos 17 anos, para onde não voltaria nem puxada pelos cabelos. Era angústia, solidão, impasses e incertezas pra tudo quanto era lado, minimizados por um garden party de vez em quando, um campeonato de tênis, um feriadão em Garopaba. Os tais momentos felizes. Adolescente é buzinado dia e noite: tem que estudar para o vestibular, aprender inglês, [...] não beber quando dirigir, dar satisfação aos pais, ler livros que não quer e administrar dezenas de paixões fulminantes e rompimentos. Não tem grana para ter o próprio canto, costuma deprimir-se de segunda a sexta e só se diverte aos sábados, em locais onde sempre tem fila. É o apocalipse. Felicidade, onde está você? Aqui, na casa dos 30 e sua vizinhança. Está certo que surgem umas ruguinhas, umas mechas brancas e a barriga salienta-se, mas é um preço justo para o que se ganha em troca. Pense bem: depois dos 30, você paga do próprio bolso o que come e o que veste. Vira-se no inglês, no francês, no italiano e no iídiche, e ai de quem rir do seu sotaque. Não tenta mais o suicídio quando um amor não dá certo, [...] apaixonou-se por literatura, trocou sua mochila por uma Samsonite [...]. Talvez não tenha se tornado o bam-bam-bam que sonhou um dia, mas reconhece o rosto que vê no espelho, sabe de quem se trata e simpatiza com o cara. Depois que cumprimos as missões impostas no berço — ter uma profissão, casar e procriar — passamos a ser livres, a escrever nossa própria história, a valorizar nossas qualidades e ter um certo carinho por nossos defeitos. Somos os titulares de nossas decisões. A juventude faz bem para a pele, mas nunca salvou ninguém de ser careta. A maturidade, sim, permite uma certa loucura. Depois dos 35, conforme descobriram os participantes daquele congresso curioso, estamos mais aptos a dizer que infelicidade não existe, o que existe são momentos infelizes. Sai bem mais em conta. MEDREIROS, Martha. 35 anos para ser feliz. Disponível em http://www.releituras.com/mamedeiros_serfeliz.asp. Questão 01 Sobre a crônica de Martha Medeiros, é correto afirmar. (0,20) (A) No Primeiro Congresso Internacional da Felicidade, realizado em Madri, os congressistas concluíram que a felicidade só é alcançada antes dos 35 anos. (B) A autora do texto afirma que a felicidade é relativa e que na adolescência é possível encontrar a felicidade nas pequenas coisas do dia a dia. ATIVIDADE AVALIATIVA FINAL Av. Antonio Bacelar, nº201 – Centro Amélia Rodrigues-BA Tel: (75) 3242-1565 Email: ei.cm@hotmail.com Diretora: Ir. Maria Auxiliadora Araujo de Oliveira Nome: Nº Data: Unidade: Professor (a): DAIANE PAIM /GEISA DOSSANTOS Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA Série/Turma: 7ª 01 ( ) 02 ( )
  2. 2. 2 (C) A maturidade não permite mais loucuras. (D) A juventude faz bem para a pele e torna a pessoa feliz. (E) Depois que o indivíduo tem uma profissão, casa e tem filhos, começa a escrever sua própria história, começa a ser livre. Questão 02 No trecho “Se somos os titulares de nossas decisões. A juventude faz bem para a pele, mas nunca salvou ninguém de ser careta.”, podem-se classificar os sujeitos dos verbos sublinhados, respectivamente, como: (0,20) (A) sujeito simples, sujeito desinencial e sujeito simples. (B) sujeito desinencial, sujeito desinencial e sujeito simples. (C) sujeito indeterminado, sujeito desinencial e sujeito simples. (D) sujeito desinencial, sujeito simples e sujeito desinencial. (E) sujeito indeterminado, sujeito simples, sujeito simples. Questão 03 "Não existe felicidade, existem apenas momentos felizes". Na troca do verbo existir pelo haver no pretérito imperfeito tem-se, respectivamente: (0,20) (A) houve – houve (B) houvem - houve (C) houve- houvem (D) houvem – houvem (E) haverá - haverão Questão 04 Relacione as colunas. (0,25) (1) Sujeito simples (2) Sujeito composto (3) Sujeito desinencial (4) Sujeito indeterminado (5) Oração sem sujeito Questão 05 Leia as frases abaixo e preencha a lacuna com o verbo adequado, de acordo com a variedade padrão da língua. (0,40) (A)Apressem-se, pois