Da evidência à decisão 
clínica em farmacoterapia 
David Silvério Rodrigues, MD 
2014
Declaração de interesses 
@davsrodrigues
@davsrodrigues 
Médico de Família 
ACES Oeste Sul - UCSP Torres Vedras (ext. Silveira) 
Assistente Convidado Conselho Naci...
O que é que, como médicos, 
fazemos milhares de vezes? 
@davsrodrigues
Decisão clínica individual 
No Reino Unido: 
! 
Por cada milhão pessoas/ano: 
40-50 milhões de decisões clínicas individua...
Faltar ao trabalho 
Tomar medicação 
Enfermeira 
Como decidir? 
carro avariou! 
mãe com alzheimer 
Montori V, adaptado de ...
Em medicina a resposta não é simples... 
@davsrodrigues
faz todo o sentido! 
tratamento 
intensivo 
diabetes 
Estudos 
ADVANCE 
e ACCORD 
tratamento 
intensivo 
diabetes 
2008 e ...
o ser humano comete erros! 
“...e o burro sou eu?” 
@davsrodrigues
Incerteza/erro 
Como lidar com eles em medicina? 
@davsrodrigues
“Medicina baseada no que sempre foi” 
I 
adaptado de: Muir Gray, JA Evidence Based Healthcare, How to make health policies...
“Medicina baseada no que sempre foi” 
adaptado de: Muir Gray, JA Evidence Based Healthcare, How to make health policies an...
Medicina Baseada na Evidência 
Valores e 
Evidência 
Recursos preferências 
adaptado de: Muir Gray, JA Evidence Based Heal...
Medicina Baseada na Evidência 
Melhor resposta encontrada para diminuir a incerteza e o erro 
na prática médica 
is ‘the c...
Medicina Baseada na Evidência 
Hierarquia na evidência 
(maior validade nas conclusões)
Decisão Clínica: a evidência nunca será suficiente! 
Faltar ao trabalho 
Tomar medicação 
Enfermeira 
Como decidir? 
carro...
@davsrodrigues 
Medicina Baseada na Evidência 
Valores e 
Decisão Clínica 
Evidência 
Recursos preferências 
Clínica 
óbvi...
@davsrodrigues
“gap between what we know and what we do” 
misuse 
overuse 
underuse 
Institute of Medicine. Crossing the quality chasm: a...
“The burden of harm conveyed by the collective impact 
of all of our health care quality problems is staggering.” 
Institu...
@davsrodrigues 
N Engl J Med 2003;348:2635-45.
@davsrodrigues 
439 indicators of clinical quality of care! 
30 acute and chronic conditions, as well as prevention! 
Medi...
@davsrodrigues 
N Engl J Med 2003;348:2635-45. @davsrodrigues
@davsrodrigues 
~ 45% ! 
receberam cuidados não recomendados 
N Engl J Med 2003;348:2635-45.
@davsrodrigues 
N Engl J Med 2003;348:2635-45.
“One of the most consistent findings from clinical and 
health services research is the failure to translate 
research int...
Progress 
Scientific understanding 
Time 
} Implementation! 
Patient care 
GAP 
@davsrodrigues
evidence-practice gaps consequences: 
! 
1- patients are exposed to unnecessary risks 
of iatrogenic harms 
! 
2 - healthc...
@davsrodrigues 
Como incorporar na prática? 
Valores e 
Evidência 
Recursos preferências 
tempo 
esforço 
acesso 
interpre...
@davsrodrigues 
2500000 
2000000 
1500000 
1000000 
500000 
0 
Biomedical MEDLINE Trials Diagnostic? 
Medical Articles per...
The paths from research to improved health outcomes @davsrodrigues 
Paul Glasziou, Brian Haynes. Evid Based Med 2005;10:4-...
@davsrodrigues
@davsrodrigues 
AWARE
@davsrodrigues 
The paths from research to improved health outcomes 
Paul Glasziou, Brian Haynes. Evid Based Med 2005;10:4...
@davsrodrigues
@davsrodrigues
@davsrodrigues
@davsrodrigues
@davsrodrigues
Mudanças comportamento são difíceis de 
@davsrodrigues 
obter! 
! 
