REINOS BÁRBAROSREINOS BÁRBAROS
REINOSREINOSBÁRBAROSBÁRBAROS--Os Anglo-Saxões, que se estabeleceram naOs Anglo-Saxões, que se estabeleceram naGrã-Bretanha...
CostumesCostumes bárbarosbárbaros Os Germânicos não conheciam o Estado,Os Germânicos não conheciam o Estado,vivendo em co...
 A sociedade germânica era assimA sociedade germânica era assimcomposta:composta:-Nobreza: formada pelos líderes político...
 Economicamente, os germânicos viviamEconomicamente, os germânicos viviamda agricultura e do pastoreio. O sistemada agric...
 O REINO FRANCOO REINO FRANCOA história do Reino Franco desenvolve-se sobA história do Reino Franco desenvolve-se sobduas...
 OS MEROVÍNGIOSOS MEROVÍNGIOSO unificador das tribos francas foi ClóvisO unificador das tribos francas foi Clóvis ( neto...
 Com a morte de Clóvis, inicia-se umCom a morte de Clóvis, inicia-se umperíodo de enfraquecimento do poderperíodo de enfr...
 Entre os Mordomos do Paço, merceremEntre os Mordomos do Paço, merceremdestaque: Pepino dHerstal, que tornou adestaque: P...
 OS CAROLÍNGIOSOS CAROLÍNGIOSDinastia iniciada por Pepino, o Breve. ODinastia iniciada por Pepino, o Breve. Opoder real d...
 Após a legitimação de seu poder, PepinoApós a legitimação de seu poder, Pepinovai auxiliar a Igreja na luta contra osvai...
 O IMPÉRIO CAROLÍNGIOO IMPÉRIO CAROLÍNGIOCarlos Magno ampliou o Reino Franco porCarlos Magno ampliou o Reino Franco porme...
O vasto Império Carolíngio seráO vasto Império Carolíngio seráadministrado através das Capitulares, umadministrado através...
CARLOS MAGNOCARLOS MAGNONo reinado de Carlos Magno a prática doNo reinado de Carlos Magno a prática dobenefício (beneficiu...
Renascimento carolingioRenascimento carolingio Na época de Carlos Magno houve um certoNa época de Carlos Magno houve um c...
Conquistas de Carlos MagnoConquistas de Carlos Magno
DECADÊNCIA DO IMPÉRIO CAROLÍNGIODECADÊNCIA DO IMPÉRIO CAROLÍNGIOCom a morte de Carlos Magno, em 814, o poder vai paraCom a...
TRATADO DE VERDUMTRATADO DE VERDUM
 Após esta divisão, outras mais ocorrerãoApós esta divisão, outras mais ocorrerãodentro do que antes fora o Impériodentro...
Extinção da DinastiaExtinção da Dinastia Germânia: foi dividida em cinco ducadosGermânia: foi dividida em cinco ducados(S...
SOCIEDADE BÁRBARASOCIEDADE BÁRBARA
10° reinos bárbaros
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

10° reinos bárbaros

2.467 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.467
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
55
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

10° reinos bárbaros

  1. 1. REINOS BÁRBAROSREINOS BÁRBAROS
  2. 2. REINOSREINOSBÁRBAROSBÁRBAROS--Os Anglo-Saxões, que se estabeleceram naOs Anglo-Saxões, que se estabeleceram naGrã-Bretanha;Grã-Bretanha;-Os Visigodos estabeleceram-se na Espanha;-Os Visigodos estabeleceram-se na Espanha;-Os Vândalos fixaram-se na África do Norte;-Os Vândalos fixaram-se na África do Norte;-Os Ostrogodos que se instalaram na Itália;-Os Ostrogodos que se instalaram na Itália;-Os Suevos constituíram-se em Portugal;-Os Suevos constituíram-se em Portugal;-Os Lombardos no norte da Itália;-Os Lombardos no norte da Itália;-Os Francos que construíram seu reino na-Os Francos que construíram seu reino naFrança.França.
