Espectros de Radiação

12.070 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
12.070
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
215
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Espectros de Radiação

  1. 1. Espectros, Radiações e Energia Adaptado de Corrêa, C. (2007), química, Porto Editora
  2. 2. Espectros. Espectros de emissão e de absorção. A natureza destas e de outras figuras multicolores era desconhecida e encarada como algo de fantasmagórico. Por isso lhes chamaram ... ESPECTROS!
  3. 3. O arco-íris foi o primeiro espectro observado. Resulta da decomposição da luz branca. A luz branca é o resultado da mistura das várias cores do arco-íris
  4. 4. Newton estudou de modo sistemático a Fac-símile de Opticks de Newton– Book decomposição da I, Part II, Plate IV (1704) luz solar.
  5. 5. TIPOS DE ESPECTROS Contínuos ESPECTROS Descontínuos ou de riscas
  6. 6. Temos assim: de emissão: ESPECTROS Energia de absorção: Espectro de absorção (riscas) Substância que absorve 0 % Absorção certas radiações
  7. 7. Cada elemento tem o seu espectro de emissão e o seu espectro de absorção característicos que o identificam, quer esteja isolado, quer esteja combinado com outros elementos. As riscas características são as suas “impressões digitais” (como um código de barras). Comprimento de onda
  8. 8. Se um pouco de um dado elemento X for atravessado por luz branca, o elemento absorve as mesmas radiações (mesma energia) que é capaz de emitir. X excitado λ1 λ2 λ3 Emissão Espectro X de emissão Espectro de X absorção Luz branca Absorção λ1 λ2 λ3
  9. 9. Espectro de emissão e de absorção do Sódio
  10. 10. Se o espectro solar for observado em espectroscópios mais potentes, encontra-se uma série de riscas negras (riscas de absorção). São as riscas de Fraunhofer Fraunhofer a observar espectros Espectro solar obtido por Fraunhofer em 1814
  11. 11. As riscas negras resultam da absorção de radiação por elementos presentes na parte mais externa do Sol Riscas de Absorção por elementos presentes no Sol absorção oo
  12. 12. AS RISCAS DE FRAUNHOFER DÁ-NOS INFORMAÇÕES SOBRE: • OS ELEMENTOS QUÍMICOS QUE EXISTEM NUMA DADA ESTRELA (por comparação do espectro da estrela com os espectros dos elementos). • OS ELEMENTOS MAIS ABUNDANTES NA ESTRELA (maior nº de radiações absorvidas pelos átomos/iões (E) ⇒ risca negra mais larga ⇒ mais intensa ⇒ maior nº de átomos/ iões). • A TEMPERATURA DA SUPERFÍCIE DA ESTRELA (certas partículas só se forma a determinadas temperaturas).
  13. 13. O fogo de artifício resulta da emissão de luz de várias cores por parte dos átomos excitados pelo calor libertado na combustão dos foguetes. SAIS COR da CHAMA Sais de potássio Violeta Sais de sódio Amarela Sais de lítio Vermelho-carmesim Sais de bário Verde-amarelado Sais de estrôncio Carmesim Sais de cálcio Vermelha-alaranjada Sais de magnésio Branco brilhante Sais de cobre(II) Verde As cores conferidas às chamas utilizam-se na análise elementar por via seca (ensaios de chama).
  14. 14. O espectro electromagnético. Comparação das radiações quanto à sua energia e efeito térmico Comprimento de onda ? Visível ? Haverá radiações para cada um dos lados do visível? Há. A luz visível é apenas uma pequena parte das radiações electromagnéticas.
  15. 15. A luz visível é apenas uma pequena parte das radiações electromagnéticas.
  16. 16. As radiações ultravioletas (UV) são ....?..... mais energéticas que as visíveis; podem iniciar várias reacções químicas (por ex. Impressionar uma chapa fotográfica). As radiações infravermelhas (IV) são menos visíveis e ultravioletas; energéticas que as ...............?................... ; manifestam-se sob a forma de calor. Todas as radiações ENERGIA. transportam ......?......
  17. 17. As radiações ultravioletas (UV) têm comprimentos de onda menores que as visíveis. As radiações infravermelhas (IV) têm comprimentos de onda maiores que as visíveis. A IV < λ UV > λ B B
  18. 18. A intensidade* das radiações depende da fonte e do comprimento de onda (cor). *A intensidade de uma radiação é proporcional ao número de fotões emitidos por unidade de tempo
  19. 19. Como será possível saber que elementos existem no Sol e noutras estrelas mais longínquas? Resposta: a partir da análise dos espectros de emissão e de absorção da luz proveniente dessas estrelas.
  20. 20. Se uma dada estrela emite luz com esta composição: certamente que contém .......?........ hidrogénio λ Espectro de emissão de um elemento X λ Espectro de emissão do H λ
  21. 21. Espectro e temperatura efectiva Espectros característicos de três diferentes tipos de estrelas. Cada tipo espectral corresponde a um intervalo restrito de temperaturas da superfície (temperatura efectiva) das estrela
  22. 22. Espectro de emissão de um corpo quente em função da temperatura: Quanto mais elevada for a temperatura de um corpo: - Maior é o valor da energia da rad. Emitida - maior é a deslocação para o violeta; - Mais elevado é o nº de fotões emitidos por unidade de área - maior a intensidade de radiação
  23. 23. Comparando os espectro de um dado elemento na Terra com o espectro desse elemento na luz proveniente das estrelas verifica-se que a posição de todas as riscas no espectro estrelar está um pouco desviada no sentido do vermelho, ou seja, no sentido das radiações de maior comprimento de onda. Espectro do elemento na Terra: Espectro do elemento na estrela: Red shift λ Este efeito é uma consequência da estrela se estar a afastar, ou seja, da expansão do Universo.

×