SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
Baixar para ler offline
Apresentação

Síntese projeto online na área da saúde
Dora Pires, Joana Bénard da Costa

julho de 2013
O que é
○

Website multimédia para responder a necessidades concretas dos
cidadãos no acesso a cuidados de saúde e ao pleno gozo dos seus
direitos enquanto utentes do sistema nacional de saúde

○

Conteúdos informativos na área da saúde e produção de notícias
próprias usando todas as potencialidades das novas tecnologias, ou
seja, combinando imagem, texto, grafismo, animação e som

○

O website vai estar online até abril de 2014
Para quem
○

Cidadãos portugueses mas também de outros estados comunitários
que procurem informação sobre serviços de saúde em Portugal,
sobretudo no contexto da nova diretiva sobre cuidados de saúde
transfronteiriços

○

Cidadãos dos países de língua portuguesa, com os quais Portugal tem
acordos específicos na área da saúde, tanto para tratamentos no nosso
país como de cooperação científica entre entidades

○

Jornalistas, profissionais de saúde, decisores no setor da saúde
Abordagem
Os temas serão tratados com recurso a técnicas multimédia e aprofundados
com reportagem
Em vez do tradicional enfoque na doença, opta-se por uma abordagem dos
temas pela “positiva”, ou seja, como prevenir doenças evitáveis e promover a
saúde individual e colectiva
O objectivo é marcar a diferença face a projetos patrocinados por atores do
sistema (direta ou indiretamente) e face a websites institucionais que, apesar da
credibilidade da informação, nem sempre apresentam conteúdos de forma
acessível, dinâmica e atrativa
Os conteúdos serão tratados com parceria/revisão de especialistas e com base
em dados oficiais
A proximidade é um dos conceitos base do projecto
Está prevista a criação de um espaço dedicado aos cidadãos, onde podem
colocar dúvidas (a que tentaremos dar resposta), partilhar experiências, deixar
queixas e elogios
Quem somos
Jornalistas há 20 anos, metade dos quais dedicados a temas de saúde na Rádio
Renascença
Um percurso que nos permitiu ir conhecendo os meandros desta área, os
principais intervenientes, diferentes decisores políticos e ter contacto com a
realidade e com as dificuldades do comum cidadão em aceder e usar os serviços
públicos de saúde de acordo com as necessidades
Ao longo dos anos, além do acompanhamento diário da área da saúde, fizémos
inúmeras reportagens de fundo, entrevistas na rádio e televisão (parceria com o
jornal Público na RTP2) e, mais recentemente, produzimos conteúdos também
para o website do grupo Renascença (onde muitos trabalhos continuam
disponíveis)
Tivémos oportunidade de viajar em serviço pelo país, de visitar várias
instituições/organismos europeus e de conhecer alguns países de língua
portuguesa
Grandes temas
Fim de vida
Saúde além fronteiras
Inovação e ensaios clínicos
Saúde pública
Normas e números
Pequenas maleitas/primeiros socorros
Boa vida
Grandes temas
Fim de vida
Questões relacionadas com o fim da vida: lidar com a morte, testamento
vital, perspetiva de quem cuida, cuidados continuados e paliativos

Saúde além fronteiras
Diretiva comunitária: novas regras, vantagens, riscos, direitos e
informações úteis antes e depois da deslocação
Acompanhar a aplicação da diretiva e impacto nos sistemas de saúde
Cooperação com países de língua portuguesa
Avaliação e acompanhamento de acordos e protocolos em vigor
Notícias e perspetivas locais
Grandes temas
Inovação e ensaios clínicos
Dar especial atenção aos resultados de investigações promissoras do ponto
de vista dos utentes, criando ponte com as universidades e centros de
investigação
Divulgar os ensaios clínicos feitos em Portugal, ou que incluem o nosso
país, explicando o que são, para que servem, quem faz, quem paga, quem
participa, riscos e potenciais benefícios
Informação detalhada sobre questões éticas e direitos de quem participa
Grandes temas
Saúde pública
Enfoque no plano nacional de saúde
Começar com o plano de vacinação, gripe, doenças emergentes e outras
ameaças para a saúde pública como a resistência aos antibióticos

Normas e números
Espaço de ajuda ao utente com descodificação de informação complexa,
nomeadamente sobre taxas moderadoras, atestados, transporte de doentes
e comparticipação de medicamentos
Sensibilizar para os elevados custos da saúde, com exemplos da diferença
entre o que o utente paga e o custo real
Grandes temas
Pequenas maleitas/primeiros socorros
Manual multimédia sobre o que fazer em caso de pequenos acidentes

