O comportamento do contador como profissional e como indivduo social

684 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
684
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O comportamento do contador como profissional e como indivduo social

  1. 1. O COMPORTAMENTO DO CONTADOR COMO PROFISSIONAL E COMO INDIVÍDUO SOCIAL Ms Karla Carioca
  2. 2. CONHECENDO O PROFESSORKarla Jeanny Falcão Carioca Mestre em Controladoria pela Universidade Federal do Ceará (UFC), com MBA em Gestão de Negócios de Energia Elétrica pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Professora universitária de Graduação e Pós-Graduação. Palestrante e Instrutora de cursos com enfoque em Contabilidade Internacional, Governança Corporativa e Controles Internos. Sócia-Diretora da Dominus Auditoria, Consultoria e Treinamentos. Possui 14 anos de experiência na área de contabilidade, sendo 9 anos de experiência em normas internacionais de contabilidade e controles internos. Ms Karla Carioca
  3. 3. CONTEXTUALIZAÇÃOOs profissionais de contabilidade podem utilizar seusconhecimentos como forma de contribuir para odesenvolvimento de uma sociedade melhor e mais justaO ambiente corporativo é competitivo, devendo serutilizado o código de ética, analisada a situação econômicafinanceira e a evolução e avanço tecnológico e como essasferramentas podem otimizar as atividades realizadasCom essa exigência do mercado, a contabilidade se tornacada vez mais importante, uma vez que registrainformações que devem ser úteis para a tomada dedecisão Ms Karla Carioca
  4. 4. CONTABILISTA COMO PROFISSIONALO código de ética profissional do contabilista determinaconceitos básicos de direitos e deveres que devem sercumpridos dentro da atuação profissionalO profissional deve ter muito zelo ao preparar asdemonstrações contábeisAlgumas vezes as mesmas são inadequadas, mas não porintenção de fraude, mas por desconhecimento ou máinterpretação da legislaçãoO profissional pode ser penalizado, pois deve prestarinformações adequadas Ms Karla Carioca
  5. 5. CONTABILISTA COMO PROFISSIONALDe acordo com Sá: se não é possível estar-se seguro sobre o que se faz, preferível é não fazer, pois quando a opinião deve resguardar interesse de muitos o profissional não pode errarPara exercer a profissão o estudante e futuro profissionaldeve conhecer seu código de ética, onde o principalobjetivo do código é fixar a forma pela qual se deveconduzir os contabilistas no exercício profissionalO profissional deve ter conhecimento e segurança de seusdeveres diante do mercado e da sociedade, estandosempre reciclando sua capacidade técnica e intelectual Ms Karla Carioca
  6. 6. CONTABILISTA COMO INDIVÍDUO SOCIALPara o desempenho ético é necessário o controle das emoçõesÉ necessário “conversar consigo mesmo”, questionar-se,analisar o que é certo ou erradoÉ uma profissão que se relaciona com várias pessoas (fiscais,empresários, colaboradores, colegas de profissão etc)Nos primeiros anos de atividade profissional podem ocorrererros, os quais devem ser analisados para não voltarem aocorrer, uma vez que a recorrência poderá afetar a percepçãocom relação ao seu caráter e valor profissionalDeve existir o apoio profissional entre os colegas contabilistas,ajudando a não incorrer em erros e como corrigir Ms Karla Carioca
  7. 7. CONTABILISTA COMO INDIVÍDUO SOCIALDevemos refletir sobre a contribuição do profissional contábilpara a sociedade, zelando pela moral, ética, relaçõesprofissionais como também sobre a influência na sociedadeA ética dentro da profissão contábil tem grande importância,pelo efeito no enriquecimento e conhecimento profissionalO código de ética profissional do contabilista, é de sumaimportância para o profissional contábil, devendo conhecê-lopara não vir a cometer infrações ilícitasO comportamento com os colegas e clientes deve ser pautadona honestamente, zelo, pontualidade, confiança e qualidade Ms Karla Carioca
  8. 8. INFRAÇÕES COMETIDAS POR FALTA DE ÉTICAFacilitar o exercício da profissão contábil aos não habilitados ou leigosAdulterar ou manipular fraudulentamente escrita ou documento com ofim de favorecer a si mesmo ou clientes, em detrimento ao fiscoNão cumprir, no prazo estabelecido, determinação do CRC ou de órgãoautorizado de classe, depois de regularmente notificadoPraticar aviltamento de honorários e/ ou concorrência deslealReter injustificadamente, danificar ou extraviar livros e documentoscontábeis, comprovadamente entregues aos seus cuidadosDeixar de prestar serviços por ocasião de eleições do CRC após convocadoNão executar serviços profissionais para os quais foi contratadoContabilista registrado na categoria de Técnico em Contabilidade,exercendo função de Contador Ms Karla Carioca
  9. 9. INFRAÇÕES COMETIDAS POR FALTA DE ÉTICAExercer a profissão sem registro no CRCExercer a profissão com registro provisório vencidoContabilista suspenso ou com registro profissional baixado exercendo a profissãoAssinar documentos ou peças contábeis elaborados por outrem, sem suaorientação e supervisãoNão observar as Normas Brasileiras de Contabilidade, elaborando Demonstraçõessem base em documentação hábil e idôneaTranscrever, no Livro Diário, Demonstrações Contábeis com valores divergentes depeças da mesma empresa e mesmo período apresentadas para qualquer efeitocomo verdadeirasNão realizar suas atividades com capacidade moral, intelectual e material e nãozelar pelo prestígio da classe, da dignidade profissional e seu aperfeiçoamentoExplorar prestígio em decorrência de cargo que ocupa em Entidade de Classe Ms Karla Carioca
  10. 10. EXEMPLOSFalsidade de documentos e irregularidades de escrituração praticadasno sentido de fraudar as renda públicas Penalidade: Suspensão do exercício da profissão por tempo indeterminadoIncapacidade técnica no desempenho de suas funções Penalidade: Suspensão do exercício da profissão, pelo prazo de seis meses a um anoFalta de pagamento de multa aplicada pelo CRC, devidamenteconfirmada, no prazo de 30 (trinta) dias da notificação Penalidade: Suspensão por 90 (noventa) dias do profissionalInexecução de serviços contábeis para os quais foi expressamentecontratado Penalidade: Suspensão de 6 (seis) meses a um ano; advertência reservada, censura reservada ou censura pública Ms Karla Carioca
  11. 11. EXEMPLOSInobservância às Normas Brasileiras de Contabilidade Penalidade: Suspensão do exercício profissional ou multa; advertência reservada, censura reservada ou censura públicaDemonstrações contábeis elaboradas com base emdocumentação hábil e legal, mas não transcritas no Livro Diárioda empresa Penalidade: Multa; advertência reservada, censura reservada ou censura públicaFalta de registro do Livro Diário no órgão competente Penalidade: Multa; advertência reservada, censura reservada ou censura pública Ms Karla Carioca
  12. 12. DÚVIDAS?PERGUNTAS? Ms Karla Carioca
  13. 13. REFERÊNCIASPASSOS, E. Ética nas Organizações. São Paulo: Atlas,2004SÁ, A.L. Ética Profissional. São Paulo: Atlas, 2012FORTES, J.C. Manual do Contabilista. São Paulo:Saraiva, 2010Conselho Regional de Contabilidade – Cearádisponível em www.crc-ce.rg.brConselho Federal de Contabilidade – disponível emwww.cfc.org.br Ms Karla Carioca
  14. 14. karlacarioca@dominusauditoria.com.br (85) 3224-6393

×