III Congresso Brasileiro de Naturopatia e Iridologia 11/10/2011 - Guarulhos - SP A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivênci...
A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivência no Mundo Moderno Apresentação Pessoal Bacharel em Ciências Sociais pela UFRJ/IF...
III Congresso Brasileiro de Naturopatia e Iridologia 11/10/2011 - Guarulhos - SP  A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivênc...
III Congresso Brasileiro de Naturopatia e Iridologia Guarulhos - SP  A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivência no Mundo M...
III Congresso Brasileiro de Naturopatia e Iridologia Guarulhos - SP  A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivência no Mundo M...
III Congresso Brasileiro de Naturopatia e Iridologia Guarulhos - SP  A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivência no Mundo M...
Índice (1) A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivência no Mundo Moderno <ul><li>1.  Disciplinas Necessárias (1) </li></ul><...
Índice (2)  A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivência no Mundo Moderno <ul><li>29.  Tipos de Câncer </li></ul><ul><li>30....
Índice (3)  A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivência no Mundo Moderno <ul><li>57.  Unha-de-Gato </li></ul><ul><li>58.  I...
1. Disciplinas Necessárias para o Estudo do Câncer (1) Processo de Destruição de uma Célula Cancerosa
2. Disciplinas Necessárias para o Estudo do Câncer (2) Processo de Destruição de uma Célula Cancerosa
3. Disciplinas Necessárias para o Estudo do Câncer (3) Processo de Destruição de uma Célula Cancerosa
4. Disciplinas Necessárias para o Estudo do Câncer (4) Processo de Destruição de uma Célula Cancerosa
5. As Grandes Ameaças à nossa Saúde (1) <ul><li>Bactérias e vírus patogênicos. </li></ul><ul><li>Agrotóxicos nos agronegóc...
6. As Grandes Ameaças à nossa Saúde (2) <ul><li>Contaminação dos alimentos por agrotóxicos. </li></ul><ul><li>Aditivos quí...
7. As Grandes Ameaças à nossa Saúde (3) FISIOLÓGICAS <ul><li>Vida sedentária </li></ul><ul><li>Os radicais livres. </li></...
8. As Curvas Ascendentes das Doenças  Degenerativas no Século XX <ul><li>Em 1910, Osler considerava uma raridade a doença ...
9. O Câncer de Mama nos Estados Unidos Aumento da incidência de câncer de mama nos Estados Unidos entre 1940 e 2000.
10. O Aumento do Dióxido de Carbono na Atmosfera Este gráfico mostra o aumento durante 30 anos dos níveis de dióxido de ca...
11. O Efeito Estufa Um século de aquecimento global.  A situação em meados de 1988, quando Hansen declarou:  O efeito estu...
12. Produção de Substâncias Químicas  Sintéticas A produção de substâncias químicas sintéticas, como os pesticidas, é um f...
13. Substâncias Sintéticas Potencialmente Perigosas (1) PBDE (Polibromato Difenil Eter) Retardar a propagação das chamas, ...
14. Substâncias Sintéticas Potencialmente Perigosas (2) PFOA (Teflon) Retardar a propagação das chamas, utilizado em tapet...
15. Comportamento e Destino dos Agrotóxicos
16. Hormônios Cancerígenos
17. A Viagem dos Agentes Químicos (1) <ul><li>Agentes químicos fabricados em um continente (1947) podem viajar milhares de...
18. A Viagem dos Agentes Químicos (2) <ul><li>Quase meio século mais tarde, o ascarel pode ser encontrado em qualquer luga...
19. A Contaminação da Cadeia Alimentar por PCB’s
20. Biomagnificação de PCB’s À medida que os PCB’s avançam pela cadeia alimentar, sua concentração no tecido dos animais p...
21. Câncer de Mama em São Francisco x Xangai Câncer de mama (por 100.000 pessoas) entre as chinesas que emigraram para São...
22. A Incidência de Câncer de Mama e de Próstata
23. A Inflamação <ul><li>Processo inflamatório normal.  </li></ul><ul><li>Uma lesão em um tecido atrai as células imunológ...
24. A Célula Cancerosa (1)
25. A Célula Cancerosa (2)
26. A Célula Cancerosa (3)
27. O sistema imunológico em ação As células brancas do sistema imunológico atacam uma célula cancerosa (no centro).  Elas...
28. A Célula Cancerosa <ul><li>O círculo vicioso do câncer.  </li></ul><ul><li>As células cancerosas desviam os processos ...
29. Tipos de Câncer provocados por inflamações <ul><li>Linfoma MALT  <  Helicobacter pylori </li></ul><ul><li>Brônquios  <...
30. As inflamações Crônicas favorecem o Câncer <ul><li>Os pacientes cancerosos, cujo nível de inflamação é mais baixo tem ...
31. A Evolução do Consumo de Açúcar no Mundo Quando ingerimos açúcar ou farinha branca, que fazem subir rapidamente a taxa...
32. O Câncer se Nutre de Açúcar <ul><li>O biólogo alemão Otto Warburg (1883-1970) recebeu o prêmio Nobel de medicina por t...
33. O Choque Glicêmico Gráfico do Índice/teor glicêmico X – carboidrato de alto índice glicêmico O – carboidrato de baixo ...
34. Princípios Fundamentais para Ativar o Sistema Imunológico e se Defender do Câncer <ul><li>-  Desintoxicação das substâ...
35. O camundongo que resistiu às células cancerosas S180 As células cancerosas S180 são as mais virulentas.  Provocam o câ...
36. Substâncias Poderosas contra o Câncer Alimentos ou remédios?  Certos alimentos contêm moléculas reconhecidas pela comu...
37. A Angiogênese do Câncer A angiogênese é o processo de formação de novos vasos sanguíneos.  Esse processo transforma um...
38. A Inibição da Angiogênese do Câncer Os flavonóides inibem o mecanismo essencial à angiogênese das células cancerosas, ...
39. O Estilo de Vida que Resiste ao Câncer O Dr. Dean Ornish  realizou experiência controlada com 93 pacientes de câncer d...
40. O que Inibe e o que estimula as células imunológicas <ul><li>O que inibe o sistema imunológico: </li></ul><ul><li>Diet...
41. Compostos contra o  Câncer Em camundongos fêmeas, a exposição crônica ao DMBA (cancerígeno) provoca 100% de cânceres d...
42. O Desequilíbrio da Alimentação Ocidental
43. A Ocorrência de Câncer depende da Alimentação Verifica-se em todos os países uma relação direta entre a frequência dos...
44. Dieta de Béliveau contra o Câncer de Cólon Certos alimentos inibem especificamente o crescimento das células de certos...
45. Tabela de Gaube du Gers (1) 0,02 g. Abundante Oxalato de cálcio 1,29 1,89 Coeficiente de difusão 0,580 g. 0,512 g Ácid...
46. Tabela de Gaube du Gers (2) <ul><li>São análises baseadas em observações de elementos da urina de 423 pacientes, num p...
47. Mapa do Magnésio Mapa do Câncer na França DELBET, Pierre (1861-1957) – Politique Préventive du Cancer (1944)
48. Alimentação Desintoxicada (1)
49. Alimentação Desintoxicada (2)
50. Alimentação Desintoxicada (3) Bom Apetite!
51. O Câncer e o Saber Médico Popular « - Você sabe por que ainda não curaram o câncer? É porque o nego ainda não descobri...
52.  Pfaffia glomerata  (Sp.) Pedersen (1967) Novalgina AMARANTHACEAE Suas raízes são usadas pelos índigenas da Amazônia h...
53 . Pfaffia paniculata  (Mart.) Kuntze Para-Tudo AMARANTHACEAE Suas raízes são usadas pelos índigenas da Amazônia há 300 ...
54.  Catharanthus roseus  (L.) G. Don (1835) Pervinca APOCYNACEAE PROPRIEDADES: os alcalóides identificados na planta poss...
55.  Aloe vera  (L.) Burm. f. (1768) Babosa ASPHODELACEAE Planta de uso popular muito antigo, citada no papiro de Ebers. P...
56.  Smallanthus sonchifolius  H. Rob. (1978) Batata Yacon   Cultivada e consumida desde os tempos pré-incaicos. Baixo índ...
57.  Dolichandra unguis-cati  Loh. (2008) Unha-de-Gato PROPRIEDADES: diurética, febrífugo. Usa-se contra o envenamento pel...
58.  Handroanthus avellanedae  Mattos (1970) Ipê-roxo (1) BIGNONIACEAE PROPRIEDADES: ntimicrobiano, antifúngico, diurético...
59.  Tabebuia heptaphylla  (Vell.) Toledo Ipê-roxo (2) BIGNONIACEAE PROPRIEDADES: ntimicrobiano, antifúngico, diurético, a...
60.  Symphytum officinale  L. (1753) Confrei PROPRIEDADES: cicatrizante, hemostático (raízes), antimicrobiana, hipotensiva...
61.  Chlorella  sp. CHLORELLACEAE Suplemento alimentar (aminoácidos 60 %), desintoxicante, normalizante da função intestin...
62.  Synadenium carinatum  Boiss. (1862) Maria-Mole PROPRIEDADES: fortalecimento do sistema imunológico, redução da inflam...
63.  Tirucalia tirucalli  (L.) P.V. Heath (1996) Avelós Herbário Chico Mendes - Itapeba - Maricá  EUPHORBIACEAE PROPRIEDAD...
64.  Cyrtopodium andersonii  Brown   (1841) Sumaré ORCHIDACEAE A massa mucilaginosa dos pseudobulbos é empregada, em uso e...
65.  Uncaria guianensis  Gmel. (1791) Unha-de-Gato (1) RUBIACEAE HISTÓRICO: Acredita-se que os indígenas do Peru usam-nas ...
66.  Uncaria tomentosa  DC. (1830) Unha-de-Gato (2) RUBIACEAE HISTÓRICO: Acredita-se que os indígenas do Peru usam-nas pel...
Bibliografia Consultada (1) ACHARÁN, Manuel Lezaeta (1881-1959): 1956 -  La Medicina Natural al Alcance de Todos  - 13ª Ed...