Boa vida
Área dedicada à prevenção da doença, destinada a promover estilos de vida
saudáveis, com sugestão de ideias para viver bem e com saúde
Alimentação, exercício físico e sono
Este será um espaço privilegiado para a criatividade na apresentação dos
temas
Pequenos vídeos com conselhos básicos para prevenir doenças crónicas,
feitos por profissionais de saúde com boa capacidade de comunicação
Ferramentas úteis
○ Motores de pesquisa a partir da localização geográfica para
encontrar e saber como aceder aos vários serviços de saúde
○ Gestor de saúde (ferramenta de uso individual para
planeamento)
○ Feed de notícias de saúde (nacionais e internacionais)
○ Bolsa de emprego para profissionais de saúde
Contexto
Portugal e a Europa em geral atravessam um período de declínio
demográfico e de recessão económica que obriga a repensar as funções sociais
do estado
A informação assume um papel crucial nos desafios que se colocam a
governos e cidadãos a diferentes níveis:
○
Prevenção de doenças crónicas
○
Envelhecer com qualidade de vida
○
Promover a literacia em saúde
○
Combater a burocracia
○
Divulgar direitos e deveres dos utentes
○
Uso racional dos serviços de saúde
○
Sustentabilidade financeira do sistema
○
Liberdade de escolha e de circulação de doentes na Europa
○
Intercâmbio com os países da CPLP
○
Melhorar a qualidade dos serviços de saúde
Parcerias a desenvolver
Nacionais
■
■
■
■
■
■
■
■
■
■
■
■
■

Ministério da Saúde
Direção Geral da Saúde
Administração Central do Sistema de Saúde
Infarmed
Inem
Entidade Reguladora da Saúde
Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge
Health Cluster Portugal
Universidades
Centros de investigação
Ordem dos Enfermeiros
Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos
Associação Portuguesa de Nutricionistas
Parcerias a desenvolver
Internacionais
■
■
■
■
■

■

Ministérios da Saúde da CPLP
Organização Mundial de Saúde
Rede ePORTUGUESe
European Centre for Disease Prevention and Control
Direção Geral para a Saúde e Consumidores da Comissão
Europeia
ONG's
Financiamento
Inicialmente, o website será suportado por nós, sem publicidade, patrocínios ou
apoios financeiros externos
Será uma fase para testes, aperfeiçoamento do projeto e avaliação do interesse
suscitado
O passo seguinte é conseguir financiamento comunitário e/ou apoios
institucionais anuais de Fundações e/ou Institutos privados com interesse na
área da saúde
A venda (ou cedência gratuita com patrocínio) de conteúdos a rádios e
televisões regionais ou online, a diferentes meios de comunicação ou outros
projetos na área da saúde, pode ser uma forma para rentabilizar os conteúdos
Se os anteriores meios de financiamento não se concretizarem, admite-se a
hipótese de abrir o website a anúncios publicitários, de acordo com critérios
claros, que não coloquem em causa a credibilidade e a independência do projeto

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Relatório VII conferência municipal de saúde PARACATU - MG
Relatório VII conferência municipal de saúde PARACATU - MGRelatório VII conferência municipal de saúde PARACATU - MG
Relatório VII conferência municipal de saúde PARACATU - MGCínthia Lima
 
Manual de recomendações tuberculose
Manual de recomendações tuberculoseManual de recomendações tuberculose
Manual de recomendações tuberculoseArquivo-FClinico
 
Lei de Bases na Saúde
Lei de Bases na SaúdeLei de Bases na Saúde
Lei de Bases na SaúdeFábio Simões
 
Apostila de sus do professor juremir abrunhosa
Apostila de sus do professor  juremir abrunhosaApostila de sus do professor  juremir abrunhosa
Apostila de sus do professor juremir abrunhosaCurso Atryo
 
Politica nacional de saude integral de lesbicas gays bissexuais travestis e t...
Politica nacional de saude integral de lesbicas gays bissexuais travestis e t...Politica nacional de saude integral de lesbicas gays bissexuais travestis e t...
Politica nacional de saude integral de lesbicas gays bissexuais travestis e t...Unidade Temática T3 - blog
 
Caderno de atencao hiv aids
Caderno de atencao hiv aidsCaderno de atencao hiv aids
Caderno de atencao hiv aidsMara Soares
 
Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)
Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)
Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)Luis Dantas
 
Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)
Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)
Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)apemfc
 
2014 CMMFC - APS no mundo - Savassi
2014   CMMFC - APS no mundo - Savassi2014   CMMFC - APS no mundo - Savassi
2014 CMMFC - APS no mundo - SavassiLeonardo Savassi
 
