SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 50
01/08/14 1Grupo Espírita Allan Kardec
www.luzdoespiritismo.com
01/08/14 2
01/08/14 3
01/08/14 4
 NOSSO LAR
 Focaliza: Condições da vida além-
túmulo a Terra como oficina sagrada.
 Objetiva: Comprovar a imortalidade do
espírito e o relacionamento entre os
dos planos.
 Assuntos: Zonas inferiores; lei de
causa e efeito; remuneração (bônus-
hora); culto familiar; música e
alimentação do plano espiritual.
 Dados Técnicos: 50 capítulos
Instrutores:- Clarêncio (ministro do
Auxílio no Nosso Lar) e Tobias - Lísias
(enfermeiro) - Narcisa (enfermeira)
01/08/14 5
 Focaliza: Experiências da vida
comum dos servidores do
Espiritismo.
 Objetiva: Mostrar a importância dos
trabalhos para o auto-
aprimoramento.
 Assuntos: Culto doméstico,
doutrinação calúnia, pavor da morte.
 Dados Técnicos: 51 capítulos
Instrutor: Aniceto e Vicente (médico
companheiro de André Luiz)
01/08/14 6
 Focaliza: Os segredos da
Reencarnação.
 Objetiva: Mostrar que a morte
física não é o fim.
 Assuntos: Perispírito moldando
as células materiais; espíritos
superiores orientando o
processo reencarnatório e
aspectos da manifestação
mediúnica.
 Dados Técnicos: 20 capítulos
Instrutor: Alexandre.
01/08/14 7
 Focaliza: Trabalhos dos obreiros de
Jesus na assistência Cristã em torno da
Terra, lutando contra as Trevas e o
sofrimento.
 Objetiva: Mostrar que a morte não
modifica “milagrosamente” o homem,
essa modificação é fruto do trabalho de
si mesmo.
 Assuntos: Experiências dos espíritos
na vida espiritual, com suas
instituições, templos e lares.
 Dados Técnicos: 20 capítulos
Instrutor: Jerônimo.
01/08/14 8
 Focaliza: Intercâmbio entre os
dois planos durante o sono.
 Objetiva: Esclarecimento aos
encarnados para evitar a
loucura, suicídio e desastres
morais.
 Assuntos: Aborto; Epilepsia;
Esquizofrenia e Mongolismo.
 Dados Técnicos: 20 capítulos
Instrutor: Calderaro.
01/08/14 9
 - Focaliza: Orienta a conduta do
homem com base nos ensinos
evangélicos.
 - Objetiva: Trazer a palavra amiga
do plano espiritual a todos os
corações concitando à prática
verdadeira da moral cristã.
 - Assuntos: Aborda assuntos como:
amor ao próximo; aproveitamento do
tempo; esforço próprio; ociosidade;
pratica do bem e vigilância.
 - Dados Técnicos: 50 capítulos -
Instrutor: André Luiz.
01/08/14 10
 Focaliza: Senda evolutiva do ser
além do corpo físico.
 Objetiva: Esclarecer que “a cada
um será dado de acordo com sua
obra”.
 Assuntos: Aspectos científicos dos
trabalhos intercessores dos
espíritos superiores no plano
espiritual; Planos dos
perseguidores invisíveis e suas
vítimas e Lincantropia.
 Dados técnicos: 20 capítulos
Instrutor: Gúbio
01/08/14 11
 Focaliza: Respeito ao corpo humano;
necessidade de valorização dos
recursos que o mundo nos oferece
para a reestruturação do nosso destino.
 Objetiva: Mostrar a vida comum das
almas que aspiram à vitória sobre si
mesma.
 Assuntos: Corações aflitos em prece;
Conflitos de emoção; Desvario do
ciúme; Embate do pensamento;
Engano; Posse e Provação no lar.
 Dados Técnicos: 40 capítulos
Instrutor: Clarêncio.
01/08/14 12
 Focaliza: Os Mecanismos da
Mediunidade nos dois Planos com
Embasamento Científico.
 Objetiva: Ressaltar a importância da
Sintonia do Pensamento.
 Assuntos: Assimilação em
Correntes Mentais; Efeitos Físicos;
Forças Viciadas; Passes e
Psicofonia.
 Dados Técnicos: 30 Capítulos
 Instrutores: Áulus, Abricó, Hilário
(companheiro).
01/08/14 13
 Focaliza: Regiões Infernais da esfera
espiritual e a importância da reencarnação.
 Objetiva: Mostrar o sofrimento das
consciências culpadas do além-túmulo.
 Assuntos: Débito aliviado; lei de causa e
efeito; preparativo para a reencarnação;
resgate coletivo e valor da oração.
 Dados Técnicos: 20 capítulos
Instrutores: Druso (instrutor). Silas
(assistente) Hilário (companheiros de
André Luiz).
01/08/14 14
 Focaliza: A Evolução Filogenética do
Ser.
 Objetiva: Aliar o conceito rígido da
ciência e a mensagem consoladora de
Jesus redivivo no Espiritismo.
 Assuntos: 1ª parte: Fluido cósmico;
evolução; hereditariedade; evolução e
sexo; existência da alma; mecanismo
da mente e simbiose espiritual.
 2ª parte: Alimentação dos
desencarnados; matrimônio e divórcio;
aborto criminoso e invasão
microbiana.
 Dados Técnicos: 40 capítulos
 Instrutor: André Luiz.
01/08/14 15
 Focaliza: Estudo e a explicação espírita
da mediunidade à luz da ciência.
 Objetiva: Oferece aos médiuns e
interessados conhecimento de si e do
mecanismo dos fenômenos mediúnicos.
 Assuntos: Energia; Átomo; Onda
Mental; Química Nuclear; Reflexos
Condicionados; Ideoplastia; Psicometria
e Obsessão.
 Dados Técnicos: 26 Capítulos
 Instrutor: André Luiz.
01/08/14 16
 - Focaliza: Coletânea de mensagens
esclarecedoras, indica o roteiro para a
vivência cristã.
 - Objetiva: Preceituar a necessidade do
aperfeiçoamento, ressaltando que o
exemplo digno é a base para toda
qualquer realização respeitável.
 - Assuntos: Aborda o comportamento do
espírito em várias situações, nas
atividades doutrinárias, em família e no
cotidiano.
 - Dados Técnicos: 47 capítulos
 - Instrutor: André Luiz
01/08/14 17
 Focaliza: Conceito da Espiritualidade
Superior, em torno do Sexo e
Destino.
 Objetiva: Afirmar a aplicação da Lei
de Causa e Efeito na retificação do
caminho evolutivo.