Bibliografia Consultada ALMEIDA, Eduardo & Luiz PEAZÊ: 2007 -  O Elo Perdido da Medicina - O Afastamento da Noção de Vida ...
Bibliografia Consultada ANTUNES, Francisco (1916- ): 2000 -  Terapia Ortomolecular Natural - O Uso da Água do Mar como Mét...
Bibliografia Consultada ATKINS, Robert C. (1930-2003): 1981 -  A Nutrição Revolucionária do Dr. Atkins (Dr. Atkins's Nutri...
Bibliografia Consultada BALCH, James F. (1933- ) & Phyllis A. BALCH: 1995 -  Receitas para a Cura Através de Nutrientes (P...
Bibliografia Consultada BENSON, Herbert: 1980 -  Medicina Humanista (The Mind Body Effect)  - 1ª Ed. - Ed. Brasiliense - S...
Bibliografia Consultada BIER, August (1861-1949): 1941 -  Para a Classe Médica - Um Precioso Estudo Sobre Homeopatia  - 1ª...
Bibliografia Consultada BONTEMPO, Márcio (1952- ): 1985 -  Relatório Orion - Os Graves Perigos por trás dos Aditivos e Agr...
Bibliografia   Consultada CANGUILHEM, Georges (1904-1995): 1971 -  Lo Normal y lo Patologico (Le Normal et le Pathologique...
Bibliografia Consultada CARSON, Rachel L. (1907-1964): 1964 -  Primavera Silenciosa ( Silent Spring )  - 1ª Ed. - Ed. Melh...
Bibliografia   Consultada CASTIGLIONI, Arturo (1874-1952): 1947 -  História da Medicina (History of Medicine)  - 1ª Ed. - ...
Bibliografia   Consultada CID, Felipe (1930- ): 1974 -  Reflexiones sobre Historia de la Medicina  - 1ª Ed. - Ed. Anagrama...
Bibliografia Consultada CONSTÁN, Francisco Albertos: 1993 -  La Medicina Integral - Bases Teóricas de la Nueva Medicina  -...
Bibliografia Consultada DELBET, Pierre (1861-1957): 1978 -  Politique Préventive du Cancer - Cytophylaxie  - 3ª Ed. - Ed. ...
Bibliografia Consultada DORST, Jean (1924- ): 1973 -  Antes que a Natureza Morra - por uma Ecologia Política (Avant que Na...
Bibliografia Consultada DUFTY, William (1916-2002): 1978 -  Sugar Blues  - 1ª Ed. - Ed. Ground - Rio de Janeiro - Brasil -...
Bibliografia Consultada EBERHARDT, Hans-Georg (1942- ): 2011 -  Medicina que Cura - Medicina que Adoece (Revision und Refo...
Bibliografia Consultada FEDERMANN, Sidney  & Miriam Federmann: 2000 -  A Alimentação que Evita o Câncer - e outras Doenças...
Bibliografia Consultada FITZGERALD, Randall (1950- ): 2008 -  Cem Anos de Mentira - Como Proteger-se dos Produtos Químicos...
Bibliografia Consultada (20) FOUCAULT, Michel (1926-1984): 1977 -  O Nascimento da Clínica (Naissance de la Clinique)  - 1...
Bibliografia Consultada GOMES, Heyder de Siqueira: 1959 -  A Verdade Sobre o Câncer - Ao Alcance de Todos  - 1ª Ed. - Ed. ...
Bibliografia Consultada GONZALEZ, Alberto Peribanez: 2011 -  Lugar de Médico É na Cozinha - Cura e Saúde pela Alimentação ...
Bibliografia Consultada ILLICH, Ivan (1926-2002): 1975 -  A Expropriação da Saúde - Nêmesis da Medicina (Némésis Medicale ...
Bibliografia Consultada LACERDA, Paulo de: 1998 -  Vade-Mécum de Medicina Homeopática, Biomolecular e Homotoxicologia  - 1...
Bibliografia Consultada LORENZI, Harri (1949- ) & Francisco José de Abreu MATOS (1924-2008): 2008 -  Plantas Medicinais no...
Bibliografia Consultada LEDERER, Jean: 1990 -  Magnésio - Mitos e Realidades ( Magnésium Mythes et Réalité )  - 1ª Ed. - E...
Bibliografia Consultada LOVELOCK, James E. (James E. Lovelock): 1989 -  Gaia - Um Novo Olhar sobre a Vida na Terra (Gaia -...
Bibliografia Consultada MAISIN, J. H.: 1950 -  El Cáncer - Herencia, Hormonas, Substancias Cancerigenas, Radiaciones (Viru...
Bibliografia Consultada MURRAY, Michael & T. Birdsall; J. Pizzorno & P.REILLY: 2005 -  Como Prevenir e Tratar o Câncer com...
Bibliografia Consultada OLSZEWER, Efrain: 1995 -  Radicais Livres em Medicina  - 2ª Ed. - Ed. Byk - São Paulo - Brasil - 2...
Bibliografia Consultada PAGE, Melvin E. & H. Leon ABRAMS: 1998 -  El Mejor Médico, su Cuerpo - Un Programa Dietético y de ...
Bibliografia Consultada PECH, J.- L. (1889- ): 1968 -  Ameaças contra sua Vida - A Epidemia do Século XX: As Mortes Súbita...
Bibliografia Consultada PIERQUIN, Georges: 1970 -  Les Médecins Parallèles - Le Dossier de la Médecine non Officielle ... ...
Bibliografia Consultada REICH, Wilhelm (1897-1957): 1975 -  La Biopathie du Cancer (Der Krebs)  - 1ª Ed. - Ed. Payot - Par...
Bibliografia Consultada RIZZINI, Jorge: 1967 -  A Verdade Sobre o Ipê-Roxo e suas Aplicações  - 1ª Ed. - Ed. Santo Antonio...
Bibliografia Consultada ROOT-BERNSTEIN, Robert (1953- ) & Michèle ROOT-BERNSTEIN: 1998 -  A Incrível História dos Remédios...
Bibliografia Consultada SERVAN-SCHREIBER, David (1961- ): 2004 -  Curar o Stress, A Ansiedade e a Depressão - sem Medicame...
Bibliografia Consultada STEWARD, H. Leighton & M. BETHEA & S. S. ANDREWS & L. A. BALART: 1998 -  Sugar Busters! - Cut Suga...
Bibliografia Consultada TREIGER, Jaime (1926-2006): 1999 -  Leis Químicas da Imunidade Segundo o Conceito Koch - Fundament...
Bibliografia Consultada (40) TRUDEAU, Kevin: 2007 -  Curas Naturais - Que 'Eles' não Querem que você Saiba (Natural Cures ...
Bibliografia Consultada (41) VANNIER, Leon (1880-1963): 1952 -  Les Canceriniques et leur Traitement Homoeopatique - Étude...
Bibliografia Consultada (42) ZAGO, Frei Romano (1932- ): 1998 -  Câncer Tem Cura!  - 12ª Ed. - Ed. Vozes - Petrópolis - Br...
III Congresso Brasileiro de Naturopatia e Iridologia  11/10/2011 - Guarulhos - SP A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivênc...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivência no Mundo Moderno

4.457 visualizações

Publicada em

A metodologia de pesquisa da luta contra o câncer, de um ponto de vista preventivo, deve buscar recursos basicamente na alimentação, na desintoxicação e no estilo de vida, com o objetivo de reduzir os índices alarmantes e epidêmicos do câncer a nível planetário, em especial nos países industrialmente mais desenvolvidos. Em função disso, a espécie humana, assim como inúmeras espécies animais selvagens, estão sofrendo mutações genéticas produzidas pelo ambiente químico-sintético em que vivemos.
Provavelmente somente sobreviverá quem tiver acesso a informações privilegiadas.
Palestra apresentada no III Congresso Brasileiro de Naturopatia e Iridologia em Guarulhos - SP em 11/10/2011, promovido pelo Instituto Nacional de Naturopatia Aplicada (INNAP) e Projeto Plátano coordenado pelo Prof. Edomar Cunha.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.457
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
118
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivência no Mundo Moderno

  1. 1. III Congresso Brasileiro de Naturopatia e Iridologia 11/10/2011 - Guarulhos - SP A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivência no Mundo Moderno Prof. Douglas Carrara Antropólogo e Escritor
  2. 2. A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivência no Mundo Moderno Apresentação Pessoal Bacharel em Ciências Sociais pela UFRJ/IFCS com concentração em Antropologia (1971/1977). Atualmente é professor, escritor, antropólogo, agroecologista, restaurador de livros, livreiro e pesquisador de medicina popular e fitoterapia. Ministra conferências, cursos e palestras na área de medicina popular, fitoterapia brasileira, alimentação orgânica, medicina integral e antropologia da saúde desde 1977, assim como tem participado de congressos e simpósios de plantas medicinais, terapias naturais e fitoterapia. Autor do livro “Possangaba – O Pensamento Médico Popular”, com base em pesquisa realizada através da FIOCRUZ (Programa Peses/Peppe) na região de Magé (RJ). Coordenador da Biblioteca e Herbário Chico Mendes com sede em Maricá – RJ ( www. bchicomendes .com ) e do Programa de computador Naturo- Data de informatização da fitoterapia brasileira (530 plantas medicinais catalogadas e 6.000 volumes. Leciona atualmente no Instituto Ecologia da Mente no Rio de Janeiro (Recreio dos Bandeirantes) e Estação Paraíso no Rio de Janeiro.