I - ponto de vista individual - ciclo de melhoria
Como integrar MBE na prática 
clínica?! 
informação 
1. perguntar (ask) - pergunta concreta da nossa prática! 
2. aceder (...
Medicina Baseada na Evidência 
exemplo:! 
! 
espironolactona reduz mortalidade em ICC 
(classe II-IV NYHA)?! 
@davsrodrigu...
Medicina Baseada na Evidência 
Espironolactona na ICC 
1. perguntar 
(ask) 
-­‐ 
pergunta 
concreta 
da 
nossa 
prá1ca 
! ...
Medicina Baseada na Evidência 
dicas práticas: 
manter um livro de perguntas 
journal club
Mudanças comportamento são difíceis de 
@davsrodrigues 
obter! 
! 
II - ponto de vista organizações de saúde - 
estratégia...
Mudanças comportamento são difíceis de 
@davsrodrigues 
obter! 
! 
II - ponto de vista organizações de saúde - 
estratégia...
4.3% 
@davsrodrigues 
6% 
4,8% 
12% 
5% 
4,2% 
OR 1,52
4.3% 
@davsrodrigues 
6% 
4,8% 
12% 
5% 
4,2% 
OR 1,52
@davsrodrigues
dmsrodrigues@gmail.com 
@davsrodrigues 
@davsrodrigues 
Obrigado!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Curso curicular 4 ano - Knowledge translation

272 visualizações

Publicada em

Apresentação no âmbito do curso curricular de farmacoterapia do 4º ano do internato de MGF na CIMGF LVT

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
272
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Curso curicular 4 ano - Knowledge translation

  1. 1. Da evidência à decisão clínica em farmacoterapia David Silvério Rodrigues, MD 2014
  2. 2. Declaração de interesses @davsrodrigues
  3. 3. @davsrodrigues Médico de Família ACES Oeste Sul - UCSP Torres Vedras (ext. Silveira) Assistente Convidado Conselho Nacional Auditoria e Qualidade Direcção Internato MGF Oeste Sul Atendimento Médico Permanente sem relações
  4. 4. O que é que, como médicos, fazemos milhares de vezes? @davsrodrigues
  5. 5. Decisão clínica individual No Reino Unido: ! Por cada milhão pessoas/ano: 40-50 milhões de decisões clínicas individuais Muir Gray, JA Evidence Based Healthcare, How to make health policies and management decisions, 2nd Edition. Churchill Livingstone London 2001 ! @davsrodrigues
  6. 6. Faltar ao trabalho Tomar medicação Enfermeira Como decidir? carro avariou! mãe com alzheimer Montori V, adaptado de DOI: 10.3205/12gin010 55 90 Kg Médico Família Exercício Físico LDL elevados A1c 8,3% Insómnia MCDTs Dor Tonturas Podologia Caminhadas Evitar sal, gorduras, hidratos carbono Verificar glicémias Cuidados pés Obesidade Diabetes HTA Depressão Lombalgia Neuropatia 3 2 1 números não batem certo prazo é agora! trabalho, trabalho contas por pagar bancos família seguradoras filha divorciou-se e de volta a casa 2 netas lindas passear o cão supermercado sem tempo para. .m.im! Metformina Sulfunilureia Diurético e B-Bloq Estatina João @davsrodrigues
  7. 7. Em medicina a resposta não é simples... @davsrodrigues
  8. 8. faz todo o sentido! tratamento intensivo diabetes Estudos ADVANCE e ACCORD tratamento intensivo diabetes 2008 e 2010 The ACCORD Study Group; N Engl J Med 2010; 362:1575-1 The ADVANCE Collaborative Group; N Engl J Med 2008; 358:2560-2572June 12, 2008 585April 29, 2010 @davsrodrigues
  9. 9. o ser humano comete erros! “...e o burro sou eu?” @davsrodrigues
  10. 10. Incerteza/erro Como lidar com eles em medicina? @davsrodrigues
  11. 11. “Medicina baseada no que sempre foi” I adaptado de: Muir Gray, JA Evidence Based Healthcare, How to make health policies and management decisions, 2nd Edition. Churchill Livingstone London 2001 ! Decisão Clínica Recursos Clínica
  12. 12. “Medicina baseada no que sempre foi” adaptado de: Muir Gray, JA Evidence Based Healthcare, How to make health policies and management decisions, 2nd Edition. Churchill Livingstone London 2001 ! II Decisão Clínica Valores e Recursos preferências Clínica