Curso Introduorio ESF - Conteudo teorico modulo 2 - Aula 2
Curso Introduorio ESF - Conteudo teorico modulo 2 - Aula 2Curso Introduorio ESF - Conteudo teorico modulo 2 - Aula 2
Curso Introduorio ESF - Conteudo teorico modulo 2 - Aula 2eadsantamarcelina
 
Resumo esf
Resumo esfResumo esf
Resumo esfVia Seg
 
Serviços de Saúde Pública na Europa: Organização
Serviços de Saúde Pública na Europa: OrganizaçãoServiços de Saúde Pública na Europa: Organização
Serviços de Saúde Pública na Europa: OrganizaçãoBruno Castro
 
Relatório de Atividades - 2020
Relatório de Atividades - 2020Relatório de Atividades - 2020
Relatório de Atividades - 2020Oncoguia
 
6. novas legislações port nova pnab
6. novas legislações port nova pnab6. novas legislações port nova pnab
6. novas legislações port nova pnabLeonardo Savassi
 
História da saúde da família e princípios da mfc
História da saúde da família e princípios da mfcHistória da saúde da família e princípios da mfc
História da saúde da família e princípios da mfcRicardo Alexandre
 
Oncoguia - Relatório Anual / 2018
Oncoguia - Relatório Anual / 2018Oncoguia - Relatório Anual / 2018
Oncoguia - Relatório Anual / 2018Oncoguia
 

Mais procurados (20)

Relatório VII conferência municipal de saúde PARACATU - MG
Relatório VII conferência municipal de saúde PARACATU - MGRelatório VII conferência municipal de saúde PARACATU - MG
Relatório VII conferência municipal de saúde PARACATU - MG
 
Manual de recomendações tuberculose
Manual de recomendações tuberculoseManual de recomendações tuberculose
Manual de recomendações tuberculose
 
Lei de Bases na Saúde
Lei de Bases na SaúdeLei de Bases na Saúde
Lei de Bases na Saúde
 
Apostila de sus do professor juremir abrunhosa
Apostila de sus do professor  juremir abrunhosaApostila de sus do professor  juremir abrunhosa
Apostila de sus do professor juremir abrunhosa
 
Política Nacional de Saúde LGBT
Política Nacional de Saúde LGBTPolítica Nacional de Saúde LGBT
Política Nacional de Saúde LGBT
 
Politica nacional de saude integral de lesbicas gays bissexuais travestis e t...
Politica nacional de saude integral de lesbicas gays bissexuais travestis e t...Politica nacional de saude integral de lesbicas gays bissexuais travestis e t...
Politica nacional de saude integral de lesbicas gays bissexuais travestis e t...
 
Tendências de Reformas de Atenção Primária à Saúde em Países Europeus
Tendências de Reformas de Atenção Primária à Saúde em Países EuropeusTendências de Reformas de Atenção Primária à Saúde em Países Europeus
Tendências de Reformas de Atenção Primária à Saúde em Países Europeus
 
Caderno de atencao hiv aids
Caderno de atencao hiv aidsCaderno de atencao hiv aids
Caderno de atencao hiv aids
 
Carta Branca dos Doentes Crónicos - Forum Saúde: «Ser doente em tempo de cris...
Carta Branca dos Doentes Crónicos - Forum Saúde: «Ser doente em tempo de cris...Carta Branca dos Doentes Crónicos - Forum Saúde: «Ser doente em tempo de cris...
Carta Branca dos Doentes Crónicos - Forum Saúde: «Ser doente em tempo de cris...
 
Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)
Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)
Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)
 
Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)
Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)
Política Nacional de Atenção Básica (PNAB)
 
2014 CMMFC - APS no mundo - Savassi
2014   CMMFC - APS no mundo - Savassi2014   CMMFC - APS no mundo - Savassi
2014 CMMFC - APS no mundo - Savassi
 
Curso Introduorio ESF - Conteudo teorico modulo 2 - Aula 2
Curso Introduorio ESF - Conteudo teorico modulo 2 - Aula 2Curso Introduorio ESF - Conteudo teorico modulo 2 - Aula 2
Curso Introduorio ESF - Conteudo teorico modulo 2 - Aula 2
 
Resumo esf
Resumo esfResumo esf
Resumo esf
 
Serviços de Saúde Pública na Europa: Organização
Serviços de Saúde Pública na Europa: OrganizaçãoServiços de Saúde Pública na Europa: Organização
Serviços de Saúde Pública na Europa: Organização
 