  3. 3. III Congresso Brasileiro de Naturopatia e Iridologia 11/10/2011 - Guarulhos - SP A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivência no Mundo Moderno David Servan-Schreiber (1961-2011)
  4. 4. III Congresso Brasileiro de Naturopatia e Iridologia Guarulhos - SP A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivência no Mundo Moderno Estamos expondo populações inteiras a agentes químicos extremamente venenosos. Agentes químicos que, em muitos casos, têm efeitos cumulativos. Atualmente, este tipo de exposição começa a acontecer tanto antes como durante o nascimento. Ninguém sabe ainda quais serão os resultados deste experimento, já que não há nenhum paralelo anterior que possa nos guiar. Rachel Carson (1907-1964)
  5. 5. III Congresso Brasileiro de Naturopatia e Iridologia Guarulhos - SP A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivência no Mundo Moderno Sempre pensei que o único problema da medicina científica fosse o fato de ela não ser suficientemente científica. A medicina moderna só se tornará verdadeiramente científica quando os médicos e seus pacientes tiverem aprendido a tirar partido das forças do corpo e do espírito que agem através do poder de cura da natureza. René Dubos (1901-1982)
  6. 6. III Congresso Brasileiro de Naturopatia e Iridologia Guarulhos - SP A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivência no Mundo Moderno A causa e a cura do câncer devem ser buscadas na relação direta com a nutrição humana. Peço, pois, aos governos dos países interessados em sanar este mal da face da terra que busquem aplicar seus esforços em verbas nas pesquisas eco-alimentares, para que a humanidade possa libertar-se desta terrível praga. Albert Sabin (1906-1993)
  7. 7. Índice (1) A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivência no Mundo Moderno <ul><li>1. Disciplinas Necessárias (1) </li></ul><ul><li>2. Disciplinas Necessárias (2) </li></ul><ul><li>3. Disciplinas Necessárias (3) </li></ul><ul><li>4. Disciplinas Necessárias (4) </li></ul><ul><li>5. Grandes Ameaças (1) </li></ul><ul><li>6. Grandes Ameaças (2) </li></ul><ul><li>7. Grandes Ameaças (3) </li></ul><ul><li>8. Curvas Ascendentes das Doenças </li></ul><ul><li>9. O Câncer de Mama nos EUA </li></ul><ul><li>10. O aumento do CO2 </li></ul><ul><li>11. O efeito estufa </li></ul><ul><li>12. Produção de Sintéticos </li></ul><ul><li>13. Substâncias Perigosas (1) </li></ul><ul><li>14. Substâncias Perigosas (2) </li></ul><ul><li>15. Comportamento dos Agrotóxicos </li></ul><ul><li>16. Hormônios Cancerígenos </li></ul><ul><li>17. A Viagem dos Agentes Químicos (1) </li></ul><ul><li>18. A Viagem dos Agentes Químicos (2) </li></ul><ul><li>19. Contaminação da Cadeia p/ PCB’s. </li></ul><ul><li>20. Biomagnificação de PCB’s. </li></ul><ul><li>21. Câncer de Mama nos EUA e Xangai </li></ul><ul><li>22. A Incidência de Câncer de Mama </li></ul><ul><li>23. A Inflamação </li></ul><ul><li>24. A Célula Cancerosa (1) </li></ul><ul><li>25. A Célula Cancerosa (2) </li></ul><ul><li>26. A Célula Cancerosa (3) </li></ul><ul><li>27. O Sistema Imunológico em Ação </li></ul><ul><li>28. A Célula Cancerosa </li></ul>
  8. 8. Índice (2) A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivência no Mundo Moderno <ul><li>29. Tipos de Câncer </li></ul><ul><li>30. Inflamações Crônicas Favorecem </li></ul><ul><li>31. Evolução do Consumo de Açúcar </li></ul><ul><li>32. O Câncer se Nutre de Açúcar </li></ul><ul><li>33. O Choque Glicêmico </li></ul><ul><li>34. Princípios Fundamentais </li></ul><ul><li>35. O Camondongo que Resistiu </li></ul><ul><li>36. Substâncias Poderosas </li></ul><ul><li>37. A Angiogênese do Câncer </li></ul><ul><li>38. A Inibição da Angiogênese </li></ul><ul><li>39 O Estilo de Vida que Resiste </li></ul><ul><li>40. O que Inibe </li></ul><ul><li>41. Compostos contra o Câncer </li></ul><ul><li>42. O Desequilíbrio da Alimentação </li></ul><ul><li>43. A Ocorrência de Câncer </li></ul><ul><li>44. Dieta de Béliveau contra o Câncer </li></ul><ul><li>45. Tabela de Gaube du Gers (1) </li></ul><ul><li>46. Tabela de Gaube du Gers (2) </li></ul><ul><li>47. Mapa do Magnésio e do Câncer </li></ul><ul><li>48. Alimentação Desintoxicada (1) </li></ul><ul><li>49. Alimentação Desintoxicada (2) </li></ul><ul><li>50. Alimentação Desintoxicada (3) </li></ul><ul><li>51. O Câncer e o Saber Popular </li></ul><ul><li>52. Novalgina </li></ul><ul><li>53. Para-Tudo </li></ul><ul><li>54. Pervinca </li></ul><ul><li>55. Babosa </li></ul><ul><li>56. Batata Yacon </li></ul>
  9. 9. Índice (3) A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivência no Mundo Moderno <ul><li>57. Unha-de-Gato </li></ul><ul><li>58. Ipê-Roxo (1) </li></ul><ul><li>59. Ipê-Roxo (2) </li></ul><ul><li>60. Confrei </li></ul><ul><li>61. Clorela </li></ul><ul><li>62. Maria-Mole </li></ul><ul><li>63. Avelós </li></ul><ul><li>64. Sumaré </li></ul><ul><li>65. Unha-de-Gato (1) </li></ul><ul><li>66. Unha-de-Gato (2) </li></ul><ul><li>FIM </li></ul><ul><li>Bibliografia Consultada (1) </li></ul><ul><li>Bibliografia Consultada (20) </li></ul><ul><li>Bibliografia Consultada (40) </li></ul>Bibliografia Consultada (41) Bibliografia Consultada (42)
  10. 10. 1. Disciplinas Necessárias para o Estudo do Câncer (1) Processo de Destruição de uma Célula Cancerosa
  11. 11. 2. Disciplinas Necessárias para o Estudo do Câncer (2) Processo de Destruição de uma Célula Cancerosa
  12. 12. 3. Disciplinas Necessárias para o Estudo do Câncer (3) Processo de Destruição de uma Célula Cancerosa
  13. 13. 4. Disciplinas Necessárias para o Estudo do Câncer (4) Processo de Destruição de uma Célula Cancerosa
  14. 14. 5. As Grandes Ameaças à nossa Saúde (1) <ul><li>Bactérias e vírus patogênicos. </li></ul><ul><li>Agrotóxicos nos agronegócios. Monoculturas. </li></ul><ul><li>Adubos químicos no agrobusiness. </li></ul><ul><li>Empobrecimento e desertificação do solo. Desmatamento. </li></ul><ul><li>Poluição industrial urbana. </li></ul><ul><li>Contaminação da cadeia alimentar do planeta (PCB’S, DDT e demais agrotóxicos). </li></ul><ul><li>As radiações nucleares. </li></ul><ul><li>Aquecimento global e o efeito estufa. </li></ul>AMBIENTAIS
  15. 15. 6. As Grandes Ameaças à nossa Saúde (2) <ul><li>Contaminação dos alimentos por agrotóxicos. </li></ul><ul><li>Aditivos químicos alimentares. </li></ul><ul><li>Redução dos oligoelementos e vitaminas na alimentação humana e animal. </li></ul><ul><li>Excesso de carboidratos de alto índice glicêmico. </li></ul><ul><li>Alimentos “beneficiados” = maleficiados. </li></ul><ul><li>O fumo, o álcool e as drogas entorpecentes. </li></ul>ALIMENTARES
  16. 16. 7. As Grandes Ameaças à nossa Saúde (3) FISIOLÓGICAS <ul><li>Vida sedentária </li></ul><ul><li>Os radicais livres. </li></ul><ul><li>Iatrogenia provocada pelos medicamentos sintéticos. </li></ul><ul><li>Efeitos epigenéticos negativos transmitidos por nossos antepassados. </li></ul>
  17. 17. 8. As Curvas Ascendentes das Doenças Degenerativas no Século XX <ul><li>Em 1910, Osler considerava uma raridade a doença coronariana. Houve um aumento da incidência da doença de 800%, somente entre os ingleses. (Boarim) </li></ul><ul><li>A apendicite, descrita por Parkinson em 1912, era muito rara. (Boarim) </li></ul><ul><li>A doença diverticular do cólon apareceu como importante problema clínico depois da década de 1930. (Boarim) </li></ul><ul><li>O câncer, no início do século 20, era uma doença rara no Brasil. Floriano de Lemos (1885-1968). Atualmente o câncer tornou-se uma epidemia. Segundo a OMS, o número anual de novos casos de câncer passará de 10 milhões em 2000 para 15 milhões no ano 2020. (Beyerdorff) </li></ul>
  18. 18. 9. O Câncer de Mama nos Estados Unidos Aumento da incidência de câncer de mama nos Estados Unidos entre 1940 e 2000.
  19. 19. 10. O Aumento do Dióxido de Carbono na Atmosfera Este gráfico mostra o aumento durante 30 anos dos níveis de dióxido de carbono no ar, em Nauna Loa, Havaí. A onda sazonal é provocada por plantas que libertam dióxido de carbono no inverno, usando-o no verão.
  20. 20. 11. O Efeito Estufa Um século de aquecimento global. A situação em meados de 1988, quando Hansen declarou: O efeito estufa já é realidade.
  21. 21. 12. Produção de Substâncias Químicas Sintéticas A produção de substâncias químicas sintéticas, como os pesticidas, é um fenômeno novo, característico do final do século XX.