 Assuntos: Sexo e destino; Amor e
Consciência; Liberdade e
Compromisso; Alcoolismo; Culpa e
Resgate; Lar e Reencarnação.
 Dados Técnicos: 28 Capítulos – 1ª
parte (Waldo Vieira ) – 2ª parte (Chico
Xavier) – 1963 – 14/16.
 Instrutor: Felix
01/08/14 18
 Focaliza: Tratamento da Obsessão.
 Objetiva: Esclarecer que a obsessão
é trabalho de amor conjugado ao
conhecimento dos princípios da
Doutrina Espírita.
 Assuntos: Preparo para Reunião;
Alimentação; Superação de
Impedimento; Pontualidade;
Visitações; Passes; Educação
Mediúnica e Encerramento da
Reunião.
 Dados Técnicos: 73 capítulos –
Tópicos – Waldo Vieira (capítulos
Ímpares) Chico Xavier (capítulos
pares) - 1964 - 15/16
 Instrutor: André Luiz
01/08/14 19
 Focaliza: Retrato Espiritual da criatura ao
desencarnar.
 Objetiva: Demonstra que a vivência dos
habitantes do além está relacionada com a
sua conduta mental.
 Assuntos: História de personagens reais,
que desencarnados, deparam-se com o
amparo dos amigos espirituais, incentivando a
renovação através do estudo, trabalho,
revendo seus dramas do passado.
 Dados Técnicos: 26 Capítulos –
Romanceado – Chico Xavier – 1968 – 16/16
 Instrutor: Ribas
 Personagens: Drama vivido na cidade de
São Paulo, envolvendo duas famílias durante
séculos
01/08/14 20
 Quando o servidor está pronto, o serviço aparece.
(Frase constante do subtítulo do livro, mas que foi
pronunciada na verdade pelo ministro Genésio; veja as
págs. 5 e 143)
(LIVRO NOSSO LAR)
01/08/14 21
A IMPORTÂNCIA DA ÁGUA
 Na Terra quase ninguém cogita seriamente
de conhecer a importância da água. O
homem é desatento, há muitos séculos.
Mas ele conhecerá, um dia, que a água,
como fluido criador, absorve em cada
lar as características mentais de seus
moradores. A água, no mundo, não
somente carreia os resíduos dos corpos,
mas também as expressões de nossa vida
mental. (Lísias, cap. 10, pp. 61 e 62)
(LIVRO NOSSO LAR)
01/08/14 22
SURPRESA DA MORTE
 A maior surpresa da morte carnal é a de nos
colocar face a face com a própria consciência.
(Emmanuel, prefácio, pág. 11)
(LIVRO NOSSO LAR)
01/08/14 23
 Permutar a roupagem física não decide o
problema fundamental da iluminação. (André
Luiz, mensagem inicial, pág. 13)
(LIVRO NOSSO LAR)
01/08/14 24
MEDICINA HONESTA
 Toda medicina honesta é serviço de
amor, atividade de socorro justo;
mas o trabalho de cura é peculiar a
cada espírito. (Lísias, cap. 5, pág. 39)
(LIVRO NOSSO LAR)
01/08/14 25
LÁGRIMAS
Quando as lágrimas não se originam da revolta,
sempre constituem remédio depurador. (Lísias, cap. 5,
pág. 40)
(LIVRO NOSSO LAR)
01/08/14 26
O VÉU DA ILUSÃO
 O véu da ilusão é muito denso nos círculos carnais. O
homem vulgar ignora que toda manifestação de
ordem, no mundo, procede do plano superior.
Nenhuma organização útil se materializa na crosta
terrestre, sem que seus raios iniciais partam de
cima. (Lísias, cap. 8, pp. 51 e 52)
(LIVRO NOSSO LAR)
01/08/14 27
 Quem pensa, está fazendo alguma coisa alhures. E é
pelo pensamento que os homens encontram no
Umbral os companheiros que afinam com as
tendências de cada um, pois toda alma é um ímã
poderoso. (Lísias, cap. 12, pág. 72)
(LIVRO NOSSO LAR)
01/08/14 28
ALEGRIA
 A alegria também, quando excessiva, costuma castigar
o coração. (Mãe de André Luiz, cap. 15, pág. 86)
(LIVRO NOSSO LAR)
01/08/14 29
QUEIXA E DE LAMENTAÇÃO
 A atitude de queixa e de lamentação não se coaduna
com as novas lições da vida. Esses gestos são
perdoáveis nas esferas da carne; aqui, porém, filho, é
indispensável atender, antes de tudo, ao Senhor. (Mãe
de André Luiz, cap. 15, pág. 88)
(LIVRO NOSSO LAR)
01/08/14 30
DOR
 Nossa dor não nos edifica pelos prantos que vertemos,
ou pelas feridas que sangram em nós, mas pela porta
de luz que nos oferece ao espírito, a fim de sermos
mais compreensivos e mais humanos. (Mãe de André
Luiz, cap. 15, pág. 88)
(LIVRO NOSSO LAR)
01/08/14 31
 Muitas entidades, ao desencarnar, permanecem
agarradas ao lar terrestre, a pretexto de amarem os
que ficaram. Todavia, o verdadeiro amor, para
transbordar em benefícios, precisa trabalhar sempre.
(Mãe de André Luiz, cap. 16, pág. 91)
(LIVRO NOSSO LAR)
01/08/14 32
 Após a morte do corpo físico, a alma se encontra tal
qual vive intrinsecamente. (Mãe de André Luiz, cap.
16, pág. 91)
(LIVRO NOSSO LAR)
01/08/14 33
 A neurastenia e a inquietação emitem fluidos pesados
e venenosos, que se misturam automaticamente às
substâncias alimentares. (Laura, cap. 19, pág. 105)
(LIVRO NOSSO LAR)
01/08/14 34
FRASES E APONTAMENTOSFRASES E APONTAMENTOS
IMPORTANTES(MENSAGEIROS)IMPORTANTES(MENSAGEIROS)
 O Senhor renova diariamente nossas
benditas oportunidades de trabalho, mas,
para atingirmos os resultados precisos, é
imprescindível sejamos seguidores da
renunciação ao inferior. (...) E ninguém
espere subir, espiritualmente, sem esforço,
sem suor e sem lágrimas!... (Telésforo, cap.
6, pág. 39)
(LIVRO MENSAGEIROS)
01/08/14 35
 A noção do dever bem cumprido, ainda
que todos os homens permaneçam contra
nós, é uma luz firme para o dia e
abençoado travesseiro para a noite.
(Vicente, cap. 13, pág. 75)
(LIVRO MENSAGEIROS)
01/08/14 36
SOMOS CURADOS POR JESUSSOMOS CURADOS POR JESUS
 Todos os dias somos curados por Jesus e
todos os dias conduzimo-lo ao madeiro.
Nossas obras estão reduzidas quase a
simples recapitulações que fracassam