Relatório de Atividades - 2020
Relatório de Atividades - 2020Relatório de Atividades - 2020
Relatório de Atividades - 2020
 
6. novas legislações port nova pnab
6. novas legislações port nova pnab6. novas legislações port nova pnab
6. novas legislações port nova pnab
 
História da saúde da família e princípios da mfc
História da saúde da família e princípios da mfcHistória da saúde da família e princípios da mfc
História da saúde da família e princípios da mfc
 
Principios da aps 2010
Principios da aps 2010Principios da aps 2010
Principios da aps 2010
 
Oncoguia - Relatório Anual / 2018
Oncoguia - Relatório Anual / 2018Oncoguia - Relatório Anual / 2018
Oncoguia - Relatório Anual / 2018
 

Destaque

Competências, papéis e funções dos poderes municipais01
Competências, papéis e funções dos poderes municipais01Competências, papéis e funções dos poderes municipais01
Competências, papéis e funções dos poderes municipais01Cleverson Augusto Pereira
 
Regimento interno do hospital municipal de sobradinho
Regimento interno do hospital municipal de sobradinhoRegimento interno do hospital municipal de sobradinho
Regimento interno do hospital municipal de sobradinhochrystianlima
 
Competências essenciais - Comunidade Europeia
Competências essenciais - Comunidade EuropeiaCompetências essenciais - Comunidade Europeia
Competências essenciais - Comunidade EuropeiaJoão Soeiro
 
Políticas sobre Saúde digital, Informação e Internet na Saúde - Espanha
Políticas sobre Saúde digital, Informação e Internet na Saúde - EspanhaPolíticas sobre Saúde digital, Informação e Internet na Saúde - Espanha
Políticas sobre Saúde digital, Informação e Internet na Saúde - EspanhaDavid Novillo Ortiz, MLIS, PhD
 
Universidade Corporativa para Área da Saúde
Universidade Corporativa para Área da SaúdeUniversidade Corporativa para Área da Saúde
Universidade Corporativa para Área da Saúdegfgdias
 
O GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUAL
O GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUALO GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUAL
O GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUALchristianceapcursos
 
Construção e utilização do Modelo de Gestão por Competências no Sistema da Sa...
Construção e utilização do Modelo de Gestão por Competências no Sistema da Sa...Construção e utilização do Modelo de Gestão por Competências no Sistema da Sa...
Construção e utilização do Modelo de Gestão por Competências no Sistema da Sa...Jose Luis Rocha Castilla
 
Programa Nacional de Saúde Escolar
Programa Nacional de Saúde EscolarPrograma Nacional de Saúde Escolar
Programa Nacional de Saúde EscolarGonçalo Silva
 
Planilha de língua portuguesa
Planilha de língua portuguesaPlanilha de língua portuguesa
Planilha de língua portuguesaMarianacl
 
Aula - SUS Princípios Doutrinários e Organizacionais
Aula - SUS Princípios Doutrinários e OrganizacionaisAula - SUS Princípios Doutrinários e Organizacionais
Aula - SUS Princípios Doutrinários e OrganizacionaisRogério de Mesquita Spínola
 
Lei 8.255 e dec 7.163 organização cbmdf
Lei 8.255 e dec 7.163 organização cbmdf Lei 8.255 e dec 7.163 organização cbmdf
Lei 8.255 e dec 7.163 organização cbmdf Marcos Girão
 
Fundamentos do desenho 2011
Fundamentos do desenho 2011Fundamentos do desenho 2011
Fundamentos do desenho 2011Renato Garcia
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Estudo dos Gases ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Estudo dos Gases ...www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Estudo dos Gases ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Estudo dos Gases ...Videoaulas De Física Apoio
 

Destaque (19)

Portugal
PortugalPortugal
Portugal
 
Competências, papéis e funções dos poderes municipais01
Competências, papéis e funções dos poderes municipais01Competências, papéis e funções dos poderes municipais01
Competências, papéis e funções dos poderes municipais01
 
Resumo tese 2011_sc_pestana
Resumo  tese 2011_sc_pestanaResumo  tese 2011_sc_pestana
Resumo tese 2011_sc_pestana
 
Regimento interno do hospital municipal de sobradinho
Regimento interno do hospital municipal de sobradinhoRegimento interno do hospital municipal de sobradinho
Regimento interno do hospital municipal de sobradinho
 
Competências essenciais - Comunidade Europeia
Competências essenciais - Comunidade EuropeiaCompetências essenciais - Comunidade Europeia
Competências essenciais - Comunidade Europeia
 