  22. 22. 13. Substâncias Sintéticas Potencialmente Perigosas (1) PBDE (Polibromato Difenil Eter) Retardar a propagação das chamas, utilizado em tapetes, móveis e aparelhos eletrônicos. Acumula nos tecidos adiposos. Carcinogênico. Sistema nervoso, funções hormonais e orgãos reprodutores. PCB’s (Bifenilo (Policlorado) (ascarel) (Produção: 1929 a 1976) Utilizado como isolante em transformadores de energia elétrica. Carcinogênico. Teratogênico. 5 partes por bilhão. Banido em 1977 Violeta n. 1 Corante artificial utilizado para carimbar a carne e definir a sua origem e qualidade. Carcinogênico. Banido em 1973. Amálgama de liga de mercúrio (Taveau) 1826 Material utilizado para obturação de dentes. Os vapores de mercúrio são tóxicos Acumula nos pulmões, intestinos e maxilares. Depois em rins, fígado, cérebro, hipófise, tireóide e ovários. Hahn (1989)
  23. 23. 14. Substâncias Sintéticas Potencialmente Perigosas (2) PFOA (Teflon) Retardar a propagação das chamas, utilizado em tapetes Acumula nos tecidos adiposos. Carcinogênico. Sistema nervoso, funções hormonais e orgãos reprodutores. Bisfenol A (policarbonato) Utilizado na fabricação de plásticos (7 e 3) para engarrafamento de água e mamadeiras. Teratogênico. Xenohormônio. 2 a 5 partes por bilhão. (1993) Carcinogênico. Câncer no fígado, cérebro e nos pulmões. Filme plástico utilizado em embalagem de alimentos. Propelente de aerossóis, desodorante e fixador de cabelo Cloreto de vinil P-Nonilfenol (alquilfenóis) Utilizado na fabricação de tubos plásticos, para torná-los estáveis e menos quebradiços. Empacotamento de alimentos Teratogênico. Xenohormônio. Década de 40. Duas partes por bilhão. (1991)
  24. 24. 15. Comportamento e Destino dos Agrotóxicos
  25. 25. 16. Hormônios Cancerígenos
  26. 26. 17. A Viagem dos Agentes Químicos (1) <ul><li>Agentes químicos fabricados em um continente (1947) podem viajar milhares de quilômetros. </li></ul><ul><li>Essa trajetória traça a jornada de uma molécula de ascarel desde sua origem em uma fábrica no Alabama (EUA), até uma refinaria no Texas e pela cadeia alimentar nos Grandes Lagos e Atlântico Norte. </li></ul><ul><li>A concentração de agentes químicos persistentes pode ser aumentada milhões de vezes no decorrer de suas viagens até os confins da Terra. </li></ul>
  27. 27. 18. A Viagem dos Agentes Químicos (2) <ul><li>Quase meio século mais tarde, o ascarel pode ser encontrado em qualquer lugar que se imagine: no esperma de um homem em Nova Iorque, no caviar mais fino, na gordura de um bebê recém-nascido em Michigan, nos pinguins da Antártida, no atum servido em Tóquio, no leite de uma mãe na França, na gordura de um cachalote no Pacífico, etc. </li></ul>
  28. 28. 19. A Contaminação da Cadeia Alimentar por PCB’s
  29. 29. 20. Biomagnificação de PCB’s À medida que os PCB’s avançam pela cadeia alimentar, sua concentração no tecido dos animais pode ser ampliada até 25 milhões de vezes. Os organismos microscópicos retiram agentes químicos persistentes da água e dos sedimentos, que são uma fonte constante de contaminação. Esses organismos, por sua vez, são consumidos em grande número por animais minúsculos chamados zooplancton, que se alimentam por um sistema de filtragem. Espécies maiores, como os camarões, consomem o zooplâncton; peixes comem os camarões; e, assim por diante, em direção ao topo da cadeia alimentar até a gaivota.
  30. 30. 21. Câncer de Mama em São Francisco x Xangai Câncer de mama (por 100.000 pessoas) entre as chinesas que emigraram para São Francisco (US) em comparação com as que ficaram na China. O câncer é uma doença do modo de vida ocidental .
  31. 31. 22. A Incidência de Câncer de Mama e de Próstata
  32. 32. 23. A Inflamação <ul><li>Processo inflamatório normal. </li></ul><ul><li>Uma lesão em um tecido atrai as células imunológicas. </li></ul><ul><li>Estas perseguem as bactérias e estimulam o crescimento das células e dos vasos sanguíneos para consertar as brechas. </li></ul><ul><li>Uma vez reparado o tecido, a situação volta rapidamente ao normal. </li></ul>
  33. 33. 24. A Célula Cancerosa (1)
  34. 34. 25. A Célula Cancerosa (2)
  35. 35. 26. A Célula Cancerosa (3)
  36. 36. 27. O sistema imunológico em ação As células brancas do sistema imunológico atacam uma célula cancerosa (no centro). Elas recebem sinais do cérebro e enviam para ele sinais de volta. As células do sistema imunológico fazem parte, portanto de um cérebro circulante.
  37. 37. 28. A Célula Cancerosa <ul><li>O círculo vicioso do câncer. </li></ul><ul><li>As células cancerosas desviam os processos inflamatórios naturais para alimentar seu próprio crescimento. </li></ul><ul><li>Agem como uma ferida que não cura: </li></ul><ul><li>elas próprias produzem substâncias pró-inflamatórias que atiçam o crescimento do tumor, fazem crescer os vasos sanguíneos de que ele precisa e atraem células imunológicas desarmadas, mas que produzem por sua vez ainda mais dessas mesmas substâncias. </li></ul>
  38. 38. 29. Tipos de Câncer provocados por inflamações <ul><li>Linfoma MALT < Helicobacter pylori </li></ul><ul><li>Brônquios < silício, amianto, fumaça de cigarro </li></ul><ul><li>Mesotelioma < amianto </li></ul><ul><li>Esôfago < Metaplasia de Barret </li></ul><ul><li>Fígado < Vírus da hepatite B e C </li></ul><ul><li>Estômago < gastrite causada pelo Helicobacter pylori </li></ul><ul><li>Sarcoma de Kaposi < Vírus do herpes humano tipo 8 </li></ul><ul><li>Bexiga < Esquistossomose </li></ul><ul><li>Cólon e reto < Doenças inflamatórias do intestino </li></ul><ul><li>Ovários < Infecção genital alta, talco, alteração dos tecidos. </li></ul><ul><li>Colo do útero < HPV ( Human papillomavirus ) </li></ul>
  39. 39. 30. As inflamações Crônicas favorecem o Câncer <ul><li>Os pacientes cancerosos, cujo nível de inflamação é mais baixo tem duas vezes mais chances de maior sobrevida do que os demais. </li></ul><ul><li>Elena Paillaud </li></ul>
  40. 40. 31. A Evolução do Consumo de Açúcar no Mundo Quando ingerimos açúcar ou farinha branca, que fazem subir rapidamente a taxa de glicose no sangue (índice glicêmico elevado), nosso corpo libera imediatamente uma dose de insulina para permitir que glicose penetre nas células. A secreção da insulina é acompanhada da liberação de uma outra molécula (IGF), cuja característica é estimular o crescimento das células.
  41. 41. 32. O Câncer se Nutre de Açúcar <ul><li>O biólogo alemão Otto Warburg (1883-1970) recebeu o prêmio Nobel de medicina por ter descoberto que o metabolismo dos tumores cancerosos era amplamente dependente de seu consumo de glicose (a forma tomada pelo açúcar no corpo, uma vez digerido). </li></ul><ul><li>De fato, o scanner PET (tomografia por emissão de pósitrons), normalmente utilizado para detectar cânceres, não faz senão medir as regiões do corpo que consomem mais glicose. </li></ul><ul><li>Se uma região se distingue das outras por um consumo excessivo, há uma forte probabilidade de que se trate de um tumor. </li></ul>
  42. 42. 33. O Choque Glicêmico Gráfico do Índice/teor glicêmico X – carboidrato de alto índice glicêmico O – carboidrato de baixo índice glicêmico
  43. 43. 34. Princípios Fundamentais para Ativar o Sistema Imunológico e se Defender do Câncer <ul><li>- Desintoxicação das substâncias carcinogênicas. </li></ul><ul><li>Alimentação anti-câncer. </li></ul><ul><li>Pacificação do espírito. </li></ul><ul><li>Atividade física. </li></ul>
  44. 44. 35. O camundongo que resistiu às células cancerosas S180 As células cancerosas S180 são as mais virulentas. Provocam o câncer em camundongos e nenhum sobrevive mais do que 1 mês. Com exceção do super-mouse, que sobreviveu a doses cada vez maiores de células cancerosas. Seu sistema imunológico o protegia, através das células NK. Prof. Zheng Cui
  45. 45. 36. Substâncias Poderosas contra o Câncer Alimentos ou remédios? Certos alimentos contêm moléculas reconhecidas pela comunidade científica como particularmente poderosas contra o câncer. (Nature)
  46. 46. 37. A Angiogênese do Câncer A angiogênese é o processo de formação de novos vasos sanguíneos. Esse processo transforma um pequeno grupo de células cancerosas em uma grossa massa capaz de se propagar por outros órgãos. Os processos que desaceleram a angiogênese podem reduzir o tamanho dos tumores e mantê-los em estado latente.
  47. 47. 38. A Inibição da Angiogênese do Câncer Os flavonóides inibem o mecanismo essencial à angiogênese das células cancerosas, isto é, o mecanismo necessário à formação de novos vasos sanguíneos que alimentam as células cancerosas. Béliveau tomilho hortelã alecrim salvia manjericão orégano salsa aipo Folkman (1933-2008)
  48. 48. 39. O Estilo de Vida que Resiste ao Câncer O Dr. Dean Ornish realizou experiência controlada com 93 pacientes de câncer da próstata. Dois grupos foram formados por sorteio. O grupo de controle, sem nenhum tratamento e para o segundo grupo, estabeleceu um regime vegetariano, complementado com antioxidantes, vitaminas E e C, selênio, Omega 3, exercícios físicos, ioga, respiração, meditação, relaxamento, etc. Os resultados foram surpreendentes. Depois de 1 ano, nenhum dos 41 pacientes que mudaram o estilo de vida necessitaram recorrer à ablação da próstata ou qualquer tipo de tratamento do gênero. (2005)
  49. 49. 40. O que Inibe e o que estimula as células imunológicas <ul><li>O que inibe o sistema imunológico: </li></ul><ul><li>Dieta ocidental (pró-inflamatória). </li></ul><ul><li>Emoções reprimidas. </li></ul><ul><li>Depressão e amargura. </li></ul><ul><li>Isolamento social. </li></ul><ul><li>Negação da verdadeira identidade. </li></ul><ul><li>Sedentarismo. </li></ul><ul><li>O que estimula o sistema imunológico: </li></ul><ul><li>Dieta mediterrânea, cozinha indiana, cozinha asiática. </li></ul><ul><li>Emoções expressas. </li></ul><ul><li>Aceitação e serenidade. </li></ul><ul><li>Apoio dos amigos e da família. </li></ul><ul><li>Aceitação de si, com seus valores e sua história. </li></ul><ul><li>Atividade física regular. </li></ul>
  50. 50. 41. Compostos contra o Câncer Em camundongos fêmeas, a exposição crônica ao DMBA (cancerígeno) provoca 100% de cânceres de mama em pouco tempo. Selênio Magnésio Vitamina C Vitamina A Legumes e cereais orgânicos Nozes, avelãs, cereais integrais Cítricos e legumes verdes. Legumes e ovos orgânicos. Salvo se lhes forem administrados elementos normalmente presentes numa alimentação sadia.