sempre. (Ismália, cap. 18, pág. 100)
(LIVRO MENSAGEIROS)
01/08/14 37
AFEIÇÕESAFEIÇÕES
 Cada criatura, na vida, cultiva as afeições que
prefere. Fernando estimava os companheiros
desregrados. Não é, pois, estranhável que
tenham vindo esperá-lo na estação de volta à
existência real. Paulo de Tarso, no capítulo 12 da
Epístola aos Hebreus, afirma que o homem está
cercado de uma grande "nuvem de
testemunhas". (...) Cada um, pois, tem o séquito
invisível a que se devota na Terra. (Aniceto, cap.
50, pág. 262)
(LIVRO MENSAGEIROS)
01/08/14 38
Os laços consangüíneosOs laços consangüíneos
Os laços consangüíneos são edificantes,
mas, acima deles, vibra a família
universal. (...) Aprenda, quanto esteja em
suas possibilidades, a desfazer-se de
aquisições passageiras, para ganhar os
eternos bens. (Alfredo, cap. 21, pág. 117)
(LIVRO MENSAGEIROS)
01/08/14 39
 Os doentes comuns, na Terra, muito
raramente lembram a medicina preventiva. De
modo quase invariável, esperam a positivação
das moléstias para buscarem o recurso
preciso. Necessitam de anestésicos para o
socorro do bisturi. Fogem ao regíme tão logo
surja a primeira melhora. Confundem o
método de tratamento, apenas se registre o
primeiro sinal de cura. Detestam a dor que
restabelece o equilíbrio. (Bacelar, cap. 28, pág.
152)
(LIVRO MENSAGEIROS)
01/08/14 40
 Para trabalharmos com eficiência é preciso
saber calar antes de tudo. Teríamos
atendido perfeitamente aos nossos deveres,
se tivéssemos usado todas as receitas
de obediência e otimismo que
fornecemos aos outros. (...) para bem
ensinar é necessário exemplificar melhor.
(Uma entidade feminina, cap. 9, pág. 53)
(LIVRO MENSAGEIROS)
01/08/14 41
 Os homens, de modo geral, não se
modificam com a morte física, como a
troca de residência não significa mudança
de personalidade para a criatura comum.
(André Luiz, cap. 16, pág. 87)
(LIVRO MENSAGEIROS)
01/08/14 42
PENSAMENTOSPENSAMENTOS
 Seus pensamentos de fraternidade e paz
muito auxiliaram essa irmã infeliz. Guarde a
certeza disso e continue buscando a
compreensão para socorrer e ajudar com
êxito. (Aniceto, cap. 23, pág. 128, referindo-
se a uma senhora perturbada examinada
por André Luiz)
(LIVRO MENSAGEIROS)
01/08/14 43
 O criminoso nunca consegue fugir da
verdadeira justiça universal, porque
carrega o crime cometido, em
qualquer parte. Tanto nos círculos
carnais, como aqui, a paisagem real do
Espírito é a do campo interior. Viveremos,
de fato, com as criações mais íntimas de
nossa alma. (Aniceto, cap. 27, págs. 146 e
147)
(LIVRO MENSAGEIROS)
01/08/14 44
 Temo-nos descuidado das coisas
pequeninas. Grande é o oceano, minúscula
é a gota, mas o oceano não é senão a
massa das gotas reunidas. Fala-nos o
Mestre, em divino simbolismo, da semente
de mostarda. (...) A semente de mostarda,
a que se refere Jesus, constitui o gesto, a
palavra, o pensamento da criatura. (Fábio
Aleto, cap. 35, pág. 187)
(LIVRO MENSAGEIROS)
01/08/14 45
A POBREZAA POBREZA
 A pobreza é uma das melhores
oportunidades de elevação, ao nosso
alcance (...) Na pobreza, é mais fácil
encontrar a amizade sincera, a visão da
assistência de Deus, os tesouros da
natureza, a riqueza das alegrias simples e
puras. (...) Refiro-me aos pobres que
trabalham e guardam a fé. (Isabel, cap. 36,
págs. 191 e 192)
(LIVRO MENSAGEIROS)
01/08/14 46
A PRECEA PRECE
 O homem que ora traz consigo
inalienável couraça. O lar que cultiva a
prece transforma-se em fortaleza,
compreenderam? As entidades da
sombra experimentam choques de vulto,
em contacto com as vibrações luminosas
deste santuário doméstico, e é por isso
que se mantêm à distância, procurando
outros rumos... (Aniceto, cap. 37, pág. 197)
(LIVRO MENSAGEIROS)
01/08/14 47
 A existência terrestre é um curso ativo de
preparação espiritual e, quase sempre, não
faltam na escola os alunos ociosos, que
perdem o tempo ao invés de
aproveitá-lo, ansiosos pelas realizações
mentirosas do menor esforço. Desse
modo, no capítulo das orientações, a maior
parte dos pedidos são desassisados.
(Aniceto, cap. 46, pág. 240)
(LIVRO MENSAGEIROS)
01/08/14 48
 Diante de determinadas solicitações dos
companheiros encarnados, devemos recorrer,
muitas vezes, ao silêncio. Como recomendar
humildade àqueles que a pregam para os outros;
como ensinar a paciência aos que a aconselham
aos semelhantes, e como indicar o bálsamo do
trabalho aos que já sabem condenar a
ociosidade alheia? Não seria contra-senso?
(Aniceto, cap. 46, págs. 240 e 241)
(LIVRO MENSAGEIROS)
01/08/14 49
DAR AOS QUE NÃO QUEREMDAR AOS QUE NÃO QUEREM
RECEBERRECEBER
Não há tempo para conviver com os que
estimam a brincadeira. Além disso, não
será caridade o ato de dar aos que não
querem receber. (Isidoro, cap. 47, págs. 246
e 247)
(LIVRO MENSAGEIROS)
01/08/14 50
A FÉA FÉ
 A fé não constitui uma afirmativa de
lábios, nem uma adesão de ordem
estatística. (...) Era, sim, uma fonte d'água
viva, nascendo espontaneamente em
minha alma. Traduzia-se em reverência
profunda, aliada ao mais alto conceito de
serviço e responsabilidade, diante das
sublimes concessões do Eterno Pai.
(André Luiz, cap. 51, pág. 264)
(LIVRO MENSAGEIROS)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Os verdadeiros laços de familia
Os verdadeiros laços de familiaOs verdadeiros laços de familia
Os verdadeiros laços de familia
Graça Maciel
 