  3. 3. CostumesCostumes bárbarosbárbaros Os Germânicos não conheciam o Estado,Os Germânicos não conheciam o Estado,vivendo em comunidades tribais - cuja principalvivendo em comunidades tribais - cuja principalunidade era a Família. A reunião de famíliasunidade era a Família. A reunião de famíliasconstituía um Clã e o agrupamento de clãsconstituía um Clã e o agrupamento de clãsformava a Tribo. A instituição política maisformava a Tribo. A instituição política maisimportante dos povos germânicos era aimportante dos povos germânicos era aAssembléia de Guerreiros, responsável porAssembléia de Guerreiros, responsável portodas as decisões importantes e chefiada portodas as decisões importantes e chefiada porum rei ( rei que era indicado pela Assembléia eum rei ( rei que era indicado pela Assembléia eque, por isto mesmo, controlava o seu poder ).que, por isto mesmo, controlava o seu poder ).Os jovens guerreiros se uniam -em tempos deOs jovens guerreiros se uniam -em tempos deguerra -a um chefe militar por laços deguerra -a um chefe militar por laços defidelidade, o chamado Comitatus.fidelidade, o chamado Comitatus.
  4. 4.  A sociedade germânica era assimA sociedade germânica era assimcomposta:composta:-Nobreza: formada pelos líderes políticos-Nobreza: formada pelos líderes políticose grandes proprietários de terras;e grandes proprietários de terras;-Homens-livres: pequenos proprietários e-Homens-livres: pequenos proprietários eguerreiros que participavam daguerreiros que participavam daAssembléia;Assembléia;-Homens não-livres: os vencidos em-Homens não-livres: os vencidos emguerras que viviam sob o regime deguerras que viviam sob o regime deservidão e presos à terra e os escravos -servidão e presos à terra e os escravos -grupo formado pelos prisioneiros degrupo formado pelos prisioneiros deguerra.guerra.
  5. 5.  Economicamente, os germânicos viviamEconomicamente, os germânicos viviamda agricultura e do pastoreio. O sistemada agricultura e do pastoreio. O sistemade produção estava dividido nasde produção estava dividido naspropriedades privadas e nas chamadaspropriedades privadas e nas chamadaspropriedades coletivaspropriedades coletivas ( florestas e pastos ).( florestas e pastos ).A religião era politeísta e seus deusesA religião era politeísta e seus deusesrepresentavam as forças da natureza.representavam as forças da natureza.
  6. 6.  O REINO FRANCOO REINO FRANCOA história do Reino Franco desenvolve-se sobA história do Reino Franco desenvolve-se sobduas dinastias:duas dinastias:-Dinastia dos Merovíngios ( século V ao século-Dinastia dos Merovíngios ( século V ao séculoVIII )VIII ) -Dinastia dos Carolíngios ( século VIII ao século-Dinastia dos Carolíngios ( século VIII ao séculoIX ).IX ).
  7. 7.  OS MEROVÍNGIOSOS MEROVÍNGIOSO unificador das tribos francas foi ClóvisO unificador das tribos francas foi Clóvis ( neto de Meroveu, um rei lendário que dá( neto de Meroveu, um rei lendário que dánome a dinastia). Em seu reinado houvenome a dinastia). Em seu reinado houveuma expansão territorial e a conversãouma expansão territorial e a conversãodos Francos ao cristianismo que passamdos Francos ao cristianismo que passama receber apóio da Igreja Católica; e aa receber apóio da Igreja Católica; e aIgreja Católica que terá seu número deIgreja Católica que terá seu número deadeptos aumentado, e contará com oadeptos aumentado, e contará com oapóio militar dos Francos.apóio militar dos Francos.
  8. 8.  Com a morte de Clóvis, inicia-se umCom a morte de Clóvis, inicia-se umperíodo de enfraquecimento do poderperíodo de enfraquecimento do poderreal, o chamado Período dos reisreal, o chamado Período dos reisindolentes. Neste período, ao lado doindolentes. Neste período, ao lado doenfraquecimento do poder real haverá oenfraquecimento do poder real haverá ofortalecimento dos ministros do rei, ofortalecimento dos ministros do rei, ochamado Mordomo do Paço (Majorchamado Mordomo do Paço (MajorDomus).Domus).