  51. 51. 42. O Desequilíbrio da Alimentação Ocidental
  52. 52. 43. A Ocorrência de Câncer depende da Alimentação Verifica-se em todos os países uma relação direta entre a frequência dos cânceres e o consumo de carne, de frios e de laticínios. Inversamente, quanto mais a alimentação de uma país é rica em legumes e leguminosas (ervilhas, feijões, lentilhas, etc), menos os cânceres são frequentes.
  53. 53. 44. Dieta de Béliveau contra o Câncer de Cólon Certos alimentos inibem especificamente o crescimento das células de certos cânceres. O laboratório do Dr. Béliveau conseguiu testar extratos brutos de diferentes alimentos contras as células de vários cânceres, o que permite compor uma lista de alimentos que devem ser privilegiados ao máximo em uma alimentação focada no câncer de cólon.
  54. 54. 45. Tabela de Gaube du Gers (1) 0,02 g. Abundante Oxalato de cálcio 1,29 1,89 Coeficiente de difusão 0,580 g. 0,512 g Ácido úrico 28,00 g. 25,736 g Uréia 2,75 g 3,29 g Ácido sulfúrico 2,83 g 1,848 g Ácido fosfórico 10,95 g. 13,91 g. Cloretos 18,50 g 20,903 g. Minerais 32,50 g. 38,326 g. Orgânicos Normais Predestinados Elementos
  55. 55. 46. Tabela de Gaube du Gers (2) <ul><li>São análises baseadas em observações de elementos da urina de 423 pacientes, num período acima de 10 anos. </li></ul><ul><li>Os pacientes predestinados ao câncer apresentam cloretos aumentados e uréia diminuída. </li></ul><ul><li>O oxalato de cálcio se apresenta como octaedros tetragonais. </li></ul><ul><li>O coeficiente de difusão é a relação entre a matéria mineral total e a água urinária total: C = M x 100 / A </li></ul><ul><li>A água urinária se deduz da densidade da urina multiplicada pelo volume, menos o extrato seco: A = D x V - E </li></ul>
  56. 56. 47. Mapa do Magnésio Mapa do Câncer na França DELBET, Pierre (1861-1957) – Politique Préventive du Cancer (1944)
  57. 57. 48. Alimentação Desintoxicada (1)
  58. 58. 49. Alimentação Desintoxicada (2)
  59. 59. 50. Alimentação Desintoxicada (3) Bom Apetite!
  60. 60. 51. O Câncer e o Saber Médico Popular « - Você sabe por que ainda não curaram o câncer? É porque o nego ainda não descobriu. Também o dia que ele descobrir é uma esportiva! Mas o remédio que curar o câncer e o mateiro descobriu... Vai ser preso! Ele vai preso com certeza, né!    Os médicos faz aquela coisa e manda prender o camarada. Ou ele vai dar a ‘forma’ ou eles vão consumir com ele . »   Pedro-do-Pico Raizeiro de Santo Aleixo - RJ
  61. 61. 52. Pfaffia glomerata (Sp.) Pedersen (1967) Novalgina AMARANTHACEAE Suas raízes são usadas pelos índigenas da Amazônia há 300 anos. PROPRIEDADES: imuno-estimulante, afrodisíaca, tônica, estimulante da formação de leucócitos e hemácias do sangue. INDICAÇÕES: hemorróidas, diarréias, menopausa, redução de colesterol sanguineo, hipoglicemia, impotência, diabetes, alguns tipos de tumores, hipertensão, melanoma. Matos,14/52
  62. 62. 53 . Pfaffia paniculata (Mart.) Kuntze Para-Tudo AMARANTHACEAE Suas raízes são usadas pelos índigenas da Amazônia há 300 anos. PROPRIEDADES: imuno-estimulante, afrodisíaca, tônica, estimulante da formação de leucócitos e hemácias do sangue. INDICAÇÕES: hemorróidas, diarréias, menopausa, redução de colesterol sanguineo, hipoglicemia, impotência, diabetes, alguns tipos de tumores, hipertensão, melanoma. Matos,14/52
  63. 63. 54. Catharanthus roseus (L.) G. Don (1835) Pervinca APOCYNACEAE PROPRIEDADES: os alcalóides identificados na planta possuem ação anti-leucêmica, vaso-dilatadora, hipotensiva e hipoglicemiante. INDICAÇÕES: Apesar das inúmeras indicações populares, não deve ser utilizada em preparações caseiras. TOXIDEZ: as raízes são extremamente tóxicas. COMPOSIÇÃO: 95 tipos de alcalóides distribuídos nas folhas, raízes e sementes. Vimblastina, vincristina, utilizadas como quimioterápicos anti-leucêmicos.
  64. 64. 55. Aloe vera (L.) Burm. f. (1768) Babosa ASPHODELACEAE Planta de uso popular muito antigo, citada no papiro de Ebers. PROPRIEDADES: cicatrizante, antimicrobiano, laxante. INDICAÇÕES: hemorróidas, queimaduras, reumatismo, furúnculos, caspa e câncer. PRECAUÇÕES: nefrotóxica em altas doses. RECEITA: folhas+mel+conhaque COMPOSIÇÃO: aloína, polissacarídeo, aloeferon, antraquinonas
  65. 65. 56. Smallanthus sonchifolius H. Rob. (1978) Batata Yacon Cultivada e consumida desde os tempos pré-incaicos. Baixo índice glicêmico. Pode ser consumida crua. Possui inulina. Indicada para diabéticos e pré-diabéticos. Estimula o crescimento de bifidobactérias. ASTERACEAE
  66. 66. 57. Dolichandra unguis-cati Loh. (2008) Unha-de-Gato PROPRIEDADES: diurética, febrífugo. Usa-se contra o envenamento pela Mancenilha e picadas de serpentes. INDICAÇÕES: sífilis, febres intermitentes, reumatismo crônico, inflamação intestinal, doenças do baço, diarréia, doenças venéras, malária, tosse, hepatite (tubérculo). BIGNONIACEAE
  67. 67. 58. Handroanthus avellanedae Mattos (1970) Ipê-roxo (1) BIGNONIACEAE PROPRIEDADES: ntimicrobiano, antifúngico, diurético, adstringente e antiinflamatória. INDICAÇÕES: impetigo, câncer, lupus, doença de Parkinson, psoríase e alergias. Inflamação da pele e mucosas (gengivas, garganta, vagina, colo de útero e ânus), cervicite, cervicovaginite, tendinite, bursite, prostatite. PARTE USADA: entre-casca, e a madeira (serragem). (SP, PR, RS) MODO DE USAR: uso interno e externo em lavagens vaginais. TOXIDEZ: em doses altas. COMPOSIÇÃO: lapachol, lapachona (serragem)
  68. 68. 59. Tabebuia heptaphylla (Vell.) Toledo Ipê-roxo (2) BIGNONIACEAE PROPRIEDADES: ntimicrobiano, antifúngico, diurético, adstringente e antiinflamatória. INDICAÇÕES: impetigo, câncer, lupus, doença de Parkinson, psoríase e alergias. Inflamação da pele e mucosas (gengivas, garganta, vagina, colo de útero e ânus), cervicite, cervicovaginite, tendinite, bursite, prostatite. PARTE USADA: entre-casca, e a madeira (serragem). (SP até BA) MODO DE USAR: uso interno e externo em lavagens vaginais. TOXIDEZ: em doses altas. COMPOSIÇÃO: lapachol, lapachona (serragem)
  69. 69. 60. Symphytum officinale L. (1753) Confrei PROPRIEDADES: cicatrizante, hemostático (raízes), antimicrobiana, hipotensiva. INDICAÇÕES: doenças gastro intestinais, disenteria, inflamações, reumatismo, hemorróidas,, tosse, bronquite e irregularidades menstruais, equimoses, fraturas de ossos, picadas de insetos, queimaduras, tumores mamários (atividade inibitória). PARTE USADA: O uso oral foi proibido pela ANVISA. TOXIDEZ: em doses elevadas pode lesionar o fígado (necrose hemorrágica). COMPOSIÇÃO: alantoína, alcalóides pirrolizidínicos. BORAGINACEAE
  70. 70. 61. Chlorella sp. CHLORELLACEAE Suplemento alimentar (aminoácidos 60 %), desintoxicante, normalizante da função intestinal, estimulante do sistema imunológico e promovedor da reparação tecidual e da integridade celular. Redução de colesterol e triglicerídeos. Alcalinizante do sangue. Preventivo para a formação de células cancerosas, podendo retardar o seu desenvolvimento. Controle da obesidade. Altos índices de clorofila e magnésio.