O que sucede após a morte
O que sucede após a morte O que sucede após a morte
O que sucede após a morte
Graça Maciel
 
Missionários da luz cap 13 reencarnação
Missionários da luz cap 13 reencarnaçãoMissionários da luz cap 13 reencarnação
Missionários da luz cap 13 reencarnação
Lar Irmã Zarabatana
 

Mais procurados (20)

7 aula reencarnação
7   aula reencarnação7   aula reencarnação
7 aula reencarnação
 
Palestra Sobre Carnaval
Palestra Sobre CarnavalPalestra Sobre Carnaval
Palestra Sobre Carnaval
 
Bem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficosBem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficos
 
Os trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o Espiritismo
Os trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o EspiritismoOs trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o Espiritismo
Os trabalhadores da ultima hora - Evangelho Segundo o Espiritismo
 
Os verdadeiros laços de familia
Os verdadeiros laços de familiaOs verdadeiros laços de familia
Os verdadeiros laços de familia
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 07 A queda de otavio
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 07 A queda de otavioEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 07 A queda de otavio
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 07 A queda de otavio
 
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 01 a 23
Estudando André Luiz   Nosso Lar cap. 01 a 23Estudando André Luiz   Nosso Lar cap. 01 a 23
Estudando André Luiz Nosso Lar cap. 01 a 23
 
Bem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coraçãoBem aventurados os puros de coração
Bem aventurados os puros de coração
 
Os Mensageiros - Prefácio feito por Emmanuel
Os Mensageiros - Prefácio feito por EmmanuelOs Mensageiros - Prefácio feito por Emmanuel
Os Mensageiros - Prefácio feito por Emmanuel
 
O que sucede após a morte
O que sucede após a morte O que sucede após a morte
O que sucede após a morte
 
Desencarnes Coletivos
Desencarnes Coletivos  Desencarnes Coletivos
Desencarnes Coletivos
 
Espiritismo - Uma Nova Era para a Humanidade
Espiritismo - Uma Nova Era para a HumanidadeEspiritismo - Uma Nova Era para a Humanidade
Espiritismo - Uma Nova Era para a Humanidade
 
Missionários da luz cap 13 reencarnação
Missionários da luz cap 13 reencarnaçãoMissionários da luz cap 13 reencarnação
Missionários da luz cap 13 reencarnação
 
1.3 Questao 59 do Livro dos Espíritos
1.3   Questao 59 do Livro dos Espíritos1.3   Questao 59 do Livro dos Espíritos
1.3 Questao 59 do Livro dos Espíritos
 
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
Capítulo 7 do evangelho segundo o espiritismo - Bem-aventurados os pobres de ...
 
Roteiro para Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Roteiro para Estudo do Evangelho Segundo o EspiritismoRoteiro para Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
Roteiro para Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo
 
Jesus e Nicodemos - o novo Nascimento
Jesus e Nicodemos - o novo NascimentoJesus e Nicodemos - o novo Nascimento
Jesus e Nicodemos - o novo Nascimento
 
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e leiCapítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
Capítulo 1 do Evangelho Segundo o Espiritsmo - Não vim destruir e lei
 
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meuProgressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
Progressão dos Mundos e dos Espíritos: Há muitas moradas na casa de meu
 
Bem aventurados os pobres de espirito - Cap VII
Bem aventurados os pobres de espirito - Cap VIIBem aventurados os pobres de espirito - Cap VII
Bem aventurados os pobres de espirito - Cap VII
 

Destaque

Estudo do Livro - Renuncia
Estudo do Livro - RenunciaEstudo do Livro - Renuncia
Estudo do Livro - Renuncia
Patricia Farias
 

Destaque (20)

Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 01 Renovação
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 01 RenovaçãoEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 01 Renovação
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 01 Renovação
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 03 No centro de mensageiros
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 03 No centro de mensageirosEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 03 No centro de mensageiros
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 03 No centro de mensageiros
 
Os Mensageiros Cap.10
Os Mensageiros Cap.10Os Mensageiros Cap.10
Os Mensageiros Cap.10
 
Os Mensageiros - Capítulo 01
Os Mensageiros - Capítulo 01Os Mensageiros - Capítulo 01
Os Mensageiros - Capítulo 01
 
Apresentação do Livro Os Mensageiros
Apresentação do Livro Os MensageirosApresentação do Livro Os Mensageiros
Apresentação do Livro Os Mensageiros
 
ANDRÉ LUIZ
ANDRÉ LUIZANDRÉ LUIZ
ANDRÉ LUIZ
 
ANDRÉ LUIZ "Despertar da Ilusão"
ANDRÉ LUIZ "Despertar da Ilusão"ANDRÉ LUIZ "Despertar da Ilusão"
ANDRÉ LUIZ "Despertar da Ilusão"
 
Obreiros da vida eterna capítulo 18
Obreiros da vida eterna capítulo 18Obreiros da vida eterna capítulo 18
Obreiros da vida eterna capítulo 18
 
Palestra Espírita - Nossos filhos são espíritos
Palestra Espírita - Nossos filhos são espíritosPalestra Espírita - Nossos filhos são espíritos
Palestra Espírita - Nossos filhos são espíritos
 
Os Mensageiros - Cap 08 O Desatre de Adelino
Os Mensageiros - Cap 08 O Desatre de AdelinoOs Mensageiros - Cap 08 O Desatre de Adelino
Os Mensageiros - Cap 08 O Desatre de Adelino
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 02 Aniceto
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 02 AnicetoEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros   capitulo 02 Aniceto
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 02 Aniceto
 
Livro os mensageiros sinopse
Livro os mensageiros sinopseLivro os mensageiros sinopse
Livro os mensageiros sinopse
 
Libertação andré luiz
Libertação   andré luizLibertação   andré luiz
Libertação andré luiz
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros 01 conceitos fundamentais
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  01 conceitos fundamentaisEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  01 conceitos fundamentais
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros 01 conceitos fundamentais
 
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
Os Mensageiros - A vida no Mundo espiritual Cap 06
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 06 Advertencias profundas
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  capitulo 06 Advertencias profundasEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  capitulo 06 Advertencias profundas
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 06 Advertencias profundas
 
Estudo do Livro - Renuncia
Estudo do Livro - RenunciaEstudo do Livro - Renuncia
Estudo do Livro - Renuncia
 
Livro - Os Mensageiros cap 30
Livro - Os Mensageiros cap 30Livro - Os Mensageiros cap 30
Livro - Os Mensageiros cap 30
 
EDUCAÇÃO PARA A MORTE
EDUCAÇÃO PARA A MORTEEDUCAÇÃO PARA A MORTE
EDUCAÇÃO PARA A MORTE
 
Por que a Morte ainda nos traz tanto medo?
Por que a Morte ainda nos traz tanto medo?Por que a Morte ainda nos traz tanto medo?
Por que a Morte ainda nos traz tanto medo?
 