ainda não foi divulgado o relatório afirmando que os efeitos do aquecimento global _____________ ser ainda mais nefastos do que se supõem. (pode/ podem) (B) Com a migração dos investimentos_____________ novos desafios, onde o tempo de retorno do capital investido tem que ser o menor possível. (surge/ surgem) (C) A história das civilizações ________________________ como a busca por combustíveis capaz de gerar a energia necessária para nos aquecer no inverno e cozinhar alimentos. (pode ser contada/ podem ser contadas) (D) Os críticos da globalização, ao alegar que os ricos estão ficando mais ricos e os pobres mais pobres, _______________, com frequência, o campo de batalha errado. ( escolhe/ escolhem) Questão 06 Identifique a alternativa em que não aparece sujeito indeterminado. (0,20) a) Telefonaram para você nesta manhã e não deixaram recado. b) Vivemos bem nesta cidadezinha. c) Durante as comemorações, trouxeram muitos brinquedos para os garotos do orfanato. d) Come-se bem neste restaurante. e) Fala-se muito mal de estrangeiros por aqui, não? ( ) Não se é feliz sem um amor verdadeiro. ( ) Já faz anos que não o vejo. ( ) Faremos hoje a apresentação do nosso trabalho. ( ) O afeto e o amor contribuem para um mundo melhor. ( ) Ontem nossa turma fez uma excelente apresentação em aula.
  3. 3. 3 Nota Zero Depois de liderar as manifestações contrárias à realização do provão do MEC para avaliar a qualidade dos cursos superiores, o presidente da UNE, [...], explicou o protesto às câmaras de TV: - Na minha opinião não houveram tumultos. Agora sim, dá para entender por que a UNE queria que os estudantes entregassem a prova em branco... O Estado de S. Paulo,12/11/1996 Questão 07 (UFAC/AC - adaptada) Considere estas orações: (0,20) 1ª) “E havia muitas vozes de homens e de outras mulheres...” 2 ª) “Amanhã faz dois meses que ele nasceu.” 3ª) “Finalmente, chovia no Nordeste após longa estiagem.” 4ª) “Não existia ninguém com tantas qualidades.” Agora, identifique a afirmação correta. a. Todas estão sem sujeito. b. Somente a 3ª não tem sujeito. c. Somente a 1ª, a 2ª e a 3ª não tem sujeito. d. Somente a 2ª não tem sujeito. e. Somente a 3ª e a 4ª não tem sujeito. Questão 08 Leia este texto de jornal: a. Que tipo de erro gramatical o falante cometeu, motivando o jornal a lhe dar “nota zero”? O que teria levado esse falante a cometer o erro? (0,20) __________________________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________________________ b. Como o presidente da UNE ( União Nacional dos Estudantes) deveria ter falado, para não receber “nota zero”? (0,20) __________________________________________________________________________________________________________ __________________________________________________________________________________________________________ Questão 09 Identifique e classifique os verbos das frases abaixo segundo a sua predicação. (0,70) (1) Verbo de Ligação (2) Verbo Transitivo Direto (3) Verbo Transitivo Indireto (4) Verbo Bitransitivo
  4. 4. 4 (5) Verbo Intransitivo ( ) A seca castiga o Nordeste. ( ) Penso muito em meu namorado. ( ) Eu gosto de música popular brasileira. ( ) No Natal, dei a Pedro uma bonita camisa. ( ) Entregaram-te o livro? ( ) A noite chegou chuvosa. ( ) A leitura é uma viagem de autodescoberta. Questão 10. Para os termos destacados, marque: (0,25) (1) para adjunto adnominal (2) para predicativo do sujeito ( ) Os convidados estavam animados. ( ) O homem trabalhador progride. ( ) Aqueles dois meninos estudiosos passaram no IFBA. ( ) O professor parecia apreensivo. ( ) Aquele jogador roubou a minha bola. Questão 11. Nos pensamentos a seguir, faça a análise sintática identificando SUJEITO, PREDICADO/ NÚCLEO DO SUJEITO/ TRANSITIVIDADE VERBAL/ COMPLEMENTO VERBAL: (1,00) a) “A essência do prazer é a espontaneidade.” b) “Certas palavras não podem ser ditas.” (Carlos Drummond de Andrade) c) “ Seus verdadeiros amigos não precisam de explicação.” d) “Cada pessoa deixa em nós um pouco de si”.

×