  71. 71. 62. Synadenium carinatum Boiss. (1862) Maria-Mole PROPRIEDADES: fortalecimento do sistema imunológico, redução da inflamação pulmonar na asma. INDICAÇÕES: neoplasias malignas, leishmaniose, asma. PARTE USADA: seiva MODO DE USAR: diluir 10 gotas da seiva em 1 litro e meio de água mineral sem gás. Tomar 1 xícara 3 vezes ao dia. TOXIDEZ: a seiva é extremamente cáustica para o olhos, podendo inclusive causar cegueira ao expor os olhos à seiva da planta. EUPHORBIACEAE
  72. 72. 63. Tirucalia tirucalli (L.) P.V. Heath (1996) Avelós Herbário Chico Mendes - Itapeba - Maricá EUPHORBIACEAE PROPRIEDADES: a seiva é cáustica para os olhos e poara a pele, podendo causar cegueira. INDICAÇÕES: verruga, cravo, abcesso, melanoma, epitelioma e cancróides (uso externo). MODO DE USAR: Lauro Neiva indica o uso de 1 gota da seiva diluídas em 1 copo d’ água em casos de câncer. Tomar 1 colher de sopa de 2 em 2 horas. Dose máxima diária: 3 gotas da seiva.
  73. 73. 64. Cyrtopodium andersonii Brown (1841) Sumaré ORCHIDACEAE A massa mucilaginosa dos pseudobulbos é empregada, em uso externo, para acelerar a supuração de furúnculos. O sumaré foi experimentado por vários pacientes do Dr. Licínio Cardoso, em casos de tumores da pele benignos e malignos, inclusive, num epitelioma da pele, que foi curado, com o uso externo da tintura do SUMARÉ. A pomada tem extraordinário poder destrutivo, e também analgésico, dos tecidos mórbidos hiperplásicos e inflamatórios. Para o tecido são, a tintura ou a pomada é totalmente inócua.
  74. 74. 65. Uncaria guianensis Gmel. (1791) Unha-de-Gato (1) RUBIACEAE HISTÓRICO: Acredita-se que os indígenas do Peru usam-nas pelo menos há 2 mil anos. . PROPRIEDADES: antiinflamatório do trato urinário e purificador dos rins, controle da inflamação de úlceras gástricas, antiinflamatória. Atividade vasodilatadora e hipotensiva. INDICAÇÕES: asma, artrite, reumatismo, ferimentos profundos, disenteria, dores nos ossos, AIDS, câncer (coadjuvante) COMPOSIÇÃO: alcalóides oxindólicos (estimulante do sistema imunológico) em até 50%. Glicosídeos do ácido quinóvico (antiinflamatório). Não tóxica.
  75. 75. 66. Uncaria tomentosa DC. (1830) Unha-de-Gato (2) RUBIACEAE HISTÓRICO: Acredita-se que os indígenas do Peru usam-nas pelo menos há 2 mil anos. . PROPRIEDADES: antiinflamatório do trato urinário e purificador dos rins, controle da inflamação de úlceras gástricas, antiinflamatória. Atividade vasodilatadora e hipotensiva. INDICAÇÕES: asma, artrite, reumatismo, ferimentos profundos, disenteria, dores nos ossos, AIDS, câncer (coadjuvante) COMPOSIÇÃO: alcalóides oxindólicos (estimulante do sistema imunológico) em até 50%. Glicosídeos do ácido quinóvico (antiinflamatório). Não tóxica.
  76. 76. Bibliografia Consultada (1) ACHARÁN, Manuel Lezaeta (1881-1959): 1956 - La Medicina Natural al Alcance de Todos - 13ª Ed. - Ed. Pax - Mexico - Ciudad de Mexico - México - 430 p. [ BCM : 092.199.01] [LEZ.01] ANTUNES, Francisco (1916- ): 1982 - O Envelhecimento Humano: - Uma Causa, Muitos Efeitos - 11ª Ed. - Ed. Autor - São Paulo - Brasil - 45 p. - 90 g. (Português) [ISBN: ] [ BCM : 214.072.01] (15/07/2011)
  77. 77. Bibliografia Consultada ALMEIDA, Eduardo & Luiz PEAZÊ: 2007 - O Elo Perdido da Medicina - O Afastamento da Noção de Vida e Natureza - 1ª Ed. - Ed. Imago - Rio de Janeiro - Brasil - 252 p. - 350 g. (Português) [ISBN: 978-85-3121017-8] [ BCM : 185.032.01] (02/08/2007) [ALM.01] ALMEIDA, Eduardo: 2011 - As Razões da Terapêutica - Racionalismo e Empirismo na Medicina - 2ª Ed. - Ed. Eduff/ARZT - Niterói - Brasil - 205 p. - 246 g. (Português) [ISBN: 85-2280560-0] [ BCM : 185.032.03] (22/08/2011) [ALM.03]
  78. 78. Bibliografia Consultada ANTUNES, Francisco (1916- ): 2000 - Terapia Ortomolecular Natural - O Uso da Água do Mar como Método Terapêutico - 1ª Ed. - Ed. Cultrix - São Paulo - Brasil - 135 p. - 136 g. (Português) [ISBN: 85-3160684-5] [ BCM : 214.072.02] (05/04/2011) ANGELL, Marcia: 2007 - A Verdade sobre os Laboratórios Farmacêuticos - Como Fomos Enganados e o que Podemos Fazer a Respeito (The Truth about the Drug Companies) - 1ª Ed. - Ed. Record - Rio de Janeiro - Brasil - 319 p. (Português) [ISBN: 978-85-0107440-9] [ BCM : 025.009.01] [AGL.01]
  79. 79. Bibliografia Consultada ATKINS, Robert C. (1930-2003): 1981 - A Nutrição Revolucionária do Dr. Atkins (Dr. Atkins's Nutrition Breakthrough) - Ed. Artenova - Rio de Janeiro - Brasil - 337 p. (Português) [ISBN: 85-2390005-5] [ BCM : 210.003.01] [ATK.01] BELLAVITE, Paolo: 2002 - Medicina Biodinâmica - A Força Vital, suas Patologias e suas Terapias (Biodinamica: Basi Fisiopatologiche e Tracce di Metodo per un) - Ed. Papirus - Campinas - Brasil - 410 p. (Português) [ISBN: 85-3080688-3] [ BCM : 185.009.01] [BVT.01]
  80. 80. Bibliografia Consultada BALCH, James F. (1933- ) & Phyllis A. BALCH: 1995 - Receitas para a Cura Através de Nutrientes (Prescription for Nutritional Healing) - 1ª Ed. - Ed. Campus - Rio de Janeiro - Brasil - 745 p. (Português) [ISBN: 85-7001997-1] [ BCM : 092.011.01] [BAC.01] BALCH, James F. (1933- ): 2000 - 10 Remédios Naturais que Podem Salvar sua Vida (10 Natural Remedies that Can Save your Life) - Ed. Campus – Rio - Brasil - 238 p. (Português) [ISBN: 85-3520538-1] [ BCM : 092.011.02] [BAC.02]
  81. 81. Bibliografia Consultada BENSON, Herbert: 1980 - Medicina Humanista (The Mind Body Effect) - 1ª Ed. - Ed. Brasiliense - São Paulo - Brasil - 163 p. (Português) [ BCM : 185.028.01] [BEN.01] BEYERSDORFF, Dietrich: 2003 - La Medicina Natural en la Lucha contra el Cáncer (Biologische Wege zur Krebsabwehr) - 1ª Ed. - Ed. Integral - Barcelona - Espanha - 272 p. (Espanhol) [ISBN: 84-7871016-7] [ BCM : 125.023.01] [BEY.01]
  82. 82. Bibliografia Consultada BIER, August (1861-1949): 1941 - Para a Classe Médica - Um Precioso Estudo Sobre Homeopatia - 1ª Ed. - Ed. A Voz Homeopática - Rio de Janeiro - Brasil - 127 p. - 200 g. (Português)  [ BCM : 046.130.02] CABALLERO, Oscar: 1975 - Las Medicinas Marginadas - 1ª Ed. - Ed. Guadarrama - Madrid - Espanha - 244 p. (Espanhol) [ISBN: 84-2500196-X] [ BCM : 185.092.01] [CAB.01]
  83. 83. Bibliografia Consultada BONTEMPO, Márcio (1952- ): 1985 - Relatório Orion - Os Graves Perigos por trás dos Aditivos e Agrotóxicos - 4ª Ed. - Ed. L&PM - Porto Alegre - Brasil - 152 p. (Português) [ BCM : 210.032.03] [BON.05] BONTEMPO, Márcio (1952- ): 0 - Receitas para Ficar Doente - A Ironia dos Hábitos Alimentares, da Medicina e da Vida Atual - 5ª Ed. - Ed. Hemus - São Paulo - Brasil - 165 p. (Português) [ BCM : 185.201.01] [BON.01]
  84. 84. Bibliografia Consultada CANGUILHEM, Georges (1904-1995): 1971 - Lo Normal y lo Patologico (Le Normal et le Pathologique) - 1ª Ed. - Ed. Siglo XXI - Buenos Aires - Argentina - 242 p. - 490 g. [ BCM : 168.043.01 ] (01/06/1974) CAPRA, Fritjof (1939- ): 1992 - O Ponto de Mutação - A Ciência, a Sociedade e a Cultura Emergente (The Turning Point) - 14ª Ed. - Ed. Cultrix - São Paulo - Brasil - 445 p. (Português) [ BCM : 030.047.01] [CAP.01]
  85. 85. Bibliografia Consultada CARSON, Rachel L. (1907-1964): 1964 - Primavera Silenciosa ( Silent Spring ) - 1ª Ed. - Ed. Melhoramentos - São Paulo - Brasil - 310 p. (Português) [ BCM : 030.028.01] CARVALHO, Fernando A. Carneiro de (1953- ): 2008 - O Livro Negro do Açúcar - 1ª Ed. - Ed. Autor - Rio de Janeiro - Brasil - 254 p. [ISBN: 978-85-9078100-4] [ BCM : 210.047.01]