Semelhante a Contribuições de Andre Luiz

Colecao serie andre_luiz
Colecao serie andre_luizColecao serie andre_luiz
Colecao serie andre_luiz
Rodrigo Guerra
 
Curso de-passe-2012-aula-1-29.09.12
Curso de-passe-2012-aula-1-29.09.12Curso de-passe-2012-aula-1-29.09.12
Curso de-passe-2012-aula-1-29.09.12
José Augusto Vieira
 
Evolução em dois mundos
Evolução em dois mundosEvolução em dois mundos
Evolução em dois mundos
EWALDO DE SOUZA
 
Elucidário do livro evolução em dois mundos (josé marques mesquita)
Elucidário do livro evolução em dois mundos (josé marques mesquita)Elucidário do livro evolução em dois mundos (josé marques mesquita)
Elucidário do livro evolução em dois mundos (josé marques mesquita)
Erico Rocha
 
Boletim informativo setembro 2013
Boletim informativo   setembro 2013Boletim informativo   setembro 2013
Boletim informativo setembro 2013
fespiritacrista
 

Semelhante a Contribuições de Andre Luiz (20)

Colecao serie andre_luiz
Colecao serie andre_luizColecao serie andre_luiz
Colecao serie andre_luiz
 
Boletim o pae agosto 2016
Boletim o pae   agosto 2016Boletim o pae   agosto 2016
Boletim o pae agosto 2016
 
Curso de passe-2012-aula -2-06.10.12
Curso de passe-2012-aula -2-06.10.12Curso de passe-2012-aula -2-06.10.12
Curso de passe-2012-aula -2-06.10.12
 
Curso de-passe-2012-aula-1-29.09.12
Curso de-passe-2012-aula-1-29.09.12Curso de-passe-2012-aula-1-29.09.12
Curso de-passe-2012-aula-1-29.09.12
 
CB 16 Esboço do Livro O Evangelho Segundo o Espiritismo
CB 16 Esboço do Livro O Evangelho Segundo o EspiritismoCB 16 Esboço do Livro O Evangelho Segundo o Espiritismo
CB 16 Esboço do Livro O Evangelho Segundo o Espiritismo
 
Evolução em dois mundos
Evolução em dois mundosEvolução em dois mundos
Evolução em dois mundos
 
Estudo do livro Roteiro lição 22
Estudo do livro Roteiro lição 22Estudo do livro Roteiro lição 22
Estudo do livro Roteiro lição 22
 
Boletim o pae marco 2017
Boletim o pae   marco 2017 Boletim o pae   marco 2017
Boletim o pae marco 2017
 
Campanha viver em familia tema 1 - amor fonte de vida
Campanha viver em familia   tema 1 - amor fonte de vidaCampanha viver em familia   tema 1 - amor fonte de vida
Campanha viver em familia tema 1 - amor fonte de vida
 
Elucidário do livro evolução em dois mundos (josé marques mesquita)
Elucidário do livro evolução em dois mundos (josé marques mesquita)Elucidário do livro evolução em dois mundos (josé marques mesquita)
Elucidário do livro evolução em dois mundos (josé marques mesquita)
 
Evolução Em Dois Mundos - Debate - Capítulos I ao XV - 24072017
Evolução Em Dois Mundos - Debate - Capítulos I ao XV - 24072017Evolução Em Dois Mundos - Debate - Capítulos I ao XV - 24072017
Evolução Em Dois Mundos - Debate - Capítulos I ao XV - 24072017
 
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
Jesus - O Amor na forma humana (1a. edição)
 
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados purosPalestra ESE cap 8 bem aventurados puros
Palestra ESE cap 8 bem aventurados puros
 
29297663 curso-de-apometria-nucleo-ramatis
29297663 curso-de-apometria-nucleo-ramatis29297663 curso-de-apometria-nucleo-ramatis
29297663 curso-de-apometria-nucleo-ramatis
 
Lar Evangelizado é Farol da Nova Era
Lar Evangelizado é Farol da Nova EraLar Evangelizado é Farol da Nova Era
Lar Evangelizado é Farol da Nova Era
 
( Espiritismo) # - estudando a mediunidade
( Espiritismo)   # - estudando a mediunidade( Espiritismo)   # - estudando a mediunidade
( Espiritismo) # - estudando a mediunidade
 
Boletim informativo setembro 2013
Boletim informativo   setembro 2013Boletim informativo   setembro 2013
Boletim informativo setembro 2013
 
Livro dos Espíritos Questao 352 ESE cap.28 item 11
Livro dos Espíritos Questao 352 ESE cap.28 item 11Livro dos Espíritos Questao 352 ESE cap.28 item 11
Livro dos Espíritos Questao 352 ESE cap.28 item 11
 
A cura do corpo e do espírito (psicografia luiz guilherme marques espírito ...
A cura do corpo e do espírito (psicografia luiz guilherme marques   espírito ...A cura do corpo e do espírito (psicografia luiz guilherme marques   espírito ...
A cura do corpo e do espírito (psicografia luiz guilherme marques espírito ...
 
Curso energizacao ou fluidoterapia
Curso energizacao ou fluidoterapiaCurso energizacao ou fluidoterapia
Curso energizacao ou fluidoterapia
 

Mais de carlos freire

2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal
2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal
2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal
carlos freire
 

Mais de carlos freire (20)

magnetismo-fluidos e perispirito
magnetismo-fluidos e perispiritomagnetismo-fluidos e perispirito
magnetismo-fluidos e perispirito
 
animismo e-mediunidade
animismo e-mediunidade animismo e-mediunidade
animismo e-mediunidade
 
Cm 6a aula-o-pensamento
Cm 6a aula-o-pensamentoCm 6a aula-o-pensamento
Cm 6a aula-o-pensamento
 
O papel da ciencia na genese
  O papel da ciencia na genese  O papel da ciencia na genese
O papel da ciencia na genese
 
Aula 03 FCU - Fluído Cósmico ou Universal
Aula 03 FCU - Fluído Cósmico ou UniversalAula 03 FCU - Fluído Cósmico ou Universal
Aula 03 FCU - Fluído Cósmico ou Universal
 
Fe esperanca-e-caridade
Fe esperanca-e-caridadeFe esperanca-e-caridade
Fe esperanca-e-caridade
 
02 genese cap 02 de 1-19 existencia de deus
02 genese cap 02 de 1-19 existencia de deus02 genese cap 02 de 1-19 existencia de deus
02 genese cap 02 de 1-19 existencia de deus
 
01 carater revelacao espirita
01 carater revelacao espirita01 carater revelacao espirita
01 carater revelacao espirita
 
2016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-170830003409
2016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-1708300034092016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-170830003409
2016 02-05-cicloce-leideadoracaopreceevangelho-marisal-170830003409
 
sede perfeitos - evangelho segundo o espiritismo
   sede perfeitos - evangelho segundo o espiritismo   sede perfeitos - evangelho segundo o espiritismo
sede perfeitos - evangelho segundo o espiritismo
 
2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal
2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal
2016 02-05-ciclo ce-lei-de_adoracao_prece_evangelho-marisal
 
Caracteres da lei natural
Caracteres da lei natural Caracteres da lei natural
Caracteres da lei natural
 
Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho
   Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho   Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho
Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita - evangelho
 
Os tres reinos
Os tres reinosOs tres reinos
Os tres reinos
 
1) perdao--das-ofensas
1) perdao--das-ofensas1) perdao--das-ofensas
1) perdao--das-ofensas
 
A fé que transporta montanhas - evangelho
   A fé que transporta montanhas - evangelho   A fé que transporta montanhas - evangelho
A fé que transporta montanhas - evangelho
 