  9. 9.  Entre os Mordomos do Paço, merceremEntre os Mordomos do Paço, merceremdestaque: Pepino dHerstal, que tornou adestaque: Pepino dHerstal, que tornou afunção hereditária; Carlos Martel, quefunção hereditária; Carlos Martel, quevenceu os árabes na batalha de Poitiers,venceu os árabes na batalha de Poitiers,em 732 e Pepino, o Breve, o criador daem 732 e Pepino, o Breve, o criador dadinastia Carolíngia.dinastia Carolíngia. A Batalha de Poitiers representa a vitóriaA Batalha de Poitiers representa a vitóriacristã sobre o avanço muçulmano nacristã sobre o avanço muçulmano naEuropa. Após esta batalha, Carlos MartelEuropa. Após esta batalha, Carlos Martelficou conhecido como "o salvador daficou conhecido como "o salvador dacristandade ocidental".cristandade ocidental".
  10. 10.  OS CAROLÍNGIOSOS CAROLÍNGIOSDinastia iniciada por Pepino, o Breve. ODinastia iniciada por Pepino, o Breve. Opoder real de Pepino foi legitimado pelapoder real de Pepino foi legitimado pelaIgreja, iniciando-se assim uma aliançaIgreja, iniciando-se assim uma aliançaentre o Estado e a Igreja - muito comumentre o Estado e a Igreja - muito comumna Idade Média, bem como o início dena Idade Média, bem como o início deuma interferência da Igreja em assuntosuma interferência da Igreja em assuntospolíticos.políticos.
  11. 11.  Após a legitimação de seu poder, PepinoApós a legitimação de seu poder, Pepinovai auxiliar a Igreja na luta contra osvai auxiliar a Igreja na luta contra osLombardos. As terras conquistadas dosLombardos. As terras conquistadas dosLombardos foram entregues à Igreja,Lombardos foram entregues à Igreja,constituindo o chamado Patrimônio deconstituindo o chamado Patrimônio deSão Pedro. A prática de doações deSão Pedro. A prática de doações deterras à Igreja irá transformá-la na maiorterras à Igreja irá transformá-la na maiorproprietária de terras da Idade Média.proprietária de terras da Idade Média.Com a morte de Pepino, o Breve e de seuCom a morte de Pepino, o Breve e de seufilho mais velho Carlomano, o poder ficafilho mais velho Carlomano, o poder ficacentrado nas mãos de Carlos Magno.centrado nas mãos de Carlos Magno.
  12. 12.  O IMPÉRIO CAROLÍNGIOO IMPÉRIO CAROLÍNGIOCarlos Magno ampliou o Reino Franco porCarlos Magno ampliou o Reino Franco pormeio de uma política expansionista. Omeio de uma política expansionista. OImpério Carolíngio vai compreender osImpério Carolíngio vai compreender osatuais países da França, Holanda,atuais países da França, Holanda,Bélgica, Suiça, Alemanha, RepúblicaBélgica, Suiça, Alemanha, RepúblicaTcheca, Eslovênia, parte da Espanha, daTcheca, Eslovênia, parte da Espanha, daÁustria e Itália.Áustria e Itália.A Igreja Católica, representada pelo PapaA Igreja Católica, representada pelo PapaLeão III, vai coroá-lo imperador do SacroLeão III, vai coroá-lo imperador do SacroImpério Romano, no Natal do ano 800.Império Romano, no Natal do ano 800.
  13. 13. O vasto Império Carolíngio seráO vasto Império Carolíngio seráadministrado através das Capitulares, umadministrado através das Capitulares, umconjunto de leis imposto a todo o Império.conjunto de leis imposto a todo o Império.O mesmo será dividido em províncias: osO mesmo será dividido em províncias: osCondados, administrados pelos condes;Condados, administrados pelos condes;os Ducados, administrados pelos duquesos Ducados, administrados pelos duquese as Marcas, sob a tutela dos marqueses.e as Marcas, sob a tutela dos marqueses.Condes, Duques e Marqueses estavamCondes, Duques e Marqueses estavamsob a vigilância dos Missi Dominicisob a vigilância dos Missi Dominici-funcionários que em nome do rei-funcionários que em nome do reiinspecionavam as províncias einspecionavam as províncias econtrolavam seus administradores.controlavam seus administradores.
