Para fazer bons títulos é preciso ter VISÃO Joana Martins  1º ano  Comunicação Social  11 Dezembro 2006
Arte e Técnicas de Titular Títulos da revista VISÃO (entre 1996 e 2006) Joana Martins  1º ano  Comunicação Social  11 Deze...
A selecção dos números da revista  VISÃO  foi feita em função do interesse que os mesmos teriam para o estudo e análise de...
ÍNDICE <ul><li>INTRODUÇÃO …………………………………………………………………………………..  1 </li></ul><ul><li>SIGLAS …………………………………………………………………………………………...
Títulos com     SIGLAS Quinta 2 Novembro 2006 Quinta 2006 SIS   –   Serviço de Informações de Segurança Ikea   – Ingvar Ka...
A utilização de  siglas  nos títulos é frequente, uma vez que estas possibilitam uma mais fácil e rápida elaboração, e pos...
Títulos com  JOGOS DE PALAVRAS Quinta, 18 Junho 1998 Quinta, 6 de Julho 2006
JOGOS DE PALAVRAS Quinta, 27 Agosto 1998 Quinta,13 Março 1997
JOGOS DE PALAVRAS Quinta, 16 Maio 1996 Quinta, 4 Julho 1996
A utilização de jogos de palavras é um recurso bastante utilizado, caracterizado pela criatividade e imaginação. Neste cas...
Títulos  EXCLAMATIVOS Quinta, 31 Outubro 1996 Quinta, 24 Setembro 1998
EXCLAMATIVOS Quinta, 1 Maio 1997
EXCLAMAÇÕES <ul><li>A exclamação é um recurso utilizado na arte de titular como escape a uma composição básica.  </li></ul...
Títulos  INTERROGATIVOS Quinta, 22 Junho 2006 Quinta, 19 Dezembro 1996
INTERROGATIVOS Quinta, 12 Dezembro 1996
INTERROGAÇÕES As interrogações, dadas como exemplo, são a título de, para além da eterna questão da concisão, estabelecer ...
Títulos com HUMOR Quinta, 7  Setembro 2006 O recurso a títulos humorísticos , principalmente na manchete, é cada vez mais ...
APELAM À MEMÓRIA DO LEITOR Títulos que Quinta 20 Agosto 1998 Quinta, 4 Setembro 1997 Quinta, 25 Dezembro 1997
APELO À MEMÓRIA DO LEITOR <ul><li>Este recurso diz respeito à ligação estabelecida entre os títulos apresentados, nas três...
INTERTITULARIDADE Quinta 28 Março 1996 Quinta, 7 Agosto 2003
INTERTITULARIDADE Quinta, 11 Novembro 2004 Quinta 2 Novembro 2006
INTERTITULARIDADE Este tipo de recurso é também muito recorrente na medida em que facilita bastante a concepção do título....
Títulos com   DEÍCTICOS Quinta, 3 Fevereiro 2000 Quinta, 21 Dezembro 2000
DEÍCTICOS Quinta, 25 Fevereiro 1999 Quinta, 30 Setembro 1999
DEÍCTICOS <ul><li>Os deícticos são um recurso bastante utilizado na concisão dos títulos, uma vez que a utilização dos mes...
Títulos com RETICÊNCIAS Quinta 10 Julho 1997
RETICÊNCIAS A utilização de reticências é frequente na medida em que facilita a elaboração do mesmo e deixa em aberto a id...
Títulos com     DOR Quinta, 8 Abril 1999 Quinta, 6  Outubro 2006
DOR A dor nos títulos é transmitida por expressões como “inferno” ou “morte” . Este tipo de título consegue contagiar o le...
  CONCLUSÃO <ul><li>Uma boa construção titular é portanto muito importante mas não esgota de maneira nenhuma os aspectos d...
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Para fazer bons títulos é preciso ter VISÃO

3.167 visualizações

Publicada em

Joana Martins viaja pelas manchetes na newsmagazine portuguesa VISÃO, à descoberta do uso das siglas, jogos de palavras, exclamações, interrogações, intertitularidade. Ainda do apelo à memória do leitor, da utilização de deícticos, reticências. Não faltam as manchetes com dor, outras com humor.
Trabalho para a unidade curricular de “Arte e Técnicas de Titular” (Curso de Licenciatura em Comunicação Social, 1.º ano, Instituto Superior Miguel Torga, 2006/2007).