Políticas sobre Saúde digital, Informação e Internet na Saúde - Espanha
Políticas sobre Saúde digital, Informação e Internet na Saúde - EspanhaPolíticas sobre Saúde digital, Informação e Internet na Saúde - Espanha
Políticas sobre Saúde digital, Informação e Internet na Saúde - Espanha
 
Universidade Corporativa para Área da Saúde
Universidade Corporativa para Área da SaúdeUniversidade Corporativa para Área da Saúde
Universidade Corporativa para Área da Saúde
 
O GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUAL
O GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUALO GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUAL
O GESTOR ESCOLAR E SUAS COMPETÊNCIAS NA SOCIEDADE ATUAL
 
Construção e utilização do Modelo de Gestão por Competências no Sistema da Sa...
Construção e utilização do Modelo de Gestão por Competências no Sistema da Sa...Construção e utilização do Modelo de Gestão por Competências no Sistema da Sa...
Construção e utilização do Modelo de Gestão por Competências no Sistema da Sa...
 
Programa Nacional de Saúde Escolar
Programa Nacional de Saúde EscolarPrograma Nacional de Saúde Escolar
Programa Nacional de Saúde Escolar
 
Sus Aula2
Sus Aula2Sus Aula2
Sus Aula2
 
Lal 2014 2015
Lal 2014 2015Lal 2014 2015
Lal 2014 2015
 
Projecto curricular sala dos 5 anos
Projecto curricular  sala dos 5 anosProjecto curricular  sala dos 5 anos
Projecto curricular sala dos 5 anos
 
R.dc.07 projeto pedagógico de sala
R.dc.07 projeto pedagógico de salaR.dc.07 projeto pedagógico de sala
R.dc.07 projeto pedagógico de sala
 
Planilha de língua portuguesa
Planilha de língua portuguesaPlanilha de língua portuguesa
Planilha de língua portuguesa
 
Aula - SUS Princípios Doutrinários e Organizacionais
Aula - SUS Princípios Doutrinários e OrganizacionaisAula - SUS Princípios Doutrinários e Organizacionais
Aula - SUS Princípios Doutrinários e Organizacionais
 
Lei 8.255 e dec 7.163 organização cbmdf
Lei 8.255 e dec 7.163 organização cbmdf Lei 8.255 e dec 7.163 organização cbmdf
Lei 8.255 e dec 7.163 organização cbmdf
 
Fundamentos do desenho 2011
Fundamentos do desenho 2011Fundamentos do desenho 2011
Fundamentos do desenho 2011
 
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Estudo dos Gases ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Estudo dos Gases ...www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Estudo dos Gases ...
www.aulasdefisicaapoio.com - Física – Exercícios Resolvidos Estudo dos Gases ...
 

Semelhante a Saúde Online

Discurso do ministro Alexandre Padilha na 65ª Assembleia Mundial de Saúde
Discurso do ministro Alexandre Padilha na 65ª Assembleia Mundial de SaúdeDiscurso do ministro Alexandre Padilha na 65ª Assembleia Mundial de Saúde
Discurso do ministro Alexandre Padilha na 65ª Assembleia Mundial de SaúdeMinistério da Saúde
 
Ministro Alexandre Padilha discursa na Reunião do BRICs - julho 2011
Ministro Alexandre Padilha discursa na Reunião do BRICs - julho 2011Ministro Alexandre Padilha discursa na Reunião do BRICs - julho 2011
Ministro Alexandre Padilha discursa na Reunião do BRICs - julho 2011Ministério da Saúde
 
Discurso de encerramento na sessão especial da Assembleia-Geral das Nações Un...
Discurso de encerramento na sessão especial da Assembleia-Geral das Nações Un...Discurso de encerramento na sessão especial da Assembleia-Geral das Nações Un...
Discurso de encerramento na sessão especial da Assembleia-Geral das Nações Un...Ministério da Saúde
 
Relatório de Atividades 2011
Relatório de Atividades 2011Relatório de Atividades 2011
Relatório de Atividades 2011Oncoguia
 
Joaomachado9.3
Joaomachado9.3Joaomachado9.3
Joaomachado9.3Mayjö .
 
