Fique com a morte

116 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
116
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fique com a morte

  1. 1. Fique Com Morte By Dosvaldo Souza Alves Um casal vivia em uma pequena cidade aqui vizinha á minha. Era um casal,digamos, aparentemente, feliz. Todas as tardes, quando o marido chegava do trabalho encontrava suaesposa afiando uma enorme faca. Ela pegava o afiador e esfregava muitas emuitas vezes. Ele, apoiado ao lado da porta ficava observando os movimentosquase rítmicos que sua amada desenvolvia. Por várias vezes notou quedepois de todo esse ritual ela simplesmente a guardava em umagaveta,pegava uma outra menor e cortava a carne para o jantar. Certo dia elea indagou porque daquilo. E ela toda misteriosa respondeu: É para cortar oseu pescoço caso você venha a me trair. Ele ria e continuava com seus fiosde barba a branquear como se os tivessem ao molho. Os anos se passaram.Mas os velhos costumes permaneceram. Ele chegava do trabalho, ela afiava a faca, fazia o jantar, jantavam,amavamse. E assim pernoitavam
  2. 2. Lá pelos solstícios de verão, quando o sol começava abaixar, aproveitando a ausência do marido, resolveu que ia passearpelos corredores do shopping. Avermelhou os lábios embelezouse por completo e saiu. Olhava uma vitrine aqui outraali, enquanto lambiscava deliciosamente um ice-cream. E foiexatamente nesse momento que através do espelho de uma loja queela pode ver o da barba grisalhas aos beijos com uma quasegarota. estremeceu se. Sentiu suas pernas bambearem quase caindoao chão. Aliás, só não caiu por que apoiou se no vidro. Seu coraçãozabumbava dentro do peito levado pelo susto daquela visão. Olhoude soslaio e certificou se de que realmente era ele. Não teve outrareação, somente correu até o estacionamento pegou o carro e foipara casa.
  3. 3. Quarenta minutos depois, houve um pequeno rangidodo portão e surgiu o homem que se aproximava doalpendre da sala. Adentrou aquela área e ao levantar amão para abrir a porta, viu que se abriu e surgiu em suafrente sua esposa com seu longos cabelos solto, impondoaquela enorme faca afiadíssima que refletia a luz do sol, aaltura de seu pescoço. ele sem entender perguntou o queestava acontecendo. Foi aí que ela conseguiu controlarseu instinto assassino, deixou a faca cair ao solo secou aslágrimas e começou a descer. Antes de desaparecer nofim da rua ela voltou se para ele com seus cabelos soltose disse a ele:- Fique com a morte. E sumiu. Jamais ele aviu novamente. São Carlos, Dezembro 2012

×