Para saber mais sobre a arte e as técnicas de titular na imprensa, assim como sobre a “Intertextualidade”, visite http://www.mediatico.com.pt/manchete/index.htm (necessita de ter instalado o Java Runtime Environment), e www.youtube.com/discover747

Visite outros sítios de Dinis Manuel Alves em www.mediatico.com.pt ,
www.youtube.com/mediapolisxxi, www.youtube.com/fotographarte, www.youtube.com/tiremmedestefilme, www.youtube.com/discover747 ,
http://www.youtube.com/camarafixa, , http://videos.sapo.pt/lapisazul/playview/2 e em www.mogulus.com/otalcanal

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.167
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
25
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
46
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Para fazer bons títulos é preciso ter VISÃO

  1. 1. Para fazer bons títulos é preciso ter VISÃO Joana Martins 1º ano Comunicação Social 11 Dezembro 2006
  2. 2. Arte e Técnicas de Titular Títulos da revista VISÃO (entre 1996 e 2006) Joana Martins 1º ano Comunicação Social 11 Dezembro 2006
  3. 3. A selecção dos números da revista VISÃO foi feita em função do interesse que os mesmos teriam para o estudo e análise de títulos e recursos neles implicados, no âmbito da unidade curricular de Arte e Técnicas de Titular. A pesquisa foi feita através do portal on-line da revista visão pertencente ao grupo “Edimpresa”. As datas das edições estão compreendidas entre 1996 e 2006. INTRODUÇÃO
  4. 4. ÍNDICE <ul><li>INTRODUÇÃO ………………………………………………………………………………….. 1 </li></ul><ul><li>SIGLAS ………………………………………………………………………………………….. 4 </li></ul><ul><li>JOGOS DE PALAVRAS ………………………………………………………………………. 6 </li></ul><ul><li>EXCLAMAÇÕES ………………………………………………………………………………. 10 </li></ul><ul><li>INTERROGAÇÕES ……………………………………………………………………………. 13 </li></ul><ul><li>HUMOR …………………………………………………………………………………………. 16 </li></ul><ul><li>APELO À MEMÓRIA DO LEITOR ……………………………………………………….. .... 17 </li></ul><ul><li>INTERTITULARIDADE ………………………………………………………………………... 19 </li></ul><ul><li>DEÍCTICOS ……………………………………………………………………………………... 22 </li></ul><ul><li>RETICÊNCIAS ………………………………………………………………………………….. 25 </li></ul><ul><li>DOR ……………………………………………………………………………………………... . 27 </li></ul><ul><li>GRELHA DOS TÍTULOS …………………………………………………………………….... 29 </li></ul>
  5. 5. Títulos com SIGLAS Quinta 2 Novembro 2006 Quinta 2006 SIS – Serviço de Informações de Segurança Ikea – Ingvar Kamprad
  6. 6. A utilização de siglas nos títulos é frequente, uma vez que estas possibilitam uma mais fácil e rápida elaboração, e posterior assimilação, dos conteúdos. Há siglas cujo significado desconhecemos como é o caso da sigla “ Ikea ” (Ingvar Kamprad). Outras que à partida já nos são conhecidas, como o caso da primeira: “ SIS ” ( Serviço de Informações de Segurança ), não merecem grande preocupação, por parte do autor, com a descodificação rápida da mesma (no pós- título ou na primeira linha do artigo), uma vez que se parte do princípio de que o leitor não precisa saber o significado literal da sigla para poder ler o artigo sem quaisquer dúvidas. Este recurso é bastante utilizado para ajudar à concisão do título e da mensagem que este pretende transmitir. SIGLAS
  7. 7. Títulos com JOGOS DE PALAVRAS Quinta, 18 Junho 1998 Quinta, 6 de Julho 2006
  8. 8. JOGOS DE PALAVRAS Quinta, 27 Agosto 1998 Quinta,13 Março 1997
  9. 9. JOGOS DE PALAVRAS Quinta, 16 Maio 1996 Quinta, 4 Julho 1996
  10. 10. A utilização de jogos de palavras é um recurso bastante utilizado, caracterizado pela criatividade e imaginação. Neste caso específico, de utilização de jogos de palavras, a questão já se prende com a tentativa de chamar a atenção do leitor. Para além de encurtarem o título, os jogos de palavras simplificam a compilação de toda a informação a transmitir, de forma engraçada e atractiva como é o caso dos seis títulos seleccionados como objecto de estudo. JOGOS DE PALAVRAS
  11. 11. Títulos EXCLAMATIVOS Quinta, 31 Outubro 1996 Quinta, 24 Setembro 1998
  12. 12. EXCLAMATIVOS Quinta, 1 Maio 1997
  13. 13. EXCLAMAÇÕES <ul><li>A exclamação é um recurso utilizado na arte de titular como escape a uma composição básica. </li></ul><ul><li>Assim acontece com os três títulos seleccionados: </li></ul><ul><li>Somos gays! </li></ul><ul><li>Alerta! </li></ul><ul><li>Adeus dores de coluna! </li></ul><ul><li>Conseguindo-os : curtos, concisos e atraentes para o leitor. </li></ul>