Projeto social ana 33 mp
Projeto social ana 33 mpProjeto social ana 33 mp
Projeto social ana 33 mpalemisturini
 
Por uma oncologia mais atual e justa
 Por uma oncologia mais atual e justa Por uma oncologia mais atual e justa
Por uma oncologia mais atual e justaOncoguia
 
AULA 3- Programas-de-Saúde.pptx
AULA 3- Programas-de-Saúde.pptxAULA 3- Programas-de-Saúde.pptx
AULA 3- Programas-de-Saúde.pptxCarlaAlves362153
 
Aula - SUS e RAS 1 ciclo Nutrição em Saúde.pdf
Aula - SUS e RAS 1 ciclo Nutrição em Saúde.pdfAula - SUS e RAS 1 ciclo Nutrição em Saúde.pdf
Aula - SUS e RAS 1 ciclo Nutrição em Saúde.pdfJulioCesar371362
 
Apresentação resumida PARA CONFERÊNCIAS ESTADUAIS.ppt
Apresentação resumida  PARA CONFERÊNCIAS ESTADUAIS.pptApresentação resumida  PARA CONFERÊNCIAS ESTADUAIS.ppt
Apresentação resumida PARA CONFERÊNCIAS ESTADUAIS.pptDboraCatarina3
 
O acolhimento como diferencial humanizado em instituições de saúde
O acolhimento como diferencial humanizado em instituições de saúdeO acolhimento como diferencial humanizado em instituições de saúde
O acolhimento como diferencial humanizado em instituições de saúdeB&R Consultoria Empresarial
 
Como Colocar o Paciente no Centro da Decisão - Dra Viviana Giampaoli
Como Colocar o Paciente no Centro da Decisão - Dra Viviana GiampaoliComo Colocar o Paciente no Centro da Decisão - Dra Viviana Giampaoli
Como Colocar o Paciente no Centro da Decisão - Dra Viviana GiampaoliEmpreender Saúde
 
748 quilici rfm-a_importancia_da_ciencia
748 quilici rfm-a_importancia_da_ciencia748 quilici rfm-a_importancia_da_ciencia
748 quilici rfm-a_importancia_da_cienciagilson
 
SISTEMA NACIONAL DE SAUDE EM CUBA
SISTEMA NACIONAL DE SAUDE EM CUBASISTEMA NACIONAL DE SAUDE EM CUBA
SISTEMA NACIONAL DE SAUDE EM CUBAFILIPE NERI
 

Semelhante a Saúde Online (20)

Discurso do ministro Alexandre Padilha na 65ª Assembleia Mundial de Saúde
Discurso do ministro Alexandre Padilha na 65ª Assembleia Mundial de SaúdeDiscurso do ministro Alexandre Padilha na 65ª Assembleia Mundial de Saúde
Discurso do ministro Alexandre Padilha na 65ª Assembleia Mundial de Saúde
 
Ministro Alexandre Padilha discursa na Reunião do BRICs - julho 2011
Ministro Alexandre Padilha discursa na Reunião do BRICs - julho 2011Ministro Alexandre Padilha discursa na Reunião do BRICs - julho 2011
Ministro Alexandre Padilha discursa na Reunião do BRICs - julho 2011
 
Discurso de encerramento na sessão especial da Assembleia-Geral das Nações Un...
Discurso de encerramento na sessão especial da Assembleia-Geral das Nações Un...Discurso de encerramento na sessão especial da Assembleia-Geral das Nações Un...
Discurso de encerramento na sessão especial da Assembleia-Geral das Nações Un...
 
Relatório de Atividades 2011
Relatório de Atividades 2011Relatório de Atividades 2011
Relatório de Atividades 2011
 
O futuro da saúde
O futuro da saúdeO futuro da saúde
O futuro da saúde
 
O futuro da saúde
O futuro da saúdeO futuro da saúde
O futuro da saúde
 
Joaomachado9.3
Joaomachado9.3Joaomachado9.3
Joaomachado9.3
 
Aula esp saude
Aula esp saudeAula esp saude
Aula esp saude
 
19th Congress of the SPMI
19th Congress of the SPMI19th Congress of the SPMI
19th Congress of the SPMI
 
Projeto social ana 33 mp
Projeto social ana 33 mpProjeto social ana 33 mp
Projeto social ana 33 mp
 
Por uma oncologia mais atual e justa
 Por uma oncologia mais atual e justa Por uma oncologia mais atual e justa
Por uma oncologia mais atual e justa
 
AULA 3- Programas-de-Saúde.pptx
AULA 3- Programas-de-Saúde.pptxAULA 3- Programas-de-Saúde.pptx
AULA 3- Programas-de-Saúde.pptx
 
Aula - SUS e RAS 1 ciclo Nutrição em Saúde.pdf
Aula - SUS e RAS 1 ciclo Nutrição em Saúde.pdfAula - SUS e RAS 1 ciclo Nutrição em Saúde.pdf
Aula - SUS e RAS 1 ciclo Nutrição em Saúde.pdf
 