Fluído cósmico ( Ou universal 0 e seus derivados
Fluído cósmico ( Ou universal 0 e seus derivadosFluído cósmico ( Ou universal 0 e seus derivados
Fluído cósmico ( Ou universal 0 e seus derivados
 
Reencarnacao como processo_educativo-samara_n
Reencarnacao como processo_educativo-samara_nReencarnacao como processo_educativo-samara_n
Reencarnacao como processo_educativo-samara_n
 
Aula 05 ninguém pode ver o reino de deus... - evangelho
Aula 05   ninguém pode ver o reino de deus... - evangelhoAula 05   ninguém pode ver o reino de deus... - evangelho
Aula 05 ninguém pode ver o reino de deus... - evangelho
 
As vidas sucessivas (autoria desconhecida)
As vidas sucessivas (autoria desconhecida)As vidas sucessivas (autoria desconhecida)
As vidas sucessivas (autoria desconhecida)
 

Último

Último (7)

Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Daniel - slide powerpoint.pptx
 
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada - Ezequiel - slides powerpoint.pptx
 
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docxCulto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
Culto esboço de Pregação expositiva sermão em João.docx
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
pregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptxpregacao romanos    12 9-21  honrar   uns aos outros.pptx
pregacao romanos 12 9-21 honrar uns aos outros.pptx
 
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
Coletânea De Orações Cristãs Parte 2
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da ProvidênciaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 133 - Lógica da Providência
 

