Pequena aula sobre princípios de economia

367 visualizações

Publicada em

Princípios de economia: o visto e o não visto e incentivos, para a disciplina de Tópicos integrados, IESPES 2013 - Santarém - Tapajós - Brasil

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
367
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pequena aula sobre princípios de economia

  1. 1. Ciências ContábeisIESPESFernando Monteiro D’AndreaEconomiaIncentivos – Visto e não visto
  2. 2.  Um quarto dos chefes de família da cidade de 20 milhabitantes (pg. 97); A única das grandes empresas a ser dirigida daprópria cidade (pg. 97); Todos os administradores haviam começado suascarreiras como operários (pg. 97); Na realidade a situação da fábrica era calamitosa (pg.98) A própria usina era um edifício monumental (pg. 98);
  3. 3.  Se alguém era incompetente num serviço a ordem erasempre para que esta pessoa fosse transferida desetor (pg. 98) Diretores eternos nada diziam enquanto o diretor dafamília ainda estava vivo (pg. 99); A chagada das novatas não foi prevista (pg. 99); Com a renovação o número de empregados cairia de8 mil para 2,6 mil (pg. 100); Todas as finanças eram mantidas em segredo (pg.100);
  4. 4.  O que a fábrica significava para a cidade, sem elanão haveria empregos (pg. 100); E a responsabilidade social da empresa para coma cidade, como fica? (pg. 102); O apoio do sindicato para o plano de Ludwig eraessencial (pg 102); “Investir todo esse dinheiro na fábrica de Blair éuma insensatez financeira e uma cabalirresponsabilidade social!” (pg. 102);
  5. 5.  O Visto e o não visto...• “quando estudamos os efeitos de váriaspropostas, não apenas sobre determinados grupos, ea curto prazo, mas sobre todos os grupos, e a longoprazo, as conclusões, a que geralmentechegamos, correspondem às do senso comum”• “O mau economista vê somente quais foram ou quaisserão os efeitos de determinada política sobredeterminado grupo; o bom investiga, além disso, quaisos efeitos dessa política sobre todos os grupos.”
  6. 6.  Em dois anos, a empresa tinha errado o preenchimento de 50documentos exigidos pela RF. No Brasil: “A Receita permiteque uma empresa faça apenas três regularizações por dia”; Documentos de ex-funcionários têm de ser mantidos por 30anos e devem ser fornecidos quando eles se aposentam. Porcausa disso, só em SP estima-se que as grandes empresasarmazenem 75 bilhões de documentos; Uma empresa paulistana ocupava do chão ao teto umcômodo de 25 metros quadrados com documentos; Grandes empresas chegam a ocupar volume de oito piscinasolímpicas – 90% dos papeis nunca são requisitados, mas aide quem não os tiver;
  7. 7.  Nos portos a tarefa de importar algo demanda 120documentos e envolve 30 órgãos; Empresas não são bem vindas, abrir uma exige emmédia 13 procedimentos, entre idas e vindas a órgãosmunicipais, estaduais e federais são necessários, otempo médio é de 119 dias; O trâmite no BC ilustra o processo: para conseguir oregistro é necessário agendar uma visita para pegarsenha, voltar para casa, aguardar a liberação dessasenha, agendar nova visita para buscá-la e, com ela, ocadastro pode ser feito via... internet. “Só isso podedurar um mês”;
  8. 8.  A dificuldade cria um mercado de facilidades. Existemescritórios que vendem “empresas de prateleira”. Sãoempresas com todos os registros prontos, porém semoperação, que um investidor estrangeiro compra paraevitar boa parte da burocracia. Saem, em média, porR$7.500; O medo leva os funcionários a pecar pelo excesso.Ninguém quer ser responsabilizado. Por isso, todospassam o problema para a frente; Uma concessionária de automóveis seminovos gastaR$36.000 por ano só com o reconhecimento de firmas;
  9. 9.  Para manter todas as certidões negativasatualizadas, paga por mês cerca de 2 000 reais àC&R Licitações, escritório especializado em cuidardos trâmites burocráticos relacionados àslicitações; Fechar uma empresa no Brasil é algo tão raro queum jeito fácil de deixar um advogado especializadoem direito empresarial em saia justa é pedirexemplos de empresas que tenham enfrentado amaratona até um final feliz. “As empresas fazemde tudo para não ter de fechar”;
  10. 10.  O Brasil é o país onde as empresas gastam mais tempo cumprindoobrigações com o Fisco, em média 2.600 h/ano, 108 dias calculandoqual é a parte que o governo leva do negócio;• 15 horas na Suiça, 316 no Chile; Existem por volta de 60 tributos no Brasil; Foram editadas quase 300 mil normas tributárias nos últimos 24anos no país, se impressas e colocadas juntas pesariam 7toneladas; O setor privado gasta R$45 bi/ano com a manutenção de equipes esistemas dedicados exclusivamente aos impostos; A Receita mantém uma verdadeira caça aos programas departicipação nos lucros; Para investir paga-se imposto;
  11. 11.  Pessoas respondem a incentivos• A oferta de casas de altíssimo padrão aumentou na Françadepois de o governo anunciar que iria aumentar o impostode renda para os multi milionários;• Um talibã se apresentou à polícia no Afeganistão pedindoque fosse pago à ele a recompensa pela sua captura, US$100,00;• Uma escola primária com o objetivo de fazer com que ospais não se atrasassem para pegar os filhos institui umamulta... problema a multa era muito baixa, os pais passaram a atrasarmais do que antes!!Você devemorrer paraservir deexemplo!Só vaispiorar asituação!Porquêdizesisso?Simples:competição.
  12. 12.  Pessoas respondem a incentivos• Nos EUA as grandes empresas que iriam falir com ocolapso do sistema imobiliário foram salvas pelogoverno, elas não são responsáveis por seus atos, são“grandes demais para quebrar”;• Num sistema comunista/socialista, você não é dono do queproduz, a quantidade de alimentos produzidos nasfazendas de países que adotaram esta ideologia caiudrasticamente a ponto de matar de fome grande parte dapopulação Ucraniana e Chinesa (1958-61);• Porquê vocês estão na faculdade?;
  13. 13.  People respond to incentives: disponível em:http://gregmankiw.blogspot.com.br/2012/10/people-respond-to-incentives.html People respond to incentives: disponível em: :http://www.economistsdoitwithmodels.com/2012/04/17/economic-principle-4-people-respond-to-incentives-taliban-edition/ Great Chinese famine: http://en.wikipedia.org/wiki/Great_Chinese_Famine http://www.guardian.co.uk/world/2013/jan/01/china-great-famine-book-tombstone People respond to incentives: disponível em: http://www.transtutors.com/homework-help/micro-economics/principles/principle-4-people-respond-to-incentives/ Holodomor. Disponível em: http://en.wikipedia.org/wiki/Holodomor Freakonomics e Superfreakonomics por Levitt e Dubner;

×