  13. 13. Medicina Baseada na Evidência Valores e Evidência Recursos preferências adaptado de: Muir Gray, JA Evidence Based Healthcare, How to make health policies and management decisions, 2nd Edition. Churchill Livingstone London 2001 ! Decisão Clínica Clínica
  14. 14. Medicina Baseada na Evidência Melhor resposta encontrada para diminuir a incerteza e o erro na prática médica is ‘the conscientious, explicit and judicious use of current best evidence in making decisions about the care of individual patients’! Sackett, et al. BMJ 1996;312:71-72
  15. 15. Medicina Baseada na Evidência Hierarquia na evidência (maior validade nas conclusões)
  16. 16. Decisão Clínica: a evidência nunca será suficiente! Faltar ao trabalho Tomar medicação Enfermeira Como decidir? carro avariou! mãe com alzheimer Montori V, adaptado de DOI: 10.3205/12gin010 55 90 Kg Médico Família Exercício Físico LDL elevados A1c 8,3% Insómnia MCDTs Dor Tonturas Podologia Caminhadas Evitar sal, gorduras, hidratos carbono Verificar glicémias Cuidados pés Obesidade Diabetes HTA Depressão Lombalgia Neuropatia 3 2 1 números não batem certo prazo é agora! trabalho, trabalho contas por pagar bancos família seguradoras filha divorciou-se e de volta a casa 2 netas lindas passear o cão supermercado sem tempo para. .m.im! Metformina Sulfunilureia Diurético e B-Bloq Estatina
  17. 17. @davsrodrigues Medicina Baseada na Evidência Valores e Decisão Clínica Evidência Recursos preferências Clínica óbvio
  18. 18. @davsrodrigues
  19. 19. “gap between what we know and what we do” misuse overuse underuse Institute of Medicine. Crossing the quality chasm: a new health system for the 21st century. @davsrodrigues Washington: Institute of Medicine, 2001
  20. 20. “The burden of harm conveyed by the collective impact of all of our health care quality problems is staggering.” Institute of Medicine. Crossing the quality chasm: a new health system for the 21st century. @davsrodrigues Washington: Institute of Medicine, 2001
  21. 21. @davsrodrigues N Engl J Med 2003;348:2635-45.
  22. 22. @davsrodrigues 439 indicators of clinical quality of care! 30 acute and chronic conditions, as well as prevention! Medical records for 6712 patients!
  23. 23. @davsrodrigues N Engl J Med 2003;348:2635-45. @davsrodrigues
  24. 24. @davsrodrigues ~ 45% ! receberam cuidados não recomendados N Engl J Med 2003;348:2635-45.
  25. 25. @davsrodrigues N Engl J Med 2003;348:2635-45.
  26. 26. “One of the most consistent findings from clinical and health services research is the failure to translate research into practice and policy. As a result of these evidence-practice and policy gaps, patients fail to benefit optimally from advances in healthcare and are exposed to unnecessary risks of iatrogenic harms, and healthcare systems are exposed to unnecessary expenditure resulting in significant opportunity costs.” Grimshaw et al. Knowledge translation of research findings. Implementation Science 2012, 7:50 @davsrodrigues
  27. 27. Progress Scientific understanding Time } Implementation! Patient care GAP @davsrodrigues
  28. 28. evidence-practice gaps consequences: ! 1- patients are exposed to unnecessary risks of iatrogenic harms ! 2 - healthcare systems are exposed to unnecessary expenditure resulting in significant opportunity costs. @davsrodrigues Grimshaw et al. Knowledge translation of research findings. Implementation Science 2012, 7:50
  29. 29. @davsrodrigues Como incorporar na prática? Valores e Evidência Recursos preferências tempo esforço acesso interpretação Clínica Cabana MD, Rand CS, Powe NR, et al. Why don’t physicians follow clinical practice guidelines? A framework for improvement. JAMA 1999;282:1458–65.