Apresentação resumida PARA CONFERÊNCIAS ESTADUAIS.ppt
Apresentação resumida  PARA CONFERÊNCIAS ESTADUAIS.pptApresentação resumida  PARA CONFERÊNCIAS ESTADUAIS.ppt
Apresentação resumida PARA CONFERÊNCIAS ESTADUAIS.ppt
 
Mural sus
Mural susMural sus
Mural sus
 
O acolhimento como diferencial humanizado em instituições de saúde
O acolhimento como diferencial humanizado em instituições de saúdeO acolhimento como diferencial humanizado em instituições de saúde
O acolhimento como diferencial humanizado em instituições de saúde
 
Como Colocar o Paciente no Centro da Decisão - Dra Viviana Giampaoli
Como Colocar o Paciente no Centro da Decisão - Dra Viviana GiampaoliComo Colocar o Paciente no Centro da Decisão - Dra Viviana Giampaoli
Como Colocar o Paciente no Centro da Decisão - Dra Viviana Giampaoli
 
748 quilici rfm-a_importancia_da_ciencia
748 quilici rfm-a_importancia_da_ciencia748 quilici rfm-a_importancia_da_ciencia
748 quilici rfm-a_importancia_da_ciencia
 
Discurso DCNT para reunião da ONU
Discurso DCNT para reunião da ONUDiscurso DCNT para reunião da ONU
Discurso DCNT para reunião da ONU
 
SISTEMA NACIONAL DE SAUDE EM CUBA
SISTEMA NACIONAL DE SAUDE EM CUBASISTEMA NACIONAL DE SAUDE EM CUBA
SISTEMA NACIONAL DE SAUDE EM CUBA
 

