REALISMO
REALISMO• Os efeitos da industrialização logorepercutiram na sociedade: a exploraçãodo trabalho humano (as péssimas condiç...
Fábrica têxtil do século XIX. A exploração da força de trabalho demulheres e crianças era algo “comum”.
REALISMO• O realismo está conectado a um momentoem que nascem as primeiras lutas sociaiscontra o imperialismo capitalista....
CARACTERÍSTICAS• Oposição ao subjetivismo;• Cientificismo - inspiração na razão e naciência;• Abordagem de temas sociais;•...
REALISMO• Durante a primeira metade do séculoXIX, enquanto se dava o embate entreneoclassicismo e romantismo, o realismosu...
PINTURA REALISTA• O Realismo fez sempre parte da arteocidental. Durante a Renascença, os artistassuperaram todas as limita...
O Homem com a Enxada , obra de Jean - François Millet.
Mercado na Normandia, 1848 - Théodore Rousseau.
PINTURA REALISTA• Pintura social;• O artista utiliza todo o conhecimento sobre perspectiva paracriar a ilusão de espaço, c...
PINTURA REALISTA• O pai do movimento realista foi Gustave Courbet( 1819 - 77 ). Ele insistiu que "a pintura éessencialment...
Gustave Courbet - Mulheres Peneirando o Trigo" de 1855.
Gustave Courbet – Os quebradores de pedras, 1849.
Auto-retrato - Gustave Courbet, 1844-1845.
PINTURA REALISTA• Jean- François Milllet ( 1814 - 1875 ) estásempre associado a retratos de trabalhadoresrurais arando, se...
Jean- François Milllet - O homem com uma enxada. 1860 - 1862
Jean-François Millet – Angelus, 1859.
A fiadeira - Jean-François Millet.
PINTURA REALISTA• INOVAÇÕES DE DAUMIER ( 1808 - 1879 ).Em Honoré Daumier vamos buscar as inovaçõesrelativas à cor e à luz....
Honoré Dumier - A lavadeira.
Daumier - Os jogadores de xadrez, 1863.
PINTURA REALISTA• INOVAÇÕES DE DAUMIER ( 1808 - 1879 ).A atmosfera criada pela luz retira a sensação devolume dos corpos. ...
Honoré Dumier - Dom Quixote eSancho Pança.
Daumier – Dom Quixote.
ESCULTURA REALISTA• A escultura realista não se preocupoucom a idealização da realidade, aocontrário, procurou recriar os ...
ESCULTURA REALISTA• Dentre os escultores do período realista, o que maisse destaca é Auguste Rodin (1840-1917), cujaproduç...
A Idade do Bronze (1877)-Rodin.
O pensador, em bronze, 1880 –Rodin.
São João Batista Pregando –Rodin, (1878).
O Beijo - Rodin, 1888 – 1889.
Os burgueses de Calais, Rodin, (1844-1886).
ARQUITETURACom a industrialização, grandes mudançasocorrem na paisagem urbana da Europa. As igrejase palácios construídos ...
Torre Eiffel, 1889.
Palácio de Cristal, Londres, 1851.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Realismo

4.782 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.782
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
168
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Realismo