  30. 30. @davsrodrigues 2500000 2000000 1500000 1000000 500000 0 Biomedical MEDLINE Trials Diagnostic? Medical Articles per Year ~5000/dia ~2000/dia ~75/dia superdoctor
  31. 31. The paths from research to improved health outcomes @davsrodrigues Paul Glasziou, Brian Haynes. Evid Based Med 2005;10:4-7 doi:10.1136/ebm.10.1.4-a
  32. 32. @davsrodrigues
  33. 33. @davsrodrigues AWARE
  34. 34. @davsrodrigues The paths from research to improved health outcomes Paul Glasziou, Brian Haynes. Evid Based Med 2005;10:4-7 doi:10.1136/ebm.10.1.4-a
  35. 35. @davsrodrigues
  36. 36. @davsrodrigues
  37. 37. @davsrodrigues
  38. 38. @davsrodrigues
  39. 39. @davsrodrigues
  40. 40. Mudanças comportamento são difíceis de @davsrodrigues obter! ! I - ponto de vista individual - ciclo de melhoria
  41. 41. Como integrar MBE na prática clínica?! informação 1. perguntar (ask) - pergunta concreta da nossa prática! 2. aceder (procura sistemática) informação epidemiológica para responder à questão.! 3. apreciar a evidência enquanto a validade, tamanho do efeito, precisão..! 4. aplicar a evidência na prática:! ! a. amassar a evidência com outra informação relevante (valores e preferências, aspectos clínicos e aspectos dos recursos) e tomar uma decisão clínica baseada na evidência e:! ! b. actuar (instaurar) a decisão na prática! ——————————————————————————————————— 5. auditar - a nossa prática. Constantemente:! ! a. comparar a nossa prática com a melhor evidência disponível! ! b. diminuir as diferenças entre a nossa prática e a melhor evidência interna externa traduzido de: Rod Jackson 2013. cebm.net @davsrodrigues
  42. 42. Medicina Baseada na Evidência exemplo:! ! espironolactona reduz mortalidade em ICC (classe II-IV NYHA)?! @davsrodrigues
  43. 43. Medicina Baseada na Evidência Espironolactona na ICC 1. perguntar (ask) -­‐ pergunta concreta da nossa prá1ca ! ! 2. será que a utilização de espironolactona diminui mortalidade em doentes com ICC (classe II a IV da NYHA)? ! tripdatabase, uptodate, bmj evidence, medline… ! ! Mortality: spironolactone 35%, placebo 46%, Number Needed to Treat (NNT) 10. ! ! ! ! doente quer acrescentar mais um fármaco? riscos de efeitos secundários? tem condições para ir ao hospital se hiperkaliemia? ! recomendar espironolactona naquela situação ! aceder (procura sistemá1ca) informação epidemiológica para responder à questão ! ! 3. apreciar a evidência enquanto a validade, tamanho do efeito, precisão.. ! ! 4. aplicar a evidência na prá1ca: a. amassar a evidência com outra informação relevante (valores e preferências, aspectos clínicos e aspectos dos recursos) e tomar uma decisão clínica baseada na evidência e: ! ! b. actuar (instaurar) a decisão na prá1ca ! ———————————————————————————————————— 5. auditar -­‐ a nossa prá1ca. Constantemente: a. comparar a nossa prá1ca com a melhor evidência disponível b. diminuir as diferenças entre a nossa prá1ca e a melhor evidência ciclo de melhoria - autoavaliação @davsrodrigues
  44. 44. Medicina Baseada na Evidência dicas práticas: manter um livro de perguntas journal club
  45. 45. Mudanças comportamento são difíceis de @davsrodrigues obter! ! II - ponto de vista organizações de saúde - estratégias de intervenção sobre profissionais de saúde
  46. 46. Mudanças comportamento são difíceis de @davsrodrigues obter! ! II - ponto de vista organizações de saúde - estratégias de intervenção sobre profissionais de saúde
  47. 47. 4.3% @davsrodrigues 6% 4,8% 12% 5% 4,2% OR 1,52
  48. 48. 4.3% @davsrodrigues 6% 4,8% 12% 5% 4,2% OR 1,52
  49. 49. @davsrodrigues
  50. 50. dmsrodrigues@gmail.com @davsrodrigues @davsrodrigues Obrigado!

×