  14. 14. Títulos INTERROGATIVOS Quinta, 22 Junho 2006 Quinta, 19 Dezembro 1996
  15. 15. INTERROGATIVOS Quinta, 12 Dezembro 1996
  16. 16. INTERROGAÇÕES As interrogações, dadas como exemplo, são a título de, para além da eterna questão da concisão, estabelecer uma ligação com o leitor. Essa ligação é feita através da participação do leitor no no título, respondendo à questão colocada. Interrogam o leitor e este responde: mentalmente, à questão que lhe é colocada no título a machete; fisicamente, comprando a revista (se o recurso funcionar) ou rejeitando (se não funcionar).
  17. 17. Títulos com HUMOR Quinta, 7 Setembro 2006 O recurso a títulos humorísticos , principalmente na manchete, é cada vez mais utilizado uma vez que o público adere bem a este tipo de técnica de titular. Neste caso, é apresentado o “boneco do multibanco”, conhecido de todos. Algo que seria uma enorme “dor de cabeça” para os portugueses é transmitido de forma simpática e animada.
  18. 18. APELAM À MEMÓRIA DO LEITOR Títulos que Quinta 20 Agosto 1998 Quinta, 4 Setembro 1997 Quinta, 25 Dezembro 1997
  19. 19. APELO À MEMÓRIA DO LEITOR <ul><li>Este recurso diz respeito à ligação estabelecida entre os títulos apresentados, nas três manchetes, associados à princesa Diana: </li></ul><ul><li>“ O ano da princesa” </li></ul><ul><li>“ Adeus princesa” </li></ul><ul><li>“ Um ano depois do adeus” </li></ul><ul><li>Assim, o leitor ao ver o segundo e o último títulos, reconhece os anteriores e sente-se igualmente reconhecido. </li></ul>
  20. 20. INTERTITULARIDADE Quinta 28 Março 1996 Quinta, 7 Agosto 2003
  21. 21. INTERTITULARIDADE Quinta, 11 Novembro 2004 Quinta 2 Novembro 2006
  22. 22. INTERTITULARIDADE Este tipo de recurso é também muito recorrente na medida em que facilita bastante a concepção do título. Uma vez que o título apenas tem que ser adaptado ao contexto, a sua elaboração é mais facilitada, apresentando assim um resultado interessante de associações titulares. A intertitularidade pode ser estabelecida a vários níveis. Nos títulos seleccionados a identificação é feita com títulos ou frases de filmes: “ Não chores por mim Palestina” e “Não chores por mim Barcelona!” estabelece uma ligação de intertitularidade com “Don´t cry for me Argentina” (Não chores por mim Argentina) e “A Guerra do Fogo” associado ao filme de Jean Jacques Annould, “A Guerra do Fogo” e por último o “Jorge Jardim o 007 de Salazar” relacionado com os filmes de James Bond, também conhecido pelo código 007.
  23. 23. Títulos com DEÍCTICOS Quinta, 3 Fevereiro 2000 Quinta, 21 Dezembro 2000
  24. 24. DEÍCTICOS Quinta, 25 Fevereiro 1999 Quinta, 30 Setembro 1999
  25. 25. DEÍCTICOS <ul><li>Os deícticos são um recurso bastante utilizado na concisão dos títulos, uma vez que a utilização dos mesmos, nomeadamente nos títulos: “Homem do ano” ou “A vez dela”, remetem para a figura presente na fotografia, para a pessoa em questão, apelando assim à inteligência do leitor e à sua capacidade de identificação da expressão com a figura em causa, fazendo-o a partir de poucas palavras. Este é um recurso com bastante eficácia. </li></ul>
  26. 26. Títulos com RETICÊNCIAS Quinta 10 Julho 1997
  27. 27. RETICÊNCIAS A utilização de reticências é frequente na medida em que facilita a elaboração do mesmo e deixa em aberto a ideia a transmitir. Como no exemplo dado, “A brincar, a brincar...”, fica ao critério do leitor o final do título e a intenção do mesmo.
  28. 28. Títulos com DOR Quinta, 8 Abril 1999 Quinta, 6 Outubro 2006
  29. 29. DOR A dor nos títulos é transmitida por expressões como “inferno” ou “morte” . Este tipo de título consegue contagiar o leitor e sensibiliza-lo, atraindo-o à leitura.
  30. 30. CONCLUSÃO <ul><li>Uma boa construção titular é portanto muito importante mas não esgota de maneira nenhuma os aspectos de maior empenho numa edição. Uma boa construção titular pode assim resultar bem, na venda do artigo em questão, mas não podemos esquecer de outros factores como o a fotografia, por exemplo, que cria uma envolvência, quando bem utilizada, com o título. </li></ul><ul><li>Ma boa fotografia anexada a um bom título são a chave de ouro para o sucesso de qualquer manchete. </li></ul><ul><li>Queria apenas salientar que estes são apenas alguns exemplos da revista Visão. </li></ul>

×