  1. 1. REALISMO
  2. 2. REALISMO• Os efeitos da industrialização logorepercutiram na sociedade: a exploraçãodo trabalho humano (as péssimas condiçõesde vida e trabalho dos operários dasfábricas) e o anseio por lucros por parte daburguesia industrial justificaram o surgimentode vários movimentos e teorias sociaispregando a construção de uma sociedademais livre, democrática e justa.
  3. 3. Fábrica têxtil do século XIX. A exploração da força de trabalho demulheres e crianças era algo “comum”.
  4. 4. REALISMO• O realismo está conectado a um momentoem que nascem as primeiras lutas sociaiscontra o imperialismo capitalista. Muitosartistas se preocuparam em reagir contra asexcentricidades do romantismo e suasidealizações amorosas, seu patriotismoconservador. O realismo ironiza a belezaideal e propõe a uma beleza real eobjetiva.
  5. 5. CARACTERÍSTICAS• Oposição ao subjetivismo;• Cientificismo - inspiração na razão e naciência;• Abordagem de temas sociais;• Tratamento objetivo da realidade do serhumano;• Necessidade de retratar a naturezacomo ela é e não de forma idealizada;• Forte caráter ideológico: político e dedenúncia dos problemas sociais.
  6. 6. REALISMO• Durante a primeira metade do séculoXIX, enquanto se dava o embate entreneoclassicismo e romantismo, o realismosurge como uma nova força, que iriadominar a arte na segunda metade doséculo.
  7. 7. PINTURA REALISTA• O Realismo fez sempre parte da arteocidental. Durante a Renascença, os artistassuperaram todas as limitações técnicas pararepresentar com fidelidade a natureza.Mas, no Realismo, os artistas modificaram ostemas e insistiam na imitação precisa daspercepções visuais sem alteração. Os artistasforam buscar no seu mundocotidiano, moderno, as principaistemáticas, deixando de lado deuses, deusase heróis da antiguidade. Camponeses e aclasse trabalhadora urbana passaram adominar as telas dos realistas.
  8. 8. O Homem com a Enxada , obra de Jean - François Millet.
  9. 9. Mercado na Normandia, 1848 - Théodore Rousseau.
  10. 10. PINTURA REALISTA• Pintura social;• O artista utiliza todo o conhecimento sobre perspectiva paracriar a ilusão de espaço, como também a perspectivaaérea, dando uma nova visão da paisagem ou da cena(vista superior aérea).• Os volumes são muito bem representados, devido àgradação de cor, de luz e sombra.• Há preocupação de representar a textura, a aparência realdo objeto (a textura da pele, dos tecidos, da parede, etc.).• O desenho e a técnica para representar o corpo humano sãoperfeitas.• Voltados para o desejo de representar a realidade tal e qualela se apresenta e voltados para temáticas de ordem social epolítica, os realistas pintam em geral trabalhadores, cenas docotidiano e da modernidade.
  11. 11. PINTURA REALISTA• O pai do movimento realista foi Gustave Courbet( 1819 - 77 ). Ele insistiu que "a pintura éessencialmente uma arte concreta e tem de seraplicada às coisas reais e existentes". Nuncaantes tinha sido realizado em tamanho épico -reservado somente para obras históricasgrandiosas - uma pintura sobre gente comum ("Enterro em Ornams ). Defendia em altos bradosa classe trabalhadora e foi preso por seis mesespor danificar um monumento napoleônico.Detestava a teatralidade da arte acadêmica.
  12. 12. Gustave Courbet - Mulheres Peneirando o Trigo" de 1855.
  13. 13. Gustave Courbet – Os quebradores de pedras, 1849.
  14. 14. Auto-retrato - Gustave Courbet, 1844-1845.
  15. 15. PINTURA REALISTA• Jean- François Milllet ( 1814 - 1875 ) estásempre associado a retratos de trabalhadoresrurais arando, semeando e colhendo. Nascidode uma família camponesa, disse uma vez quedesejava "fazer com que o trivial servisse paraexprimir o sublime". Antes dele, oscamponeses eram invariavelmente retratadoscomo estúpidos. Millet lhes deu umadignidade resoluta.
  16. 16. Jean- François Milllet - O homem com uma enxada. 1860 - 1862
  17. 17. Jean-François Millet – Angelus, 1859.
  18. 18. A fiadeira - Jean-François Millet.
  19. 19. PINTURA REALISTA• INOVAÇÕES DE DAUMIER ( 1808 - 1879 ).Em Honoré Daumier vamos buscar as inovaçõesrelativas à cor e à luz. Já despreocupado emrepresentar exatamente a realidade doobjeto, Daumier se preocupa em trazer à pinturauma atmosfera irreal. Há sempre um espaçoaéreo luminoso, mas é como uma fotodesfocada, sem contornos nítidos. Aisto, chamaremos de perspectiva aérea; quantomais distante do observador, os detalhes dosobjetos perdem a nitidez.
  20. 20. Honoré Dumier - A lavadeira.
  21. 21. Daumier - Os jogadores de xadrez, 1863.
  22. 22. PINTURA REALISTA• INOVAÇÕES DE DAUMIER ( 1808 - 1879 ).A atmosfera criada pela luz retira a sensação devolume dos corpos. As pinceladas são bem visíveis eDaumier renuncia à ilusão da matéria, isto é, daspessoas. A textura do tecido não existe mais. Existeapenas a textura da própria pincelada. A cor deixa deser a cor real. Ele se utiliza de claro-escuro. Há faltade sensação de espaço, de volume, matéria e cor, masprincipalmente falta o desenho. Precisamos aprendera compreender o que o pintor quer demonstrarquando deforma.
  23. 23. Honoré Dumier - Dom Quixote eSancho Pança.
  24. 24. Daumier – Dom Quixote.
  25. 25. ESCULTURA REALISTA• A escultura realista não se preocupoucom a idealização da realidade, aocontrário, procurou recriar os seres taiscomo eles são. Além disso, osescultores preferiram os temascontemporâneos, assumindo muitasvezes uma intenção política em suasobras.
  26. 26. ESCULTURA REALISTA• Dentre os escultores do período realista, o que maisse destaca é Auguste Rodin (1840-1917), cujaprodução desperta severas polêmicas. Já seu primeirotrabalho importante, A Idade doBronze (1877), causou uma grande discussãomotivada pelo seu intenso realismo. Alguns críticoschegaram a acusar o artista de tê-lo feito a partir demoldes tirados do próprio modelo vivo. Mas écom São João Batista Pregando (1878) que Rodinrevela sua característica fundamental: a fixação domomento significativo de um gesto humano. Essamesma tentativa de surpreender o homem em suasações aparece em O Pensador, sua obra maisconhecida.
  27. 27. A Idade do Bronze (1877)-Rodin.
  28. 28. O pensador, em bronze, 1880 –Rodin.
  29. 29. São João Batista Pregando –Rodin, (1878).
  30. 30. O Beijo - Rodin, 1888 – 1889.
  31. 31. Os burgueses de Calais, Rodin, (1844-1886).
  32. 32. ARQUITETURACom a industrialização, grandes mudançasocorrem na paisagem urbana da Europa. As igrejase palácios construídos nos séculos anteriores comrequinte e luxo, são substituídos porfábricas, armazéns, escolas, estações ferroviárias eoutras construções civis que atendam àsnecessidades da classe operária e da burguesiadesse período. Os arquitetos e engenheirosprocuram responder adequadamente às novasnecessidades urbanas, utilizando materiais novossurgidos a partir da Revolução Industrial, como oferro fundido e o concreto armado. As estruturas deferro passam a ficar mais aparentes, criandoformas imponentes como a Torre Eiffel, de 300metros de altura, ou delicadas, como o Palácio deCristal.
  33. 33. Torre Eiffel, 1889.
  34. 34. Palácio de Cristal, Londres, 1851.

×