  14. 14. CARLOS MAGNOCARLOS MAGNONo reinado de Carlos Magno a prática doNo reinado de Carlos Magno a prática dobenefício (beneficium) foi muito difundida,benefício (beneficium) foi muito difundida,como forma de ampliar o poder real. Estacomo forma de ampliar o poder real. Estaprática consistia na doação de terras aprática consistia na doação de terras aquem prestasse serviços ao rei, tendoquem prestasse serviços ao rei, tendopara com ele uma relação de fidelidade.para com ele uma relação de fidelidade.a origem do FEUDO.a origem do FEUDO.
  15. 15. Renascimento carolingioRenascimento carolingio Na época de Carlos Magno houve um certoNa época de Carlos Magno houve um certodesenvolvimento cultural, o chamado Renascimentodesenvolvimento cultural, o chamado RenascimentoCarolíngio, caracterizado pela promoção das atividadesCarolíngio, caracterizado pela promoção das atividadesculturais, através da criação de escolas e pela vinda deculturais, através da criação de escolas e pela vinda desábios de várias partes da Europa, tais como Paulosábios de várias partes da Europa, tais como PauloDiácono, Eginardo e Alcuíno - monge fundador daDiácono, Eginardo e Alcuíno - monge fundador daescola palatina.escola palatina.Este "renascimento" contribuiu para a preservação e aEste "renascimento" contribuiu para a preservação e atransmissão de valores da cultura clássica ( greco-transmissão de valores da cultura clássica ( greco-romana ). Destaque para a ação dos mosteiros,romana ). Destaque para a ação dos mosteiros,responsáveis pela tradução e cópia de manuscritosresponsáveis pela tradução e cópia de manuscritosantigos.antigos.
  16. 16. Conquistas de Carlos MagnoConquistas de Carlos Magno
  17. 17. DECADÊNCIA DO IMPÉRIO CAROLÍNGIODECADÊNCIA DO IMPÉRIO CAROLÍNGIOCom a morte de Carlos Magno, em 814, o poder vai paraCom a morte de Carlos Magno, em 814, o poder vai paraseu filho Luís, o Piedoso, o qual conseguiu manter aseu filho Luís, o Piedoso, o qual conseguiu manter aunidade do Império. Com a sua morte, em 841, o Impériounidade do Império. Com a sua morte, em 841, o Impériofoi dividido entre os seus filhos. A divisão do Impériofoi dividido entre os seus filhos. A divisão do Impérioocorreu em 843, com a assinatura do Tratado de Verdunocorreu em 843, com a assinatura do Tratado de Verdunestabelecendo que:estabelecendo que:Carlos, o Calvo ficasse com a parte ocidental ( a FrançaCarlos, o Calvo ficasse com a parte ocidental ( a Françaatual);atual);Lotário ficasse com a parte central ( da Itália ao mar doLotário ficasse com a parte central ( da Itália ao mar doNorte) eNorte) eLuís, o Germânico ficasse com a parte oriental do ImpérioLuís, o Germânico ficasse com a parte oriental do Império
  18. 18. TRATADO DE VERDUMTRATADO DE VERDUM
  19. 19.  Após esta divisão, outras mais ocorrerãoApós esta divisão, outras mais ocorrerãodentro do que antes fora o Impériodentro do que antes fora o ImpérioCarolíngio. Estas divisões fortalecem osCarolíngio. Estas divisões fortalecem ossenhores locais, contribuindo para asenhores locais, contribuindo para adescentralização política que, somada adescentralização política que, somada auma onda de invasões sobre a Europa, àuma onda de invasões sobre a Europa, àpartir do século IX ( normandos, magiarespartir do século IX ( normandos, magiarese muçulmanos ) contribuem para ae muçulmanos ) contribuem para acristalização do feudalismocristalização do feudalismo
  20. 20. Extinção da DinastiaExtinção da Dinastia Germânia: foi dividida em cinco ducadosGermânia: foi dividida em cinco ducados(Saxonia,Lorena,Franconia,Baviera e(Saxonia,Lorena,Franconia,Baviera eSuábia)Suábia) Aliados ao Papa , passou a serAliados ao Papa , passou a serreconhecido como:reconhecido como: Sacro Império Romano-GermânicoSacro Império Romano-Germânico
  21. 21. SOCIEDADE BÁRBARASOCIEDADE BÁRBARA

×