  86. 86. Bibliografia Consultada CASTIGLIONI, Arturo (1874-1952): 1947 - História da Medicina (History of Medicine) - 1ª Ed. - Ed. Cia. Editora Nacional - São Paulo - Brasil - 613 p. (Português) [ BCM : 168.113.01] [CAS.01] CHABOUSSOU, Francis (1908-1985): 1987 - Plantas Doentes pelo Uso de Agrotóxicos - A Teoria da Trofobiose) (Les Plantes Malades des Pesticides) - 1ª Ed. - Ed. L&PM - Porto Alegre - Brasil - 253 p. (Português) ] [ BCM : 212.002.01] [CHA.01]
  87. 87. Bibliografia Consultada CID, Felipe (1930- ): 1974 - Reflexiones sobre Historia de la Medicina - 1ª Ed. - Ed. Anagrama - Barcelona - Espanha - 108 p. - 100 g.  [ BCM : 168.049.01] [FEL.01] COLBORN, Theo & Dianne DUMANOSKI & John Peterson MYERS: 2002 - O Futuro Roubado ( Our Stole Future ) - 1ª Ed. - Ed. LP&M - Porto Alegre - Brasil - 354 p. (Português) [ISBN: 85-2540704-6] [ BCM : 030.024.01]
  88. 88. Bibliografia Consultada CONSTÁN, Francisco Albertos: 1993 - La Medicina Integral - Bases Teóricas de la Nueva Medicina - 1ª Ed. - Ed. Librotec - Madrid - Espanha - 223 p. (Espanhol) [ISBN: 84-8630630-2] [ BCM : 185.015.01] [COT.01] COOKE, Robert: 2001 - A Guerra contra o Câncer (D. Folkman's War-Angiogenesis and the Struggle to Defeat Cancer) - 1ª Ed. - Ed. Objetiva - Rio de Janeiro - Brasil - 415 p. (Português) [ISBN: 85-7302419-4] [ BCM : 125.014.01] [COO.01]
  89. 89. Bibliografia Consultada DELBET, Pierre (1861-1957): 1978 - Politique Préventive du Cancer - Cytophylaxie - 3ª Ed. - Ed. Cevic - Perigny-sur-Yerres - França - 379 p. (Francês) [ BCM : 125.015.01] DIEPGEN, Paul (1878-?): 1932 - História de la Medicina - 2ª Ed. - Ed. Labor - Barcelona - Espanha - 435 p. (Espanhol) [ BCM : 168.144.01] [DIE.01]
  90. 90. Bibliografia Consultada DORST, Jean (1924- ): 1973 - Antes que a Natureza Morra - por uma Ecologia Política (Avant que Nature Meure - pour une Ecologie Politique) - 1ª Ed. - Ed. Edgard Blücher - São Paulo - Brasil - 430 p. - 750 g. (Português) [ BCM : 030.006.01] (01/02/1978) DUBOS, René (1901-1982): 1972 - O Despertar da Razão - Por uma Ciência mais Humana (Reason Awake) - 1ª Ed. - Ed. Melhoramentos - São Paulo - Brasil - 196 p. (Português) [ BCM : 030.018.02] [DUB.02]
  91. 91. Bibliografia Consultada DUFTY, William (1916-2002): 1978 - Sugar Blues - 1ª Ed. - Ed. Ground - Rio de Janeiro - Brasil - 197 p. (Português) [ BCM : 210.008.01] [DUF.01] DUNN, L. C. (1893-1974) & Theodosius DOBZHANSKY (1900-1975): 1962 - Herança, Raça e Sociedade - 1ª Ed. - Ed. Pioneira - São Paulo - Brasil - 168 p. - 250 g. (Português)  [ BCM : 029.005.01] (25/07/1997)
  92. 92. Bibliografia Consultada EBERHARDT, Hans-Georg (1942- ): 2011 - Medicina que Cura - Medicina que Adoece (Revision und Reform der Medizin) - 1ª Ed. - Ed. ARZT - Niterói - Brasil - 172 p. - 221 g. (Português)  [ BCM : 185.035.01] (22/08/2011) [EBE.01] ENTRALGO, P. Laín (1908-2001): 1978 - História de la Medicina - 1ª Ed. - Ed. Salvat - Barcelona - Espanha - 722 p. - 490 g. (Espanhol) [ISBN: 84-3451418-4] [ BCM : 168.201.01] (09/11/2005) [ENT.01]
  93. 93. Bibliografia Consultada FEDERMANN, Sidney & Miriam Federmann: 2000 - A Alimentação que Evita o Câncer - e outras Doenças - 6ª Ed. - Ed. Iglu - São Paulo - Brasil - 286 p. [ BCM : 092.012.02] [FED.02] FEDERMANN, Sidney & Miriam Federmann: 2000 - Prevenção de Doenças Crônicas - O Melhor Investimento - 10ª Ed. - Ed. Minuano - São Paulo - Brasil - 306 p.  [ BCM : 092.012.01] [FED.01]
  94. 94. Bibliografia Consultada FITZGERALD, Randall (1950- ): 2008 - Cem Anos de Mentira - Como Proteger-se dos Produtos Químicos que Estão Destruindo a sua Saúde - 1ª Ed. - Ed. Idéia & Ação - São Paulo - Brasil - 392 p. - 452 g. (Português) [ISBN: 978-85-7788002-7] [ BCM : 088.010.01] [FIT.01] FONSECA, Cátia & José Estefno BASSIT: 2009 - Estilo Saudável - A Conquista da Saúde Integral - 1ª Ed. - Ed. Alaúde - São Paulo - Brasil - 189 p. - 277 g. (Português) [ISBN: 978-85-7881009-2] [ BCM : 210.009.01] (24/07/2011) [BAS.02]
  95. 95. Bibliografia Consultada (20) FOUCAULT, Michel (1926-1984): 1977 - O Nascimento da Clínica (Naissance de la Clinique) - 1ª Ed. - Ed. Forense - Rio de Janeiro - Brasil - 241 p. (Português) [ BCM : 168.050.01] FRANCO, Lelington Lobo: 1996 - As Sensacionais 50 Plantas Medicinais - Vol. 1 - Campeãs de Poder Curativo - 2ª Ed. - Ed. Santa Mônica - Curitiba - Brasil - 241 p. - 398 g. (Português)  [ BCM : 080.032.01] (02/12/1997) [LEL.01]
  96. 96. Bibliografia Consultada GOMES, Heyder de Siqueira: 1959 - A Verdade Sobre o Câncer - Ao Alcance de Todos - 1ª Ed. - Ed. Autor - Rio de Janeiro - Brasil - 418 p. (Português) [ BCM : 125.139.01] [SIQ.01]
  97. 97. Bibliografia Consultada GONZALEZ, Alberto Peribanez: 2011 - Lugar de Médico É na Cozinha - Cura e Saúde pela Alimentação Viva - 1ª Ed. - Ed. Alaúde - São Paulo - Brasil - 296 p. - 536 g. (Português) [ISBN: 978-85-7881002-3]  [ BCM : 210.007.01] (24/07/2011) [ALB.01] GRISOLIA, Cesar Koppe: 2005 - Agrotóxicos - Mutações, Câncer e Reprodução - 1ª Ed. - Ed. UNB - Brasília - Brasil - 392 p. - 450 g. (Português) [ BCM : 024.009.01] (27/07/2011) [GRI.01]
  98. 98. Bibliografia Consultada ILLICH, Ivan (1926-2002): 1975 - A Expropriação da Saúde - Nêmesis da Medicina (Némésis Medicale - L'Expropriation de la Santé) - 2ª Ed. - Ed. Nova Fronteira - Rio de Janeiro - Brasil - 198 p. (Português)  [ BCM : 182.066.02] [ILL.02] JORES, Arthur (Arthur Jores) (1901-1982): 1967 - La Medicina en la Crisis de Nuestro Tiempo (Die Medizin in der Krise unserer Zeit) - 1ª Ed. - Ed. Siglo XXI - Ciudad de Mexico - México - 81 p. (Espanhol) [ BCM : 182.007.01] [JOR.01]
  99. 99. Bibliografia Consultada LACERDA, Paulo de: 1998 - Vade-Mécum de Medicina Homeopática, Biomolecular e Homotoxicologia - 1ª Ed. - Ed. Medsi - Rio de Janeiro - Brasil - 608 p. - 884 g. (Português) [ BCM : 110.186.01] (27/04/2005) LANCTOT, Ghislaine: 2002 - The Medical Mafia - How to get out of it alive and take back out health & Wealth - 2ª Ed. - Ed. Autor - Quebec - Canadá - 262 p. (Inglês) [ISBN: ] [ BCM : 182.009.01] [LCT.01]
  100. 100. Bibliografia Consultada LORENZI, Harri (1949- ) & Francisco José de Abreu MATOS (1924-2008): 2008 - Plantas Medicinais no Brasil - Nativas e Exóticas - 2ª Ed. - Ed. Plantarum - Nova Odessa - Brasil - 577 p. [ISBN: 85-8671428-3] [ BCM: 085.002.02 ] [HAR.14] MATOS, Francisco José de Abreu (1924-2008): 2000 - Plantas Medicinais - Guia de Seleção e Emprego de Plantas Usadas em Fitoterapia (no Nordeste do Brasil) - 2ª Ed. - Ed. EUFC - Fortaleza - Brasil - 344 p. (Português) [ISBN: 85-7485008-X] [ BCM : 080.022.04]
  101. 101. Bibliografia Consultada LEDERER, Jean: 1990 - Magnésio - Mitos e Realidades ( Magnésium Mythes et Réalité ) - 1ª Ed. - Ed. Manole Dois - São Paulo - Brasil - 160 p. (Português) [ BCM : 091.003.01] LEMOS, Floriano de (1885-1968): 1970 - O Câncer - Doença da Civilização - Prevenção e Cura - 1ª Ed. - Ed. Germinal - Rio de Janeiro - Brasil - 200 p. (Português) [ BCM : 125.004.01] [FDL.01]