Contribuições de Andre Luiz

  • 1. 01/08/14 1Grupo Espírita Allan Kardec www.luzdoespiritismo.com
  • 4. 01/08/14 4  NOSSO LAR  Focaliza: Condições da vida além- túmulo a Terra como oficina sagrada.  Objetiva: Comprovar a imortalidade do espírito e o relacionamento entre os dos planos.  Assuntos: Zonas inferiores; lei de causa e efeito; remuneração (bônus- hora); culto familiar; música e alimentação do plano espiritual.  Dados Técnicos: 50 capítulos Instrutores:- Clarêncio (ministro do Auxílio no Nosso Lar) e Tobias - Lísias (enfermeiro) - Narcisa (enfermeira)
  • 5. 01/08/14 5  Focaliza: Experiências da vida comum dos servidores do Espiritismo.  Objetiva: Mostrar a importância dos trabalhos para o auto- aprimoramento.  Assuntos: Culto doméstico, doutrinação calúnia, pavor da morte.  Dados Técnicos: 51 capítulos Instrutor: Aniceto e Vicente (médico companheiro de André Luiz)
  • 6. 01/08/14 6  Focaliza: Os segredos da Reencarnação.  Objetiva: Mostrar que a morte física não é o fim.  Assuntos: Perispírito moldando as células materiais; espíritos superiores orientando o processo reencarnatório e aspectos da manifestação mediúnica.  Dados Técnicos: 20 capítulos Instrutor: Alexandre.
  • 7. 01/08/14 7  Focaliza: Trabalhos dos obreiros de Jesus na assistência Cristã em torno da Terra, lutando contra as Trevas e o sofrimento.  Objetiva: Mostrar que a morte não modifica “milagrosamente” o homem, essa modificação é fruto do trabalho de si mesmo.  Assuntos: Experiências dos espíritos na vida espiritual, com suas instituições, templos e lares.  Dados Técnicos: 20 capítulos Instrutor: Jerônimo.
  • 8. 01/08/14 8  Focaliza: Intercâmbio entre os dois planos durante o sono.  Objetiva: Esclarecimento aos encarnados para evitar a loucura, suicídio e desastres morais.  Assuntos: Aborto; Epilepsia; Esquizofrenia e Mongolismo.  Dados Técnicos: 20 capítulos Instrutor: Calderaro.
  • 9. 01/08/14 9  - Focaliza: Orienta a conduta do homem com base nos ensinos evangélicos.  - Objetiva: Trazer a palavra amiga do plano espiritual a todos os corações concitando à prática verdadeira da moral cristã.  - Assuntos: Aborda assuntos como: amor ao próximo; aproveitamento do tempo; esforço próprio; ociosidade; pratica do bem e vigilância.  - Dados Técnicos: 50 capítulos - Instrutor: André Luiz.
  • 10. 01/08/14 10  Focaliza: Senda evolutiva do ser além do corpo físico.  Objetiva: Esclarecer que “a cada um será dado de acordo com sua obra”.  Assuntos: Aspectos científicos dos trabalhos intercessores dos espíritos superiores no plano espiritual; Planos dos perseguidores invisíveis e suas vítimas e Lincantropia.  Dados técnicos: 20 capítulos Instrutor: Gúbio
  • 11. 01/08/14 11  Focaliza: Respeito ao corpo humano; necessidade de valorização dos recursos que o mundo nos oferece para a reestruturação do nosso destino.  Objetiva: Mostrar a vida comum das almas que aspiram à vitória sobre si mesma.  Assuntos: Corações aflitos em prece; Conflitos de emoção; Desvario do ciúme; Embate do pensamento; Engano; Posse e Provação no lar.  Dados Técnicos: 40 capítulos Instrutor: Clarêncio.
  • 12. 01/08/14 12  Focaliza: Os Mecanismos da Mediunidade nos dois Planos com Embasamento Científico.  Objetiva: Ressaltar a importância da Sintonia do Pensamento.  Assuntos: Assimilação em Correntes Mentais; Efeitos Físicos; Forças Viciadas; Passes e Psicofonia.  Dados Técnicos: 30 Capítulos  Instrutores: Áulus, Abricó, Hilário (companheiro).
  • 13. 01/08/14 13  Focaliza: Regiões Infernais da esfera espiritual e a importância da reencarnação.  Objetiva: Mostrar o sofrimento das consciências culpadas do além-túmulo.  Assuntos: Débito aliviado; lei de causa e efeito; preparativo para a reencarnação; resgate coletivo e valor da oração.  Dados Técnicos: 20 capítulos Instrutores: Druso (instrutor). Silas (assistente) Hilário (companheiros de André Luiz).
  • 14. 01/08/14 14  Focaliza: A Evolução Filogenética do Ser.  Objetiva: Aliar o conceito rígido da ciência e a mensagem consoladora de Jesus redivivo no Espiritismo.  Assuntos: 1ª parte: Fluido cósmico; evolução; hereditariedade; evolução e sexo; existência da alma; mecanismo da mente e simbiose espiritual.  2ª parte: Alimentação dos desencarnados; matrimônio e divórcio; aborto criminoso e invasão microbiana.  Dados Técnicos: 40 capítulos  Instrutor: André Luiz.
  • 15. 01/08/14 15  Focaliza: Estudo e a explicação espírita da mediunidade à luz da ciência.  Objetiva: Oferece aos médiuns e interessados conhecimento de si e do mecanismo dos fenômenos mediúnicos.  Assuntos: Energia; Átomo; Onda Mental; Química Nuclear; Reflexos Condicionados; Ideoplastia; Psicometria e Obsessão.  Dados Técnicos: 26 Capítulos  Instrutor: André Luiz.
  • 16. 01/08/14 16  - Focaliza: Coletânea de mensagens esclarecedoras, indica o roteiro para a vivência cristã.  - Objetiva: Preceituar a necessidade do aperfeiçoamento, ressaltando que o exemplo digno é a base para toda qualquer realização respeitável.  - Assuntos: Aborda o comportamento do espírito em várias situações, nas atividades doutrinárias, em família e no cotidiano.  - Dados Técnicos: 47 capítulos  - Instrutor: André Luiz
  • 17. 01/08/14 17  Focaliza: Conceito da Espiritualidade Superior, em torno do Sexo e Destino.  Objetiva: Afirmar a aplicação da Lei de Causa e Efeito na retificação do caminho evolutivo.  Assuntos: Sexo e destino; Amor e Consciência; Liberdade e Compromisso; Alcoolismo; Culpa e Resgate; Lar e Reencarnação.  Dados Técnicos: 28 Capítulos – 1ª parte (Waldo Vieira ) – 2ª parte (Chico Xavier) – 1963 – 14/16.  Instrutor: Felix
  • 18. 01/08/14 18  Focaliza: Tratamento da Obsessão.  Objetiva: Esclarecer que a obsessão é trabalho de amor conjugado ao conhecimento dos princípios da Doutrina Espírita.  Assuntos: Preparo para Reunião; Alimentação; Superação de Impedimento; Pontualidade; Visitações; Passes; Educação Mediúnica e Encerramento da Reunião.  Dados Técnicos: 73 capítulos – Tópicos – Waldo Vieira (capítulos Ímpares) Chico Xavier (capítulos pares) - 1964 - 15/16  Instrutor: André Luiz
  • 19. 01/08/14 19  Focaliza: Retrato Espiritual da criatura ao desencarnar.  Objetiva: Demonstra que a vivência dos habitantes do além está relacionada com a sua conduta mental.  Assuntos: História de personagens reais, que desencarnados, deparam-se com o amparo dos amigos espirituais, incentivando a renovação através do estudo, trabalho, revendo seus dramas do passado.  Dados Técnicos: 26 Capítulos – Romanceado – Chico Xavier – 1968 – 16/16  Instrutor: Ribas  Personagens: Drama vivido na cidade de São Paulo, envolvendo duas famílias durante séculos
  • 20. 01/08/14 20  Quando o servidor está pronto, o serviço aparece. (Frase constante do subtítulo do livro, mas que foi pronunciada na verdade pelo ministro Genésio; veja as págs. 5 e 143) (LIVRO NOSSO LAR)
  • 21. 01/08/14 21 A IMPORTÂNCIA DA ÁGUA  Na Terra quase ninguém cogita seriamente de conhecer a importância da água. O homem é desatento, há muitos séculos. Mas ele conhecerá, um dia, que a água, como fluido criador, absorve em cada lar as características mentais de seus moradores. A água, no mundo, não somente carreia os resíduos dos corpos, mas também as expressões de nossa vida mental. (Lísias, cap. 10, pp. 61 e 62) (LIVRO NOSSO LAR)
  • 22. 01/08/14 22 SURPRESA DA MORTE  A maior surpresa da morte carnal é a de nos colocar face a face com a própria consciência. (Emmanuel, prefácio, pág. 11) (LIVRO NOSSO LAR)
  • 23. 01/08/14 23  Permutar a roupagem física não decide o problema fundamental da iluminação. (André Luiz, mensagem inicial, pág. 13) (LIVRO NOSSO LAR)
  • 24. 01/08/14 24 MEDICINA HONESTA  Toda medicina honesta é serviço de amor, atividade de socorro justo; mas o trabalho de cura é peculiar a cada espírito. (Lísias, cap. 5, pág. 39) (LIVRO NOSSO LAR)
  • 25. 01/08/14 25 LÁGRIMAS Quando as lágrimas não se originam da revolta, sempre constituem remédio depurador. (Lísias, cap. 5, pág. 40) (LIVRO NOSSO LAR)
