Esta menina
tão pequenina
quer ser bailarina.
Não conhece nem dó nem ré
mas sabe ficar na ponta do pé.
Não conhece nem mi ...
Quando ouvimos falar em ballet automaticamente pensamos em
roupas justas, sabrinas e no lago dos cisnes.
Mas essa é apenas...
Sapatilhas de meia ponta

Pontas de gesso

Fato






American Ballet Theatre, em Nova York
Bolshoy Ballet Academy, na Rússia
Kirov Academy of Ballet, em Washington
...





Os jovens bailarinos, de Darcey Bussell (1994)
Wikipédia
http://baleflordemenina.blogspot.pt
https://www.google.p...





Os jovens bailarinos, de Darcey Bussell (1994)
Wikipédia
http://baleflordemenina.blogspot.pt
https://www.google.p...
O ballet maria
O ballet maria
O ballet maria
O ballet maria
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O ballet maria

1.753 visualizações

Publicada em

Publicada em: Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.753
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
579
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O ballet maria

  1. 1. Esta menina tão pequenina quer ser bailarina. Não conhece nem dó nem ré mas sabe ficar na ponta do pé. Não conhece nem mi nem fá Mas inclina o corpo para cá e para lá.   Não conhece nem lá nem si, mas fecha os olhos e sorri.   Roda, roda, roda, com os bracinhos no ar e não fica tonta nem sai do lugar.   Põe no cabelo uma estrela e um véu e diz que caiu do céu.   Esta menina tão pequenina quer ser bailarina.   Mas depois esquece todas as danças, e também quer dormir como as outras crianças. Cecília Meireles
  2. 2. Quando ouvimos falar em ballet automaticamente pensamos em roupas justas, sabrinas e no lago dos cisnes. Mas essa é apenas uma faceta do ballet, o ballet clássico. Existem outras vertentes, não tão comummente conhecidas, como o ballet tipo de dança que procura a harmonia, a graça em movimentos contínuos e executados de neoclássico e contemporâneo. A imagem que geralmente associamos ao ballet corresponde ao ballet clássico, o estilo mais formal deste forma precisa. Esta dança baseia-se num vocabulário muito específico de cinco posições básicas. Algumas delas todos nós já vimos inúmeras vezes: o plié, por exemplo, que consiste em dobramos ambos os joelhos simultaneamente, de forma suave, harmoniosa e contínua; o en pointe (ou “na ponta”), que consiste em dançar durante largos períodos de tempo na ponta dos pés. Todas estas técnicas desenvolvem-se em déhor, rotação das pernas que nasce no interior das ancas e conduz os joelhos e os pés a dobrar para fora e para longe do centro do corpo. O ballet dá muita importância ao método e à execução do movimento – o resultado é uma dança em que os bailarinos parecem por vezes iludir as próprias leis da física. Pelo mundo fora as “regras” e o vocabulário do ballet são sempre os mesmos embora existam algumas diferenças a nível das técnicas e treino.
  3. 3. Sapatilhas de meia ponta Pontas de gesso Fato
  4. 4.      American Ballet Theatre, em Nova York Bolshoy Ballet Academy, na Rússia Kirov Academy of Ballet, em Washington The Royal Ballet School, em Londres Paris Opera Ballet School, em Paris.
  5. 5.     Os jovens bailarinos, de Darcey Bussell (1994) Wikipédia http://baleflordemenina.blogspot.pt https://www.google.pt/imagens Maria Marques Correia, nº 14, 3º ano EB1 Santiago de Riba-Ul nº1 - Ponte
  6. 6.     Os jovens bailarinos, de Darcey Bussell (1994) Wikipédia http://baleflordemenina.blogspot.pt https://www.google.pt/imagens Maria Marques Correia, nº 14, 3º ano EB1 Santiago de Riba-Ul nº1 - Ponte

×