  102. 102. Bibliografia Consultada LOVELOCK, James E. (James E. Lovelock): 1989 - Gaia - Um Novo Olhar sobre a Vida na Terra (Gaia - A new Look at Life on Earth) - 1ª Ed. - Ed. Edições 70 - Lisboa - Portugal - 171 p. - 250 g. [ISBN: ] [ BCM : 030.052.01] LUTZENBERGER, José A. ( -2002): 1992 - Do Jardim ao Poder - 11ª Ed. - Ed. L&PM - Porto Alegre - Brasil - 187 p. (Português) [ISBN: 85-2540083-1] [ BCM : 212.042.03] [LUT.03]
  103. 103. Bibliografia Consultada MAISIN, J. H.: 1950 - El Cáncer - Herencia, Hormonas, Substancias Cancerigenas, Radiaciones (Virus y Ambiente) - 1ª Ed. - Ed. Espasa-Calpe - Buenos Aires - Argentina - 414 p. (Espanhol) [ BCM : 125.056.01] [MAI.01] MONTORO, Antonio Franco & Diogo Pupo NOGUEIRA: 1983 - Meio Ambiente & Câncer - 1ª Ed. - Ed. T. A. Queiroz/CNPQ - São Paulo - Brasil - 261 p. ( Português ) [ISBN: 85-8500806-7] [ BCM : 125.020.01]
  104. 104. Bibliografia Consultada MURRAY, Michael & T. Birdsall; J. Pizzorno & P.REILLY: 2005 - Como Prevenir e Tratar o Câncer com Medicina Natural (How to Prevent and Treat Cancer with Natural Medicine) - 1ª Ed. - Ed. Best Seller - Rio de Janeiro - Brasil - 355 p. (Português) [ISBN: 85-7684076-6] [ BCM : 125.024.01] [MUY.01] NEIVA, Lauro: 1966 - Aveloz, - A Planta que Mata o Câncer - 1ª Ed. - Ed. Muniz - Rio de Janeiro - Brasil - 69 p. (Português) [ BCM : 125.088.01]
  105. 105. Bibliografia Consultada OLSZEWER, Efrain: 1995 - Radicais Livres em Medicina - 2ª Ed. - Ed. Byk - São Paulo - Brasil - 204 p. (Português) [ BCM : 214.022.01] [OLS.01] OLSZEWER, Efrain: 1987 - Super-Saúde - Guia de Medicina Ortomolecular - 1ª Ed. - Ed. Ágora - São Paulo - Brasil - 270 p. - 328 g. (Português)  [ BCM : 214.022.02] (09/08/2011) [OLS.02]
  106. 106. Bibliografia Consultada PAGE, Melvin E. & H. Leon ABRAMS: 1998 - El Mejor Médico, su Cuerpo - Un Programa Dietético y de - Cambio de Estilo de Vida para Mantener e Intensificar su Sal (Your Body is your best Doctor) - 1ª Ed. - Ed. Obelisco - Barcelona - Espanha - 280 p. (Espanhol) [ISBN: 84-7720626-0] [ BCM : 092.018.01] [PAG.01] PAULING, Linus (1901-1994): 1993 - Como Viver Mais e Melhor (How to Live Longer and Feel Better) - 1ª Ed. - Ed. Círculo do Livro - São Paulo - Brasil - 400 p. (Português) [ BCM : 214.005.01] [LIN.01]
  107. 107. Bibliografia Consultada PECH, J.- L. (1889- ): 1968 - Ameaças contra sua Vida - A Epidemia do Século XX: As Mortes Súbitas (Menaces sur votre Vie) - 1ª Ed. - Ed. Forense - Rio de Janeiro - Brasil - 240 p. (Português) [ BCM : 182.065.01] [PEH.01] PEUSER, Michael (1943- ): 2003 - Os Capilares Determinam nosso Destino - Aloe, Imperatriz das Plantas Medicinais, Fonte de Vitalidade (Aloe, Kaiserin der Heilpflanzen) - 1ª Ed. - Ed. St. Hubertus - Diadema - Brasil - 333 p. (Português) [ISBN: 85-8985001-3] [ BCM : 055.008.01] [PEU.01]
  108. 108. Bibliografia Consultada PIERQUIN, Georges: 1970 - Les Médecins Parallèles - Le Dossier de la Médecine non Officielle ... et qui Guérit! - 1ª Ed. - Ed. Albin Michel - Paris - França - 233 p. - 250 g. (Francês)  [ BCM : 185.052.01] (01/04/2000) PÓVOA FILHO, Helion: 1995 - Radicais Livres em Patologia Humana - 1ª Ed. - Ed. Imago - Rio de Janeiro - Brasil - 416 p. [ISBN: 85-3120469-0] [ BCM : 214.010.01]
  109. 109. Bibliografia Consultada REICH, Wilhelm (1897-1957): 1975 - La Biopathie du Cancer (Der Krebs) - 1ª Ed. - Ed. Payot - Paris - França - 385 p. - 660 g. (Francês) [ISBN: 2-22821830-8] [ BCM : 125.012.01] REUBEN, David: 1975 - Dieta para Salvar a Vida (The Save-Your-life Diet) - 10ª Ed. - Ed. Record - Rio de Janeiro - Brasil - 183 p. - 330 g. (Português) [ BCM : 210.017.01] [REU.01]
  110. 110. Bibliografia Consultada RIZZINI, Jorge: 1967 - A Verdade Sobre o Ipê-Roxo e suas Aplicações - 1ª Ed. - Ed. Santo Antonio - São Paulo - Brasil - 34 p. - 50 g. [ISBN: ] [ BCM : 125.006.01] (01/05/1998) [ZIN.01]
  111. 111. Bibliografia Consultada ROOT-BERNSTEIN, Robert (1953- ) & Michèle ROOT-BERNSTEIN: 1998 - A Incrível História dos Remédios - Raízes, Ervas e Larvas na Surpreendente Formação da Medicina (Moderna (Honey, Mud, Maggots and other Medical Marvels) - Ed. Campus - Rio de Janeiro - Brasil - 303 p. (Português) [ISBN: 85-3520337-0] [ BCM : 168.007.01] [ROO.01] SPITZNER, Reinaldo: 1999 - O Magnésio na Saúde - 2ª Ed. - Ed. Champagnat - Curitiba - Brasil - 131 p. (Português) [ISBN: 85-7292044-7] [ BCM : 091.004.01]
  112. 112. Bibliografia Consultada SERVAN-SCHREIBER, David (1961- ): 2004 - Curar o Stress, A Ansiedade e a Depressão - sem Medicamento nem Psicanálise - 1ª Ed. - Ed. Sá - São Paulo - Brasil - 302 p. - 460 g. (Português) [ISBN: 85-8819319-1] [ BCM : 185.010.01] (18/07/2011) [DSS.02] SERVAN-SCHREIBER, David: 2008 - Anticâncer - Prevenir e Vencer Usando nossas Defesas Naturais ( Anticancer - Prévenir et Lutter à nos Défenses Naturelles ) - 1ª Ed. - Ed. Objetiva - Rio de Janeiro - Brasil - 284 p. (Português) [ISBN: 978-85-7302898-0] [ BCM : 125.019.01] [DSS.01]
  113. 113. Bibliografia Consultada STEWARD, H. Leighton & M. BETHEA & S. S. ANDREWS & L. A. BALART: 1998 - Sugar Busters! - Cut Sugar to Trim Fat - 1ª Ed. - Ed. Ballantine Books - New York - Estados Unidos - 271 p. - 455 g. (Inglês) [ISBN: 0-34542558-8] [ BCM : 210.050.02 ] (18/04/2011) TREIGER, Jaime (1926-2006) & Cristiana TREIGER: 2003 - Coma Bem, - Viva Melhor - 1ª Ed. - Ed. Autor - Niterói - Brasil - 120 p. - 169 g. (Português)   [ BCM : 210.006.01]
  114. 114. Bibliografia Consultada TREIGER, Jaime (1926-2006): 1999 - Leis Químicas da Imunidade Segundo o Conceito Koch - Fundamentos Teóricos e Demonstração Clínica - 1ª Ed. - Ed. Autor - Niterói - Brasil - 119 p. (Português) [ISBN: 85-8510485-8] [ BCM : 110.005.01] TREIGER, Jaime (1926-2006): 1987 - Restauração da Qualidade da Vida - 2ª Ed. - Ed. Autor - Niterói - Brasil - 111 p. [ BCM : 110.005.03]
  115. 115. Bibliografia Consultada (40) TRUDEAU, Kevin: 2007 - Curas Naturais - Que 'Eles' não Querem que você Saiba (Natural Cures 'They' Don't Want You to Know About) - Ed. Alliance - New York - EUA - 580 p. - 874 g. (Português) [ISBN: 0-97559951-8] [ BCM : 092.017.01] (09/08/2011) [KEV.01] WAERLAND, Ebba: 1968 - A Terapêutica de Waerland (Die Waerland-Therapie und ihre Erfolge) - 1ª Ed. - Ed. Germinal - Rio de Janeiro - Brasil - 226 p. - 310 g. (Português) [ BCM : 092.034.01] [WAE.01]
  116. 116. Bibliografia Consultada (41) VANNIER, Leon (1880-1963): 1952 - Les Canceriniques et leur Traitement Homoeopatique - Étude Clinique et Thérapeutique - 1ª Ed. - Ed. G. Doin - Paris - França - 326 p. - 418 g. (Francês) [ BCM : 125.031.01] [VAN.01] VANDER, Adrián: 1969 - Evite o Câncer - Como Preveni-lo com Segurança (Evite el Cáncer) - 2ª Ed. - Ed. Mestre Jou - São Paulo - Brasil - 185 p. - 350 g. ] [ BCM : 125.030.04] (01/06/1999) [VAD.04]
  117. 117. Bibliografia Consultada (42) ZAGO, Frei Romano (1932- ): 1998 - Câncer Tem Cura! - 12ª Ed. - Ed. Vozes - Petrópolis - Brasil - 204 p. - 250 g. (Português) [ISBN: 85-3261867-7] [ BCM : 125.005.01] (09/01/2004)
  118. 118. III Congresso Brasileiro de Naturopatia e Iridologia 11/10/2011 - Guarulhos - SP A Alimentação Anticâncer e a Sobrevivência no Mundo Moderno Prof. Douglas Carrara Biblioteca Chico Mendes www. bchicomendes .com [email_address] (21) 2638-5160 (21) 7513-1615 O resumo da palestra estará disponível na Internet no seguinte endereço: www.slideshare.net/douglascarrara/ anticancer

×