  • 26. 01/08/14 26 O VÉU DA ILUSÃO  O véu da ilusão é muito denso nos círculos carnais. O homem vulgar ignora que toda manifestação de ordem, no mundo, procede do plano superior. Nenhuma organização útil se materializa na crosta terrestre, sem que seus raios iniciais partam de cima. (Lísias, cap. 8, pp. 51 e 52) (LIVRO NOSSO LAR)
  • 27. 01/08/14 27  Quem pensa, está fazendo alguma coisa alhures. E é pelo pensamento que os homens encontram no Umbral os companheiros que afinam com as tendências de cada um, pois toda alma é um ímã poderoso. (Lísias, cap. 12, pág. 72) (LIVRO NOSSO LAR)
  • 28. 01/08/14 28 ALEGRIA  A alegria também, quando excessiva, costuma castigar o coração. (Mãe de André Luiz, cap. 15, pág. 86) (LIVRO NOSSO LAR)
  • 29. 01/08/14 29 QUEIXA E DE LAMENTAÇÃO  A atitude de queixa e de lamentação não se coaduna com as novas lições da vida. Esses gestos são perdoáveis nas esferas da carne; aqui, porém, filho, é indispensável atender, antes de tudo, ao Senhor. (Mãe de André Luiz, cap. 15, pág. 88) (LIVRO NOSSO LAR)
  • 30. 01/08/14 30 DOR  Nossa dor não nos edifica pelos prantos que vertemos, ou pelas feridas que sangram em nós, mas pela porta de luz que nos oferece ao espírito, a fim de sermos mais compreensivos e mais humanos. (Mãe de André Luiz, cap. 15, pág. 88) (LIVRO NOSSO LAR)
  • 31. 01/08/14 31  Muitas entidades, ao desencarnar, permanecem agarradas ao lar terrestre, a pretexto de amarem os que ficaram. Todavia, o verdadeiro amor, para transbordar em benefícios, precisa trabalhar sempre. (Mãe de André Luiz, cap. 16, pág. 91) (LIVRO NOSSO LAR)
  • 32. 01/08/14 32  Após a morte do corpo físico, a alma se encontra tal qual vive intrinsecamente. (Mãe de André Luiz, cap. 16, pág. 91) (LIVRO NOSSO LAR)
  • 33. 01/08/14 33  A neurastenia e a inquietação emitem fluidos pesados e venenosos, que se misturam automaticamente às substâncias alimentares. (Laura, cap. 19, pág. 105) (LIVRO NOSSO LAR)
  • 34. 01/08/14 34 FRASES E APONTAMENTOSFRASES E APONTAMENTOS IMPORTANTES(MENSAGEIROS)IMPORTANTES(MENSAGEIROS)  O Senhor renova diariamente nossas benditas oportunidades de trabalho, mas, para atingirmos os resultados precisos, é imprescindível sejamos seguidores da renunciação ao inferior. (...) E ninguém espere subir, espiritualmente, sem esforço, sem suor e sem lágrimas!... (Telésforo, cap. 6, pág. 39) (LIVRO MENSAGEIROS)
  • 35. 01/08/14 35  A noção do dever bem cumprido, ainda que todos os homens permaneçam contra nós, é uma luz firme para o dia e abençoado travesseiro para a noite. (Vicente, cap. 13, pág. 75) (LIVRO MENSAGEIROS)
  • 36. 01/08/14 36 SOMOS CURADOS POR JESUSSOMOS CURADOS POR JESUS  Todos os dias somos curados por Jesus e todos os dias conduzimo-lo ao madeiro. Nossas obras estão reduzidas quase a simples recapitulações que fracassam sempre. (Ismália, cap. 18, pág. 100) (LIVRO MENSAGEIROS)
  • 37. 01/08/14 37 AFEIÇÕESAFEIÇÕES  Cada criatura, na vida, cultiva as afeições que prefere. Fernando estimava os companheiros desregrados. Não é, pois, estranhável que tenham vindo esperá-lo na estação de volta à existência real. Paulo de Tarso, no capítulo 12 da Epístola aos Hebreus, afirma que o homem está cercado de uma grande "nuvem de testemunhas". (...) Cada um, pois, tem o séquito invisível a que se devota na Terra. (Aniceto, cap. 50, pág. 262) (LIVRO MENSAGEIROS)
  • 38. 01/08/14 38 Os laços consangüíneosOs laços consangüíneos Os laços consangüíneos são edificantes, mas, acima deles, vibra a família universal. (...) Aprenda, quanto esteja em suas possibilidades, a desfazer-se de aquisições passageiras, para ganhar os eternos bens. (Alfredo, cap. 21, pág. 117) (LIVRO MENSAGEIROS)
  • 39. 01/08/14 39  Os doentes comuns, na Terra, muito raramente lembram a medicina preventiva. De modo quase invariável, esperam a positivação das moléstias para buscarem o recurso preciso. Necessitam de anestésicos para o socorro do bisturi. Fogem ao regíme tão logo surja a primeira melhora. Confundem o método de tratamento, apenas se registre o primeiro sinal de cura. Detestam a dor que restabelece o equilíbrio. (Bacelar, cap. 28, pág. 152) (LIVRO MENSAGEIROS)
  • 40. 01/08/14 40  Para trabalharmos com eficiência é preciso saber calar antes de tudo. Teríamos atendido perfeitamente aos nossos deveres, se tivéssemos usado todas as receitas de obediência e otimismo que fornecemos aos outros. (...) para bem ensinar é necessário exemplificar melhor. (Uma entidade feminina, cap. 9, pág. 53) (LIVRO MENSAGEIROS)
  • 41. 01/08/14 41  Os homens, de modo geral, não se modificam com a morte física, como a troca de residência não significa mudança de personalidade para a criatura comum. (André Luiz, cap. 16, pág. 87) (LIVRO MENSAGEIROS)
  • 42. 01/08/14 42 PENSAMENTOSPENSAMENTOS  Seus pensamentos de fraternidade e paz muito auxiliaram essa irmã infeliz. Guarde a certeza disso e continue buscando a compreensão para socorrer e ajudar com êxito. (Aniceto, cap. 23, pág. 128, referindo- se a uma senhora perturbada examinada por André Luiz) (LIVRO MENSAGEIROS)
  • 43. 01/08/14 43  O criminoso nunca consegue fugir da verdadeira justiça universal, porque carrega o crime cometido, em qualquer parte. Tanto nos círculos carnais, como aqui, a paisagem real do Espírito é a do campo interior. Viveremos, de fato, com as criações mais íntimas de nossa alma. (Aniceto, cap. 27, págs. 146 e 147) (LIVRO MENSAGEIROS)
  • 44. 01/08/14 44  Temo-nos descuidado das coisas pequeninas. Grande é o oceano, minúscula é a gota, mas o oceano não é senão a massa das gotas reunidas. Fala-nos o Mestre, em divino simbolismo, da semente de mostarda. (...) A semente de mostarda, a que se refere Jesus, constitui o gesto, a palavra, o pensamento da criatura. (Fábio Aleto, cap. 35, pág. 187) (LIVRO MENSAGEIROS)
  • 45. 01/08/14 45 A POBREZAA POBREZA  A pobreza é uma das melhores oportunidades de elevação, ao nosso alcance (...) Na pobreza, é mais fácil encontrar a amizade sincera, a visão da assistência de Deus, os tesouros da natureza, a riqueza das alegrias simples e puras. (...) Refiro-me aos pobres que trabalham e guardam a fé. (Isabel, cap. 36, págs. 191 e 192) (LIVRO MENSAGEIROS)
  • 46. 01/08/14 46 A PRECEA PRECE  O homem que ora traz consigo inalienável couraça. O lar que cultiva a prece transforma-se em fortaleza, compreenderam? As entidades da sombra experimentam choques de vulto, em contacto com as vibrações luminosas deste santuário doméstico, e é por isso que se mantêm à distância, procurando outros rumos... (Aniceto, cap. 37, pág. 197) (LIVRO MENSAGEIROS)
  • 47. 01/08/14 47  A existência terrestre é um curso ativo de preparação espiritual e, quase sempre, não faltam na escola os alunos ociosos, que perdem o tempo ao invés de aproveitá-lo, ansiosos pelas realizações mentirosas do menor esforço. Desse modo, no capítulo das orientações, a maior parte dos pedidos são desassisados. (Aniceto, cap. 46, pág. 240) (LIVRO MENSAGEIROS)
  • 48. 01/08/14 48  Diante de determinadas solicitações dos companheiros encarnados, devemos recorrer, muitas vezes, ao silêncio. Como recomendar humildade àqueles que a pregam para os outros; como ensinar a paciência aos que a aconselham aos semelhantes, e como indicar o bálsamo do trabalho aos que já sabem condenar a ociosidade alheia? Não seria contra-senso? (Aniceto, cap. 46, págs. 240 e 241) (LIVRO MENSAGEIROS)
  • 49. 01/08/14 49 DAR AOS QUE NÃO QUEREMDAR AOS QUE NÃO QUEREM RECEBERRECEBER Não há tempo para conviver com os que estimam a brincadeira. Além disso, não será caridade o ato de dar aos que não querem receber. (Isidoro, cap. 47, págs. 246 e 247) (LIVRO MENSAGEIROS)
  • 50. 01/08/14 50 A FÉA FÉ  A fé não constitui uma afirmativa de lábios, nem uma adesão de ordem estatística. (...) Era, sim, uma fonte d'água viva, nascendo espontaneamente em minha alma. Traduzia-se em reverência profunda, aliada ao mais alto conceito de serviço e responsabilidade, diante das sublimes concessões do Eterno Pai. (André Luiz, cap. 51, pág. 264) (LIVRO MENSAGEIROS)