Saúde Online

  • 1. Apresentação Síntese projeto online na área da saúde Dora Pires, Joana Bénard da Costa julho de 2013
  • 2. O que é ○ Website multimédia para responder a necessidades concretas dos cidadãos no acesso a cuidados de saúde e ao pleno gozo dos seus direitos enquanto utentes do sistema nacional de saúde ○ Conteúdos informativos na área da saúde e produção de notícias próprias usando todas as potencialidades das novas tecnologias, ou seja, combinando imagem, texto, grafismo, animação e som ○ O website vai estar online até abril de 2014
  • 3. Para quem ○ Cidadãos portugueses mas também de outros estados comunitários que procurem informação sobre serviços de saúde em Portugal, sobretudo no contexto da nova diretiva sobre cuidados de saúde transfronteiriços ○ Cidadãos dos países de língua portuguesa, com os quais Portugal tem acordos específicos na área da saúde, tanto para tratamentos no nosso país como de cooperação científica entre entidades ○ Jornalistas, profissionais de saúde, decisores no setor da saúde
  • 4. Abordagem Os temas serão tratados com recurso a técnicas multimédia e aprofundados com reportagem Em vez do tradicional enfoque na doença, opta-se por uma abordagem dos temas pela “positiva”, ou seja, como prevenir doenças evitáveis e promover a saúde individual e colectiva O objectivo é marcar a diferença face a projetos patrocinados por atores do sistema (direta ou indiretamente) e face a websites institucionais que, apesar da credibilidade da informação, nem sempre apresentam conteúdos de forma acessível, dinâmica e atrativa Os conteúdos serão tratados com parceria/revisão de especialistas e com base em dados oficiais A proximidade é um dos conceitos base do projecto Está prevista a criação de um espaço dedicado aos cidadãos, onde podem colocar dúvidas (a que tentaremos dar resposta), partilhar experiências, deixar queixas e elogios
  • 5. Quem somos Jornalistas há 20 anos, metade dos quais dedicados a temas de saúde na Rádio Renascença Um percurso que nos permitiu ir conhecendo os meandros desta área, os principais intervenientes, diferentes decisores políticos e ter contacto com a realidade e com as dificuldades do comum cidadão em aceder e usar os serviços públicos de saúde de acordo com as necessidades Ao longo dos anos, além do acompanhamento diário da área da saúde, fizémos inúmeras reportagens de fundo, entrevistas na rádio e televisão (parceria com o jornal Público na RTP2) e, mais recentemente, produzimos conteúdos também para o website do grupo Renascença (onde muitos trabalhos continuam disponíveis) Tivémos oportunidade de viajar em serviço pelo país, de visitar várias instituições/organismos europeus e de conhecer alguns países de língua portuguesa
  • 6. Grandes temas Fim de vida Saúde além fronteiras Inovação e ensaios clínicos Saúde pública Normas e números Pequenas maleitas/primeiros socorros Boa vida
  • 7. Grandes temas Fim de vida Questões relacionadas com o fim da vida: lidar com a morte, testamento vital, perspetiva de quem cuida, cuidados continuados e paliativos Saúde além fronteiras Diretiva comunitária: novas regras, vantagens, riscos, direitos e informações úteis antes e depois da deslocação Acompanhar a aplicação da diretiva e impacto nos sistemas de saúde Cooperação com países de língua portuguesa Avaliação e acompanhamento de acordos e protocolos em vigor Notícias e perspetivas locais
  • 8. Grandes temas Inovação e ensaios clínicos Dar especial atenção aos resultados de investigações promissoras do ponto de vista dos utentes, criando ponte com as universidades e centros de investigação Divulgar os ensaios clínicos feitos em Portugal, ou que incluem o nosso país, explicando o que são, para que servem, quem faz, quem paga, quem participa, riscos e potenciais benefícios Informação detalhada sobre questões éticas e direitos de quem participa
  • 9. Grandes temas Saúde pública Enfoque no plano nacional de saúde Começar com o plano de vacinação, gripe, doenças emergentes e outras ameaças para a saúde pública como a resistência aos antibióticos Normas e números Espaço de ajuda ao utente com descodificação de informação complexa, nomeadamente sobre taxas moderadoras, atestados, transporte de doentes e comparticipação de medicamentos Sensibilizar para os elevados custos da saúde, com exemplos da diferença entre o que o utente paga e o custo real
  • 10. Grandes temas Pequenas maleitas/primeiros socorros Manual multimédia sobre o que fazer em caso de pequenos acidentes Boa vida Área dedicada à prevenção da doença, destinada a promover estilos de vida saudáveis, com sugestão de ideias para viver bem e com saúde Alimentação, exercício físico e sono Este será um espaço privilegiado para a criatividade na apresentação dos temas Pequenos vídeos com conselhos básicos para prevenir doenças crónicas, feitos por profissionais de saúde com boa capacidade de comunicação
  • 11. Ferramentas úteis ○ Motores de pesquisa a partir da localização geográfica para encontrar e saber como aceder aos vários serviços de saúde ○ Gestor de saúde (ferramenta de uso individual para planeamento) ○ Feed de notícias de saúde (nacionais e internacionais) ○ Bolsa de emprego para profissionais de saúde
  • 12. Contexto Portugal e a Europa em geral atravessam um período de declínio demográfico e de recessão económica que obriga a repensar as funções sociais do estado A informação assume um papel crucial nos desafios que se colocam a governos e cidadãos a diferentes níveis: ○ Prevenção de doenças crónicas ○ Envelhecer com qualidade de vida ○ Promover a literacia em saúde ○ Combater a burocracia ○ Divulgar direitos e deveres dos utentes ○ Uso racional dos serviços de saúde ○ Sustentabilidade financeira do sistema ○ Liberdade de escolha e de circulação de doentes na Europa ○ Intercâmbio com os países da CPLP ○ Melhorar a qualidade dos serviços de saúde
  • 13. Parcerias a desenvolver Nacionais ■ ■ ■ ■ ■ ■ ■ ■ ■ ■ ■ ■ ■ Ministério da Saúde Direção Geral da Saúde Administração Central do Sistema de Saúde Infarmed Inem Entidade Reguladora da Saúde Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge Health Cluster Portugal Universidades Centros de investigação Ordem dos Enfermeiros Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos Associação Portuguesa de Nutricionistas
  • 14. Parcerias a desenvolver Internacionais ■ ■ ■ ■ ■ ■ Ministérios da Saúde da CPLP Organização Mundial de Saúde Rede ePORTUGUESe European Centre for Disease Prevention and Control Direção Geral para a Saúde e Consumidores da Comissão Europeia ONG's
  • 15. Financiamento Inicialmente, o website será suportado por nós, sem publicidade, patrocínios ou apoios financeiros externos Será uma fase para testes, aperfeiçoamento do projeto e avaliação do interesse suscitado O passo seguinte é conseguir financiamento comunitário e/ou apoios institucionais anuais de Fundações e/ou Institutos privados com interesse na área da saúde A venda (ou cedência gratuita com patrocínio) de conteúdos a rádios e televisões regionais ou online, a diferentes meios de comunicação ou outros projetos na área da saúde, pode ser uma forma para rentabilizar os conteúdos Se os anteriores meios de financiamento não se concretizarem, admite-se a hipótese de abrir o website a anúncios publicitários, de acordo com critérios claros, que não coloquem em causa a credibilidade e a independência do projeto